Banca de DEFESA: DIANA SOUSA TERENCIO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DIANA SOUSA TERENCIO
DATA : 26/10/2020
HORA: 13:30
LOCAL: PPGNEIM - UFBA
TÍTULO:

 

AS MULHERES NA POLÍTICA NO INTERIOR DA BAHIA: UM ESTUDO NA CIDADE DE CONDEÚBA


PALAVRAS-CHAVES:

 

Mulheres; Política; Interior da Bahia; Representação Política; Condeúba.


PÁGINAS: 133
RESUMO:

Esta dissertação analisa elementos centrais ligados à representação de mulheres na política local na cidade de Condeúba/BA, a partir de pesquisa bibliográfica e entrevistas semiestruturadas. A política municipal é geralmente, a porta de entrada para a vida pública, e particularmente, se mostra como a via mais acessível à entrada de mulheres na política. Contudo, a sub-representação feminina persiste, tanto em âmbito municipal, como estadual e federal no Brasil. Leis de ações afirmativas para inserção de mulheres na política, como a política de cotas nos partidos para os cargos do Legislativo, surgiram na década de 90. Recentemente, Tribunais Superiores decidiram, após consulta de parlamentares, dar garantias jurídicas na distribuição dos recursos de campanha aos candidatos, a fim de tornar a disputa eleitoral o mais igualitária possível, no que se refere ao gênero. Não obstante a essas ações, ainda existem muitos desafios no que se refere a maior presença de mulheres nas instâncias do poder formal. Na minha pesquisa, busquei nas entrevistas, identificar como se dá a participação das mulheres na política nessa cidade. Em se tratando de um município de pequeno porte do interior da Bahia, o que é igual ou diferente de uma cidade maior, ou do estado, quando se refere aos motivos que levam mulheres a se engajar politicamente, se candidatar, ser eleita e permanecer na vida pública? A literatura aponta que recursos financeiros são importantes para favorecer políticos na disputa eleitoral, o que prejudica as mulheres que arrecadam menos recursos. Mas a dinâmica seria a mesma num município de menos de 25 mil habitantes? Segui uma linha investigativa no intuito de entender e problematizar questões como essas. Por fim, cheguei à conclusão de que muitos dos problemas e desafios que atravessam as mulheres de vida pública no âmbito estadual e federal, e também, na política municipal de grandes centros urbanos, também atravessam as mulheres de Condeúba – com particularidades advindas de um pequeno município com extensa zona rural - . Os estereótipos ainda existentes sobre a mulher, a baixa captação de recursos financeiros, a resistência de partidos políticos, o não engajamento de mais mulheres devido a sua socialização, a ineficácia da política de cotas e assim por diante, se apresentam como grandes desafios para a superação da sub-representação feminina e o alcance da paridade de gênero em Condeúba, assim como na Bahia e no Brasil.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2033520 - SALETE MARIA DA SILVA
Interno - 1896461 - TERESA SACCHET
Externo à Instituição - DANIELA LEANDRO REZENDE - UFV
Notícia cadastrada em: 19/10/2020 14:44
SIGAA | STI/SUPAC - - | Copyright © 2006-2022 - UFBA