Banca de DEFESA: CAROLINE GONÇALVES BIRRER

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : CAROLINE GONÇALVES BIRRER
DATA : 22/01/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Instituto de Biologia
TÍTULO:

Priorização espacial para a conservação de linhagens evolutivas independentes de Lutrinae do Neotrópico


PALAVRAS-CHAVES:
Carnivora; diversidade genética; diversidade intra-específica; filogeografia; modelagem de nicho ecológico; planejamento sistemático da conservação  

PÁGINAS: 50
RESUMO:

Abordar as relações evolutivas inter- e intraespecífico é um passo importante para a conservação da biodiversidade. Contudo, o aspecto filogeográfico ainda é pouco explorado no campo do planejamento sistemático para a conservação para o estabelecimento de áreas prioritárias para a conservação. A filogeografia comparativa pode identificar espécies que tem uma história comum de vicariancia. A sub-família Lutrinae tem quatro espécies nativas do Neotrópico: Lontra longicaudis, Lontra Felina, Lontra provocax e Pteronura brasiliensis. Todas espécies exercem o importante papel de predador de topo e ainda, devido a sua sensibilidade à degradação ambiental, são bons indicadores da saúde ambiental. Aqui nesse trabalho, analisamos então, as linhagens para cada uma dessas espécies e suas filogeografias para assim determinar áreas prioritárias para a conservação seguindo o planejamento sistemático para a conservação.  Aqui nós mostramos que as espécies de Lutrinae do Neotrópico se separam em 3,3,2 e 4 linhagens para Lontra longicaudis, Lontra Felina, Lontra provocax e Pteronura brasiliensis respectivamente. Ainda há uma concentração de diversificação na região central amazônica e no norte do chile. Contudo, para a conservação devem ser priorizadas também as áreas com maior endemismo, incluindo assim o México e as ilhas chilenas do Sul.  Nosso trabalho é o primeiro estudo que direciona a priorização do complexo de espécies de Lutrinae do Neotrópico e ainda em uma escala macroecológica para as diferentes linhagens e ao destacar regiões de maior endemismo de linhagens e, por consequência, genético traz uma contribuição para pensar medidas de conservação para o clado que esta ameaçado pela perda de habitat e por contaminação ambiental de origem antrópica.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1576452 - RICARDO DOBROVOLSKI
Interno - 2048980 - HENRIQUE BATALHA FILHO
Externo à Instituição - MIRIAM PLAZA PINTO - UFRN
Notícia cadastrada em: 28/01/2020 10:16
SIGAA | STI/SUPAC - - | Copyright © 2006-2020 - UFBA