Banca de DEFESA: DANILO NASCIMENTO LOPES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DANILO NASCIMENTO LOPES
DATA : 15/12/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Instituto Multidisciplinar em Saúde
TÍTULO:

Efeito do exercício preventivo sobre as alterações pancreáticas induzidas pelo diabetes mellitus tipo 1 em ratas ovariectomizadas.


PALAVRAS-CHAVES:

Diabetes mellitus, pâncreas, ovariectomia, exercício físico, estresse oxidativo, inflamação.


PÁGINAS: 78
RESUMO:

Uma das principais alterações do diabetes mellitus tipo 1 (DM1) é a redução progressiva das células β pancreáticas, e consequentemente da produção de insulina. A peroxidação lipídica, citocinas pró-inflamatórias, e o fator de transcrição nuclear (NF-kB), desempenham papel importante na disfunção e morte de células β durante o DM1. Além disso, o fator de crescimento transformante (TGF-β1) e a fibrose participa do desenvolvimento do diabetes mellitus (DM). Já foi demonstrado os efeitos benéficos do exercício físico sobre complicações em diversos órgãos decorrentes da DM. No entanto, não há estudos que trate seus efeitos sobre ilhotas de langerhans de ratas diabéticas ovariectomizadas.  Para isso, ratas wistar foram anestesiadas e submetidas à ovariectomia bilateral. Após a recuperação cirúrgica, os animais receberam injeção de 40 mg/kg de estreptozotocina (STZ) para a indução do DM1 ou de tampão citrato 0,1M, pH 4,5, e foram divididos em quatro grupos experimentais: 6 ratas controles sedentárias OVX (CSO); 6 controles previamente treinadas OVX (CPTO); 6 diabéticas sedentárias OVX (DSO); e 6 diabéticas previamente treinadas OVX (DPTO). Os animais dos grupos DPTO e CPTO foram submetidos a quatro semanas de treinamento aeróbico previamente à indução do DM1. Após as quatro semanas foi realizada indução do DM1 nos animais dos grupos DSO e DPTO. Em seguida, os grupos CPTO e DPTO foram submetidos ao mesmo protocolo de exercício físico aeróbico regular de intensidade moderada, o qual consistiu em corrida em esteira motorizada por um período de oito semanas. O exercício físico não aumentou o conteúdo de insulina e massa de células β nas ilhotas de langerhans do grupo DPTO. Contudo, diminuiu o conteúdo de glucagon e massa de células α, mostrando o efeito benéfico do exercício sobre o hormônio contra-regulador da homeostasia da glicose no sangue.  Além disso, a glicose do sangue do das ratas DPTO foi menor que a das ratas DSO. O exercício físico também diminuiu a expressão de TGF-β1 nas ratas DPTO em relação as ratas DSO, bem como também diminuiu a fibrose nessas ilhotas. O exercício físico reduziu o estresse nitrativo pela redução da marcação para nitrotirosina no grupo DPTO. Além disso, o exercício físico exerceu efeito fundamental na redução da expressão do fator de transcrição NF-kB. Esses resultados mostram o efeito benéfico do exercício físico previamente a indução do diabetes sobre a expressão de marcadores inflamatórios e oxidativos, estrutura das ilhotas e conteúdo do hormômio contra-regulador da concentração da glicose sanguínea.

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1552395 - TELMA DE JESUS SOARES
Interno - 2312625 - LILIANY SOUZA DE BRITO AMARAL
Externo ao Programa - 2418292 - SAMIRA ITANA DE SOUZA
Notícia cadastrada em: 10/12/2020 16:52
SIGAA | STI/SUPAC - - | Copyright © 2006-2022 - UFBA