Banca de DEFESA: AMANDA DE ALMEIDA OLIVEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : AMANDA DE ALMEIDA OLIVEIRA
DATA : 31/07/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas
TÍTULO:

A documentação museológica como suporte para a comunicação com o público


PALAVRAS-CHAVES:

Sistema de documentação museológica. Cadeirinha de arruar. Comunicação. Museu de Arte da Bahia. Exposição.


PÁGINAS: 111
RESUMO:

A presente pesquisa tem como propósito analisar o processo de informação produzido e gerido pelo Sistema de Documentação Museológica (SDM) e averiguar como a sua operação repercute no conteúdo apresentado na exposição de longa-duração do museu, a partir do estudo de caso da cadeirinha de arruar do Museu de Arte da Bahia (MAB). Considerando que a representação está sujeita ao modo como o objeto é documentado no museu e, caso haja equívocos na sua aplicação, pode causar distorções, o que influenciará nas interpretações do objeto ou mesmo torná-lo imperceptível ao público na exposição. A pesquisa possui aspectos teóricos e práticos. A teoria envolveu um levantamento bibliográfico que perpassa as discussões nas áreas da Museologia, Comunicação e Ciência da Informação; e a prática ocorre na análise da poiese do MAB, em específico visualizada no SDM, e na pesquisa de campo com a utilização do método da observação da exposição do MAB. A partir dessa análise, foi realizado um estudo comparativo com o Museu Histórico Nacional, do Rio de Janeiro e o Museu Nacional dos Coches, de Portugal, que possuem exemplares de cadeirinhas de arruar nas suas coleções, para verificar o processo da informação na relação SDM/exposição. Esse trabalho envolveu também a pesquisa histórica com o uso de fontes iconográficas, anúncios de jornais de época e relatos dos viajantes para investigar as relações que envolvem a cadeirinha de arruar, compreendendo o contexto histórico de seu uso e produção, a mão-de-obra escrava e a evolução do transporte urbano.  Do mesmo modo, foi realizado estudos para identificar as origens desse meio de transporte e o uso em outras culturas. Os resultados da pesquisa constataram que a produção de informação no SDM e a comunicação contínua com outros sistemas do museu possibilitam a disseminação de informação, refletindo no conteúdo apresentado sobre o objeto e as coleções na exposição, foco da comunicação do museu mediadora para com o público.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - CECILIA CONCEICAO MOREIRA SOARES
Presidente - 2182030 - JOSE CLAUDIO ALVES DE OLIVEIRA
Externo ao Programa - 1076883 - LIDIA MARIA BATISTA BRANDAO TOUTAIN
Notícia cadastrada em: 30/01/2019 11:12
SIGAA | STI/SUPAC - - | Copyright © 2006-2020 - UFBA