PGMAT PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MATEMÁTICA (PGMAT) INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Telefone/Ramal: Não informado

Banca de DEFESA: MARISLEANE MOREIRA DE OLIVEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARISLEANE MOREIRA DE OLIVEIRA
DATA : 24/10/2019
HORA: 10:30
LOCAL: Instituto de Matemática e Estatística
TÍTULO:

Escore de Propensão em Dados Multiníveis


PALAVRAS-CHAVES:

Avaliação de impacto, Escore de propensão, pareamento em dados multiniveis


PÁGINAS: 94
RESUMO:

Nos últimos anos tem-se verificado um aumento no uso de metodologia envolvendo escores de propensão para minimizar o viés de seleção em estudos observacionais com objetivo de identificar relações causais. O escore de propensão é definido pela probabilidade de receber um tratamento específico, condicionada às covariáveis mensuradas na linha de base, e pode ser utilizado para ajustar o efeito de um tratamento através do pareamento e da ponderação pelo inverso dessa probabilidade.  O pareamento por escore de propensão, envolve várias etapas de implementação incluindo a estimação, a seleção de um algoritmo de pareamento e a estimação do efeito da intervenção. Grande parte das pesquisas que utilizam a abordagem baseada em escore de propensão, pressupõe que as observações sejam independentes. No entanto, em muitas áreas do conhecimento, como educação, ciências sociais e até mesmo na saúde, o delineamento da pesquisa possuem uma estrutura de hierárquica com indivíduos agregados em áreas geográficas, pacientes em hospitais, ensaios clínicos multicêntricos, etc. Em situações envolvendo dados com estrutura multinível é essencial que a estimação do escore de propensão leve em consideração os efeitos das observações dos diferentes níveis na probabilidade de atribuição ao tratamento como também na estimativa do efeito do tratamento. A qualidade do pareamento entre os grupos tratados e não tratados e a estimativa do efeito do tratamento no contexto multinivel foram avaliados através de um estudo de simulação provenientes de diferentes modelos para estimação do escore de propensão.  Por fim, a metodologia abordada neste trabalho foi utilizada num conjunto de dados reais explorando os aspectos positivos e negativos para estimação do efeito do programa bolsa família no estado nutricional medido através do índice de massa corpórea num inquérito domiciliar de estrutura multinível realizado no Município de Camaçari-Bahia, no período de outubro de 2011 a janeiro de 2012.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 287722 - ROSEMEIRE LEOVIGILDO FIACCONE
Externo ao Programa - 1488907 - LILIA CAROLINA CARNEIRO DA COSTA
Externo à Instituição - SHEILA REGINA DOS SANTOS PEREIRA - UEFS
Notícia cadastrada em: 02/10/2019 10:35
SIGAA | STI/SUPAC - - | Copyright © 2006-2023 - UFBA