Banca de DEFESA: FERNANDA VIDAL CARVALHO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FERNANDA VIDAL CARVALHO
DATA : 04/06/2020
HORA: 09:00
LOCAL: https://conferenciaweb.rnp.br/webconf/defesa-de-dissertacao-fernanda-vidal_pmbqbm_04_06_2020
TÍTULO:

PERFIL METABOLÔMICO E ATIVIDADES ANTIOXIDANTE, CITOTÓXICA E ANTIMICROBIANA DE EXTRATOS DE Lepidium meyenii


PALAVRAS-CHAVES:

Maca peruana. Metabolômica. Produtos naturais.


PÁGINAS: 83
RESUMO:

INTRODUÇÃO: Lepidium meyenii é uma planta que apresenta diversas propriedades medicinais, no entanto, há poucos estudos que correlacionem os metabólitos e as atividades biológicas testadas na planta sob uma perspectiva metabolômica. OBJETIVO: Caracterizar o perfil metabolômico, bem como avaliar as atividades antioxidante, antimicrobiana e citotóxica de extratos obtidos da planta desidratada e de seus produtos comerciais. MATERIAIS E MÉTODOS: Os extratos foram obtidos a partir da raiz da planta e de seus produtos comerciais por maceração em diferentes solventes orgânicos. A atividade antioxidante foi determinada pelo método do sequestro do radical livre 2,2-difenil-1- picril-hidrazil (DPPH) e os fenóis totais foram quantificados pelo método Folin-Ciocalteu. A atividade antimicrobiana foi avaliada frente a bactérias e leveduras através do método de microdiluição em caldo. A citotoxicidade foi avaliada contra a linhagem de células C6 e astrócitos. O perfil metabolômico foi avaliado por cromatografia líquida de alta performance acoplada à espectrometria de massas (CLAE-EM) e cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas (CG-EM). RESULTADOS E DISCUSSÃO: A atividade antioxidante (IC50) variou de 64,97 μg∙mL-1 para o extrato em acetato de etila da raiz da planta desidratada até 935,61 μg∙mL-1 para o extrato em hexano do produto comercial da planta. Os valores de fenóis totais variaram de 6,83 mg∙EAG∙g-1 para o extrato etanólico a 49,83 mg∙EAG∙g-1 para o extrato acetato de etila, ambos os extratos são dos produtos comerciais. Os extratos etanólicos e em acetato de etila foram os mais ativos e apresentaram maior potencial antioxidante, além disso também apresentaram atividade antimicrobiana contra M. luteus e B. cereus e atividade antitumoral contra células C6, não apresentando citotoxicidade aos astrócitos. Foram identificados setenta e seis metabólitos nos extratos e dentre esses, os terpenos foram os principais metabólitos candidatos responsáveis pelas atividades antioxidante e citotóxica e os ácidos graxos pela atividade antibacteriana. CONCLUSÃO: A abordagem metabolômica e a análise estatística multivariada permitiram correlacionar os resultados das atividades biológicas testadas com o perfil químico dos extratos, sendo possível identificar os principais compostos bioativos da L. meyenii relacionados às atividades antioxidante, antimicrobiana e antitumoral da planta. 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 3768242 - PAULO ROBERTO RIBEIRO DE JESUS
Externo ao Programa - 288059 - SILVIA LIMA COSTA
Externo à Instituição - ANDERSON DE SOUZA SANT’ANA - UNICAMP
Notícia cadastrada em: 24/06/2020 11:42
SIGAA | STI/SUPAC - - | Copyright © 2006-2021 - UFBA