PPGLITCULT PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LITERATURA E CULTURA (PPGLITCULT) INSTITUTO DE LETRAS Telefone/Ramal: Não informado

Banca de DEFESA: JOABSON LIMA FIGUEIREDO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JOABSON LIMA FIGUEIREDO
DATA : 24/09/2018
HORA: 09:00
LOCAL: Instituto de Letras
TÍTULO:

Cartografia Culturais Baianas: identidade, memória e gênero nos romances de Herberto Sales


PALAVRAS-CHAVES:

Cartografia Cultural. Herberto Sales. Memória. Representação. Gênero.


PÁGINAS: 177
RESUMO:

Este estudo é o resultado de uma pesquisa que possui em seu esteio os romances de Herberto Sales. O ponto de convergência considerado é a cartografia cultural baiana. A pesquisa foi realizada com o propósito de analisar as representações culturais em três romances do escritor baiano: Os Pareceres do tempo (1984), Cascalho (1944) e A prostituta (1996). Esperamos apresentar uma cartografia de representações da cultura baiana nos três romances, a evidenciar discursos identitários nas obras, na interface dos aspectos discursivos com as temáticas histórica e de gênero. O estudo identificou uma consonância do plano literário com o social, sem, é claro, considerar a literatura meramente como reflexo da sociedade e da situação histórica. O ponto de contato se daria no aspecto em que o discurso acerca das representações da cartografia cultural baiana nos romances herbertianos, como narrativa que é dentro do gênero romanesco, assume importância capital, fazendo do cronista um sujeito histórico, um narrador da história, segundo Walter Benjamin. Identifica-se com a cidade e nela se abriga, construindo, com sua obra, um mapa literário-geográfico da Bahia – uma cartografia literária, metáfora e tecido da sua existência. Na construção da tese, utiliza-se como referencial teórico-metodológico, a Literatura em diálogo com a História, a partir desses e de outros teóricos, os da linha investigativa proposta, essencialmente, chega-se à conclusão de uma forte relação com a Bahia do autor, numa relação concreta de amor ao lugar, liga-se a Cidade da Bahia e às Lavras Diamantinas. Na esteira de textos teóricos de MOURA (2011), VILMA (2008), ARAUJO (2008), CHARTIER (1991), BENJAMIN (1980; 2014), RISÉRIO (1993;1995;2004), et alli. Dessa forma, tal como sua obra, Herberto Sales opera na construção de seu lugar no mundo e, ao mesmo tempo, contribui para a identidade cultural, social, histórica e política da Bahia. 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1064696 - ALVANITA ALMEIDA SANTOS
Interno - 3414388 - JOSE HENRIQUE DE FREITAS SANTOS
Externo ao Programa - 2767538 - MONICA DE MENEZES SANTOS
Externo à Instituição - ALEILTON SANTANA DA FONSECA - UEFS
Externo à Instituição - RENATA FLÁVIA DA SILVA - UFF
Notícia cadastrada em: 12/04/2019 08:35
SIGAA | STI/SUPAC - - | Copyright © 2006-2020 - UFBA