PPGASFAR PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA (PPGASFAR) FACULDADE DE FARMÁCIA Telefone/Ramal: Não informado
Dissertações/Teses

Clique aqui para acessar os arquivos diretamente da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFBA

2024
Dissertações
1
  • ARTUR FELIPE SIQUEIRA DE BRITO
  • AVALIAÇÃO ECONÔMICA DO USO DE RIBOCICLIBE NO TRATAMENTO DE CÂNCER DE MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO (HR+) E RECEPTOR DE FATOR DE CRESCIMENTO EPIDÉRMICO HUMANO-2 NEGATIVO (HER2−) LOCALMENTE AVANÇADO OU METASTÁTICO: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

  • Orientador : ADEMIR EVANGELISTA DO VALE
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADEMIR EVANGELISTA DO VALE
  • ANNA MARIA BUEHLER
  • MARCELO EIDI NITA
  • PABLO DE MOURA SANTOS
  • Data: 08/03/2024

  • Mostrar Resumo
  • O câncer de mama positivo para receptor hormonal (HR +) e negativo para receptor de fator de crescimento epidérmico humano 2 (HER2-) é o subtipo molecular mais comum. Os inibidores da quinase dependente de ciclina (CDK) 4/6 são uma nova classe de agentes direcionados recomendados para tratamento desse subtipo. O ribociclibe é o representante dessa classe que apresenta resultados mais robustos de eficácia considerando o desfecho duro de sobrevida global. Investigar a relação de custo-efetividade do ribociclibe no tratamento de pacientes com câncer de mama HR+/HER2- localmente avançado ou metastático por meio de uma revisão sistemática da literatura. Esta revisão foi conduzida seguindo as recomendações da Cochrane e do guia CiCERO da ISPOR. A redação seguiu orientações do PRISMA. As buscas foram realizadas em 8 bases de dados. A metodologia e a qualidade do relatório foram avaliadas usando a lista de verificação ECOBIAS e a lista de verificação CHEERS. Foram incluídas 24 avaliações econômicas. Os modelos de Markov e de Sobrevida Particionado, com horizonte lifetime e duração de ciclo de 4 semanas, foi o mais comumente utilizado. Ribociclibe foi considerado custo-efeito em 8 estudos, cost-saving em 5 estudos e não custo-efetivo nos demais estudos. Ribociclibe foi considerado mais custo-efetivo e dominante em comparação a palbociclibe. As evidências atuais indicam que o uso de ribociclibe é clinicamente benéfico e pode ser considerado uma intervenção custo-efetiva para o tratamento do câncer de mama HR+ HER2- localmente avançado ou metastático a depender do WTP de cada país.

     


  • Mostrar Abstract
  • Hormone receptor-positive (HR+) and human epidermal growth factor receptor 2-negative (HER2-) breast cancer is the most common molecular subtype. Cyclin-dependent kinase (CDK) 4/6 inhibitors are a new class of targeted agents recommended for treatment of this subtype. Ribociclib is the representative of this class that presents more robust efficacy results considering the harsh outcome of overall survival. To investigate the cost-effectiveness of ribociclib in the treatment of patients with HR+/HER2- locally advanced or metastatic breast cancer through a systematic review of the literature. This review was conducted following Cochrane recommendations and ISPOR's CiCERO guide. The writing followed PRISMA guidelines. The searches were carried out in 8 databases. The methodology and quality of the report were assessed using the ECOBIAS checklist and the CHEERS checklist. 24 economic evaluations were included. The Markov and Partitioned Survival models, with a lifetime horizon and cycle duration of 4 weeks, were the most used. Ribociclib was considered cost-effective in 8 studies, cost-saving in 5 studies and not cost-effective in the remaining studies. Ribociclib was considered more cost-effective, and dominant compared to palbociclib. Current evidence indicates that the use of ribociclib is clinically beneficial and can be considered a cost-effective intervention for the treatment of HR+ HER2- locally advanced or metastatic breast cancer depending on the WTP in each country.

2
  • IGOR MATHEUS DE NOVAIS SILVA
  • Desprescrição de anti-hipertensivos em idosos com hipotensão na atenção primária: Análise
    de subgrupo do ensaio clínico randomizado MINOR

  • Orientador : MARCIO GALVAO GUIMARAES DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOSE ANDRADE LOUZADO
  • MARCIO GALVAO GUIMARAES DE OLIVEIRA
  • PABLO DE MOURA SANTOS
  • RAND RANDALL MARTINS
  • Data: 19/06/2024

  • Mostrar Resumo
  • INTRODUÇÃO E OBJETIVOS: A hipertensão, condição crônica prevalente entre os idosos,
    quando não controlada, pode resultar em sobrediagnóstico, sobretratamento e complicações
    clínicas, tornando a farmacoterapia complexa e aumentando o risco de reações adversas,
    incluindo a hipotensão. Este estudo visa avaliar a desprescrição de medicamentos anti-
    hipertensivos, orientada por farmacêuticos, juntamente com o monitoramento residencial da
    pressão arterial em idosos que apresentavam sinais e sintomas de hipotensão.
    METODOLOGIA: Trata-se da análise de um subgrupo do ensaio clínico MINOR, estudo
    randomizado e aberto, não cego, com dois grupos paralelos, com avaliação da linha de base e
    após intervenção, conduzido entre junho de 2021 a agosto de 2022 em uma farmácia pública
    do nordeste brasileiro, com pacientes idosos com hipertensão. No grupo controle, os
    participantes receberam um monitor de pressão arterial e instruções sobre como realizar a
    monitorização residencial e um médico, ao receber um relatório contendo os valores de
    pressão arterial obtidos, foi responsável por determinar quaisquer ajustes necessários no
    protocolo de tratamento. No grupo intervenção, um farmacêutico cadastrou os participantes
    em um protocolo de gerenciamento da terapia medicamentosa e ofereceu ao médico sugestões
    para otimizar a farmacoterapia anti-hipertensiva, além de fornecer um relatório contendo os
    valores de pressão arterial. A diferença na pressão arterial média, a porcentagem de pacientes
    com sintomas/sinais de hipotensão e a porcentagem de prescrição de medicamentos anti-
    hipertensivos em foram analisados os grupos controle e intervenção. RESULTADOS: Foram
    avaliados 72 pacientes (35 randomizados para o grupo controle e 37 para o grupo
    intervenção). O grupo intervenção apresentou redução significativa de medicamentos (-
    28,6%), especialmente betabloqueadores (-74,2%), diuréticos de alça (-83,3%), e antagonistas
    da aldosterona (-80%). A pressão arterial média do grupo intervenção aumentou mais (14,2
    mmHg sistólica e 7,5 mmHg diastólica), permanecendo dentro da faixa alvo (140 x 90
    mmHg). Houve uma redução mais significativa nos sintomas de hipotensão no grupo de
    intervenção (64,9%) em comparação com o controle (20%), com p<0,0001 destacando o
    papel eficaz do farmacêutico na gestão do cuidado clínico por meio da desprescrição
    criteriosa de medicamentos. CONCLUSÃO: A desprescrição de anti-hipertensivos em idosos
    pode ser uma ferramenta útil no controle da pressão arterial e na redução de sintomas
    hipotensivos.


  • Mostrar Abstract
  • INTRODUCTION AND OBJECTIVES: Hypertension, a prevalent chronic condition among
    the older people, when uncontrolled, can result in overdiagnosis, overtreatment and clinical
    complications, making pharmacotherapy complex and increasing the risk of adverse reactions,
    including hypotension. This study aims to evaluate the deprescribing of antihypertensive
    medications, guided by pharmacists, along with home blood pressure monitoring in older
    adults who had signs and symptoms of hypotension. METHODOLOGY: This is the analysis
    of a subgroup of the MINOR clinical trial, a randomized and open, nonblind study with two

    Endereço: Rua Augusto Viana, s/n. Bairro: Canela. CEP 40110-060 - Salvador / Bahia
    Tel : (71) 3283-8140 Email: ppgasfar.rede.ufba@gmail.com

    parallel groups, assessing baseline and after intervention, conducted between June 2021 and
    August 2022 in a pharmacy public in northeastern Brazil, with older patients with
    hypertension. In the control group, participants received a blood pressure monitor and
    instructions on how to conduct home monitoring and a physician, upon receiving a report
    containing the blood pressure values obtained, was responsible for determining any necessary
    adjustments in the treatment protocol. In the intervention group, a pharmacist registered
    participants in a drug therapy management protocol and offered the doctor suggestions to
    optimize antihypertensive pharmacotherapy, in addition to providing a report containing
    blood pressure values. The difference in mean arterial pressure, the percentage of patients
    with symptoms/signs of hypotension and the percentage of antihypertensive medication
    prescriptions in the control and intervention groups were analyzed. RESULTS: 72 patients
    were evaluated (35 randomized to the control group and 37 to the intervention group). The
    intervention group showed a significant reduction in medications (-28.6%), especially beta
    blockers (-74.2%), loop diuretics (-83.3%), and aldosterone antagonists (-80%). The
    intervention group's mean arterial pressure increased more (14.2 mmHg systolic and 7.5
    mmHg diastolic), remaining within the target range (140 x 90 mmHg). There was a more
    significant reduction in hypotension symptoms in the intervention group (64.9%) compared to
    the control (20%), with p<0.0001 highlighting the effective role of the pharmacist in
    managing clinical care through judicious deprescription of medications. CONCLUSION:
    Deprescribing antihypertensive drugs in the elderly can be a useful tool in controlling blood
    pressure and reducing hypotensive symptoms.

3
  • RAFAELA FERREIRA SANTOS MARQUES
  • MODELO FARMACOCINÉTICO POPULACIONAL DO CARBONATO DE LÍTIO EM PACIENTES DE UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO NA CAPITAL BAIANA

  • Orientador : FRANCINE JOHANSSON AZEREDO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA LEONOR PARDO CAMPOS GODOY
  • FRANCINE JOHANSSON AZEREDO
  • PABLO DE MOURA SANTOS
  • Data: 16/07/2024

  • Mostrar Resumo
  • O lítio é um medicamento considerado como padrão ouro no tratamento de pacientes com transtorno bipolar, no entanto, possui um índice terapêutico estreito e por essa razão necessita de monitoramento terapêutico. E cada vez mais ferramentas farmacocinéticas vem sendo utilizadas para auxiliar na individualização da posologia desses medicamentos. Por tanto, o objetivo desse artigo foi desenvolver um modelo farmacocinético populacional (PopPK) dos pacientes que foram internados no Hospital Universitário Professor Edgard Santos (HUPES) e usaram lítio, utilizando as concentrações plasmáticas que foram quantificadas pela própria instituição entre os anos de 2015 e 2016. A coleta de dados retrospectivos nos prontuários dos pacientes foi o ponto de partida para o desenvolvimento do modelo. Seguidos da modelagem farmacocinética populacional  e avaliação do modelo utilizando o software Monolix 2024R1® (Lixoft, Orsay, França). Ao total foram 28 pacientes elegíveis para compor o modelo, totalizando 119 pontos, todas do sexo feminino, com idade variando entre 26 a 78 anos. O modelo de um compartimento foi escolhido para essa população, onde a média populacional da contante de absorção (Ka), volume de distribuição (V/F) e clearance (CL/F) foram 0.92h-1, 2.2L e 10.39L/h, respectivamente. Sendo que, a covariável mais significativa para o clearance do lítio foi o clearance da creatinina, o que corrobora com outros estudos publicados anteriormente. O modelo desenvolvido pode auxiliar na terapia individualizada do lítio, futuramente.


  • Mostrar Abstract
  • Lithium is a drug considered the gold standard in the treatment of patients with bipolar disorder. However, it has a narrow therapeutic index and, for this reason, requires monitoring. More and more pharmacokinetic tools are being used to help individualize the dosage of these medications. Therefore, the objective of this article was to develop a population pharmacokinetic model (PopPK) of patients who were admitted to the Professor Edgard Santos University Hospital (HUPES) and used lithium, using plasma concentrations that were quantified by the institution itself between 2015 and 2016. Collecting retrospective data from patient records was the starting point for developing the model. Followed by population pharmacokinetic modeling and model evaluation using the Monolix 2024R1® computer program (Lixoft, Orsay, France). In total, 28 patients were eligible to compose the model, totaling 119 points, all female, with ages ranging from 26 to 78 years. The one-compartment model was chosen for this population, where the population mean absorption constant (Ka), volume of distribution (V/F), and clearance (CL/F) were 0.92h-1, 2.2L, and 10.39L/ h, respectively. Therefore, the most significant covariate of lithium clearance was creatinine clearance, corroborating other previously published studies. The developed model may assist in individualized lithium therapy in the future.

4
  • KLEITON COELHO DE ALMEIDA
  • Qualidade de vida em idosos com Diabetes Mellitus tipo 2: estudo transversal

  • Orientador : MARCIO GALVAO GUIMARAES DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARINA RAIJCHE MATTOZO ROVER
  • MARCIO GALVAO GUIMARAES DE OLIVEIRA
  • MATHEUS LOPES CORTES
  • SOSTENES MISTRO
  • Data: 25/07/2024

  • Mostrar Resumo
  • Introdução e objetivo: A diabetes mellitus é uma patologia prevalente nos idosos, com grandes repercussões no seu estado de saúde. Além disso, a hiperglicemia está associada a complicações vasculares e a hipoglicemia está negativamente relacionada com a progressão da doença. O objetivo deste estudo foi avaliar a qualidade de vida (QV) de idosos com diabetes mellitus tipo 2 (DM2) em uso de insulina e analisar se o controle glicêmico ou a hipoglicemia impactam na QV. Método: estudo transversal com 147 idosos (≥ 60 anos) incluídos em programa de automonitorização da glicemia capilar. Foram coletados dados sociodemográficos e clínicos dos participantes, bem como avaliação da capacidade funcional e comprometimento cognitivo. O instrumento Quality-of-Life Measure (DQOL-Brasil-8) avaliou a QV. A correlação de Spearman foi utilizada para avaliar a associação entre os domínios do instrumento DQOL-Brasil-8 e a QV geral. Além disso, a razão de prevalência foi avaliada por meio de regressão de Quasi-Poisson baseada na mediana da QV. Foi utilizado nível de significância estatística de α = 0,05 e intervalo de confiança de 95%. Resultados: o não uso de álcool (p=0,001), a circunferência abdominal dentro da meta (p=0,003) e a hemoglobina glicosilada (HbA1c) dentro da meta (p=0,030) foram associadas à proteção contra má QV. Porém, a presença de sintomas de hipoglicemia (p=0,001) foi relacionada ao risco de pior QV. Conclusões: A hipoglicemia prejudica a QV dos idosos e representa um desafio no tratamento do DM. Porém, o controle glicêmico contribui para uma boa QV.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction and objective: Diabetes mellitus is a prevalent condition in the elderly, with major repercussions on their state of health. In addition, hyperglycemia is associated with vascular complications, and hypoglycemia is negatively related to the progression of the disease. The aim of this study was to assess the quality of life (QoL) of elderly people with type 2 diabetes mellitus (DM2) taking insulin and to analyze whether glycemic control or hypoglycemia has an impact on QoL. Method: a cross-sectional study with 147 elderly people (≥ 60 years) included in a capillary blood glucose self-monitoring program. Participants' sociodemographic and clinical data were collected, as well as an assessment of functional capacity and cognitive impairment. The Quality-of-Life Measure (DQOL-Brazil-8) instrument assessed QoL. Spearman's correlation was used to assess the association between the domains of the DQOL-Brazil-8 instrument and overall QoL. In addition, the prevalence ratio was assessed using Quasi-Poisson regression based on the median QoL. A statistical significance level of α = 0.05 and a 95% confidence interval were used. Results: non-use of alcohol (p=0.001), abdominal circumference within target (p=0.003) and glycosylated hemoglobin (HbA1c) within target (p=0.030) were associated with protection against poor QoL. However, the presence of hypoglycemia symptoms (p=0.001) was related to the risk of worse QoL. Conclusions: Hypoglycemia impairs the QoL of the elderly and represents a challenge in the treatment of DM. However, glycemic control contributes to a good QoL.

     

2023
Dissertações
1
  • Sayuri Rocha Yamashita
  • Estudo transversal em pacientes críticos acometidos pela COVID-19 em uma unidade de terapia intensiva.

  • Orientador : FRANCINE JOHANSSON AZEREDO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DIEGO GNATTA
  • ADEMIR EVANGELISTA DO VALE
  • FRANCINE JOHANSSON AZEREDO
  • GUBIO SOARES CAMPOS
  • LINDEMBERG ASSUNÇÃO COSTA
  • Data: 16/01/2023

  • Mostrar Resumo
  • A COVID-19 é uma síndrome respiratória aguda grave causada pelo SARS-CoV-2 e em março de 2020 foi considerado uma pandemia. Neste contexto, um grupo multiprofissional acompanhou e investigou achados clínicos e laboratoriais em busca de informações que acrescentassem nos estudos deste novo vírus. Juntamente com as mudanças nas práticas convencionais de prevenção e controle de infecções, o olhar investigativo adaptou os estudos frente ao atual cenário. O objetivo desse estudo foi descrever o perfil clínico e laboratorial dos casos de pacientes críticos acometidos pela COVID-19, internados em uma unidade de terapia intensiva (UTI), em uso de dexametasona. A metodologia realizada foi um estudo transversal conduzido em pacientes internados na UTI de um hospital referência COVID na cidade de Salvador, Bahia. Sobre os óbitos encontrados, 55% dos pacientes apresentavam diagnóstico de hipertensão, 44% diabetes e/ou em insulinoterapia, 33% histórico de doença cardiovascular (fibrilação atrial e insuficiência cardíaca congestiva) e 22% histórico de acidente vascular cerebral. Alterações na função renal (creatinina) teve o risco relativo considerado significativo. Além disso, dos 22 pacientes listados, 45% (10) apresentaram infecção sanguínea ou pneumonia associada à ventilação mecânica por Acinetobacter baumannii (A. baumannii) em hemoculturas e/ou secreção de aspirado traqueal. Observamos que existe uma correlação moderada entre o tempo de internação e a infecção por A. baumannii (Spearman's ρ; 0,592; p-value<0,005) e uma forte correlação entre o número de dias em ventilação mecânica e a infecção por essa bactéria (Spearman's ρ; 0,740; p-valor <0,001). Esses dados contribuem para a descrição etiológica das infecções por SARS-CoV-2 e sugerem que a medicina laboratorial também pode uma contribuição relevante ao conhecimento científico e de saúde durante o primeiro surto de COVID-19. Os hospitais que recebem esses pacientes podem ser vulneráveis a surtos de organismos multirresistentes, como A. baumannii e vale a pena refletir sobre as práticas assistenciais e operacionais no manejo desses pacientes, principalmente nas medidas de isolamento e restrição.


  • Mostrar Abstract
  • COVID-19 is a severe acute respiratory syndrome caused by SARS-CoV-2, and in March 2020, it was considered a pandemic. In this context, a multidisciplinary group monitored and investigated clinical and laboratory findings in search of information that would add to the studies of this new virus. Along with changes in conventional infection prevention and control practices, the investigative perspective has adapted studies to the current scenario. This study aimed to describe the clinical and laboratory profile of critically ill patients affected by COVID-19 admitted to an intensive care unit (ICU) using dexamethasone. The methodology used was a cross-sectional study conducted on patients admitted to the ICU of a COVID reference hospital in the city of Salvador, Bahia. Regarding the deaths found, 55% of the patients had a diagnosis of hypertension, 44% had diabetes and/or insulin therapy, 33% had a history of cardiovascular disease (atrial fibrillation and congestive heart failure), and 22% had a history of stroke. Alterations in renal function (creatinine) had the relative risk considered significant. In addition, of the 22 patients listed, 45% (10) had blood infection or pneumonia associated with mechanical ventilation by Acinetobacter baumannii (A. baumannii) in blood cultures and/or tracheal aspirate secretion. We observed that there is a moderate correlation between length of hospital stay and infection by A. baumannii (Spearman's ρ; 0.592; p-value<0.005) and a strong correlation between the number of days on mechanical ventilation and infection by this bacterium (Spearman's ρ; 0.740; p-value <0.001). These data contribute to the etiological description of SARS-CoV-2 infections and suggest that laboratory medicine can also make a relevant contribution to scientific and health knowledge during the first outbreak of COVID-19. Hospitals that receive these patients may be vulnerable to outbreaks of multidrug-resistant organisms, such as A. baumannii . It is worth reflecting on care and operational practices in managing these patients, especially regarding isolation and restriction measures.

2
  • Erlan Canguçu Aguiar
  • Uso de mensagens de texto na promoção da adesão medicamentosa e na redução da pressão arterial em pacientes hipertensos: Estudo ESSENCE

  • Orientador : MARCIO GALVAO GUIMARAES DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDRÉ OLIVEIRA BALDONI
  • Fabiane Raquel Motter
  • MARCIO GALVAO GUIMARAES DE OLIVEIRA
  • PABLO DE MOURA SANTOS
  • SOSTENES MISTRO
  • Data: 20/03/2023

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: As doenças crônicas não transmissíveis têm grande impacto no sistema de saúde e, dentre elas, a Hipertensão arterial sistêmica é a mais prevalente, sendo associada a altos custos socioeconômicos, representados pelas altas taxas de internações hospitalares no Sistema Único de Saúde (SUS), pela perda de produtividade do trabalho e da renda familiar. Apesar de seu diagnóstico ser considerado fácil e do amplo arsenal terapêutico disponível, o controle efetivo da pressão arterial e a manutenção do regime terapêutico têm sido difíceis, devido, dentre outros fatores, à não adesão ao tratamento. Embora várias intervenções tenham sido desenvolvidas para melhorar a adesão ao tratamento com medicamentos, não foram encontradas evidências de alta qualidade que justificassem a utilização de uma intervenção específica. Entretanto, recentemente, estudos mostram que o envio de mensagens de texto (Short Message Service - SMS) como lembretes ou mensagens de engajamento dos pacientes têm aumentado a adesão ao tratamento de pacientes com doenças crônicas, requerendo, no entanto, aprofundamento através de outros delineamentos.

    Trata-se de um ensaio clínico randomizado, cruzado e duplo- cego, com controle ativo, que incluiu pacientes hipertensos, com idade entre 30 e 69 anos, acompanhados em uma farmácia pública comunitária. As mensagens foram enviadas de forma automática por um software e recebidas nos telefones celulares dos participantes. O grupo 1 incluiu pacientes que receberam mensagens de texto informativas sobre anti-hipertensivos e controle da hipertensão por 90 dias. O grupo 2 incluiu pacientes que receberam as mensagens informativas associadas a mensagens de lembrete no momento de cada dose de medicamento por 90 dias. Após um período de washout de 30 dias, os grupos foram trocados e receberam as intervenções por mais 90 dias. Resultados: Os 157 indivíduos avaliados tinham uma média de idade de 52(±8,8) anos sendo a maioria do sexo feminino (76,4%). Não foi encontrada diferença significativa na adesão autorrelatada intra e intergrupos nos períodos pré e pós-crossover. Para a pressão arterial sistólica e diastólica, houve uma redução significativa no período pré- crossover, porém sem diferença na comparação entre os grupos. No período pós-crossover a redução não foi significativa nas análises intra e entre os grupos. Conclusão: Desse modo, foi possível observar que houve equivalência de efeito entre as duas intervenções para os desfechos primários avaliados. Os resultados apontam para a possibilidade de implementação de sistemas

    de envios de mensagens nos serviços de saúde.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Non-communicable chronic diseases have a great impact on the health system and, among them, systemic arterial hypertension is the most prevalent, being associated with high socioeconomic costs, represented by the high rates of hospitalizations in the Unified Health System (SUS) , due to the loss of work productivity and family income. Despite its diagnosis being considered easy and the broad therapeutic arsenal available, effective blood pressure control and maintenance of the therapeutic regimen have been difficult due, among other factors, to non-adherence to treatment. Although several interventions have been developed to improve adherence to medication treatment, no high-quality evidence was found to support the use of a specific intervention. However, recently, studies have shown that sending text messages (Short Message Service - SMS) as reminders or patient engagement messages has increased adherence to the treatment of patients with chronic diseases, requiring, however, to be deepened through other designs. Objective: The ESSENCE study evaluated the effect of sending text messages with and without a reminder of the time of medication use on adherence to medication treatment and on the reduction of blood pressure in hypertensive patients. Methods: This is a randomized, cross-over, double-blind clinical trial with active control, which included hypertensive patients, aged between 30 and 69 years, monitored at a public community pharmacy. The messages were sent automatically by software and received on the participants' cell phones. Group 1 included patients who received informational text messages about antihypertensives and hypertension control for 90 days. Group 2 included patients who received informational messages associated with reminder messages at the time of each drug dose for 90 days. After a 30-day washout period, the groups were switched and received the interventions for another 90 days. Results: The 157 individuals evaluated had a mean age of 52(8.8) years and most were female (76.4%). No significant difference was found in self-reported adherence within and between groups in the pre- and post-crossover periods. For systolic and diastolic blood pressure, there was a significant reduction in the pre-crossover period, but with no difference when comparing groups. In the post-crossover period, the reduction was not significant in the intra and between groups analyses. Conclusion: Thus, it was possible to observe that there was equivalence of effect between the two interventions for the primary outcomes evaluated. The results point to the possibility of implementing messaging systems in health services.

3
  • Felipe Feistauer Gomes
  • EFETIVIDADE E SEGURANÇA DA INDUÇÃO COM ANTRACICLÍNICA E CITARABINA EM PACIENTES COM LEUCEMIA MIELOIDE AGUDA: ESTUDO RESTROSPECTIVO EM UNIDADE PÚBLICA DE SALVADOR/BAHIA

  • Orientador : LUCIA DE ARAUJO COSTA BEISL NOBLAT
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GENARIO OLIVEIRA SANTOS JUNIOR
  • LINDEMBERG ASSUNÇÃO COSTA
  • MARCIO GALVAO GUIMARAES DE OLIVEIRA
  • MARCO AURELIO SALVINO DE ARAUJO
  • Data: 28/04/2023

  • Mostrar Resumo
  • A leucemia mieloide aguda (LMA) é uma leucemia heterogênea agressiva com prognóstico ruim. O regime padrão de indução para remissão em pacientes clinicamente elegíveis com LMA consiste na combinação quimioterápica de  citarabina e uma antraciclina (terapia “7+3”). O Brasil é um país emergente com diferenças no clima, heterogeneidade étnica e fatores socioeconômicos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a efetividade (elegíveis para o próximo tratamento pós indução, a sobrevida global e a sobrevida livre de progressão) e segurança (mortalidade precoce) de citarabina e antraciclina (regime “7 + 3”) em um serviço de saúde público em Salvador, Brasil. Os subgrupos analisados foram de acordo com as mutações FTL3 e NPM1, os leucócitos (>10.000 ou <10.000) no momento do diagnótico, as plaquetas (>20.000 ou <20.000) no momento do diagnóstico, além de transplantados ou não transplantados. Foi uma análise retrospectiva de todos os casos de LMA não promielocítica diagnosticados entre 2018 e 2022 no Hospital Universitário Professor Edgar Santos da Universidade Federal da Bahia, após aprovação pelo Comitê de Ética do hospital. Os métodos de Kaplan-Meier foram usados para determinar a mediana do tempo para sobrevida global (OS) e sobrevida livre de progressão (PFS). Um total de 45 pacientes foram analisados. A idade média no momento do diagnóstico foi de 43 anos (16-69 anos), com 62% do sexo feminino. Havia 17.8% e 13.3% de pacientes com mutações FLT3-ITD e NPM1, respectivamente. Exame incomum no Sistema Único de Saúde, 14 (31%) pacientes realizaram exame de cariótipo (85% com cariótipo normal). Em relação à eficácia, 52% dos pacientes eram elegíveis para a próxima terapia após a remissão completa. Os pacientes refratários representaram 20%. A mortalidade precoce (4 semanas) foi de 28%, sendo a infecção principal causa de morte. A mediana de SLP e OS foram 3,6 e 8,2 meses, respectivamente. Pacientes com mutação FLT3, plaquetas < 20.000 e leucócitos < 10.000 apresentaram desfechos desfavoráveis. Em pacientes transplantados, PFS e OS foram, respectivamente, 20 e 43 meses. O tempo médio de espera na regulação do HUPES foi de 12 dias. Os resultados deste trabalho foram consistentes com a literatura, ajustados para a população em questão. Mesmo com acesso a exames diagnósticos (incomum nos serviços públicos de saúde no Brasil), os pacientes não tiveram acesso a terapias alvo, sendo o esquema 7+3 o único tratamento para pacientes elegíveis. Alcançar a remissão completa, seguida da consolidação ainda é o melhor cenário em pacientes elegíveis, mas a melhoria do acesso ao diagnóstico e tratamento ainda é uma necessidade não atendida.


  • Mostrar Abstract
  • Acute myeloid leukemia (AML) is a heterogeneous aggressive leukemia with poor prognosis. The standard remission induction regimen for medically eligible patients with AML consists of a backbone of cytarabine & an anthracycline (“7+3” therapy).     Brazil is a large country with striking differences in in climate, ethnic heterogeneity and socioeconomic factors. This study assessed effectiveness (Eligible to the Next Treatment-ENT CR and suficient performance status to the next treatment, PFS and OS) and security (Early Mortality) of cytarabine and anthracycline (“7 + 3”regimen) in a public health center in Salvador, Brazil. Subgroups analyzed were about FTL3 and NPM1 mutations, leukocytes (>10,000 or <10,000), platelets (>20,000 or <20,000), and transplanted or non-transplanted. It was a retrospective analysis of all the cases of non-promyelocytic AML diagnosed between 2018 and 2022 in the University Hospital Professor Edgar Santos of Federal University of Bahia, after being approved by the Ethics Committee of the hospital. Kaplan-Meier methods were used to determine the median of the time to OS and PFS. A total of 45 patients were analyzed. Median age at diagnosis was 43 years (range, 16-69 years) with 62% females. There were 17.8% and 13.3% patients with FLT3-ITD and NPM1 mutations, respectively. Only 14 patients had karyotype test (85% with normal karyotype). Regarding effectiveness, 52% of patients were eligible for the next therapy after complete remission (consolidation or stem cell transplantation). Refractory patients were 20%. Early (4 weeks) mortality was 28%. The median of PFS and OS were 3.6 and 8.2 months respectively. Patients with FLT3 mutation, platelet < 20.000 and leukocytes < 10.000 had poor outcomes. In AML patients after stem cell transplantation, PFS and OS were, respectively 20 and 43 months. Average waiting time for start induction therapy was 12 days. The outcomes were consistent with the literature, adjusted for the population in question. Even with access to diagnostic tests (not common in Brazilian’s health public centers), patients did not have access to targeted therapies, with the 7+3 regimen being the only treatment for fit patients. To achieve complete remission followed consolidation/transplantation is still the BEST scenarios in AML eligible patients, but the improvement of access to diagnostic and treatment is still an unmet need.

4
  • Dulce Brás Impene Combo
  • AVALIAÇÃO DE TRATAMENTO ANTIRETROVIRAL SIMPLIFICADO EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO- SALVADOR/ BAHIA

  • Orientador : LUCIA DE ARAUJO COSTA BEISL NOBLAT
  • MEMBROS DA BANCA :
  • Michael Ruberson Ribeiro da Silva
  • CARLOS ROBERTO BRITES ALVES
  • LUCIA DE ARAUJO COSTA BEISL NOBLAT
  • PABLO DE MOURA SANTOS
  • Data: 04/05/2023

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: O tratamento antirretroviral e a adesão à terapia tem sido a intervenção mais efetiva no controle da progressão da doença, embora, o vírus da imunodeficiência humana (HIV) continua sendo um importante problema de saúde pública global. Estudos recentes têm demonstrado que a dupla terapia melhora a adesão e os desfechos clínicos e podem potencialmente diminuir a toxicidade e os custos associados ao tratamento. Objetivo: Avaliar os desfechos virológicos dos esquemas terapêuticos antirretrovirais simplificados prescritos em um Hospital Universitário do Estado da Bahia-Brasil. Métodos: Trata-se de uma coorte observacional retrospectiva realizado no Ambulatório Magalhães Neto, vinculado ao Hospital Universitário Professor Edgard Santos da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Os dados foram coletados de Janeiro de 2017 à Agosto de 2022. Foram incluídos pacientes maiores de 18 anos, que já haviam sido submetidos a esquemas terapêuticos antirretrovirais no passado, sem distinção de sexo, e com TARV simplificada. Os dados foram analisados no software estatístico JAMOVI, versão 2.2.5. Foram feitas análises descritivas, por meio de tabelas de frequências para as variáveis categóricas e por mediana e intervalo interquartil para as variáveis contínuas. Para analisar a associação individual de cada variável independente qualitativa com a variável dependente, foi utilizado o teste qui-quadrado de Pearson (nível de significância de 5%). Para a associação conjunta entre as variáveis independentes e a variável dependente os dados foram analisados por meio do ajuste de um modelo de regressão logística binomial. Resultados e discussão: Foram analisados 244 pacientes dos quais 65,2 % eram do sexo masculino, a mediana da idade foi de 58 anos (IIQ 50-65), evidenciando um envelhecimento das PVHIV. A supressão virológica correspondeu a 98% dos pacientes, com uma mediana de tempo de 60.50 semanas (IIQ 29.25-160.25) e uma mediana das células CD4 cel/mm3 de 675.00 (IIQ 478.50-925.25), outrossim, 89.7% dos pacientes prescritos o esquema DTG+3TC não tinham histórico de falha terapêutica prévia,enquanto que, 47.5% dos pacientes submetidos à outros esquemas terapêuticos já haviam apresentado histórico de falha. Além disso, 88.1% dos pacientes não mudaram de esquemas simplificado o que evidencia uma efetividade e otimização terapêutica. Conclusão: Os resultados corroboram com a literatura, demonstrando uma boa resposta virológica em esquemas simplificado, e sendo uma alternativa segura e efetiva mesmo em pacientes com histórico de falha terapêutica prévia.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Antiretroviral treatment and adherence to therapy have been the most effective intervention in controlling disease progression, although the human immunodeficiency virus (HIV) remains an important global public health problem. Recent studies have shown that dual therapy improves adherence and clinical outcomes and can potentially decrease toxicity and costs associated with treatment. Objective: To evaluate the virological outcomes of simplified antiretroviral regimens prescribed in a University Hospital in the State of Bahia, Brazil. Methods: This is a retrospective observational cohort conducted at the Magalhães Neto Outpatient Clinic, linked to Professor Edgard Santos University Hospital of the Federal University of Bahia (UFBA). Data were collected from January 2017 to August 2022. We included patients older than 18 years, who had already been submitted to antiretroviral therapeutic regimens in the past, without distinction of sex, and with simplified ART. Data were analyzed using the statistical software JAMOVI, version 2.2.5. Descriptive analyses were performed using frequency tables for categorical variables and median and interquartile range for continuous variables. To analyze the individual association of each qualitative independent variable with the dependent variable, Pearson's chi-square test (significance level of 5%) was used. For the joint association between the independent variables and the dependent variable, the data were analyzed by adjusting a binomial logistic regression model. Results and discussion: We analyzed 244 patients of which 65.2% were male, the median age was 58 years (IQR 50-65), evidencing an aging of PLHIV. Virological suppression corresponded to 98% of the patients, with a median time of 60.50 weeks (IQR 29.25-160.25) and a median of CD4 cells cel/mm3 of 675.00 (IQR 478.50-925.25), moreover, 89.7% of the patients prescribed the DTG+3TC regimen had no history of previous therapeutic failure, while 47.5% of the patients submitted to other therapeutic regimens had already had a history of failure. In addition, 88.1% of the patients did not change simplified regimens, which evidences an effectiveness and therapeutic optimization. Conclusion: The results corroborate the literature, demonstrating a good virological response in simplified regimens, and being a safe and effective alternative even in patients with a history of previous therapeutic failure.

5
  • EVERTON CESAR FIAES SOUZA
  • Avaliação dos indeferimentos nas solicitações de medicamentos do PCDT para o tratamento da doença renal cronica no Estado da Bahia

  • Orientador : ADEMIR EVANGELISTA DO VALE
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADEMIR EVANGELISTA DO VALE
  • CHARLESTON RIBEIRO PINTO
  • LINDEMBERG ASSUNÇÃO COSTA
  • PABLO DE MOURA SANTOS
  • Data: 09/06/2023

  • Mostrar Resumo
  • O Componente Especializado foi concebido em 2009 como uma estratégia no âmbito da Política Nacional de Assistência Farmacêutica (PNAF) para garantir o acesso, com sustentabilidade, de medicamentos para tratamento de um conjunto significativo de agravos e doenças. Esse Componente contém medicamentos de alta tecnologia, tornando-se uma importante estratégia de dispensação de medicamentos para a população. A Farmácia do CEAF situada no Hospital Ana Nery, corresponde a uma destas unidades de dispensação de medicamentos ambulatorial, para pacientes portadores de doença renal, que através dos Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) recebem o tratamento mensalmente. Este estudo teve como objetivo Identificar e descrever os desafios da dispensação de medicamentos para pacientes portadores de doença renal crônica no componente especializado da assistência farmacêutica. O estudo avaliou todos os pacientes no período de Janeiro a Dazembro/2019, correspondendo a 5.402 pacientes, residentes em 273 municípios do Estado da Bahia. Referente aos dados demográficos, 3038 pacientes (56,24%) eram do sexo masculino e 2364 (43,76%) do sexo feminino, com média de idade de 54 ± 17 anos. Dos pacientes estudados, 4681 (86,65%) conseguiram realizar o cadastramento e retirar seus medicamentos, enquanto 721 (13,35%) não obtiveram êxitos na aprovação para inclusão dos medicamentos. Estes medicamentos indeferidos, a alfaepoetina representou 46,49 % (457), seguido do sacarato de hidróxido férrico 24,62% (242). O tacrolimo e a ciclosporina foram os dois imunossupressores mais utilizados no Estado, representando 48,97% e 18,89%, respectivamente. Dos indeferimentos realizados ao longo do ano, 81,99% (806) foram associados a parâmetros clínicos na avaliação dos exames médicos e/ou dose prescrita, seguido de 18,01% (177), realizados a problemas administrativos, tais como ausência de documentos e/ou preenchimento incorreto de LME. Dos parâmetros clínicos indeferidos, observamos que 79,45% dos indeferimentos foram relacionados à ausência de parâmetros clínicos exigidos pelo Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas, seguido de 2,44 % (24) com dose prescrita errada, 0,20% e 0,10 % (1) com alergia ao medicamento prescrito. Entre os indeferimentos relacionados aos parâmetros clínicos na dispensação de alfaepoetina, 37,64% (172) dos exames apresentaram dosagem de hemoglobina acima do valor determinado pelo PCDT, seguidos de 22,98% (105) do resultado de Saturação de transferrina. Observamos no estudo, que 21,02% (37) dos pacientes apresentaram dosagem de hemoglobina entre 10 g/dl e 11 g/dl, não recebendo o medicamento por não se enquadrar ao recomendado pelo PCDT. 36,93% (65) apresentaram níveis de hemoglobina entre 11 g/dl e 12 g/dl e 42,05% (74) acima de 12,1 g/dl. O estudo concluiu que os parâmetros clínicos apresentados nos resultados dos exames médicos, representaram o principal desafio na dispensação dos medicamentos do componente, mais prevalentes nas solicitações de Alfaepoetina e Sacarato de Hidróxido férrico. O farmacêutico desempenhou um importante papel na avaliação destas solicitações, evitando a utilização indevida dos medicamentos, fatos estes evidenciados nas dosagens de hemoglobina e saturação de transferrina apresentados pelos pacientes indeferidos, sendo que a utilização destes medicamentos nestas circunstancias ocasionaria aumento do risco de morte


  • Mostrar Abstract
  • The Specialized Component was conceived in 2009 as a strategy within the scope of the National Pharmaceutical Assistance Policy (PNAF) to guarantee sustainable access to medicines for the treatment of a significant number of diseases and illnesses. This Component contains high-tech medications, making it an important drug dispensing strategy for the population. The CEAF Pharmacy located at the Ana Nery Hospital, corresponds to one of these outpatient medication dispensing units, for patients with kidney disease, who receive treatment monthly through the Clinical Protocols and Therapeutic Guidelines (PCDT). This study aimed to identify and describe the challenges of dispensing medications for patients with chronic kidney disease in the specialized component of pharmaceutical care. The study evaluated all patients in the period from January to December / 2019, corresponding to 5,402 patients, residing in 273 municipalities in the State of Bahia. Regarding demographic data, 3038 patients (56.24%) were male and 2364 (43.76%) female, with a mean age of 54 ± 17 years. Of the patients studied, 4681 (86.65%) were able to register and withdraw their medications, while 721 (13.35%) were unsuccessful in approving the inclusion of medications. These drugs rejected, alfaepoetina represented 46.49% (457), followed by ferric hydroxide sucrate 24.62% (242). Tacrolimus and cyclosporine were the two most widely used immunosuppressants in the state, representing 48.97% and 18.89%, respectively. Of the rejections made during the year, 81.99% (806) were associated with clinical parameters in the evaluation of medical examinations and / or prescribed dose, followed by 18.01% (177), performed with administrative problems, such as absence of documents and / or incorrect completion of LME. Of the rejected clinical parameters, we observed that 79.45% of the rejections were related to the absence of clinical parameters required by the Clinical Protocol and Therapeutic Guidelines, followed by 2.44% (24) with the wrong prescribed dose, 0.20% and 0.10 % (1) with allergy to the prescribed medication. Among the rejections related to clinical parameters in the alfaepoetin dispensation, 37.64% (172) of the exams presented hemoglobin dosage above the value determined by the PCDT, followed by 22.98% (105) of the transferrin saturation result. We observed in the study, that 21.02% (37) of the patients presented hemoglobin dosage between 10 g / dl and 11 g / dl, not receiving the medication because it does not comply with the recommended by the PCDT. 36.93% (65) had hemoglobin levels between 11 g / dl and 12 g / dl and 42.05% (74) above 12.1 g / dl. The study concluded that the clinical parameters presented in the results of the medical exams, represented the main challenge in the dispensing of the component&#39;s medications, more prevalent in the requests for Alphafapoetin and Ferric Hydroxide Saccharate. The pharmacist played an important role in the evaluation of these requests, avoiding the improper use of medications, facts evidenced in the hemoglobin and transferrin saturation levels presented by the rejected patients, and the use of these medications in these circumstances would increase the risk of death.

6
  • Priscila Moreira Lauton
  • Adesão ao tratamento com Infliximabe em pacientes com Doenças Inflamatórias Imunomediadas atendidos em um Centro de Infusão de um Hospital Universitário em Salvador BA

  • Orientador : PABLO DE MOURA SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GENARIO OLIVEIRA SANTOS JUNIOR
  • GENOILE OLIVEIRA SANTANA SILVA
  • LINDEMBERG ASSUNÇÃO COSTA
  • Michael Ruberson Ribeiro da Silva
  • PABLO DE MOURA SANTOS
  • Data: 06/12/2023

  • Mostrar Resumo
  • A terapia com infliximabe pode trazer grandes benefícios no controle de sintomas e remissão clínica das doenças inflamatórias imunomediadas, porém, a adesão ao tratamento é imprescindível para garantir o alcance do objetivo terapêutico. Objetivo: Determinar a taxa de adesão ao tratamento com infliximabe em pacientes atendidos em um Centro de Infusão de um Hospital Universitário em Salvador BA. Método: Coorte com coleta de dados prospectiva e retrospectiva (ambispectiva), de um ano de duração, realizada no Centro de Infusão do HUPES, um hospital de referência no estado da Bahia, no período de março de 2022 e fevereiro de 2023, por meio de entrevista e revisão de prontuário, através de um formulário estruturado com dados sociodemográficos, clínicos e farmacoterapêuticos. A taxa de adesão foi definida pela proporção de dias cobertos em um ano. Foram considerados aderentes os pacientes que obtiveram taxa superior a 80%. Resultados: A taxa de adesão ao tratamento foi de 91,04%. Indivíduos com doenças inflamatórias intestinais tiveram 39,1% mais risco de serem não aderentes ao tratamento que os demais pacientes. A maioria dos pacientes avaliados estava em remissão ou em controle da atividade da doença de base e apresentavam boa capacidade funcional e índice de qualidade de vida. A principal motivação para não comparecimento na data programada foi dificuldade de deslocamento até o centro de infusão. Conclusão: Apesar das dificuldades relatadas, a adesão ao tratamento foi considerada elevada. Por se tratar de uma unidade de referência com atendimento multidisciplinar e monitorização contínua da efetividade, segurança e adesão ao tratamento, o acolhimento e o bom grau de comunicação entre profissionais e pacientes podem ter contribuído para as altas taxas de adesão encontradas


  • Mostrar Abstract
  • Infliximab therapy is effective in controlling symptoms and attaining clinical remission of immune-mediated inflammatory diseases; however, treatment adherence is essential to achieve the therapeutic objective. This study aimed to determine the rate of adherence to infliximab treatment in patients treated at an infusion center at a university hospital. Method: This ambispective cohort study included patients treated at the HUPES infusion center of our university hospital between March 2022 and February 2023. Sociodemographic, clinical, and pharmacotherapeutic data were collected from patients through interviews and medical record reviews using a structured form. The adherence rate was defined as the proportion of days covered in a year. Patients who achieved an adherence rate >80% were considered adherent. Results: The treatment adherence rate was 91.04%. Individuals with inflammatory bowel diseases had a 39.1% higher risk of non-adherence to treatment compared with other patients. Most patients achieved remission or control of the underlying disease activity and had good functional capacities and quality-of-life indices. The main reason for absence on the scheduled date was difficulty traveling to the infusion center.Conclusions: Despite the reported difficulties, treatment adherence was observed to be high. As the study was conducted in a reference unit with multidisciplinary care and continuous monitoring for treatment effectiveness, safety, and adherence, welcoming and good communication between professionals and patients may have contributed to the high adherence rate.

2022
Dissertações
1
  • CAROLINE ROCHA SANTANA
  • Aplicação do teste point-of-care de hemoglobina glicada na farmácia comunitária

  • Orientador : SOSTENES MISTRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DANIELLE SOUTO DE MEDEIROS
  • JOSE ANDRADE LOUZADO
  • MARCIO GALVAO GUIMARAES DE OLIVEIRA
  • MATHEUS LOPES CORTES
  • Data: 03/06/2022

  • Mostrar Resumo
  • Os impactos negativos gerados pela diabetes mellitus tipo 2 são notavelmente maiores quando o diagnóstico não é realizado ou acontece tardiamente, uma vez que a identificação precoce possibilita a tomada de medidas para diminuir as complicações clínicas e a velocidade de progressão da doença. Assim, a aplicação de teste point-of-care de hemoglobina glicada em farmácias comunitárias pode ser estratégica para a detecção de casos da diabetes mellitus tipo 2 não diagnosticados, pois são locais acessíveis aos usuários e contam com a presença do farmacêutico, profissional apto para realizar os testes e interpretar seus resultados. Objetivo: Avaliar o uso do teste point of care de hemoglobina glicada para detectar novos casos de diabetes mellitus em uma farmácia comunitária pública. Método: Estudo transversal que incluiu indivíduos sem diagnóstico prévio de diabetes mellitus e que possuíam indicação de rastreio de acordo com os critérios da Sociedade Brasileira de Diabetes, identificados durante o atendimento em feira de saúde em uma farmácia comunitária pública. Resultados: Cento e oito usuários atenderam aos critérios de inclusão. A média de idade dos pacientes foi de 54,4 anos (dp=15,4) anos, com variação de 22 a 80 anos. Entre o total de participantes, 80 (74,1%) apresentaram HbA1c acima do limiar normal, dos quais 58 (72,5%) encontravam-se na faixa de pré-diabetes e 22 (27,5%) apresentaram HbA1c >6,4%, que corresponde a um novo diagnóstico de diabetes mellitus tipo 2. Conclusão: O rastreio realizado por farmacêuticos clínicos em uma farmácia comunitária pública permitiu identificar indivíduos com alterações glicêmicas que correspondem à condição de pré-diabetes ou de um novo diagnóstico de diabetes mellitus tipo 2. A experiência foi exitosa e o uso de teste point-of-care auxiliou os farmacêuticos a realizar intervenções imediatas, como orientações de autocuidado e encaminhamento de indivíduos para investigação de diabetes mellitus em serviço médico adequado.


  • Mostrar Abstract
  •  

    Background: The negative impact of type 2 diabetes mellitus is notably more significant when the diagnosis is delayed cause early identification makes it possible to take measures to reduce clinical complications and the speed of disease progression. Thus, applying point-of-care glycated hemoglobin testing in community pharmacies can be a strategy for detecting undiagnosed type 2 diabetes mellitus. Pharmacists are accessible to users and professionals who can perform the tests and interpret their results. Aim: To evaluate the use of use of point-of-care glycated hemoglobin testing to detect new cases of diabetes mellitus in a public community pharmacy.  Method: This cross-sectional study included individuals without a previous diagnosis of diabetes mellitus who met the criteria for screening according to the Brazilian Diabetes Society, identified during health fair attendance at a public community pharmacy. Results: One hundred and eight users met the inclusion criteria. The mean age of the patients was 54.4 (± 15.4) years, ranging from 22 to 80 years. Eighty (74.1%) participants had glycated hemoglobin levels over the standard threshold, of which 58 (72.5%) were in the pre-diabetes range, and 22 (27.5%) had glycated hemoglobin levels > 6.4%, corresponding to a new diagnosis of type 2 diabetes mellitus. Conclusion: Screening by clinical pharmacists in a Brazilian public community pharmacy made it possible to identify individuals with glycated hemoglobin alterations that corresponded to the pre-diabetes state or a new diagnosis of type 2 diabetes mellitus. The experience was successful and the use of point-of-care glycated hemoglobin testing helped pharmacists to carry out immediate interventions as self-care guidelines and referral of individuals for investigation of diabetes mellitus in an appropriate medical service.

2
  • Andreia Dias Teixeira
  • ESTIMATIVA DE ECONOMIA FINANCEIRA COM A OFERTA DO CUIDADO FARMACÊUTICO: UMA AVALIAÇÃO A PARTIR DE UM MODELO TEÓRICO

  • Orientador : JUCENI PEREIRA DE LIMA DAVID
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JUCENI PEREIRA DE LIMA DAVID
  • ADEMIR EVANGELISTA DO VALE
  • PABLO DE MOURA SANTOS
  • DIOGO PILGER
  • Data: 21/06/2022

  • Mostrar Resumo
  • Objetivo: Estimar, através de um modelo teórico, a ocorrência de nova prescrição de medicamentos por falha no tratamento anterior, estimando os custos monetários dessas novas prescrições, e demonstrar a partir do resultado, a importância da oferta do Cuidado Farmacêutico. Método: Trata-se de um estudo de intervenção, analítico, transversal e quantitativo, com entrevistas semiestruturadas, realizadas com um painel de farmacêuticos e médicos, vinculados ao Sistema Único de Saúde, em um município de 295.000 habitantes, que estimaram, através da utilização de um modelo teórico de via de probabilidade a ocorrência de uma nova prescrição médica por falha terapêutica em prescrição anterior, onde não houve o Cuidado Farmacêutico. A seguir, segundo média obtida pelo painel de especialistas, os custos finais foram obtidos somando as condicionais: o custo de uma nova prescrição foi somado ao custo de uma nova consulta médica, também somado a prescrição anterior que originou a falha no tratamento, e a respectiva consulta médica que originou essa prescrição. Ao final, o resultado de custo obtido foi reduzido em 10% para refletir a taxa de novas prescrições nunca preenchidas, mesmo quando há falha no tratamento. Resultados: Conforme estimativa do painel de especialistas, 41,73±19,34 pacientes a cada 100 atendidos a nível ambulatorial e que não recebem o Cuidado Farmacêutico, experimentaram falha terapêutica. Os custos associados foram inseridos, resultando em um gasto de R$8.823.260,16±1.706.418,51. A seguir, ao se diminuir 10% chegamos a um custo estimado de   R$7.940.934,14±1.535.776,66, com a ocorrência de nova prescrição por falha em tratamento anterior no ano de 2019, nos serviços ambulatoriais SUS do município no ano de 2019. Conclusão: Conclui-se que a oferta do Cuidado Farmacêutico, com a disponibilização de serviços farmacêuticos em ambulatórios no SUS, não representa um incremento aos gastos, e sim uma economia aos cofres públicos. O   Cuidado Farmacêutico deveria ser utilizado como ferramenta de prioridade para as políticas públicas de acesso ao medicamento, podendo diminuir dessa forma a morbimortalidade relacionada aos medicamentos e consequentemente o custo financeiro em saúde


  • Mostrar Abstract
  • Objective: To estimate, through a theoretical model, the occurrence of new drug prescriptions due to failure in the previous treatment, estimating the monetary costs of these new prescriptions, and to demonstrate, from the result, the importance of offering Pharmaceutical Care. Method: This is an analytical, transversal and quantitative intervention study, with semi-structured interviews, carried out with a panel of pharmacists and doctors, linked to the Unified Health System, in a municipality of 295,000 inhabitants, who estimated, through the use of of a theoretical model of probability pathway the occurrence of a new medical prescription due to therapeutic failure in a previous prescription, where there was no Pharmaceutical Care. Then, according to the average obtained by the expert panel, the final costs were obtained by adding the conditionals: the cost of a new prescription was added to the cost of a new medical consultation, also added to the previous prescription that caused the treatment failure, and the respective medical consultation that gave rise to this prescription. In the end, the cost result obtained was reduced by 10% to reflect the rate of new prescriptions never filled, even when treatment fails. Results: As estimated by the expert panel, 41.73±19.34 patients out of every 100 outpatients who do not receive Pharmaceutical Care experience therapeutic failure. The associated costs were entered, resulting in an expense of BRL R$8.823.260,16±1.706.418,51. Then, when decreasing by 10%, we arrive at an estimated cost of R$ R$7.940.934,14±1.535.776,66, with the occurrence of a new prescription due to failure in previous treatment in 2019, in the SUS outpatient services of the municipality in the year 2019. Conclusion: It is concluded that the offer of Pharmaceutical Care, with the availability of pharmaceutical services in outpatient clinics in the SUS, does not represent an increase in expenses, but an economy to the public coffers. Pharmaceutical Care should be used as a priority tool for public policies on access to medication, thus being able to reduce drug-related morbidity and mortality and consequently the financial cost in health.

3
  • Mariana Santos Melo
  • Estudo de utilização de medicamentos sobre o uso de antibióticos em infecções respiratórias de via aérea inferior em pacientes pediátricos de um hospital terciário no Nordeste do Brasil.

  • Orientador : LUCIA DE ARAUJO COSTA BEISL NOBLAT
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LUCIA DE ARAUJO COSTA BEISL NOBLAT
  • LINDEMBERG ASSUNÇÃO COSTA
  • NEY CRISTIAN AMARAL BOA SORTE
  • RAND RANDALL MARTINS
  • Data: 15/12/2022

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: Embora o avanço da medicina tenha permitido progressos diagnósticos importantes na diferenciação etiológica das infecções virais e bacterianas, a utilização racional de antimicrobianos continua sendo um desafio. Na pediatria, os antibióticos são os medicamentos mais prescritos para o tratamento de infecções respiratórias, e sendo elas majoritariamente de etiologia viral, o uso de antibióticos predispõe ao maior risco de resistência microbiana e desfechos negativos associados a terapia. Desse modo, o diagnóstico do perfil de utilização dos antibióticos nas instituições de saúde possibilita o entendimento da terapia medicamentosa instituída, fundamental para o aprimoramento de protocolos e subsídio para tomada de decisões clínicas. Objetivo: Identificar o perfil de utilização de antibióticos para o tratamento de infecções respiratórias do trato inferior (pneumonia e bronquiolite aguda) e caracterizar os fatores demográficos, clínicos, laboratoriais e radiológicos associados a sua prescrição no tratamento da bronquiolite aguda em pacientes pediátricos admitidos em enfermarias de um hospital de grande porte no nordeste do Brasil. Metodologia: Estudo de utilização de medicamentos (EUM), de caráter observacional, unicêntrico realizado a partir da avaliação de prescrições médicas em prontuários eletrônicos de enfermarias pediátricas de janeiro de 2019 a julho de 2019 conforme os critérios de seleção predefinidos. Resultados e Discussão: Um total de 257 crianças em curso de bronquiolite (102) e pneumonia (155) foram avaliadas, destas 32,29% (83) apresentaram comorbidades prévias e 18,67% (48) referiram uso prévio de medicamentos contínuos. Este estudo mostrou altas taxas de uso de antibióticos, mesmo em pacientes com bronquiolite, revelando diferença estatística significativa no tempo de internamento entre os pacientes que usaram antibioticoterapia, ao passo que na mortalidade não houve distinção. Os fatores que motivaram o uso de antibióticos foram, principalmente, uso prévio contínuo de medicamentos, a presença de comorbidades pregressas, quadro de desconforto respiratório e leucocitose. Conclusão: A frequência elevada de utilização de antibióticos em pacientes com infecções respiratórias é preocupante, principalmente na bronquiolite aguda em crianças, gerando aumento de tempo de internamento hospitalar sem mudança no desfecho mortalidade. Os fatores associados a estas condutas refletem o uso inadequado de antimicrobianos, insegurança e má adesão às evidências científicas, contribuindo para custos adicionais em saúde, eventos adversos a medicamentos e resistência microbiana.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Although medical advances have allowed important diagnostic progress in the etiological differentiation of viral and bacterial infections, the rational use of antimicrobials remains a challenge. In pediatrics, antibiotics are the drugs most prescribed for the treatment of respiratory infections that are mostly viral. This raises the risk of microbial resistance, mortality, onset of adverse events and in turn leads to an increased hospitalization time and additional health costs. The diagnosis of profile antibiotic uses at heath institutions allows the understanding of drug therapy, which is fundamental for the development of protocols to support health professionals to improve clinical decision-making. Objective: To idenfify the profile of antibiotic use for the treatment of lower tract respiratory diseases (pneumonia and acute bronchiolitis) and to characterize the clinical, laboratory and radiological factors associated with their prescription in the treatment of acute bronchiolitis in pediatric patients admitted to wards of a large hospital in the Northeast of Brazil.  Methods: This is an observational, single-center, drug utilization study (DUS). It was based on evaluation of medical prescriptions on electronic medical records in pediatric wards from January 2018 to July 2019 according to pre-defined selection criteria. Results: A total of 257 children in the course of bronchiolitis (102) and and pneumonia (155) were included. Among them 32,29% (83) had comorbidities and (%) mentioned previous use of continuous medication. This study identified high rates of antibiotic use, even in patients with bronchiolitis. It was associated a statistically significant difference in length of stay among patients who used antibiotic therapy, whereas in mortality there was no difference. The factors that motivated the use of antibiotics were, mainly, previous continuous use of medication, presence of previous comorbidities, respiratory distress and leukocytosis. Conclusion: The high frequency of antibiotic use in children with respiratory infections is worrisome, especially in acute bronchiolitis. At the same time that increases in hospital stay no change in the mortality outcome occurred. The factors associated with these behaviors reflect the inappropriate use of antimicrobials, insecurity on prescription and poor adherence to scientific evidence. This contributes to additional healthcare costs, more adverse drug events and microbial resistance.

     

2020
Dissertações
1
  • LUÍSA FLORÊNCIA CHONGO NAMBURETE
  •  

    FREQUÊNCIA  EPIDEMIOLÓGICA DOS EVENTOS ADVERSOS PÓS VACINAÇÃO CONTRA SARAMPO E RUBÉOLA EM MOÇAMBIQUE, 2018

  • Orientador : LUCIA DE ARAUJO COSTA BEISL NOBLAT
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANTONIO CARLOS BEISL NOBLAT
  • LUCIA DE ARAUJO COSTA BEISL NOBLAT
  • NEY CRISTIAN AMARAL BOA SORTE
  • PABLO DE MOURA SANTOS
  • Data: 30/06/2020

  • Mostrar Resumo
  • OBJETIVOS: Analisar a frequência epidemiológica dos Eventos Adversos Pós Vacinação (EAPVs) de sarampo e rubéola notificados no Sistema Nacional de Farmacovigilância em crianças dos 6 meses a 14 anos de idade, do ano 2018 em Moçambique. Os objetivos específicos foram: identificar os principais EAPVs contra sarampo e rubéola, em crianças de 6 meses a 14 anos, notificados no Sistema Nacional de Farmacovigilância em Moçambique; comparar a frequência de EAPVs por idade, sexo e região geográfica (Sul, Centro e Norte) do país; classificar os EAPVs segundo sua gravidade; e avaliar a associação entre as variáveis de interesse (região de proveniência, sexo da criança, categoria profissional e idade) e o tipo de EAPVs. MÉTODOS: Quanto à abordagem a pesquisa é quantitativa. Foram analisados dados secundários do Sistema de Vigilância da Direção Nacional de Farmácia do Ministério da Saúde, em Moçambique, referentes às notificações de EAPVs ao ano 2018. A coleta de dados foi retrospetiva, a partir das fichas de notificações das vacinações feitas pelas unidades sanitárias sentinelas localizadas em todas províncias, baseando-se nos critérios de notificação dos EAPVs recomendados pela OMS. Os dados foram processados usando o pacote estatístico SPSS, versão 20. Na análise e interpretação dos resultados foram usadas as estatísticas descritivas por meio de tabelas e gráficos. Foram usados também os testes de hipóteses para avaliar a associação entre a região de proveniência, sexo da criança, categoria profissional e idade e o tipo de EAPVs. RESULTADOS: Os resultados do estudo permitiram observar que a febre, aquecimento corporal e vertigem são as manifestações mais frequentes. Além disso, a província de Tete tem elevado número de eventos adversos sérios (8%), seguida da província de Gaza (5%). A província de Niassa e Nampula não foram notificadas nenhum caso de eventos adversos sérios. Para os eventos adversos leves, com maior frequência foram destacados na província de Sofala com 41%, seguida da província de Tete com 30%, a Província de Gaza com 25% e com menos destaque foram para as províncias de Maputo (3%), seguida de província de Inhambane com 4% e por último, a província de Maputo Cidade. CONCLUSÕES: Os resultados deste estudo confirmam a importância da implementação de um sistema de vigilância ativo para melhorar o desempenho geral do sistema de Farmacovigilância e a deteção precoce de eventos adversos após a imunização e quantificá-los adequadamente e fornecer informações valiosas consideradas para a formulação de políticas baseadas em evidências. Os eventos adversos pós-vacinação são frequentemente leves.


  • Mostrar Abstract
  • OBJECTIVES: To analyze the epidemiological frequency of Post-Vaccination Adverse Events (PVAEs) of measles and rubella reported in the National Pharmacovigilance System in children from 6 months to 14 years old, in 2018 year in Mozambique. The specific objectives were: to identify the main PVAEs against measles and rubella in children from 6 months to 14 years old, notified in the National Pharmacovigilance System in Mozambique; compare the frequency of PVAEs by age, sex and geographic region (South, Center and North) of the country; classify PVAEs according to their severity; and to evaluate the association between the variables of interest (region of origin, sex of the child, professional category and age) and the type of PVAEs. METHODS: As for the approach, the research is quantitative. Secondary data from the Surveillance System of the National Directorate of Pharmacy of the Ministry of Health, in Mozambique, referring to PVAEs notifications for the year 2018 were analyzed. Data collection was retrospective, based on the notification forms of vaccinations made by the sentinel health units located in all provinces, based on the PVAEs notification criteria recommended by World Health Organization (WHO). The data were processed using the SPSS statistical package, version 20. In the analysis and interpretation of the results, descriptive statistics were used through tables and graphs. Hypothesis tests were also used to assess the association between the region of origin, the child's sex, professional category and age and the type of PVAEs. RESULTS: The results of the study showed that fever, body warming and vertigo are the most frequent manifestations. In addition, Tete province has a high number of serious adverse events (8%), followed by Gaza province (5%). The province of Niassa and Nampula have not been notified of any serious adverse events. For mild adverse events, they were most frequently highlighted in Sofala province with 41%, followed by Tete province with 30%, Gaza province with 25% and with less emphasis went to Maputo provinces (3%), followed by Inhambane province with 4% and lastly Maputo City. CONCLUSIONS: The results of this study confirm the importance of implementing an active surveillance system to improve the overall performance of the Pharmacovigilance system and the early detection of adverse events after immunization and to adequately quantify them and provide valuable information considered for the formulation of evidence-based policies. Post-vaccination adverse events are often mild.

2
  • DANIEL DE JESUS RIBEIRO
  • Efetividade e Segurança no Tratamento com o Medicamento Ranibizumab em um Hospital Universitário

  • Orientador : LUCIA DE ARAUJO COSTA BEISL NOBLAT
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LUCIA DE ARAUJO COSTA BEISL NOBLAT
  • NEY CRISTIAN AMARAL BOA SORTE
  • PABLO DE MOURA SANTOS
  • PAULO AFONSO BATISTA DOS SANTOS
  • Data: 14/07/2020

  • Mostrar Resumo
  • Título: Efetividade e Segurança no Tratamento com o medicamento ranibizumabe em um Hospital Universitário. Objetivos: avaliar a efetividade e segurança do ranibizumabe no tratamento de doenças da retina em um hospital universitário. Metodologia: os dados dos pacientes tratados com o medicamento ranibizumabe foram coletados através de entrevista com os participantes e informações obtidas em prontuários médicos, as principais medidas de efetividade foram a variação da acuidade visual (AV) e alterações na espessura central da retina (ECR). Todos os eventos adversos ocorridos durante o tratamento foram registrados para avaliação de segurança. Resultados: um total de 103 pacientes foi incluído no estudo, apresentando um total de 154 olhos tratados. A média de idade encontrada foi de 67,8 anos e a maioria dos pacientes receberam tratamento para edema macular diabético, seguido de tratamento para oclusão venosa de retina. A variação média da AV representou uma perda de 0,9 letra e a variação média da ECR encontrada foi de redução de 12,6µm, indicando estabilidade no edema macular dos olhos tratados. Conclusões: As informações coletadas nesta pesquisa demonstraram que o ranibizumabe apresentou grau de efetividade inferior no tratamento de doenças neovasculares da retina, devido a pouca variação na acuidade visual e nas medidas de espessura da retina central nos pacientes tratados. A baixa quantidade de aplicações do medicamento e o intervalo entre as aplicações podem ser os fatores que contribuiram significativamente para os baixos resultados de efetividade na população estudada. Com relação aos aspectos de segurança, a ampla maioria dos eventos adversos relatados foram relacionados ao procedimento de aplicação do medicamento.


  • Mostrar Abstract
  • Title: Effectiveness and safety in the treatment with ranibizumab in a University Hospital. Objectives: to evaluate the effectiveness and safety of ranibizumab in the treatment of retina deseases in a university hospital. Methodology: data from patients treated with ranibizumab were collected through interviews with participants and information obtained from medical records, the main measures of effectiveness were the variation in visual acuity (VA) and changes in central retinal thickness (CRT) . All adverse events that occurred during treatment were recorded for safety assessment. Results: a total of 103 patients were included in the study and a number of 154 treated eyes. The mean age found was 67.8 years and most patients received treatment for diabetic macular edema, followed by treatment for retinal venous occlusion. The mean variation in VA represented a loss of 0.9 letters and the mean variation in the CRT found was a reduction of 12.6 µm, indicating stability in the macular edema of the treated eyes. Conclusions: The information collected in this research demonstrated that ranibizumab had a lower degree of effectiveness in the treatment of neovascular diseases of the retina, due to little variation in visual acuity and in the thickness measurements of the central retina in the treated patients. The low number of applications of the drug and the interval between applications may be the factors that contributed significantly to the low results of effectiveness in the population studied. With regard to safety aspects, the vast majority of adverse events reported were related to the medication application procedure.

3
  • BIANCA CERQUEIRA BORGES DE OLIVEIRA
  • Avaliação do Conhecimento e das Condutas dos Farmacêuticos em Drogarias de Salvador (BA)

  • Orientador : JUCENI PEREIRA DE LIMA DAVID
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADEMIR EVANGELISTA DO VALE
  • JUCENI PEREIRA DE LIMA DAVID
  • LEONARDO RE?GIS LEIRA PEREIRA
  • PABLO DE MOURA SANTOS
  • TIAGO MARQUES DOS REIS
  • Data: 20/08/2020

  • Mostrar Resumo
  • Antes do processo de industrialização no Brasil, o farmacêutico era responsável pela pesquisa, manipulação e controle de qualidade dos medicamentos, além do aconselhamento e orientação aos pacientes; quando, porém, os medicamentos passaram a ser produzidos em larga escala, o farmacêutico enfrentou uma perda de funções e afastamento dos pacientes. Nas últimas décadas muitas mudanças ocorreram a fim de reorientar a prática farmacêutica, desde o ato de dispensação sendo melhor compreendido até o surgimento da atenção farmacêutica como modelo de prática. O objetivo deste trabalho foi verificar o conhecimento e as condutas dos farmacêuticos em drogarias do município de Salvador (Bahia) em relação à dispensação e aos serviços farmacêuticos prestados. Para tanto, foi realizado um estudo transversal e descritivo, de fevereiro a julho de 2019 (coleta de dados), onde os farmacêuticos que trabalhavam em drogarias dos 12 Distritos Sanitários de Salvador foram visitados e convidados para participarem dessa pesquisa; foi aplicado um questionário validado por Reis (2013), com adaptações realizadas após recomendações do CEP/FAR/UFBA, contendo 44 questões divididas em dados gerais, conhecimento e condutas; e para a análise estatística, foram utilizados o Microsoft Excel Versão 16.0.12130.20390 e o IBM SPSS Statistics 21. Dentre os 321 farmacêuticos visitados, 154 (48%) aceitaram participar da pesquisa; os participantes eram do gênero feminino (77,3%), a média de idade foi 33,2 anos, se graduaram com o currículo generalista (87,6%), estudaram em instituições privadas (72,4%) e assumiam o cargo de responsáveis técnicos das drogarias (65,6%), tendo a maioria delas (69,28%) administração centralizada. O resultado obtido quanto ao conhecimento relacionado à dispensação de medicamentos, foi considerado satisfatório para 40,9% dos farmacêuticos, regular para 51,3% e insatisfatório apenas para 7,8% deles; e quanto ao conceito da atenção farmacêutica, 64,9% obtiveram um resultado satisfatório. Quanto às condutas, os farmacêuticos relataram que informavam mais sobre posologia, reações adversas e conservação dos produtos durante a dispensação; 19,1% tinham a prática inadequada de fazer indicação de medicamentos tarjados; 30,5% afirmaram realizar atenção farmacêutica, porém apenas 4,5% destes conheciam o seu conceito, atuavam em uma drogaria cuja estrutura física julgavam adequada, realizavam documentação e registros, e o serviço constava no manual de POPs. Na atuação profissional, 35,7% dos farmacêuticos se autoavaliaram como realizados, 26,6% precisavam melhorar o conhecimento relacionado à área farmacêutica, 9,1% precisavam melhorar no cumprimento da legislação, 48,1% precisavam melhorar a orientação ao paciente e oacompanhamento farmacoterapêutico, e 0,6% se sentiam péssimos. Por fim, os dados obtidos através desta pesquisa indicam que as drogarias não apresentavam estrutura física e/ou serviços clínicos implementados de forma adequada ou satisfatória, afetando o ato da dispensação de medicamentos e o serviço de atenção farmacêutica, que viabilizariam o resgate da relação farmacêutico-paciente e ajudariam a reestabelecer o papel social do farmacêutico na comunidade.


  • Mostrar Abstract
  • Before the industrialization process in Brazil, the pharmacist was responsible for research, manipulation and quality control of medicines, besides providing counseling and guidance to patients; when, however, medicines started to be produced on a large scale, the pharmacist faced function loss and distancing from patients. In the last decades, many changes have occurred in order to reorient pharmaceutical practice, from the dispensing act being better understood to the development of pharmaceutical care as model of practice. The goal of this work was to verify the knowledge and conduct of pharmacists in drugstores in the city of Salvador (Bahia) regarding dispensing and provided pharmaceutical services. Therefore, a cross-sectional and descriptive study was performed, from February to July 2019 (data collection), in which pharmacists working in drugstores in the 12 Sanitary Districts of Salvador were visited and invited to participate in this research; a questionnaire validated by Reis (2013) was applied, with adaptations made after recommendations by CEP/FAR/UFBA, containing 44 questions sectioned into general data, knowledge and conduct; and for statistical analysis, Microsoft Excel Version 16.0.12130.20390 and IBM SPSS Statistics 21 were used. Among the 321 pharmacists visited, 154 (48%) agreed to participate in the research; the participants were female (77.3%), the average age was 33.2 years, graduated with generalist curriculum (87.6%), studied in private institutions (72.4%) and assumed the position of responsible pharmacists of drugstores (65.6%), with the majority of them (69.28%) having centralized administration. The result obtained about knowledge related to medication dispensing was considered satisfactory for 40.9% of pharmacists, regular for 51.3% and unsatisfactory for only 7.8% of them; and as for the concept of pharmaceutical care, 64.9% obtained a satisfactory result. About conducts, pharmacists reported that they informed more about dosage, adverse reactions and product preservation during dispensing; 19.1% had the inadequate practice of indicating prescription drugs; 30.5% said they performed pharmaceutical care, but only 4.5% of them knew the concept, worked in a drugstore whose physical structure they considered adequate, made documentation and records, and the service was included in the SOPs manual. Concerning professional practice, 35.7% of pharmacists evaluated themselves as accomplished, 26.6% needed to improve knowledge related to the pharmaceutical area, 9.1% needed to improve compliance with legislation, 48.1% needed to improve patient orientation and pharmacotherapeutic follow-up, and 0.6% felt terrible. Finally, data obtained through this research indicate that drugstores did not have a physical structure and/or clinical services implemented in an adequate or satisfactory manner, affecting the act of dispensing medications and pharmaceutical care service, which would enable the rescue of pharmacist-patient relationship and would help to reestablish the pharmacist's social role in the community.

4
  • DANILO REIS GOMES
  • CUSTOS DIRETOS ENVOLVIDOS NAS TERAPIAS DE SUPORTE RENAL EM PACIENTES ADULTOS INTERNADOS EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA

  • Orientador : LUCIA DE ARAUJO COSTA BEISL NOBLAT
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LUCIA DE ARAUJO COSTA BEISL NOBLAT
  • DIMITRI GUSMAO FLORES
  • PABLO DE MOURA SANTOS
  • ANTONIO CARLOS BEISL NOBLAT
  • Data: 25/08/2020

  • Mostrar Resumo
  • Os custos em saúde possuem crescimento expressivo. Esse cenário de crescimento é observado tanto no mundo como no Brasil. As inovações em saúde provocam uma gama de inclusões de novas tecnologias que agregam custos aos serviços, aos pacientes e/ou a sociedade. Esses custos impactam em diversos processos no sistema de gerenciamento da saúde, portanto entende-los é fundamental para auxílio na tomada de decisão de forma a subsidiar o direcionamento dos recursos. Sabe-se que os serviços de saúde possuem como grande desafio a gestão dos custos, principalmente nas instituições hospitalares que concentram fluxos que necessitam de altos recursos tecnológicos e que, proporcionalmente, estão atrelados a elevados valores. Dentro destas instituições estão unidades de terapia intensiva, local que agrupa complexas terapias que requerem equipes altamente especializadas e processos de altos investimentos. Uma destas terapias são as de suporte renal, frequente nas unidades de internação essas terapias requerem equipamentos, insumos e equipe específica para a sua realização.  Esse estudo tem como objetivo identificar os custos diretos envolvidos nas terapias de suporte renal realizadas nos pacientes adultos internados em UTI. A pesquisa baseia-se em um estudo de mensuração e valoração de custos diretos. O referido estudo é observacional e descritivo. Serão medidos e analisados os custos diretos envolvidos nas terapias de suporte renal utilizadas em pacientes adultos internados em UTI de um hospital na cidade de Salvador/Bahia. O estudo mostrou que dos pacientes internados nestas UTIs do hospital 16,6% foram submetidos a algum tipo de terapia de suporte renal. São realizadas nas UTIs três tipos de terapia de suporte renal, sendo elas: Hemodiálise aguda (SLEED), Diálise peritoneal (DP) e a Hemodiálise Veno-Venosa Continua (CVV). Verificou-se que a diálise do tipo SLEED é a mais comum com gasto total gerado pelos custos diretos nessa terapia de R$ 111,05, seguido da Hemodiálise Veno-Venosa Contínua com valor total em R$ 4.345,86 e pôr fim a Diálise peritoneal com valor total em R$ 224,44. Nas UTIs da instituição em estudo no ano de 2019 foram realizados 1000 procedimentos da terapia do tipo SLEED que totalizaram, em custos diretos, R$ 111.052,60. Com relação a diálise peritoneal foram 39 procedimentos no ano com um total de R$ 8.753,23 e por fim e mais custoso a CVV com 954 procedimentos totalizando R$ 4.140.815,97.  O estudo concluiu que os custos diretos envolvidos com as terapias de suporte renal realizadas em UTIs podem ser classificados em materiais médicos e soluções para realização da diálise. Nas terapias de diálise intermitente (SLEED e DP) os insumos médicos são os que presentam a maior parcela nos custos diretos envolvidos nas terapias, diferente da diálise do tipo contínua (CVV) onde as soluções necessárias para a realização da diálise representam 64,7% dos seus custos diretos. Importante ressaltar que esse estudo mensurou e valorou somente os custos diretos, sendo necessário para a obtenção dos custos totais das terapias de suporte renal a identificação dos custos indiretos.


  • Mostrar Abstract
  • Health costs are very high. This growth scenario is observed both in the world and in Brazil. Health innovations cause a range of inclusions of new technologies that add costs to services, patients and / or society. These costs impact on several processes in the health management system, so understanding them is essential to assist in decision making in order to subsidize the allocation of resources. It is known that health services have a major challenge in cost management, especially in hospital institutions that concentrate flows which require high technological resources and that are proportionally linked to high values. Within these institutions are the intensive care units, some typical areas with complex therapies that require highly specialized teams and high investment processes. One of these therapies is renal support, which is frequent in inpatient units. These therapies need for equipment, supplies and specific staff to perform. This study aims to identify the direct costs involved in renal support therapies performed in adult patients admitted to an intensive care unit. The research is a study of measurement and valuation of direct costs. The study is observational and descriptive. The direct costs involved in renal support therapies used in adult patients admitted to an intensive care unit of a hospital in the city of Salvador / Bahia will be measured and analyzed. The study showed that 16.6% of patients admitted to the hospital's intensive care units underwent some type of renal support therapy. Three types of renal support therapy are performed in the ICUs, namely: Acute Hemodialysis (SLEED), Peritoneal Dialysis (PD) and Continuous Veno-Venous Hemodialysis (CVV). It was found that SLEED dialysis is the most common with total expense generated by direct costs in this therapy of R$ 111.0526, followed by Continuous Veno-Venous Hemodialysis with a total value of R$ 4,345.8688 and ending Dialysis peritoneal with a total value of R$ 224.4419. In the ICUs of the institution under study in 2019, 1000 SLEED therapy procedures were performed, which added up, in direct costs, R$ 111,052.60. Regarding peritoneal dialysis, there were 39 procedures in the year, with a total of R$ 8,753.23 and, finally, the most expensive, the CVV with 954 procedures, totaling R$ 4,140,815.97. The study concluded that the direct costs involved with renal support therapies performed in ICUs can be classified into medical materials and solutions for performing dialysis. In intermittent dialysis therapies (SLEED and PD), medical supplies are the ones that present the largest portion of the direct costs involved in therapies, unlike continuous dialysis (CVV) whose solutions necessary for performing dialysis represent 64.7% of direct costs. It is important to highlight that this study measured and valued only the direct costs, being necessary to obtain the total costs of renal support therapies to identify the indirect costs.

5
  • BRUNA LARANJEIRA ALVES
  •  

    Contracepção de emergência: consumo, perfil de usuárias e atuação do farmacêutico no acesso à “pílula do dia seguinte” entre mulheres de Salvador/Bahia.

  • Orientador : JUCENI PEREIRA DE LIMA DAVID
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADEMIR EVANGELISTA DO VALE
  • DENISE BUENO
  • JUCENI PEREIRA DE LIMA DAVID
  • LEONARDO RE?GIS LEIRA PEREIRA
  • PABLO DE MOURA SANTOS
  • Data: 26/08/2020

  • Mostrar Resumo
  • Objetivos: Conhecer o perfil de usuárias de contraceptivo de emergência e a atuação do farmacêutico no acesso à “pílula do dia seguinte” entre mulheres de Salvador/Bahia. Métodos: Estudo observacional, descritivo e transversal realizado com mulheres e farmacêuticos no município de Salvador/BA, entre novembro de 2018 e setembro de 2019. Para alcançar os objetivos foi aplicado um questionário semiestruturado online, por meio da Plataforma Google Forms® com mulheres entre 15-49 anos de idade, residentes em Salvador/BA e que já declararam utilizar o contraceptivo de emergência e para a coleta do perfil de atuação do farmacêutico, foi aplicado um questionário presencial com Farmacêuticos atuantes em Farmácias e Drogarias de Salvador. Resultados: 216 mulheres participaram do estudo, sendo 51% com idade entre 23-29 anos, 87% solteiras, 76% com ensino superior completo ou em andamento e 74% com renda familiar entre 2-5 salários mínimos. A relação sexual desprotegida foi o motivo mais citado (60%) para o uso da pílula do dia seguinte e, todas as mulheres adquiriram o medicamento na rede privada. Entre essas, 39% das participantes relatou apresentar irregularidade na menstruação após o uso da pílula do dia seguinte. Apenas 17% das mulheres relataram estarem satisfeitas com a orientação recebida no momento da compra da pílula do dia seguinte e 43% nunca foi atendida por um farmacêutico ao comprar o medicamento. Quanto aos farmacêuticos, 64% adequadamente considera a inibição da ovulação como mecanismo de ação da pílula do dia seguinte. Entre os farmacêuticos, 90% concorda que o medicamento traz efeitos nocivos à saúde reprodutiva da mulher, 67% afirmou que sempre orienta as consumidoras do contraceptivo de emergência e 40% já indicou o seu uso. Conclusão: Mais da metade das participantes deste estudo são solteiras e com ensino superior completo ou em andamento. Relação sexual desprotegida foi o motivo mais citado para o uso do contraceptivo de emergência e irregularidade na menstruação foi o efeito indesejável mais comum. Além disso, há uma baixa taxa de satisfação das mulheres com relação a orientação recebida pelos farmacêuticos. Estes, por sua vez, em sua maioria, conhecem pelo menos um mecanismo de ação da pílula do dia seguinte e relatam orientar as mulheres que compram o contraceptivo de emergência.


  • Mostrar Abstract
  • Objectives: To know the profile of emergency contraceptive users and the performance of the pharmacist in accessing the morning-after pill among women in Salvador/Bahia. Methods: An observational, descriptive and cross-sectional study was conducted with women and pharmacists in the municipality of Salvador/BA, between November 2018 and September 2019. To achieve the objectives, an online semi-structured questionnaire was applied, through the Google Forms® Platform, with women between 15-49 years of age, residents of Salvador/BA, who have already declared the use of emergency contraceptives. And to collect the pharmacist’s performance profile, a face-to-face questionnaire was applied with Pharmacists working in Pharmacies and Drugstores in Salvador. Results: 216 women participated in the study, 51% were aged 23-29, 87% were single, 76% had completed or ongoing higher education, and 74% had family income between 2-5 minimum wages. Unprotected sexual intercourse was the most cited reason (60%) for using the morning-after pill, and all women purchased the drug from the private company. Among these, 39% of the participants reported irregular periods after the use of the morning-after pill. Only 17% of women reported being satisfied with the guidance they received at the time of purchasing the morning-after pill, and 43% were never served by a pharmacist when purchasing the medicine. As for pharmacists, 64% adequately consider inhibition of ovulation as the mechanism of action of the morning-after pill. Among pharmacists, 90% agree that the drug brings harmful effects to women’s reproductive health, 67% said they always guide consumers of emergency contraception, and 40% has already indicated its use. Conclusion: More than half of the participants in this study are single and have completed or ongoing higher education. Unprotected sexual intercourse was the most commonly cited reason for emergency contraceptive use, and irregularity in menstruation was the most common undesirable effect. In addition, there is a low rate of satisfaction among women with the guidance received by pharmacists. Most of them, in turn, know at least one mechanism of action of the morning-after pill and report providing guidance to women who purchase emergency contraception.

2019
Dissertações
1
  • ELIANE DEBORTOLI DE CARVALHO
  • A PARTICIPAÇÃO DA FAMÍLIA NA ADESÃO AO TRATAMENTO COM ANTIPSICÓTICOS EM PACIENTES AMBULATORIAIS COM ESQUIZOFRENIA.

  • Orientador : LUCIA DE ARAUJO COSTA BEISL NOBLAT
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMANDA CRISTINA GALVAO OLIVEIRA DE ALMEIDA
  • CRISTIANA MERCURI DE ALMEIDA BASTOS
  • LUCIA DE ARAUJO COSTA BEISL NOBLAT
  • Data: 29/03/2019

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A esquizofrenia é doença mental crônico-degenerativa, em que o paciente apresenta dificuldades para o autocuidado. O sucesso da terapêutica medicamentosa é comprometido porque muitos pacientes com esquizofrenia não aderem ao tratamento. A não adesão à medicação antipsicótica está associada a pior prognóstico. As orientações recentes sobre o tratamento deste transtorno recomendam que o conhecimento da doença e do seu tratamento, além de outras estratégias como as intervenções psicossociais centradas na pessoa, devem ser fornecidas a estes indivíduos (e/ou seus familiares) com o objetivo de potencializar a adesão ao tratamento medicamentoso. Objetivo: Analisar a participação da família de indivíduos com esquizofrenia no processo de adesão ao tratamento medicamentoso em um ambulatório de um hospital da cidade de Salvador-BA. Método: O estudo foi elaborado utilizando o método qualitativo, de caráter descritivo analítico. Participaram 05 pares (familiares e pacientes com diagnóstico de esquizofrenia, conforme Classificação Internacional das Doenças (CID-10)) maiores de 18 anos. O trabalho de campo foi realizado no período de julho a setembro de 2018. Considerações finais: O estudo aponta uma adesão parcial, pois os pacientes desconheciam o tratamento medicamentoso prescrito pelo médico, por outro lado, demonstra a família como agente facilitador do processo de adesão por ser um incentivador do autocuidado, acompanhar o itinerário terapêutico e a administração de medicamentos. Portanto, os sofrimentos decorrentes da convivência com um transtorno mental crônico e com o seu tratamento medicamentoso requer apoio da família A promoção da adesão através da participação da família necessita de reconhecimento e intervenção sobre um conjunto de dificuldades, sofrimentos e limitações abordadas no presente estudo.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Schizophrenia is a chronic disease that causes the disorganization of thought or consciousness. The success of drug therapy is compromised because many patients with schizophrenia do not adhere to treatment. Non-adherence to antipsychotic medication is associated with worse prognosis. Recent guidelines on the treatment of this disorder recommend that knowledge of the disease and its treatment, in addition to other strategies such as psychosocial interventions centered on the person, should be provided to these individuals (and / or their families) in order to adherence to drug treatment. Objective: To analyze the participation of the family of individuals with schizophrenia in the process of adherence to drug treatment in an outpatient clinic of a hospital in the city of Salvador-BA. Method: The study was elaborated using the qualitative method, with descriptive analytical character. Participants were 05 pairs (relatives and patients diagnosed with schizophrenia according to the International Classification of Diseases (ICD-10)) over 18 years of age. Fieldwork was carried out from July to September 2018. Final considerations: The study indicates partial adherence, since the patients were unaware of the drug treatment prescribed by him, on the other hand demonstrates the family as an agent facilitator of the adhesion process for being an incentive for self-care, accompanying the therapeutic itinerary and medication administration. a chronic mental disorder and its drug treatment requires support from the family The promotion of adherence through family participation requires recognition and intervention on a set of difficulties, sufferings and limitations addressed in the present study.

2018
Dissertações
1
  • YARA OLIVEIRA MOREIRA
  • PERFIL CLÍNICO-EPIDEMIOLÓGICO DOS PACIENTES COM HIPERPARATIREOIDISMO SECUNDÁRIO ACOMPANHADOS EM UM AMBULATÓRIO DE REFERÊNCIA DE SALVADOR (BA, BRASIL).

  • Orientador : JUCENI PEREIRA DE LIMA DAVID
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADEMIR EVANGELISTA DO VALE
  • JUCENI PEREIRA DE LIMA DAVID
  • LUCIA DE ARAUJO COSTA BEISL NOBLAT
  • Data: 13/09/2018

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: o hiperparatireoidismo secundário (HPTS) é uma das complicações frequentes nos pacientes em diálise. Constitui um importante fator de morbimortalidade em pacientes com doença renal crônica e sua progressão é passível de controle mediante diagnóstico precoce, e instituição de terapêutica efetiva. Objetivo: descrever o perfil clínico-epidemiológico dos pacientes com HPTS em um ambulatório de referência em distúrbio mineral e ósseo (DMO). Método: estudo epidemiológico observacional descritivo com desenho transversal retrospectivo de pacientes em diálise, maiores de 18 anos de idade, de ambos os sexos, e com PTH acima de 300pg/ml, que foram encaminhados para primeiro atendimento em um ambulatório de referência em DMO do Estado da Bahia, no período 1º de janeiro de 2013 a 31 de dezembro de 2014. Resultados: dos 182 prontuários avaliados, verificou-se que 58,24% dos indivíduos eram do sexo masculino; a idade média foi de 46 (± 12 anos) anos; 28% tinham a hipertensão arterial sistêmica como causa da doença renal crônica; o tempo médio de diálise foi de 84,79 (±52,16) meses; 60,77% realizavam diálise em Salvador e 50,55% eram assintomáticos. O cloridrato de sevelâmer foi o medicamento mais utilizado pelos pacientes, representando 75,82% de prevalência. A hiperfosfatemia foi verificada em 54,6% da população; 75,29% estavam com valores de fosfatase alcalina (FA) iguais e/ou acima de 300U/L e 90,66% com paratormônio (PTH) acima de 600 pg/ml. Conclusão: evidenciou-se uma população com HPTS grave e, portanto, a necessidade de promover educação continuada dos médicos, melhor divulgação dos protocolos clínicos e disponibilização e fluxos de dispensação das novas terapêuticas.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Secondary hyperparathyroidism (HPT) is one of the common complications in dialysis patients. It is an important morbidity and mortality factor in patients with chronic kidney disease and its progression is controllable through early diagnosis and effective therapy. Objective: To describe the clinical and epidemiological profile of patients with HPT in a reference outpatient clinic in Mineral and Bone Disorder (MBD). Method: A descriptive observational epidemiological study with a retrospective cross - sectional design of dialysis patients, over 18 years of age, of both sexes and with PTH above 300pg / ml, who were conducted to first care in MBD reference outpatient clinic in the State of Bahia from January 1, 2013 to December 31, 2014. Results: Of the 182 medical records evaluated, it was verified that 58.24% of the individuals were male; the median age was 46 (± 12 years) years; 28% had systemic arterial hypertension as the cause of chronic kidney disease; the median dialysis time was 84.79 (± 52.16) months; 60.77% underwent dialysis in Salvador and 50.55% were asymptomatic. Sevelamer hydrochloride was the medicine most used by the patients, representing 75.82% of prevalence. Hyperphosphatemia was verified in 54.6% of the population; 75.29% had equal and/or above 300U/L alkaline phosphatase (AF) values and 90.66% had parathyroid hormone (PTH) above 600 pg/mL. Conclusion: A population with severe HPTS has been evidenced and therefore it is necessary to promote the continued education of physicians, better disclosure of clinical protocols and availability and delivery flows of new therapies.

2
  • BRUNO ANDRADE AMARAL
  •  

    DESENVOLVIMENTO E VALIDAÇÃO DE INDICADORES DE QUALIDADE DO TRATAMENTO DA ARTRITE REUMATOIDE NO BRASIL.

  • Orientador : ADEMIR EVANGELISTA DO VALE
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADEMIR EVANGELISTA DO VALE
  • MARCIO GALVAO GUIMARAES DE OLIVEIRA
  • PABLO DE MOURA SANTOS
  • SONIA CRISTINA LIMA CHAVES
  • VALDERÍLIO FEIJÓ AZEVEDO
  • Data: 22/10/2018

  • Mostrar Resumo
  • A Artrite Reumatoide (AR) é uma condição crônica, autoimune, inflamatória e sistêmicade etiologia desconhecida. A manutenção da AR sob controle requer um tratamento específico com difícil manejo clinico, sendo imperativo a racionalizaçãodo uso das tecnologias e a qualificaçãoda assistência prestada aos pacientes. O objetivo deste estudo foi desenvolver e realizar a validação de conteúdo de indicadores de qualidade para o tratamento da AR no Brasil, baseados nas recomendações do Protocolo Clínico e Diretrizes terapêuticas(PCDT).Trata-se de uma pesquisa metodológica, realizada em duas fases, desenvolvimento e validação, com reumatologistas.Os indicadores de qualidade foram elaborados com base PCDT para AR no Brasil, e validados via método Delphi. A análise de dados incluiu o cálculo dos escores médios atribuídos a cada indicador e o intervalo de confiança foi de 95%.Foram criados 28 indicadores, tendo a primeira fase da validação (1ª rodada) consenso em 33% (9/27) dos indicadores de qualidade. Ao final, 61% (17/28) dos indicadores de qualidade foram validados. Pode-se concluir que a técnica de consenso Delphi mostrou acordo entre os participantes e se faz uma ferramenta importante no processo de validação e desenvolvimento de indicadores para AR, portanto, deve ser uma informação difundidaentre os profissionais de saúde.


  • Mostrar Abstract
  • Rheumatoid arthritis (RA) is a chronic, autoimmune, inflammatory, and systemic condition of unknown etiology. The maintenance of RA under control requires a specific treatment with difficult clinical management, being imperative the rationalization of the use of the technologies and the qualification of the assistance given to the patients. The objective of this study was to develop and validate the content of quality indicators for the treatment of RA in Brazil, based on the recommendations of the Clinical Protocol and Therapeutic Guidelines (PCDT). This is a methodological research, carried out in two phases, development and validation, with rheumatologists. The quality indicators were developed based on PCDT for AR in Brazil, and validated using the Delphi method. The data analysis included the calculation of the mean scores assigned to each indicator and the confidence interval was 95%. 28 indicators were created, with the first phase of the validation (1st round) consensus in 33% (9/27) of the quality indicators. At the end, 61% (17/28) of the quality indicators were validated. It can be concluded that the Delphi consensus technique showed agreement among the participants and is an important tool in the validation and development process of indicators for RA, therefore, it should be a widespread information among health professionals.

3
  • JULIANA FERREIRA FERNANDES MACHADO
  • Fatores que influenciam a notificação de erros de medicação e quase falhas em um Hospital Universitário.

  • Orientador : LUCIA DE ARAUJO COSTA BEISL NOBLAT
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JORGE ALBERTO BERNSTEIN IRIART
  • JUCENI PEREIRA DE LIMA DAVID
  • LUCIA DE ARAUJO COSTA BEISL NOBLAT
  • Data: 04/12/2018

  • Mostrar Resumo
  • OBJETIVOS: Descrever os fatores que estimulam ou obstaculizam a realização de notificações de quase falhas e erros de medicação por profissionais de saúde em um hospital Universitário. Os objetivos específicos foram: compreender quais fatores são incentivos e quais funcionam como barreiras para a notificação de erros de medicação e quase falhas, identificar estratégias para superar as barreiras à notificação e explorar o conhecimento dos sistemas de notificação do Hospital. MÉTODOS: Trata-se de um estudo qualitativo. A coleta de dados foi conduzida por meio da realização de entrevistas semiestruturadas com médicos, farmacêuticos e enfermeiros diretamente ligados à assistência aos pacientes em enfermarias clínicas do Hospital. Um tópico guia foi elaborado para a condução das entrevistas. O áudio das entrevistas foi gravado eletronicamente e todas as entrevistas foram transcritas na íntegra. O critério de saturação foi utilizado para determinar a finalização da coleta de dados. Para inclusão neste estudo, os profissionais necessitavam ter tempo mínimo de seis meses de atuação profissional na instituição. Como critérios de exclusão, os profissionais não poderiam exercer suas atividades no Centro de Farmacovigilância, no Centro de Informação sobre Medicamentos ou em enfermarias cirúrgicas da instituição. Foi realizada análise de conteúdo temática a partir dos transcritos. RESULTADOS: Os fatores percebidos como estímulos foram agrupados em quatro temas: relacionados aos profissionais, relacionados aos pacientes, relacionados ao tipo, natureza e consequências do erro e fatores organizacionais. As barreiras à notificação foram agrupadas em cinco temas: relacionados aos profissionais, relacionados ao tipo, natureza e consequências do erro, relacionados ao sistema de notificação, fatores relacionados ao trabalho ou tempo necessários para fazer a notificação e fatores organizacionais. As estratégias para superação das barreiras à notificação foram: modificações no sistema de notificação, realização de educação e treinamentos e relacionadas a aspectos organizacionais. Algumas propostas revelam uma transferência de responsabilidade pela notificação. CONCLUSÕES: Este estudo permitiu compreender a percepção de médicos, enfermeiros e farmacêuticos sobre as barreiras e estímulos à notificação e demonstrar o conhecimento sobre os sistemas de notificação vigentes. As estratégias propostas podem ser úteis para orientar a adoção de melhorias na instituição, visando o desenvolvimento de uma cultura de notificação de erros e a segurança do paciente. Demonstram também que é necessário reforçar o papel de cada profissional para efetividade do sistema de notificação.


  • Mostrar Abstract
  • OBJECTIVES: To describe the factors that stimulate or impede the reporting of near misses and medication errors by health professionals in a University hospital. The specific objectives were: to understand which factors are stimuli and which act as barriers to reporting medication errors and near misses, to identify strategies to overcome barriers to reporting, and to explore the knowledge of Hospital reporting systems. METHODS: This is a qualitative study. Data collection was conducted through semi-structured interviews with doctors, pharmacists and nurses directly related to patient care in the Hospital's nursing wards. A topic guide was developed for conducting the interviews. Interview audio was recorded electronically, and all interviews were transcribed in full. The saturation criterion was used to determine the finalization of the data collection. For inclusion in this study, professionals needed to have a minimum of six months of professional work in the institution. As exclusion criteria, professionals could not perform their activities at the Pharmacovigilance Center, at the Medicines Information Center or at the institution's surgical ward. A thematic content analysis was performed from the transcripts. RESULTS: Fifteen in-depth interviews were conducted involving 6 nurses, 5 doctors and 4 pharmacists. Factors perceived as incentive were grouped into four themes: related to the professionals, related to the patients, related to the type, nature and consequences of the error and organizational factors. The barriers to reporting were grouped into five themes: related to the professionals, related to the type, nature and consequences of the error, related to the reporting system, factors related to the work or time needed to make the report, and organizational factors. Strategies to overcome barriers to reporting were addressed to: changes in the reporting system, conduct of education and training, and organizational aspects. Some proposals have revealed a transfer of responsibility for the report. CONCLUSIONS: This study allowed us to understand the perception of doctors, nurses and pharmacists about the barriers and stimuli to the reports and to demonstrate knowledge about the current report systems. The proposed strategies can be useful to guide the adoption of improvements in the institution, aiming at the development of a culture of error reporting and patient safety. They also demonstrate what is needed for each professional's role in the effectiveness of the report system.

2017
Dissertações
1
  • JANE MEIRE MAGALHÃES CARNEIRO
  • AVALIAÇÃO DA TERAPIA TRIPLA PARA TRATAMENTO DA HEPATITE C CRÔNICA UTILIZANDO BOCEPREVIR E TELAPREVIR.

  • Orientador : LUCIA DE ARAUJO COSTA BEISL NOBLAT
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ISABELA HEINECK
  • LUCIA DE ARAUJO COSTA BEISL NOBLAT
  • MARENI ROCHA FARIA
  • RAYMUNDO PARANA FERREIRA FILHO
  • Data: 29/07/2017

  • Mostrar Resumo
  • A hepatite C crônica no Brasil tem baixa prevalência, mas afeta 2,3 milhões de pessoas, sendo responsável por 75% dos óbitos por hepatites virais. Os inibidores de protease (IP), boceprevir (BOC) e telaprevir (TVR), foram autorizados para uso no Brasil devido melhor padrão de cura em relação ao tratamento convencional para hepatite C, apesar da maior frequência de eventos adversos observados. O objetivo deste estudo foi demonstrar a efetividade do tratamento com IP por meio da resposta virológica sustentada (RVS), a frequência de eventos adversos ocorridos e os fatores associados, em um serviço de referência de Salvador/Bahia. Este estudo foi realizado de forma retrospectiva e foram selecionados os pacientes assistidos em um ambulatório de referência que usaram algum dos IP. Os dados foram coletados dos prontuários usando um questionário semiestruturado. A análise foi descritiva, utilizando frequências absoluta e relativa dos dados e a razão de prevalência como medida de associação. A maioria dos pacientes já havia realizado tratamento anterior, com recidiva. A RVS por intenção de tratar foi de 44,9% com TVR e 40% com BOC. A ocorrência de evento adverso motivou a interrupção da terapia de 13,2% pacientes quando usado TVR e de 7,5% no uso de BOC. A ocorrência de suspeita de reação adversa grave relacionada ao tratamento apresentou associação com o sexo feminino, idade superior a 60 anos, existência de outra patologia, uso de outro medicamento, história prévia de alergia medicamentosa e alcoolismo prévio. Os resultados sugerem menor eficácia do que os apresentados nos estudos de incorporação e baixa segurança. Desta forma, é feito um alerta para usar melhores procedimentos de análise na incorporação de novas tecnologias.


  • Mostrar Abstract
  • Chronic hepatitis C has a low prevalence in Brazil, but affects 2.3 million people, accounting for 75% of deaths from viral hepatitis. The protease inhibitors (PI), boceprevir (BOC) and telaprevir (TVR), were authorized for use in Brazil because of a better effectiveness compared to standard therapy – peginterferon alfa + ribavirin, but with the higher frequency of adverse events observed. The objective this study is evaluate the sustained virologic response and adverse effects associated to the triple therapy in patients that were going through this treatment in reference service in Salvador / Bahia. A retrospective and descriptive observational study was out sing information from patients assisted in a reference service public hospital who used some of the PI were selected. The data were collected from the medical records using a semi-structured questionnaire and performed descriptive analysis. Most of the patients had already gone through previous treatments, with relapse. The RVS by intention to treat was 44.9% with TVR and 40% with BOC. The occurrence of adverse event motivated the interruption of the therapy of 13.2% patients when used TVR and of 7.5% in the use of BOC. The occurrence of a suspected serious adverse reaction related to the treatment was associated with the female sex, age 60 years old or more, another pathology, another medication use, previous drug allergy and previous alcoholism. The results suggest lower effectiveness than those presented in the incorporation studies and poor safety. In this way an alert is made to use better analysis procedures in the incorporation of new technologies.

2
  • GABRIELLA FERNANDES MAGALHAES
  • Conciliação medicamentosa em pacientes de um hospital universitário.

  • Orientador : LUCIA DE ARAUJO COSTA BEISL NOBLAT
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA LOPES LATADO BRAGA
  • IVONETE BATISTA DE ARAÚJO
  • LUCIA DE ARAUJO COSTA BEISL NOBLAT
  • MÁRIO BORGES ROSA
  • Data: 22/08/2017

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A conciliação medicamentosa está entre as estratégias para melhorar a segurança do paciente, uma vez que garante os medicamentos prescritos e necessários durante os processos de transição assistencial. Uma história medicamentosa acurada, nos prontuários médicos, é importante, quando os pacientes são admitidos nos hospitais; este registro pode evitar falhas como a descontinuação de medicamentos necessários aos pacientes. Objetivo: Avaliar a efetividade da conciliação medicamentosa na identificação de erros de medicação na admissão de pacientes de um hospital universitário e a completude dos registros de informação sobre medicamentos nos prontuários desses pacientes conciliados. Métodos: Uma lista conciliada foi criada entre os medicamentos prescritos na admissão e os utilizados na pré-admissão hospitalar, em seguida os prontuários dos pacientes conciliados foram avaliados com vistas a identificar o registro dos medicamentos de uso habitual dos pacientes realizado no momento da admissão e alta hospitalar. Os dados foram analisados através da estatística descritiva. Resultados: 107 pacientes foram incluídos e 226 discrepâncias identificadas em 92 pacientes, destas, 46 (21,4%) não intencionais, em 34 (31,8%) pacientes. Entre as discrepâncias não intencionais, a omissão apresentou a maior ocorrência (65,2%) e 27 medicamentos estavam envolvidos com as discrepâncias não intencionais; destes, 13 (48,1%) são considerados medicamentos potencialmente perigosos. Dos 107 pacientes, 102 tiveram suas fichas de admissão e sumários de alta avaliados. Um total de 75 (73,5%) tinham registro de admissão médica com os medicamentos utilizados na pré-admissão e apenas 51 (50%) tinham registros na alta. Nenhum registro da admissão foi considerado completo. Ao avaliar a completude da informação sobre os medicamentos prescritos na admissão, de 373 medicamentos, 301 tiveram sua dose registrada. Apenas 11 sumários de alta tiveram seu registro relativo aos medicamentos de forma completa. Conclusão: A conciliação medicamentosa mostrou-se efetiva na detecção de erros de medicação, visto que foi identificado um número elevado de discrepâncias não intencionais. Falhas no registro dos medicamentos foram identificadas o que pode estar relacionado com as taxas de discrepância não intencionais detectadas; estas falhas podem dificultar a realização do processo de conciliação medicamentosa.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Medication reconciliation is among the strategies to improve patient safety, since it ensures the necessary prescribed drugs during the care transition processes. An accurate medical history in medical records is important when patients are admitted to hospitals, since this record can prevent failures such as discontinuing medications required by patients. Objective: to evaluate the effectiveness of medication reconciliation in the identification of medication errors on admission of patients at a university hospital and whether medication records are duly completed in the medical records of these reconciled patients. Methods: A reconciled list was created among the prescribed drugs on admission and those used on hospital preadmission; then, records of the reconciled patients were evaluated with a view to identifying records of the patients' usual medicines performed on admission and discharge from hospital. Data were analyzed through descriptive statistics. Results: 107 patients were included and 226 discrepancies were found in 92 patients; of these, 46 (21.4%) were unintended in 34 (31.8%) patients. Among the unintended discrepancies, the omission of medication had the highest occurrence (65.2%) and twenty-seven drugs were involved with unintended discrepancies, of which 13 (48.1%) are considered potentially dangerous drugs. Of the 107 patients, 102 had their admission records and discharge summaries evaluated. Seventy-five (73.5%) had medical admission records with pre-admission medications and only 51 (50%) had discharge records. No single admission record was considered complete. When evaluating whether information about drugs prescribed on admission was complete, we observed that, of the 373 drugs, 301 had a recorded dose. Only 11 discharge summaries had complete drug registration records with all items. Conclusion: The medication reconciliation was effective in detecting medication errors, since a large number of unintentional discrepancies were identified. Failures in drug registration have been identified which may be related to the unintended discrepancy rates detected. These failures may hinder the drug reconciliation process.

3
  • ALINE CRISTINA BARROS LUZ AMARAL
  • Avaliação de possíveis omissões de prescrição de medicamentos conforme os critérios START em um hospital do Nordeste Brasileiro.

  • Orientador : LUCIA DE ARAUJO COSTA BEISL NOBLAT
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LUCIA DE ARAUJO COSTA BEISL NOBLAT
  • MARCIO GALVAO GUIMARAES DE OLIVEIRA
  • MÁRIO BORGES ROSA
  • Data: 06/10/2017

  • Mostrar Resumo
  • A prescrição potencialmente inapropriada para pessoas idosas tornou-se uma preocupação global, embora poucos pesquisadores tenham analisado possíveis omissões de prescrição para essa população. Objetivo: O objetivo deste estudo foi comparar a frequência de potenciais omissões de prescrições para pacientes idosos na admissão e alta de um hospital universitário no nordeste do Brasil, utilizando os critérios START adaptados e validados para realidade brasileira. Métodos: Estudo transversal que avaliou dados de pacientes com idade ≥ 60 anos quando internados por> 24 h em um hospital de ensino do nordeste do Brasil durante o período de junho a dezembro de 2016. Resultados: Foram incluídos dados de 227 pacientes. A média de idade dos pacientes foi de 71 ± 8,23 anos. Os pacientes incluíram 131 mulheres (57,7%), e 176 pacientes (77,5%) apresentaram um Índice de Comorbidade de Charlson de ≥ 3. Com base nos critérios de START, a frequência de potenciais omissões foi de 44,1% (100/227) na admissão. e diminuiu para 39,6% (90/227) na alta. As omissões potenciais mais comuns na admissão foram betabloqueadores em casos de angina crônica estável e inibidores da enzima conversora da angiotensina ou bloqueadores dos receptores da angiotensina em casos de nefropatia diabética ou disfunção renal. Conclusão: A prevalência de potenciais omissões prescritivas em pacientes idosos permaneceu relativamente alta na alta hospitalar de um hospital universitário do nordeste brasileiro. O critério START poderia ser uma ferramenta útil para otimizar o manejo clínico dos idosos.


  • Mostrar Abstract
  • Potentially inappropriate prescribing for elderly individuals has become a global concern, although few researchers have analyzed potential prescribing omissions for this population. Objective: This study aimed to compare the frequency of potential prescribing omissions for elderly patients at their admission to and discharge from a university hospital in northeast Brazil, using the validated and adapted Brazilian START criteria. Methods: This cross-sectional study examined data from patients who were ≥ 60 years old when they were admitted for > 24 h to a northeastern Brazil teaching hospital during June–December 2016. Results: Data from 227 patients were included. The mean patient age was 71 ± 8.23 years. The patients included 131 women (57.7%), and 176 patients (77.5%) presented with a Charlson Comorbidity Index of ≥ 3. Based on the START criteria, the frequency of potential prescribing omissions was 44.1% (100/227) at the admission and decreased to 39.6% (90/227) at the discharge. The most common potential omissions at the admission were beta-blockers in cases of stable chronic angina, and angiotensin converting enzyme inhibitors or angiotensin receptor blockers in cases of diabetic nephropathy or renal dysfunction. Conclusion: The prevalence of potential prescribing omissions among elderly patients remained relatively high at their discharge from a northeastern Brazilian university hospital. The START criteria could be a useful tool to optimize the clinical management of the elderly.

SIGAA | STI/SUPAC - - | Copyright © 2006-2024 - UFBA