PPGDANCA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DANÇA (PPGDANCA) ESCOLA DE DANÇA Telefone/Ramal: Não informado
Dissertações/Teses

Clique aqui para acessar os arquivos diretamente da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFBA

2023
Dissertações
1
  • Joseane Rodrigues Oliveira
  • Em um processo pedagógico de criação em dança: uma perspectiva sistêmica sobre copiar, aprender e criar

  • Orientador : FABIANA DULTRA BRITTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • FABIANA DULTRA BRITTO
  • JUSSARA SOBREIRA SETENTA
  • Data: 07/03/2023

  • Mostrar Resumo
  • Essa pesquisa refletiu sobre como os corpos aprendem a criar dança ao copiarem ou
    repetirem movimentos, ações, gestos e danças. A reflexão desenvolveu-se a partir de
    um processo pedagógico de criação em dança registrado no período letivo 2014.1,
    durante o tirocínio docente e disciplinas do curso de Licenciatura em Dança da
    Universidade Federal da Bahia. A situação analisada foi discutida criticamente a partir
    dos estudos de Jorge Vieira a respeito da Teoria Geral dos Sistemas e de alguns
    pontos de vista da neurociência e da dança compatíveis com essa teoria, sendo
    possível verificar uma correspondência entre copiar, aprender e criar enquanto o
    corpo está em ação motora, ou seja, dançando. Nesse percurso, a pesquisa verificou
    através da cópia/repetição que aprender (que é criar em alguma medida) e criar (que
    também é aprender em alguma proporção) são ações muito propícias à permanência
    ou sobrevivência de sistemas como corpo, dança e educação. Em contraponto ao
    emaranhamento de copiar, aprender e criar, a pesquisa também observou noções de
    criação na dança nas quais copiar e criar ou aprender e criar apresentam um certo
    distanciamento ou oposição. Por fim, a pesquisa reforça a potência do pensamento
    sistêmico para estudar aprendizagem e criação na dança.


  • Mostrar Abstract
  • This research reflected on how bodies learn to create dance by copying or repeating
    movements, actions, gestures, and dances. The reflection (work/study) was developed
    through a pedagogical process of creation in dance registered in the academic period
    2014.1, during the teaching cycle and disciplines of the Bachelor's Degree in Dance at
    the Federal University of Bahia. The situation analyzed was critically discussed based
    on the studies of Jorge Vieira on the General Theory of Systems and from some points
    of view of neuroscience and dance compatible with that theory so that it was possible
    to verify a correspondence between copying, learning, and creating while the body is
    in motor action, i.e., dancing. This way, it was verified through the copy/repetition that
    learning (which means to create to some extent) and to create (which means also to
    learn in some proportion) are very propitious actions to the permanence or survival of
    systems such as body, dance, and education. In compliance with the entanglement of
    copying, learning, and creating, the research also observed notions of creation in
    dance in which copying and creating or learning and creating present a certain
    distancing or opposition. Finally, the research reinforces the power of systems thinking
    to study learning and creation in dance.

2
  • Bruna Mascaro Seabra de Melo
  • SABERES E FAZERES EM CRUZETA:
    OLHARES MULTIFACETADOS SOBRE O MACULELÊ

  • Orientador : DANIELA MARIA AMOROSO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DANIELA BEMFICA GUIMARAES
  • DANIELA MARIA AMOROSO
  • LARA RODRIGUES MACHADO
  • Data: 17/05/2023

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho busca refletir sobre o Maculelê, frequentemente interpretado como
    prática popular de resistência das culturas advindas da África. O estudo debruça-se
    em compreender cinco estruturas organizativas que constituem o Maculelê: o caráter
    de dança, luta, jogo, ritual e brincadeira. Para tanto, o trabalho procura compreender
    os trajetos históricos das denominações das culturas brasileiras através de termos
    como Folclore, Cultura Popular e Patrimônio, assim como refletir sobre as implicações
    da colonialidade na construção das subjetividades. A pesquisa conta com um estudo
    de campo realizado em Salvador e Santo Amaro da Purificação, na Bahia. Foram
    realizadas diversas entrevistas com mestres, mestras, pesquisadores, pesquisadoras,
    fazedores e fazedoras do Maculelê, que culminaram na realização de um vídeo
    documentário longa-metragem intitulado “Maculelê: entre paus, grimas e cacetes”. Por
    fim, o trabalho pretende pensar de que forma a imagem e o visual dilata o campo das
    epistemologias, das metodologias e das formas de produzir conhecimento. Com isto,
    buscamos avançar em questões que alimentam debates sobre o Maculelê,
    colaborando com estudos que se ocupam da reflexão das danças brasileiras.


  • Mostrar Abstract
  • This work seeks to reflect on Maculelê, often interpreted as a popular practice of
    resistance by cultures from Africa. The study focuses on understanding five
    organizational structures that constitute Maculelê: the character of dance, fight, game,
    ritual and play. Therefore, the work seeks to understand the historical paths of the
    denominations of Brazilian cultures through terms such as Folklore, Popular Culture
    and Heritage, as well as to reflect on the philosophy of coloniality in the construction
    of subjectivities. The research relies on a field study carried out in Salvador and Santo
    Amaro da Purificação, in Bahia. Several interviews were carried out with male and
    female masters, researchers, male and female makers of Maculelê, which culminated
    in the making of a feature-length documentary video entitled “Maculelê: entre sticks
    and grimas”. Finally, the work intends to think about how the image and the visual
    dilate the field of epistemologies, methodologies and ways of producing knowledge.
    With this, we seek to continue with questions that feed debates about Maculelê,
    collaborating with studies that deal with the reflection of Brazilian dances.

3
  • Larissa Verbisck Alcântara Bonfim
  • DANÇA, GIRO DECOLONIAL E PRÁTICAS DOCENTES: QUANDO A RETA SE CURVA

  • Orientador : FERNANDO MARQUES CAMARGO FERRAZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA PAULA ABRAHAMIAN DE SOUZA
  • FERNANDO MARQUES CAMARGO FERRAZ
  • THIAGO SANTOS DE ASSIS
  • Data: 18/05/2023

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação foi desenvolvida na linha de pesquisa “Dança e Diáspora Africana:
    expressões poéticas, políticas, educacionais e epistêmicas” do Programa de Pós Graduação
    em Dança - UFBA. Neste presente trabalho, a autora investiga suas próprias práticas docentes
    como professora de Dança na educação básica a partir de processos de implicação com as
    pedagogias decoloniais (WALSH, 2017) e afrorreferenciadas (SIMAS e RUFINO, 2018;
    RUFINO, 2019; PETIT, 2015; ROSA, 2013; FERREIRA, 2019). O reconhecimento das
    violências físicas, psíquicas, simbólicas e epistêmicas coloniais e racistas que fundam a
    sociedade ocidental estruturada sob a égide da modernidade, com seus ideais de progresso e
    desenvolvimento, e a compreensão que as perspectivas educacionais, de forma geral,
    continuam fortemente orientadas por esse paradigma, foram as inquietações impulsionadoras
    deste trabalho. Essa pesquisa desenvolvida na componente curricular Dança do Colégio de
    Aplicação da Universidade de Pernambuco, então, investigou a noção de professoralidade
    (ASSIS, 2018; PEREIRA, 2013) e, nesse sentido, em termos metodológicos, a (auto)biografia
    (JOSSO, 2004; NÓVOA, 2010, BOLÍVAR, 2002) configurou-se como um caminho relevante
    para esse estudo. Após a contextualização do termo Giro Decolonial segundo o grupo
    Modernidade/Colonialidade, esse aporte teórico foi relativizado e criticado (CUSICANQUI,
    2010) e práticas artístico-pedagógicas experienciadas foram partilhadas e analisadas
    provocadas pela compreensão de que a descolonialidade não se restringe à área acadêmica e
    seus debates epistemológicos (CURIEL, 2019; CARVALHO, 2018). Essas experimentações
    em sala de aula, construídas em diálogo com as turmas de estudantes, foram elaboradas de
    modo a trazer a tona discussões relacionadas à diversidade, pluralidade e interculturalidade e
    apontam saídas para as problematizações dos preceitos universalizantes, hierarquizantes e
    eurocêntricos no ensino de Dança na escola.


  • Mostrar Abstract
  • This work was developed in the research line of “Dance and African Diaspora: poetic,
    political, educational and epistemic expressions” of the postgraduate program in Dance -
    UFBA. The objective of this dissertation is to investigate the performance of a Dance teacher

    in basic education from processes of implication with decolonial (WALSH, 2017) and
    afro-referenced pedagogies (SIMAS and RUFINO, 2018; RUFINO, 2019; PETIT, 2015;
    ROSA, 2013; FERREIRA, 2019). The recognition of colonial and racist physical, psychic,
    symbolic and epistemic violence that found western society structured under the aegis of
    modernity, with its own ideals of progress and development, and the understanding that
    educational perspectives, in general, remain strongly oriented by this paradigm, were the
    driving concerns of this work. This research developed in the Dance curricular component of
    the Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Pernambuco, explored the notion of
    professorship (ASSIS, 2018; PEREIRA, 2013) and, in this sense, in methodological terms,
    the (auto)biography (JOSSO, 2004 ; NÓVOA, 2010, BOLIVAR, 2002) was configured as a
    relevant path for this study. After contextualizing the term Decolonial Turn according to the
    Modernity/Coloniality group, this theoretical contribution was relativized and criticized
    (CUSICANQUI, 2010) and the artistic-pedagogical practice in basic education was shared
    and analyzed so that decoloniality is not restricted to the academic area and its
    epistemological debates (CURIEL, 2019; CARVALHO, 2018). These experimental practices
    in the classroom, built in dialogue with the groups of students, were designed to bring up
    discussions related to diversity, plurality and interculturality and seek solutions based on the
    problematization of universalizing, hierarchical and Eurocentric precepts in Dance teaching
    at school.

4
  • Sabrina Rayna Vilar de Queiroz
  • QUAL O LUGAR DAS MULHERES NA DANÇA DE SALÃO? UM ESTUDO
    SOBRE A PRESENÇA DAS PROFESSORAS DE DANÇA DE SALÃO EM

    CAMPINA GRANDE

  • Orientador : MARCIA VIRGINIA MIGNAC DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • MARCIA VIRGINIA MIGNAC DA SILVA
  • PAOLA DE VASCONCELOS SILVEIRA
  • Data: 05/07/2023

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação surge com a tarefa de romper com as narrativas hegemônicas
    sobre a Dança de Salão na Paraíba, eixo Campina Grande, que por muito tempo
    tenderam a insistir na manutenção de uma história única das pessoas fazedoras.
    Teve como objetivo analisar criticamente a presença da mulher enquanto
    docente, no contexto de ensino da Dança de Salão, com o interesse em
    questionar o lugar do homem, tido como sujeito sabedor. Para isso, por meio de
    leituras e análises sistemáticas, foi construído um referencial teórico concernente
    às relações estabelecidas entre Dança de Salão, corpo e docência, em diálogo
    com os estudos de gênero e sexualidades, feminismos interseccionais e
    decoloniais. Destacam-se pessoas pesquisadoras como Katz e Greiner (2005,
    2021); Silveira (2018; 2021); Polezzi (2020); Ribeiro (2019); Nascimento (2021);
    Lugones (2019); Oyèronké (2021); Akotirene (2019); Kilomba (2020); Spivack
    (2010) e bell hooks (1989; 2013). A abordagem metodológica combinou,
    pesquisa de campo via aplicação de entrevistas semiestruturadas e análise dos
    exemplos que constituem o corpus da pesquisa. Espera-se que este estudo
    contribua para um levantamento de questões para um debate mais amplo, ao
    mesmo tempo que histórias não contadas possam insurgir para a decolonização
    do ensino. Por fim, propõe-se fomentar possibilidades de uma docência
    transgressora, que permita diversas experiências de mulheridades que desafie
    os poderes patriarcais e a recusa da subalternidade imposta aos corpos das
    mulheres, assim como uma transformação da consciência histórica e a
    reavaliação do protagonismo das pessoas docentes, sobretudo em uma dança
    que a generificação dos corpos é também um lugar de poder.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation comes up with the task of breaking with the hegemonic
    narratives about the Ballroom Dance in Paraíba, axis Campina Grande, which for
    a long time tended to insist on the maintenance of a unique history of the doers.
    It aimed to critically analyze the presence of women as teachers, in the context
    of teaching Ballroom Dance, with the interest in questioning the place of the man,
    considered as a knowing subject. For this, through systematic readings and
    analysis, a theoretical framework was built concerning the relations established
    between Ballroom Dance, body and teaching, in dialogue with the studies of
    gender and sexualities, instersectional and decolonial Feminisms. Researchers
    such as Katz and Greiner (2005, 2021); Silveira (2018; 2021); Polezzi (2020);
    Ribeiro (2019); Nascimento (2021); Lugones (2019); Oyèronké (2021); Tireakone
    (2019); Kilomba (2020); Spivack (2010) and BeokHoll (1989). The

    methodological approach combined, field research through application of semi-
    structured interviews and analysis of the examples that constitute the corpus of

    the research. It is expected that this study will contribute to a survey of issues for
    a broader debate, while untold stories can rise for the decolonization of teaching.
    Finally, it is proposed to foster possibilities for a transgressive teaching, which
    allows various experiences of women who challenge the patriarchal powers and
    the refusal of subordination imposed on the bodies of women, as well as a
    transformation of historical consciousness and the reevaluation of the
    protagonism of teaching people, especially in a dance that the generification of
    bodies is also a place of power.

5
  • Joceline Gomes Silva
  • E O VERBO SE FEZ MÃE: MATRIARCADO E ORALIDADE
    NAS DANÇAS NEGRAS

  • Orientador : FERNANDO MARQUES CAMARGO FERRAZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DEISE DE BRITO
  • FERNANDO MARQUES CAMARGO FERRAZ
  • MARIA DE LURDES BARROS DA PAIXÃO
  • Data: 18/08/2023

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa investiga a influência do matriarcado e da oralidade no ensino e
    disseminação das danças afro-brasileiras, também chamadas “Danças Negras”.
    Será demonstrada a importância das mulheres negras na produção e disseminação
    de saberes corporais por meio da descrição da participação feminina na construção
    de novas corporeidades, a partir de saberes ancestrais africanos. Por meio da
    revisão bibliográfica sobre matriarcado, tradição oral e cultura afro-brasileira, iremos
    localizar as mulheres negras como detentoras do saber corporal que possibilitou a
    criação, desenvolvimento e popularização das danças negras. Foram entrevistadas
    quatro artistas interlocutoras, a fim de coletar impressões e experiências sobre os
    tópicos pesquisados. Uma oficina realizada em Brasília-DF aplicou os
    conhecimentos adquiridos ao longo da pesquisa em três dias de aulas e os
    resultados também são compartilhados aqui.


  • Mostrar Abstract
  • This research explore the influence of matriarchy and the orality in teaching and
    disseminating of Afro-brazilian dances, also named “Black Dances”. It will be
    demonstrated the importance of women in the production and dissemination of body
    knowledge through the description of female participation in the construction of new
    corporeities as from African ancestry knowledge. Through the literature review about
    matriarchy, oral tradition and Afro-brazilian culture, women will be presented as the
    holders of body knowledge that enabled creation, development and popularization of
    Black Dances. Four artists were interviewed so it could be colected impressions and
    experiences about the researched topics. A workshop held in Brasília-DF applied the
    knowledge acquired during the research in three days of classes and the results are
    also shared here.

6
  • ALDREN LINCOLN BARRETO DE ALMEIDA
  • Narrações dos Corpos: constelações como
    atualizações em Dança

  • Orientador : ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • IARA CERQUEIRA LINHARES DE ALBUQUERQUE
  • MARIA DE LURDES BARROS DA PAIXÃO
  • Data: 30/11/2023

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa propõe a análise de processos artísticos/educativos desenvolvidos pelo
    autor em sua atuação como artista, educador e gestor cultural, utilizando as narrações
    das histórias de vidas como estratégia metodológica para o desenvolvimento das
    constelações como atualizações em dança. Entendemos que as atualizações se
    constituem em coletividade, de várias formas. São muitas imagens: visuais,
    sensoriais, táteis, textuais, verbais que se articulam tecendo constelações. As
    narrações se estruturam coletivamente e geram sentidos a partir dos afetos
    (Spinoza/Safatle), com pessoas implicadas com ética e democracia para o
    desenvolvimento de significados (Bittencourt Machado/Macedo/Josso) para gerar
    atualizações de si, de outras pessoas e atualizações de danças que ecoem para
    outros corpos e outros processos de ensino aprendizagem. Compreendemos que não
    é possível dissociar atualização de implicação, de afetos, de divergências, de
    problematizações e de histórias de vida. Lógico que não se trata de relatar todas as
    experiências dos corpos e suas vivências, mas apostar no entendimento de que o
    corpo que dança não está apartado dos diversos tipos de relações que estabelece.
    Dança com elas, as que são possíveis, e não há controle absoluto sobre isso. Para o
    desenvolvimento deste argumento, observamos ações específicas que aconteceram
    durante a pesquisa implicadas nas histórias de vidas de artistas, professoras(es),
    estudantes e familiares: a primeira ação foi o desenvolvimento da Revista LAMBE
    (2021 e 2022), que integrou a Plataforma de ações "INTERVALOS" do Grupo de
    Pesquisa Labzat, dobra 01, vinculada ao Projeto de Pesquisa Imagens como
    Acontecimentos: mapeamentos do corpo, mapeamentos do mundo e que se
    apresenta, aqui, como um outro tipo de configuração de dissertação. A segunda ação
    foi a criação da performance "Antes de dizer Adeus", com o Balé do Teatro Castro
    Alves (BTCA - 2022). A terceira ação é uma análise sobre a gestão pública em dança
    no Centro de Formação em Artes/Escola de Dança da FUNCEB (2018 a 2023).
    Considerando a natureza do objeto de estudo optou-se pela abordagem qualitativa,
    por meio da etnopesquisa-formação e das histórias de vidas implicadas no
    levantamento de questões necessárias para a construção da pesquisa. Constelamos
    para colaborar com esta discussão, autores como Roberto Sidnei Macedo, em seus
    estudos sobre a etnopesquisa-formação e a pesquisa com a experiência; Adriana
    Bittencourt (2012), em suas pesquisas sobre imagens, acontecimentos e a natureza
    da permanência; Marie Christine Josso (2009) e Rita de Cássia de Jesus (2010), com
    a formação por meio das histórias de vida e outros aportes teóricos como Jorge
    Larrosa (2005), Jussara Setenta (2008), Beth Rangel (2014), entre outras teóricas e
    outros teóricos.


  • Mostrar Abstract
  • This research proposes the analysis of artistic/educational processes developed by
    the author in his work as an artist, educator and cultural manager, using the narrations
    of life stories as a methodological strategy for the development of constellations as
    updates in dance. We understand that the updates constitute a collectivity, in several
    ways. There are many images: visual, sensory, tactile, textual, verbal that are
    articulated by weaving constellations. The narrations are collectively structured and
    generate meanings from affections (Spinoza/Safatle), with people involved with ethics
    and democracy for the development of meanings (Bittencourt
    Machado/Macedo/Josso) to generate updates of themselves, of other people and
    updates of dances that echo to other bodies and other teaching-learning processes.
    We understand that it is not possible to dissociate updating from implication, affections,
    divergences, problematizations and life stories. Of course, it is not about reporting all
    the experiences of bodies and their experiences, but betting on the understanding that
    the body that dances is not separated from the different types of relationships it
    establishes. He dances with them, as many as possible, and there is no absolute
    control over that. For the development of this argument, we observed specific actions
    that took place during the research involved in the life stories of artists, teachers,
    students and family members: The first action was the development of LAMBE
    Magazine (2021 and 2022), which integrated the Platform of actions "INTERVALOS"
    by the Research Group Labzat, fold 01, linked to the Research Project Images as
    Events: mapping of the body, mapping of the world and which is presented here as
    another type of dissertation configuration. The second action was the creation of the
    performance "Antes de dizer Adeus", with the Castro Alves Theater Ballet (BTCA -
    2022). The third action is an analysis of public management in dance at the Funceb
    Arts Training Center/Dance School (2018 to 2023). Considering the nature of the
    object of study, a qualitative approach was chosen, through ethno-research-training
    and life stories involved in raising the questions necessary for the construction of the
    research. To collaborate with this discussion, we constellate authors such as Roberto
    Sidnei Macedo, in his studies on ethnoresearch-training and research with experience;
    Adriana Bittencourt (2012), in her research on images, events and the nature of
    permanence; Marie Christine Josso (2009) and Rita de Cássia de Jesus (2010), with
    training through life stories and other theoretical contributions such as Jorge Larrosa
    (2005), Jussara Setenta (2008), Beth Rangel (2014), among other theorists.

Teses
1
  • Renata Celina de Morais Otelo
  • Ninguém solta a mão de ninguém: cirandando com Lia de Itamaracá em mediações culturais e educacionais em

    Dança.


  • Orientador : DANIELA MARIA AMOROSO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA VALÉRIA RAMOS VICENTE
  • DANIELA MARIA AMOROSO
  • JOUBERT DE ALBUQUERQUE ARRAIS
  • LARA RODRIGUES MACHADO
  • MARCILIO DE SOUZA VIEIRA
  • Data: 05/05/2023

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa tem como tema central a dança da Ciranda pernambucana
    presidida por Lia de Itamaracá com levantamentos de seu contexto histórico,
    diaspórico e cultural. A partir dela, tecemos uma proposta pedagógica costurada
    por vias conceituais do campo da arte, da dança e da educação tendo como
    referências autores como Zeca Ligiéro, Ana Mae Barbosa, Castro Gómez, Grada
    Kilomba, Paulo Freire, Daniela Amoroso, José Jorge de Carvalho, entre
    outros.as e documentos que subsidiam a educação brasileira. Assumimos a
    contextualização, o batucar, cantar e dançar como alicerces que a fundamentam
    em uma proposta que foi elaborada no intuito de viabilizar um processo de
    mediação em danças populares, tendo a Ciranda como nossa base investigativa.
    Realizada enquanto conhecimento teórico-prático, tivemos vivências no solo
    brasileiro em aulas e laboratórios corporais realizados na Escola de Dança da
    Universidade Federal da Bahia – UFBA e pudemos experimentar essas
    proposições também no território mexicano durante o intercâmbio na Escuela
    Nacional de Danza Nellie y Gloria Campobello com estudantes da graduação em
    dança. A metodologia da pesquisa se deu na perspectiva da etnocenologia
    trazendo Pradier e Amoroso no escopo teórico e a etnopesquisa crítica de
    Roberto Macedo, que contribuíram para o entendimento do fenômeno cultural
    cênico assim como com nossa implicação e escolha do que tornar conteúdo
    formativo desta dança.


  • Mostrar Abstract
  • This research has as its central theme the dance of the Pernambucan Ciranda
    presided over by Lia de Itamaracá with surveys of its historical, diasporic and
    cultural context. From it, we weave a pedagogical proposal sewn by conceptual
    ways of the field of art, dance and education, having as references authors such
    as Zeca Ligiéro, Ana Mae Barbosa, Castro Gómez, Grada Kilomba, Paulo Freire,
    Daniela Amoroso, José Jorge de Carvalho , among others.as and documents
    that subsidize Brazilian education. We assume the contextualization, drumming,
    singing and dancing as foundations that underlie a proposal that was elaborated
    with the intention of enabling a process of mediation in popular dances, having
    the Ciranda as our investigative base. Performed as theoretical-practical
    knowledge, we had experiences on Brazilian soil in classes and body laboratories
    held at the Dance School of the Federal University of Bahia - and we were able
    to experience these propositions also in the Mexican territory during the
    exchange at Escuela Nacional de Danza Nellie y Gloria Campobello with
    undergraduate dance students. The research methodology took place from the
    perspective of ethnoscenology bringing Pradier and Amoroso into the theoretical
    scope and Roberto Macedo's critical ethnoresearch, which contributed to the
    understanding of the scenic cultural phenomenon as well as our implication and
    choice of what to make this dance's formative content.

2
  • Matias Santiago Oliveira Luz Júnior
  • AS NOÇÕES DE TRABALHO NA DANÇA EM GRUPOS, COMPANHIAS E COLETIVOS BRASILEIROS E SUAS RELAÇÕES COM AS POLÍTICAS CULTURAIS

  • Orientador : LUCIA HELENA ALFREDI DE MATOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALEXANDRE JOSE MOLINA
  • DANIELE PEREIRA CANEDO
  • LUCIA HELENA ALFREDI DE MATOS
  • RAFAEL GUARATO DOS SANTOS
  • RITA FERREIRA DE AQUINO
  • Data: 05/06/2023

  • Mostrar Resumo
  • A investigação se configura como um processo cartográfico de grupos, companhias e
    coletivos brasileiros e se propõe a identificar pistas sobre a noção de trabalho enunciada
    por agrupamentos artísticos, bem como analisar os impactos das políticas culturais,
    atreladas àquelas geradas pela pandemia da Covid-19, junto aos sujeitos implicados na
    pesquisa. Toma-se como metodologia a cartografia (PASSOS, KASTRUP, 2009),
    definida como uma investigação qualitativa de caráter participativo que envolve aspectos
    éticos, estéticos e políticos advindos dos sujeitos envolvidos, a partir de suas experiências
    e, também, da experiência do pesquisador. Essa metodologia dá oportunidade para que
    novas perspectivas surjam no decorrer da investigação, as quais serão validadas pelas
    percepções construídas no processo e pela triangulação dos dados. No aporte teórico,
    apresenta-se recortes historiográficos do trabalho social no Brasil e os marcos legais que
    embasaram a consolidação das classes trabalhadoras no país, bem como os aspectos
    singulares deste processo de formação, as invisibilidades e as concepções que configuram
    lógicas sobre o trabalho, estabelecendo relações com o campo da dança. Para tanto, são
    tratados aspectos ligados à história global do trabalho, suas transformações e relação com
    o campo da dança, seus mercados e sua precarização, tendo como eixo transversal a
    pandemia da Covid-19 no Brasil. Ao final, a partir da análise da colheita de dados
    realizada através de encontros virtuais, denominados de proposições performativas,
    baseado na metodologia de grupos focais (BARBOUR, 2009), traça-se um diagnóstico
    com as noções de trabalho presentes nos grupos, companhias e coletivos de dança do
    Brasil participantes desta investigação, identificando as distintas concepções e
    reivindicações do setor da dança enquanto categoria de trabalhadores.


  • Mostrar Abstract
  • The investigation was configured as a cartographic process of Brazilian groups,
    companies and collectives and aimed to identify clues about the notion of work
    enunciated by artistic groups, as well as to analyze the impacts of cultural policies, linked
    to those generated by the Covid-19 pandemic, together with the subjects involved in the
    research. Cartography is used as a methodology (PASSOS, KASTRUP, 2009), defined
    as a qualitative investigation of a participatory nature that involves ethical, aesthetic and
    political aspects arising from the subjects involved, based on their experiences and also
    on the researcher's experience. This methodology gives the opportunity for new
    perspectives to emerge during the investigation, which will be validated by the clues built
    in the process and by the triangulation of the data. In the theoretical framework,
    historiographical excerpts of social work in Brazil and the legal frameworks that
    supported the consolidation of the working classes in the country are presented, as well
    as the unique aspects of this formation process, the invisibilities and the conceptions that
    configure logics about work, establishing relationships with the field of dance. To this
    end, aspects related to the global history of work are treated, its transformations and
    relationship with the field of dance, its markets and its precariousness, having as a
    transverse axis the Covid-19 pandemic in Brazil. In the end, based on the analysis of the
    data collection carried out through virtual meetings, called performative propositions,
    based on the methodology of focus groups (BARBOU, 2009), a diagnosis was drawn with
    the notions of work present in groups, companies and collectives of dance in Brazil
    participating in this investigation, identifying the different conceptions and demands of
    the dance sector as a category of workers.

3
  • AMANDA NEVES DA ROCHA MOTA
  • DEPOIS DO FIM DO OBJETO: A RELAÇÃO OBJETO-CORPO NA ARTE E SUAS TRANSFORMAÇÕES PARA A DANÇA

     

  • Orientador : FABIANA DULTRA BRITTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • FABIANA DULTRA BRITTO
  • JANAINA BECHLER
  • MARCIA DE NORONHA SANTOS FERRAN
  • ROALENO RIBEIRO AMANCIO COSTA
  • Data: 23/08/2023

  • Mostrar Resumo
  • O objetivo principal desta tese é descrever as transformações na categoria de objeto ocorridas ao longo da história da arte e sua relação com o corpo, que se estreita na linguagem da performance artística. É nas obras de Hélio Oiticica e Lygia Clark que reconheceremos como ícones os trabalhos que irão demonstrar que o objeto artístico, depois de seu fim, se tornará acontecimento. Para tal, faremos uma análise do objeto artístico e suas transformações a partir de movimentos da arte moderna, ao passo em que ampliaremos o conceito de objeto em diálogo com o corpo. Resgato a teoria do não objeto de Ferreira Gullar para constatar o fim do objeto e defender que após seu fim o objeto tornou-se acontecimento. A investigação se expande para a problemática do consumo, da destruição do ecossistema e a pertinência de se pensar numa ético-poética nos fazeres atuais, compreendendo a potencialidade do objeto enquanto entidade em trânsito, em processo, com a capacidade de ativar em nós estados estéticos através da experiência relacional.


  • Mostrar Abstract
  • The main objective of this thesis is to describe the transformations in the object category that occurred throughout the history of art and its relationship with the body, which narrows in the language of artistic performance. It is in the works of Hélio Oiticica and Lygia Clark that we will recognize as icons the works that will demonstrate that the artistic object, after its end, will become an event. To this end, we will analyze the artistic object and its transformations based on modern art movements, while expanding the concept of object in dialogue with the body. I rescue Ferreira Gullar's theory of the non-object to verify the end of the object and defend that after its end the object became an event. The investigation expands to the problem of consumption, the destruction of the ecosystem and the pertinence of thinking about an ethical-poetic approach to current practices, understanding the potential of the object as an entity in transit, in process, with the ability to activate aesthetic states in us through relational experience.

4
  • Francisco Roberto de Freitas
  • Dança como Componente Curricular: uma educação integral em Teresina

  • Orientador : RITA FERREIRA DE AQUINO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RITA FERREIRA DE AQUINO
  • THIAGO SANTOS DE ASSIS
  • SHARA JANE HOLANDA COSTA ADAD
  • PAULO PETRONÍLIO CORREIA
  • ISABEL MARIA MEIRELLES DE AZEVEDO MARQUES
  • Data: 04/10/2023

  • Mostrar Resumo
  • A pesquisa abordou a dança como componente curricular do Ensino Fundamental. O objetivo principal foi investigar saberes e fazeres teoricopráticos de natureza conceitual, procedimental e atitudinal para formulação de uma proposta de referencial curricular para o ensino de Dança como componente do Ensino Fundamental, nas escolas de Tempo Integral da Prefeitura de Teresina, Piauí. As seguintes perguntas mobilizaram o desenvolvimento da investigação: de que forma/s a Dança está inserida nas escolas? Como a Dança tem sido abordada no Ensino Fundamental? Quais os principais avanços e desafios da inserção da Dança no Ensino Fundamental como componente curricular? A partir da inserção da Dança pela Secretaria Municipal de Educação
    de Teresina, Piauí, compomos nossa metodologia com base no método da cartografia, sob a forma de uma pesquisa~intervenção, desenvolvida a partir da seguinte questão: O que pode a Dança como componente curricular no Ensino Fundamental? A apresentação da tese é em perspectiva rizomática, a partir do pensamento de Gilles Deleuze e Félix Guattari, composta por sete brotos. Dentre as intensidades da pesquisa, nos dedicamos sobretudo a investigar a iniciativa em curso no referido município, desde 2018, que vem consolidando a Dança como componente curricular nas Escolas de Tempo Integral. Para tanto, abordamos noções como: corpo, dança, ensino de dança, educação integral, autonomia e emancipação em diálogo com estudos de pesquisadoras/es como Isabel Marques, Beth Rangel, Rita Aquino, Shara Adad, Thiago Assis, Paulo Petronílio, Paulo Freire,
    Jaques Rancière e Boaventura de Sousa Santos. Realizamos ainda uma revisão da trajetória de inserção da Dança no Ensino Fundamental desde a LDB 9.496/1996 à implementação da BNCC e um mapeamento de referenciais curriculares em Dança nas capitais dos vinte e seis estados brasileiros e Distrito Federal. A pesquisa resultou na publicação “Componente Curricular Dança: uma proposta para o Ensino Fundamental” – referencial curricular concebido em quatro eixos que se entrelaçam: estudos do corpo; relações entre o corpo e o mundo; contextualização histórica; e, processo de criação como aprendizagem. Por pressupor a coimplicação entre formação de pessoas professoras e práxis didático-pedagógica, e pela contingência de não existir curso de
    licenciatura em Dança no Piauí, o processo de elaboração da publicação ocorreu em diálogo com docentes da rede municipal em contextos de formação continuada promovidos pela própria SEMEC/Teresina em 2020, um dos quais em parceria com a Universidade Federal da Bahia como curso de extensão. Esta proposta foi vivenciada também junto a crianças e jovens do Ensino Fundamental em diferentes escolas, de 2020 a 2022. Os resultados da pesquisa confirmam que compreender a Dança como área de conhecimento, na perspectiva de componente curricular do Ensino Fundamental, contribui diretamente para a educação integral de crianças e jovens na contemporaneidade, que aqui tratamos como formação artística~educacional.


  • Mostrar Abstract
  • The research addressed dance as a curricular component of Elementary School. The main objective was to investigate knowledge and theoretical-practical practices of a conceptual, procedural, and attitudinal nature to formulate a proposal for a curricular framework for teaching Dance as a component of Elementary Education, in Full-Time schools in the City of Teresina, Piauí. The following questions mobilized the development of the investigation: in what way/s is Dance inserted in schools? How has Dance been approached in Elementary School? What are the main advances and challenges of inserting Dance in Elementary School as a curricular component? From the insertion of Dance by the Municipal Education Department of Teresina, Piauí, we compose our methodology based on the cartography method, in the form of a research~intervention, developed from the following question: What can Dance as a curricular component in the Elementary school? The presentation of the thesis is in rhizomatic perspective, from the thought of Gilles Deleuze and Félix Guattari, composed of seven buds. Among the research intensities, we are mainly dedicated to investigating the initiative underway in that municipality, since 2018, which has been consolidating Dance as a curricular component in Full-Time Schools. To do so, we approach notions such as: body, dance, dance teaching, integral education, autonomy, and emancipation in dialogue with studies of researchers such as: Isabel Marques, Beth Rangel, Rita Aquino, Shara Adad, Thiago Assis, Paulo Petronílio, Paulo Freire, Jaques Rancière and Boaventura de Sousa Santos. We also carried out a review of the trajectory of insertion of Dance in Elementary Education from the LDB 9.496/1996 to the implementation of the BNCC and a mapping of curricular references in Dance, in the capitals of twenty-six Brazilian states and the Federal District. The research resulted in the publication “Dance Curriculum Component: a proposal for Elementary Education” – a curricular reference conceived in four intertwining axes: studies of the body; relations between the body and the world; historical contextualization; and process of
    creation as learning. As it presupposes the co-implication between the training of teachers and didactic-edagogical praxis, and due to the contingency that there is no degree course in Dance in Piauí, the process of preparing the publication took place in dialogue with teachers from the municipal network in contexts of continuing formation course, promoted by the SEMEC/Teresina itself in 2020, one of which in partnership with the Federal University of Bahia as an extension course. This proposal was also experienced with elementary school children and young people in different schools, from 2020 to 2022. The research results confirm that
    understanding Dance as an area of knowledge, from the perspective of a curricular component of Elementary School, directly contributes to education of children and young people in contemporary times, which, here, we treat as artistic~educational training.

2022
Dissertações
1
  • JOÃO PAULO PETRONÍLIO
  • CATIÇO: A CONSTRUÇÃO DO CORPO NEGRO NA ENCRUZILHADA

  • Orientador : AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • FERNANDO MARQUES CAMARGO FERRAZ
  • INAICYRA FALCÃO DOS SANTOS
  • Data: 07/03/2022

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa, que tem como tema “Catiço: a construção do corpo negro na
    encruzilhada”, é fruto da relação intíma do pesquisador com o acervo
    sociocultural e filosófico que constitui as dimesões performáticas sobre Exu em
    suas condições e traduções possíveis pela diáspora transatlântica: África x
    Brasil, tendo como recorte as recriações do mesmo signo cultural/divindade em
    territórios brasileiros, os Exus e as Pombagiras — nomeados também de forma
    popular como Catiços, Castiços, escravos, encatados e outros. Desse modo,
    este estudo propõe uma reflexão crítica dos caminhos cruzos em que a
    simbologia de Exu, em suas diversas traduções, se estabeleceu como um signo
    central do acontecimento da cultura africana no Brasil. A partir de um processo
    metodológico que vê no corpo o lugar primeiro da experiência exuzíaca, o

    trabalho se desenvolveu a partir das memórias que constituem o próprio-
    corpo/ser do pesquisador, bem como da relação intíma de troca e escuta com

    outros sujeitos-corpos, nomeados de “guardiões das memórias”, que estão
    imersos nos contextos (candomblés, umbandas e outros) que produzem e dizem
    sobre os Exus e as Pombagiras. Como desdobramento de tais relações, a
    pesquisa conclui-se como um pensamento de dança assentado nas
    complexidades das práticas performáticas brasileiras centradas no negro, a
    partir da investigação do acontecimento corporal, estético e político presente nas
    performances de Exu e Pombagira. É proposto o pensamento de dança
    nomeado como “Vibrar, girar, desiquilibrar, cair e voltar: o acontecimento
    corporal de Exus e Pombagiras”, um fazer artístico contra-hegemônico que
    suscita novas narrativas e possibilidades epistêmicas para aréa de
    conhecimento da dança no Brasil. Para isso, foram fundamentais os conceitos
    de “performance-ritual” de Martins (2002), os estudos de “Corpo-Ancestralidade”
    de Santos (2006) e “The State of Research on Performance in Africa” de Drewal
    (1999). Como materialização do caminho conceitual e prático desta pesquisa,
    produziu-se uma obra cinematográfica de curta-metragem nomeada de
    CATIÇO, um filme de dança produzido por João Petronílio, Laryssa Machada e
    Victor Mota, dísponivel através da tecnologia de acesso leitor de códigos Q.R
    code no último capítulo desta dissertação.


  • Mostrar Abstract
  • This research, whose theme is “Catiço: the construction of the black body at the
    crossroads”, is the result of the researcher's intimate relationship with the
    sociocultural and philosophical heritage that constitutes the performative

    dimensions of Exu in its conditions and possible translations by the transatlantic
    diaspora: Africa x Brazil, having as a cut the recreations of the same cultural
    sign/divinity in Brazilian territories, the Exus and the Pombagiras — also popularly
    named as Catiços, Castiços, slaves, encatados and others. In this way, this study
    proposes a critical reflection of the cross paths in which the symbology of Exu, in
    its various translations, established itself as a central sign of the event of African
    culture in Brazil. From a methodological process that sees the body as the
    primary place of the exuziac experience, this work was developed from the
    memories that constitute the researcher's own-body/being, as well as the intimate
    relationship of exchange and listening with other subjects-bodies, named
    “guardians of memories”, who are immersed in the contexts (candomblés,
    umbandas and others) that produce and say about the Exus and Pombagiras. As
    an unfolding of such relationships, the research concludes as a dance thought
    based on the complexities of Brazilian performance practices centered on the
    black, from the investigation of the corporal, aesthetic and political event present
    in the performances of Exu and Pombagira. It proposes the dance thinking named
    “Vibrate, spin, unbalance, fall and come back: the corporal event of Exus and
    Pombagiras”, a counter-hegemonic artistic making that raises new narratives and
    epistemic possibilities for the area of knowledge of dance in Brazil. For this, the

    concepts of “performance-ritual” by Martins (2002), the studies of “Body-
    Ancestry” by Santos (2006) and “The State of Research on Performance in

    Africa” by Drewal (1999) were fundamental. As a materialization of the conceptual
    and practical path of this research, a short cinematographic movie called
    “CATIÇO” was produced, a dance film by João Petronílio, Laryssa Machada and
    Victor Mota, available through a QR code in the last chapter of this dissertation.

2
  • SOFIA SERAPHIM
  • DANÇAS DE PAR POR IMAGEM E IMAGINAÇÃO: CONSIDERAÇÕES

    SOBRE DANÇA, SEXUALIDADE E SEXO

  • Orientador : FERNANDO MARQUES CAMARGO FERRAZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • PAOLA DE VASCONCELOS SILVEIRA
  • FERNANDO MARQUES CAMARGO FERRAZ
  • LENIRA PERAL RENGEL
  • Data: 28/04/2022

  • Mostrar Resumo
  • A pesquisa traz um olhar investigativo sobre as relações entre dança,
    sexualidade e sexo a partir das danças de par por imagem e imaginação. As
    inquietações que deram início a pesquisa emergiram das vivências da autora
    como professora e praticante de danças de salão. Para a realização deste
    trabalho, foi adotada a pesquisa exploratória, a partir das referências em filmes
    e obras coreográficas nas quais foi possível identificar as aproximações entre
    dança, sexualidade e sexo, visando ampliar os conhecimentos acerca do tema.
    Durante o levantamento dos materiais foi necessário destacar as danças de par
    – imagem e as danças de par – imaginação, que consideram, respectivamente,
    a formação de um par em cena e demais possibilidades de pares a partir da
    imaginação do espectador com base na compreensão de que a dança comunica,
    expressa e estimula o imaginário (HANNA, 1999). A análise dos materiais
    possibilitou a identificação de padrões machistas e heteronormativos
    (MISKOLCI, 2012), que excluem a diversidade nas relações e modos de
    existência. Através de Foucault (1988) e Preciado (2014), discute-se a
    sexualidade como dispositivo de controle sobre os indivíduos. Em contraponto,
    Nunes Filho (2012) e Lorde (2009) vislumbra-se o corpo e o erotismo como
    potência de enfrentamento as lógicas predominantes.


  • Mostrar Abstract
  • This research investigates the interplay between dance, sexuality, and sex in
    partner dances through image and imagination. The concerns which motivated
    this research arose from the author’s experience as a ballroom dance teacher
    and practitioner. This dissertation was based on exploratory research, from
    references in movies and choreographic works depicting the common ground
    between dance, sexuality and sex, in order to increase the knowledge on the

    subject. During the material survey, it became necessary to highlight image-
    partner-dances and imagination-partner-dances, which consider, respectively,

    the formation of a pair on stage, and further pair possibilities arising from the
    spectator’s imagination, based on the comprehension that dance communicates,
    expresses and stimulates the realm of imagination (HANNA, 1999). Research
    analysis has made possible the identification of male-sexist and heteronormative
    patterns (MISKOLCI, 2012), which exclude the diversity in relationships and ways
    of life. Sexuality as a control device over individuals is discussed through
    Foulcault (1988) and Preciado (2014). As a counterpoint, through Nunes Filho
    (2012) and Lorde (2009), body and eroticism are seen as potential means of
    confrontation against prevailing thought patterns.

3
  • LEONARDO DAS CHAGAS SILVA
  • PELEJAS E ARRUDEIOS DA DANÇA/ARTE NO CURRICULUM E ATOS DE
    CURRÍCULO EM ESCOLAS MUNICIPAIS DE SÃO FRANCISCO DO
    CONDE/BAHIA: POR ENTRE ENCRUZILHADAS, MACUMBIZAÇÃO E

    PERFORMANCES AFRO-AMERÍNDIAS

  • Orientador : FERNANDO MARQUES CAMARGO FERRAZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • FERNANDO MARQUES CAMARGO FERRAZ
  • ROBERTO SIDNEI ALVES MACEDO
  • Data: 18/05/2022

  • Mostrar Resumo
  • O construto investigativo deste trabalho trata do acontecimento e configuração da Dança/Arte no curriculum e
    atos de currículo, em escolas municipais do Ensino Fundamental de São Francisco do Conde-Bahia. Procurando

    ajustar-se, pois, às prerrogativas da linha de pesquisa Mediações culturais e educacionais em Dança, do PPG-
    Dança da UFBA, cuja dedicação volta-se trans e interdisciplinarmente ao estudo das concepções, composições e

    implicações políticas, culturais e educacionais que apresentam e dialogam com processos e formas de configuração
    em Dança, em diversas circunstâncias. Assim, manifestam-se como suas principais problemáticas especulativas as
    decorrentes questões: como acontece e se configura a Dança/Arte no currículo e atos de currículo em ambientes
    escolares da Educação Básica municipal de São Francisco do Conde, numa dimensão antirracista? Que
    proposições podem ser constituídas para o ensino-aprendizado da Dança/Arte no currículo sanfranciscano com

    base na experiência docente e/ou a partir da heurística construída pela pesquisa em pauta? Nesse sentido, objetiva-
    se compreender propositivamente como acontece e se configura o ensino-aprendizado da Dança/Arte no currículo

    e atos de currículos em escolas do Ensino Fundamental da Rede Municipal de Educação Básica de São Francisco
    do Conde, através da perspectiva antirracista, galgado na experiência docente e nos encontros com as comunidades
    escolares. Para tanto, por meio da abordagem qualitativa, tendo a pesquisa de campo como procedimento
    investigativo, aproxima-se dos estudos da Antropologia, baseando-se na observação participante (INGOLD,
    2016); da Filosofia da Ancestralidade (OLIVEIRA, 2005), dos Estudos da Performance (LIGIÉRO, 2011), da
    Pedagogia das encruzilhadas (RUFINO, 2019), assim como do campo do Currículo (FORQUIN, 1996), (SILVA,
    2005), (MACEDO, 2017) e (LOPES & MACEDO, 2011). A partir disso, explana-se o conceito de atos de
    currículo de Macedo (2017), enquanto dispositivo formativo, as noções de performance, de Ligiéro (2011), assim
    como as ideias conceptuais de corpo, encruzilhada e terreiro (RUFINO, 2019), da mesma forma de macumba

    (SIMAS & RUFINO, 2018) e macumbização (MALOMALO, 2016), à luz da sapiência da tradição cultural afro-
    ameríndia e afro-brasileira, em contraponto ao racismo cultural (FANON, 1980, apud ALMEIDA, 2018) e

    racismo epistêmico (MIGNOLO, 2008, apud RUFINO, 2019), que afeta ordinariamente as instituições e a maioria
    dos corpos negros que configuram, majoritariamente, as escolas municipais sanfranciscanas e as públicas do
    Brasil, em geral. A principal justificativa deste trabalho compreende, sobremaneira, a observância das leis
    10.639/2003 e 11.645/2008, do mesmo modo que a lei 13.278/2016. Considera-se aqui, as pelejas e os arrudeios

    como modos de enfrentamentos estrategicamente incessantes em favor da incorporação dos saberes-fazeres afro-
    ameríndios na proposta curricular e pedagógica do ensino de Arte, enquanto forma de conhecimento escolar

    (MOREIRA & CANDAU, 2008), sem perder de vista, aliás, que seu ensinamento na escola como componente
    curricular deve prover e garantir a efetiva presença das respectivas linguagens artísticas no currículo, a saber:
    Dança, Música, Teatro e Artes Plásticas/Visuais. Arremata-se esta investigação acadêmica, considerando,
    portanto, suas discussões e reflexões em pauta numa dimensão antirracista, cuja relevância e seu posicionamento
    consiste, consideravelmente, em tensionar algumas das concepções sobre o currículo e o ensino/aprendizado da
    Arte na escola, cujos conteúdos ainda são, restritivamente, euroreferenciados.


  • Mostrar Abstract
  • The investigative construct of this work deals with the event and configuration of Dance/Art in the curriculum and
    curriculum acts, in municipal elementary schools in São Francisco do Conde-Bahia. Seeking to adjust, therefore,
    to the prerogatives of the research line Cultural and Educational Mediations in Dance, of the PPG-Dança da UFBA,
    whose dedication turns trans and interdisciplinary to the study of the conceptions, compositions and political,
    cultural and educational implications that present and dialogue with processes and forms of configuration in Dance,
    in different circumstances. Thus, its main speculative problems are the following questions: how does Dance/Art
    take place and is configured in the curriculum and curriculum acts in school environments of the municipal Basic
    Education of São Francisco do Conde, in an anti-racist dimension? What propositions can be constituted for the
    teaching-learning of Dance/Art in the San Francisco curriculum based on the teaching experience and/or based on
    the heuristic constructed by the research in question? In this sense, the objective is to purposefully understand how
    the teaching-learning of Dance/Art takes place in the curriculum and acts of curricula in elementary schools of the
    Municipal Basic Education Network of São Francisco do Conde, through the anti-racist perspective, climbed in
    the teaching experience and in the meetings with school communities. Therefore, through the qualitative approach,
    with field research as an investigative procedure, it approaches Anthropology studies, based on participant
    observation (INGOLD, 2016); from the Philosophy of Ancestrality (OLIVEIRA, 2005), from Performance Studies
    (LIGIÉRO, 2011), from the Pedagogy of Crossroads (RUFINO, 2019), as well as from the Curriculum field
    (FORQUIN, 1996), (SILVA, 2005), (MACEDO , 2017) and (LOPES & MACEDO, 2011). From this, we explain
    the concept of curriculum acts by Macedo (2017), as a training device, the notions of performance, by Ligiéro
    (2011), as well as the conceptual ideas of body, crossroads and terreiro (RUFINO, 2019) , similarly to macumba

    (SIMAS & RUFINO, 2018) and macumba (MALOMALO, 2016), in the light of the wisdom of the Afro-
    Amerindian and Afro-Brazilian cultural tradition, in contrast to cultural racism (FANON, 1980, apud ALMEIDA,

    2018). ) and epistemic racism (MIGNOLO, 2008, apud RUFINO, 2019), which ordinarily affects the institutions
    and most black bodies that make up, mostly, San Francisco municipal schools and public schools in Brazil, in
    general. The main justification of this work comprises, above all, the observance of laws 10,639/2003 and
    11,645/2008, as well as law 13,278/2016. It is considered here, the fights and the arrudeios as ways of strategically
    incessant confrontations in favor of the incorporation of the Afro-Amerindian know-how in the curricular and
    pedagogical proposal of the teaching of Art, as a form of school knowledge (MOREIRA & CANDAU, 2008),
    without losing sight, moreover, that their teaching at school as a curricular component must provide and guarantee
    the effective presence of the respective artistic languages in the curriculum, namely: Dance, Music, Theater and
    Plastic/Visual Arts. This academic investigation is concluded, considering, therefore, its discussions and
    reflections on the agenda in an anti-racist dimension, whose relevance and its positioning consists, considerably,
    in tensioning some of the conceptions about the curriculum and the teaching/learning of Art in the school, whose
    contents are still, restrictively, Euroreferenced.

4
  • EVERTON BISPO DOS SANTOS
  • A dança do pagode baiano na escola: o corpo negro
    periférico e sua intersecção nesses contextos

  • Orientador : AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • IVANILDE GUEDES DE MATTOS
  • THIAGO SANTOS DE ASSIS
  • Data: 27/05/2022

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa tem como objetivo potencializar o entendimento da dança do pagode
    baiano enquanto mote gerador de discussões e abordagens artístico-educativas,
    preocupado com o corpo negro no cenário escolar. A problemática central apresenta a
    seguinte questão: Como o pagode baiano apresenta possibilidades para o ensino da
    dança nas escolas públicas de Salvador, compreendendo as narrativas do corpo negro
    periférico? Trazemos como referencial teórico-metodológicos os(as) seguintes
    autores(as): Mattos, para tratar da perfomance do pagode baiano no contexto escolar;
    Freire, pensando em uma educação focada nos oprimidos; Dewey, para compreender a
    relação entre experiência e educação; Marques, a fim de refletir sobre um ensino de
    dança crítico e transformador, e também Ribeiro, para pensar o lugar de fala,
    especialmente, do corpo negro. Nos apoiamos ainda na metodologia etnográfica, pelo
    viés da dança, apresentada por Dantas. Os resultados apontam para a visibilização da
    história do pagode baiano, pelo olhar de artistas da dança; um reconhecimento valorativo
    dessa dança enquanto conhecimento artístico-educativo que dialoga com diversas
    temáticas; e a contribuição epistemológica para as áreas da educação e da dança. Com
    isso, concluímos que esse estudo se faz necessário por ser uma importante ação pioneira
    no que tange a investigação específica da dança do pagode baiano na Universidade,
    junto a oferecer ferramentas para professores de dança e de outras áreas que desejem
    trabalhar com essa vertente, e ainda por se relacionar com o contexto e a realidade de
    crianças e adolescentes de escola pública.


  • Mostrar Abstract
  • This research aims to enhance the understanding of baiano pagode dance as a motto for
    artistic-educational discussions and approaches, concerned with the black body in the
    school scenario. The central problem poses the following question: How does pagode
    baiano present possibilities for the teaching of dance in the public schools of Salvador,
    including the narratives of the black peripheral body? Our theoretical and methodological
    framework is based on the following authors: Mattos, to deal with the performance of
    pagode baiano in the school context; Freire, thinking about an education focused on the
    oppressed; Dewey, to understand the relationship between experience and education;
    Marques, in order to reflect on a critical and transformative dance teaching, and also
    Ribeiro, to think about the place of speech, especially, of the black body. We also used the
    ethnographic methodology, through dance, presented by Dantas. The results point to the
    visibility of the history of pagode baiano, through the eyes of dance artists; to the
    recognition of this dance as an artistic-educational knowledge in dialogue with various
    themes; and to the epistemological contribution to the fields of education and dance.
    Therefore we conclude that this study is necessary because it is an important pioneering
    work in the specific research of the dance of pagode baiano at the University. It also offers
    tools for dance teachers and teachers of other disciplines who want to work with this style.

5
  • ANA EDWIGES SILVA BENTO
  • Uma dança que escorre: ações dançantes antimanicomiais
    com mulheres assistidas em um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) em Fortaleza.

  • Orientador : MARCIA VIRGINIA MIGNAC DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARCIA VIRGINIA MIGNAC DA SILVA
  • DANIELA MARIA AMOROSO
  • HELENA TANIA KATZ
  • Data: 30/05/2022

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa emerge da necessidade de investigar, desenvolver e aprofundar compreensões e
    articulações entre dança, corpo e a saúde mental no contexto de um Centro de Atenção
    Psicossocial (CAPS), na cidade de Fortaleza, a partir da experiência realizada nos anos de 2017
    e 2018 em um grupo com mulheres. Dessa maneira, apresenta como objeto de estudo a
    implementação da dança enquanto propositora de ações antimanicomiais com um grupo de
    mulheres assistidas em um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS). Assim, objetiva apresentar
    a dança como uma ação propositiva capaz de instaurar outras formas de vida com mulheres em
    sofrimento psicossocial. Para tanto, revisita-se a experiência de dança desenvolvida no CAPS
    nos anos de 2017 e 2018, utilizando-se de conteúdos em imagens e escritas durante a ocorrência
    do grupo e realizando entrevistas semiestruturadas com as mulheres, profissionais do serviço e
    familiares. A metodologia escolhida se constitui como uma abordagem múltipla que combina
    pesquisa bibliográfica, cartografia e pesquisa de campo. Toda a construção da pesquisa se dá a
    partir do entendimento de que as ações de dança trabalhadas no e pelo corpo que dança podem
    atiçar nesses corpos outros modos de se perceber e existir distintos das ações de intervenção
    aos quais foram submetidos, como também aos processos de subjetivação vinculados à saúde
    mental. Considerando o CAPS como locus da pesquisa, o atravessamento de saberes e práticas
    dos campos da dança, da saúde mental e dos estudos de gênero buscam abordar a complexidade
    do tema, sem a ilusão de exauri-lo. Deste modo, intenta-se compreender as relações entre a
    percepção de estados corporais e a construção de modos de existência enquanto mulheres no
    contexto de um equipamento das políticas públicas de saúde mental. Os conhecimentos
    compartilhados pelas mulheres proseiam com referenciais teóricos constituindo-se como
    possíveis intercessores na fundamentação da pesquisa, como Katz e Greiner (2005, 2015),
    Pelbart (2018, 2019), Foucault (1997, 2014), Oliveira (2009, 2012), Amarante (1994, 1995,
    2007), Santos (2011), entres outros. Intenciona-se, assim, abrir espaços para caminhos
    investigativos em dança acerca dos processos de subjetivação e formas de vida no campo da
    saúde mental e contribuir para a produção de conhecimento em que exista interlocuções entre
    arte e saúde.


  • Mostrar Abstract
  • This research emerges from the need to investigate, develop and deepen understandings and
    articulations between dance, body and mental health in the context of a Psychosocial Care
    Center, in the city of Fortaleza, based on the experience carried out in 2017 and 2018 in a group
    with women. In this way, it presents as an object of study the implementation of dance as a
    proponent of anti-asylum actions with a group of women assisted in a Psychosocial Care Center
    (CAPS). Thus, it aims to present dance as a purposeful action capable of establishing other
    ways of life with women in psychosocial suffering. To this end, the dance experience developed
    at CAPS in the years 2017 and 2018 is revisited, using content in images and writings during
    the group's occurrence and conducting semi-structured interviews with women, service
    professionals and family members. The chosen methodology is constituted as a multiple
    approach that combines bibliographic research, cartography and field research. The entire
    construction of the research takes place from the understanding that the dance actions worked
    on and by the dancing body can stir up in these bodies other ways of perceiving and existing
    different from the intervention actions to which they were submitted, as well as the processes
    of subjectivation linked to mental health. Considering the CAPS as the locus of research, the
    crossing of knowledge and practices from the fields of dance, mental health and gender studies
    seek to address the complexity of the theme, without the illusion of exhausting it. In this way,
    it is intended to understand the relationships between the perception of bodily states and the
    construction of modes of existence as women in the context of an equipment of public mental
    health policies. The knowledge shared by women interacts with theoretical references,
    constituting themselves as possible intercessors in the foundation of the research, such as Katz
    and Greiner (2005, 2015), Pelbart (2018, 2019), Foucault (1997, 2014), Oliveira (2009, 2012),
    Amarante (1994, 1995, 2007), Santos (2011), among others. It is intended, therefore, to open
    spaces for investigative paths in dance about the processes of subjectivation and ways of life in
    the field of mental health and to contribute to the production of knowledge in which there is
    dialogue between art and health.

6
  • NADILENE RODRIGUES DA SILVA
  • Dança de salão: traçados para uma ontologia constitutiva em um contexto de ontologia transcendente.

  • Orientador : LENIRA PERAL RENGEL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LENIRA PERAL RENGEL
  • ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • CECILIA BASTOS DA COSTA ACCIOLY
  • Data: 29/06/2022

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação intenta se aprofundar no ensino/aprendizagem das danças de
    salão, apontando, principalmente nas suas concepções hegemônicas. Nelas, o
    professor e sua parceira são modelos exclusivos a serem seguidos, não sendo
    ela (a mulher) vista como detentora de conhecimento. As mulheres vêm
    desempenhando importante papel na sociedade como um todo. Cada vez mais
    protagonistas tanto na esfera pessoal como na profissional. Assim, as relações
    de poder que existem entre homem e mulher nas danças de salão precisam ser
    revistas e reconfiguradas, pois essas são parte também da sociedade. A partir
    de uma revisão literária, será apresentado um breve histórico (ZAMONER,
    2017) do desenvolvimento dessas danças, nas quais as concepções
    hegemônicas são apontadas como ontologias transcendentes (MATURANA,
    2001). A proposta é expor essas transcendências e argumentar como elas
    podem se constituir em ontologias constitutivas, dentro desta prática de dança,
    tornando-as ações democráticas e não autoritárias. As metodologias se
    articulam com as minhas experiências como aluna e como professora, todavia,
    busco me juntar ao posicionamento emancipatório de muitas mulheres
    (BIROLLI, 2018). Entendidas diversas vezes como sendo uma dança social, as
    danças de salão inclinam-se a apresentar e a retratar, em suas ações,
    aspectos machistas (LENER, 2013), sexistas, heteronormativos e patriarcais,
    sustentados por um conservadorismo pouco discutido. As danças de salão não
    devem ser entendidas apenas como distração e complacentes com um hábito
    cognitivo que fomenta o nefasto patriarcado. Elas são cocondução entre as
    pessoas (FEITOZA, 2011). Entendidas assim, e corpos como corponectivos
    (RENGEL, 2021), haverá diálogos potentes para reorganizar, reorientar a
    ontologia transcendente e/ou imutável que elas parecem ter em transformação
    para uma ontologia constitutiva.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation intends to futher develop into ballroom dancing teaching-
    learning, pointing out, mainly its hegemonic conceptions. In them, the teacher

    and his partner are exclusive role models to be followed, and she (the woman)
    is not seen as a holder of knowledge. Women have played an important role in
    society as a whole. More and more protagonists both in the personal and
    professional spheres. Thus, the power relations that there are between men
    and women in ballroom dancing have to be reviewed and reconfigured, as they
    are also part of society. Based on a literary review, a brief history (ZAMONER,
    2017) of the development of these dances will be presented, in which the
    hegemonic conceptions are pointed out as transcendent ontologies
    (MATURANA, 2001). The proposal is to expose these transcendences and
    argue how they can constitute constitutive ontologies, within this dance practice,
    as they are democratic and non-authoritarian actions. The methodologies
    articulate with my experiences as a student and teacher. However, I seek to join
    the emancipatory position of many women (BIROLLI, 2018). Several times
    understood as a social dance, ballroom dances tend to present and portray in
    their actions, chauvinistic (LENER, 2013), sexist, heteronormative and
    patriarchal aspects supported by a little discussed conservatism. Ballroom
    dancing should not be understood just as distraction and complacency with a
    cognitive habit that fosters nefarious patriarchy. It is the co-conduction between
    people (FEITOZA, 2011). Being understood in this way and understanding
    bodies as corporective (RENGEL, 2021) there will be potente dialogues to
    reorganize, reorient the transcendente and/or immutable ontology that they
    seem to have in transformation to a constitutive ontology.

7
  • GARDÊNIA FERNANDES COLETO
  • [DES]INTEGRADA: INFLAMAÇÕES ARTÍSTICAS PARA UMA DANÇA COLETIVA

  • Orientador : DANIELA BEMFICA GUIMARAES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DANIELA BEMFICA GUIMARAES
  • FERNANDA CAPIBARIBE LEITE
  • RITA FERREIRA DE AQUINO
  • Data: 06/07/2022

  • Mostrar Resumo
  • A pesquisa tem como eixos moventes a ancestralidade, o feminismo e o processo artístico,
    direcionando-se à criação/reflexão de/sobre ações dançantes frente às posturas machistas e
    ultraconservadoras presentes no patriarcado. A Coletiva Rua das Vadias [nome em
    transformação] – grupo de mulheres dedicado às artes do corpo do qual sou integranteaparece
    como lugar de efervescência criativa para pensar tais ações. Rastros de sangue nos
    conduzem à descoberta de corpos violentados-silenciados-assassinados pela supremacia do
    poder androcêntrico, permeando a gestação-criação de danças de (r)existência. Críticas
    feministas à racionalidade/objetividade científica nortearão a escrita, permitindo ao texto
    contaminar-se por fragmentos imagéticos, na busca de interfaces entre texto e dança.
    Escolhemos como suporte o formato de e-zine, construindo um hipertexto a partir das
    escolhas e janelas abertas no caminho. A pesquisa esparrama-se em #8 (oito) e-zines [mais
    uma prévia do #9 (nove) por urgência de futuro]. O trânsito entre memórias individuais e
    coletivas será informado por dados estatísticos, fatos históricos, escritas documentais e
    ficcionais em torno de reflexões acerca das mudanças e perpetuações concernentes às
    violências de gênero. O referencial teórico será composto por teóricas feministas, poetas e
    artistas, transitando entre diferentes tessituras discursivas, tais como texto acadêmico,
    prosa, poesia, imagens e saberes incorporados na presença-ação-dança. Diferentes falascorpos
    conectados para questionar hierarquias limitantes do conhecer. Quais caminhos
    percorrer para o encontro dessas vozes-movimentos-corpos? Como inflamar desejos
    transformadores a partir de ações artísticas?


  • Mostrar Abstract
  • The research has as its moving axes ancestry, feminism and the artistic process, aiming at
    the creation/reflection of/on dancing actions in the face of sexist and ultraconservative
    postures present in patriarchy. Coletiva Rua das Vadias [name under transformation] – a
    group of women dedicated to the arts of the body of which I am a member – appears as a
    place of creative effervescence to think about such actions. Blood trails lead us to the
    discovery of raped-silenced-murdered bodies by the supremacy of androcentric power,
    permeating the gestation-creation of dances of (r)existence. Feminist critiques of
    scientific rationality/objectivity will guide the writing, allowing the text to be
    contaminated by imagery fragments, in the search for interfaces between text and dance.
    We chose the e-zine format as support, building a hypertext from the choices and
    windows opened along the way. The research is spread across #8eight e-zines{and a
    preview of #9nine for future urgency]. The transit between individual and collective
    memories will be informed by statistical data, historical facts, documentary and fictional
    writings around reflections on changes and perpetuations concerning gender violence.
    The theoretical framework will be composed of feminist theorists, poets and artists,
    moving between different discursive textures, such as academic text, prose, poetry,
    images and knowledge incorporated in the presence-action-dance. Different speechbodies
    connected to question limiting hierarchies of knowing. Which paths to take to
    meet these voices-movements-bodies? How to ignite transformative desires through
    artistic actions?

8
  • SHEILA MARTINS CABRAL
  • Pilates na dança: um estudo a partir do quadril com a memória corporal dos objetos para autonomia e ludicidade.

  • Orientador : LENIRA PERAL RENGEL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LENIRA PERAL RENGEL
  • LUCAS VALENTIM ROCHA
  • MARIA SOFIA VILLAS BOAS GUIMARAES
  • Data: 26/08/2022

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa qualitativa faz reflexões de análises e estuda sobre procedimentos
    metodológicos, com uma metodologia nomeada "Plano de aula Aberto" em aulas do
    Método Pilates (Clássico e Contemporâneo), com enfoque direcionado a partir do
    quadril, para a formação da pessoa. Busca como objetivo investigar a partir da
    experiência da pessoa com os Métodos e o acessório bola, modos do corpo operar
    cognitivamente que gerem a construção de conhecimento autônomo em movimento
    de dança e/ou para a vida. A hipótese que orienta esta pesquisa é a de que esta
    atenção dirigida pelo professor, desencadeie um processo de autonomia do corpo,
    ou seja, da pessoa. Aponta para a importância na formação, em virtude da prática do
    Método colaborar para a construção de ações mais conscientes dos processos
    cognitivos, surtindo possíveis procedimentos metodológicos a partir da experiência
    vivida. Como principais referenciais: Paulo Freire (1996) para tratar de autonomia,
    Lenira Rengel (2015, 2007) para a abordagem do procedimento metafórico do corpo,
    Bonnie Cohen (2015) na Abordagem Somática, António Damásio (2010) para tratar
    de imagens corporais, Bondía Larrosa (2002) para falar de experiência, Lúcia
    Pimentel (2015) para as questões de Método e Metodologia. As atividades foram
    desenvolvidas de modos presenciais e online (em razão da COVID-19), muitas
    vezes com objetos/acessórios e outras sem, apenas com os indicativos de imagens
    metafóricas. Fazendo este trabalho foi percebido a dificuldade de falar sobre esta
    região do corpo, no entanto o gesto sem palavras foi experienciado. Evidencia-se o
    Pilates contemporâneo em seu princípio respiratório, como prática em uma
    abordagem somática desencadeadora de possível contribuição para um aprendizado
    a partir do movimento como conhecimento. Neste entrelaçamento de saberes
    realizados com corpos diversos durante as aulas na extensão, os corpos
    questionaram padrões, manobras de controle, repressões e o não-domínio, como
    resultante foi construída uma cartilha, "Cartilha de Pilates na Extensão Universitária",
    que abarcou novos elementos epistemológicos para a pesquisa acadêmica em
    Dança.


  • Mostrar Abstract
  • This qualitative research reflects on analyzes and studies methodological
    procedures, with a methodology called ‘Open Lesson Plan’ in Pilates Method classes
    (Classical and Contemporary), focused from the hip, for the formation of the person.
    Seeks as an objective to investigate from the person's experience with the Methods
    and the ball accessory, ways of the body to operate cognitively that manage the
    construction of autonomous knowledge in dance movement and/or for life. The
    hypothesis that guides this research is that this attention directed by the teacher,
    trigger a process of autonomy of the body, that is, of the person. Points out the
    importance of formation, in virtue of the practice of the Method to collaborate for the
    construction of more conscious actions of the cognitive processes, giving rise to
    possible methodological procedures from the lived experience. As main references:
    Paulo Freire (1996) to deal about autonomy, Lenira Rengel (2015,2007) for the
    approach of the metaphorical body procedure, Bonnie Cohen (2015) in the Somatic
    Approach, Antonio Damásio (2010) to deal about body images, Bondía Larrosa
    (2002) to says about experience, Lúcia Pimentel (2015) for Method and Methodology
    questions. Activities were carried out in person and online (because of COVID-19),
    often with objects/accessories and sometimes without, only with the indicative of
    metaphorical images. In this work, the difficulty of talking about this region of the
    body was perceived, however the wordless gesture was experienced. Contemporary
    Pilates is highlighted in its respiratory principle, as a practice in a somatic approach,
    triggering a possible contribution to learning from movement as knowledge. Extensão
    In this intertwining of knowledge realized with different bodies during the extension

    classes, bodies questioned patterns, maneuvers of control, repressions and non-
    domination, as a result, a booklet was built, 'Pilates booklet in the University

    Extension', that embraced new epistemological elements for academic research in
    Dance.

9
  • ARTUR BRAÚNA DE MOURA
  • OBS-CENIDADES ATERRORIZANTES: CORPO E TERROR EM MOVIMENTO

  • Orientador : DANIELA BEMFICA GUIMARAES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DANIELA BEMFICA GUIMARAES
  • LUCAS VALENTIM ROCHA
  • GISELLE RODRIGUES DE BRITO
  • Data: 24/09/2022

  • Mostrar Resumo
  • Com o intuito de ampliar o panorama de investigações de procedimentos de criação em dança e
    das possibilidades de intercâmbio nos estudos de corpo e política, esta pesquisa pretende
    apresentar uma investigação que tem como alicerce o terror. Partindo do pressuposto de que é
    possível instigar no espectador de uma obra de dança percepções e sensações dos mais variados
    tipos, pretende-se, aqui, apresentar os materiais desenvolvidos em uma prática como pesquisa
    que buscam, durante a fruição, estimular, no espectador, sensações relacionadas ao medo,
    procurando apontar exemplos de narrativas que usam da alegoria de situações políticas
    aterrorizantes para questionar episódios do terror na sociedade atual. Procura-se, também, fazer
    um levantamento de exemplos de obras artísticas que usaram/usam como fundamento os
    mecanismos que tenham relação com o gênero terror. De uma maneira objetiva, esta pesquisa
    utiliza a tríade Terror (gênero cinematográfico) - Dança - Terror de Estado, no sentido de tentar
    responder ou oferecer ramificações discursivas para a questão: Como gerar estados de corpo
    aterrorizantes no campo dança usando como alegoria o Terror de Estado? A hipótese é de que é
    possível desenvolver estados de corpo aterrorizantes em dança, usando como estímulo o campo
    referencial do Terror de Estado, aliado à compreensão dos artifícios cênicos usados por obras de
    várias modalidades artísticas - prioritariamente, o cinema, mas também a dança, o teatro e a
    performance. Para esses estudos foram articulados os seguintes autores: Carroll (1999), Mbembe
    (2003; 2016), Safatle (2015), Cohen, Jerome, James, Ian (2007), Rengel, (2015), Manso (2020),
    Fernandes (2014; 2020), Vargas, Pinho (2016), Guimarães (2012; 2017), Cavarero (2009),
    Flauzina (2006), Foucault (2002), Rodrigues, (2006), Vieira (2012), Courtine (2006), Coelho
    (2008), Santaella (2007).


  • Mostrar Abstract
  • With the intention of expanding the panorama of investigations into creative procedures in dance
    and the possibilities of interchange in studies of the body and politics, this research intends to
    present an investigation that has terror as its foundation. Based on the presupposition that it is
    possible to instigate various kinds of perceptions and sensations in the spectator of a dance piece,
    we intend to present the materials developed in a research practice that seeks, during fruition, to
    stimulate fear-related sensations in the spectator, pointing out examples of narratives that use the
    allegory of terrifying political situations to question episodes of terror in today's society. It also
    seeks to make a survey of examples of artistic works that used/use as a basis the mechanisms that
    have a relationship with the horror genre. In an objective way, this research uses the triad Terror
    (cinematographic genre) - Dance - State Terror, in order to try to answer or offer discursive
    ramifications to the question: How to generate terrifying states of body in the field of dance using
    State Terror as allegory? The hypothesis is that it is possible to develop terrifying states of body
    in dance, using the referential field of State Terror as a stimulus, combined with an understanding
    of the scenic artifices used by works of various artistic modalities - primarily cinema, but also
    dance, theater and performance. The following authors were articulated for these studies: Carroll
    (1999), Mbembe (2003; 2016), Safatle (2015), Cohen, Jerome, James, Ian (2007), Rengel,
    (2015), Manso (2020), Fernandes (2014; 2020), Vargas, Pinho (2016), Guimarães (2012; 2017),
    Cavarero (2009), Flauzina (2006), Foucault (2002), Rodrigues, (2006), Vieira (2012), Courtine
    (2006), Coelho (2008), Santaella (2007).

10
  • DIOGO LINS DE LIMA
  • Mediação Cultural: um estudo sobre o ensino de dança no
    programa MedioTec – Dança em Pernambuco.

  • Orientador : RITA FERREIRA DE AQUINO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EVERSON MELQUÍADES ARAÚJO DA SILVA
  • DANIELA BEMFICA GUIMARAES
  • RITA FERREIRA DE AQUINO
  • Data: 08/10/2022

  • Mostrar Resumo
  • A partir da identificação do problema das formas de desigualdade presentes na
    sociedade, em especial no que diz respeito ao acesso à arte e a cultura, o objetivo
    principal desta pesquisa foi compreender as contribuições da mediação cultural para
    o ensino de dança em contexto escolar, estabelecendo como recorte a educação
    profissional no estado de Pernambuco. A hipótese investigada foi de que o ensino
    de dança via mediação cultural contribui para a elaboração de leituras críticas de si e
    do mundo, as quais possibilitam ampliar oportunidades de acesso à arte e a cultura.
    A abordagem da investigação foi exploratória, descritiva e analítica. O desenho
    metodológico teve como referência principal o estudo de caso único da experiência
    de mediação cultural no ensino de dança realizada no Curso Técnico de Dança do
    Programa MedioTec na cidade de Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana
    de Recife, nos anos de 2017 a 2018. Para tanto, a pesquisa baseou-se em múltiplas
    fontes de evidência: análise de documentos, entrevistas semiestruturadas, relatos
    autobiográficos e registros de observação participante. A revisão de literatura contou
    com as contribuições de Aquino e Assis (2017); Andrade (2018); Barbosa (1989,
    2014); Coutinho (2011); Dayrell (1996); Freire (1996, 2020); hooks (2017); Louppe
    (2012); Marques (2010); Martins (2012); Oliveira (2011) e Perrotti (2016). A
    investigação demonstrou que o MedioTec - Dança possibilitou a estudantes do
    ensino médio a inserção em circuitos culturais dos quais não participavam até então.
    Além disso, a conscientização sobre o direito a artes e a cultura contribuiu para o
    desenvolvimento de projetos culturais pelos/as estudantes dentro de suas próprias
    comunidades. A hipótese foi comprovada, explicitando que a consolidação de
    hábitos culturais demanda ações continuadas, o que aponta, sobretudo, para a
    importância do investimento em políticas públicas de educação e cultura, caminho
    efetivo para proporcionar mudanças estruturais e na sociedade.


  • Mostrar Abstract
  • From the identification of the problem of the forms of inequality present in society,
    especially with regard to access to art and culture, the main objective of this research
    was to understand the contributions of cultural mediation to the teaching of dance in
    a school context, focusing professional education in the state of Pernambuco. The
    hypothesis investigated was that dance teaching via cultural mediation contributes to
    the elaboration of critical readings of oneself and the world, which make it possible to
    expand opportunities for access to art and culture. The research approach was
    exploratory, descriptive and analytical. The methodological design had as its main
    reference the single case study of the experience of cultural mediation in dance
    teaching carried out in the Technical Dance Course of the MedioTec Program in the
    city of Jaboatão dos Guararapes, Metropolitan Region of Recife, from 2017 to 2018.
    Therefore, the research was based on multiple sources of evidence: document
    analysis, semi-structured interviews, autobiographical accounts and participant
    observation records. The literature review included contributions from Aquino and
    Assis (2017); Andrade (2018); Barbosa (1989, 2014); Coutinho (2011); Dayrell
    (1996); Freire (1996, 2020); hooks (2017); Louppe (2012); Marques (2010); Martins
    (2012); Oliveira (2011) and Perrotti (2016). The investigation showed that MedioTec -
    Dança enabled high school students to enter cultural circuits in which they had not
    previously participated. In addition, awareness of the right to arts and culture
    contributed to the development of cultural projects by students within their own
    communities. The hypothesis was confirmed, explaining that the consolidation of
    cultural habits demands continued actions, which points, above all, to the importance
    of investing in public policies for education and culture, an effective way to bring
    about structural and society changes.

11
  • Morena Nascimento Oliveira
  • CARTOGRAFIA TRANSATLÂNTICA: MAPEAMENTO REFLEXIVO DE ENCONTROS E AFETOS EM UM PERCURSO

    AUTORAL COM A DANÇA ENTRE BRASIL E ALEMANHA

  • Orientador : DANIELA BEMFICA GUIMARAES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DANIELA BEMFICA GUIMARAES
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • SAYONARA PEREIRA
  • Data: 18/10/2022

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação consiste na organização crítica de uma sucessão de encontros e afetos a
    partir de experiências artísticas, as quais compreendem um percurso autoral de
    bailarina, coreógrafa e diretora do momento em que se inicia uma formação artística,
    passando pela experiência como intérprete colaboradora em algumas companhias de
    dança, no Brasil e na Alemanha, até o momento em que a criação começa a se
    caracterizar por intensas parcerias e interlocuções com artistas de outros campos da arte
    e no âmbito das relações artístico-pedagógicas. Tem como objetivo mapear processos e
    contextos de uma maneira de produzir e viver arte, buscando elaborar um olhar crítico
    prospectivo e retroativo sobre a experiência, a fim de compartilhá-la e trazer reflexões
    sobre a história e o fazer em dança como um sistema em rede e poroso. Esta pesquisa
    traz a seguinte questão: um diário crítico de experiências que cartografa a trajetória de

    uma artista da dança pode gerar novas perspectivas e contribuições artístico-
    pedagógicas para este campo do conhecimento? Os principais suportes teóricos desta

    pesquisa são Deleuze e Guattari (1980), para entender o desejo como potencializador de
    novos sentidos dados aos devires da experiência; Rolnik (1989), para pensar a escrita
    cartográfica; e Salles (2006), para olhar o trabalho artístico como um sistema inacabado
    e em rede. Por esta pesquisa apresentar enfoques múltiplos de investigação e entrelaçar
    teorias e práticas sem nenhuma hierarquia, utiliza-se da cartografia também como
    metodologia, além de outros procedimentos metodológicos, como a autobiografia e a
    prática como pesquisa. Almeja a construção de um Diário Reflexivo de Artista, o qual
    busca criar possibilidades de repensar e compartilhar modos de fazer dança com o
    intuito de que tal investigação venha a oferecer pistas para atualizações da trajetória em
    questão, bem como pretende provocar outros artistas a escreverem sobre suas
    experiências com a criação, enriquecendo e ampliando o material bibliográfico no
    campo da dança autoral brasileira.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation consists of the critical organization of a succession of encounters and
    affections from artistic experiences that comprise an authorial journey of a dancer,
    choreographer and director, from the moment when an artistic training begins – the
    experience as a collaborative interpreter in some companies of dance, in Brazil and
    Germany – until the moment when creation begins to be characterized by intense
    partnerships and dialogues with artists from other fields of art, within the scope of
    artistic-pedagogical relations. Its objective is to map processes and contexts in a way to
    produce and live art, seeking to develop a prospective and retroactive critical look at the
    experience, sharing it and bringing reflections on history and dance practice as a
    networked and porous system. This research raises the following question: Can a critical
    diary of experiences that maps the trajectory of a dance artist generate new perspectives
    and artistic-pedagogical contributions to this field of knowledge? The intention of this
    study is due to the notorious lack of bibliographic material that reveals the personal
    trajectories of active dance artists, seeking to share creative and teaching/ learning
    processes. The main theoretical supports of this research are Deleuze e Guattari (1980)
    to understand desire as a potentiator of new given meanings to the becoming of
    experience, Rolnik (1989) to think about cartographic writing and Salles (2006) to look
    at artistic work as an unfinished and networked system. As this research presents
    multiple research focuses, it uses cartography as a methodology and other
    methodological procedures, such as autobiography and practice as research. It aims to
    build a reflective Artist Diary that seeks to create possibilities for rethinking and sharing
    ways of doing dance so that this investigation will offer clues for updates on the
    trajectory in question, as well as intending to provoke other artists to write about their
    experiences with creation, enriching and expanding bibliographical material in the field
    of Brazilian authorial dance.

12
  • CRISTIANE PINHO DA SILVA
  • CORPODUNCAN: O LEGADO DE ISADORA DUNCAN E SUAS REVERBERAÇÕES EM PROCESSOS ARTÍSTICOS NA BAHIA

  • Orientador : GILSAMARA MOURA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARMEN PATERNOSTRO SCHAFFNER
  • GILSAMARA MOURA
  • SUZANA MARIA COELHO MARTINS
  • Data: 10/11/2022

  • Mostrar Resumo
  • Este estudo apresenta parte da história da dançarina norte-americana Isadora
    Duncan, precursora da dança moderna. Trata-se de um recorte sobre a sua origem e
    os trânsitos que possibilitaram a construção de uma dança conectada com os
    elementos da natureza, a mitologia grega e o renascimento. A criação deste novo
    pensamento de dança desvincula-se da estética formal do balé clássico e preconiza
    a ideia do plexo solar de onde partem todos os movimentos da sua dança. Desde a
    sua passagem em turnê pelo Brasil em 1916, onde se apresentou nas cidades do Rio
    de Janeiro, São Paulo e em Salvador no Teatro São João, o seu fluxo criativo
    reverbera em processos artísticos e ações pedagógicas implementadas pela Escola
    Contemporânea de Dança. Tais experiências estabelecem diálogos possíveis com
    pensadores que dialogam com os pressupostos apresentados nesta pesquisa, tais
    como Jorge Larrosa, Paulo Freire, Helena Katz, Christine Greiner, Ailton Krenak e
    Susan Foster contribuem para o entendimento da dança. A natureza expressiva, das
    linhas Duncan e sua conexão com mente, espírito e movimento, manifestam a criação
    do termo CORPODUNCAN. Estas trocas contínuas de saberes se opõem aos
    dualismos cartesianos, as estruturas binárias que fragmentam o corpo e tentam
    separá-lo. Dessa forma, CORPODUNCAN intui a simbiose corpo, cultura e ambiente
    em diálogo com a teoria Corpomídia para compreender essa concepção. É um
    testemunho sobre como o corpo da referida dançarina provocou uma mudança de
    paradigmas, atravessou o século e ainda representa um emblema de conquistas e
    aspirações emancipatórias, constituindo um dos ideais representativos da liberdade
    feminina, tão necessários na contemporaneidade.


  • Mostrar Abstract
  • This study presents the history of the North American dancer Isadora Duncan, a
    precursor of modern dance. It is a narrative about her origins and the pathways that
    made possible for her to create a dance style that is connected with the elements of
    nature, Greek mythology and the Renaissance. The creation of this new way of thinking
    about dance made it detached from the formal aesthetics of classical ballet and
    advocates the idea of the solar plexus as the place from which all dance movements
    come from. Since Isadora’s tour of Brazil in 1916, where she performed in the cities of
    Rio do Janeiro, São Paulo and in Salvador at Teatro São João, her creative flow has
    influenced artistic processes and pedagogical actions implemented by the Escola
    Contemporânea de Dança. These experiences establish possible dialogues with
    thinkers who also connect with the elements presented in this research, such as Jorge
    Larossa, Paulo Freire, Helena Katz and Christine Greiner, Ailton Krenak and Susan
    Foster and contribute to the understanding of dance. The expressive nature of Duncan
    lines and their connection to mind, spirit and movement manifest the creation of the
    term CORPODUNCAN. These continuous exchanges of knowledge are opposed to
    Cartesian dualisms, the binary structures that fragment the body and try to separate it.
    In this way, CORPODUNCAN intuits the symbiosis of body, culture and environment
    in dialogue with the “Corpomedia theory” to help understand this concept. It is a
    testament to how the aforementioned dancer's body caused a change of paradigms,
    crossed the century and still represents an emblem of emancipatory achievements and
    aspirations, constituting one of the representative ideals of female freedom, so
    necessary in these contemporary times.

13
  • CAÍQUE SILVA MELO
  • A DANÇA TRIBAL FUSION NA CARAVANA TRIBAL NORDESTE DO BRASIL: CORPOMÍDIAS DANÇANTES NO REPOSICIONAMENTO DE QUESTÕES

  • Orientador : MARCIA VIRGINIA MIGNAC DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARCIA VIRGINIA MIGNAC DA SILVA
  • GILSAMARA MOURA
  • HELENA TANIA KATZ
  • Data: 18/11/2022

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação teve por objeto de estudo a dança Tribal Fusion produzida na região nordeste
    do Brasil. Nesse sentido, apresentou como questão de pesquisa o modo como as artistas
    entendem a fusão das danças étnicas na concepção da Dança Tribal Fusion, sejam artistas que
    promovem e participam da Caravana Tribal Nordeste, ou outras artistas e pesquisadoras da
    região nordeste. A partir daí a Dança Tribal Fusion é analisada com vistas a chamar a atenção
    para a complexidade na abordagem de fusão no campo de pesquisa, com o interesse em questões
    que pareceram estar desapercebidas, a começar pela escolha do nome fusão para identificar a
    dança a qual se refere. A proposta é apontar à inadequação do uso dessa expressão, justamente
    por se tratar de um fenômeno que não cessa no ato de “fundir-se”. Neste sentido, parte-se do
    pressuposto que a criação em fusão, como um fenômeno da cultura, se dá por fluxos
    contaminatórios inestancáveis. A Caravana Tribal Nordeste constituiu-se no corpus da
    pesquisa, justamente porque suas dançarinas em suas criações se aproximam do que seja uma
    “Dança Fusão” em movência, que se difere de uma dança “fundida”. Além disso, a Caravana
    Tribal Nordeste dá visibilidade aos moveres locais e aparentemente contra hegemônicos, pois
    se contrapõe a uma tendência mercadológica que prioriza produções artísticas
    hegemonicamente estabelecidas. O referencial teórico prioriza a Teoria Corpomídia, das
    pesquisadoras Katz e Greiner (2005), uma vez que ajuda a entender o corpo que dança como
    mídia das trocas que ocorrem com ambiente. Além disso, mostra-se fundamental a contribuição
    de autores como BEZERRA (2017), VASCONCELOS (2019), OLIVEIRA (2019),
    ANDRADE (2011), SCHULZE (2013), HAN (2019) e WILLIAM (2019). A abordagem
    metodológica combina revisão bibliográfica, pesquisa de campo via aplicação de questionários
    e entrevistas semiestruturadas e a análise crítica das movências da Caravana Tribal Nordeste. E
    por fim, a pesquisa apresentou as obras artísticas de autorias de dançarinas da Caravana Tribal
    Nordeste, a fim de aproximar a abordagem teórica com as produções artísticas.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation had as object of study the Tribal Fusion dance produced in the northeast region
    of Brazil. In this sense, it presented as a research question how artists understand the fusion of
    ethnic dances in the conception of Tribal Fusion Dance, whether artists who promote and
    participate in the Northeast Tribal Caravan (Caravana Tribal Nordeste), or other artists and
    researchers from the northeast region. From there, Tribal Fusion Dance is analyzed in order to
    draw attention to the complexity of the fusion approach in the research field, with an interest in
    issues that seemed to be unnoticed, starting with the choice of the fusion name to identify the
    dance to which it refers. The proposal is to point to the inadequacy of the use of this expression,
    precisely because it is a phenomenon that does not cease in the act of "merging". In this sense,
    it is assumed that fusion creation, as a phenomenon of culture, occurs by inestanáveis
    contaminatory flows. The Northeast Tribal Caravan was constituted in the corpus of research,
    precisely because its dancers in their creations approach what is a "Fusion Dance" in move,
    which differs from a "fused" dance. In addition, the Northeast Tribal Caravan (Caravana Tribal
    Nordeste) gives visibility to local movers and apparently against hegemonic, as it opposes a
    market trend that prioritizes hegemonically established artistic productions. The theoretical
    framework prioritizes the Corpomedia Theory, by the researchers Katz and Greiner (2005),
    since it helps to understand the body that dances as a media of exchanges that occur with
    environment. In addition, the contribution of authors such as BEZERRA (2017),
    VASCONCELOS (2019), OLIVEIRA (2019), ANDRADE (2011), SCHULZE (2013), HAN
    (2019) e WILLIAM (2019). The methodological approach combines bibliographic review, field
    research through the application of questionnaires and semi-structured interviews and the
    critical analysis of the mobiles of the Northeast Tribal Caravan (Caravana Tribal Nordeste).
    Finally, the research presented the artistic works of dancers of the Northeast Tribal Caravan, in
    order to approach the theoretical approach with artistic productions.

14
  • JEAN FERREIRA SOUZA
  •  

     

     CORPO-EBÓ: AXÉ, SABENÇAS, DANÇAS E CANDOMBLÉS PARA SUSTENTAR REVOLUÇÕES NEGRAS 

  • Orientador : GILSAMARA MOURA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • GILSAMARA MOURA
  • TÁSSIO FERREIRA SANTANA
  • Data: 21/11/2022

  • Mostrar Resumo
  •  

    A presente Dissertação de Mestrado Acadêmico em Dança interpreta a relação do Corpo e do Candomblé na construção de saBenças, as quais suplantadas pelo axé/nguunzo (força vital) dos Espaços-Terreiros, contribuem de forma contundente para constituir o que se apresenta como Corpo-Ebó. Apontamos que este Corpo move e Dança a existência negro-brasileira na diáspora. O/um Corpo-Ebó é um movimento ancestral, o qual age cognitiva e epistemologicamente para encantar o mundo em perspectiva negrorreferenciada, visa e sustenta revoluções negras. É o/um corpo político justamente por constituir-se da natureza Terreira. É também capaz de estabelecer outras escrituras da existência negro-brasileira no aiê (terra), inspirado dos legados negro-africanos, sustentados, desde que a colonização fora a principal estratégia política de dominação social no Brasil. Portanto, o Corpo-Ebó é decolonial. Para tanto, encorpamos a Pesquisa Encruzilhada (FERREIRA, 2019, 2021), aqui entendida como Metodologia da Gira, de modo a substanciar uma episteme negra assentada à imagem do Jogo de Búzios – tecnologia e prática recorrente nos Terreiros de Candomblés na Bahia. Assim, espalha-se tais saBenças no grande alguidar da esperança, no qual o discurso/função do ebó (oferenda, comida, sacrifício) escorre para elaborar o modus operandi do/de um Corpo-Ebó. A estrutura epistêmica está dividida em seções, sendo três “Entradas”, três “Notas Suplementares”; seguidas de três Capítulos, nos quais o Jogo se manifesta pelo cruzo de seis Caídas. Ademais, há três “Caídas Suplementares”, três “Caídas Exigidas” e seis “Itans Contemporâneos em Diáspora”. Desse modo, estabelece-se relações entre o referencial principal, com o secundário e o terciário – a encruzilhada-epistêmica se faz e refaz efetiva. Assim, move-se esta episteme negra Terreira junto a Prandi (2001, 2006, 2017, 2018), Beniste (2016, 2021), Santos (2020, 2021), Santana (2019) e Ferreira (2019, 2021), Simas e Rufino (2018, 2019), Rufino (2016, 2019), Santos (2016), Simas (2020), Quijano (2005), Machado (2010), Machado (2019), Novaes (2021), Sodré (2019), Santos (2012), Reis (2014), Maurício (2009), Lima (2015), Oliveira (2005, 2021), Nascimento (2016). De modo secundário: Rocha (1999), (Lagos I, 2021), Martins (2014), Oxóssi (2020), Krenak (2020), Cunha (2007), Póvoas (2004, 2015), Sousa Junior (2018, 2019) e outros/as; e de modo terciário: Conrado (2021), Amado (1970), Amancio (2019), Silva (2021) e outros/as. Por fim, o Corpo-Ebó elabora danças como cruzos/discursos políticos de continuidade ancestral e permanência; legitimação e afirmação de si e sua egbé (comunidade), sendo a ancestralidade a benquerença indivisível que une Orum/Aiê Ntoto/Duílo – Terra e Céu, sendo Nós, pessoas negro-brasileiras e Corpos-Ebós, junto aos/as Orixás, Inquices, Voduns, Caboclos/as, Aldeias, Caciques, Tupã e a Natureza em festiva alacridade de Danças, potências das revoluções negras tão pautadas pelas políticas da contemporaneidade. 


  • Mostrar Abstract
  •  

    This present academic master’s dissertation in Dance’s field interpretates the relation between Body and Candomblé in the saBenças’ construction. These saBenças are supported by the axé/nguunzo (vital force) from the Space-Candomblé Houses and forcefully contribute to build what is expected as Body-Ebó. We reinforce that this Body moves and Dances the negro-Brazilian existence in diaspora. The/A Body-Ebó is an ancestral movement which acts cognitively and epistemologically to delight the world in a negro referenced perspective and it aims and supports black revolutions. This is also able to stablish different perspectives regarding the negro-Brazilian existence on aiê (Earth), inspired by the negro-African legacies which are sustained since the colonization started to be the main political strategy of social domination in Brazil. Therefore, we bulked the Crossroad Research (FERREIRA, 2019, 2021), that is understood here as a Metodology of Gira to sustain a negro-based episteme based on the Cowry Shell Ritual – technology and practice frequently present in Candomblés Houses in Bahia. Thereby, these saBenças are spread in the deep bowl of hope in which the discourse/functions of ebó (offering, food, sacrifice) drains to elaborate the modus operandi from/of a Body-Ebó. The epistemic structure is divided into three sections: three “Entrances”, three “supplementary notes”; followed by three chapters in which the Cowry Shell Ritual is manifested through the intercrossing of six Falls. In addition, there are three “Supplementary Falls”, three “Demanded Falls” and six “Diasporic Contemporary Itans”. Thus, it is stablished the relations between the main Theoretical Framework and the secondary and tertiary. Therefore, this episteme negro-based and Terreira moves together with Prandi (2001, 2006, 2017, 2018), Beniste (2016, 2021), Santos (2020, 2021), Santana (2019) e Ferreira (2019, 2021), Simas e Rufino (2018, 2019), Rufino (2016, 2019), Santos (2016), Simas (2020), Quijano (2005), Machado (2010), Machado (2019), Novaes (2021), Sodré (2019), Santos (2012), Reis (2014), Maurício (2009), Lima (2015), Oliveira (2005, 2021), Nascimento (2016). Secondary: Rocha (1999), Lagos I (2021), Martins (2014), Oxóssi (2020), Krenak (2020), Cunha (2007), Póvoas (2004, 2015), Sousa Junior (2018, 2019) and others; and tertiary: Conrado (2021), Amado (1970), Amancio (2019), Silva (2021) and others. Finally, the Body-Ebó builds dances with the political intersections/discourses of ancestral continuity and permanency; legitimacy and affirmation for itself and its egbé (community), understanding the ancestry and indivisible affection which unites the Orum/Aiê Ntoto/Duílo – Earth and Sky, placing us, negro-Brazilian people and Body-Ebós together with Orishas, Inquices, Voduns, Caboclo Entities, Villages, Caciques, Tupa and the Nature in a cheerful celebration of Dances, power of the negro revolutions deeply ruled by contemporary politics. 

15
  • MYLLA MAGGI VIEIRA DA COSTA
  • “EU NÃO BATO BOCA, EU RODO SAIA E BATO TAMBOR!” O COCO DE RODA DO QUILOMBO DO IPIRANGA

  • Orientador : MARIA DE LURDES BARROS DA PAIXÃO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DANIELA MARIA AMOROSO
  • MARIA DE LURDES BARROS DA PAIXÃO
  • VICTOR HUGO NEVES DE OLIVEIRA
  • Data: 01/12/2022

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho tem o Coco de Roda do Quilombo do Ipiranga como objeto de pesquisa
    e busca desvelar os gestos de labor dos quilombolas como a primeira chave para o
    entendimento e análise da manifestação da dança do Coco de Roda. A ancestralidade
    é a linha que tece essa pesquisa histórica para compreender gestos e ações que
    compõem o movimento ético e estético da dança visando evidenciar e analisar os
    aspectos e inferências da relação com a terra na manifestação do Coco de Roda do
    Quilombo do Ipiranga em suas questões concernentes ao corpo. A pesquisa é focada
    nos processos formativos identitários, o que envolve contextos e memórias dos
    agentes da cultura aqui estudados. A tessitura metodológica adota o tempo
    espiralado, partindo dos campos da dança e da antropologia, ancorada no método da
    cartografia, no método complexo, visando uma pesquisa comprometida e sensível. O
    caráter dialógico com estes campos de saberes possibilita uma aproximação de uma
    ética cultural em dança, visando ampliar o horizonte em que se enxerga a cultura
    popular. Com foco na manifestação estética e criativa em conjunto às pesquisas
    antropológicas, visa compreender as questões sociais e históricas vinculadas às
    manifestações culturais. Esta investigação em dança estende-se para o campo
    educacional, analisando os processos de ensino-aprendizagem que ocorrem na

    manifestação do Coco de Roda no Quilombo do Ipiranga. Nessa perspectiva, acredita-
    se que as manifestações da cultura popular contribuem para a preservação de

    saberes e fazeres da comunidade.


  • Mostrar Abstract
  • This work has the Coco de Roda of the Quilombo do Ipiranga as its research object
    and seeks to unveil the labor gestures of the quilombolas as the first key to
    understanding and analyzing the manifestation of the Coco de Roda dance. Ancestry
    is the thread that weaves this historical research to understand the gestures and
    actions that make up the ethical and aesthetic movement of the dance in order to
    highlight and analyze the aspects and inferences of the relationship with the land in
    the manifestation of the Coco de Roda of the Quilombo do Ipiranga in its questions
    concerning the body. The research focuses on identity formation processes, which
    involves the contexts and memories of the cultural agents studied here. The
    methodological weaving adopts the spiral time, starting from the fields of dance and
    anthropology, anchored in the cartography method, in the complex method, aiming at
    a committed and sensitive research. The dialogical character with these fields of
    knowledge makes an approach to cultural ethics in dance possible. The focus on
    aesthetic and creative manifestation in conjunction with anthropological research aims
    at understanding the social and historical questions connected with cultural
    manifestations. This dance research extends into the educational field, analyzing the
    teaching-learning processes that occur in the manifestation of the Coco de Roda in the
    Quilombo do Ipiranga. From this perspective, it is believed that the manifestations of
    popular culture contribute to the preservation of the community's knowledge and skills.

16
  • IARA COSTA DE MELO
  • CORPO DE QUE-M? A DANÇA EM SUAS RELAÇÕES MULTIESPÉCIES

  • Orientador : ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • DANIELA BEMFICA GUIMARAES
  • JAILSON JOSÉ GOMES DA ROCHA
  • Data: 03/12/2022

  • Mostrar Resumo
  • O antropocentrismo e o especismo são relações sociais que hierarquizam os corpos,
    pautando-se na definição colonial do que seria humano em detrimento do que não seria,
    prescrevendo como se vive e como se morre de acordo com as aproximações do corpo
    ao projeto iluminista de humano, atuando, portanto, como um status social. A narrativa
    antropocêntrica transforma corpos em recursos e promove extinções em massa. Trata-se
    de catástrofes ambientais e de desparecimentos políticos (FAUSTO, 2020) que são
    fomentados pelo projeto civilizacional e pelo teocentrismo cristão. Esta pesquisa tem
    como objetivo relacionar dança e especismo. Para isto, recorro a uma anti-metodologia
    ao modo de fazer ciência que se pauta no excepcionalismo humano (DERRIDA, 2002) e
    nas análises fundamentadas em tudo-ou-nada (INGOLD, 1994) através de: perguntas-
    fabulações (DESPRET, 2021) que buscam promover fissuras nas certezas
    antropocêntricas; composições com fragmentos imagéticos para tensionar a supremacia
    da palavra escrita (COLETO, 2022); tensionamento da linguagem binária (HABIB,
    2022); análises de especismo explícito em obras artísticas e interações com as
    ontologias e epistemologias que são subversivas ao antropocentrismo como o
    perspectivismo ameríndio (DANOWSKI, VIVEIROS DE CASTRO, 2017), o animismo
    (INGOLD, 2021; KRENAK, 2020) e os Estudos Multiespécies (HARAWAY,2019;
    VAN DOOREN, KIRSKEY, MÜNSTER, 2016; GILBERT, SAPP, TAUBER, 2016)
    para somar outras perspectivas a definições importantes para o campo da dança como
    “humano”, “não humano”, “indivíduo”, “ambiente” e “sociedade”. Corpo de que-m
    habita as ruínas desenlaçando em contribuições para processos criativos em dança; em
    pistas para perceber manifestações especistas nas artes do corpo; em caminhos para
    subverter o especismo em práticas artísticas; na criação de um quase-solo de dança e no
    entendimento político de que a dança é uma relação multiespécie.


  • Mostrar Abstract
  • Anthropocentrism and speciesism are social relations that hierarchize bodies, based on
    the colonial definition of what would be human in detriment of what would not,
    prescribing how one lives and how one dies according to the approximations of the
    body to the enlightenment project of human, thus acting as a social status. The
    anthropocentric narrative turns bodies into resources and promotes mass extinctions.
    These are environmental catastrophes and political disappearances (FAUSTO, 2020)
    that are fostered by the civilizational project and Christian theocentrism. This research
    aims to relate dance and speciesism. For this, I resort to an anti-methodology to the way
    of doing science that is based on human exceptionalism (DERRIDA, 2002) and on
    analyses based on all-ornothing (INGOLD, 1994) through: question-fabrications
    (DESPRET, 2021) that seek to promote fissures in anthropocentric certainties;
    compositions with imagetic fragments to tense the supremacy of the written word
    (COLETO, 2022); tensioning of binary language (HABIB, 2022); analyses of explicit
    speciesism in artistic works and interactions with ontologies and epistemologies that are
    subversive to anthropocentrism such as Amerindian perspectivism (DANOWSKI,
    VIVEIROS DE CASTRO, 2017), animism (INGOLD, 2021; KRENAK, 2020), and
    Multispecies Studies (HARAWAY,2019; VAN DOOREN, KIRSKEY, MÜNSTER,
    2016; GILBERT, SAPP, TAUBER, 2016) to add other perspectives to definitions that
    are important to the field of dance such as “human”, “nonhuman”, “individual”,
    “environment”, and “society”. Corpo de que-m inhabits the ruins unraveling into
    contributions for creative processes in dance; into clues for perceiving speciesist
    manifestations in the body arts; in ways to subvert speciesism in artistic practices; in the
    creation of a dance almost-solo and in the political understanding that dance is a multi-
    species relation.

17
  • Eric Barbosa Araújo
  • SWING AFRO BAIANO: UMA PERSPECTIVA DE DANÇA POPULAR NA BAHIA

  • Orientador : FERNANDO MARQUES CAMARGO FERRAZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • FERNANDO MARQUES CAMARGO FERRAZ
  • ROMILSON AUGUSTO DOS SANTOS
  • Data: 12/12/2022

  • Mostrar Resumo
  • O Swing Afro Baiano surgiu no final de década de 80 e emergiu junto com o
    movimento musical denominado Axé Music, sendo assim dois grandes
    responsáveis pelo sucesso do novo formato e proposta do carnaval
    soteropolitano, tido como a maior festa de rua do mundo. Esta dissertação tem
    como um dos seus principais objetivos a luta em não permitir que mais uma
    manifestação cultural afro-brasileira possa ser extinta. O Swing Afro Baiano foi
    reduzido a uma modalidade de academia afastando assim os olhares aos
    manifestos culturais e aos atravessamentos contidos nessa Dança. Ocorre
    também desde 2013 uma ação empresarial e capitalista que vem se apossando
    desta Dança afim da obtenção pessoal de lucros, para isso vem se investindo na
    extinção do Swing Afro Baiano e suas nomenclaturas variadas. Este trabalho
    extrapola os limites acadêmicos se tornando uma possibilidade de luta política,
    cultural, social e histórica, esperasse através deste que muitos outros possam
    surgir reparando mais um pedaço da nossa diáspora africana.


  • Mostrar Abstract
  • Swing Afro Baiano emerged in the late 80s and emerged along with the musical
    movement called “Axé Music", thus being two major responsible for the success
    of the new format and proposal of the “soteropolitano” carnival, considered as the
    biggest street party in the world. This is the first dissertation to deal with the

    subject, among its main objectives it is in the struggle to allow another Afro-
    Brazilian cultural manifestation to be extinguished. Swing Afro Baiano was

    reduced to a gym modality, thus turning away from the cultural manifestations
    and crossings contained in this Dance. Since 2013 there has also been a
    business and capitalist action that has been taking over this Dance in order to
    obtain personal profits, for this purpose it has been investing in the extinction of
    “Swing Afro Baiano” and its various nomenclatures. This work goes beyond the
    academic limits, becoming a possibility of political, cultural, social and historical
    struggle, so hope that many others may emerge repairing yet another piece of
    our diaspora.

18
  • Erick Santos Silva
  • JUNTÓ DANÇANDO SANKOFA:
    Escrevivência na Dança Africana-Brasileira

  • Orientador : MARIA DE LURDES BARROS DA PAIXÃO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADILBÊNIA FREIRE MACHADO
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • MARIA DE LURDES BARROS DA PAIXÃO
  • Data: 13/12/2022

  • Mostrar Resumo
  • Apresento, através dessa pesquisa, o viés afrorreferenciado e suas dinamizações para a
    criação cênica. O projeto desenvolvido no Programa de Pós-graduação em Dança
    PPGDAN-UFBA toma como aportes principais os fundamentos da ancestralidade, o
    adinkra Sankofa, a cosmopercepção, abrangendo o ser por inteiro e o candomblé, para
    uma composição artística-acadêmica, centralizada no corpo negro, candomblecista,
    periférico, interiorano, às margens da sociedade. É urgente e mister que a criação cênica
    esteja pautada nos próprios fazeres, inspirações e embasamento teórico-prático no/e a
    partir do ser negro. As metodologias amalgamadas são: a “escrevivência”, a
    “autoetnografia”, aplicada na área da dança, ambas articuladas aos materiais do próprio
    pesquisador em diálogo com a base teórica e a prática junto com a escrita, o Juntó. O
    objetivo desse nó é desatar caminhos ancestrais afrodiaspóricos nos fazeres da arte cênica.
    A escrita vem também do “escreviver”, alicerçada às epistemes que enraízam as filosofias
    africanas, contando também com encontros acerca do tema da ancestralidade que
    alimentam os Diálogos Nagôs. A prática articulada diretamente ao teórico é inspirada e
    revelada nos movimentos dos Òrìṣà, com o intuito de homenageá-los. Por fim, utilizamos
    os movimentos da prática, contando também com a relação passado-presente-futuro de
    Sankofa e como eles culminam no corpo. As considerações (in)finitas apontam para um
    percurso em processo, cuja trajetória pretende-se e se afirma enraizada nos
    conhecimentos pretos. Para tanto, elegemos como título “Juntó dançando Sankofa:
    escrevivência na dança ancestral”, elegendo, como partes de sua composição, os
    componentes da árvore ancestral, a saber: o baobá, sua semente, suas raízes, seu tronco,
    seus galhos e seus frutos carregados de sementes.


  • Mostrar Abstract
  • This research presents an afro-referenced perspective and its catalytic effects in
    performing arts. It is developed in the Postgraduate Program in Dance at UFBA, and it is
    founded on the premises of Ancestry, the Sankofa adinkra, the cosmoperception that
    encompasses the whole being, and Candomblé. All these premises are centralized on and
    has as its starting point the black body, a body that is also candomblecist, peripheral to
    the margins of society, and grown up on the countryside. It is urgent that performance be
    guided by the very doings, inspirations and theoretical-practical basis of being a black
    person. The employed methodologies are “Escrevivência” (“self-writing”) along with
    autoethnography applied to dance, bringing materials from the researcher practice, in
    dialogue with the theoretical basis; practice together with writing, therefore: the Juntó.
    The purpose of this knot is to untie ancestral Afro-diasporic paths in performing arts. The
    writing also comes from self-writing, based on epistemes that roots African philosophies.
    It describes also meetings on the theme of Ancestry, which nurture the Nagôs Dialogues
    that are part of this work. The practice attached to the theory is inspired by the movements
    of the Òrìṣà, with the aim of paying homage, therefore, the terminology dance for the
    Òrìṣà is used. The practice movements also rely on Sankofa's past-present-future and how
    it culminates in the body. The (in)finite considerations point to a path that this research
    intends to continue, but which for the time being rooted in black knowledge needed to
    exist. So, you are: Juntó Dancing Sankofa: Self-writing in the Ancestral Dance. I choose
    to categorize the dissertation as component parts of the ancestral tree: The Baobab,
    resulting in: Seed, Roots, Trunk, Branches and Fruits Loaded with Seeds.

19
  • Luana Lordêlo Cunha
  • “QUEM QUISER APRENDER A DANÇAR VAI NA CASA DE DONA JUQUINHA”

    UMBIGANDO PO(ÉTICAS) E METODOLOGIAS NO ENSINO DE DANÇA(S) NA(S) INFÂNCIA(S)

  • Orientador : DANIELA MARIA AMOROSO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • Renato Noguera dos Santos Júnior
  • DANIELA MARIA AMOROSO
  • RITA FERREIRA DE AQUINO
  • Data: 13/12/2022

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação discute os caminhos metodológicos do ensino de dança para a primeira
    infância no espaço escolar. Seu principal objetivo é confrontar as metodologias com a
    lógica colonial, afim de apontar novas rotas baseadas nas filosofias afroperspectivistas de
    ubuntu e teko porã. Afinal, como as po(éticas) de infancialização contribuem para uma
    dança decolonial? Partimos da ação afrocentrada de umbigar, entendendo como o umbigo
    pode apontar caminhos para os estudos de corpo e de nossas histórias. Assim, chegamos
    a escolinha Maria Felipa em Salvador, acompanhando as crianças de 3 a 5 anos em suas
    aulas de dança, trocando experiências poéticas, registradas de maneira etnográfica e com
    apoio da bricolagem. Sobre(vivendo) à pandemia do covid-19, esta pesquisa entende o
    amor como o maior recurso pedagógico ancestral.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation discusses the methodological ways of teaching dance for early childhood
    in the school space. The main objective is confronted methodologies with colonial logic,
    to confront new ways based on afroperspective philosophy Ubuntu and Teko Porã. How
    do childhood poetics contribute to a decolonial dance? We start from the afro-centered
    action, understanding how the navel can guide the studies of the body and our stories. We
    arrived at the Maria Felipe school, in Salvador, tracking children from 3 to 5 years old in
    their dance classes, exchanging poetic experiences, registered in ethnography records
    with the support of bricolage. Surviving the covid-19 pandemic, this research understands
    love as the greatest ancestral pedagogical resource.

20
  • ALCINÉIA SOARES DOS SANTOS
  • O lugar de fala das mestras: espaços de experiência social, temporal, simbólica e de resistência
    artística

  • Orientador : MARIA DE LURDES BARROS DA PAIXÃO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • INAICYRA FALCÃO DOS SANTOS
  • MARIA DE LURDES BARROS DA PAIXÃO
  • Data: 14/12/2022

  • Mostrar Resumo
  • O presente estudo se propõe a abordar o protagonismo de mulheres que ocupam o
    papel de mestras das Danças Populares Afrodiaspóricas, enfatizando seu lugar de
    fala, entendido aqui como a tomada de consciência do papel dos sujeitos nas lutas,
    se protagonista ou coadjuvante no âmbito do debate social. Trata-se de uma
    pesquisa destinada a discutir as relações de gênero no contexto da cultura popular a
    partir do questionamento do número reduzido de mestras nos folguedos e demais
    manifestações culturais populares no âmbito da Dança e das provocações
    feministas propostas pelas mestras interlocutoras, Janja, precursora do feminismo
    angoleiro e Mestra Joana precursora do Movimento feministas do Baque Virado. O
    referencial teórico-metodológico da pesquisa tem como bases os estudos
    etnográficos e a netnografia, visando abarcar o caráter exploratório da pesquisa. Os
    estudos propostos se assentam nas epistemologias da Cultura Popular,
    compreendida como um espaço de produção de saberes e fazeres das classes
    populares no Brasil, composta majoritariamente por uma população negra. As
    relações de gênero apresentadas nesta pesquisa são conduzidas a partir da
    perspectiva do feminismo negro, reconhecendo as interconexões entre raça, classe,
    gênero, assim, o presente estudo abarca os estudos interseccionais. Espera-se com
    essa pesquisa fomentar o debate a favor da participação de mulheres na
    candidatura ao posto de mestra, e enfatizar sua contribuição no ativismo cultural,
    visando diminuir os efeitos da falta ou não gerenciamento das políticas públicas no
    setor cultural e demais áreas sociais. Ressaltar o papel das mestras nesse embate é
    de extrema relevância, em virtude do legado que será transmitido às gerações
    futuras.


  • Mostrar Abstract
  • The present study investigates the protagonism of women who occupy the role of
    masters of Afrodiasporic Popular Dances, emphasizing their place of speech,
    understood here as the awareness of the role of women in their struggles and
    agendas within the social debate. This research aims at discussing gender relations
    in the context of popular culture, starting from the questioning of the reduced number
    of masters in folguedos and other popular cultural manifestations in the field of dance
    and the feminist provocations proposed by the interlocutor masters, Janja, precursor
    of Angoleiro feminism, and Mestra Joana, precursor of feminism in Maracatu do
    Baque Virado. The theoretical and methodological referential of the research is
    based on ethnographic studies and netnography, aiming to cover the exploratory
    nature of the research. The proposed studies are based on the epistemologies of
    Popular Culture, understood as a space of production of knowledge and actions of
    the popular classes in Brazil, composed mostly by a black population. The gender
    relations presented in this research are conducted from the perspective of Black
    feminism, recognizing the interconnections between race, class, gender, thus, the
    present study embraces intersectional studies. It is hoped with this research to foster
    the debate in favor of women's participation in the candidacy for the post of master,
    and to emphasize their contribution in cultural activism, aiming to diminish the effects
    of the lack or non-management of public policies in the cultural sector and other
    social areas. Highlighting the role of women as masters in this struggle is extremely
    relevant, due to the legacy that will be passed on to future generations.

21
  • ALEXSANDER BARBOSA DA SILVA
  • Histórias dos processos de ensino-aprendizagem em dança: Maria Fux e a Escolinha de Arte do Brasil.

  • Orientador : RITA FERREIRA DE AQUINO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DÉBORAH MAIA DE LIMA
  • RITA FERREIRA DE AQUINO
  • THIAGO SANTOS DE ASSIS
  • Data: 14/12/2022

  • Mostrar Resumo
  • Essa pesquisa tem como objetivo compreender as contribuições de Maria Fux, no que
    se refere às experiências na Escolinha de Arte no Brasil, para o debate sobre a história
    dos processos de ensino-aprendizagem em Dança. Desse modo, organizamos o
    estudo em três movimentos dançantes/educativos intitulados como: (1) Maria Fux e
    seus processos de Ensino da Dança; (2) Concepções filosóficas do Ensino da Dança
    escolar, as criações dos conceitos da Dança/Educação no Brasil e seus diálogos com
    as práticas de Maria Fux, e (3) Tensionamentos filosóficos entre os pressupostos da
    Escolinha de Arte do Brasil e os pressupostos de Maria Fux. No primeiro momento,
    apresentamos um recorte biográfico de Fux, juntamente com suas experiências
    docentes, e a descrição de suas práticas pedagógicas em Dança para educação
    formal (organizadas por níveis e faixas-etárias) e para pessoas com deficiência.
    Posteriormente, no segundo movimento expomos uma das possibilidades para
    compreender as concepções filosóficas do Ensino da Dança escolar, com efeito,
    constatando os conceitos elaborados por essas tendências em nosso país, para que
    assim consigamos reconhecer os processos metodológicos e suas concepções de
    corpo. Por sua vez, no terceiro movimento propomos um tensionamento das
    premissas de Maria com as defendidas na Escolinha de Arte do Brasil (EAB) e no
    Movimento Escolinhas de Arte (MEA), para perceber quais foram as bases discursivas
    que legitimaram as narrativas dessa artista-docente argentina em nosso país. Para
    tanto, foi necessário que adotássemos os procedimentos de coleta de dados por meio
    de entrevistas semiestruturadas e pesquisa documental em jornais, os quais são
    apresentados no capítulo que descreve a abordagem metodológica, os resultados e
    discussão. A partir da análise discursiva, por meio da arqueologia do saber, foi
    possível mapear diversas ações e apresentação que Fux desenvolveu no país,
    vinculados a EAB e o MEA, tais como sua participação no: Curso de Dança na
    Educação, Curso Intensivo de Arte na Educação e o I Curso de Arte na Educação
    Especial. Em virtude das reflexões realizadas, acreditamos que essa pesquisa
    contribui para deslocar e descentralizar discursos hegemônicos a respeito de Fux e
    do Ensino da Dança em nosso país, reconhecendo Maria como importante
    personagem para projeção dos processos de ensino-aprendizagem em Dança para
    educação escolar.


  • Mostrar Abstract
  • This research aims to understand the contributions of Maria Fux, regarding her

    experiences at the Escolinha de Arte in Brazil, to the debate on the history of teaching-
    learning processes in Dance. Thus, we organized the study into three

    dance/educational movements entitled: (1) Maria Fux and her Dance Teaching
    processes; (2) Philosophical conceptions of School Dance Teaching, the creations of
    the concepts of Dance/Education in Brazil and their dialogues with Maria Fux's
    practices, and (3) Philosophical tensions between the assumptions of the Escolinha
    de Arte do Brasil and the assumptions of Maria Fux. At first, we present a biographical
    excerpt of Fux, along with his teaching experiences, and the description of his
    pedagogical practices in Dance for formal education (organized by levels and age
    groups) and for people with disabilities. Subsequently, in the second movement, we
    expose one of the possibilities to understand the philosophical conceptions of School
    Dance Teaching, in effect, noting the concepts elaborated by these trends in our
    country, so that we can recognize the methodological processes and their conceptions
    of the body. In turn, in the third movement, we propose a tension between Maria’s
    assumptions and those defended in the Escolinha de Arte do Brasil (EAB) and in the
    Escolinhas de Arte Movement (MEA), to understand what were the discursive bases
    that legitimized the narratives of this artist- Argentine teacher in our country. Therefore,
    it was necessary to adopt data collection procedures through semi-structured
    interviews and documentary research in newspapers, which are presented in the
    chapter that describes the methodological approach, results and discussion. From the
    discursive analysis, through the archeology of knowledge, it was possible to map
    several actions and presentation that Fux developed in the country, linked to EAB and
    MEA, such as his participation in: Course of Dance in Education, Intensive Course of
    Art in Education and the 1st Art Course in Special Education. Due to the reflections
    carried out, we believe that this research contributes to displace and decentralize
    hegemonic discourses about Fux and Dance Teaching in our country, recognizing
    Maria as an important character for the projection of teaching-learning processes in
    Dance for school education.

22
  • DANILLO TAYLAN QUEIROZ DE SOUZA
  • Territórios de Identidade: Políticas Culturais para Dança no município de Jaguarari (BA).

  • Orientador : RITA FERREIRA DE AQUINO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALEXANDRE JOSE MOLINA
  • RITA FERREIRA DE AQUINO
  • THIAGO SANTOS DE ASSIS
  • Data: 21/12/2022

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação de mestrado discute as relações estabelecidas entre danças
    populares, participação social e políticas públicas para o setor cultural no município
    de Jaguarari, localizado no Território de Identidade Piemonte Norte do Itapicuru,
    Bahia. Apresentando a Dança de São Gonçalo do Amarante e a Quadrilha Junina
    como recorte de interesse, a investigação partiu do seguinte problema de pesquisa:
    como articulações políticas e sociais podem contribuir para viabilizar a promoção da
    cultura e artística local do município em análise? O objetivo principal foi compreender
    as concepções presentes na comunidade acerca do conceito de cultura, assim como
    das políticas culturais presentes e/ou ausentes no município e as suas relações com
    os fazedores de cultura. Foram delineados como objetivos específicos: documentar
    as manifestações supracitadas; reconhecer os percursos, fazeres e saberes dos
    atores locais; identificar as iniciativas para manutenção da memória e salvaguarda das
    manifestações; visibilizar as reivindicações da comunidade; e colaborar, mesmo que
    indiretamente, para o desenvolvimento cultural local apontando perspectivas para a
    formação, qualificação e atuação continuada de agentes da cultura. O estudo se
    organizou em abordagem exploratória, analítica e participativa, destacando as
    realidades vividas na localidade e as experiências junto aos interlocutores a partir do
    método da pesquisa-ação. Foi definido um plano de ação com procedimentos de
    observação, diálogos e entrevistas semiestruturadas realizadas de forma presencial e
    on-line, revisão de literatura especializada em cultura e políticas culturais no Brasil,
    assim como verificação de documentos (leis, conselhos, fundo, ações) pertinentes à
    Secretaria Municipal de Cultura, Esporte, Lazer e Juventude e à Secretaria de Cultura
    do Estado da Bahia. Destaca-se que as análises e discussões tiveram suas
    concentrações a partir do recorte temporal de 2007 a 2022, permitindo observar os
    caminhos tomados pelas políticas culturais no município e as relações com outras
    esferas de governo. Verificou-se a inexistência de menções à dança no que diz
    respeito às políticas municipais, a falta de um plano de cultura municipal, falta de um
    fundo municipal de cultura e a carência de diálogos entre as esferas Municipal e
    Estadual, constatações que repercutem na carência de participação dos agentes nas
    formulações legais e no reconhecimento dos fazeres e promoção da cultura local. Os
    resultados obtidos corroboraram a elaboração conjunta de um documento que
    evidencia a Dança como movimento importante a compor a pauta política do
    município, cuja expectativa é contribuir para o campo de conhecimento e para o
    desenvolvimento de políticas públicas locais.


  • Mostrar Abstract
  • This master's thesis discusses the relationships established between popular dances,
    social participation and public policies for the cultural sector in the municipality of
    Jaguarari, located in the Território de Identidade Piemonte Norte do Itapicuru, Bahia.
    Introducing the Dance of São Gonçalo do Amarante and the Quadrilha Junina as a cut
    of interest, the investigation started from the following research problem: how can
    political and social articulations contribute to enable the promotion of local culture and
    art in the municipality under analysis? The main objective was to understand the
    conceptions present in the community about the concept of culture, as well as the
    cultural policies present and/or absent in the municipality and their relationships with
    culture makers. The following were outlined as specific objectives: to document the
    aforementioned manifestations; recognize the paths, actions and knowledge of local
    actors; identify initiatives for maintaining memory and safeguarding manifestations;
    make the community's claims visible; and to collaborate, even if indirectly, for the local
    cultural development pointing out perspectives for the formation, qualification and
    continued performance of agents of culture. The study was organized in an exploratory,
    analytical and participatory approach, highlighting the realities experienced in the
    locality and the experiences with the interlocutors based on the action-research

    method. An action plan was defined with observation procedures, dialogues and semi-

    structured interviews carried out in person and online, a review of specialized literature

    on culture and cultural policies in Brazil, as well as verification of documents (laws,
    councils, fund, actions) pertinent to the Municipal Secretary of Culture, Sport, Leisure
    and Youth and the Secretary of Culture of the State of Bahia. It is noteworthy that the
    analyzes and discussions had their concentrations from the time frame from 2007 to
    2022, giving us the opportunity to observe the paths taken by cultural policies in the
    municipality and the relations with other spheres of government. There was no mention
    of dance in terms of municipal policies, the lack of a municipal culture plan, the lack of
    a municipal culture fund and the lack of dialogue between the Municipal and State
    spheres, findings that have an impact on the lack of of participation of the agents in the
    legal formulations and in the recognition of the doings and promotion of the local
    culture. The results obtained corroborate the joint preparation of a document that
    highlights Dance as an important movement to compose the political agenda of the
    municipality, whose expectation is to contribute to the field of knowledge and to the
    development of local public policies.

Teses
1
  • SEBASTIÃO DE SALES SILVA
  • POÉTICA DE SERESTAR CATIRINAS

  • Orientador : LARA RODRIGUES MACHADO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDUARDO DAVID DE OLIVEIRA
  • FERNANDO MARQUES CAMARGO FERRAZ
  • LARA RODRIGUES MACHADO
  • MARCOS DOS SANTOS SANTOS
  • THULHO CEZAR SANTOS SIQUEIRA
  • Data: 26/10/2022

  • Mostrar Resumo
  • RESUMO

    A tese aqui “dançada” apresenta uma costura de memórias acerca da brincadeira do Boi de Reis em minha história. Nessa narrativa, brinco com a passagem do tempo de menino até chegar a minhas andanças pedagógico-performativas como brincador na cena popular. A tessitura desse texto busca atender à necessidade de reconhecer a brincadeira do Boi de Reis, que tem ocorrido há mais de cem anos na Cidade de Vera Cruz/RN, como uma representação cultural do meu povo e de tantas outras pessoas fazedoras dessa brincadeira. Muito especialmente, faço um recorte no todo da brincadeira e me dedico à percepção do corpo de Catirina – única presença feminina no jogo lúdico do brincar do boi. Com ela, busco estudar a construção poética e os saberes culturais e educacionais imersos no contexto dessa dança de bois. A pesquisa investigativa autorreferente, aborda questões poético-políticas, sensório-sociais e imagético-culturais que me atravessam no percurso de materialização da personagem Catirina em suas diferentes versões no decorrer do processo criativo. Com isso, pretendo colocar em debate algumas proposições acerca do universo da brincadeira, entendendo-a como uma representação cultural de dado grupo social, dado lugar, dado povo. Ciceroneiam esse texto, MACHADO (2017), com Danças no Jogo da Construção Poética, OLIVEIRA (2021), com a Filosofia da Ancestralidade, RUFINO (2016), com Pedagogia das Encruzilhadas, SANTOS (2002), fazendo o cruzo com o Corpo e Ancestralidade. Evoco para dançar comigo GLISSANT (2021) e sua Poética da Relação, MARTINS (2021) nas Performances do tempo espiralar. Partilho das contribuições de AMOROSO (2009) que com o seu miudinho me fez girar. SANTOS (2020) batucou nessa tese “dançada” me atinando para a Poética das Relações. O grande Mestre Tião Carvalho, brincante de boi e meu padrinho da brincadeira alumiou os meus passos na cena e nos modos de brincar.  A construção dessa tessitura recupera minha ancestralidade, pois com ela brinco e acesso as divindades ancestrais do “Serestar Catirinas”, trabalho artístico fruto dessa pesquisa de doutorado.

     


  • Mostrar Abstract
  • ABSTRACT

    The thesis "danced" here presents a sewing of memories about the play of Boi de Reisthroughout my very history.In this narrative, I play with the passage of my time as a boy until I reach my pedagogical-performative wanderings as a player in the popular scene.The weaving of this text intends to meet the need to recognize the play of theBoi de Reis, which has been going on for more than one hundred years in the city of Vera Cruz/RN, as a cultural representation of my people and so many others who make this play.In particular, I focus on the whole play and dedicate myself to the perception of Catirina's body – the only female presence in the ludic play of the Boi.With her, I seek to study the poetic construction and the cultural and educational knowledge immersed in the context of this Bois’ dance.The self-referential investigative research addresses poetic-political, sensory-social, and imagetic-cultural issues that cross my path in the materialization of the character Catirina in her different versions during the creative process.With this, I intend to bring into debate some propositions about the universe of play, understanding it as a cultural representation of a given social group, a given place, a given people.Those who guidethistext are MACHADO (2017), with Danças no Jogo da Construção Poética, OLIVEIRA (2021), withFilosofia da Ancestralidade, RUFINO (2016), with Pedagogia das Encruzilhadas, SANTOS (2002), making the crosswith Corpo e Ancestralidade.I evokeGLISSANT (2021) to dance with meand his Poética da Relação, and MARTINS (2021) inPerformances do tempo espiralar.I share the contributions ofAMOROSO (2009) whosemiudinhomade me spin.SANTOS (2020) drummed in this "danced" thesis, tuning me to the Poetics of Relationships. The great Master Tião Carvalho, a brincante of the Boi and my godfather in theplay, illuminated my steps in the scene and in the ways of playing.  The construction of this weaving recovers my ancestrality, for with it I play and access the ancestral divinities of the "Serestar Catirinas," an artistic work that is the outcome of this doctoral research.

2021
Dissertações
1
  • GLEIDISON OLIVEIRA DA ANUNCIAÇÃO
  • Do corpo negro no balé clássico ou das histórias que não se contam

     

  • Orientador : GILSAMARA MOURA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GILSAMARA MOURA
  • LUCIANE RAMOS SILVA
  • MARCIA VIRGINIA MIGNAC DA SILVA
  • Data: 19/02/2021

  • Mostrar Resumo
  • Do corpo negro no balé clássico ou das histórias que não se contam é o título desta
    dissertação de Mestrado, que tem a intenção de analisar, problematizar e discutir as questões
    que envolvem a inserção do corpo negro em companhias de balé, investigando a inclusão de
    bailarinos e bailarinas negras em companhias de dança que trabalham com repertório clássico
    ou cuja fundação tem o balé como premissa. Para isso, nossa amostragem selecionou uma
    companhia brasileira (São Paulo Cia de Dança) e uma companhia norte-americana (Dance
    Theatre of Harlem). Considerando o número restrito de bibliografia dedicada a tal assunto -
    corpo negro no balé clássico -, principalmente no Brasil, mas também pelo mundo, a
    realização desta pesquisa se justifica por colaborar criticamente acerca desta lacuna e
    possibilitar novas reflexões e caminhos de pesquisa a partir do tema, pois consideramos que
    sejam questões relevantes para a Dança, de uma forma geral, e que estão em pauta na
    geopolítica do Brasil e no mundo. Por um lado, racismo, colonialismo e soberania do estado
    e, por outro, protagonismo negro, insurgências e novas narrativas, são temáticas presentes
    neste texto. Também fazem parte desta discussão comigo, autores como: Mbembe (2018),
    Nogueira (1998), Kilomba (2019) Munanga (1986), Gonzales (1982), Foucault (1997), entre
    outros, contando também com autores e autoras das ciências cognitivas e da comunicação,
    como Katz e Greiner (2001).


  • Mostrar Abstract
  • The black body in classical ballet or the stories that are not told is the title of this Master's
    dissertation, which has the intention of analyzing, problematizing and discussing the issues
    involving the insertion of the black body in ballet companies, investigating the inclusion of
    black dancers in dance companies that work with classical repertoire or whose foundation has
    ballet as a premise. For this, our sample selected a Brazilian company (São Paulo Cia de
    Dança) and an American company (Dance Theatre of Harlem). Considering the restricted
    number of bibliographies dedicated to this subject - black body in classical ballet - mainly in
    Brazil, but also around the world, the realization of this research is justified by collaborating
    critically about this gap and enabling new reflections and research paths based on the theme,
    since we consider them to be relevant issues for the Dance, in general, and that are on the
    agenda in the geopolitics of Brazil and the world. On one hand, racism, colonialism and state
    sovereignty and, on the other hand, black protagonism, insurgencies and new narratives, are
    themes present in this text. Authors such as Mbembe (2018), Nogueira (1998), Kilomba
    (2019) Munanga (1986), Gonzales (1982), Foucault (1997), among others, are also part of this
    discussion, including authors and authors of cognitive sciences and communication, such as
    Katz and Greiner (2001).

2
  • JAIRSON PEREIRA BISPO
  • MOVEDIÇO ESTUDO DE CHÃO.

  • Orientador : GILSAMARA MOURA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DANIELA MARIA AMOROSO
  • GILSAMARA MOURA
  • MARCELO SOUSA BRITO
  • Data: 05/03/2021

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa é resultado de estudos em dança e de situações criadas pelo corpo que dança, assim como, dos acontecimentos que surgem nestes processos, tendo como ignição o contato "curioso" com o chão, tratado aqui como movediço, entendido para além da significação de superfície de apoio, plana e lisa. Para tal, compartilham-se aqui correspondências, cartas e pistas que intentam criar um campo de acepções, fricções e relações com o chão e conduzir ao exercício de inventar assuntos com o chão, fazendo dançar os chãos que constituem o corpo, sua história, memória, vivência e presença. A conversação proposta faz parte de um processo de criação em rede no qual participam artistas e estudantes de dança, além de Achille Mbembe, Frantz Fanon, Helena Katz, André Lepecki, entre outros e outras. Esta pesquisa trata-se de uma proposta de estudos do corpo e da gravidade política que proporciona seus passos; de  uma curiosidade sobre como pisamos o chão; de perguntas sobre as possíveis construções relacionais entre pessoas e coisas e o desdobramento destas proposições na prática pedagógica estabelecida em um determinado contexto de dança. Leva em conta a constituição de ausências ou presenças a partir do chão, do chão conquistado e/ou negado, do chão movediço. É um modo de se pensar corpo no espaço e como espaço, interpessoal e de poder. É um exercício de pergunta ao tempo.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     


  • Mostrar Abstract
  • BISPO, Jairson Pereira. Movediço estudo de chão. 2021. Thesis advisor: Gilsamara Moura. 97 f. ill. Dissertation (Master in Dance) – Programa de Pós-Graduação em Dança, Escola de Dança, Universidade Federal da Bahia, 2021.

     

    ABSTRACT

     

    This research is the result of studies in dance and of situations created by the dancing body, as well as of the incidents that arise during these processes, that are ignited by the "curious" contact with the ground, treated here as unstable, and understood beyond the its significance as a support surface,  that is flat and smooth. To this end, correspondences, letters, and clues are shared here which attempt to create a field of meanings, frictions and relationships with the ground and lead to the exercise of inventing conversations with the ground, making the grounds that constitute the body dance its history, memory, experience and presence. The proposed conversation is part of a creation process between a network of participating artists and dance students, including Achille Mbembe, Frantz Fanon, Helena Katz, and André Lepecki, among others. This research is a proposal for studies of the body and of the political gravity that provides its steps; of a curiosity about how we tread on the ground; and of questions about the possible relational constructions between people and things and the unfolding of these propositions in the pedagogical practice established in a given dance context. It takes into account the constitution of absences or presences from the ground, of the ground conquered and/or denied, and of the unstable ground. It is a way of thinking about the body in space and as space, as interpersonal and as having power. It is an exercise in asking questions of time itself.

     

     

     

3
  • MARLYSON DE FIGUEIREDO BARBOSA
  • Homem não chora? Uma crítica-analítica do patriarcado nas danças de salão.

  • Orientador : LENIRA PERAL RENGEL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANTRIFO RIBEIRO SANCHES NETO
  • CARMEN PATERNOSTRO SCHAFFNER
  • LENIRA PERAL RENGEL
  • Data: 19/03/2021

  • Mostrar Resumo
  • A proposta de realizar uma crítica-analítica acerca da ação do patriarcado nas
    danças de salão é, obviamente, um enfoque específico neste grande campo
    chamado de “danças de salão”. Assim, esta pesquisa objetiva narrar, descrever
    e dissertar sobre ações e/ou atitudes machistas, direcionadas
    preponderantemente contra mulheres, nos ambientes das danças de salão, que
    emergem do pensamento patriarcal (LERNER, 2019). O termo “mulheres”
    reconhece a gama infinita de diferenças de fenótipos e de privilégios entre as
    mulheres. Todavia, no foco deste trabalho, considera-se que todas as mulheres,
    muito embora em graus e dores diferentes, sofrem subalternidade em relação ao
    patriarcado. Para tanto, esta abordagem traz assuntos como os privilégios
    herdados pelo machismo patriarcal, intentando desvelar aspectos
    discriminatórios, violentos e impositivos. Sabidamente o patriarcado é uma ação
    estrutural social e a dança não está apartada da sociedade, ao contrário, dela
    faz parte, reciprocamente age e é agenciada por esta mesma sociedade. Modos
    socioculturais estruturantes como binaridade de gênero (BENTO, 2015),
    masculinidade tóxica (AMBRA, 2019) e postulações de religiões judaico-cristãs
    (THEODORO, 2020) são fundamentos sócio-históricos que não se esgotaram e,
    portanto, agem sistematicamente na educação, nas artes, nas culturas e nas
    danças, ainda que de modos diversos. Esta ação estrutural se manifesta em
    metáforas dicotômicas (FEITOZA, 2011) usadas em aulas e nos bailes, tais
    como cavalheiro x dama, forte x fraca, racional x emocional, condutor x
    conduzida, que legitimam e mantêm relações de poder da figura masculina.
    Revisões bibliográficas, entrevistas com alunos e vivências em sala de aula são
    processos de investigações referenciados em metodologias que abordam o
    ensino como regulação/emancipação (SANTOS, 2010). Tais metodologias, por
    sua vez, se amparam em pedagogias (D’ÁVILA e FERREIRA, 2018) que
    intentam, a partir desta crítica-analítica focada no que é ainda cruel, desigual e
    dominante, apontar outras maneiras de ensinar e de dançar. A complacência
    bem assentada em relação à ação patriarcal deve ser veementemente
    rechaçada para que se possa afirmar uma dança de salão pós-abissal (SANTOS,
    2018), que contribua para uma inserção engajada na transformação desse
    quadro social, pedagógico e artístico. Espera-se que uma dança pós-abissal
    possa romper a linha abissal e que a mesma abra novas perspectivas para uma
    dança antipatriarcal.


  • Mostrar Abstract
  • The proposition to carry out an analytical criticism about the action of patriarchy
    in ballroom dancing is obviously a specific focus in this great field called “ballroom
    dancing”. Thus, this research aims to narrate, describe and expatiate on sexist
    actions and/or attitudes, mainly directed against women, in ballroom dancing
    environments, which emerge from the patriarchal thought (LERNER, 2019). The
    term “women” recognizes the infinite range of differences in phenotypes and
    privileges among women. However, the word “women”, in this work, considers
    that all women, although in different degrees and pains, suffer subordination due
    to patriarchy. To fulfill that, this approach brings issues such as the privileges
    inherited by patriarchal sexism, trying to reveal discriminatory, violent and
    imposing aspects. It is known that patriarchy is a structural social action and
    dance is not separated from society, on the contrary, it is part of it, reciprocally
    acts and is managed by this same society. Structuring socio-cultural modes of
    patriarchy such as gender binarity (BENTO, 2015), toxic masculinity (AMBRA,
    2019) and postulations of Judeo-Christian religions (THEODORO, 2020) are
    socio-historical foundations that have not been exhausted and, therefore, act
    systematically in education, arts, cultures and dances, albeit in different ways.
    This patriarchal action is manifested in dichotomous metaphors (FEITOZA, 2011)
    used in classes, in dances, for instance, gentleman x lady, strong x weak, rational
    x emotional, conductor x conducted, which legitimize and maintain power
    relations of the male figure. Bibliographic reviews, interviews with students and
    experiences in classrooms are investigative processes referenced in
    methodologies that address teaching as regulation/emancipation (SANTOS,
    2010). Such methodologies rely on pedagogies (D’ÁVILA e FERREIRA, 2018)
    that attempt, from this analytical criticism focused on what is still cruel, unequal,
    and dominant, to point out other ways of teach and dance. The well-established
    complacency related to the patriarchal action must be vehemently rejected, in
    order to affirm a post-abyssal ballroom dance (SANTOS, 2018), which
    contributes to an insertion engaged in the transformation of this social,

    pedagogical and artistic framework. It is expected that a ballroom dance post-
    abyssal can break the abyssal line and opens new perspectives for a dance anti

    patriarchal.

4
  • MARÍLIA DANIEL
  • (RE)DESCOBRINDO O CORPO NA DANÇA: AÇÕES EDUCACIONAIS EMANCIPATÓRIAS COM GRUPOS DA

    TERCEIRA IDADE

  • Orientador : LENIRA PERAL RENGEL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LENIRA PERAL RENGEL
  • LARA RODRIGUES MACHADO
  • DULCE TAMARA DA ROCHA LAMEGO DA SILVA
  • Data: 19/03/2021

  • Mostrar Resumo
  • A dissertação “(Re)descobrindo o Corpo na Dança: ações educacionais
    emancipatórias com grupos da terceira idade”, vinculada à linha de pesquisa
    “Dança, corpo e cognição do PPG Dança – UFBA”, tem como objetivo fomentar
    processos emancipatórios em mulheres que se autodenominam da terceira
    idade ou “idosas”, residentes do município de Araras (SP), a partir de
    experiências artístico-educacionais através da dança. A proposta discute de que
    modo a dança, no “pensamento contemporâneo” e nas experiências do mundo
    atual, pode contribuir para o empoderamento e o reconhecimento do processo
    de envelhecimento, princípios centrais das formas de emancipação dessas
    mulheres. Neste sentido, este modo de “agir-pensar” é trazido como
    experiências de (se) conhecer/autoconhecer, em constantes trocas de saberes,
    gerando, inclusive, perspectivas de resistência político-social. A pesquisa,
    portanto, se constitui em vivências com dança, relacionando referenciais que
    transversalizam as ações pedagógicas emancipadas, junto ao compartilhamento
    com as participantes. Neste trabalho, tais ações foram descritas e analisadas,
    incluindo os procedimentos metodológicos que incentivaram o fazer em dança,
    de maneira que as potências de cada mulher fossem reconhecidas,
    questionando, finalmente, um conjunto de estereótipos e discriminações. No ano
    de 2020, em particular, esta pesquisa encontrou maneiras remotas de
    permanecer viva durante à pandemia do “novo coronavírus”. Os principais
    referenciais utilizados foram GOMES (2012) sobre uma proposta emancipatória
    do corpo; AGAMBEN (2009) com o conceito de “ser contemporâneo”; ARRUZZA;
    BHATTACHARYA; FRASER (2019) em discussões sobre o empoderamento
    feminino. Para tratar questões ao corpo enquanto potência, referencio SANTOS
    (2007-2010) e MACHADO (2008-2017); DOWBOR (2007) é um dos aportes para
    as estratégias metodológicas. Os resultados da pesquisa mostraram a
    importância de se refletir sobre o processo de envelhecimento para que a dança
    seja compartilhada também com a terceira idade e reverter ideias estigmatizadas
    e discriminatórias sobre a velhice. Incentivar (e participar de) ações de
    empoderamento colabora para que essas mulheres se apropriem de suas
    próprias histórias, em seus contextos sociais. Considera-se, por fim, que a
    pesquisa contribui para o desenvolvimento e produção de conhecimento em
    dança na terceira idosa, campo de investigação ainda incipiente e em formação
    no Brasil.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation, which is linked to the research line “Dance, body and cognition (PPG
    Dance - UFBA), it aims to promote emancipatory processes, based on artistic and
    educational experiences through dance, in women who call themselves “elderly”,
    residents in Araras (SP), Brazil. The work discusses how dance, in “contemporary
    thinking” and in the experiences of the current world, can contribute to the
    empowerment and recognition of the aging process, central principles of the forms of
    emancipation of these women. In this sense, this way of “acting-thinking” is brought up
    as experiences of “self-knowing”, in constant exchanges of knowledge, even
    generating perspectives of political and social resistance. The research, therefore, is
    constituted in experiences with dance, relating references that cross the emancipated
    pedagogical actions, together with others participants. In this work, such actions were
    described and analyzed, including the methodological procedures that encouraged
    doing in dance, so that the powers of each woman were recognized, questioning,
    finally, a set of stereotypes and discrimination. In 2020, in particular, this research
    found remote ways to stay alive during the “new coronavirus” pandemic. The main
    references were Gomes, Agamben, Arruzza, Chattacharya, Fraser. To address issues
    of body as a power, I refer to Santos and Machado; Dowbor is one of the contributions
    to methodological strategies. The research results showed the importance of reflecting
    on the aging process so that the dance i salso shared with the elderly and reversing
    stigmatized and discriminatory ideas about “old age”. Encouraging (and participating
    in) empowerment actions helps these women to appropriate their own stories, in their
    social contexts. Finally, it is considered that research contributes to the development
    and production of knowledge in dance in the elderly, a field of research that is still in
    formation in Brasil

5
  • VICTOR HUGO BARROSO DE SOUZA PORTELA
  • Ativismos de Dança no Ceará: política, história e encangamentos possíveis.

  • Orientador : JOUBERT DE ALBUQUERQUE ARRAIS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOUBERT DE ALBUQUERQUE ARRAIS
  • MARCIA VIRGINIA MIGNAC DA SILVA
  • Rosa Cristina Primo Gadelha
  • Data: 09/04/2021

  • Mostrar Resumo
  • Constatamos que, no Ceará, política e história tensionam corpos em suas existências e
    resistências diante de uma permanente invisibilidade nacional. A dança faz parte dessa
    realidade no que chamamos de “encangamentos possíveis” como pergunta de pesquisa que
    busca vislumbrar as potências dos ativismos da dança do Ceará em suas dimensões políticas e
    históricas. Nesse sentido, os ativismos em dança (CORREIA, 2013) são pensados no estar
    coimplicado dos corpos em coletivo no fazer-dizer performativo (SETENTA, 2008) e como
    ajuntamentos coreopolíticos (LEPECKI, 2011), a partir de apontamentos infrapolíticos
    (SCOTT, 2013), tensionados por evidências historiográficas. De caráter crítico-propositivo,
    buscamos identificar como certos discursos sobre dança produzidos no contexto do Ceará
    mostram aspectos que estruturam as organizações coletivas, nos quais política e história
    mostram-se indissociáveis mesmo que distintos em dois momentos: 1) Publicações de
    histórias da dança cearense com narrativas biográficas/individuais e de grupo/coletivas; e 2)
    atuações de organizações coletivas do Ceará por meio de associações e fóruns. Para tanto,
    contribuem para nossa argumentação e articulação teórica: o mito de identidade nacional
    (TAMBUTTI; GIGENA, 2018); o conceito de profanação (AGAMBEN, 2007); a história
    única (ADICHIE, 2019); a história social (HOBSBAWM, 2013; THOMPSON, 1981) e a
    interseccionalidade (AKOTIRENE, 2019; DAVIS, 2017).


  • Mostrar Abstract
  • In Ceará, it’s possible to verify that politics and history tense human bodies in their existence
    and resistance in the face of a permanent national invisibility. Dance is part of this reality in
    what we call “possible entanglements” as a research question that seeks to catch a glimpse of
    the power of Ceará’s dance activism in it’s political and historial dimensions. In this sense,
    dance activisms (CORREIA, 2013) are thought of as being in co-involved bodies in the
    collective in performative doing-saying (SETENTA, 2008) and as choreopolitical gatherings
    (LEPECKI, 2011), based on infrapolytic notes (SCOTT, 2013), tensioned by historiographic
    evidences. With a critical-propositional character, we seek to identify how certain speeches
    about dance produced in the Ceará context display aspects that structure the collective
    organizations, in which politics and history are inseparable, even though they appear separate
    in two moments: 1) Ceará’s dance history publications with biographical/individual and
    groups/collectives narratives; and 2) Ceará’s collective organizations actions through
    associations and forums. Therefore, in our argumentation and theoretical articulation we
    resort to: the national identity’s myth (TAMBUTTI; GIGENA, 2018), the profanation concept
    (AGAMBEN, 2007); the single story (ADICHIE, 2019); the social history (HOBSBAWM,
    2013; THOMPSON, 1981) and intersectionality (AKOTIRENE, 2019; DAVIS, 2017).

6
  • PRISCILLA SILVA PONTES
  • RACHANDO O PETIT-PAVÉ: DANÇAS AFRO-ORIENTADAS E
    TERRITÓRIOS DA DIÁSPORA NEGRA EM CURITIBA

  • Orientador : FERNANDO MARQUES CAMARGO FERRAZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • FERNANDO MARQUES CAMARGO FERRAZ
  • LUCIANE RAMOS SILVA
  • Data: 16/04/2021

  • Mostrar Resumo
  • Esse trabalho propõe uma reflexão sobre a importância histórica, cultural e política de espaços
    de produção de saberes em danças afro-diaspóricas na cidade de Curitiba. Experiências que
    atravessam meu percurso de vida e ensinam sobre o cultivo de relações profundas com as
    terras que habitamos. Entrecruzando autobiografia, interlocuções com pessoas ligadas a
    construção de parte desses espaços, bem como produções historiográficas sobre a cidade,
    avalio criticamente a potência formadora e transformadora desses fazeres no tempo. A
    trajetória e legado da artista e ativista paranaense Vera Paixão, idealizadora do ―Concurso de
    Beleza Negra‖ assim como do ―Grupo Afro Cultural Ka-Naombo‖, ambos produzidos dentro
    da ACNAP – Associação Cultural de Negritude e Ação Popular, fundada na década de 90 em
    Curitiba, é uma das histórias envolvidas nessa trama e como fio condutor na pesquisa, nos
    conectou a grupos atuantes entre a década de 80 e os dias atuais. Conhecer e registrar
    trajetórias de diferentes gerações fazedoras das danças afro-orientadas (SILVA, 2018) nos
    contextos de Curitiba, documentando esse processo junto ao Programa de Pós-Graduação em
    Dança da Universidade Federal da Bahia, são nesse trabalho, ações empreendidas como
    movimento de retomada de terras. Corpo, espaço e saber são dimensões pelas quais a escrita
    se arvora e juntas sustentam o conceito território-corpo proposto como chave no trabalho.


  • Mostrar Abstract
  • This work proposes a reflection on the historical, cultural and political importance of
    knowledge production spaces in Afro-diasporic dances in the city of Curitiba. Experiences
    that span my life course and teach about cultivating deep relationships with the lands we
    inhabit. Crossing autobiography, dialogues with people linked to the construction of part of
    these spaces, as well as historiographical productions about the city, I critically assess the
    formative and transforming power of these actions in time. The trajectory and legacy of the
    artist and activist from Paraná Vera Paixão, creator of the ―Black Beauty Contest‖ as well as
    the ― Afro Cultural Group Ka-Naombo‖, both produced within the CANPA – Cultural
    Association of Negritude and Popular Action, founded in the 90s in Curitiba, it is one of the
    stories involved in this plot and as a common thread, it connected us to active groups from the
    80's to the present day. Knowing and recording the trajectories of different generations of
    Afro-oriented dances (SILVA, 2018) in the contexts of Curitiba, documenting this process
    with the Graduate Program in Dance at the Federal University of Bahia, in this work, actions
    undertaken as a movement of land repossession. Body, space and knowledge are dimensions
    through which writing stands and together they sustain the concept of territory-body proposed
    as a key in the work.

7
  • LARISSA MELO CHAVES
  • Sapateado na formação docente: um diálogo entre jogo e interdisciplinaridade na Licenciatura em Dança da UFPA

  • Orientador : RITA FERREIRA DE AQUINO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LENIRA PERAL RENGEL
  • MARIA ANA AZEVEDO DE OLIVEIRA
  • RITA FERREIRA DE AQUINO
  • Data: 12/05/2021

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa emerge da experiência no curso de Licenciatura em Dança da UFPA cuja matriz
    curricular é organizada em disciplinas, de acordo com o Projeto Pedagógico (UFPA, 2011).
    Analisando as implicações da disciplinarização (MORIN, 2011) para a formação do(a)
    licenciando(a), apontamos a interdisciplinaridade (FAZENDA, 2012) e a complexidade
    (MORIN, 2011) como conceitos que colaboram para o estabelecimento de diálogos entre
    saberes, impulsionando-nos aos novos paradigmas do conhecimento. Sabendo que a Educação
    Básica – um dos principais âmbitos de atuação do professor(a) – solicita posturas docentes
    afinadas à dialogicidade (FREIRE, 1987), reconhecemos a importância do desenvolvimento,
    ainda na licenciatura, de habilidades docentes pautadas em aspectos interdisciplinares. Nesse
    sentido, surge a hipótese de que o sapateado americano, analisado sob a perspectiva da
    interdisciplinaridade, apresenta-nos a possibilidade de desenvolvimento de tais habilidades por
    seu vínculo específico entre Dança e Música. Assim, articulando os elementos da Dança
    (LABAN, 1978; LOBO e NAVAS, 2007; RENGEL, 2015a) e da Música (ARTAXO e
    MONTEIRO, 2013; SCHAFER, 2011) presentes na técnica, elaboramos uma proposta
    didático-metodológica autoral e original intitulada experiência formativa, sendo voltada à
    Licenciatura em Dança e pautada no jogo (SILVA, 2013) como estratégia metodológica que
    organiza tal experiência. Fundamentada em um estudo de caso (YIN, 2001), essa vivência
    traduz-se pela composição de vinte e seis jogos faseados e um jogo de tabuleiro. As
    reverberações da proposta ao contexto formativo são estudadas a partir das noções de
    experiência (LARROSA, 2020) e formação (MACEDO, 2014a), aproximando-se de uma
    provocação curricular (MACEDO, 2017) e de alguns documentos que versam sobre a formação
    docente, como a BNC-Formação (BRASIL, 2019). A pesquisa, então, adota a revisão
    bibliográfica, a elaboração da experiência formativa a partir do jogo e a aproximação com
    alguns documentos legais da Educação como procedimentos metodológicos, resultando na
    explicitação da contribuição do sapateado à formação de professores de Dança através do
    material proposto. O intuito é colaborar com as licenciaturas de todo país e ir além,
    extravasando esse espaço ao propor reflexões mais amplas sobre a Dança na Educação.


  • Mostrar Abstract
  • This research emerges from the experience in the Degree in Dance at UFPA, whose grade sheet
    is organized in disciplines according to the Pedagogical Project (UFPA, 2011). Analyzing the
    implications of disciplinarization (MORIN, 2011) for the formation of the licensee, we point
    out interdisciplinarity (FAZENDA, 2012) and complexity (MORIN, 2011) as concepts that
    collaborate for the establishment of dialogues between knowledges, propelling us to new
    paradigms. Knowing that Basic Education - one of the main areas of activity of the teacher -
    calls for teaching attitudes in tune with dialogicity (FREIRE, 1987), we recognize the
    importance of developing, in the degree, teaching skills based on interdisciplinary aspects. In
    this sense, a hypothesis arises that American tap dancing, analyzed from the perspective of
    interdisciplinarity, presents us with the possibility of developing such skills due to their specific
    link between Dance and Music. Thus, articulating the elements of Dance (LABAN, 1978;
    LOBO and NAVAS, 2007; RENGEL, 2015a) and Music (ARTAXO and MONTEIRO, 2013;
    SCHAFER, 2011) present in the technique, we elaborated an original didactic-methodological
    proposal, entitled formative experience, being turned to the Degree in Dance and guided by the
    game (SILVA, 2013) as a methodological strategy that organizes such experience. Based on a
    single case study (YIN, 2001), this experience is reflected in the composition of twenty-six
    phased games and one board game. The reverberations of the proposal to the formative context
    are studied from the notions of experience (LARROSA, 2020) and training (MACEDO, 2014a),
    approaching a curricular provocation (MACEDO, 2017) and some documents that deal with
    teacher training, such as BNC-Formação (BRASIL, 2019). Then the research adopts
    bibliographic revision, elaboration of the formative experience from the game and
    approximation with some legal documents of Education as methodological procedures,
    resulting in the explanation of tap dance's contribution to the formation of Dance teachers
    through the proposed material. The aim is to collaborate with degrees from all over the country
    and go further, by proposing broader reflections on Dance in Education.

8
  • NATUREZA ACÁCIO FRANÇA
  • A CORDA SAMBA DE RODA: CORPO, MEMÓRIA E PODER NA COMUNIDADE DE

    TUBARÃO

  • Orientador : DANIELA MARIA AMOROSO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • Dalva Damiana de Freitas
  • DANIELA MARIA AMOROSO
  • LARA RODRIGUES MACHADO
  • Data: 26/05/2021

  • Mostrar Resumo
  • Essa pesquisa é um estudo sobre a presença do grupo A Corda Samba de Roda na
    comunidade de Tubarão, Subúrbio Ferroviário de Salvador e sobre experiências que o fazer
    do samba de roda desencadeou através das relações entre memória e poder. A hipótese
    central deste trabalho é de que o corpo, ao acessar memórias e se entender elemento
    fundamental da história, desenvolve propriedade para viver, escrever, contar e sambar o que
    vive, e, não mais alheio, o corpo que samba consciente, se torna a própria continuidade.
    Enquanto pesquisadora, sambadeira, moradora e mobilizadora cultural de Tubarão, trago
    referências teóricas que atravessam minha trajetória, como Conceição Evaristo que me
    inspira a escrever a minha história e com ela me imprimir no mundo através da escrevivência
    Trago, principalmente, referências vivas e presentes em meu cotidiano, através dos saberes
    expressos na oralidade e movimento das mulheres de minha comunidade, de minhas mestras
    e mestres do samba de roda e da capoeira que são fontes vivas de saberes. A metodologia
    que utilizo é continuidade da qual desenvolvi no decorrer da minha carreira de arte educadora
    da periferia, que tem no encontro, o centro, lugar onde as coisas acontecem, inclusive o
    conhecimento. É temporal e metamórfica, pois diz respeito às experiências do presente que
    se transforma no decorrer dos dias, meses e anos. Nessa dissertação, eu opto por romper
    alguns padrões acadêmicos que, em minha percepção, interferem na compreensão da escrita,
    principalmente para as pessoas que, como eu, não tem o exercício constante da leitura por
    diversos fatores, dos quais destaco o tempo, normalmente dedicado ao suprimento de
    necessidades básicas como alimentação, moradia, saúde, educação das crianças. Esta é uma
    pesquisa de muitas vozes e corpos, é circular e coletiva como o samba e a roda, é única como
    a configuração de cada grupo, que tem suas próprias identidades. É do lugar onde nasce e
    floresce o samba de roda que nasce a motivação para os estudos aqui apresentados: o corpo
    feminino que samba, escreve, canta, ensina e aprende incansavelmente é quem identifica,
    significa e proseia nesta dissertação que assume a forma de oferenda para mulheres e para
    quem mais encontrar motivação para ler viver.


  • Mostrar Abstract
  • This research is a study about the presence of the group A Corda Samba de Roda in the
    vherevgvy of Tubarão, Railway Suburb of Salvador and about experiences that the making
    of samba de roda triggered through the relations between memory and power, as the bodies
    access people, stories, knowledge and traditions.The central hypothesis of this work is that
    the body, vher accessing memories and understanding itself as a fundamental vherevgv of
    history, develops property to live, write, tell and dance what it lives and vherevgvyvs. No
    longer oblivious, the body that samba consciously becomes the continuity itself. As a
    researcher, sambadeira, vherevgvy and cultural mobilizer of Tubarão, author of this research,
    I bring theoretical references that cross my trajectory, as Conceição Evaristo who inspires
    me not vher to read, but to write my history and with it impresses me in the world through
    the escrevivência, but I bring mainly vivid and vherevgv references in my daily life, through
    the knowledge expressed in the orality and movement of the women of my vherevgvy, my
    masters of samba de roda and capoeira who are living sources of transversal knowledge
    vhere research, body and history. The methodology I use is the same that I developed during
    my career as na educator in the periphery, which has the focus at the meeting, the place vhere
    things happen, including knowledge. In this dissertation I choose to break some academic
    standards that, in my perception, interfere in the comprehension of writing, mainly for people
    who, like me, do not have the constant exercise of vherevg due to several factors, of which
    I highlight the time, normally dedicated to the supply of basic needs such as food, housing,
    health, children’s education. This is a research of many voices and bodies, it is circular and
    collective like samba and roda, it is unique as the configuration of each group, which has its
    own identities. It is from vhere the samba de roda is born and flourishes that the motivation
    for the studies presented here is born: the female body that samba, writes, sings, teaches and
    tirelessly learns it is who identifies, means and prose in this dissertation offering for women
    and for those who find more motivation to read/live.

9
  • BEATRIZ GONZALEZ LAGOS IZQUIERDO
  • Dona Cici - conhecimentos ancestrais: as Artes Integradas Afrodiaspóricas Yorubá do Brasil e Cuba.

  • Orientador : AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • FERNANDO MARQUES CAMARGO FERRAZ
  • JULIO MORACEN NARANJO
  • Data: 27/05/2021

  • Mostrar Resumo
  • O objetivo desta pesquisa é documentar as artes integradas de origem yorubá presentes na
    afrodiáspora no culto dos Orixás e Orishas do Brasil e Cuba, exaltando suas complexidades e
    seus fundamentos para poder realizar um estudo da dança que se integre com todas as artes. A
    partir desse entendimento unificado das artes, se propõe fundamentos para o estudo da dança.
    Propondo uma escrita interativa, através do uso do QR Code e da escolha de três formas de
    leitura, a presente pesquisa apresenta um olhar para as expressões artísticas da cultura yorubá
    afrodiaspórica presentes nas artes do culto aos Orixás e Orishas do Brasil e de Cuba. Para
    aprofundar os conhecimentos dessa pesquisa, trago os conhecimentos de Nancy de Souza e
    Silva, Dona Cici, mulher negra, de 81 anos de idade, filha de Oxalá, Egbomi do Terreiro Ilê
    Axé Opô Aganjú6
    , Apetebí7

    de Ifá. Contadora de histórias no Espaço Cultural Pierre Verger, ela
    é uma representação viva das artes integradas da cultura afrodiaspórica no Brasil, Apetebí Ifá e
    conhecedora da Santeria8 Cubana. Os resultados que apontam esse estudo são a evidenciação

    de que as artes integradas yorubás são um grande aporte para a formação dos artistas. Conclui-
    se que ao apresentar alguns fundamentos destes conhecimentos, se possa aplicar os seus

    conteúdos na formação em arte de pedagogos, bacharéis e nas suas criações artísticas.


  • Mostrar Abstract
  • The objective of this research is to document the integrated arts of Yoruba origin present in
    aphrodisonspora in the cult of the Orixás and Orishas of Brazil and Cuba, extolling its
    complexities, and its foundations to be able to carry out a study of dance that integrates with all
    arts. From this unified understanding of the arts, a systematization is proposed for the study of
    dance. Proposing an interactive writing using the QR Code and the choice of two forms of
    reading, this research presents a look at the artistic expressions of the Yoruba culture of Nigeria
    and the Afrodiasporic cultures present in the worship arts of the Orixás and Orishas of Brazil
    and Cuba. To deepen the knowledge of this research, I bring the knowledge of Nancy de Souza
    e Silva, Dona Cici, black woman, 81 years old, daughter of Oxalá, Egbomi from the Terreiro
    Ilê Axé Opô Aganjú9

    , Apetebí10 from Ifá. Storyteller in the Pierre Verger Cultural Space, she
    is a living representation of the integrated arts of Afrodiasporic culture in Brazil, Apetebí Ifá
    and connoisseur of Cuban Santeria11. The results that point to this study is the evidence that the
    integrated yorubas arts are a great contribution to the formation of artists. It is concluded that
    by systematizing this knowledge, it is possible to apply its contents in the art training of
    pedagogues, undergraduates and in their artistic creations.

10
  • DAIANE NONATO DE LIMA
  • O RE_INVENTAR DAS CAMBINDAS DE TRIUNFO: Diálogos de corpo, memória e tradição.

  • Orientador : DANIELA MARIA AMOROSO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • DANIELA MARIA AMOROSO
  • JARBAS SIQUEIRA RAMOS
  • Data: 28/05/2021

  • Mostrar Resumo
  • As Cambindas de Triunfo é uma manifestação popular que tem seu surgimento por volta
    de 1913 na comunidade do Alto da Boa Vista, na cidade de Triunfo, no Sertão
    Pernambucano. Como uma brincadeira no carnaval, composta a princípio apenas por
    homens, em sua maioria negros, as Cambindas saíam às ruas vestidas de mulheres para
    brincar e animar a festa das pessoas por onde passavam. Uma das características do
    cortejo era passar nas casas onde eram sempre recebidas com comidas e bebidas pelos
    donos. Contam os mais velhos, que os moradores de toda a cidade ao chegar o carnaval
    abriam espaços nas salas das suas casas, pois havia grandes possibilidades de serem
    contemplados com uma visita das cambindas. Depois de décadas fazendo a alegria nos
    carnavais, as Cambindas deixaram de sair às ruas, não se sabe nem a época e nem os
    motivos que desencadearam a descontinuidade desta manifestação dentro desta
    comunidade. Hoje, o que acredito mediar enquanto mestra popular que ensina os modos
    de fazer das cambindas é um processo de re_invenção dessa tradição (Hobsbawn, 1997).
    O objetivo da pesquisa foi, a partir dos atos de reinvenção com o grupo “Cambindas de
    Triunfo”, aprofundar a relação com o bairro berço dessa manifestação, ampliando o
    entendimento da sua importância para a cultura desse município. A pesquisa assume a
    pesquisa-ação, as histórias de vida e a etnopesquisa crítica como perspectivas
    metodológicas para essa mediação cultural. Entendo também que é no fazer da pesquisa
    que a re_invenção das Cambindas ganha novos sentidos fortalecendo os laços da memória
    e acionando o imaginário simbólico dos corpos na comunidade que tocam, cantam e
    dançam.


  • Mostrar Abstract
  • The Cambindas de Triunfo is a popular manifestation that had its appearance around 1913
    in the Alto da Boa Vista community, in the city of Triunfo, in the Sertão Pernambucano.
    As a carnival manifestation, composed primarily of mostly black men, Cambindas went
    out into the streets dressed as women to play and cheer the party where they passed. One
    of the characteristics of the procession was to pass in the houses where they were always
    received with food and drinks by the owners. The elders tell us that the residents of the
    whole city when the carnival arrived opened spaces in the rooms of their houses, because
    there had great possibilities of being contemplated with a visit from the cambindas. After
    decades of cheering for carnivals, Cambindas no longer take to the streets, and nobody
    knows the reasons that triggered the discontinuity of this performance within this
    community. Today what I believe to mediate as a popular teacher who teaches the ways
    of making Cambindas is a process of re_invention of this tradition (Hobsbawn, 1997).
    The objective was, from the reinvention acts with the group “Cambindas de Triunfo”, to
    deepen the relationship with the neighborhood cradle of this manifestation, broadening
    the understanding of its importance for the culture of this city. This research deal with the
    methodology of action research, life histories and critical ethnoresearch as
    methodological perspectives for this cultural mediation. I also understand that it is in
    doing research that the re_invention of Cambindas gains new meanings by strengthening
    the bonds of memory and triggering the symbolic imaginary of the bodies in the
    community that play, sing and dance.

11
  • CAROLINA LUISA BASTOS SANTOS
  • BENZA DEUS, TRÊS VEZES NO CORAÇÃO: SABERES E FAZERES DAS REZADEIRAS DO TERREIRO BATE FOLHA COMO POÉTICA DE DANÇA AFROANCESTRAL

  • Orientador : DANIELA MARIA AMOROSO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • DANIELA MARIA AMOROSO
  • EVANI TAVARES LIMA
  • Data: 31/05/2021

  • Mostrar Resumo
  • A pesquisa parte dos saberes e fazeres das rezadeiras do terreiro Bate Folha, em Salvador, e busca revelar de que forma elas desenvolveram o ofício em contato com suas vivências de religiosidade e fé. Mergulho enquanto filha de santo, artista e pesquisadora no ambiente das rezadeiras possuidoras de conhecimentos, que garantem a saúde física e espiritual que acomete o doente, trazendo a sua cura. Nesse sentido, valorizo esses costumes de manifestações tradicionais afro-brasileiras na contemporaneidade, considerando diversos aspectos: corporais, plásticos, poéticos, simbólicos, artísticos e histórico-sociais. O objetivo
    principal da pesquisa é ressignificar as memórias, corporalidades e elementos simbólicos de
    matrizes estéticas afro brasileiras, das v ivências de terreiro e narrativas da reza, que me
    atravessaram em processos criativos na poética de dança afroancestral: Alfazema. Uma dança que traz movimentos encarnados nas memórias, atravessamentos e estabelece relações com a religiosidade, encontros com o sagrado, comunicando corporalmente identidades e ancestralidades. Estar envolvida em vivências cotidianas do terreiro revela, nesse trabalho, os atravessamentos da cultura do Candomblé de nação Congo-Angola, abarcando as diversidades estéticas e culturais, com enfoque na memória e ancestralidade, evidenciando um modo de viver e de pensar negro. Desse modo, a pesquisa de campo, as entrevistas, a história oral e a prática como pesquisa são caminhos metodológicos que a pesquisa assumiu ao longo de dois anos.


  • Mostrar Abstract
  • The research starts from the knowledge and practice of the prayers of the Bate Folha terreiro
    in Salvador and seeks to reveal how they developed the craft in contact with their expe riences
    of religiosity and faith. I dive as a daughter of a saint, artist and researcher in the environment
    of prayers with knowledge that guarantee the physical and spiritual health that affects the
    patient, bringing their cure. In this sense, I value the se customs of traditional Afro Brazilian
    manifestations in contemporary times, considering several aspects: corporal, plastic, poetic,
    symbolic, artistic and historical social. The main objective of the research is to reframe the
    memories, corporalities an d symbolic elements of African Brazilian aesthetic matrixes, of the
    terreiro experiences and narratives of the prayer, which crossed me in creative processes in
    the Afro star dance poetics Alfazema. A dance that brings movements embodied in memories,
    cross ings and establishes relationships with religiosity, encounters with the sacred,
    communicating identities and ancestry bodily. Being involved in the day to day experiences
    of the terreiro reveals in this work the crossings of the Candomblé culture of the C ongo
    Angola nation, encompassing aesthetic and cultural diversities, with a focus on memory and
    ancestry, showing a way of living and thinking in black. Thus, field research, interviews, oral
    history and practice as research are methodological paths that r esearch has taken over two
    years.

12
  • JANAHINA DOS SANTOS CAVALCANTE
  • Dança para crianças é brincadeira? Narrativas,
    relações artísticas e educacionais entre afetos e alegrias.

  • Orientador : MAIRA SPANGHERO FERREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • MAIRA SPANGHERO FERREIRA
  • SHARA JANE HOLANDA COSTA ADAD
  • Data: 11/06/2021

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho de pesquisa apresenta argumentos e anunciar novos caminhos para a formação
    continuada de professores e para o ensino de dança para criança em espaços não formais, a
    partir das experiências no projeto Oficina de Dança para Criança do Núcleo Viladança (2009-
    2015), objetiva investigar as possíveis contribuições da Pedagogia Sistêmica e do brincar
    numa inter-relação com a dança, por meio de estudos que partem das experiências e vivencia,
    dos conhecimentos, e entendimentos de hoje; proponho relembrar, revisitar e investigar, a
    partir das particularidades e acontecimentos no projeto mencionado, como palco de pesquisa,
    trazendo estratégias outros modos de perceber e analisar aquilo que se apresenta e a partir das
    lembranças, por meio do diálogo com os atores envolvidos nesse projeto, embasado pelos
    autores para tecer conexões e abrir um campo para novas possibilidades de descobertas para a
    formação de professores de dança e para o ensino de dança para crianças. Considerando ser
    possível a partir dos estudos, encontros e descobertas da Pedagogia Sistêmica e do brincar
    numa inter-relação com a dança versar sobre especificidades, sobre questões da ordem das
    relações humanas, discutir a prática educacional em dança para crianças e a formação do
    docente, novas aberturas, atitudes e posturas, desejando tornar o discurso dançante
    significativo para a criança, a fim de possibilitar o trânsito entre saberes, ampliando o diálogo
    e cogitando contribuir para os debates acadêmicos. São reflexões teóricas, apontamentos e
    ponderações a partir de experiências concretas, os quais também são frutos de todas as
    vivências, percepções e inquietações que fazem parte do meu percurso como professora. A
    metodologia se ancora nas vias de pesquisa qualitativa, tem como método a produção de
    informações e o registro que emerge da própria experiência. O trabalho está embasado nos
    textos de autores como FRANKE-GRICKSCH (2014), KISHIMOTO (2019), AGAMBEN
    (2009), ROCHA (2016), LARROSSA (2015), PIMENTA (1999), dentre outros. O intuito é
    contribuir para diminuir as possíveis carências em relação ao tema1.


  • Mostrar Abstract
  • This research work presents arguments and announces new paths for the continuing education
    of teachers and for teaching dance to children in non-formal spaces, based on the experiences
    in the project Oficina de Dança para Criança from Núcleo Viladança (2009-2015). investigate
    the possible contributions of Systemic Pedagogy and of playing in an interrelationship with
    dance, through studies that start from the experiences and experiences, from the knowledge
    and understandings of today; I propose to remember, revisit and investigate, from the
    particularities and events in the mentioned project, as a research stage, bringing strategies
    other ways of perceiving and analyzing what is presented and from the memories, through
    dialogue with the actors involved in this project , supported by the authors to weave
    connections and open a field for new possibilities of discoveries for the training of dance
    teachers and for teaching dance to children. Considering that it is possible, based on the
    studies, meetings and discoveries of Systemic Pedagogy and of playing in an interrelationship
    with dance, to discuss specificities, on issues of the order of human relations, to discuss
    educational practice in dance for children and teacher training, new openings, attitudes and
    postures, wishing to make the dancing speech meaningful for the child, in order to enable the
    transit between knowledge, expanding the dialogue and considering contributing to academic
    debates. They are theoretical reflections, notes and reflections based on concrete experiences,
    which are also the result of all the experiences, perceptions and concerns that are part of my
    path as a teacher. The methodology is based on qualitative research, its method is the
    production of information and the record that emerges from the experience itself. The work is
    based on texts by authors such as FRANKE-GRICKSCH (2014), KISHIMOTO (2019),
    AGAMBEN (2009), ROCHA (2016), LARROSSA (2015), PIMENTA (1999), among others.
    The aim is to contribute to reducing possible shortcomings in relation to the topic2.

13
  • IAN GUIMARÃES HABIB
  • Corpos Transformacionais: a transformação corporal nas artes da cena

  • Orientador : FERNANDO MARQUES CAMARGO FERRAZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FERNANDO MARQUES CAMARGO FERRAZ
  • LUCAS VALENTIM ROCHA
  • DODI TAVARES BORGES LEAL
  • Data: 09/07/2021

  • Mostrar Resumo
  • A presente pesquisa tem como propósitos: 1) criar, caracterizar e explorar a noção de Corpes Transformacionais, bem como os inúmeros conceitos transontocosmoepistemológicos dela advindos e os mundos por ela engendrados, propondo-a como reflexão artística, política e social fundamental para reflexões sobre variância corporal e de gênero nas Artes da Cena, assim como tecer experimentações filosóficas acerca das 2) poéticas de corporificação, alteração e potencialização da transformação corporal neste campo, traçando 3) as implicações políticas dos dispositivos de poder institucionais e não-institucionais cisheteronormativos que exercem colonialidades sobre estas existências. Para tal, produzirei, através da Transquimerografia, movimentos conceituais que promoverão suportes para a minha proposição teórica e experiencial, como os de estados corporais, transformação corporal e alteração dos estados da matéria, a partir de referenciais dos Estudos da Performance, da Filosofia da Diferença, do Feminismo Neomaterialista e Pós-Humanista, dos Estudos Trans, dos Estudos Antropológicos e dos Estudos Anticoloniais. A caracterização de Corpe Transformacional revela novas perspectivas metodológicas e maneiras de resistir a processos cisnormativos de captura da transformação corporal através de cistemas. Contra estes processos, tentei elaborar novas possibilidades transontocosmoepistemológicas cênicas com caminhos anticoloniais que possam promover paisagens radicais para a criação de outros seres e mundos. 


  • Mostrar Abstract
  • This research aims to: 1) create, characterize and explore the notion of Transformational Bodies, as well as the numerous transontocosmoepistemological concepts arising from it and the worlds it engenders, proposing it as a fundamental artistic, political and social reflection for reflections on body and gender variance in the performing arts, as well as weaving philosophical experiments about 2) the poetics of embodiment, alteration and potentiation of body transformation in this field, outlining 3) the political implications of institutional and non-institutional cisheteronormative power devices that exert colonialities about these existences. To this end, I will produce, through Transchymerography, conceptual movements that will support my theoretical and experiential proposition, such as physical states, body transformation and alteration of the states of matter, based on references from Performance Studies, from Philosophy of Difference, Neomaterialist and Posthumanist Feminism, Trans Studies, Anthropological Studies and Anticolonial Studies. The characterization of Transformational Bodies reveals new methodological perspectives and ways to resist cisnormative processes of capturing body transformation through cistems. Against these processes, I tried to elaborate new scenic transontocosmoepistemological possibilities with anti-colonial paths that could promote radical landscapes for the creation of other beings and worlds. 

14
  • LINDETE SOUZA DE JESUS
  • O corpo negro negado na dança clássica: não vendi limão
    na feira! Vida conseguida do bailarino Luiz Bokanha.

  • Orientador : FERNANDO MARQUES CAMARGO FERRAZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • FERNANDO MARQUES CAMARGO FERRAZ
  • LAUDEMIR PEREIRA DOS SANTOS
  • Data: 30/09/2021

  • Mostrar Resumo
  • A pesquisa que se apresenta tem como tema a investigação do racismo na dança
    clássica na capital baiana a partir de um olhar biográfico para a história de vida do
    bailarino Luiz Bokanha. A autora escreve neste artigo sobre esse momento de
    negação do corpo negro nos anos 1970, problematizando as questões raciais e
    analisando a estruturação do racismo através de teóricos do tema, como, Sueli
    Carneiro (2011), Grada Kilomba (2019), Antônio Sergio Guimarães (1999), Silvio
    Almeida (2019), Nadir Nóbrega (2007) e Fernando Ferraz (2012). Apresenta como
    foco um retrato crítico das bases estruturais do racismo, na perspectiva de denunciar
    a continuidade dessas práticas discriminatórias na sociedade até os dias atuais. Serão
    descritos de maneira crítica e analítica, passagens da vida do sujeito desta pesquisa
    desde a sua formação em dança, até sua passagem em grupos folclóricos como o
    grupo Balú, com mestre King, Balé Brasileiro da Bahia - BBB, Frutos Tropicais e
    Companhias de Ballet Clássico como O Municipal de São Paulo, Grand Theatre de
    Géneve e a Companhia de Maurice Béjart. A escrita possui um tom narrativo e
    biográfico, em diálogo com a metodologia da história oral, a pesquisa documental e o
    pensamento feminista negro, ao dar relevância a experiência vivida como critério de
    significação (COLLINS, 2019). Com o intuito de rastrear momentos da carreira do
    artista e a superação dos entraves trazidos pelo racismo estrutural, esse trabalho
    compreende que a humanidade é marcada pela diversidade, sendo urgente aceitar
    dar as mãos ao outro, a outra e a outres.


  • Mostrar Abstract
  • Based on research, the theme introduced is racism of classic dancers in the Bahia
    Capital. From the author's point of view she writes, the biography and the history of the
    life of the ballet dancer Luis Bokanka. In the article the author explains the denial of
    acceptance of the black body in the 1970's, problematic racial issues. Analysis the
    structure of racism thru theory of the theme, Sueli Carneiro (2011), Grada Kilomba
    (2019), Antônio Sergio Guimarães (1999), Silvio Almeida (2019), Nadir Nóbrega
    (2007) e Fernando Ferraz (2012). The critical picture focus on the basic structure of
    racism. The perspective of protest of continuous discriminatory practice in our current
    society. It will be critically and analytically described passages in the life of the subject
    of this research from his training in dance, to his passage in folklore groups such as
    the Balu Dance Group, with master King, Ballet Brasileiro of Bahia- BBB, Frutos
    Tropicais, Municipal of São Paulo Dance Theater, Grand Theater of Geneve and
    Maurice Bejart Dance Company. The writing has a narrative and biographical tone, in
    dialogue with the methodology of oral history, documentary research and black
    feminist thought, by giving relevance to the lived experience as a criterion of meaning
    (COLLINS, 2019). In order to track moments in the artist's career and to overcome the
    obstacles brought by structural racism, this work understands that humanity is marked
    by diversity, and it is urgent to accept one another by giving a helping hand to others.

15
  • ROBERTO GOMES DA SILVA JÚNIOR
  • OS PROCESSOS DE APRENDIZAGEM DO FANDANGO CAIÇARA COMO MODOS DE AÇÃO CORPORIFICADA E DE (RE)EXISTÊNCIA NAS COMUNIDADES REMANESCENTES DA JURÉIA-ITATINS (IGUAPE - SP)

  • Orientador : LUCIA HELENA ALFREDI DE MATOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ÉMYLE POMPEU DE BARROS DALTRO
  • DANIELA MARIA AMOROSO
  • LUCIA HELENA ALFREDI DE MATOS
  • Data: 01/10/2021

  • Mostrar Resumo
  • Enquanto fenômeno complexo de acontecimentos (conceituais, organizacionais e atitudinais), os bailes de Fandango, que ocorrem nas comunidades caiçaras tradicionais da Juréia, retroalimentam o dinamismo das narrativas locais. Estas, por não estarem apartados das relações geradas no corpo que toca, dança, trabalha e brinca, possibilita a criação de pontos de (re)existência, capazes de gerar outros modos de ser e estar no mundo. O que provoca os esforços concentrados na presente investigação é a análise do modo como a cotidianidade das comunidades mencionadas incide na aprendizagem da dança nos bailes de Fandango. Para tanto, após um período de imersão nas referidas comunidades, esta dissertação apresenta o contexto político, social, econômico e as consequentes mudanças nos arranjos culturais. Inspirados nos enredos que compõem e atravessam os microcosmos das famílias analisadas, foram estruturados três eixos de aprendizagem, tendo em vista o corpo imerso em uma ambiência de repertórios autobiográficos. Que por sua vez, à luz da aprendizagem inventiva (KASTRUP, 2007), são mobilizados graças as forças locais que, por estarem fundados na ação autoral, na ética da sociabilidade e na poética caiçara, coadunam o desejo de criação de realidades outras. Balizada pela abordagem de pesquisa qualitativa, de natureza descritiva, o percurso cartográfico (PASSOS; KASTRUP; ESCÓSSIA, 2009) utilizado conjuga as falas, entrevistas e registros bibliográficos a experiência dos sujeitos participantes da pesquisa. Diante do exposto, a escrita aponta que os bailes de Fandango que ocorrem na Juréia, enquanto elemento ainda capaz de retroalimentar o dinamismo local, se fazem presentes nos corpos dos sujeitos. É a partir da linguagem historicamente gerada no corpo que toca, dança, celebra, brinca e trabalha que são estabelecidos os pontos de conexão que retroalimentam os processos mencionados. É no corpo que o fazer/saber caiçara evolui, se transforma, se fortalece e se reafirma. São nos modos de vida caiçara, face às fricções do corpo com o meio, que são mobilizados os processos de aprendizagem. Estes, em fluxos contínuos, provisórios e transitórios, se apresentam em intensidades, articulações e modulações, que possibilitam a criação de modos de subjetivação das famílias fandangueiras na Juréia.


  • Mostrar Abstract
  • As a complex phenomenon of events (conceptual, organizational, and attitudinal), Fandango's Balls, which take place in the traditional Caiçara communities of Juréia, feedback the dynamism of local narratives. These narratives, as they are not separated from the relationships generated in the body that touches, dances, works and plays, enable the creation of points of (re)existence, capable of generating other ways of being and being in the world. Thus, what instigates the efforts concentrated in this investigation is the analysis of how the daily life of the mentioned communities affects the learning of dance in Fandango's Balls. Therefore, after a period of immersion in these communities, this dissertation presents the political, social, economic context and the consequent changes in cultural arrangements. Inspired by the arrangements that compose and cross the microcosm of the analysed families, three learning axes were structured, bearing in mind the body immersed in an ambience of autobiographical repertoires. Which, in turn, in the light of inventive learning (KASTRUP, 2007), are mobilized thanks to local forces that, for being based on authorial action, on the ethics of sociability and on caiçara poetics, combine the desire to create other realities. Guided by the qualitative research approach, of a descriptive nature, the chosen cartographic path (PASSOS; KASTRUP; ESCÓSSIA, 2009) combines the speeches, interviews and bibliographic records, along with the experiences of the subjects participating in the research. Given the above, this writing points out that Fandango's Balls that take place in Juréia, as an element still capable of providing feedback to the local dynamism, are present in the subjects' bodies. It is from the language historically generated in the body that touches, dances, celebrates, plays and works, that the connection points that feedback the mentioned processes are established. It is in the body that the caiçara’s doing/ knowing evolves, transforms, strengthens, and reaffirms itself. It is in the caiçara ways of life, given the friction between the body and the environment, that the learning processes are mobilized. These, in continuous, provisional and transitory flows, are presented in intensities, articulations, and modulations, which enable the creation of subjectivation modes for the fandangueira (fandanging) families in Juréia.

16
  • ROBSON CORREIA SANTOS
  • Cia de Dança Robson Correia: Terreiro de formar-ação identitária para Corpo Iaô na Dança em Salvador.

  • Orientador : AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • ANA ELISABETH SIMOES BRANDAO
  • MARIA DE LOURDES SIQUEIRA
  • Data: 01/10/2021

  • Mostrar Resumo
  • Essa dissertação propõe uma reflexão acerca da trajetória da Cia de Dança Robson
    Correia que, ao longo dos 15 anos das atividades artísticas formativas, vem
    trazendo como propósito um Terreiro de Formação identitária com a dança para
    pessoas negras, consolidando-se no cenário cultural de Salvador. A pesquisa faz um
    percurso apontando a escassez dos conhecimentos africanos e afrodiaspóricos,
    historicamente ausentes nas instituições públicas formais do ensino da dança,
    impossibilitando através desse campo de conhecimento o processo de formação
    identitária de pessoas negras nesses espaços. Buscando apontar possíveis
    soluções para a problemática instalada, o estudo faz uma imersão reflexiva nos
    espaços não convencionais, movimentos socioculturais, sujeitas e sujeitos que
    através das suas atuações de ensino e aprendizagem, trazem dados que visibilizam
    saberes e fazeres das culturas subalternizadas pela classe dominante. Segundo
    essa perspectiva, o trabalho evidencia as estratégias metodológicas de ensino
    concebidas e utilizadas no processo de formação da Companhia de Dança Robson
    Correia, ampliando ainda mais as possibilidades desse terreiro de formação e são
    trazidos os procedimentos das investigações cênicas nas obras “Homens de Ogum”
    e “O Leque de Oxum” na perspectiva da construção identitária e conceitual do Corpo
    Iaô. Dando continuidade, a investigação busca potencializar a ancestralidade
    africana nas terras baianas através das encruzilhadas entre Brasil e Togo. O trajeto
    do trabalho mostra a contribuição da Cia de Dança Robson Correia como Terreiro
    para a formação do negro na sociedade e em consequência do dançarino/artista na
    cena artística de Salvador. Para respaldar e referenciar esse estudo trago para
    volvar algumas e alguns Exúas e Exus: Siqueira (1998); Carvalho (2019); Almeida
    (2018); Brandão (2014); Gomes (2017); Falcão (2019); Sabino e Lody (2011);
    Conrado (2015); Eyin (2014), que no caminhar das suas estradas comem e deixam
    padês para que outras Exúas e outros Exús possam se alimentar, abrindo
    possibilidades da criação do Corpo Iaô.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation proposes a reflection about the trajectory of the Dance Company
    Robson Correia, over the past 15 years of the artistic activities, they have been bringing
    into an envairoment of identity and informative aspect for the dance and black people
    consolidating themselves in the cultural scene of Salvador. The research takes a path
    pointing out the scarcity knowledge regards African and aphrodiasporic that historically
    are absent in formal public institutions of dance education, making it impossible for the
    process of identity formation of black people in these spaces through this field of
    knowledge. Seeking to point out possible solutions to the installed problem, the study
    makes a reflexive immersion in unconventional spaces, sociocultural movements,
    subjects and subjects who, through their teaching and learning activities, bring data that
    make knowledge and practices of cultures subordinated by the dominant class visible.
    According to this perspective, the work evidences the teaching methodological
    strategies conceived and used in the formation process of the Robson Correia Dance
    Company, further expanding the possibilities of this formation centre. The Fan of Oxum
    from the perspective of the identity and conceptual construction of Corpo Iaô.
    Continuing the investigation, it seeks to enhance African ancestry in Bahia lands
    through the crossroads between Brazil and Togo. The path of the work shows the
    contribution of Cia de Dança Robson Correia as a Centre for the formation of blacks in
    society and as a result of the dancer / artist in the artistic scene of Salvador. To support
    and reference this study, I bring to you some and some Exúas and Exus: Siqueira
    (1998); Carvalho (2019); Almeida (2018); Brandão (2014); Gomes (2017); Falcão
    (2019); Sabino and Lody (2011); Conrado (2015); Eyin (2014), who i have to thankful
    for all the dedication and support through this beautiful experience.

17
  • RITA DE CASSIA FABRIS LEONE
  • OLGART: CONTRIBUIÇÕES DA DANÇA NA FORMAÇÃO
    DE SUJEITOS CIDADÃOS NA ESCOLA MUNICIPAL OLGA FIGUEIREDO DE
    AZEVEDO

  • Orientador : RITA FERREIRA DE AQUINO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RITA FERREIRA DE AQUINO
  • ANA ELISABETH SIMOES BRANDAO
  • ELEONORA CAMPOS DA MOTTA SANTOS
  • Data: 20/10/2021

  • Mostrar Resumo
  • A dissertação investiga a seguinte questão: como a disciplina Dança desenvolvida junto ao Grupo
    OLGART da Escola Municipal Olga Figueiredo de Azevedo pode contribuir para a formação de
    sujeitos cidadãos? O objetivo da pesquisa foi descrever e analisar essas contribuições a partir da
    experiência de doze anos de serviço prestado ao município de Salvador como docente em Dança.
    Para tanto, foi construído um percurso metodológico a partir dos elementos estruturantes da prática
    da Bricolagem, composto pelas seguintes estratégias: a) História de Vida, na qual abordo minha
    trajetória no ensino público Municipal de Salvador com destaque para o Grupo OLGART; b)
    Revisão sistemática do conceito de sujeito, tomando como unidade de análise os artigos dos
    periódicos com qualis A1 e A2 da plataforma SUCUPIRA da Coordenação de Aperfeiçoamento de
    Pessoal de Nível Superior na área de avaliação “Artes”, no período 2015-2020; e finalmente, c) o
    Método indiciário, para explicitar o lócus de estudo, que permitiu discutir o papel da Dança no
    ambiente público escolar, através da realização de entrevistas semi-estruturadas junto aos
    estudantes. Através deste percurso foi verificada a hipótese de que as experiências dos participantes
    do Grupo OLGART vão além do desenvolvimento de habilidades e competências técnicas e
    procedimentais em Dança, e promovem o reconhecimento e valorização de corpos sujeitos,
    estimulando-os a expressar-se e posicionarem-se diante de temas cotidianos ou emergenciais do
    entorno onde estão inseridos com confiança. Deste modo, identifico que os participantes exercitam
    a criatividade, convivência em grupo, capacidade para liderar, aguçando incessantemente a
    curiosidade e questionamentos nas suas leituras de mundo. A pesquisa confirmou que a participação
    no Grupo OLGART contribui para o processo de construção da cidadania, permitindo aos
    estudantes transformar suas realidades, e ao mesmo tempo trazendo à luz das discussões os desafios
    rotineiros dos docentes no âmbito da educação básica. Finalmente, afirmo através dessa pesquisa
    que projetos como o Grupo OLGART são ambientes que promovem o diálogo entre Arte e Cultura
    nas redes públicas de educação.


  • Mostrar Abstract
  • The dissertation investigates the following question: how can the Dance discipline developed with
    the OLGART Group at Escola Municipal Olga Figueiredo de Azevedo contribute to the formation
    of citizen subjects? The objective of the research was to describe and analyze these contributions
    from the experience of twelve years of service provided to the city of Salvador as a teacher in
    Dance. Therefore, a methodological path was built from the structuring elements of DIY practice,
    consisting of the following strategies: a) History of Life, in which I address my trajectory in public
    education in Salvador, highlighting the OLGART Group; b) Systematic review of the concept of
    subject, taking as the unit of analysis the articles from periodicals with qualis A1 and A2 from the
    SUCUPIRA platform of the Coordination for the Improvement of Higher Education Personnel in
    the “Arts” evaluation area, in the period 2015-2020; and finally, c) the evidential method, to explain
    the locus of study, which allowed the discussion of the role of Dance in the public school
    environment, through semi-structured interviews with students. Through this route, the hypothesis
    was verified that the experiences of the participants of the OLGART Group go beyond the
    development of technical and procedural skills and competences in Dance, and promote the
    recognition and appreciation of subject bodies, encouraging them to express themselves and
    position themselves. whether faced with daily or emergency issues of the surroundings where they
    are inserted with confidence. In this way, I identify that the participants exercise creativity,
    coexistence in groups, the ability to lead, incessantly sharpening curiosity and questions in their
    reading of the world. The research confirmed that participation in the OLGART Group contributes
    to the process of building citizenship, allowing students to transform their realities, and at the same
    time bringing to light the routine challenges of teachers in the context of basic education. Finally, I
    affirm through this research that projects like the OLGART Group are environments that promote
    the dialogue between Art and Culture in public education networks.

18
  • ANA KARLA MAIA BORGES SAMPAIO
  • MEMÓRIA E RESISTÊNCIA:
    UMA PROPOSTA DIDÁTICO-METODOLÓGICA PARA O ENSINO DO BALÉ CLÁSSICO NO CURSO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICO NÍVEL MÉDIO DA ESCOLA DE DANÇA DA FUNCEB

  • Orientador : ANA ELISABETH SIMOES BRANDAO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA ELISABETH SIMOES BRANDAO
  • ELEONORA CAMPOS DA MOTTA SANTOS
  • RITA FERREIRA DE AQUINO
  • Data: 10/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • O trabalho apresenta a reflexão e discussão de uma proposta didático-metodológica para o ensino do balé clássico no Curso de Educação Profissional Técnico Nível Médio de Dança da Fundação Cultural do Estado da Bahia, tendo como premissas as abordagens somáticas e a valorização do estudante/sujeito, levando em consideração as experiências trazidas em seu corpo e considerando trajetórias e histórias de vidas diversas e potentes para reafirmar os estudantes enquanto sujeitos da ação no Curso. A proposta visa com isso ampliar e potencializar as perspectivas encontradas na formação profissional e na prática interdisciplinar, trabalhando informações e experiências de outras técnicas e estéticas, com vista à preparação de um sujeito profissional com atitude crítica e política para atuar no mercado de trabalho com participação na sociedade. Enquanto resultado de pesquisas, buscou-se a validação e contribuição de uma metodologia multidisciplinar/interdisciplinar e em interface com outros componentes da matriz curricular do Projeto Pedagógico do Curso. Foram utilizadas pesquisas etnográficas, documentais, bibliográficas, assim embasamentos de teóricos na fundamentação do trabalho, contribuindo para a formação de um estudante-corpo-sujeito autônomo, crítico e atuante no mercado de trabalho da área da dança.


  • Mostrar Abstract
  • The work presents the reflection and discussion of a didactic-methodological proposal for the teaching of classical ballet in the Professional Technical Education Course Middle Level of Dance of the Cultural Foundation of the State of Bahia, having as premises the somatic approaches and the appreciation of the student/subject , taking into account the experiences brought in their body and considering trajectories and stories of diverse and powerful lives to reaffirm the students as subjects of action in the Course. The proposal aims to broaden and enhance the perspectives found in professional training and interdisciplinary practice, working with information and experiences of other techniques and aesthetics, with a view to preparing a professional subject with a critical and political attitude to work in the labor market with participation. in society. As a result of research, the validation and contribution of a multidisciplinary/interdisciplinary methodology and in interface with other components of the curricular matrix of the Pedagogical Project of the Course was sought. Ethnographic, documentary, and bibliographic research were used, as well as theoretical foundations in the foundation of the work, contributing to the formation of an autonomous, critical and active student-body-subject in the dance area's job market.

19
  • Paula Alejandra Sacur Muñoz
  • Práticas de Autoria: Body-Mind Centering™ e Improvisação em Dança.

  • Orientador : DANIELA BEMFICA GUIMARAES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DANIELA BEMFICA GUIMARAES
  • RITA FERREIRA DE AQUINO
  • MARILA ANNIBELLI VELLOZO
  • Data: 16/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • Esta Dissertação é o desenvolvimento de um processo de criação sensível na conexão arte e vida, corpo e ambiente, entendendo a escrita como um desafio na investigação daquilo que acontece e mobiliza nosso corpo pela sua própria biografia e como esse (re)conhecimento no corpo, ao dançar, tece interações com o ambiente ao redor. Uma escrita do saber que surge no fazer artístico e que investiga a possibilidade de geração de poéticas do/no corpo por meio de descobertas de autoria através das relações estabelecidas entre Body-Mind Centering™ (BMC™1) e Improvisação em Dança. Autoria é entendida aqui como uma entrada, um contato com o que há de biográfico em cada ser humano, é um diálogo direto com o autoconhecimento que vem da perspectiva corpo-mente do BMC™, desenvolvido por Bonnie Bainbridge Cohen e seus colaboradores, advindo da experiência somática na relação com a Dança. Como as práticas de BMC™ e Improvisação em dança podem gerar movimentos de autoria? Essa questão da pesquisa vem pelo desejo, pela necessidade de organizar, aprofundar e iniciar uma espécie de sistematização das experiências e procedimentos de investigação do/no corpo como criador de um movimento próprio, singular e autêntico. Para isto, a escolha metodológica de pesquisa deste estudo se pauta na Prática como pesquisa, onde a escrita se organiza concomitantemente ao desenvolvimento prático da investigação sobre autoria (FERNANDES, 2013). Na realização desta metodologia destacamos como procedimentos a realização de laboratórios, oficinas e processos de criação, além da pesquisa bibliográfica, escrita (auto)biográfica e entrevistas. Assim, as experimentações aqui se dão pela criação da obra “Orgiologia” e das 6 oficinas de “Práticas de Autoria” realizadas durante toda a construção deste trabalho. Apresentamos um recorte histórico na dança, desde um olhar somático, assim como nas artes em relação ao movimento de mudanças paradigmáticas nos corpos dos anos de 1960 e de 1970, com a contracultura, a vanguarda nos Estados Unidos e suas reverberações pelo mundo. Época em que a abordagem somática do BMC™, se encontra com outras disciplinas (dança, terapia, teatro, etc.) na busca de novas sensibilidades. Assim, neste trabalho temos como autores centrais Bonnie Bainbridge Cohen (2015), Lourence Louppe, (2012), Alva Noë (2010), Lucas Valentim Rocha (2019), Ivana Menna Barreto (2017), Daniela Guimarães (2012) e Annie Suquet (2008).


  • Mostrar Abstract
  • This Dissertation is the development of a sensitive creation process in the connection of art and life, body and environment, understanding writing as a challenge in the investigation of what happens and mobilizes our body by its own biography and how this (re)knowledge in the body, when dancing, weaves interactions with the surroundings. The knowledge of writing that comes from artistic making and investigates the possibility of generating poetics of/in the body through discoveries of authorship and the relations established between Body-Mind Centering™ (BMC™) and Improvisation in Dance. In this work, authorship is understood as the entrance, a contact with what is biographical in each human being, a direct dialogue with the self-knowledge that comes from the body-mind perspective of BMC™, developed by Bonnie Bainbridge Cohen and her collaborators, arising from the somatic experience and its relationship with Dance. How can the practices of BMC™ and Improvisation in dance generate authorship movements? This research question comes from the desire, the need to organize, deepen and initiate a systematization of the experiences and research procedures of/on the body as a creator of its own, singular and authentic movement. Thereby, the methodological choice research in this study is based on Practice, where writing is organized concomitantly to the practical development of research on authorship (FERNANDES, 2013). With this methodology, we highlight the performance of workshops and creation processes, in addition to bibliographic research, (auto)biographical writing and interviews. Therefore, the experimentations here are given by the creation of the work "Orgiology" and 6 workshops of "Authorship Practices" held throughout the construction of the present work. Here, we present a historical clipping in dance from a somatic point of view, as well as in the arts related to the movement of paradigmatic changes in the bodies of the 1960s and 1970s, with the counterculture, the United States vanguard movement and its reverberations around the world. A time when the BMC™ somatic approach meets with other disciplines (dance, therapy, theater, etc.) in the search for new sensibilities. Thus, in this work we have as central authors Bonnie Bainbridge Cohen (2015), Lourence Louppe, (2012), Alva Noë (2010), Lucas Valentim Rocha (2019), Ivana Menna Barreto (2017), Daniela Guimarães (2012) and Annie Suquet (2008).

2020
Dissertações
1
  • THIAGO DA SILVA SANTANA
  • AÇÕES CORPORAIS LABANIANAS TRAÇANDO DIFERENÇAS/SEMELHANÇAS DOS CORPOS MÚLTIPLOS NA DANÇA

     

  • Orientador : LENIRA PERAL RENGEL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA ELISABETH SIMOES BRANDAO
  • FATIMA CAMPOS DALTRO DE CASTRO
  • LENIRA PERAL RENGEL
  • Data: 03/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • A pesquisa concerne ao ensino e ações artísticas em dança, com especificidade nas ações corporais Labanianas (Laban, 1978). Para abordar as diferenças e semelhanças de corpos, o termo corpos múltiplos é posto como denominação. O corpo homossexual também é discutido neste processo de ensino-aprendizagem. A arte do movimento de Rudolf Laban (1978) descreve os variados modos de ações corporais e, como recorte, tratamos das ações básicas e derivadas, embasados nas combinações das qualidades de esforços do movimento, com ênfase nos fatores condicionantes de espaço, peso e tempo, agindo como ações cognitivas do corpo. Em contextos, com particularidades que imbricam em diferentes e divergentes culturas, biologias, estruturas corporais, localizações, epistemologias, eles se distinguem, porém se entrelaçam de forma muito particular e quase imperceptível. É necessário um ensino-aprendizagem (FREIRE, 2018) que respeite as múltiplas epistemologias (SANTOS, 2018). Locomover, pular, cumprimentar são ações corporais (RENGEL, 2014, 2007) que se transmutam e são compartilhadas em grupos, comunidades e em sociedade. Nessa interação com o outro e com o mundo, os conhecimentos se cruzam e se ampliam em novos formatos que passam a coexistir, com o intuito de serem corponectivos (corpomente juntos, RENGEL, 2015). O movimento do outro, ao ser executado, afeta outros corpos a partir da interação e observação, mas o movimento do outro se torna outro movimento? Ou o movimento do outro era ou é de outros? E como o outro e com outros, o corpo dialoga? No princípio que Ramachandran (2014) denomina como imitação, o corpo tem a capacidade de interagir, ensinar e aprender saberes que são desenvolvidos de modos biológicos/culturais, proporcionando a ampliação de repertório. Esses saberes passam a ser filtrados e elaborados com as informações já existentes e se constituem como corpo, que, ao compartilhar suas particularidades, proporciona ao outro co-afetações com seus aprendizados existentes, na perspectiva do corpo como corpomídia (KATZ E GREINER, 2015). Os procedimentos metodológicos se articulam com a pedagogia crítica, em processos de troca mútua entre alunx e professorx. Consideramos que, a partir do reconhecimento e análise das ações corporais, em troca e especialização (RIDDLEY, 2014) oportuniza-se um espaço de compartilhamento de processos, transformações e de hábitos cognitivos em que essas diferentes falas, ao transbordarem, viabilizam outras práticas, na vida e na dança.


  • Mostrar Abstract
  • The research concerns the teaching and artistic actions in dance, with specificity in the Labanianas corporal actions (Laban, 1978). To address the differences and similarities of bodies, the term multiple bodies are called a denomination. The homosexual body is also discussed in this teaching-learning process. Rudolf Laban's (1978) movement art describes the various modes of bodily action, and as a clipping, we deal with the basic and derived actions, grounded on the combinations of the effort qualities of the movement, with emphasis on the conditioning factors of space, weight and time, acting as cognitive actions of the body. In contexts, with particularities that imbricate in different and divergent cultures, biological, body structures, locations, epistemologies, they distinguish themselves, but intertwine in a very particular and almost imperceptible way. Teaching-learning is required (FREIRE, 2018) that respects the multiple epistemologies (SANTOS, 2018). Getting around, jumping, greeting are bodily actions (RENGEL, 2014, 2007) that are transmute and are shared in groups, communities and in society. In this interaction with the other and with the world, knowledge intersects and expands into new formats that come to coexist, with the intention of being body-based (body mind together, RENGEL, 2015). Does the other's movement, when performed, affect other bodies from interaction and observation, but the movement of the other becomes another movement? Or the movement of the another was or is it of others? And as the other and with others, does the body dialogue? In the principle that Ramachandran (2014) calls imitation, the body has the ability to interact, teach and learn knowledge which are developed in biological/cultural ways, providing the repertoire expansion. This knowledge are now filtered and elaborated with the existing information and constitute themselves as a body, which, by sharing their particularities, provides the other with other co-affects with their existing learning, from the perspective of the body as media body (KATZ AND GREINER, 2015). The methodological procedures articulate with the critical pedagogy, in processes of mutual exchange between student and teacher. We consider that, from the recognition and analysis of body actions, in exchange and specialization (RIDDLEY, 2014), a space for sharing processes, transformations and cognitive habits in which these different speeches overflowing, enable other practices in life and dance.

2
  • BRUNO DE JESUS DA SILVA
  • OPAXORÔ, OFÁ E OXÊ: LEGADO, NARRATIVAS DE DANÇAS DE MESTRE KING E JORGE SILVA

  • Orientador : LENIRA PERAL RENGEL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • LENIRA PERAL RENGEL
  • ZELINDA DOS SANTOS BARROS
  • Data: 03/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação de mestrado tem como pesquisa o Opaxorô, Ofá e o Oxê: legado, narrativas de danças de Mestre King e Jorge Silva. Parto da noção da dança como ação cognitiva do corpo, isto é: o modo do(s) corpo(s) conhecer(em) a si mesmo, axs outrxs, ao mundo para pensar uma história da dança que nos afeta. Assim, nesta abordagem proponho: Opaxorô, cajado referente a Oxalá como, narrativa do legado do Mestre King; o Ofá, arco e flecha referente a Oxóssi, é sentido como narrativa de trajetos biográficos de Jorge Silva; e o Oxê, machado de dois gumes referente a Xangô, traz o símbolo para desenvolver mecanismos contra injustiças sociais. A discussão trata de nossa dança, alicerçada no sistema cultural iorubano, em sua cosmologia, também em um modo de conhecer caminhos possíveis da expansão à diversidade epistemológica na afrodiáspora. Fortalecer a memória viva de danças disseminadas desses coreógrafos e artistas que atravessam gerações e mantêm suas contribuições para profissionalização e produção de dança na Bahia. Para defender as proposições foram usadas metodologias consideradas em construção devido à escassez de estudos nesse perfil. Foram utilizadas abordagens descritiva e qualitativas (GIL, 2002) e aspectos que entrecruzam uma atitude etnográfica com Álamo Pimentel (2014). Recursos como entrevistas em documentário, jornais, revistas, acervo pessoal, experiências com Mestre King e Jorge Silva, serviram de aporte pois sou sujeito participante no processo de desenvolvimento da pesquisa. Autores que deram suporte nas articulações teóricas como Rengel (2007, 2015), Almeida (2018), Jagun (2015), Luz (2017), Noguera (2014, 2011), Moreira (2019), Abdias do Nascimento (2019), entre outros, postulam e fundamentam conceitos e teorias pertinentes. Busco como resultados possibilidades transgressoras de novos/outros hábitos cognitivos, como sabedorias africanas aqui reinventadas e ressignificadas, que amplia o repertório de pensamento para compor e existir na afrodiáspora.


  • Mostrar Abstract
  • This master´s thesis presents Opaxorô, Ofá and Oxê :Mestre King and Jorge Silva´s legacy and dancing narratives research. I start from the notion of dancing as cognitive action of the body, that is to say, the way(s) the body (ies) knows itself /themselves, the other(s) and the world in order to think about a history of dancing that affects us. In this way, I approach Opaxorô, a cane symbolizing Oxalá as Master King's narrative legacy; Ofá, bow and arrow symbolizing Oxossi felt as a narrative of Jorge Silva biographical trajectory; and Oxê, a two-edged ax referring to Xangô, symbol mechanisms developed to counter social injustices. The discussion refers to our dancing, grounded on the ioruba cultural system, in its cosmology, as well as a means to know possible ways to expand epistemological diversity in the African Diaspora. This project strengthens the vivid memory of dances spread by these choreographers and artists across generations and maintains their contributions to the professionalization and the production of dancing in Bahia. In order to underpin all the proposals, methodologies that are considered under construction were used due to the scarcity of relevant studies.. Descriptive and qualitative approaches were used (GIL, 2002) and some aspects that use an ethnographic approach as Álamo Pimental (2014) points out. Some resources, such as interviews from documentaries, newspapers, magazines , personal archives, experiences discussed by Mestre King and Jorge Silva were useful as support, since I am also a participant in the development of this research.. Theories by authors such as Rengel(2007,2015), Almeida (2018), Jagun (2015), Luz (2017), Noguera (2014,2011), Moreira (2019), Abdias do Nascimento ( 2019), among others underpin relevant concepts. The research results transgressive possibilities of new/other cognitive habits, such as African wisdom reinvented and resignified in Brazil, that broaden the repertoire of thinking used to compose and to be in the African Diaspora.

3
  • PÂMELA RINALDI AROZ D'ALMEIDA SANTANA
  • DISPOSITIVOS E AÇÕES CONTRADISPOSITIVAS: GRUPO X DE IMPROVISAÇÃO EM DANÇA E OUTROS MOVIMENTOS

  • Orientador : LENIRA PERAL RENGEL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JAQUELINE REIS VASCONCELLOS
  • LENIRA PERAL RENGEL
  • LUCAS VALENTIM ROCHA
  • Data: 13/08/2020

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa aborda o conceito de dispositivo, sob o prisma de Agamben (2009). O intento é apontar a inserção do dispositivo em uma dada cena da dança, o posicionamento de artistas profanadores (AGAMBEN, 2007) e como a dança contemporânea pode se colocar em resistência aos modi operandi que são estabelecidos pelo dispositivo em seu âmbito. Ao observar os efeitos do contexto histórico, é necessário dançar uma política do chão (LEPECKI,2009), coreografar reconhecendo em que chão se dança e que é possível afetar a relação que se tem com ele. Nesse sentido, dançar com propósito de profanar, que neste trabalho é compreendido enquanto proposição de ações contradispositivas, de modo a resistir ao poder sobre o corpo. Como recorte, este trabalho foca o Grupo X de Improvisação em Dança, que no ano de 2019 completou 21 anos de trajetória. A especificidade do grupo demonstra que há reflexão em seus trabalhos artísticos, como formação de conhecimento, olhando para questões presentes em seu tempo, a exemplo de corpo, acessibilidade, resignação de padrões, sejam corporais quanto ao espaço físico das apresentações e a estética da dança. Importante salientar a ocupação do grupo em importantes eventos e espaços. Uma hipótese é a de que o movimento da Judson Theater Dance se posicionou com proposições contradispositivas e influenciou a cena da dança contemporânea, e o Grupo X de Improvisação em Dança atua neste sentido. Essas contribuições revelam influências sobre procedimentos do Grupo de Dança Equilíbrio, também aqui discutido. As principais referências são Agamben (2009, 2007) para tratar de dispositivo e profanação, que inspira falar de ações contradispositivas, Rengel (2007) para tratar de dança e cognição trazendo o conceito de corponectividade, Greiner e Katz (2005) para teoria corpomídia, pensando a relação do corpo no ambiente. Matos (2011), Fernandes (2010) e Pélbart (2006) contribuem para evidenciar as questões políticas da dança. Foi feito levantamento de dados por meio de observações in loco, participação de atividades do Grupo X, leitura de documentos, livros, artigos, realização de entrevistas com os responsáveis e participantes dos grupos estudados. Com o referencial e a partir dos dados da observação e entrevistas, foi feita uma análise dos dados. Foram realizadas oficinas no e pelo Grupo Equilíbrio, participação no Grupo X enquanto intérprete-criadora, apresentações, e proposições artístico-pedagógicas dentro do Grupo X. Como resultados foi possível observar que as ações do Grupo X e as oficinas tiveram e têm uma adesão de um público heterogêneo. O Grupo X, com sua característica de ter pessoas de todas as idades, com e sem deficiência, levar seus trabalhos para diversos públicos e espaços, traz reflexões e ressignificação da dança, do seu lugar na sociedade. Ressignifica corpos, os que podem ocupar esse espaço da dança, cria um contexto de ação profanadora na dança. Esta pesquisa levou à ampliação do próprio conceito de dança, ao compreender seus aspectos enquanto dispositivo para o corpo e enquanto ação profanadora para ela própria e para a sociedade.


  • Mostrar Abstract
  • This research addresses the concept of apparatus, from the perspective of Agamben (2009). The intention is to point out the insertion of the apparatus in a determined dance scene, the position of profaning artists (AGAMBEN, 2007) and how contemporary dance can put itself in resistance to the modi operandi that are established by the apparatus in its scope. When observing the effects of the historical context, it is necessary to dance a on the ground politics (LEPECKI, 2009), choreographing by recognizing on which ground one is dancing and that it is possible to affect the relationship that one has with it. In this sense, dancing with the purpose of profaning, that in this word is understood proposition of acting in anti-apparatus, in order to resist the power over the body. In one of its topics, his work focuses on Grupo X de Improvisação em Dança, which completed 21 years of history in 2019. The specificity of the group demonstrates that there is reflection in their artistic works, such as knowledge formation, looking at issues current in their time, such as body, accessibility, resignation of standards, whether bodily in terms of the physical space of the presentations and the aesthetics of the dance. It is important to highlight the group's occupation in important events and spaces. One hypothesis is that the Judson Theater Dance movement has positioned itself with anti-apparatus propositions and has influenced the contemporary dance scene, and Grupo X de Improvisação em Dança acts in this sense. These contributions reveal influences on the procedures of Grupo de Dança Equilíbrio, also discussed here. The main references are Agamben (2009, 2007) to deal with apparatus and profanation, inspires to talk about anti-apparatus actions, Rengel (2007) to deal with dance and cognition bringing the concept of corponectivity, Greiner and Katz (2005) to corpomedia theory, thinking about the relationship of the body in the environment. Matos (2011), Fernandes (2010) and Pélbart (2006) contribute to highlight the political issues of dance. Data were collected through in loco observations, participation in Grupo X activities, reading documents, books, articles, conducting interviews with those responsible and participating in the groups studied. The data was analysed with the referential and from the observation and interviews data. Workshops were held in and by Grupo Equilíbrio, participation in Grupo X as an interpreter-creator, presentations, and artistic-pedagogical propositions within Grupo X. As a result, it was possible to observe that the actions of Grupo X and the workshops had and have an adhesion of a heterogeneous audience. Grupo X, with its characteristic of having people of all ages, with and without disabilities, taking their work to different audiences and spaces, brings reflections and a new meaning to dance, from its place in society. It redefines bodies, those that can occupy this space of dance, creates a context of profaning action in dance. This research led to the expansion of the concept of dance itself, by understanding its aspects as an apparatus for the body and as a profane action for itself and for society.

4
  • SIDNEY LEANDRO DE OLIVEIRA
  • Corpos Dissidentes na Encruzilhada: O encontro poético com mulheres trans, travestis e profissionais do sexo.

  • Orientador : FERNANDO MARQUES CAMARGO FERRAZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • FERNANDO MARQUES CAMARGO FERRAZ
  • LINO DANIEL EVANGELISTA MOURA
  • Data: 14/08/2020

  • Mostrar Resumo
  • No gozo performativo do dançar essa dissertação apresenta de que modos
    sujeitos que evidenciam dissidências (HUR, 2015) de gênero e sexualidade,
    constituem com seus corpos e modos de vida transgressores elementos para a
    construção de poéticas em dança que questionem a norma cisgênera heteronormativa
    (PRECIADO; LEAL; ROSA. 2019, 2018 e 2017). O processo teceu um diálogo com as
    trajetórias de Mulheres trans, e as que estão trabalhadoras sexuais (PRADA, 2018) e
    moram em Aracaju/Sergipe, cujas vivências e experiências de vida desestabilizem as
    práticas regulatórias que materializam as performances de gênero e sexualidade.
    Nesse percurso, me coloquei como pesquisador-artista-interlocutor, cúmplice desses
    sujeitos, no intento de investigar as potências que emergem a partir das experiências
    cotidianas com essas pessoas. Discutimos sobre o corpo e suas dissidências de
    gêneros e sexualidades, cruzadas com reflexões étnicas, raciais e afrodiasporicas.
    Identificamos a entidade Exu como princípio dinâmico de transformação/transgressão
    (SIMAS e RUFINO, 2018; SILVA, 2018; SOARES e NASCIMENTO, 2018) e episteme
    atuante frente às normatizações do ocidente. Esse trabalho realizou-se
    simultaneamente entre a pesquisa de campo; os laboratórios de criação; a pesquisa,
    leitura e seleção de referenciais bibliográficas e de audiovisuais. A pesquisa
    organizou-se considerando a noção da observação participante (INGOLD, 2016) num
    processo educativo da percepção e atenção. A pesquisa Intersecciona (AKOTIRENE,
    2018) reflexões sobre gênero, sexualidade, questões étnico-raciais e diaspóricas
    (BUTLER, 2013 e 2019; PRECIADO, 2019; GOMES, 2011; FIGUEIREDO, 2018;
    CARNEIRO, 2011 e 2012; RESTIER, 2019; VEIGAS, 2019;OYĚWÙMÍ, 2018;
    NASCIMENTO, 2019;HALL, 2013). Teci um olhar sobre os processos e metodologias
    de criação em dança que acompanham a formação artística e acadêmica do
    pesquisador (RODRIGUES, 1997; MACHADO, 2017), bem como a crítica realizada a
    essas perspectivas (HÖLFLING, 2015). Inclui na analise a importância das
    experiências extensionistas com Aldeia Mangue (Departamento de Dança/UFS) na
    criação do espetáculo Chamem todas as Marias. O conceito de transantropoemia
    (LEAL, 2018) propõe lógicas hibridas e processos de colagem como apostas que
    evidenciam a subjetividade do artista-pesquisador na criação de elementos poéticos
    e nas interlocuções realizadas no campo. Problematizamos as implicações éticas nos
    processos criativos, os quais se evidenciaram interseccionalizados e espelhados às
    ancestralidades (SANTOS, 2018). Como resultado aponta um processo poético e
    político no sentido de superação dos conservadorismos estruturados na doutrinação
    do corpo conforme o contrato heteronarmativo e cisgênero.


  • Mostrar Abstract
  • In the performative enjoyment of dancing, this dissertation presents how subjects who
    present dissent (HUR, 2015) of gender and sexuality, constitute with their
    transgressing bodies and ways of life elements for the construction of dance poetics
    that question the heteronormative cisgender norm (PRECIADO; LEAL; ROSA. 2019,
    2018 and 2017). The process wove a dialogue with the trajectories of trans women,
    and those who are sex workers (PRADA, 2018) and live in Aracaju/Sergipe, whose life
    experiences destabilize the regulatory practices that materialize the performances of
    gender and sexuality. Along this path, I placed myself as a researcher-artistinterlocutor,
    complicit in these subjects, in an attempt to investigate the powers that
    emerge from the daily experiences with these bodies. We discussed the body and its
    gender and sexual differences, crossed with ethnic racial and afrodiasporic reflections.
    We identified the Exu entity as a dynamic principle of transformation/transgression
    (SIMAS e RUFINO, 2018; SILVA, 2018; SOARES e NASCIMENTO, 2018) and an
    active episteme against the norms of the West. This work was carried out
    simultaneously between the field research; creation laboratories; research, reading
    and selection of bibliographic and audiovisual references. The research was organized
    considering the notion of participant observation (INGOLD, 2016) in an educational
    process of perception and attention. The research intersects (AKOTIRENE, 2018)
    reflections on gender, sexuality, ethnic-racial and diasporic issues (BUTLER, 2013 e
    2019; PRECIADO, 2019; GOMES, 2011; FIGUEIREDO, 2018; CARNEIRO, 2011 e
    2012; RESTIER, 2019; VEIGAS, 2019; OYĚWÙMÍ, 2018; NASCIMENTO, 2019;
    HALL, 2013). I made a look at the dance creation processes and methodologies that
    accompany the researcher's artistic and academic formation (RODRIGUES, 1997;
    MACHADO, 2017), as well as the criticism made of these perspectives (HÖLFLING,
    2015). It includes in the analysis the importance of extension experiences with Aldeia
    Mangue (Dance Department/UFS) in the creation of the show Chamem Todas as
    Marias. The concept of transanthropoemia (LEAL, 2018) proposes hybrid logics and
    collage processes as bets that highlight the subjectivity of the artist-researcher in the
    creation of poetic elements and in the interlocutions carried out in the field. We
    problematize the ethical implications in creative processes, which proved to be
    intersectionalized and mirrored by ancestry (SANTOS, 2018). As a result, a poetic and
    political process was launched to overcome the conservatism structured in the
    indoctrination of the body according to the heteronarmative and cisgender contract.

5
  • ZELIA PRISCILA NOGUEIRA RODRIGUES DOS SANTOS
  • Dança Gospel: adoração,
    evangelização e mercadoria no contexto religioso evangélico

  • Orientador : MAIRA SPANGHERO FERREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • MAIRA SPANGHERO FERREIRA
  • MARCIA VIRGINIA MIGNAC DA SILVA
  • ROGÉRIO DA COSTA SANTOS
  • Data: 14/08/2020

  • Mostrar Resumo
  • A dança na igreja evangélica pode ser percebida como um fenômeno que está em
    expansão, se ampliando para além do âmbito religioso, incluindo festivais, concursos
    e academias fora dos templos. A partir desta observação caberia perguntar: quais
    seriam os modos de ocorrência desta prática neste contexto? Qual seria o papel que
    a dança cumpre na igreja? Diante das pistas encontradas é possível sugerir que a
    dança gospel abarca as distintas variações de dança nesse contexto. Há indícios de
    que a dança tem cumprido um papel litúrgico e também vinculado a uma lógica
    mercantil tão presente nas igrejas evangélicas, servindo como reserva de mercado,
    propaganda e difusão de uma ideologia. Essa pesquisa faz um levantamento de
    dados, a fim de traçar um panorama desses modos de ocorrência a partir das
    dimensões de criação, sacralização no ritual (culto), modos de disseminação
    (evangelização) e ensino dentro de grupos de dança evangélicos. Além de um
    levantamento de dados referente aos modos de ocorrência da dança, a pesquisa
    realiza um levantamento bibliográfico com autores que contribuem com a discussão
    acerca dessa temática, tais como: Agamben (2009), Britto (2011), Cunha (2004), Katz
    e Greiner, (2005) e Lipovetsky e Serroy (2015). A pesquisa aponta a coimplicação
    entre corpo, dança e religião que se constituem mutuamente, atendendo ao que Gilles
    Lipovetsky e Jean Serroy (2015) apresentam como capitalismo artista, e, portanto, a
    dança se torna mercadoria. Há uma sacralização do profano e uma profanação do
    sagrado, para que a igreja evangélica possa se adaptar e sobreviver. Com esse
    trabalho espera-se suscitar um diálogo (teórico, histórico e analítico) com os campos
    da religião e da dança; contribuindo com a reflexão e análise sobre este fenômeno tão
    contundente na cultura contemporânea.


  • Mostrar Abstract
  • The dancing in the evangelical church can be perceived as an expanding phenomenon
    nowadays, besides the religious scope, including festivals, competitions, and dance
    schools outside the temples. From this perspective, one question seems to be
    important: how does this practice occur in this context? What is the role of dancing in
    the church? Facing some clues found, it is possible to suggest that the worship dance
    reunites different variations of dance in this context. There is evidence that dancing
    has performed a liturgical role and is also connected to a commercial logic present in
    the evangelical churches, serving as a market reserve, advertising, and spread of an
    ideology. This research collects data, intending an overview of how these practices
    occur in terms of creation, sanctification during the services, ways of evangelization,
    and teaching inside evangelical dance groups. Besides a collection of data regarding
    the occurrence of dance, this research collects bibliography with authors that
    contribute to the discussion about this theme, as: Agamben (2009), Britto (2011),
    Cunha (2004), Katz and Greiner, (2005) and Lipovetsky and Serroy (2015). The
    research points out to the coimplication among body, dance, and religion, that
    constitute themselves mutually, answering to what Gilles Lipovetsky and Jean Serroy
    (2015) present as artistic capitalism and, then, dancing becomes a good. There is a
    sanctification of the profane and a profanation of the holy, so that the church can adept
    and survive. With this research, it is expected to nourish a dialogue (theoretical,
    historical, and analytical) with the fields of religion and dance, contributing with the
    reflection and analysis about such a strong phenomenon in the contemporary culture.

6
  • ALANA SAMPAIO FALCÃO
  • Ensaios para desaparecer: acontecimento, registro e
    instantaneidade nas massas coreográficas dos flashmobs

  • Orientador : MAIRA SPANGHERO FERREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • FABIANA DULTRA BRITTO
  • ROGÉRIO DA COSTA SANTOS
  • Data: 14/08/2020

  • Mostrar Resumo
  • O presente estudo se propõe a descrever e analisar os flashmobs enquanto
    coreografia social em seus aspectos estéticos e políticos. A partir da produção de
    definições e análises a respeito deste fenômeno, esta dissertação conecta os
    resultados às problemáticas do campo da dança, sob a égide do desaparecimento
    e suas múltiplas relações com os conceitos de virtualidade, acontecimento e registro,
    numa escrita ensaística. A pergunta de partida foi, inicialmente, se o fenômeno
    flashmob estaria em vias de desaparecimento, mas concluiu que longe disso, o que
    está em desaparecimento são as produções intelectuais e/ou acadêmicas a respeito
    do fenômeno. A metodologia incluiu revisão bibliográfica; análise descritivo-crítica
    de materiais audiovisuais alocados na plataforma Youtube; produção ensaística; e
    análise exploratória de dados na forma de gráficos e tabelas.


  • Mostrar Abstract
  • The present study aims to describe and analyze flashmobs while social choreography
    in its aesthetic and political aspects. Based on the production of definitions and
    analyzes regarding this phenomenon, this dissertation connects the results to the
    problems of the dance field, under the aegis of disappearance and its multiple relations
    with the concepts of virtuality, event and recording, in an essay writing. The starting
    question was, initially, whether the flashmob phenomenon was on the verge of
    disappearing, but concluded that far from it, what is disappearing are the intellectual
    and / or academic productions about the phenomenon. The methodology included
    bibliographic review; descriptive-critical analysis of audiovisual materiais allocated on
    the Youtube platform; essay production; and exploratory data analysis in the form of
    graphs and tables.

7
  • HILDEGARDA BORGES SAMPAIO
  • Micropolítica da Composição: Cartografias do Núcleo do Dirceu e seus agenciamentos na dança contemporânea de Teresina

  • Orientador : LUCIA HELENA ALFREDI DE MATOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LUCIA HELENA ALFREDI DE MATOS
  • MARCIA VIRGINIA MIGNAC DA SILVA
  • Rosa Cristina Primo Gadelha
  • Data: 27/11/2020

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa analisa alguns agenciamentos decorrentes de
    micropolíticas geradas pelo Núcleo do Dirceu (ND), a partir não só das ações
    performativas da obra 1000 Casas, mas também das micropolíticas produzidas pelos
    artistas do ND nas composições e atravessamentos estabelecidos com a
    comunidade do bairro Dirceu e a cidade, durante o processo de criação da obra, no
    período de 2011 a 2012. A dança é aqui discutida a partir destas condições,
    atravessada por questões de ordens molar e molecular próprias desse território
    sertão. O percurso cartográfico desta escrita aborda os agenciamentos presentes
    nas interações e experiências de alguns sujeitos envolvidos na performance;
    discutindo a construção de outros modos de subjetivação a partir dos seus
    processos criativos/formativos enquanto artistas, pautados pelas questões e tensões
    do fazer político nas relações entre arte e vida, público e privado, artista e
    espectador. O referencial metodológico baseia-se na pesquisa qualitativa e
    participativa, de caráter pesquisa-intervenção, com ênfase no método cartográfico e
    nos ajuda a discutir algumas pistas encontradas no processo que contribuíram para
    a identificação, tensionamento e compreensão dos modos de referência que
    singularizam o cenário da dança contemporânea em Teresina e as experiências
    produzidas à luz de Gilles Deleuze e Félix Guattari (2012) Suely Rolnik e Félix
    Guattari (2011) com os conceitos de micropolíticas, macropolítica e agenciamentos.
    As considerações apresentadas nesta análise apontam a CASA como o espaço dos
    acontecimentos, um espaço capaz de reorganizar suas informações a partir de
    elementos preexistentes em atualizações constantes com o contexto, criando novas
    formas de (re)existir. Essa perspectiva nos ajuda a perceber que ressignificar esse
    espaço via arte demanda implicação, ocupação, desejo e agenciamentos entre as
    dimensões dos sujeitos e do contexto, pautados num posicionamento crítico; no qual
    o que está dado pode ser tensionado a partir do corpo e seus atravessamentos
    cotidianos.


  • Mostrar Abstract
  • This research analyzes some assemblages resulting from micropolitics
    generated by Núcleo do Dirceu (ND). It is based not only on the performative
    actions of 1000 Casas, but also on the micropolitics produced by ND artists in
    the compositions and affections shared with the community of Dirceu and the
    city of Piauí. This happened during the process of creating the work, from 2011
    to 2012. Dance is discussed here from these conditions, crossed by issues of
    molar and molecular orders specific to this backlands territory. The cartographic
    path of this writing addresses the assemblages present in the interactions and
    experiences of some subjects involved in the performance; discussing the
    construction of other modes of subjectivation from their creative / formative
    processes as artists, guided by the issues and tensions of political making in the
    relations between art and life, public and private, artist and spectator. The
    methodological framework for this research is based on qualitative and
    participatory research, of a research-intervention nature, with an emphasis on
    the cartographic method. It helps us to discuss some clues found in the process
    that contributed to the identification, tensioning, and understanding of the
    reference modes that singularize the contemporary dance scenario in Teresina,
    as well the experiences produced. This is done in the light of Gilles Deleuze
    and Félix Guattari (2012), Suely Rolnik and Félix Guattari (2011) with their
    concepts of micropolitics, macropolitics and agency. The considerations
    presented in this analysis point to CASA as the space for happenings, a space
    capable of reorganizing its information from pre-existing elements in constant
    updates with the context, creating new ways of (re)existing. This perspective
    helps us to notice that resignifying this space through art demands implication,
    occupation, desire and assemblages between the dimensions of the subjects
    and their context, based on a critical position; in which, what is already
    stablished can be tensioned by the body and its daily crossings.

8
  • YURI TORRES PAES TRIPODI
  • O CORPO DA LOUCURA NA CONTEMPORANEIDADE: UM MANIFESTO AUTOETNOGRÁFICO

  • Orientador : FABIANA DULTRA BRITTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FABIANA DULTRA BRITTO
  • JANAINA BECHLER
  • JUSSARA SOBREIRA SETENTA
  • Data: 27/11/2020

  • Mostrar Resumo
  • A pesquisa trata das implicações da posição-sujeito da loucura na sociedade
    contemporânea. A partir do diálogo com Agamben (2009), Deleuze (1990) e Estamira
    Gomes de Souza, esboça a noção de ‘mente como dispositivo de controle’ que vai
    nortear a discussão acerca dos processos mentais. Problematiza a historicidade do
    tratamento em saúde mental através dos estudos de Foucault (1972) e suas
    reverberações na atualidade. Em formato de manifesto, o texto traz a perspectiva da
    experiência a partir de seu procedimento metodológico: a autoetnografia. O corpo da
    loucura, entendido como uma ética de existência, e os procedimentos de exclusão,
    silenciamento, recusa e interdição – Kilomba (2010) e Fernandes (2010) – de seu
    corpo e de sua enunciação são abordados na pesquisa. A partir de Setenta (2008),
    elaboramos os contornos do entendimento da performatividade em Dança para a
    discussão do corpo louco. A pesquisa também é pautada em uma crítica à ordem de
    dominação de nossa época e como a atual estrutura de sociedade promove tanto o
    desequilíbrio mental como o próprio diagnóstico. Através de relatos pessoais e
    pesquisa transdisciplinar, combate e tensiona a codificação da vida e o entendimento
    do corpo como sistema rígido e matematizável, afirmando, em interlocução com
    PELBART (1993), a potência do Desconhecido.


  • Mostrar Abstract
  • The research deals with the implications of the subject-position of madness in
    contemporary society. Based on the dialogue with Agamben (2009), Deleuze (1990)
    and Estamira Gomes de Souza, it outlines the notion of 'mind as a control device' that
    will guide the discussion about mental processes. It problematizes the historicity of
    mental health treatment through the studies of Foucault (1972) and its reverberations
    today. In a manifesto format, the text brings the perspective of experience from its
    methodological procedure: autoethnography. The body of madness, understood as an
    ethics of existence, and the procedures of exclusion, silencing, refusal and interdiction
    - Kilomba (2010) and Fernandes (2010) - of its body and its enunciation are addressed
    in the research. Based on Setenta (2008), we elaborate the contours of the
    understanding of performativity in Dance for the discussion of the mad body. The
    research is also guided by a critique of the order of domination of our time and how
    the current structure of society promotes both mental imbalance and diagnosis itself.
    Through personal accounts and transdisciplinary research, it combats and tensions the
    codification of life and the understanding of the body as a rigid and mathematizable
    system, affirming, in interlocution with PELBART (1993), the power of the
    Unknown.

9
  • JEFFERSON ELIAS DE FIGUEIRÊDO
  • “Faz que vai, mas não vai”: frevo e história da dança, caminhos possíveis de idas e vindas

  • Orientador : FERNANDO MARQUES CAMARGO FERRAZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • FERNANDO MARQUES CAMARGO FERRAZ
  • ROBERTA RAMOS MARQUES
  • Data: 02/12/2020

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa apresenta um estudo artístico e historiográfico sobre a dança frevo. Investiga os modos de organização dessa dança, considerando dinâmicas de atualização desses legados. Para isso, o entendimento de tradição se dá como algo mutável, o tempo se configura dentro de uma perspectiva não linear e a dança frevo é concebida como encruzilhada (SIMAS e RUFINO, 2018). Transgressora e resiliente, aqui, vislumbra caminhos no contrafluxo de perspectivas hegemônicas que buscam reduzi-la a uma única narrativa. Provocando-nos também sobre a colonização no ensino da História da Dança e estimulando a construção de pensamentos críticos que fissurem uma estrutura temporal linear e factual. Atravessada por procedimentos metodológicos diversos, essa dissertação se desenrola com base na pesquisa documental e bibliográfica, história oral e autoetnografia. Desse modo, fundamentada no encontro com as obras de autoras e autores como Simas e Rufino (2018), Albuquerque Jr. (2009), Launay (2012), Fabião (2012), Lepecki (2010), Marques (2012 e 2016), Vicente (2009 e 2015), Oliveira (2005), entre outras(os), busca dialogar, refletir e provocar sobre possibilidades outras de olhar para a dança frevo no cruzo com os conceitos, escritas e provocações dessas/desses autoras/autores. Nesse “faz que vai, mas não vai”, essa pesquisa emerge através da escrita e, sobretudo, do corpo. Ela apresenta também uma leitura poético-criativa, em formato de videodança, estimulada por provocações que surgem no acesso a matérias de jornais, fotos, vídeos e arquivos sobre a história do frevo e suas transformações. Busco, como passista de frevo e artista-pesquisador em dança, apresentar o frevo como um fazer de possibilidades e atravessamentos, ampliando os modos de pensar, experimentar, ensinar e criar dança.


  • Mostrar Abstract
  • This research presents an artistic and historiographical study on frevo dance. The ways of organizing this dance will be investigated considering the dynamics of updates of these legacies. For this, the understanding of tradition occurs as something changeable, time is configured within a non-linear perspective, and the frevo dance is conceived as a crossroads (SIMAS e RUFINO, 2018). Transgressive and resilient, here, paths are seen in the counterflow of hegemonic perspectives that seek to reduce it to a single narrative. Also provoking us about colonization in the teaching of History of Dance and stimulating the construction of critical thoughts that fissure a linear and factual temporal structure. Crossed by different methodological procedures, this dissertation is based on documentary and bibliographical research, oral history and autoethnography. Therefore, based on the encounter with the works of authors such as Simas e Rufino (2018), Albuquerque Jr. (2009), Launay (2012), Fabião (2012), Lepecki (2010), Marques (2012 e 2016), Vicente (2009 e 2015), Oliveira (2005), among others, it aims to dialogue, reflect and provoke other possibilities of looking at frevo dance at the cross with the concepts, writings and provocations of these authors. In this “faz que vai, mas não vai” dance move, this research emerges through writing, and, above all, through the body. It also presents a poetic-creative reading, in video-dance format, stimulated by provocations that arise from access to newspaper articles, photos, videos and archives on the history of frevo and its transformations. I seek, as a frevo dancer and artist-researcher in dance, to present frevo as a doing of possibilities and crossings, expanding the ways of thinking, experimenting, teaching and creating dance.

10
  • CYNTHIA COLOMBO SIMÕES
  • Corpomúsica: o gesto musical dançado como investigação para
    processos criativos do corpo na dança

  • Orientador : MARCIA VIRGINIA MIGNAC DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • ANDRÉA BERGALLO SNIZEK
  • FATIMA WACHOWICZ
  • MARCIA VIRGINIA MIGNAC DA SILVA
  • Data: 08/12/2020

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa investiga as gestualidades do corpo dos músicos instrumentistas durante suas
    performances, destacando-se as relações entre o corpo e o instrumento musical. Partindo de
    perspectivas da autora, que tem vivência com a música e a dança, reflete-se sobre as
    possibilidades de desenvolver diálogos entre as análises dos corpos em movimento. Trata-se de
    uma pesquisa qualitativa que se subdivide em três etapas. Inicia-se com conceitos teóricos do
    corpo e as relações que ele estabelece com o ambiente e a ideia de Corpomídia (KATZ;
    GREINER, 2005), abordando o instrumento musical como artefato cognitivo do corpo do
    músico que toca um instrumento (CLARK, 1998; 2003; TAPIA, 2019; WACHOWICZ, 2005).
    Essa compreensão é fundamental para o entendimento do Corpomúsica, e as análises desse
    movimento baseiam-se na Labananálise (LABAN, 1978; FERNANDES, 2006), que delineia
    os parâmetros de Corpo, Expressividade, Fluxo e Espaço. Na segunda etapa, apresenta-se a
    pesquisa de campo realizada na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), e a
    metodologia segue as propostas de Gil (2008) e Duarte (2002). Na terceira etapa, discute-se o
    entendimento de dança contemporânea (FURTADO, 2013; XAVIER, 2011), que leva a uma
    reflexão sobre os processos de criação e as formas de criar dança (NUNES, 2018; FERREIRA,
    2012; SALLES, 1998; 2008). Conclui-se o trabalho com a apresentação de quatro propostas
    para criar/investigar e experienciar a dança, tendo como temática os resultados das análises do
    gesto musical dançado e apresentando, ainda, proposta realizada com intérpretes-criadores, que
    exemplifica como o gesto do Corpomúsica pode se tornar dança.


  • Mostrar Abstract
  • This research investigates the instrumental musicians’ body gestures during their performances,
    highlighting the relations between the body and the musical instrument. The study starts from
    its author perspective, who has experiences with music and dance, it reflects about the
    possibilities of developing dialogues between the analyses of body movements. It is a
    qualitative research divided into three stages. First, the theoretical frame about the body and the
    relations it establishes with the environment and the Bodymedia notion (KATZ; GREINER,
    2005), approaching the musical instrument as a cognitive artifact of the musician's body who is
    playing an instrument (CLARK, 1998; 2003; TAPIA, 2019; WACHOWICZ, 2005). This
    comprehension is fundamental to understand the Bodymusic notion, and the analysis of this
    movement is based on Laban Moviment Analysis (LABAN, 1978; FERNANDES, 2006),
    which delineates the body, expressiveness, flow and space parameters. The second stage
    presents the field research conducted at the Rio Grande do Norte State University (UERN), and
    the methodology follows the proposal of Gil (2008) and Duarte (2002). The third stage discuss
    the contemporary dance understanding (FURTADO, 2013; XAVIER, 2011), which leads a
    reflection about the creation processes and ways to create dance (NUNES, 2018; FERREIRA,
    2012; SALLES, 1998; 2008). The research is concluded with the presentation of four proposals
    to create/investigate and experience dance, taking as thematic the results of danced musical
    gesture analysis and also introducing the proposal performed with the interpreter-creators,
    which exemplifies how the Bodymusic gesture can become dance.

11
  • SOIANE GOMES PAULA
  • Arromba chão que anima o salão, quadrilha de São João! Memórias, danças e transformações das quadrilhas juninas em Salvador.

  • Orientador : AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • LENIRA PERAL RENGEL
  • LAUDEMIR PEREIRA DOS SANTOS
  • Luciana de Oliveira Chianca
  • Data: 14/12/2020

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação de mestrado tem como título Arromba Chão Que Anima o Salão,
    Quadrilha de São João! Memórias, Danças e Transformações das Quadrilhas
    Juninas em Salvador. A pesquisa traz como questão central: o que podem revelar as
    narrativas das memórias dos quadrilheiros quanto às características que compõem
    as quadrilhas juninas soteropolitanas? Apresenta mapeamento de grupos de
    Quadrilhas Juninas da Região Metropolitana de Salvador e o histórico de concursos
    locais, regionais e nacionais como importantes espaços de transformações.
    Argumento que o Toré, dança referente aos Kariri-Xocó, se mostra como caminho
    até a modalidade arromba chão de quadrilha, cujo modo de dançar consiste em
    bater os pés no chão no tempo forte da música, geralmente o ritmo da marcha; Na
    perspectiva das escolhas conceituais que fundamentam o tema e a questão central
    desta pesquisa, os pressupostos básicos e os caminhos para analisar os dados,
    opto por um referencial teórico-metodológico em cruzo. Nessa direção, para tratar
    conceitos de Danças, manifestações culturais e Dança de Brincantes, cito Monteiro
    (2011), Tinhorão (1972), Leal (2004), Chianca (2013), Martins (1997) e outros.
    Recursos como entrevistas, vídeos, jornais, fotografias, acervo pessoal e
    experiências como dançarina de quadrilhas serviram de aporte pois sou sujeita
    participante. Abordando os estudos culturais e perspectivas decoloniais, Stuart Hall
    (2003), Santos (2018), Luz (2000), Hampâté Bá (2010). Na especificidade das
    políticas culturais, os estudos de Rubim (2014), Carvalho (2012), Carmo (2010).
    Quanto ao caminho metodológico da pesquisa, faço opção pela abordagem
    qualitativa, de acordo com Lüdke e André (1986), retirando contribuições das
    estratégias de levantamento de dados, análises e tratamento pelas orientações da
    pesquisa-ação, Thiollent (2011). Como resultado a pesquisa aponta que a criação do
    Fórum Permanente de Quadrilhas Juninas, promoveu espaços coletivos de reflexão,
    debates e proposições, em busca de políticas públicas para manutenção deste
    segmento cultural.


  • Mostrar Abstract
  • This master's dissertation is entitled Arromba Chão Que Anima o Salão, Quadrilha
    de São João! Memórias e Transformações das Quadrilhas Juninas em Salvador. The
    central question of this research is: what can the narratives of the ‘quadrilheiros'
    memories reveal about the soteropolitan quadrilhas juninas characteristics? It
    presents mapping of groups of Juninas Quadrilhas in the Metropolitan Region of
    Salvador and the history of local, regional and national competitions as important
    spaces for transformations. I plead that Toré, a dance referring to the Kariri-Xocó, as
    a path to the modality breaks down the quadrille floor, whose way of dancing consists
    of stamping the feet in the strong tempo of the music, usually the pace of the march;
    From the perspective of the conceptual choices that underlie the theme and the
    central question of this research, the basic assumptions and the ways to analyze the
    data, I choose a cross-theoretical and methodological framework. In this direction, to
    address concepts of Dances, cultural manifestations and Dance of Brincantes, I
    quote Monteiro (2011), Tinhorão (1972), Leal (2004), Chianca (2013), Martins (1997)
    and others. Resources such as interviews, videos, newspapers, photographs,
    personal collections and experiences as a gang dancer served as a contribution
    because I am a participant subject. Addressing cultural studies and decolonial
    perspectives, Stuart Hall (2003), Santos (2018), Luz (2000), Hampâté Bá (2010). In
    the specificity of cultural policies, the studies by Rubim (2014), Carvalho (2012),
    Carmo (2010). As for the methodological path of the research, I choose the
    qualitative approach, according to Lüdke and André (1986), removing contributions
    from the strategies of data collection, analysis and treatment according to the
    guidelines of action research, Thiollent (2011). I present as a research action, the
    creation of the Permanent Forum of Quadrilhas Juninas, promoting collective spaces
    for reflection and debates in search of public policies for maintaining this cultural
    segment.

12
  • SEOMÁRA RIBEIRO DE MELO
  • A improvisação em dança no chão da escola: reinventando contextos e existências

  • Orientador : MARCIA VIRGINIA MIGNAC DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • IARA CERQUEIRA LINHARES DE ALBUQUERQUE
  • MARCIA VIRGINIA MIGNAC DA SILVA
  • Data: 15/12/2020

  • Mostrar Resumo
  • O estudo trata das contribuições da improvisação nas aulas de dança nos anos iniciais do ensino fundamental e busca analisar de que forma essa abordagem na escola pode proporcionar novos caminhos de investigação e criação para o aluno, além de contribuir com a formação de indivíduos propositores e responsivos, capazes de interagir ativamente com o mundo que os cerca. A hipótese que aqui se levanta afirma a improvisação em dança como ação artístico-pedagógica e política capaz de contribuir para o desenvolvimento de potencialidades expressivas e criativas na criança e no favorecimento da sua potência de agir, uma vez que incentiva o educando a buscar estratégias corporais singulares e autônomas por meio da motivação para a experimentação de vivências corporais e outras possibilidades de mover-se em dança, assim como outras descobertas de ser e estar com o outro no mundo. Para compreender as relações estabelecidas, o referencial teórico prioriza a Teoria Corpomídia (KATZ; GREINER, 2005) e os pressupostos da Embodied Cognition (VARELA; THOMPSON; ROSCH, 2003) em diálogo com autores como Lakoff e Johnson (1999), Noë (2006), Damásio (2012), Kastrup (2001, 2005, 2007), Bondía (2002), Martins (1999, 2002), entre outros. O reconhecimento da improvisação como um processo de comunicação e construção de conhecimento capaz de proporcionar uma aprendizagem inventiva, crítica e transformadora norteou a construção deste estudo. Para melhor exploração do tema, a metodologia adotada baseou-se em uma abordagem qualitativa (MINAYO, 2004), de natureza exploratória (GIL, 2017) e pesquisa-ação, que envolve pesquisa bibliográfica e de campo (SANTOS, 2015), na qual quatro escolas selecionadas se configuraram como unidades de análise. Para tanto, foram adotados o questionário aberto e a entrevista semiestruturada como instrumentos de coleta de dados, associados ao registro de vídeos e à observação de docentes que atuam no âmbito escolar como professores de dança nos anos iniciais do ensino fundamental e fazem uso da improvisação em processos pedagógicos. Os dados coletados foram interpretados e correlacionados aos referenciais teóricos, o que possibilitou o aprofundamento e trouxe reflexões a respeito da proposta do estudo. A improvisação tem sido objeto de investigação em pesquisas acadêmicas, porém ainda há uma lacuna na produção científica que a relacione à práxis pedagógica na escola, sobretudo quanto aos conteúdos abordados na disciplina dança. Espera- se, com esta pesquisa, contribuir para a ampliação do conhecimento no campo da improvisação em dança no âmbito escolar, ao promover o diálogo acerca do corpo e movimento no processo de ensino-aprendizagem nos anos iniciais do ensino fundamental.


  • Mostrar Abstract
  • This study approaches dance classes improvisation contribuitions in early years of middle school and aims to analyze how this approach in school can provide new paths of investigation and criation for students, in addition it contributes to the formation of proposers and responsive individuals, capable of interacting actively with the surrounding world. The hypothesis here sustained says that the dance improvisation is an political and artistic-educational action that contributes children’s development of expressive and creative potentialities and also to the its potential of action, since it stimulates the student to seek for singular and autonomous body strategies through motivation for experiment body living experiences and other possibilities of moving in dance, as well as others discoveries of being with the other in the world. To comprehend the stablished relations, the theoretical referencial prioritizes the Bodymedia Theory (KATZ; GREINER, 2005) and the Embodied Cognition assumption (VARELA; THOMPSON; ROSCH, 2003) linking with authors such as Lakoff and Johnson (1999), Noë (2006), Damásio (2012), Kastrup (2001, 2005, 2007), Bondía (2002), Martins (1999, 2002), and others. Acknowledging that the improvisation not only as a comunicational process, but also as a proccess of knowledge building capable of provide an inventive, critical and transformative knowledge learning guided the construction of this research. For better study of the theme, the methodology adopted was based in a qualitive approach (MINAYO, 2004), with exploratory nature (GIL, 2017) and action-reserach, that involves bibliographic and field research (SANTOS, 2015), in which four selected schools are analysis unities. For this purpose, opened questionary and semistructured interview were used as data collecting instruments. These instruments were associated to video register and the observation of the teachers that work in the schools selected as dance teachers in early middle school years and that use the improvisation in educational proccess. The data collected were interpreted and correlated to the theoretical referential, it made possible the the deepening in the subject and brought reflections about the study proposal. The improvisation has been investigational object in academic researches, but there is still a gapp in scientifical production that link to educational praxis in school, mainly about the contentes of the dance. As an expected result from this reserch, we expect to contribute to amplify the knowledge in dance improvisation field in school environment through the promotion of dialogue about the body and the movement in the proccess os teaching-learning in early middle school years.

13
  • WILLIAM GOMES DA SILVA
  • Masturbatório:A Dança como um dos desnudamentos do corpo

  • Orientador : DANIELA BEMFICA GUIMARAES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DANIELA BEMFICA GUIMARAES
  • KACIANO BARBOSA GADELHA
  • RITA FERREIRA DE AQUINO
  • Data: 15/12/2020

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho apresenta noções de desnudamentos em dança, que podem ou não pressupor a nudez de um corpo, a partir do solo Masturbatório (2014) criado por William Gomes; guiado pela metodologia da prática como pesquisa com Ciane Fernandes (2013), inspirações para quedas a partir de Ailton Krenak (2019), relações entre espectador e público a partir de Jacques Rancière (2012), entrecruzamentos de visível e invisível a partir de Kuniichi Uno (2012), sobre aprender a renascer a partir de Maryse Condé (2019), perspectivas mestiza e mestiça a partir de Gloria Anzaldúa (2005) (2016) e mestiçagem no Brasil com Kabengele Munanga (1999). Os desnudamentos aqui presentes apresentam possibilidades que podem contribuir para estudos em processos de criação em dança e pistas para apontar questões sobre como podemos estudar uma obra artística para elaborar uma pesquisa acadêmica, visando responsabilizar o corpo pesquisador a partir das violências, heranças e/ou privilégios que o constitui em seu lugar de pele. Assim como desenvolver apontamentos para uma perspectiva mestiça a fim de correlacionar corpo, desnudamentos, privilégios e violências a partir de entendimentos e temporalidades não-lineares.


  • Mostrar Abstract
  • This work presents notions of nakedness in dance, which may or may not presuppose the nakedness of a body, based on the solo Masturbatório (2014) created by William Gomes; guided by Practice as Research methodology with Ciane Fernandes (2013), inspirations of falling from Ailton Krenak (2019), relations between spectator and audience from Jacques Rancière (2012), intersections of visible and invisible from Kuniichi Uno (2012), about learning to be reborn from Maryse Condé (2019), mestiza and mestiça perspectives from Gloria Anzaldúa (2005; 2016) and miscegenation in Brazil with Kabengele Munanga (1999). The nakedness here presents possibilities that can contribute to studies in dance creation processes and clues to point out questions about how we can study an artistic work to elaborate an academic research, aiming to hold the researcher body responsible from the violence, inheritances and / or privileges that constitutes it in your skin place. As well as developing appointments for a mestiça perspective in order to correlate body, nakedness, privileges and violences from non-linear understandings and temporalities.

14
  • LEONARDO FRANÇA CORDEIRO
  • A QUEM CABE O LUGAR DE HUMANO NESSA DANÇA?

    COSMO-FRICÇÕES PARA DANÇAS ESTILHAÇADAS

  • Orientador : RITA FERREIRA DE AQUINO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FERNANDO MARQUES CAMARGO FERRAZ
  • LAURA CASTRO DE ARAUJO
  • RITA FERREIRA DE AQUINO
  • SUZANE LIMA COSTA
  • Data: 17/12/2020

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação é uma pesquisa artístico-acadêmica em dança, que se assemelha a uma cobra. Uma cobra que problematiza de modo pluriperspectivista o entendimento ocidental naturalista/multiculturalista da categoria “corpo”, para propor variações nos parâmetros composicionais dos processos de criação em dança contemporânea a partir do diálogo com o multinaturalismo, alimentado pelas cosmovisões indígenas e pelas questões da chamada “virada ontológica” nos estudos de antropologia contemporânea, em especial a teoria do perspectivismo ameríndio. Partindo dessa condição trans-especista do corpo, em que as diferenças dos corpos são visíveis, mas os limites são imprecisos, busco responder à questão que sibila nas curvas destas páginas: a quem cabe o lugar de humano nessa dança? Em uma escrita cobra-coral, ensaio um entendimento de corpo como constelações de corpos, no qual a posição de humano se faz antes numa relação de contiguidade do que numa exclusividade essencial. Ressalto o comprometimento, enquanto sujeito-coletivo de uma comunidade de artistas-pesquisadores, em abordar as questões conceituais, experimentando-as artisticamente, em revisar e expandir possíveis referenciais bibliográficos e retroalimentar pensamento e sonho, produzindo conhecimento com a prudência ética de reconhecer o caráter ficcional da teoria e o aspecto teórico da ficção. Adentro essa floresta de signos e silvos acompanhado de Ailton Krenak, Bruno Latour, Cristine Takuá, David Kopenawa, Eduardo Viveiros de Castro, João Guimarães Rosa, Kaká Werá, Philippe Descola, Waly Salomão e, com eles e elas, busco conjugar sobretudo três verbos, no intuito de multiplicar modos de se relacionar com os corpos e complexificar os processos de criação: sonhar, encantar e envultar. Sonhar como exercício de alargar os limites do provável; encantar como exercício de se envolver empaticamente nas diferenças das distâncias; envultar como exercício de estar sensível à potência transformacional e irredutível dos corpos em suas estratégias de continuar existindo. Com o cuidado ético de quem não pretende pensar “o mundo indígena”, falar “pelo” mundo indígena ou “como” um indígena, chamo de cosmo-fricções a operação de dupla torção que questiona qual cultura define o que é “natureza” e experimenta as consequências em abordar os parâmetros composicionais dos processos de criação em dança contemporânea, considerando a noção de múltiplas naturezas e não só múltiplas culturas. A partir da noção de cosmo-fricções, a pesquisa propõe questões para a dança através da formulação de operações transformacionais nos parâmetros de composição. Na pele dessa cobra, que modula intensidades de pensamento em diferentes gradientes de cor, palavras e desenhos, danço pensamentos com fome de justiça, danço contra o empobrecimento da experiência, danço pela admiração à sabedoria dos corpos, pelo respeito e prazer com a vida, com a expectativa de oferecer contribuições de natureza ontológica, epistemológica, teórica, ética, estética e política para a dança. 


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation is an artistic-academic research in dance that resembles a snake. A snake that problematizes in a pluriperspectivist way the naturalistic / multiculturalist Western understanding of the category “body”, to propose variations in the compositional parameters of the processes of creation in contemporary dance based on the dialogue with multinaturalism, fed by the indigenous worldviews and the questions of the so-called “ ontological turn ”in contemporary anthropology studies, especially the theory of Amerindian perspectivism. Starting from this trans-speciesist condition of the body, where the differences of the bodies are visible, but the limits are imprecise, I try to answer the question that hisses in the curves of these pages: who is the human in this dance? In a snake-coral writing, I rehearse an understanding of the body as constellations of bodies, in which the position of human is made in a contiguous relationship rather than in an essential exclusivity. I emphasize the commitment, as a collective subject of a community of artist-researchers, to address conceptual issues by experiencing them artistically, to review and expand possible bibliographic references and to feedback thoughts and dreams, producing knowledge with the ethical prudence of recognizing the fictional character of theory and the theoretical aspect of fiction. I go into this forest of signs and hisses accompanied by Ailton Krenak, Bruno Latour, Cristine Takuá, David Kopenawa, Eduardo Viveiros de Castro, João Guimarães Rosa, Kaká Werá, Philippe Descola, Waly Salomão and, with them and them, I try to combine three verbs, in order to multiply ways of relating to bodies and complexing the creative processes: dreaming, enchanting and blurring. Dreaming as an exercise to extend the limits of the probable; enchant as an exercise to empathetically engage in differences in distance; and to engage as an exercise of being sensitive to the transformational and irreducible power of bodies in their strategies of continuing to exist. With the ethical care of those who do not intend to think “the indigenous world”, speak “for” the indigenous world or “as” an indigenous person, I call cosmo-frictions the double-twist operation that questions which culture defines what “nature” is and he experiences the consequences in approaching the compositional parameters of the contemporary dance creation processes, considering the notion of multiple natures and not only multiple cultures. From the notion of cosmo-frictions, the research proposes questions for dance through the formulation of transformational operations in the parameters of composition. In the skin of this snake, which modulates intensities of thought in different gradients of color, words and drawings, I dance thoughts hungry for justice, I dance against the impoverishment of experience, I dance for the admiration of the wisdom of the bodies, for the respect and pleasure with life, with the expectation of offering contributions of an ontological, epistemological, theoretical, ethical, aesthetic and political nature to dance.

2019
Dissertações
1
  • MARIA FERNANDA SILVA AZEVEDO
  • Dança e Reabilitação Neurológica Infantil: estudo de caso exploratório em uma proposta artístico-educativa

  • Orientador : FATIMA WACHOWICZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FATIMA WACHOWICZ
  • LUCIA HELENA ALFREDI DE MATOS
  • VALÉRIA DE ASSUMPÇÃO SILVA
  • Data: 15/03/2019

  • Mostrar Resumo
  • A pesquisa trata de um estudo de caso exploratório, em uma abordagem com
    dança para crianças com paralisia cerebral, integrantes de um programa de
    reabilitação. Neste contexto, amplia-se a noção de arte exclusivamente
    terapêutica, trazendo a discussão para o entendimento de dança enquanto ação
    cognitiva do corpo. Para isso, são articulados os conceitos de embodiment
    (LAKOFF & JOHNSON, 1999), neuroplasticidade (LENT, 2001; KOLB & GIBB
    2011, RAMACHANDRAN,2014; BERTHOZ, 2017), aprendizagem (MATURANA
    e VARELA, 1995), afetividade (DAMÁSIO, 2004; SILVA, 2015) e a cognição
    associada à Dança (KATZ, 2005; CALVO-MERINO 2004, 2006; WACHOWICZ,
    2009; CROSS, 2012; HAGENDOORN, 2012). A pesquisa de campo envolve o
    trabalho com crianças com paralisia cerebral, realizado em uma instituição de
    reabilitação infantil. São discutidos os eixos de trabalho, as contribuições da
    intervenção para a autopercepção corporal destes pacientes e o entendimento
    da equipe sobre o assunto. Pretende-se, assim, contribuir para a disseminação
    do entendimento de Dança enquanto campo de conhecimento específico, em
    áreas diversas às das Artes, como a Saúde


  • Mostrar Abstract
  • The research centers on an exploratory case study on the utilization of dance in
    the process of rehabilitation of a group of children with cerebral palsy. In this
    context, the notion of dance as an exclusively therapeutic art is expanded to
    understand the concept of dance as a cognitive action of the body. The theories
    of the embodiment are utilized (LAKOFF & JOHNSON, 1999) in association with
    the concepts of neuroplasticity (LENT, 2001; KOLB & GIBB, 2011;
    RAMACHANDRAN, 2014; BERTHOZ, 2017), and the principles of learning
    (MATURANA and VARELA, 1995) affection (DAMÁSIO, 2004; SILVA, 2015) and
    cognition associated with dance (KATZ, 2005; CALVO-MERINO, 2004 and 2006;
    CROSS, 2012; WACHOWICZ, 2009; HAGENDOORN, 2012). The field research
    was done in a child rehabilitation institution with children with cerebral palsy. The
    main directions of the work are discussed and also how develops the body selfperception
    of these patients and the understanding of the subject by the
    therapeutic team. The purpose of the work is to contribute to the dissemination
    of the understanding of Dance as a specific field of knowledge, in areas other
    than Arts, such as Health

2
  • LIANA GESTEIRA COSTA
  • DRAMATURGIA COMPARTILHADA: LIDERANÇAS MOVEIS COMO PROCEDIMENTO EM PROCESSOS DE CRIAÇÃO EM DANÇA.

  • Orientador : JUSSARA SOBREIRA SETENTA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • THAIS TRONCON ROSA
  • JUSSARA SOBREIRA SETENTA
  • Data: 26/03/2019

  • Mostrar Resumo
  • Esse estudo surge com o interesse de refletir sobre o fazer coletivo em
    processos de criação na dança contemporânea. Para isso investigou-se o
    procedimento de lideranças móveis que prevê o revezamento entre os
    propositores dos laboratórios de corpo e movimento, em busca da organização
    de uma dramaturgia – que se propõe a criar algum sentido de integridade – feita
    de forma compartilhada entre os dançarinos-criadores. Apresento experiências
    práticas de dois agrupamentos artísticos de Recife, em diálogo com conceitos
    de alguns autores da área da filosofia e da dança, fazendo uma ponte da prática
    com teorias contemporâneas sobre processos de criação, modos de
    organização, produção de subjetividades e dramaturgia na dança. Nas ideias de
    Sueli Rolnik (2006, 2013, 2015 e 2018), Felix Guattari (1995 e 2013) e Gilles
    Deleuze(1995), esse estudo compreende a subjetividade como campo
    importante para se discutir experiências dos sujeitos de maneira não
    individualista e privada, mas como uma possibilidade de pensá-la
    como processos de singularização numa reconfiguração constante a partir dos
    vetores e contextos que as atravessam. Ou seja, a organização da subjetividade
    como algo coletivo, público. A pesquisa traz reflexões de Marianne
    Kerkhoven(2016), Ana Pais (2010) e André Lepecki (2010 e 2016) investindo
    numa discussão contemporânea de construção da dramaturgia em processo,
    que se configura no curso do próprio fazer, se alinhando com questões da
    performatividade na dança (Setenta, 2008). Lepecki (2010) complexifica essa
    discussão de dramaturgia abrindo a possibilidade para uma autonomia da obra,
    como sendo ela norteadora das escolhas dramatúrgicas. Ao debater sobre
    práticas compartilhadas para criação dramatúrgica, num entendimento de
    subjetividades como produção coletiva, a dissertação traz uma contribuição para
    o campo da dança valorizando espaços para a multiplicidade, para a
    descolonização de saberes e para um pensamento de fronteira (Mignolo,2008).


  • Mostrar Abstract
  • This study emerges with the interest of reflecting on the collective doing in
    creative processes in contemporary dance. In order to do so, we investigated the
    procedure of mobile leadership that provides for the relay between the
    proponents of the laboratories of body and movement, in search of the
    organization of a dramaturgy - which proposes to create some sense of integrity
    - made in a shared way among the dancers- creators. This research presents
    practical experiences of two artistic groupings of Recife, in dialogue with concepts
    of some authors of the area of philosophy and dance, bridging the practice with
    contemporary theories on creation processes, modes of organization, production
    of subjectivities and dramaturgy in dance. In the ideas of Sueli Rolnik (2006,
    2013, 2015 and 2018), Felix Guattari (1995 and 2013) and Gilles Deleuze (1995),
    this study understands subjectivity as an important field to discuss subjects'
    experiences in a non-individualistic and private way, but as a possibility to think
    of them as singularization processes in a constant reconfiguration from the
    vectors and contexts. That is, the organization of subjectivity as something
    collective, public. The research brings reflections by Marianne Kerkhoven (2016),
    Ana Pais (2010) and André Lepecki (2010 and 2016) investing in a contemporary
    discussion of the construction of in-process dramaturgy, which is configured in
    the course of the own doing, aligning with performativity in the dance (Setenta,
    2008). Lepecki (2010) complicates this discussion of dramaturgy by opening the
    possibility for an autonomy of the piece, as it is the guiding one of the dramaturgic
    choices. In discussing shared practices for dramaturgical creation, in an
    understanding of subjectivities as collective production, the dissertation brings a
    contribution to the field of dance by valuing spaces for multiplicity, for knowledge
    decolonization and for a border thinking (Mignolo, 2008).

3
  • LEONARDO DOS SANTOS SILVA
  • GÊNERO E SEXUALIDADES NAS LICENCIATURAS EM DANÇA DA UFBA: POR E
    PARA UMA PEDAGOGIA QUEER

  • Orientador : LENIRA PERAL RENGEL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LENIRA PERAL RENGEL
  • RITA FERREIRA DE AQUINO
  • FELIPE BRUNO MARTINS FERNANDES
  • Data: 26/03/2019

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa busca refletir sobre os currículos das licenciaturas de Dança da Escola de Dança
    da Universidade Federal da Bahia. Trata de assuntos prementes, como Gênero e Sexualidades,
    dissertando por e para uma Pedagogia Queer. Ressaltar a importância desses conhecimentos
    nas ações institucionais (currículo, Projeto Pedagógico de Curso, planejamento pedagógico) e
    atuando nos agentes (gestorxs, docentes, discentes) corrobora com as lutas de combate à
    homo/lesbo/transfobia. Ao perceber os procedimentos (hetero)normativos que são
    evidenciados nos currículos, procura-se promover instabilidades, transgressões e os arranjos
    não dicotômicos da Teoria Queer para subverter as lógicas pedagógicas das Instituições de
    Ensino Superior (IES). A compreensão do corpo como corpomídia (KATZ e GREINER,
    2005), como corponectivo (RENGEL, 2015, 2007) e co-formado e co-produzido
    (BACCHETTA, 2009) colabora para a disseminação de discursos dos corpos, como gênero e
    as sexualidades. Formas de acesso, nas graduações, para esse campo contribuem (ou não) para
    uma abordagem problematizadora, fluída e contestadora dos binarismos e dos essencialismos.
    Análise do currículo, revisão bibliográfica e coleta de respostas em questionários foram
    procedimentos de investigação em consonância com as Metodologias Pós-Críticas em
    Educação (PARAÍSO, 2012). Essas metodologias, surgidas como lócus de análise pedagógica
    das licenciaturas, promoveram interlocuções com uma pedagogia queer ao refletir, construir e
    desconstruir ações pedagógicas. A intersecção epistemológica entre as Teorias Queer
    (BUTLER, 2017a; SPARGO, 2017; REA, 2017), de uma Pedagogia queer (LOURO, 2015;
    MISKOLCI, 2016; PARAÍSO, 2018), das sexualidades e gênero (FOUCAULT, 2014;
    BENTO, 2017), a possibilidade de um currículo encarnado (MOLINA, 2015) em diálogo com
    a pedagogia queer e os estudos sobre a pedagogia (D’ÁVILA e MADEIRA, 2018) intenciona
    uma docência atualizada e conectada com questões sensíveis. Espera-se que se estruturem
    novos currículos, a partir de um entendimento de uma pedagogia queer, na proposição de
    potencializar os profissionais, o campo e a sociedade estimulando pesquisas, pensamento
    crítico e abordagens pelas diferenças.


  • Mostrar Abstract
  • This research seeks to reflect on the dance degrees’ curricula of the School of Dance at the
    Universidade Federal da Bahia. It deals with pressing issues, such as Gender and Sexualities,
    by talking to and for a Queer Pedagogy. Highlighting the importance of this knowledge in
    institutional actions (curriculum, Pedagogical Course Project, pedagogical planning) and
    acting in the agents (managers, professors, students) corroborates with the struggles of
    homo/lesbo/transphobia. When perceiving the normative (heterogeneous) procedures that are
    evidenced in the curricula, we try to promote instabilities, transgressions and nondichotomous
    arrangements of the Queer Theory to subvert the pedagogical logics of Higher
    Education Institutions (HEI). The understanding of the body as corpomídia (KATZ and
    GREINER, 2005), as corponectivo (RENGEL, 2015, 2007) and co-formed and co-produced
    (BACCHETTA, 2009) collaborates on the dissemination of body discourses such as gender
    and sexualities. Forms of access, in graduations, to this field contribute (or not) to a
    problematizing, fluid and challenging approach to binarisms and essentialisms. Curriculum
    analysis, bibliographic review and questionnaire responses were research procedures in line
    with Post-Critical Methodologies in Education (PARAÍSO, 2012). These methodologies,
    which emerged as a pedagogical analysis locus of undergraduate courses, promoted
    interlocutions with a queer pedagogy when reflecting, constructing and deconstructing
    pedagogical actions. The epistemological intersection between the Queer Theories (BUTLER,
    2017a; SPARGO, 2017; REA, 2017), of a Queer Pedagogy (LOURO, 2015; MISKOLCI,
    2016; PARADISE, 2018), sexualities and gender (FOUCAULT, 2014, 2017), the possibility
    of an incarnate curriculum (MOLINA, 2015) in dialogue with queer pedagogy and studies on
    pedagogy (D'ÁVILA and MADEIRA, 2018) intends an updated teaching with a connection to
    sensitive questions. It is expected that new curricula will be structured, based on an
    understanding of queer pedagogy, intending to empower professionals, the field and society
    by stimulating research, critical thinking and approaches to differences.

4
  • JORGE LUIS GOMES DE OLIVEIRA
  • PLANO DE FUGA: REPETIÇÃO COMO DISPOSITIVO PARA A

    DANÇA CONTEMPORÂNEA

  • Orientador : JUSSARA SOBREIRA SETENTA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ROSEMERI ROCHA DA SILVA
  • JUSSARA SOBREIRA SETENTA
  • RITA FERREIRA DE AQUINO
  • Data: 08/04/2019

  • Mostrar Resumo
  • Esse estudo propõe uma reflexão sobre o dispositivo da repetição em contextos
    artístico-pedagógicos da dança em duas dimensões principais: repetição como
    modelo hegemônico de práticas corporais e repetição como produtora de
    diferenças, considerando inclusive, casos nas quais esses parâmetros se
    interpenetram além de polaridades. Para tanto, são abarcadas experiências de
    aprendizagem em dança, bem como alguns processos de criação realizados
    pelos artistas Neto Machado, Rita Aquino, Marcelo Evelin, nos trabalhos
    Desastro, Loopping: Bahia Over Dub e Borrão, respectivamente. Aqui, as ideias
    de aprendizagem e de processo criativo em dança estão imbricadas, sendo
    assim, as situações observadas em sala de aula estão articuladas aos processos
    de criação de obras de dança, entendendo que criação pressupõe formação e
    vice-versa. As discussões acerca da repetição e dos demais conceitos –
    dispositivo; corpomídia; performatividade; processo evolutivo, que atravessam
    esta pesquisa encontram respaldo no trabalho teórico de autores a exemplo de
    Tomasello (2003), Agamben (2009), Deleuze (2006), Britto (2008; 2010),
    Assman (2012), Katz (2007; 2009), Setenta (2007; 2008). Tais referenciais
    teóricos estão articulados as experiências vividas por este pesquisador no
    campo da dança, com destaque para experiências que se valem da repetição
    como prática geradora de transformação e diferença em suas proposições de
    aprendizagem e criação artísticas.


  • Mostrar Abstract
  • This study proposes a reflection on the device of repetition in artistic-pedagogical
    contexts of dance in two main dimensions: repetition as a hegemonic model of
    bodily practices and repetition as a producer of differences, even considering
    cases in which these parameters interpenetrate beyond polarities. For that,
    learning experiences in dance are covered, as well as some creative processes
    carried out by the artists Neto Machado, Rita Aquino, Marcelo Evelin, in the works
    Desastro, Loopping: Bahia Over Dub and Borrão, respectively. Here, the ideas
    of learning and the creative process in dance are interwoven, so the situations
    observed in the classroom are linked to the processes of creating dance works,
    understanding that creation requires training and vice versa. Discussions about
    repetition and other concepts - device; corpomídia; performativity; evolutionary
    process, which go through this research find support in the theoretical work of
    authors such as Tomasello (2003), Agamben (2009), Deleuze (2006), Britto
    (2008; 2010), Assman (2012), Katz (2007; 2009), Setenta (2007; 2008). Such
    theoretical references are articulated with the experiences lived by this
    researcher in the field of dance, with emphasis on experiences that use repetition
    as a practice that generates transformation and difference in his propositions of
    learning and artistic creation.

5
  • EMANOEL MAGALHÃES COSTA
  • LADRILHOS DO CORPO: METÁFORAS DE EMPODERAMENTO NOS PROCESSOS DE DANÇA DO GRUPO PODER GRISALHO

  • Orientador : LENIRA PERAL RENGEL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • KATHYA MARIA AYRES DE GODOY
  • LENIRA PERAL RENGEL
  • RITA FERREIRA DE AQUINO
  • Data: 06/05/2019

  • Mostrar Resumo
  • A dissertação “Ladrilhos do corpo: metáforas de empoderamento nos processos de
    Dança do Grupo Poder Grisalho” (GPG) busca como objetivo geral identificar e
    refletir sobre o uso de metáforas nos processos artístico-educativos com as idosas
    que pertencem ao GPG, com a proposta de indicar possíveis ações de
    empoderamento, que contribuam com o processo de reconhecimento do envelhecer,
    em modo de maior aceitação e orgulho de si, reconhecimento do saber acumulado e
    do muito a aprender e a viver. Busca-se explanar, discutir e analisar, junto a
    arcabouços teóricos, ações de empoderamento de forma compartilhada com as
    idosas e suas experiências em sala de aula e com a compreensão da dança como
    ação cognitiva do corpo. Versa também acerca das possibilidades da expressão do
    corpo que envelhece, de suas configurações na dança, suas mudanças,
    transformações, vínculos e conquistas. A pesquisa de natureza qualitativa consiste
    em um estudo desenvolvido sob a forma de uma pesquisa-ação (THIOLLENT,
    2011). Nas ações de ensino/aprendizagem, os procedimentos metodológicos se dão
    com práticas de grupo que incentivam o fazer em (com)partilhamento, com
    elaboração de produções em dança, por meio de noções de Cinesiologia, jogos de
    improvisação e jogos de linguagem verbal que utilizam metáforas de
    empoderamento. A expectativa era que esta pesquisa constituísse como
    procedimentos metodológicos por meio de ações pedagógicas que versem sobre a
    arte da dança no processo do envelhecer, possibilitado, emancipado e empoderado
    destas senhoras. Este estudo apresenta contribuição significativa com ações de
    ensino/aprendizagem na experiência artística para idosas. Para tanto, foram
    realizadas entrevistas semiestruturadas com análise e reflexão dos dados que são
    parte dos resultados desta pesquisa. Os principais referenciais são Rengel (2007)
    com a proposição de procedimento metafórico do corpo como um processo
    cognitivo; Nunes (2014) que explicita as interações em grupo e a transformação
    pessoal e do coletivo e Rancière (2002) que propõe uma abordagem educacional
    para os processos dialógicos baseados na igualdade das inteligências e sua
    desierarquização. Foi possível, no tanger desta pesquisa, identificar, a partir da
    análise das entrevistas, questões e possibilidades de reflexão sobre aspectos
    referentes ao uso de metáforas de empoderamento e a emancipação do GPG,
    relacionados aos processos de dança como construção de um autorreconhecer do
    seu processo de envelhecimento. Coinfluências puderam ser identificadas em todas
    as dimensões na vida destas senhoras, bem como no sentimento de serem capazes
    de alcançar novos desafios para e que assim possam compartilhar as experiências e
    conhecimentos com elas mesmas e com outras senhoras fora do grupo. Sendo
    assim, este estudo aponta (i)limitações, poéticas de (re)existir e perspectivas
    enfrentadas por estas idosas indicando relevâncias sociais, acadêmicas, a fim de
    contribuir na continuidade de futuros aprofundamentos que abordem ações de
    arte e da dança desenvolvidas com grupo de idosas.


  • Mostrar Abstract
  • The dissertation “Body Tiles: empowering metaphors in the Grupo Poder Grisalho
    dance processes” (GPG) aims to identity and reflect on the use of metaphors in the
    educational artistic processes with eldery women who belong to this group. It
    approaches to indicate possible empowerment actions which contribute to the
    process of recognition of aging leading to greater self acceptance and self pride. It
    also involves recognition of eging knowlegde, learnig and living. Using theorical
    frameworks helped to explain, discuss and analise empowerment actions in a shared
    way with these eldery women and their dance classes experiences. It also helped to
    explore their understanding of dance as a cognitive action of the body, body
    languages, configurations in dance, changes, transformations, connections and
    achievements. The qualitative research study consists of a developed study in way of
    a research action (THIOLLENT, 2011). In teaching/learnig actions, the
    methodological procedures present as group practices that encourage doing and
    sharing productions in dance through the notions of Kinesiology, improvisation and
    verbal language games using empowering metaphors. This reseach seeks its
    constituition as methodological procedures by means of pedagogical actions which
    deal with the art of dance in the aging, empowered, emancipated processes of these
    ladies. This study also presents relevant meaninful contributions on teaching/learning
    actions for them. Semi-structered interviews were conducted, analysed and used as
    part of the results of this research. The main references are Rengel (2007) on the
    proposition of the metaphorical procedure of the body as a cognitive process, Nunes
    (2014) who explains the group interactions, the personal and collective
    transformation, and Rancière (2002) who proposes an educational approach to the
    dialogic processes that are based on the equality of the intelligences and their
    elimination of hierarchy. Through the analysis of the interwiews it was possible to
    identify questions and possibilities for reflection both related to the use of
    empowering metaphors and the emancipation of the GPG and related to the dance
    processes as building a self-recognition of their aging process. Co-influences can be
    identified in all dimensions of life and the lives of these ladies, as well as the feeling
    of being able to reach new challenges so that they can share their knowledge and
    experiences to themselves as well as to other ladies outside of their group. Thus, this
    study points limitations but also possibilities for further and deeper researches, poetic
    existences and resistances, and perspectives that can be faced by these elderly
    women. Social and academic relevances play an important role in contributing to the
    continuity of further studies that adress art and actions of dance developed with a
    group of eldery women.

6
  • Douglas de Camargo Emilio
  • E, cinco, seis, sete, oito. Crise enquanto composição em Dança.

  • Orientador : GILSAMARA MOURA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • CHRISTINE GREINER
  • GILSAMARA MOURA
  • Data: 22/05/2019

  • Mostrar Resumo
  • As diferenças e as complementaridades entre composição e configuração em Dança são discutidas, neste trabalho, evidenciando a relação e o incessante fluxo entre corpo e ambiente. Os instanciáveis processos contaminatórios da Dança demonstram que a transitoriedade, entendida enquanto crise, é para a permanência, uma das características mais pertinentes às mudanças ocorridas nos corpos que dançam. Sendo esses corpos coevolutivos. Foram mobilizadas ainda, as noções de coreografia e de discurso para embasar as ocorrências sobre composição/configuração. Por meio da ótica organizacional/estrutural, os entendimentos discorridos permitem construir as possibilidades de análise e questionar: quais as ocorrências que operam nas composições em Dança a serem pensadas, reorganizadas e/ou auto-organizadas? - Tais composições estabelecem desestabilização e/ou conservação das lógicas configurativas, trabalhando a desorganização e a reorganização a partir de distintos modos de lidar com a crise, propondo compreender o corpo e a coreografia em seus fluxos relacionais e sistêmicos. Neste trânsito relacional que não se esgota, toda composição está em movimento. Uma vez lançadas ao mundo, tornam-se mundo e são irreversíveis e, portanto, lidam ininterruptamente com suas crises. O aporte teórico, bem como a argumentação estão fundamentados nas teorias evolutivas propostas inicialmente pelo evolucionista Richard Dawkins (1996, 2001) e posteriormente desenvolvidas por outros autores. Margulis (2001), Katz e Greiner (2005, 2007, 2010), Machado (2001, 2005, 2012, 2014), Prigogine (1996, 1997), Maturana e Varela (1997, 2001). Pautados, principalmente, nos conceitos de Corpomídia, Autopoiese e Permanência.


  • Mostrar Abstract
  • The differences and complementarities between Dance composition and configuration are discussed, in this paper, highlighting the relationship and the relentless flow between body and environment. The instantiable contaminatory processes of Dance demonstrates that the transientness, while It is understood as a crisis also is, stability wise, one of the most relevant characteristics of change on the dancing bodies. Such bodies are coevolutionary. The notions of choreography and discourse were mobilized to support the occurrences about composition/configuration. By using organizational/structural optics, the understandings allow us to construct possibilities of analysis and to question: Which are the occurrences that operate on the compositions of Dance to be debated, reorganized and/or self-organized? – Such compositions establish the destabilization and/or conservation of the configurative logics, working on the disorganization and the reorganization from different ways to deal with the crisis, proposing to understand the body and the choreography on their relational and systemic flows. In this endless relational transit, all the composition is in motion. Once set upon the world, they become world themselves and they are irreversible and, therefore, deal endlessly with their own crisis. The theoretical contribution, as well as the debate are grounded on the evolutionary theories initially proposed by Richard Dawkins (1996, 2001) and afterwards developed by other authors. Margulis (2001), Katz e Greiner (2005, 2007, 2010), Machado (2001, 2005, 2012, 2014), Prigogine (1996, 1997), Maturana e Varela (1997, 2001). Ruled, mostly, by the Corpomidia, Autopoiesis and Permanence concepts.

7
  • BRUNO PARISOTO
  • O que uma dança nos ensina sobre uma vida?

  • Orientador : GILSAMARA MOURA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • Cecilia Noriko Ito Saito
  • GILSAMARA MOURA
  • HELENA TANIA KATZ
  • Data: 22/05/2019

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação é um experimento cartográfico (PASSOS et al., 2015) que tem por objetivo oferecer uma visão expandida do campo da Dança, aos diferentes públicos, em especial os ingressantes no ensino superior de Dança. Optou-se, para tanto, no investimento de conectividades entre diferentes áreas de conhecimento, sobretudo a Filosofia, de modo a promover momentos imersivos em diferentes assuntos que dizem respeito às relações dança-vida. Um experimento cartográfico pressupõe uma compreensão de metodologia que se constitui no decorrer da própria escrita e cuja intenção não é a busca de uma solução, mas, a nutrição de um sistema que se modifica sob a ótica da diferença. É de fulcral importância reconhecer nesta dissertação o experimento de uma dança e uma vida, tendo em vista a necessidade de um posicionamento não homogêneo perante estes dois conceitos. É nos encontros de autores como Gilles Deleuze, Michel Foucault, Giorgio Agamben e de coreógrafos como Steve Paxton, Merce Cunningham e Rudolf Laban que esta dissertação oferece o início de uma conversa ou, ainda, pistas para “abrir o corpo” ao diálogo, no que diz respeito a estreita e, quase, confundível relação dança-vida.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation is a cartographic experiment (PASSOS et al., 2015) that aims to offer an expanded view of the field of Dance to different audiences, especially those entering the higher education of Dance. Therefore, it was decided to invest on connectivity between different areas of knowledge, especially Philosophy, in order to promote immersive moments in different subjects that concern dance-life relations. A cartographic experiment presupposes an understanding of methodology that is constituted during the writing itself and whose intention is not the search for a solution, but the nutrition of a system that changes from the perspective of difference. It is of the utmost importance to recognize in this dissertation the experiment of a dance and a life, in view of the necessity of an inhomogeneous position before these two concepts. It is in the meetings of authors such as Gilles Deleuze, Michel Foucault, Giorgio Agamben and choreographers such as Steve Paxton, Merce Cunningham and Rudolf Laban that this dissertation offers the beginning of a conversation or clues to “open the body” to dialogue in regards the close and almost confusing dance-life relationship.

8
  • IRENO GOMES DA SILVA JÚNIOR
  • VULNERABILIDADE: UM JEITO DE FAZER DANÇA

  • Orientador : ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • IVANA BUYS MENNA BARRETO
  • MARCIA VIRGINIA MIGNAC DA SILVA
  • Data: 24/05/2019

  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho assume o pressuposto de que as imagens do corpo que dança geram afetações. Dessa maneira, entende-se o corpo que dança como imagem no fluxo do tempo (BITTENCOURT, 2012). A afetação, aqui proposta, perpassa a condição de observação factual para dar lugar a um modo de fazer em dança, movido pela vulnerabilidade. A vulnerabilidade é, portanto, a ignição necessária para a composição, pois se insere na condição de estratégia de um tipo de dança. A imagem é o que promove a visibilidade dos sentidos materializados no corpo, emergindo através dos movimentos. O que implica pensar as imagens como potência de afetos. Mas o que seria um corpo vulnerável na dança? Mesmo a vulnerabilidade sendo entendida, de modo geral, como o oposto de potência, na cena: a fragilidade, enquanto indicativo de vulnerabilidade, resvala a potência do corpo. Esta pesquisa aposta na vulnerabilidade como estratégia de composição ou configuração de dança que afeta de modo intencional os corpos no contexto. Este modo de fazer dança apresenta-se como exposição do corpo, da carne; tendo como premissa de sua feitura o risco e a dúvida. Desnuda porque exibe, pelo risco, a fragilidade como propriedade inerente do corpo. Longe de estereótipos e soluções antecipadas. É uma dança que se configura no corpo pelas imagens típicas da fragilidade, da própria existência do corpo.


  • Mostrar Abstract
  • This work’s assumption is that the images of a dancing body generate affectations. In this context, the dancing body is understood as an image in the flow of time (BITTENCOURT, 2012). The affectation, proposed here, leaves the condition of factual observation to give way to a type of performance in dance, moved by vulnerability. The vulnerability therefore is the necessary ignition for the composition of the dance, for It inserts itself in the strategic condition of a type of dance. The image is what promotes the visibility of the senses materialized in the body, emerging through the movements. Which implies thinking the images as power of affections. But, what would be a vulnerable body in dance? Even understanding vulnerability, in general, as the opposite of power, while in the scene: the frailty, as a sign of vulnerability slides into power from the body. This research bets on vulnerability as a dance composition or configuration strategy that intentionally affects the bodies in context. This way of performance in dance presents itself as an exposition of the body, the flesh; having as a premise of its performance the risk and the doubt. It lays bare because It exposes, by risk, the fragility as a quality inherent to the body. Away from stereotypes and early solutions. It is a dance that takes shape in the body by the typical images of fragility, by the very existence of the body.

9
  • JULIANA FREIRE DOS SANTOS
  • Xote com A: aflorando o forrobodó.

  • Orientador : LENIRA PERAL RENGEL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • ELOISA LEITE DOMENICI
  • LENIRA PERAL RENGEL
  • Data: 05/06/2019

  • Mostrar Resumo
  • Xote com A vem para aflorar o papel da mulher conduzida no baile de forró pé de
    serra, mais especificamente na dança. O problema da pesquisa se insere em por
    que o baile e a dança do forró pé de serra podem ser opressores para as mulheres,
    principalmente as que se identificam com a função de conduzidas. Assim,
    consequentemente, os modos de dançar/ensinar o forró pé de serra, as tradições,
    convenções e hábitos dos bailes podem reforçar formas opressoras do dançar. A
    pesquisa tem por objetivo articular as relações de poder entre gêneros na dança do
    forró pé de serra e no contexto que se inclui, a partir de epistemologias em relação
    interdisciplinar e de uma metodologia feminista. A metodologia da pesquisa utilizou
    da revisão bibliográfica, pesquisa de campo participativa (SCHMIDT, 2006) em
    atitude etnográfica (PIMENTEL, 2014), com participação e visitas a bailes em São
    Paulo (capital) e pela pesquisa em dança artístico/pedagógica com o grupo 3ª
    Categoria. Como adensamento da pesquisa tive aulas e cursos de aperfeiçoamento
    técnico em dança e música e aprofundei a análise de letras de músicas. O
    referencial teórico passa pelas ciências cognitivas (DAMÁSIO, 2011; KATZ;
    GREINER, 2001, 2003, 2005; RENGEL, 2015, 2007; TOMASSELLO, 2003);
    epistemologias do Sul (SANTOS, B., 2018); histórico do forró pé de serra (SANTOS,
    C., 2014, 2013; MATOS, 2007); feminismos (RIBEIRO, D., 2017; BIROLI, 2016,
    2013; BEAUVOIR, 2016; BERTH, 2018); processos de aprendizagem (FREIRE,
    1986, 1987; NEVES, 2010); estereótipos de masculinidade e nordestinidade
    (ALBUQUERQUE JR, 2011, 2013; TROTTA, 2009, 2012, 2014). Como resultados
    poderemos contribuir com dados teóricopráticos e busca de compreensão histórica,
    inclusive recente. O intento foi e é propor um trabalho artístico/pedagógico
    práticoteórico com o forró pé de serra que reflita e questione seu contexto nas
    relações colonialistas, capitalistas e patriarcais da sociedade e também nesta dança.


  • Mostrar Abstract
  • Xote com A comes up to flourish the following role of woman in forró pé de serra ball,
    more specifically in dance. This study explores the reasons why the ball and the forró
    pé de serra can be oppressive to women, especially for the ones who identify
    themselves as followers - the people there are being conducted during the dance.
    Therefore, the ball way to dance/teach forró pé de serra, its traditions, conventions
    and habits can reinforce oppressive forms of dancing. This paper aims to articulate
    the power relations among genders at forró pé de serra dance and their included
    context approaching towards an interdisciplinary epistemology and feminist
    methodology. The research methodology used the literature review, active field
    research (SCHMIDT, 2006) with ethnographic atitude (PIMENTEL, 2014) with visit
    and participations in the capital at São Paulo’s balls and by research
    pedagogic/artistic with the group 3ª Categoria. Delving the understanding of the
    research, I took music and dance classes to improve my techniques, and intensified
    music lyrics analysis as well. The theoretical references passes through cognitive
    sciences (DAMÁSIO, 2011; KATZ; GREINER, 2001, 2003, 2005; RENGEL, 2015,
    2007; TOMASELLO, 2003); South epistemologies (SANTOS, B., 2018); forró pé de
    serra history (SANTOS, C., 2014; 2013; MATOS, 2007); feminisms (RIBEIRO, D.,
    2017; BIROLI, 2016, 2013; BEAUVOIR, 2016; BERTH, 2018); learning processes
    (FREIRE, 1986, 1987; NEVES, 2010); masculinity and nordestinidade stereotypes
    (ALBUQUERQUE JR, 2011, 2013; TROTTA, 2009, 2012, 2014). As results we'll be
    able to contribute with practical theoretical dada and in the search of historical
    understanding, including recently. The intent was and it is to propose a
    pedagogic/artistic, practical/theoretical work with forró pé de serra that reflects and
    questions its context in the colonialist, capitalist and patriarchal relations on society
    and in this dance.

10
  • MARIA BEATRIZ FERREIRA VASCONCELOS
  • ESTILO TRIBAL AMERICANO DE DANÇA
    DO VENTRE:
    ALGUMAS QUESTÕES E PRINCÍPIOS ESTÉTICOS, TÉCNICOS E
    COMPOSICIONAIS

  • Orientador : CARMEN PATERNOSTRO SCHAFFNER
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARMEN PATERNOSTRO SCHAFFNER
  • CIANE FERNANDES
  • LUDMILA CECILINA MARTINEZ PIMENTEL
  • Data: 26/06/2019

  • Mostrar Resumo
  • A partir da assimilação e remodelagem de elementos étnico
    culturais, o Estilo
    Tribal Americano de Dança do Ventre apresenta se como um sistema de
    significados constituído por códigos e convenções próprios, que a situam
    singularmente no mundo e entre as danças que a precederam. Por meio do
    estudo e da análise dessas convenções através de um sistema de variáveis
    inaugurado por Su san Leigh Foster (1986), poder se á determinar sua
    coerência, integridade e significado, trazendo à luz os elementos que tornam
    possível a dança tribal resultar em uma forma singular de composição passível
    de implicações de ordem política, social e cultura l. Ademais, pretende se fazer
    um paralelo com os estudos realizados pela autora Eliana Rodrigues (2005) ao
    identificar o Estilo Tribal Americano como fruto de experimentações que se
    coadunam com o período de invenção da dança pós moderna, tendo herdado
    mui tas de suas principais características quando de sua composição e
    execução. Esperamos como resultado evidenciar os elementos que a
    individualizam e sua complexidade no que se refere às implicações enquanto
    formulação hibridizada num mundo globalizado.


  • Mostrar Abstract
  • From the assimilation and remodeling of ethnic
    cultural elements, the American
    Tribal Style Bellydance presents itself as a system of meanings constituted by
    codes and conventions of its own, which situate it singularly in the world and
    among the dances that preceded it. Through the study and analysis of these
    conventions through a system of variables inaugurated by Susan Leigh Foster
    (1986), their coherence, integr ity and meaning can be determined by bringing to
    light the elements that make tribal dance possible a unique form of composition
    that could have political, social and cultural implications. In addition, we intend
    to parallel the studies carried out by the author Eliana Rodrigues (2005) in
    identifying the American Tribal Style as the fruit of experiments that are
    consistent with the period of invention of postmodern dance, having inherited
    many of its main characteristics when of its composition and executio n. We
    hope as a result to highlight the elements that individualize it and its complexity
    with regard to implications as a hybridized formulation in a globalized world.

11
  • LUISA DUPRAT CAVALCANTI D'ALBUQUERQUE
  • LA VENGANZA! Estratégias sapas pornoterroristas desestabilizadoras de normativas heterossexistas e racistas

  • Orientador : RITA FERREIRA DE AQUINO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • BRUNA ANDRADE IRINEU
  • DANIELA BEMFICA GUIMARAES
  • RITA FERREIRA DE AQUINO
  • Data: 26/06/2019

  • Mostrar Resumo
  • Através de experiências artísticas recentes, com o foco especial na performance “Cualquiera! Cualquer cosa sobre todo em mi”, traço uma relação entre o conceito de heterossexualidade, sob amparo teórico da pesquisadora afro dominicana Ochy Curiel, e possíveis resistências criativas, inspiradas em estéticas pornoterroristas, materializadas no trabalho da performer e poeta Diana Torres. Levando em consideração o fato de o período colonial ter sido de fundamental importância na construção heterossexual e racista do imaginário de nação, faz-se necessário que a tessitura epistemológica deste texto passe por uma mirada negra e sapatão, sob compreensão de que os saberes corporificados provindos dessas existências são de fundamental importância na destruição de imaginários coloniais. O corpo é aqui estendido ao erótico, atravessando saberes, e corporificando vinganças anticoloniais, materializadas em criações artísticas, imersas no contexto da arte drag queen localizada e experienciada na cidade de Salvador - BA, da performance e do movimento. O conceito de erotismo é trabalhado sob duas perspectivas distintas, desvelando a desincorporação do saber científico moderno, cuja eficiência repousa em uma neutralidade masculina e branca. O corpo como marcação e demarcação de discurso, é evidenciado quando a escritora americana caribenha Audre Lorde, mulher negra, lésbica, mãe, artista, ativista e poeta e o filósofo francês Georges Bataille, homem branco, heterossexual, antropólogo, sociólogo e escritor, são postos em relação, evidenciando as diferenças decorrentes das formulações teóricas em torno do conceito de erótico, sob a perspectiva de cada autor. Metodologicamente, a prática artística desenvolvida ao longo da pesquisa é a responsável pela condução da investigação, levantamento de dados, organização do material levantado e consideração do corpo como produtor de conhecimento. Criada durante este processo de pesquisa, a performance “Cualquiera! Cualquer cosa sobre todo en mi” costura este texto em termos de visualidade, de metáfora, de encarnação do trauma e da violência, de organização corporal e composição estética da violência sofrida, do expurgo da imagem colonial e da formulação de vinganças. Pude experimentar uma série de vinganças compartilhadas e mover na direção do encontro, percebendo a força do espaço e tempo compartidos entre existências distintas que, no momento justo da suspensão, se encontram em suas feridas.


  • Mostrar Abstract
  • Through recent artistic experiences, with a special focus on "Cualquiera! Cualquer cosa sobre todo en mi" traces a relationship between the concept of heterosexuality, under the theoretical support of the Afro-American researcher Ochy Curiel, and possible creative resistances, inspired by aesthetics by pornography, materialized in the work of the performer and poet Diana Torres. Taking into consideration the fact that the colonial period was of fundamental importance in the heterosexual and racist construction of the imaginary of nation, it is necessary that the epistemological tessitura of this text goes through a black gaze and shoe, under understanding that the embodied knowledge of these existences are of fundamental importance in the destruction of colonial imaginaries. The body is here extended to the erotic, passing through knowledge, and embodying anticolonial revenge, materialized in artistic creations, immersed in the context of the drag queen art located and experienced in the city of Salvador - BA, performance and movement. The concept of eroticism is worked from two distinct perspectives, revealing the disembodiment of modern scientific knowledge, whose efficiency rests on a masculine and white neutrality. Audre Lorde, a black woman, lesbian, mother, artist, activist and poet, and the French philosopher Georges Bataille, a white man, heterosexual, anthropologist, sociologist and writer, are the body as a marking and demarcation of speech. presented in relation, evidencing the differences arising from the theoretical formulations around the concept of erotic, from the perspective of each author. Methodologically, the artistic practice developed throughout the research is responsible for the conduction of research, data collection, organization of material raised and consideration of the body as producer of knowledge. Created during this research process, the "Cualquiera! Cualquer cosa sobre todo en mi" sewing this text in terms of visuality, metaphor, incarnation of trauma and violence, body organization and aesthetic composition of the violence suffered, the purge of the colonial image and the formulation of revenge. I could experience a series of shared vengeance and move toward the meeting, realizing the strength of space and time shared between distinct existences that meet and spark at the very moment of suspension are in their wounds

12
  • ANA CLÁUDIA ANDRADE ORNELAS
  • Abrindo caminhos: jovens mulheres no trânsito entre aprender e ensinar dança

  • Orientador : RITA FERREIRA DE AQUINO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA ELISABETH SIMOES BRANDAO
  • RITA FERREIRA DE AQUINO
  • SUZANE LIMA COSTA
  • Data: 05/07/2019

  • Mostrar Resumo
  • A pesquisa propõe analisar as experiências de jovens educadoras e educandas de dança, a partir das transformações que ocorrem no trânsito entre aprender e ensinar, colocando em relevo o modo como estas experiências contribuem para a construção de marcos éticos, com base em princípios comunitários, emancipatórios e de cidadania. Tais experiências corroboram o fortalecimento da dimensão política e atitudinal nestas jovens nas comunidades das quais participam. O modo como veem o mundo, a sociedade, o corpo e a dança é modificado no exercício permanente do aprender. Os temas nucleares da pesquisa são os processos de ensino-aprendizagens em dança, relacionando-os com as proposições educação libertadora e decolonialidade. Em uma perspectiva comunitária, discute-se os elos que se formam por meio do aprender, como comunidades de sentido, em diálogo com a noção de corpomídia. São destacados os estudos do feminismo negro a partir de conceitos como empoderamento, interseccionalidade, para refletir sobre o cruzamento de marcadores que acompanham a trajetória de vida das participantes como gênero, idade, classe, raça e religiosidade. Os estudos dos movimentos sociais, de educação popular, de juventude e de cultura, que reverberaram no cenário nacional nos fins do século passado, contribuem como marcos históricos e como alicerces para entender a contemporaneidade. A etnografia e a autoetnografia são assumidas como abordagem metodológica, através da participação observante durante o Tirocínio Docente em componentes curriculares do eixo pedagógico da Licenciatura em Dança na Universidade Federal da Bahia e em outros contextos formais e não formais de educação em dança. A pesquisa opera na perspectiva da ecologia dos saberes, de modo a contribuir para a construção de novas epistemes, que podem ser compartilhadas e colocadas à disposição de pesquisadoras e pesquisadores, estudantes e comunidades, fortalecendo a universidade enquanto espaço público de interconhecimento.


  • Mostrar Abstract
  • The research proposes to analyze the experiences of young women that at the same time are students and community educators, focusing on the transformations that occur in the transit between learning and teaching, highlighting how these experiences contribute to the construction of ethical frameworks, based on community, emancipatory principles and citizenship. Such experiences corroborate the strengthening of the political and attitudinal dimension in these young women in the communities in which they participate. The way they see the world, society, body and dance is modified in the permanent exercise of learning. The core themes of the research are the teaching-learning processes in dance, relating them to the propositions of pedagogy for liberation and decoloniality. From a community perspective, the links that are formed through learning, as communities of meaning, are discussed in dialogue with the notion of corpomídia. Studies of black feminism are emphasized based on concepts such as empowerment, intersectionality, to reflect on the crossing of social markers that accompany the participants' life trajectories such as gender, age, class, race and religiosity. The studies of social movements, popular education, youth and culture, which reverberated on the national scene at the end of the last century, contributes as historical landmarks and as a foundation for understanding contemporary times. Ethnography and self-ethnography are assumed as a methodological approach, through observant participation during Teacher Training in curricular components of the pedagogical axis of the Degree in Dance at the Federal University of Bahia and in other formal and non-formal contexts of dance education. The research operates from the perspective of the ecology of knowledge, in order to contribute to the construction of new epistemes, which can be shared and made available to researchers, students and communities, strengthening the university as a public space for inter-knowledge.

13
  • FERNANDA RIBEIRO DE NARDI BASTOS
  • AS POLÍTICAS EDUCACIONAIS PARA ARTE/DANÇA E OS MODOS DE INSERÇÃO DO LICENCIADO EM DANÇA NO ENSINO PÚBLICO EM MINAS GERAIS

  • Orientador : LUCIA HELENA ALFREDI DE MATOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALEXANDRE JOSE MOLINA
  • FATIMA WACHOWICZ
  • LUCIA HELENA ALFREDI DE MATOS
  • Data: 05/07/2019

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho teve como objetivo analisar se as políticas públicas educacionais, nacionais e estaduais, proporcionam a inserção do componente curricular Arte/Dança e do licenciado em Dança no contexto das escolas públicas de Minas Gerais. Para tanto, foi aplicado um questionário on-line aos egressos do curso de licenciatura da UFMG e da UFV, sendo estas as duas únicas Universidades que ofertam a Licenciatura em Dança no Estado de Minas Gerais. Em relação à análise documental, além da base legal e das diretrizes curriculares direcionadas ao ensino da Arte na Educação Básica, foram analisados os microdados do Censo Escolar (2017), através dos quais obteve-se um panorama sobre os professores que atuam nos componentes curriculares Arte e Dança, tanto a nível nacional como no Estado de Minas Gerais. No intuito de ampliar os dados qualitativos, foram realizadas entrevistas semiestruturadas com cinco docentes de Dança, que atuam em distintas escolas e municípios da Educação Básica e, com um gestor educacional de três municípios onde residem os licenciados desta pesquisa. Os dados foram analisados de forma quanti-qualitativa (Creswell e Clark, 2007) e triangulados com a análise de diversos documentos relacionados às políticas educacionais nacionais e no Estado de Minas Gerais. Este trabalho identificou três redes de ensino em que os participantes da pesquisa, licenciados em Dança, mais se inseriram: A rede de ensino municipal de Juiz de Fora, a qual apresentou o cenário mais positivo em relação as políticas públicas educacionais voltadas para a Arte/Dança, a rede estadual de Minas Gerais e a municipal de Viçosa. Nas duas últimas constatou-se que as políticas públicas educacionais não contribuem para a inserção da Dança, pois a disciplina de Arte tem uma carga horária reduzida e é lecionada por professores sem licenciatura na área. A partir dos dados obtidos na pesquisa, observou-se que a relação entre as políticas públicas educacionais nacionais, estaduais, municipais e o contexto escolar ocorre de formas diferenciadas. Apesar da Dança estar inserida em algumas escolas, verificou-se que nem sempre é por meio de concursos que se efetivam os licenciados como docentes dessa linguagem no currículo, o que tem acarretado atuações de curto período por esses docentes na Educação Básica. Observou-se que nos contextos analisados ocorre uma variação entre: 1) a compreensão da Dança como pertencente à área da Arte, no momento da assunção do cargo pelos licenciados, 2) a atuação polivalente do licenciado em Dança e, 3) as distintas perspectivas presentes na escola em relação a presença da Dança no contexto escolar. De forma geral, a partir dos dados coletados nesta investigação percebe-se que ainda há uma insignificante inserção de docentes de Dança na Educação Básica, conforme apontam os microdados do Censo Escolar (2017). Além disso, no cenário específico das redes de ensino do Estado de Minas Gerais e do município de Viçosa (MG), as políticas educacionais desses contextos não contribuem para a inserção efetiva da Arte/Dança, de acordo com as políticas públicas nacionais.


  • Mostrar Abstract
  • This study aims to analyze whether national and state education public policies include Art / Dance as part of the curriculum in the context of public schools in the Brazilian state of Minas Gerais and whether qualified Dance graduates are inserted into the curriculum. For this analysis, an online questionnaire was completed by Dance degree graduates from the Federal University of Minas Gerais (UFMG) and The Federal University of Viçosa (UFV), these being the only two universities offering a Degree in Dance in the State of Minas Gerais. Looking at the results of these questionnaires and also at the legal basis and curricular directives in relation to the teaching of Art in Basic Education, we analyze microdata from the School Census (2017), through which we obtained a panorama about the teachers working in the curricular component of Art and Dance, both on a national level and in the State of Minas Gerais. In order to increase the amount of qualitative data, semi-structured interviews were carried out with five qualified Dance teachers working in different schools and municipalities in Basic Education, and with an educational manager from three municipalities containing graduates participating in this research. The data was analyzed using quanti-qualitative methods (Creswell e Clark, 2007), and was triangulated with the analysis of various documents related to education policies on a national level and in the state of Minas Gerais. In this study, three educational networks were identified as being those in which the Dance graduates who participated in the study were most present: the municipal education network of Juiz de Fora, which showed the most positive scenario concerning the appreciation of Art/Dance in public education policies, the state education network of Minas Geraism and the local network of Viçosa. In the latter two networks, the results show that the public education policies do not contribute to the insertion of Dance, and classroom hours for the teaching of Art have been reduced, with this subject being by teachers without qualifications in this area. Based on the data obtained in the research, we observe that the relationship between national, state and municipal public education policies and the school context, occurs in different ways. Despite the fact that Dance is present in some schools, we can see that selections are not always made via public selection exams used to qualify Dance degree graduates as teachers of this subject area within the curriculum, meaning that these teachers work for only short periods within the Basic Education system. We observe that, in the contexts analyzed, there is a variation between: 1- the understanding of Dance as belonging to the area of Art, at the moment of contracting the role, 2- the multi-purpose role of the Dance graduate teacher and 3- different perspectives in schools in relation to the presence of Dance present in the school context. In general, based on the data collected in this study, we can see that there is still an insignificant presence of Dance teachers in Basic Education, as shown in the microdata of the School Census (2017). Furthermore, in the specific scenario of school networks in the State of Minas Gerais and in the local area of Viçosa (Minas Gerais State), the education policies of these contexts do not contribute to the effective insertion of Art/Dance in accordance with national public policies.

14
  • NARA CÓRDOVA VIEIRA
  • Processo de criação em dança Andeja nos Ventos: Caminhos abertos pelas
    corta-ventos, mulheres negras, congos da banda de Airões-MG

  • Orientador : DANIELA MARIA AMOROSO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • DANIELA MARIA AMOROSO
  • LAURA PRONSATO
  • Data: 05/07/2019

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação tem como objetivo abordar o processo de investigação e criação
    artística em estudo com e nas corta-ventos da Banda de Congo José Lúcio Rocha de
    Airões, distrito de Paula Cândido-MG: Maria de Lourdes Mateus e Marcelly Cristina
    Mateus Celestino. Vó e neta, mulheres negras quilombolas, contam, cantam e dançam
    suas histórias em afrografias – as oralituras denominadas por Leda Maria Martins
    (1997). A escolha desta pesquisa é devido a minha trajetória de mulher negra e à
    priorização dos estudos em dança em referência às culturas populares afro-brasileiras e
    afro-ameríndias. O Congado, cultura local mineira, é meu estudo iniciado na graduação
    em Dança na Universidade Federal de Viçosa (UFV) e que continua neste mestrado. O
    destaque para as mulheres negras é uma escolha política pelo nosso protagonismo ainda
    pouco reconhecido e também pelo meu interesse de vida e estudo, que perpassa por uma
    luta antirracista em contexto de racismo estrutural. Para apresentar meu lugar de fala,
    dialogo com Djamila Ribeiro (2017) em discussão sobre interseccionalidades

    (RIBEIRO, 2017; AKOTIRENE, 2018). Para articular minhas concepções teórico-
    metodológicas e os caminhos da criação artística, escolhi as autoras: Leda Maria

    Martins (1997; 2002; 2003), que trata da oralitura e da afrografia; Conceição Evaristo
    (2003; 2016), que conceitua a escrevivência; Armindo Bião (1995; 1999) e Daniela
    Amoroso (2009; 2019) – referências da etnocenologia e, especificamente, do Skènos,
    dispositivo de pesquisa e criação desenvolvido por Daniela Amoroso (2009;2019) –,
    que sustentam a metodologia escolhida para este trabalho baseada na descrição
    etnográfica no corpo e em laboratórios de pesquisa e criação; e Renata Silva (2011;
    2012; 2014; 2015), referência do processo de criação em dança. Com todas essas
    orientações, traço grafias em dança em processo de criação nomeado Andeja nos
    Ventos, que apresento em dança e escrita textual.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation aims to approach the research and creation of an artistic process that is
    being studied with and on the corta-ventos of the Banda de Congo José Lúcio Rocha de
    Airões, district of Paula Cândido-MG: Maria de Lourdes Mateus and Marcelly Cristina
    Mateus Celestino. Grandmother and granddaughter, quilombola black women, tell, sing
    and dance their stories in afrographs – the oralituras named by Leda Maria Martins
    (1997). The choice of this research is due to my trajectory as a black woman and the
    main relevance of dance studies in reference to Afro-Brazilian popular cultures and
    Afro-Amerindians. Congado, a local culture in Minas Gerais, is my study started in the
    undergraduation in Dance at the Federal University of Viçosa (UFV) and it continues in
    this master's degree. The highlight for black women is a political choice due to our
    protagonism still little recognized and also for my life interest in this study which runs
    through an anti-racist struggle in the context of structural racism. To present my
    standpoint speech, I dialogue with Djamila Ribeiro (2017) about intersectionality
    (RIBEIRO, 2017; AKOTIRENE, 2018). In order to articulate my theory and
    methodologies and the paths of artistic creation, I chose the authors: Leda Maria
    Martins (1997; 2002; 2003), who deals with oral reading and Afrography; Conceição
    Evaristo (2003; 2016), which conceptualizes the escrevivência; Armindo Bião (1995;
    1999) and Daniela Amoroso (2009; 2019) – references from ethnocenology and,
    specifically, from Skènos, device of research and creation developed by Daniela
    Amoroso (2009; 2019) –,that support the methodology chosen for this work based on
    the ethnographic description in the body and in laboratories of research and creation;
    and Renata Silva (2011; 2012; 2014; 2015), reference of the dance creation process.
    With all these guidelines, I trace spellings in the dance in the process of creation named
    Andeja nos Ventos, presented in the dance and textual writing.

15
  • NARA CÓRDOVA VIEIRA
  • Processo de criação em dança Andeja nos Ventos: Caminhos abertos pelas corta-ventos, mulheres negras, congos da banda de Airões-MG

  • Orientador : DANIELA MARIA AMOROSO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • DANIELA MARIA AMOROSO
  • LAURA PRONSATO
  • Data: 05/07/2019

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação tem como objetivo abordar o processo de investigação e criação
    artística em estudo com e nas corta-ventos da Banda de Congo José Lúcio Rocha de
    Airões, distrito de Paula Cândido-MG: Maria de Lourdes Mateus e Marcelly Cristina
    Mateus Celestino. Vó e neta, mulheres negras quilombolas, contam, cantam e dançam
    suas histórias em afrografias – as oralituras denominadas por Leda Maria Martins
    (1997). A escolha desta pesquisa é devido a minha trajetória de mulher negra e à
    priorização dos estudos em dança em referência às culturas populares afro-brasileiras e
    afro-ameríndias. O Congado, cultura local mineira, é meu estudo iniciado na graduação
    em Dança na Universidade Federal de Viçosa (UFV) e que continua neste mestrado. O
    destaque para as mulheres negras é uma escolha política pelo nosso protagonismo ainda
    pouco reconhecido e também pelo meu interesse de vida e estudo, que perpassa por uma
    luta antirracista em contexto de racismo estrutural. Para apresentar meu lugar de fala,
    dialogo com Djamila Ribeiro (2017) em discussão sobre interseccionalidades

    (RIBEIRO, 2017; AKOTIRENE, 2018). Para articular minhas concepções teórico-
    metodológicas e os caminhos da criação artística, escolhi as autoras: Leda Maria

    Martins (1997; 2002; 2003), que trata da oralitura e da afrografia; Conceição Evaristo
    (2003; 2016), que conceitua a escrevivência; Armindo Bião (1995; 1999) e Daniela
    Amoroso (2009; 2019) – referências da etnocenologia e, especificamente, do Skènos,
    dispositivo de pesquisa e criação desenvolvido por Daniela Amoroso (2009;2019) –,
    que sustentam a metodologia escolhida para este trabalho baseada na descrição
    etnográfica no corpo e em laboratórios de pesquisa e criação; e Renata Silva (2011;
    2012; 2014; 2015), referência do processo de criação em dança. Com todas essas
    orientações, traço grafias em dança em processo de criação nomeado Andeja nos
    Ventos, que apresento em dança e escrita textual.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation aims to approach the research and creation of an artistic process that is
    being studied with and on the corta-ventos of the Banda de Congo José Lúcio Rocha de
    Airões, district of Paula Cândido-MG: Maria de Lourdes Mateus and Marcelly Cristina
    Mateus Celestino. Grandmother and granddaughter, quilombola black women, tell, sing
    and dance their stories in afrographs – the oralituras named by Leda Maria Martins
    (1997). The choice of this research is due to my trajectory as a black woman and the
    main relevance of dance studies in reference to Afro-Brazilian popular cultures and
    Afro-Amerindians. Congado, a local culture in Minas Gerais, is my study started in the
    undergraduation in Dance at the Federal University of Viçosa (UFV) and it continues in
    this master's degree. The highlight for black women is a political choice due to our
    protagonism still little recognized and also for my life interest in this study which runs
    through an anti-racist struggle in the context of structural racism. To present my
    standpoint speech, I dialogue with Djamila Ribeiro (2017) about intersectionality
    (RIBEIRO, 2017; AKOTIRENE, 2018). In order to articulate my theory and
    methodologies and the paths of artistic creation, I chose the authors: Leda Maria
    Martins (1997; 2002; 2003), who deals with oral reading and Afrography; Conceição
    Evaristo (2003; 2016), which conceptualizes the escrevivência; Armindo Bião (1995;
    1999) and Daniela Amoroso (2009; 2019) – references from ethnocenology and,
    specifically, from Skènos, device of research and creation developed by Daniela
    Amoroso (2009; 2019) –,that support the methodology chosen for this work based on
    the ethnographic description in the body and in laboratories of research and creation;
    and Renata Silva (2011; 2012; 2014; 2015), reference of the dance creation process.
    With all these guidelines, I trace spellings in the dance in the process of creation named
    Andeja nos Ventos, presented in the dance and textual writing.

16
  • SILVANA RIBAS DOS SANTOS
  • ENGENHO DE COMPOSIÇÃO: FORMAÇÃO ARTÍSTICA EM
    DANÇA COMO EXPERIÊNCIA INACABADA

  • Orientador : AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA SILVA AMORIM
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • FERNANDO MARQUES CAMARGO FERRAZ
  • Data: 08/07/2019

  • Mostrar Resumo
  • Este estudo aborda a experiência artística vivenciada no âmbito do Programa de
    Extensão Engenho de Composição, como uma especificidade que intensifica a
    formação artística dos discentes do curso de Licenciatura em Dança da
    Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB. Destacando-o como um
    espaço que promove tal formação. A partir dessa especificidade foram observados
    os processos criativos em dança na perspectiva da experiência inacabada. Para o
    desenvolvimento desta argumentação, foram analisados espetáculos de dança que
    apresentados no programa de extensão, explicitando o modo de fazer, as
    configurações estéticas e o debate da cena contemporânea. Desenvolvido para
    atender aos cursos de Licenciatura em Teatro e Licenciatura em Dança, então
    recém-criados na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB (2010), o
    programa se caracteriza pelas possibilidades de formação, de construção de
    vínculos e compartilhamento artístico com a comunidade. A pesquisa possui
    abordagem metodológica qualitativa e observação participante. Enfatiza-se as ações
    que constituem o Engenho de Composição com o intuito de mostrar a abrangência
    social que o curso de Licenciatura em Dança vem assumindo na cidade de Jequié
    (BA). Nas considerações finais, destaca-se a perspectiva emancipatória inerente ao
    fazer artístico e suas contribuições para o campo da dança.


  • Mostrar Abstract
  • This research approaches the artistic know-how experienced in the sphere of
    “Engenho de Composição” Extension Schedule, as a particularity in order to boosts
    the artistic schooling of the student body from the Dance Graduation Course at State
    University of Southwest of Bahia - UESB. Highlighting it as a place that further this
    kind of education. From this specificity onwards were seen the creative processes in
    dance on the unfinished outlook experience. For the development of this
    argumentation, was analyzed some dance spectacles presented on extension
    program, showing how to make, the aesthetic settings and the discussion about the
    contemporary landscape. Engineered to serve the graduation courses of Theater and
    Dance, then newly created at State University of Southwest of Bahia - UESB (2010),
    the program is characterized by possibilities of qualification, of building bonds and
    artistic sharing with the Commonwealth. The survey has methodologic qualitative
    approach and participant observation. Emphasizes on the stocks the constitute of the
    “Engenho de Composição” with the intention of represents the socially inclusive that
    the Dance Graduation Course have been taking in the Jequié’s City of Bahia. On the
    concluding remarks, stands out the emancipatory perspective intrinsic to artistic fulfil
    and its contributions for the dance field.

17
  • TÍCIA VIVIANI SOUZA GUIA DE BRITTO
  • MICRODANÇA DAS MÃOS NO FADO:
    CORPORALIDADE NO PROCESSO CRIATIVO DO ESPETÁCULO
    “EMERGÊNCIAS: CORPOS NEGROS! QUAL BELEZA?”

  • Orientador : AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALEXANDRA GOUVEA DUMAS
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • DANIELA MARIA AMOROSO
  • Data: 19/07/2019

  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho é uma dissertação e descreve o que se intitula: “Microdança das
    mãos no fado: corporalidade no processo criativo do espetáculo “Emergências:
    corpos negros! Qual beleza?””. Aqui apresento e discuto a microdança das mãos no
    fado, conceito nascido a partir das minhas percepções e práticas como artista e que
    trata da corporalidade numa perspectiva da construção do meu espetáculo. O
    espetáculo, que faz uma costura entre dança, música e poesia, tem como arcabouço
    da pesquisa de movimento a corporalidade na observação e análise de vídeos da
    cantora de fado Amália Rodrigues. Por vezes traz, com o intuito apenas de cotejar, a
    corporalidade das cantoras do samba-canção entre outras poéticas.
    “Emergências…”, inspirado no poema Emergência, de Mário Quintana, dialoga com
    a urgência poética e fala da importância da presença do corpo negro feminino em
    cena. Fala ainda de como a imposição de limitações à sua corporalidade, no âmbito
    social, reverbera nas suas mais variadas representações e maneiras de estar no
    mundo, inclusive no fazer artístico. Há muitos outros estudos, mas para fins desse
    trabalho defendo – sustentada em parte pela revisão da literatura dedicada ao tema,
    em parte pela minha própria experiência artística como cantora e dançarina –, que o
    fado tem matrizes em músicas e danças afro-brasileiras. Suas manifestações
    sofreram variadas influências de ordem histórica, social, cultural e política, alterando
    assim, no passar dos anos, a movimentação corporal de suas cantoras. O
    pressuposto básico para esta investigação foi, portanto: o papel que se atribui aos
    contextos socio-históricos das cantoras do fado na limitação de seus movimentos
    interpretativos: da sua corporalidade. Para tanto, e apenas na perspectiva do meu
    trabalho, farei uma breve revisão histórica das matrizes comuns entre o fado e o
    samba, trazendo para esta discussão autores brasileiros e portugueses. No que diz
    respeito à dança e à corporalidade, serão aqui apresentados os conceitos
    pertinentes que ajudam a enriquecer o tema desta pesquisa. Este trabalho, em
    contínuo processo, requisito para a obtenção do grau de Mestra no programa de
    pós-graduação em Dança, traz em sua composição informações acerca da
    elaboração e do desenvolvimento da pesquisa, a explicação dos processos criativos
    e seus produtos. Ainda cabe dizer que presta-se à socialização das atividades
    desenvolvidas e como sistematização da pesquisa apresentando, em detalhes, suas
    etapas, os passos dados e os não dados na sua realização, buscando consonância
    às razões exigidas à sua natureza.


  • Mostrar Abstract
  • This work is a dissertation and describes what is entitled: “Microdance of hands in
    fado: corporeality in the creative process of the show “Emergencies: black bodies!
    What beauty?”” Here I present and discuss the microdance of hands in fado, a
    concept born from my perceptions and practices as an artist that deals with
    corporeality from the perspective of the construction of my show. The show, wich
    makes a seam of dance, music and poetry, has as its framework of movement
    research the corporality in the observation and video analysis of fado singer Amália
    Rodrigues. Sometimes it brings, just for the sake of collation, the corporeality of the
    samba-song singers among other poetics. “Emergencias…”, inspired by Mário
    Quintana’s poem Emergência, dialogues with the poetic urgency and talks about the
    importance of the presence of the female black body in the scene. It also talk about
    how the imposition of limitations on its corporeality, in the social sphere reverberates
    in its most varied representations and ways of being in the world, including the artist
    making. There are many other studies, but for the purposes of this work I argue –
    supported in part by a review of the literature devoted to the theme, in part by my
    own artistic experience as a singer and dancer – that fado has matrixes in Afro-
    Brazilian music and dance. Their manifestations suffered varied influences of
    historical, social, cultural and political order, thus changing, over the years, the
    corporal movement of their singers. The basic assumption for this investigation was
    therefore: the role attributed to the socio-historical contexts of fado singers in limiting
    their interpretative movements: their corporeality. Therefort, and only from the
    perspective of my work, I will make a brief historical review of the common matrices
    between fado and samba, bringing to this discussion Brazilian and Portugueses
    authors. With regard to dance and corporeality, the relevants concepts that help
    enrich the theme of this research will be presented here. This work, in continuous
    process, is a prerequisite for obtaining the degree of Master in the postgraduate
    program in Dance, and brings in its composition information about the elaboration
    and development of the project, the explanation of the creative process and their
    products. It is also worth mentioning that it lends itself to the socialization of the
    developed activities and as systematization of the research presenting, in detail, its
    steps, the steps taken and the non-given ones in its accomplishment, seeking
    consonance with the reasons required to the nature of this research.

18
  • FERNANDA SILVA DOS SANTOS
  • DOS ARRABALDES AO MIOLO: IYalodê ZeferinaS Anunciação em sua Dança de Guerra

  • Orientador : LARA RODRIGUES MACHADO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • DANIELA MARIA AMOROSO
  • EDUARDO DAVID DE OLIVEIRA
  • LARA RODRIGUES MACHADO
  • Data: 23/07/2019

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho é um artefato manuscrito de análise reflexiva da trajetória da mulher feminista como praticante de Capoeira, sobretudo, em participações nas rodas de capoeira, evidenciando suas trajetórias de vida, enquanto narrativas corporais. Levanta questões a partir do recorte social “roda”, na tentativa de problematizar as relações entre gênero, apoiadas em pensamentos e movimentos sociais feministas. Esta pesquisa encontra inspiração nas histórias e narrativas orais de mulheres capoeiristas, enquanto produz conhecimento ao fomentar uma escrita sobre dança, implicada politicamente em valorização dos constructos femininos na história recente da Capoeira. Esses estudos transculturais em Dança encontram na Prática como Pesquisa um terreno favorável aos desdobramentos de uma pesquisa na área das Artes, sobretudo através do olhar dedicado aos processos de criação, desembocando na elaboração de uma obra artística traçada pelo jogo. As experiências vivenciadas e compartilhadas no campo da Capoeira, os laboratórios de criação e os encontros cênicos são próprios da Proposta Metodológica Jogo da Construção Poética, e para mais, agregando a essa Prática como pesquisa, numa abordagem de Encarnação, a escrita coreográfica como metodologia de escrita incorporada. Ao reconhecer o traçado poético que ecoa no meu modo de ser e estar no mundo, bem como, nos desdobramentos de um trabalho de investigação criativa durante as andanças da vida, traço, aqui, rastros poéticos que ressoam vozes feministas experienciados pelo olhar da personagem IYalodê ZeferinaS Anunciação, ao bailar uma obra artística encarnada que dança, e que também ginga, corporificada, segundo uma perspectiva de ARTivismo Feminista.


  • Mostrar Abstract
  • This work is a manuscript artifact of reflexive analysis of the trajectory of the feminist woman as a Capoeira practitioner, above all, in participations in the rodas de capoeira, highlighting her life trajectories as body narratives. It raises questions from the social clipping “roda”, in an attempt to problematize gender relations, supported by feminist thoughts and social movements. This research is inspired by the stories and oral narratives of female capoeiristas, producing knowledge by promoting a writing about dance, politically implicated in the valorization of the feminine constructs in the recent history of Capoeira. These cross-cultural studies in Dance find in Practice as Research a favorable base for the deployment of a research in the field of Arts, especially through the attention on the processes of creation, leading to the elaboration of an artistic work traced by the jogo. The experiences lived and shared in the field of Capoeira, the creation laboratories and the scenic meetings are typical of the Methodological Proposal of the Jogo da Construção Poética - adding to this practice as research, in an approach of incarnation, the choreographic writing as a methodology of corporate writing. Recognizing the poetic outline that echoes in my way of being and being in the world, as well as, in the deployment of a creative research work during the wanderings of life, I trace here poetic trails that resonate feminist voices experienced by the gaze of the character IYalodê ZeferinaS Anunciação, when dancing an embodied artistic work that dances, and that also ginga, embodied, according to a perspective of Feminist ARTivism.

2018
Dissertações
1
  • PATRICIA ZARSKE ALVES
  • ENTRE VISTAS: CORPO, DISCURSO E DANÇA

  • Orientador : FABIANA DULTRA BRITTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • FABIANA DULTRA BRITTO
  • ROBERTA RAMOS MARQUES
  • Data: 23/04/2018

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa trata a coimplicação entre discurso e dança nos processos de criação
    do artista. Para isso, propõe a elaboração de uma equação entre os termos corpo,
    discurso e dança distante de uma lógica determinista. Discurso e dança aqui se
    caracterizam como duas maneiras de produzir conhecimento que sempre
    correspondem ao corpo, visto que são provenientes de sua condição de produzi-los.
    O corpo opera em fluxo de mudanças, constitui-se de estados provisórios e nesse
    caráter processual, discurso e dança vão coevoluindo como produções do corpo.
    Produzir uma dança e produzir um discurso sobre essa dança são ações de um
    mesmo corpo. A configuração da equação proposta nesta dissertação, apresenta uma
    maneira de compreender que corpo, discurso e dança são três instâncias desse
    mesmo processo. Embora tenham aspectos diferentes, se conjugam, pois no corpo,
    são processos simultâneos. A hipótese levantada é que corpo, discurso e dança
    operam em uma lógica de simultaneidade porque quando um está ocorrendo, o outro
    também está, e de alguma maneira ambos estão sendo reformulados, ou seja, são
    coafetados. Diferente de atestá-los a condição de unidade, a proposição é discutir as
    especificidades de cada ação, a de dançar e a de escrever/falar sobre a dança. A
    processualidade do corpo pressupõe como condição a não causalidade dessa
    relação. Para compreender essa equação cujos termos não se separam, cada termo
    foi apresentado como um ponto de vista do processo. Na perspectiva do corpo, a
    articulação com Dawkins (1979), Prigogine (2009), Bittencourt (2012) e Britto (2008),
    permitiu discutir a temporalidade do corpo, como possibilidade de entender sua
    natureza processual e instável. Sob a perspectiva do discurso, Brandão (1998),
    Maingueneau (2013) e Foucault (1999) possibilitaram a compreensão de discurso
    como uma construção de sentidos relacionados diretamente às suas condições de
    produção, seu caráter social e histórico. E na perspectiva do olhar para dança, as
    ideias de Setenta (2008) e Tridapalli (2008) foram os referenciais escolhidos para
    compartilhar a possibilidade de pensar a dança como um processo de constituição do
    sujeito. Cada uma dessas perspectivas, se apresenta como um ponto de vista sobre
    o processo de composição do artista da dança, nas relações estabelecidas com o que
    está no entrelugar, entre dançar e discursar, o que se vê nas entre vistas.


  • Mostrar Abstract
  • This research deals with the coimplication between discourse and dance in the artist’s
    creative processes. For this, it proposes the elaboration of an equation between the
    terms body, speech and dance, far from a deterministic logic. Here, discourse and
    dance are characterized as two possibilities of producing knowledge that it is always
    related to the body, since they come from its condition of producing them. The body
    operates in a flow of changes, it is constituted of provisional states and in this
    procedural character, speech and dance are co-evolving as productions of the body.
    Producing a dance and producing a speech about this dance are actions of the same
    body. The configuration of the equation proposed in this dissertation presents a way
    of understanding that body, speech and dance as three instances of this same process.
    Although they have different aspects, they are intertwined, because in the body, they
    are simultaneous processes. The raised hypothesis is that the body, speech and dance
    operate in a logic of simultaneity because both occur at the same time, and somehow
    both are being reformulated, that is, are co-affected. Different from attesting to the
    condition of unity, the proposition is to discuss the specificities of each action, to dance
    and to write / talk about dance. The processuality of the body presupposes a condition
    of non-causality in this relational process. To understand this equation whose terms
    do not separate themselves from each other, each term was presented as a
    perspective of the process. In the perspective of the body, the articulation with Dawkins
    (1979), Prigogine (2009), Bittencourt (2012) and Britto (2008) allowed discussing the
    temporality of the body as a possibility to understand its procedural and unstable
    nature. From the perspective of discourse, Brandão (1998), Maingueneau (2013) and
    Foucault (1999) made possible the understanding of discourse as a construction of
    meanings related directly to its production conditions, its social and historical character.
    And from the perspective of dance, the accounts of Setenta (2008) and Tridapalli
    (2008) were the references chosen to share the possibility of thinking dance as a
    process of constitution of the subject. Each one of these perspectives presents itself
    as a point of view on the process of the artist’s dance composition in the relations
    established with what is in between, between dancing and discourse, which is seen in
    between-views.

2
  • MAIARA DE ALMEIDA SANTOS
  • MUDANÇA DE TRILHOS: A INVENÇÃO COMO DESTERRITORIALIZAÇÃO DAS AÇÕES PEDAGÓGICAS EM DANÇA

  • Orientador : ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • Andréa Lúcia Sério Bertoldi
  • JUSSARA SOBREIRA SETENTA
  • Data: 04/05/2018

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação parte das inquietações quanto às ações pedagógicas em dança, que se encontram na esfera do controle sobre os corpos dos discentes e pretende evidenciar que muitas ações pedagógicas no ensino da dança são normatizadas e legitimadas e, que, portanto, se encontram impregnadas de diversos entendimentos que afetam diretamente não apenas os modos dos corpos aprenderem, mas, também, se perceberem no mundo. Por isso, buscase ratificar e problematizar algumas dessas ações pedagógicas em dança, entendendo-as sob uma perspectiva de jogo de forças, de ações de poder. O poder, aqui, é entendido como biopoder (FOUCAULT, 1988), pois não é algo localizável, pontual, mas atuante em toda a vida do sujeito. Faz-se necessária a reflexão, ao contrário de descurar a prática pedagógica em dança, já que a existência de ações coercitivas se dão no corpo e não se encerram em uma sala aula. Interferem nos corpos, resvalando em seus modos de conhecer, sentir, experimentar: em sua vida como um todo. Deste modo, este estudo aponta como a ação pedagógica em dança está estratificada em territórios fixos com poucas possibilidades de escape. Para se pensar/fazer outros modos de conceber o ensino da dança que a afirme como um espaço propositor, que contribua para o aumento de potência dos corpos,é preciso traçar linhas de fuga, criando novos territórios continuamente e abertos a novas desterritorializações. Afinal, o corpo é processual e o aprendizado também. Como não há um modelo a seguir, mesmo porque contradiz as proposições, aqui, apresentadas, aponta-se como um possível caminho, a aprendizagem inventiva (KASTRUP, 1999) para se pensar nas ações pedagógicas em dança. Na perspectiva da aprendizagem inventiva, propõe-se a percepção do corpo, na dança, que problematize, instigue, questione, invente, onde professores e alunos compartilhem o levantamento de questões, ampliando a potência de existir dos corpos. Deste modo, o ensino da dança pode ser percebido como um espaço de biopotência, possibilitando a formação de corpos engajados que gerem escapes às ações do biopoder.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation is based on the concerns about the pedagogical actions in dance that reinforce the control over the bodies of the students, and it meant to prove that many pedagogical actions in dance teaching are stardared and legimated and that so there are several innere understanding that directly affect not only the manners of bodies learn, but also, to be seen in the world.Thefore, it is sought to ratify and problematize some of this pedagogical actions in dance, understanding them on a perspective of game of powers, of actions, in power itself. The power, here it is understood as biopower (FOUCAULT,1988) since it is not located pontual, but acting in all one’s life. It’s necessary reflection on contrary of unhealing the pedagogical pratice in dance, in as much as the existence of enforcement actions happen in the body and not in a closed room. Interfere in the bodies, sliping in the ways of know, felling, experiencing: in one’s total life. So that way, this study shows as pedagogical actions in dance is stratified in spotted territories with few possibilities of scape. To think\to make others means of conceiving the dance teaching that states as the proposing space that contribuite to the increase of the bodies is necessary to trace lines of scape, criating new territories continually and open to new territories. Eventually, the body is processual and the learn as well. As there is not a model to be followed as it contradicts the propositions presented here, it is stated through this study a possible way, the inventive learn (KASTRUP,1999) to think of the pedagogical actions in dance. In the perspective of the inventive learn proposing the perception of the body, in dance, that problematize, provoke, question, invente, where teachers ad students share the rising of questions, expanding the potence of the existence of the bodies. This way, the teaching of dance can be noticed as bio potence space, make possible the formation of the engaged bodies that generate scape as well as biopower actions.

3
  • LEANDRO PEREIRA DOS SANTOS
  • (IN)VESTINDO DISCURSOS:
    UM ESTUDO SOBRE O FIGURINO EM OBRAS DE DANÇA
    CONTEMPORÂNEA.

  • Orientador : FATIMA WACHOWICZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • FATIMA WACHOWICZ
  • IARA CERQUEIRA LINHARES DE ALBUQUERQUE
  • Data: 18/05/2018

  • Mostrar Resumo
  • O presente estudo apresenta um olhar amplo para as questões que envolvem o
    figurino na dança contemporânea e os discursos possíveis que reverberam desse
    elemento em cena. Assim, a ideia aqui articulada aponta o figurino enquanto elemento
    cênico articulador de conceitos e sob aspectos do não determinismo, um figurino
    neutro. A neutralidade mencionada no texto tem referência no estudo desenvolvido
    pelo sociólogo Roland Barthes (2003), em que o mesmo aponta uma neutralidade que
    se distancia do pensamento construído pelo senso-comum onde o neutro se
    caracteriza enquanto o inexistente. Para isso, um breve estudo (panorama histórico)
    sobre o figurino na dança apresentado por Antônio José Faro (2011), o conceito de
    roupa e de moda apresentados por Malcolm Barnard (2003), o pensamento sobre o
    que é contemporâneo de Giorgio Agamben (2009), a ideia de imagem discutida por
    Adriana Bittencourt (2012), dentre outros autores citados no texto, são imprescindíveis
    para o entendimento aqui proposto. O desenvolvimento das análises apresentadas
    são a partir das seguintes obras de dança contemporânea: Encarnado (2005) da Lia
    Rodrigues Cia de Dança e Partes sem roteiros (2008) do His-contemporâneo de
    Dança. Ambas as obras, apresentam figurinos que não seguem uma narrativa linear
    das questões em cena, ao mesmo tempo em que apontam deslocamentos e
    ampliação das possibilidades de interpretação.


  • Mostrar Abstract
  • The presented research has a deepen understanding of the issues concerning
    costume worn in contemporary dance and the ideas that reverberate from it. Therefore,
    the focus in here is to point out costume as a meaningful and no determined scene
    prop, a neutral outfit. The here mentioned neutrality is based on the studies of the
    sociologist Roland Barthes (2003), in which he discusses neutrality as being different
    from the common sense: neutral as inexistent. In order to support the here mentioned
    studies, I bring a brief panoramic historical study on outfit and dance done by Antônio
    José Faro (2011), the concept of clothing and fashion from Malcolm Barnard (2003),
    the ideas on what is contemporary from Giorgio Agamben (2009), the definition of
    image given by Adriana Bittencourt (2012) and some other authors mentioned
    throughout the text, are essential to a better understanding of the discussions in this
    work. The development of the here presented analysis have as foundation the following
    works on contemporary dance: Encarnado (2005) by Lia Rodrigues Cia de Dança, and
    Partes Sem Roteiros (2008) by His-Contemporâneo de dança, they both present outfits
    that do not follow a linear narrative in scene, as well as, the changing and widen
    possibilities of interpretation.

4
  • LINA MARIA MONTOYA ACOSTA
  • Mudança de pensamento: problematizações acerca
    das lesões do corpo na Dança.

  • Orientador : ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • GILSAMARA MOURA
  • IARA CERQUEIRA LINHARES DE ALBUQUERQUE
  • Data: 30/05/2018

  • Mostrar Resumo
  • É muito comum a cultura da dor e da omissão das lesões, no campo da Dança,
    assim como também é considerado normal ter lesões e continuar dançando apesar
    delas. Esse entendimento do fazer dança, ou esta pseudonormalidade, tem
    acarretado a invisibilidade de importantes questões acerca da saúde do dançarino.
    Assim, o objetivo deste trabalho é discutir a relevância da saúde e da qualidade de
    vida dos corpos que dançam em seus diversos modos e evidenciar os riscos que
    correm ao ignorarem a prevenção de uma lesão e seu tratamento. Para isso, se
    escolheu investigar tais pressupostos em duas cidades: Bogotá, na Colômbia, e
    Salvador, no Brasil, observando semelhanças de comportamentos atreladas a
    pensamentos estabilizados ao longo do tempo e que, de um modo geral, não há
    muitas pesquisas que discutam as lesões na prática da dança profissional. Tais
    questões nos levam à hipótese de que a possibilidade de mudança de percepção
    quanto às lesões, se dá através de caminhos em comum entre a Saúde e a Dança.
    Como produtoras de conhecimento empírico e/ou teórico, devem seguir articuladas
    quando o objeto de investigação é o corpo que dança e que já ocorre nos dias atuais
    em alguns contextos, apresentando a denominação de Medicina e Ciência da
    Dança. A partir da relação interteórica entre esses dois campos de conhecimento, é
    que se aposta numa perspectiva biopsicossocial para lidar de forma ética com os
    problemas e questões que envolvem as lesões. Desta forma, a presente pesquisa
    abre possibilidades de reflexão acerca de qual é o entendimento predominante
    sobre as lesões que alimenta um tipo de comportamento de negação sustentado
    pela ideia de que as lesões são aspectos habituais do corpo, produzindo padrões
    reincidentes. A metodologia proposta para atestar as hipóteses apresentadas,
    advém de entrevistas, questionários semiestruturados com dançarinos da
    companhia de Dança profissional do Balé Teatro Castro Alves (BTCA) e das
    observações e estudos em dois cursos de Graduação em Dança: na Colômbia e no
    Brasil, respectivamente. A relevância quanto à atenção e cuidado do corpo que
    dança, pode desencadear ações efetivas nas políticas que envolvem procedimentos
    para com os dançarinos e fomentar relações entre profissionais da Saúde e da
    Dança para propor uma mudança de pensamento.


  • Mostrar Abstract
  • In the field of dancing, pain and injury omission culture is very commonplace, just as
    it is considered normal to have injuries and still keep dancing despite them. That
    understanding or pseudo-normality of practicing dancing in that way, has taken to an
    invisibility of important questions about the health of the dancer. Thus, the goal of this
    paper is to discuss the relevance of health and life quality of the dancing bodies in
    the different ways they do it and provide evidence of the risks to which they are
    exposed when injuries and their treatment are ignored. Two cities were chosen to
    carry out this research on these aspects: Bogotá, in Colombia, and Salvador, in
    Brazil; observing behavior similarities linked to ways of thinking that have been
    settled throughout time that, in a general way, prove why there are not many
    researches that discuss injuries in the practice of professional dancing. These
    questions lead us to the hypothesis that the possibility to change the perception
    about injuries happens when aspects in common between Health and Dance are
    found. These latter, as empirical and/or theoretical knowledge producers, must be
    articulated when the object of study is the dancing body, which is already happening
    nowadays in some contexts, presented and named as Dance Science. From the
    inter-theoretical relationship between the two fields of knowledge is that a
    biopsicossocial perspective is supported in order to deal with the problems and
    questions that injuries involve in an ethical form. Thus, this research opens
    possibilities to reflect on what the predominant understanding of injuries is, which
    takes us to have a sustente deal behavior, supported by the idea that injuries are a
    typical habit of the body, causing reincident patterns. The methodology proposed for
    the processes of this research is through interviews and semi-structured surveys,
    carried out on dancers of the professional dancing company of Balé Teatro Castro
    Alves (BTCA) and the observations of two Dance course graduate from Colombia
    and Brazil, respectively. The expected result is that, in a way, the relevance
    concerning the attention and care of the dancing body may result in effective political
    actions involving procedures for and with dancers as well as enhancing relationships
    among Healthcare and Dance professionals to create a change and awareness of
    thought.

5
  • FLAVIANY LEITE LAMAS
  • MOVIMENTOS DO SILÊNCIO:
    UMA DANÇA CARTOGRÁFICA

  • Orientador : RITA FERREIRA DE AQUINO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANTONIO FLÁVIO ALVES RABELO
  • GILSAMARA MOURA
  • RITA FERREIRA DE AQUINO
  • Data: 14/07/2018

  • Mostrar Resumo
  • Essa dissertação apresenta pistas de investigação sobre o silêncio na dança,
    através de uma escrita cartográfica que convida a um estado de leitura também
    cartográfica. Essa estratégia metodológico-compositiva adotada no trabalho
    propõe composição e invenção da leitura, num convite a/o leitora/leitor para que
    siga o rastro de seu desejo. Neste sentido, o silêncio é compreendido como
    provocador de sentidos, discursos e presenças, tendo como principais referências
    as contribuições de ORLANDI (2007, 2015) e GUMBRECHT (2010). A pesquisa
    propõe a análise poética das obras de dança “Amarelo”, de Elizabete Finger
    (2007), “Vestígios”, de Marta Soares (2010) e “Entre Ver”, de Denize Stutz (2015),
    cujo foco é discutir a compreensão do silêncio em cada uma das obras. É
    importante destacar que o silêncio não constitui os motes de criação dessas
    danças, mas é identificado nelas a partir de certos procedimentos compositivos,
    relacionados por sua vez a certas noções que atribuem qualidades específicas às
    obras: silêncio antropófago, silêncio sambaqui e silêncio empático. A esta análise
    é somada a investigação do silêncio em minha própria trajetória artística, à qual
    denomino de silêncio woolfiano. As questões desenvolvidas nesta tessitura
    dissertativa têm implicações estéticas, políticas e tocam em discussões de
    gênero, buscando contribuir com o campo da dança no que diz respeito à
    apreciação e análise de processos artísticos.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation presents research clues about the silence in the dance, through a
    cartographic writing that also invites to a state of cartographic reading. This
    methodological-compositional strategy adopted in the work proposes composition
    and invention of reading, in an invitation to the reader to follow the trail of her/his
    desire. In this sense, silence is understood as a provocateur of senses, discourses
    and presences, having as main references the contributions of ORLANDI (2007,
    2015) and GUMBRECHT (2010). The research proposes the poetic analysis of the
    dance works "Amarelo", by Elizabete Finger (2007), "Vestígios" by Marta Soares
    (2010) and "Entre Ver" by Denize Stutz (2015), whose focus is to discuss the
    understanding of silence in each of the works. It is important to note that silence
    does not constitute the motifs for the creation of these dances, but is identified in
    them from certain compositional procedures, related in turn to certain notions that
    attribute specific qualities to the works: anthropophagous silence, sambaqui
    silence and empathic silence. To this analysis is added the investigation of the
    silence in my own artistic trajectory, which I denominate of woolfiano silence. The
    questions developed in this dissertative tessitura have implications on aesthetic,
    political and gender discussions, seeking to contribute to the field of dance in
    concerning to the appreciation and analysis of artistic processes.

6
  • ANDRÉIA OLIVEIRA ARAÚJO DA SILVA
  • A gira de saberes no processo de criação de ESTELLA:
    Manifesto por uma Dança Afropoética.

  • Orientador : LARA RODRIGUES MACHADO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • EDUARDO DAVID DE OLIVEIRA
  • LARA RODRIGUES MACHADO
  • SARA MARIA DE ANDRADE SILVA
  • Data: 18/07/2018

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação apresenta um processo de criação em Dança que entrelaça o intento de
    falar de GENTE, dor, revolta e alegria guerreira em reverência à ancestralidade africanabrasileira.
    Corpo visceral, à ritualizAR gestos cotidianos de escavar, tecer, tramar, reCRIAr
    memórias, histórias, conflitos, e sensações que se afetam durante as imersões de
    pesquisa na lama-ventre dos manguezais de Encarnação de Salinas, localizado no sul do
    recôncavo baiano. Inspirada na lida-luta das mulheres marisqueiras, ESTELLA está
    alicerçada na intelectualidade feminina negra, na ginga da capoeira, e nas revoluções
    populares de resistência. O corpo-quilombo da mulher negra enquanto manifesto de
    revolta à expurgar as dores dos feminicídios, genocídio da juventude negra, do racismo
    epistêmico, das desigualdades sociais, dos corpos invisíveis e subalternizados pelo
    colonialismo patriarcal. Escrituras afropoéticas de uma Dança subversiva.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation presents a process of creation in Dance that interweaves the attempt to
    speak of people, pain, and revolt, and warlike joy in reverence for the African-Brazilian
    ancestry. Visceral body, in the ritualizar daily gestures of digging, weaving, plotting,
    recreating memories, histories, conflicts, and sensations that are affected during the
    research immersions in the mangrove mud of the Incarnation of Salinas, located in the
    south of the Bahian recôncavo. Inspired by the women's fight-fight, ESTELLA is rooted in
    black feminine intellectuality, capoeira ginga, and popular resistance revolutions. The
    body-quilombo of the black woman as manifested in revolt to exterminate the pains of
    feminicide, genocide of black youth, epistemic racism, social inequalities, invisible bodies
    and subalternized by patriarchal colonialism. Afropoetic Scriptures of a subversive Dance.

7
  • JADIEL FERREIRA DOS SANTOS
  • ÒKÒTÒ: DANÇA DESOBEDIENTE AFROCENTRADA, CAMINHOS PARA A FORMAÇÃO EM DANÇA NO ENSINO SUPERIOR SOB OS ESTUDOS DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS BRASILEIRAS

  • Orientador : LENIRA PERAL RENGEL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • LARA RODRIGUES MACHADO
  • LENIRA PERAL RENGEL
  • NANCI HELENA REBOUCAS FRANCO
  • Data: 18/07/2018

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa/denúncia, em sua natureza ativista negra LGBTQI+, objetiva analisar
    e refletir sobre as implicações das relações étnico-raciais brasileiras e suas
    complexas dimensões socioculturais no processo de formação de Dança no Ensino
    Superior. A pesquisa foi desenvolvida na Escola de Dança da Universidade Federal
    da Bahia. Problematizam-se quais os níveis de afetações culturais e cognitivas
    causadas pela ausência ou presença dos saberes das culturas negro-brasileiras,
    negro-africanas e dos estudos das relações étnico-raciais, pautando-os como
    estudo fundamental para descolonizar o conhecimento no ensino, aprendizagem e
    criação artística dos futuros professores de Dança. As referências são as Leis
    10.639/02 e 11.645/08 que preveem a obrigatoriedade da história africana, afrobrasileira
    e indígena na Educação Básica, as Epistemologias do Sul (SANTOS,
    2010; 2007) para reconhecermos o epistemicídio de saberes de pesquisadores,
    artistas e acadêmicos negros na dança, segundo Asante (2009). Para pensarmos
    as condições socioeconômicas e culturais do negro, a partir da sua localização
    centrada na África e suas diásporas, são apresentadas a Dança Desobediente
    Afrocentrada e a metodologia artística exuniana como um caminho decolonial e
    afrocêntrico em diálogo com o conceito de pesquisa-ação (THIOLLENT, 1986) para
    refletir o ensino e aprendizagem das danças de estéticas negras como projeto
    corporal artístico-pedagógico contemporâneo e emancipatório, considerando o
    lugar de fala (RIBEIRO, 2017) para visibilizar as epistemes negras na dança e na
    educação sob uma abordagem interseccional de raça, gênero, sexualidade e
    classe. Com base nas Ciências Cognitivas (LAKOFF; JOHSON, 2004; 1999),
    delineia-se a hipótese de lesão cultural e cognitiva na formação do professor e no
    ensino de Dança, onde se deve atuar com “metáforas ativista negras”, junto à
    afirmação do empoderamento da “população negra” como posição política
    (MUNANGA, 2016; 2015) que atua como contradispositivos (AGAMBEN, 2009) às
    “metáforas colonizadoras” presentes na dança e seus espelhamentos
    (RAMACHANDRAM, 2014). Foram feitas revisões bibliográficas, análise crítica de
    denúncias de racismo contra professores, eventos acadêmicos, artísticos, projetos
    pedagógicos, seminários e outras ações formativas desenvolvidas pela Escola de
    Dança que contemplassem os problemas dessa pesquisa. Como resultado,
    constatou-se a existência do racismo institucional, a prática de epistemicídio, a
    violência simbólica cometida contra os saberes e os corpos negros, bem como
    denúncias de racismo. A pauta do racismo, as trajetórias dos pesquisadores e
    artistas negros são visibilizadas quando conveniente e útil para a disputa política
    interna e perpetuação do poder institucional branco e de suas epistemes
    eurocêntricas. Observam-se também as iniciativas ativistas maioria negros com criação de trabalhos artísticos, grupo sd ed ea lupneosqs uiesma qsuuea
    abordam a temática étnico-racial. Conclui-se que apesar de alguns mínimos
    avanços na Escola de Dança (UFBA), necessita-se de um maior tempo para
    análise. A política de identidade aplicada nessa Escola ainda reproduz as
    epistemes eurocêntricas como saberes legitimadores. Não existe um projeto
    político pedagógico que prepare de modo efetivo os futuros professores para
    atuarem segundo a Lei 11.645/08 e os estudos étnico-raciais na escola.


  • Mostrar Abstract
  • This is a black LGBTQI+oriented and activist research whose aim is to analyze and
    reflect on the Brazilian ethnic and racial relations and how such complex social and
    cultural expressions impact the dance education in the universities.This research
    was developed at the Dance School of Universidade Federal da Bahia (Federal
    University of Bahia).Questions are raised on the cultural and cognitive effects of
    both lack and presence of knowledge of Brazilian and African black cultures and
    ethnic and racial relations. Such awareness is essential to decolonize the
    knowledge required for future dance teachers, whether they are teaching, learning
    or creating.Laws 10.639/02 and 11.645/08 require that the History of African,
    African-Brazilian, and Indigenous People be taught in the Basic Education. The
    Epistemologies of the South (SANTOS 2010; 2007) allows us to acknowledge the
    epistemicide of knowledge provided by black researches, artists and intellectuals on
    dance, according to Asante (2009).The African-centered Disobedient Dance and
    the Exu-based artistic methodology allow us to reflect on the social, economic and
    cultural situation of the black people, from their life in Africa to the subsequent
    diasporas. The Dance and the methodology are introduced herein as a decolonizing
    tool and an African-centered way related to the action research concept
    (THIOLLENT, 1986) so as to present the learning and teaching of black aesthetic
    dances as an emancipatory contemporary artistic and a pedagogic body project
    within the “place of speech” (RIBEIRO, 2017) in order to bring to light the black
    epistemes on dance and education under an intersectional approach concerning
    race, gender, sexuality and class.Having in mind the cultural and cognitive harm in
    the teacher’s education and on dance teaching, based on the Cognitive Sciences
    (LAKOFF; JOHNSON, 2004; 1999) the “black activist metaphors” are introduced as
    an alternative to empower the “black population”, a political position (MUNANGA,
    2016; 2015) of counter-device (AGAMBEN, 2009) towards the “colonizing
    metaphors” found in the dance and its mirroring (RAMACHANDRAM, 2014).This
    research was based on bibliographical review, critical analysis of complaints against
    teachers for racism, academic and artistic events, pedagogical projects, seminars
    and other educational actions undertaken by the Dance School and related to the
    issues presented herein.The outcome revealed the existence of institutional racism
    with the epistemicide, a symbolic violence perpetrated against black knowledge and
    bodies, as well as the complaints about racism.The racism issue faced by black researchers and artists are only discussed wh eann dc othnev ecnhiaelnletn agneds
    useful for the political dispute in the institution, maintaining the white institutional
    power and its Eurocentric epistemes.Activist initiatives from students (most of them
    black) with the creation of artistic works and research groups for the ethnic and
    racial issues were also considered for this study.Despite some progress, there are
    setbacks to the Dance School (UFBA) and they demand more time for analysis.The
    identity policy in this School still reproduces the Eurocentric epistemes as essential
    knowledge.There is no political and pedagogical project to effectively prepare new
    teachers on their sapproach pursuant to the Law 11.645/08 and to the ethnic and
    racial studies at school.

8
  • AURIONELIA REIS BALDEZ
  • BAIEI NA BAHIA: A RESISTÊNCIA CULTURAL DA DANÇA DO TAMBOR DE CRIOULA EM PROCESSOS DE DESTERRITORIALIZAÇÃO MARANHÃO - BAHIA

  • Orientador : LARA RODRIGUES MACHADO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LARA RODRIGUES MACHADO
  • DANIELA MARIA AMOROSO
  • AMELIA VITORIA DE SOUZA CONRADO
  • PEDRO RODOLPHO JUNGERS ABIB
  • Data: 18/07/2018

  • Mostrar Resumo
  • Esse texto descreve o olhar específico da pesquisadora sob a chegança do Tambor de Crioula, dança característica do Maranhão na cidade de Salvador. Propõe uma investigação sobre o papel de resistência cultural, abordando questões de Desterritorialização e Ancestralidade com foco nas principais mudanças ocorridas no deslocamento e adaptação da brincadeira para o nascimento do grupo que vem sendo formado em Salvador, aqui identificado como período metodológico da comunidade Baiei na Bahia.


  • Mostrar Abstract
  • This text describes, under the specific look of the researcher, that of Tambor de Crioula, a characteristic dance of Maranhão, in the city of Salvador. It proposes a research on the role of cultural resistance, addressing issues of deterritorialization and ancestry focusing on the main changes evasion and displacement and adaptation of the play to the birth of the group that has been formed in Salvador that here identifies as a Baiei community in Bahia.

9
  • ANDRÉA FERREIRA SAMPAIO
  • Intermidialidade na dança: análises de configurações contemporâneas e proposição de uma categoria.

  • Orientador : LUDMILA CECILINA MARTINEZ PIMENTEL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CINTHIA NEPOMUCENO XAVIER
  • LARA RODRIGUES MACHADO
  • LUDMILA CECILINA MARTINEZ PIMENTEL
  • Data: 19/07/2018

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação relata parâmetros sobre a dança digital, examinando as
    convergências das mídias, assim como, o conceito de intermidialidade no campo da
    dança, e a partir desses relatos, apresenta-se categorias de análises para
    configurações artísticas. Para tanto, foi necessário investigar configurações artísticas
    que efetiva sua arte através das negociações ou cruzamentos das mídias digitais.
    Ampliando este conhecimento, foi imprescindível a aplicabilidade de análises das
    configurações com base nas subcategorias apresentadas por Rajewsky (2012) e os
    estudos de corpo e tecnologias no campo artístico por Pimentel (2008), criamos
    registros de categorias para análises de configurações e com este intuito expandimos
    o conhecimento da dança digital observando a relação da imersão proposta por
    Machon (2013). A partir das catalogações de categorias, identificamos parâmetros de
    análises que contribui para escrita crítica na arte mediada com tecnologias, como
    propomos também uma categoria de análise propriamente voltada para configurações
    artísticas no campo das mídias digitais.


  • Mostrar Abstract
  • This master thesis reports parameters on digital dance, it investigates the
    convergences of the media, as well as, the concept of intermidiality in the field of
    dance, and from these reports, presents categories of analysis for artistic
    configurations. For that, it was necessary to investigate artistic configurations that
    effect its art through negotiations or crossings of digital media. Expanding this
    knowledge, it was essential to apply configurations analysis based on the
    subcategories presented by Rajewsky (2012) and the studies of body and technologies
    in the artistic field by Pimentel (2008), we create records categories for analysis of
    configurations and with this purpose we expanded the knowledge of digital dance
    observing the relationship of immersion proposed by Machon (2013). From the
    cataloging of categories, we identified parameters of analysis that contributes to critical
    writing in art mediated with technologies, as we also propose a category of analysis
    properly focused on artistic configurations in the field of digital media.

10
  • NATÁLIA ALVES DE VASCONCELLOS
  • NOTAÇÕES COREOGRÁFICAS:
    EVOLUÇÃO E PERMANÊNCIA

  • Orientador : LUDMILA CECILINA MARTINEZ PIMENTEL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • LUDMILA CECILINA MARTINEZ PIMENTEL
  • MARIA ALBERTINA SILVA GREBLER
  • Data: 20/07/2018

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação de mestrado insere-se na linha de pesquisa intitulada ‘Processos e Configurações Artísticas em Dança’, do Programa de Pós-Graduação em Dança da Universidade Federal da Bahia (PPGDANÇA-UFBA), com o intuito de defender as notações coreográficas sob a perspectiva das teorias sistêmicas da complexidade e das teorias evolutivas, entendendo que notação coreográfica é um sistema que evolui dentro do ambiente da Dança. Portanto, considerando que Dança é também um sistema coevolutivo, as notações coreográficas configuram-se como subsistema da Dança, e a interação entre ambos os sistemas contribui à permanência e evolução deles mesmos no universo. A partir do âmbito sistêmico, o conceito de notação coreográfica, já tão extenso, redunda-se e amplia-se ainda mais, adaptando-se aos contextos em que se insere, abarcando novas tecnologias e seus suportes, cuja funcionalidade em comum seja o registro de dança noutro suporte além do corpo, a fim de organizar a composição, de analisá-la posteriormente e/ou de preservá-la como manifestação cultural humana.


  • Mostrar Abstract
  • This Master's thesis is part of the research line titled 'Processes and Artistic Configurations in Dance', of the Postgraduate Program in Dance of the Federal University of Bahia (PPGDANÇA-UFBA), and wishes to defend the dance notations from the perspective of the General System Theory and evolutionary theories, understanding that dance notation is a system that evolves within the Dance environment. Therefore, considering that Dance is also a coevolutionary system, dance notations are configured as a subsystem of Dance, and the interaction between both systems contributes to the permanence and evolution of themselves in the universe. From the systemic point of view, the concept of dance notation, already so extensive, it is consolidated and extended even more, adapting itself to the contexts in which it is inserted, embracing new technologies and their supports, whose common functionality is the recording of dance in another support besides the body, with the aim of organizing the choreographic composition, to make the analysis and / or to preserve it as a human cultural manifestation.

11
  • Matias Santiago Oliveira Luz Júnior
  • Balé Jovem de Salvador: uma companhia de formação em Dança

  • Orientador : RITA FERREIRA DE AQUINO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RITA FERREIRA DE AQUINO
  • ANA ELISABETH SIMOES BRANDAO
  • SUZANE LIMA COSTA
  • Data: 30/07/2018

  • Mostrar Resumo
  • A pesquisa tem como objeto de estudo as experiências artísticas desenvolvidas durante os dez anos de existência do Balé Jovem de Salvador (BJS) na perspectiva de reconhecer os processos de aprendizagem contidos nestas experiências e que resultam na qualificação de jovens no campo da Dança. O BJS vem se organizando como uma companhia de Dança que visa colaborar com a participação social de jovens bailarinos no campo da Dança, buscando estreitar possíveis distâncias entre instituições de formação e companhias, grupos e coletivos artísticos. Nesta perspectiva, nos perguntamos: como um companhia de Dança pode se constituir como um ambiente de formação? O objetivo da pesquisa é sistematizar a prática artística desenvolvida pelo BJS e discuti-la como experiência significativa para a formação de jovens. Toma-se como metodologia a pesquisa-ação (THIOLLENT, 2011), definida a partir de sua natureza qualitativa e social de base empírica, na qual as relações entre pesquisadores e os demais sujeitos envolvidos na situação investigada caracterizam-se pelo engajamento e participação. Nesta investigação, identificamos elementos constitutivos da praxis exercida pela companhia que articulam-se interdisciplinarmente: a autonomia do sujeito, a produção artística e a participação política. Enfatizamos a dimensão educativa da experiência artística no sentido de demonstrar como experiências artísticas podem constituir processos de aprendizagem. Para dar corpo à discussão, nos debruçamos sobre os seguintes conceitos: dialogia a partir da obra do educador Paulo Freire (1967, 1987, 1996); experiência, a partir das constibuições do filósofo John Dewey (2010a, 2010b) e do professor de filosofia da educação Jorge Larrosa (2002); emancipação na perspectiva do filósofo Jacques Rancière (2002); bem como o conceito de cooperação por meio das reflexões propostas pelo sociólogo Richard Sennet (2012). Finalmente, apresentamos a sistematização da práxis artística da companhia abordando questões conceituais, procedimentais e atitudinais por meio de observação participante, e colocando em relevo as implicações estético-políticas da investigação. A expectativa é de que o debate sobre o papel de uma companhia de formação em Dança possa contribuir com instituições educacionais e reflexões no âmbito de políticas públicas culturais.


  • Mostrar Abstract
  • The research aims to study the artistic experiences developed during the ten years of the Balé Jovem de Salvador (BJS) in order to recognize the learning processes that are contained in these experiences and which result in the qualification of young people in Dance. The BJS has been organizing itself as a Dance company that aims to collaborate with the social participation of young dancers in the field of Dance, seeking to narrow possible distances between educational institutions and companies, groups and artistic collectives. From this perspective, we ask ourselves: how can a Dance company constitute itself as an educational environment? The objective of the research is to systematize the artistic practice developed by the BJS and to discuss it as a significant experience for the education of young people in Dance. It adopts as methodology the action research (THIOLLENT, 2011) defined based on its empirical and qualitative nature, in which the relationships between researchers and other subjects involved in the investigated situation are characterized by engagement and participation. In this research, we identify constitutive elements of the praxis exercised by the company that articulate themselves interdisciplinarly: the autonomy of the subject, the artistic production and the political participation. We emphasize the educational dimension of artistic experience in the sense of demonstrating how artistic experiences can constitute learning processes. To give substance to the discussion, we focus on the following concepts: dialogia, based on the work of the educator Paulo Freire (1967, 1987, 1996); experience based on the contributions of philosopher John Dewey (2010a, 2010b) and of Philosophy of Education professor Jorge Larrosa (2002); emancipation from the perspective of the philosopher Jacques Rancière (2002); as well as the concept of cooperation through the reflections proposed by sociologist Richard Sennet (2012). Finally, we present the systematization of the company's artistic praxis by addressing conceptual, procedural and attitudinal issues through participant observation, and highlighting the aesthetic-political implications of research. It is expected that the debate on the role of an educational Dance company may contribute to educational institutions and reflections in the context of public cultural policies.

12
  • MARIA FAUSTINA PIÑEYRUA
  • MILONGA DE MIS AMORES: DA RELEVÂNCIA DOS AMBIENTES DE BAILE NOS PROCESSOS DE TRANSMISSÃO DO TANGO NA CIDADE DE SALVADOR

  • Orientador : MAIRA SPANGHERO FERREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JUSSARA SOBREIRA SETENTA
  • MAIRA SPANGHERO FERREIRA
  • VAGNER RODRIGUES
  • Data: 30/07/2018

  • Mostrar Resumo
  • O objeto desta pesquisa é a relevância dos ambientes de baile (milongas) nos
    processos de transmissão da dança do tango na cidade de Salvador. Apresenta-se
    primeiramente a evolução desta manifestação, desde o nascimento no Rio de la Plata
    a finais do século XIX até a contemporaneidade e sua disseminação na Capital
    Baiana, pontuando as principais transformações pelas que o tango têm passado para

    sua sobrevivência. A pergunta principal se vincula a quais são as relações e co-
    implicações entre o Curso de Tango da Escola de Dança da Universidade Federal da

    Bahia e a Milonga Beneficente (baile organizado pela pesquisadora e professora a
    cargo do curso). O referencial teórico se baseia principalmente nos conceitos de
    corpo-ambiente e de territorialidade. A metodologia de pesquisa utiliza um diário de
    bordo, principal registro durante os dois anos do trabalho de campo (2016-2018), no
    qual se incluem anedotas, desenhos, entrevistas, reflexões individuais e coletivas,
    bem como se apontam as instâncias relevantes para promover novas reflexões a
    respeito do tema.


  • Mostrar Abstract
  • The object of this research is the importance of dancing environments (milongas)
    regarding the processes of tango dance transmission in the city of Salvador. The
    evolution of this manifestation is presented first, since its beginnings on the Río de la
    Plata by the end of the XIX century to present days, and its spreading all over the
    Bahiana Capital, punctuating the main transformations tango had to go through in

    order to survive. The core question will be vinculated to the relations and co-
    implications among the Tango course dictated by the Escuela de Danza of the

    Universidad Federal de Bahía and the Milonga Beneficiente (dance put together by the
    investigator and professor in charge of the course). The theoretical referential is based
    on its majority on the concepts of body-environment and territoriality. The research
    methodology implies the use of a journal, the preferred recording of the two years of
    field work (2016-2018), in which anecdotes, drawings, interviews and individual and
    collective considerations will be included; in addition to the relevant instances by which
    we promote new thoughts on the subject.

13
  • MARIA PAOLA VENECIA FERRARO ARCE
  • Trânsito de saberes na experiência de criação da Licenciatura em Dança na Faculdade de Arquitetura, Desenho e Artes da Universidade Nacional de Assunção (FADA/UNA)

  • Orientador : GILSAMARA MOURA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GILSAMARA MOURA
  • MARIA MAGDALENA RIVAROLA FRANCO
  • RITA FERREIRA DE AQUINO
  • Data: 07/08/2018

  • Mostrar Resumo
  • A pesquisa discute o processo de criação do Programa de Licenciatura em Dança na Faculdade de Arquitetura, Desenho e Artes na Universidade Nacional de Assunção, no Paraguai, identificando duas fases no processo de conformação do programa. Fala-se assim de uma fase de “Consensos iniciais”, para dar conta da série de planejamentos prévios à implementação do Programa pesquisado, e uma fase de “Currículo Encarnado” para referir à série de itinerâncias curriculares que acontecem na relação cotidiana entre os atores-autores protagonistas do cenário curricular a partir da implementação do Programa de Licenciatura nas instâncias da FADA/UNA e do ingresso de um grupo heterogêneo de professores e estudantes ao espaço acadêmico citado. O interesse da pesquisa é problematizar os processos de autorização (MACEDO, 2013b) que os sujeitos curriculares envolvidos protagonizam em ambas as fases, analisando tanto o exercício de construção dos consensos curriculares provisórios ao início do programa, como a maneira na qual se implanta novos planos de significações a partir dos encontros entre os protagonistas deste processo formativo e o consequente trânsito de saberes que reconfigura e atualiza os conteúdos curriculares instituídos. A metodologia escolhida é a etnopesquisa implicada (MACEDO, 2012), a partir do entendimento de nosso lugar de implicação dentro da pesquisa, tendo sido sujeito curriculante da experiência analisada. Foram realizadas 39 entrevistas semiestruturadas a informantes chaves e dois grupos focais de consulta com estudantes dos primeiros e últimos semestres do programa seleto. Caminhando para as conclusões, debruçam-se a existência de percepções e discursos contrapostos entre os atores envolvidos no Programa de Licenciatura, por enquanto leituras disciplinares-conservadoras e leituras críticas mantêm disputas permanentes. Dito confronto torna-se visível quando determinados atores-autores concebem os processos pedagógicos em dança como campo de aprendizado inventivo e não reprodutor (KASTRUP, 2012), em contrapartida a outros atores-atores que entendem aos processos formativos em dança como ferramentas da racionalidade instrumental para a solução de problemas específicos. As divergências também se tornam visíveis na reprodução de esquemas discursivos binários como são as dicotomias entre corpo-e-mente, teoria-e-prática, e as leituras divergentes que planteiam pontes dialógicas para sair do plano das dicotomias.


  • Mostrar Abstract
  • The research discusses the process of creating the Dance Degree Program at the Faculty of Architecture, Design and Arts at the National University of Asunción, Paraguay, identifying two phases in the process of conformation of the program. There is talk of a phase of "Initial Consensus", to account for the series of plans prior to the implementation of the Program researched, and a phase of "Incarnate Curriculum" to refer to the series of curricula that happen in the daily relationship between the actors -authors protagonists of the curricular scenario from the implementation of the Degree Program in the instances of FADA / UNA and the entry of a heterogeneous group of professors and students to the mentioned academic space. The interest of the research is to problematize the authorization processes (MACEDO, 2013b) that the curricular subjects involved play in both phases, analyzing both the construction exercise of the provisional curricular consensuses at the beginning of the program, and the way in which new plans are implemented of meanings from the meetings between the protagonists of this formative process and the consequent transit of knowledge that reconfigures and updates the curricular contents instituted. The chosen methodology is the implied research (MACEDO, 2012), based on the understanding of our place of implication within the research, having been a subject of the analyzed experience. We performed 39 semi-structured interviews with key informants and 2 focus groups of consultation with students of the first and last semesters of the selected program. Moving toward the conclusions, the existence of opposing perceptions and discourses among the actors involved in the Degree Program is examined, for the moment disciplinary-conservative readings and critical readings maintain permanent disputes. This confrontation becomes visible when certain actors-authors conceive the pedagogical processes in dance as an inventive and non-reproductive learning field (KASTRUP, 2012), in counterpart to other actors-actors who understand the formative processes in dance as tools of instrumental rationality to solve specific problems. The divergences also become visible in the reproduction of binary discursive schemes such as the dichotomies between body-and-mind, theory-and-practice, and the divergent readings that pose dialogic bridges to get out of the dichotomies.

14
  • ELISSON TIAGO BARROS AMATE
  • Videodança autorreferente: dança-cinema em trânsitos híbridos no ciberespaço da web.

  • Orientador : GILSAMARA MOURA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DANIELA MARIA AMOROSO
  • ELIANNE IVO BARROSO
  • GILSAMARA MOURA
  • Data: 04/10/2018

  • Mostrar Resumo
  • UM RESUMO (IM)POSSÍVEL
    Como a relação corpo-câmera tem repercutido nos experimentos em vídeo de corpos dançantes no ciberespaço da web, fora dos regimes de representação fílmica e cênica consolidados na cadeia de entretenimento? Se considerarmos a autorreferência nas audiovisualidades da cultura digital e as provocações do cinema experimental e do cinema de dispositivo, o que isso propõe em contraponto à forma cinema (PARENTE, 2007)? Se considerarmos as proposições filosóficas da dança contemporânea em seus trânsitos de linguagem e suas tensões com o paradigma cênico, o que isso nos aponta para além dos recursos de reprodução histórica da dançalidade (ROCHA, 2016)? Afinal, como os trânsitos em dança-cinema no ciberespaço da web podem adotar essas perspectivas críticas, específicas do campo do cinema e do campo da dança, para repensar o hibridismo da videodança, sem reiterar uma forma dança-cinema – algo que seja apenas a soma ou reprodução de recursos formais determinados pelo mercado artístico? Quais, então, seriam esses trânsitos híbridos apontados pela experiência de uma videodança cujas imagens autorreferentes têm se disseminado no ciberespaço da web?
    Muito próximas das provocações dos cinemas de autor no pós-guerra, as práticas audiovisuais autorreferentes trazem um sujeito-autor que recusa a fixidez histórica de sua identidade. A fragmentação do realizador e sua implicação nas imagens evidenciam como o cinema autorreferente se baseia por uma relação corpo-câmera não linear, apresentando-as sob a ideia de um acontecimento fílmico. Ao trazer o debate sobre a espetacularização da intimidade na internet e da multiplicação de telas com os dispositivos portáteis, interessa pensar o que a videodança absorve desse regime de imagens no século XXI, como os experimentos em dança-cinema distribuídos no ciberespaço da web confrontam a hegemonia do mercado artístico e têm adotado uma perspectiva pós-estruturalista em seus processos de criação. Essas configurações estão disponíveis tanto em experiências estéticas do cinema experimental quanto nas composições e pensamentos em dança contemporânea. Assim, os filmes feitos para a internet têm adotado a imagem autorreferente como estratégia para tensionar, de forma híbrida, recursos estruturais de representação sobre as imagens em movimento e o corpo dançante, repercutindo na
    experiência virtual atos de resistência política às categorias disciplinares formatadas na linguagem da videodança (a encenação de uma dança e princípios narrativos do cinema).
    Sob a direção do artista que dança para a câmera, as imagens em movimento ganham complexidade numa atmosfera que confunde vida e obra do artista, pois não há uma dissociação objetiva entre a ideia de “cena” e o regime do “real”, ou entre sujeito e objeto, distanciando, assim, a experiência do realizador da representação. Seriam, sobretudo, experimentos artísticos cujas provocações se opõem aos modelos causais e lineares do cinema, às formas cênicas da dança. A partir de projetos e obras que se aproximam da perspectiva autorreferente na videodança, serão analisadas algumas experiências virais de dança na internet, portfólios de artistas que dançam e dirigem seus próprios vídeos e, por fim, trabalhos experimentais em videodança na web, que se desenvolvem próximos ao debate da transbordança (AMATE, 2017). Estes últimos recusam as disciplinas históricas na relação corpo-câmera para fazê-la transbordar as interfaces utilitárias entre dança e imagens em movimento. Como artista-pesquisador desses hibridismos, apresentarei os fundamentos do projeto Aloka das Américas e suas contribuições práticas a um pensamento contemporâneo em videodança autorreferente.
    Palavras-chave: videodança; autorreferência; ciberespaço; forma cinema; dançalidade.


  • Mostrar Abstract
  • A(N) (IM)POSSIBLE ABSTRACT
    How has the body-camera relation in video experiments of dancing bodies in web cyberspace? How has this happened outside the regimes of film and scenic representation currently consolidated in the entertainment chain? If we consider the self-reference in audiovisuality of a digital culture and the provocations between experimental cinema and cinema’s dispositif what does it propose in counterpoint to the cinema form (PARENTE, 2007)? If we consider the philosophical propositions of contemporary dance in its language transits and its tensions to a scenic paradigm what could point us beyond the resources of a historical reproduction of dance discipline (ROCHA, 2016)? After all, how dance-cinema transits in web cyberspace can adopt these critical perspectives organized specifically into cinema and dance studies to transform the hybridity in videodance language? But without reiterating what we denominate dance-cinema form - something that is only an amount or a reproduction of formal resources that are determined by artistic market. Then what will be these hybrid transits pointed out by the videodance experience whose self-referential images have spread itselves in web cyberspace?
    Closer to the post-war provocations in author cinema, self-referential practices of audiovisualities bring a subject-author who refuses the historical fixity of his identity. The filmmaker fragmentation and its implication into images show how the self-referential cinema is based on a non-linear body-camera relation that presents itself under the idea of a filmic happening/event. Bringing a debate about the spectacularization of intimacy on internet and screen's multiplication with portable devices it's too much important to think about what videodance absorbs from this regime of images in XXI century. How have the dance-cinema experiments in web cyberspace confronted the hegemony of artistic market and adopted a post-structuralist perspective in their creative processes? These settings are available both in aesthetic experiences of experimental cinema and into contermporary dance compositions or researches. Thus films made for internet have adopted the self-referential image as a strategy to stress in a hybrid way structural resources of representation into moving images and the dancing body experiences. That perspective echoes in virtual space acts of political resistance to the disciplinary categories organized in videodance language (the staged dance and also narrativity and entertainment on cinema industry).
    Under direction of an artist who dances for the camera, moving images gain complexity in an atmosphere that confuses the artist's life and work. There is no objective dissociation between an idea of "scene" and the regime of “reality”, or between subject and object. Both are distancing the director’s experience of a demand for representation. Would be artistic experiments whose provocations are opposed to the causal or linear models of cinema and to the scenic forms of dance. From some projects and artworks that are near to a self-referential perspective in videodance we'll analyze different viral experiences of dance on internet, portfolios of artists who dance and direct their own videos, beyond experimental works in web videodance. This last one will be designated by the concept of transbordança (AMATE, 2017). It refuses the historical disciplines in the body-camera relations to make it overflow the utilitarian interfaces between dance and moving images, without causes and effects. As an artist-researcher of these hybrids transits I will present the foundations of my project named Aloka das Américas for bring practical contributions to contemporary thinking in self-referential videodance.

15
  • Eberth Vinícius Lima Coutinho
  • CENA QUEER: DANÇAS E PERFORMANCES DESOBEDIENTES ÀS NORMAS DE GÊNERO E SEXUALIDADES

  • Orientador : CARMEN PATERNOSTRO SCHAFFNER
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARMEN PATERNOSTRO SCHAFFNER
  • DANIELA MARIA AMOROSO
  • LEANDRO COLLING
  • Data: 05/10/2018

  • Mostrar Resumo
  • O trabalho aborda, inicialmente, inquietações sobre gênero e sexualidades através da dança e
    da performance: O solo “XL,” uma releitura do ballet Giselle, onde ao invés de buscar a
    conformação aos rígidos modelos impostos pela tradição, propus uma reflexão sobre os vários
    padrões que constrangem a existência humana, dentre eles, a interpretação da protagonista:
    Eu, homossexual, negro e morador da periferia de Salvador encarnaria Giselle. Para refletir
    sobre os papéis bem definidos na dança, ligados à fatores anatômicos e fisiológicos que
    ecoam mensagens de dominação e naturalizam hierarquias, encontro suporte teórico na obra
    “Dança, gênero e sexualidades” de Judith Hannah (1999). Em seguida, escrevo sobre a “Cena
    Queer” - Encontro de trabalhos de dança/performance no trânsito com outras linguagens
    (audiovisual, música e artes plásticas), exibidos numa série de apresentações em espaços
    alternativos e teatros de Salvador, onde o corpo é o discurso estético e político em recusa a
    normatividade. A partir dessas ações surgiam a necessidade de amparo teórico para
    aprofundar a discussão sobre gênero e sexualidade e, assim, iniciei um contato com textos de
    autores como Butler (1990), Preciado (2000) e Colling (2003), fundamentais para o
    desenvolvimento da escrita, guiada pela metodologia da Etnologia implicada (MACEDO,
    2012), finalizo o trabalho refletindo e elaborando um pensamento crítico para pensamos em
    arte dissidente de gênero e sexualidades em diálogo com os estudos queer produzidas no
    Brasil através do contato com a produção artística e teórica da ensaísta e performer Jota
    Mombaça ou Monstra Errátika, e das artistas Michelle Mattiuzzi e Pêdra Costa.


  • Mostrar Abstract
  • The work initially addresses concerns about gender and sexuality addressed through dance
    and performance: The solo "XL," a re-reading of the Giselle ballet, where instead of seeking
    to conform to rigid models imposed by tradition, I proposed to reflection on the various
    patterns that constrain human existence, among them, the protagonist's interpretation: I, black
    homosexual and inhabitant of Salvador's periphery would embody Giselle. Judith Hannah
    (1999) discusses the well-defined roles in dance, linked to anatomical and physiological
    factors that echo messages of domination and naturalize hierarchies, and find theoretical
    support in Judith Hannah's "Dance, Gender and Sexuality". Then I write about the "Queer
    Scene" - a meeting of dance / performance works in the traffic with other languages
    (audiovisual, music and plastic arts), exhibited in a series of presentations in alternative
    spaces and theaters in Salvador, where the (1990), Preciado (2000), and Colling (1990), and
    the literature on gender and sexuality in the literature on sexuality and sexuality. (2003)),
    fundamental for the development of writing, guided by the methodology of implied ethnology
    (MACEDO, 2012), I finish the work reflecting and elaborating a critical thinking to think
    about dissident art of gender and sexualities in dialogue with the Queer studies produced in
    Brazil through contact with the artistic and theoretical production of the essayist and
    performer Jota Mombasa or Monstra Errátika, and the artists Michelle Mattiuzzi and Pêdra
    Costa.

16
  • VALDIMERE PEREIRA DE SOUZA
  • Como Falar De Coisas Invisíveis? Dramaturgias de vidas negras
    como convocatórias estética nas performances de mulheres negras.

  • Orientador : CARMEN PATERNOSTRO SCHAFFNER
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARMEN PATERNOSTRO SCHAFFNER
  • MARCIA VIRGINIA MIGNAC DA SILVA
  • NADIR NOBREGA OLIVEIRA
  • Data: 12/11/2018

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho propõe entender por quais narrativas são atravessadas as escolhas estéticas de
    performers negras. Muitas vezes entendidas como militantes ou ativistas sociais, as artistas
    negras atuam pela presença criada a partir da experiência de seus corpos de negras negados e
    não por meio de discursos panfletários. A produção artística de mulheres negras nesse cenário
    de polifonia ganha destaque. Através da linguagem da performance podemos perceber a
    circulação de discursos presentificados nos corpos como política anti-racista, cujos textos se
    conectam com realidades diaspóricas, transculturais.
    Essas artistas ressignificam o uso dos adjetivos e imagens atribuídas a mulheres negras.
    Criam-se novas linhas de reflexão sobre as memórias, histórias e estéticas negras e dessa
    narrativa surge uma produção artística que instaura e inaugura o corpo negro feminino como
    potência cênica ao utilizarem suas dramaturgias. Com seus corpos de negras se apresentam e
    subvertem todas essas lógicas hegemônicas, ao colocar em questão toda uma estrutura para
    debater um lugar de produção e comunicação de arte a partir de um discurso racial e de um
    modo de fazer que invisibiliza seus corpos. As dramaturgias aqui são elementos importantes
    para deslocar os modos e maneiras modalizantes do lugar dos corpos negros na cultura e arte.
    Assim como, para acessar esses imaginários e disparadores performáticos pautados na
    experiência de existência que esgarça o pensamento hegemônico europeizado nas artes, em
    especial das belas artes. Promovendo também outras inserções e inscrições para a produção
    de conhecimento em perfomance. A fim utilizar suas dramaturgias de vida como
    convocatórias de poéticas e políticas negras na cena artística trataremos do conceito
    incômodos cinestésicos.


  • Mostrar Abstract
  • This article proposes to understand by which narratives the aesthetic choices of black
    performers are crossed. Often understood as militants or social activists, black artists act
    through the presence created from the experience of their denied black bodies and not through
    pamphlet speeches.
    The artistic production of black women in this polyphony scenario is highlighted. Through the
    language of performance we can perceive the circulation of speeches made present in the
    bodies as anti-racist politics, whose texts are connected with diasporic, transcultural realities.
    These artists redefine the use of adjectives and images attributed to black women. New lines
    of reflection on black memories, stories and aesthetics are created and from this narrative
    arises an artistic production that establishes and inaugurates the female black body as a scenic
    power when using her dramaturgies. With their black bodies, they present themselves and
    subvert all these hegemonic logics, by calling into question a whole structure to debate a place
    of production and communication of art from a racial discourse and a way of doing that
    makes their bodies invisible.
    The dramaturgies here are important elements for displacing the modes and modalizing ways
    of the place of black bodies in culture and art. As well as, to access
    these imaginary and performance triggers based on the experience of existence that strains
    European hegemonic thinking in the arts, especially in the fine arts. Also promoting other
    insertions and inscriptions for the production of knowledge in performance. In order to use his
    life dramaturgies as calls for black poetics and politics in the artistic scene, we will deal with
    the kinesthetic nuisance concept.

17
  • JACSON DO ESPÍRITO SANTO
  • Instâncias de representação da dança em Salvador: espaços de colaboração e políticas públicas

  • Orientador : RITA FERREIRA DE AQUINO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GILSAMARA MOURA
  • MARILA ANNIBELLI VELLOZO
  • RITA FERREIRA DE AQUINO
  • Data: 14/12/2018

  • Mostrar Resumo
  • A pesquisa visa analisar as instâncias de representação da dança que atuam na
    formulação de políticas públicas, em Salvador. São objetos desta pesquisa as
    associações, fóruns, coletivos, colegiados, conselhos, entre outras configurações de
    representação de classe. A hipótese é: a articulação em caráter colaborativo das
    instâncias de representação da dança em Salvador interfere diretamente na
    construção de políticas específicas para o setor, em todas as instâncias federativas.
    A abordagem é quantitativa e qualitativa a partir do procedimento técnico de
    pesquisa participante, à luz dos aportes teóricos de Marila Vellozo, Albino Rubim,
    Dennys Cuche, Antonio Gramsci e Noberto Bobbio. A análise dessas instâncias
    buscou compreender o perfil desses sujeitos, seus discursos, contextos,
    organização e entendimento sobre as políticas culturais, partindo do contexto da
    institucionalização das políticas, metas e programas formulados para o setor da
    dança no período de 2003 a 2016. Foram avaliados ao longo desta investigação: os
    avanços, as práticas e articulações que contribuíram para o entendimento mais
    ampliado sobre a atuação transdisciplinar e de natureza colaborativa desses sujeitos
    e organizações. O protocolo de investigação utilizado foi a análise documental,
    entrevistas e aplicação de questionário semiestruturado. Conclui-se que as
    instâncias de representação da dança, no município de Salvador, participaram
    ativamente na formulação de importante marcos legais da política cultural na cidade,
    na Bahia e no Brasil, com concentração no período entre 2007 e 2014. Essas
    organizações atuaram de forma isolada e coletiva em pautas que versavam sobre a
    institucionalização da cultura, formularam e implantaram instâncias de representa da
    dança em diálogo com o instituições da administração pública, tanto no âmbito
    estadual, quanto no âmbito federal, contribuíram na elaboração de pesquisas e
    diagnósticos importantes para a qualificação das políticas culturais em dança. Além
    de outras conquistas do campo simbólico, político e profissional, mesmo diante dos
    baixos recursos e infraestrutura.


  • Mostrar Abstract
  • This research analyzes instances of political representation in dance that make
    proposals for public policies in Salvador. The objects of this research are
    associations, forums, group of artists, collegiate bodies, councils, among other
    configurations of class representation. The hypothesis is: the collaborative
    articulation of the instances of dance representation in Salvador directly interferes in
    the construction of specific policies for the sector, in all federative instances. The
    approach is both quantitative and qualitative, a participant research, in the light of the
    theoretical contributions of Marila Vellozo, Albino Rubim, Dennys Cuche, Antonio
    Gramsci and Noberto Bobbio. The analysis of these instances sought to understand
    the profile of these subjects, their discourses, contexts, organization and
    understanding of cultural policies, based on the context of the institutionalization of
    policies, goals and programs formulated for the dance sector from 2003 to 2016.
    Throughout this research were evaluated the advances, practices and articulations
    that contributed to a broader understanding of the transdisciplinary and collaborative
    nature of these subjects and organizations. The research protocol used was the
    documentary analysis, interviews and the application of a semi-structured
    questionnaire. It is concluded that these instances of political representation in dance
    participated actively in the formulation of important legal landmarks to the cultural
    policy in the city of Salvador, in the state of Bahia and even in Brazil, mainly between
    2007 and 2014. These organizations acted singly and collectively in agendas that
    discussed the institutionalization of culture; drew up and implemented representative
    instances of the dance in dialogue with public administration institutions, both at the
    state level and at the federal level; contributed to the elaboration of important
    research and diagnostics about the qualification of the cultural policies in dance; in
    addition to other achievements at the symbolic, political and professional field, even
    in the face of low resources and infrastructure.

2017
Dissertações
1
  • RAFAEL REBOUÇAS SILVEIRA
  • DANÇA CONTEMPORÂNEA EM CURTO-CIRCUITO
    REFLEXÕES PRELIMINARES SOBRE DANÇA, POLÍTICA E CRÍTICA NO
    CONTEXTO DOS EDITAIS E DA GLOBALIZAÇÃO

  • Orientador : JUSSARA SOBREIRA SETENTA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FABIANA DULTRA BRITTO
  • JUSSARA SOBREIRA SETENTA
  • SERGIO SOBREIRA ARAUJO
  • Data: 05/04/2017

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa entende a produção em dança como um campo de produção do
    conhecimento cujas práticas estético-políticas estão pautadas na emergência do
    dissenso. Para tanto, trata da ocorrência de modos de fazer dança que perfazem um
    curto-circuito de práticas de produção, criação e difusão em dança em direção
    transversal aos modelos e padrões que se conformam no campo. Como desdobramento
    dos mecanismos de fomento e financiamento propostos pela gestão pública da cultura,
    este contexto implica, também, a acomodação da produção em dança nas dinâmicas de
    expansão do mercado por meio da globalização. Existir não é suficiente numa realidade
    marcada por modelos e padrões hegemônicos devido aos prejuízos à dança enquanto
    potência crítica; no entanto, práticas em dança propõem modos de sobre-existir e
    provocam desvios através do exercício da performatividade em uma realidade dada
    aparentemente inflexível.


  • Mostrar Abstract
  • This research understands dance production as a field of knowledge production whose
    aesthetic-political practices are based on the emergence of dissent. In order to do so, it
    deals with the occurrence of ways of doing dance that represent a 'short circuit' of
    practices of production, creation and diffusion in dance crosswise to the models and
    patterns that conform in the field. As a result of the promotion and financing mechanisms
    proposed by the public management of culture, this context also implies the
    accommodation of dance production in the dynamics of market expansion through
    globalization. To exist is not enough in a reality marked by hegemonic models and
    patterns due to the damage to dance as a critical power; however, practices in dance
    propose ways of 'over-existing' and provoke deviations through the exercise of
    performativity in a seemingly inflexible given reality.

2
  • ANDRÉIA BARRETO LIRA
  • AI AI AI... SERÁ QUE MEU BOI MORREU?
    O pensamento abissal presente na dança brasileira e suas implicações a partir
    de um pedaço de terra denominado Teresina/Piauí.

  • Orientador : GILSAMARA MOURA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • CARLOS ALBERTO BONFIM
  • GILSAMARA MOURA
  • Data: 30/05/2017

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa emerge de inquietações no campo da produção da dança
    contemporânea brasileira que implicam reexaminar a epistemologia dominante,
    diante de novos olhares ancorados nas experiências emergentes do Sul. Apresentase,
    como problema, a visibilidade de algumas produções e discursos que se
    configuram hegemonicamente na dança contemporânea produzida no Brasil,
    promovendo a invisibilidade de outros saberes e fazeres em dança. Serão
    analisadas, como questão crucial, algumas produções de conhecimento e discursos
    de dança, a partir das experiências de alguns artistas piauienses que se encontram
    inseridos neste contexto, permeado por saberes hegemônicos e que terminam
    causando o surgimento de linhas abissais. Vale destacar a importância em identificar
    dispositivos que se mantêm como sustentáculos de pensamentos hegemônicos e
    que promovem a invisibilidade de conhecimentos que se encontram forjados pela
    visibilidade. Também será discutida a importância de conhecer e dar visibilidade à
    diversidade de conhecimento de alguns discursos e conhecimentos danças
    populares que, sistematicamente, são associados a um contexto exótico e que não
    são contemplados, nem nos circuitos da dança contemporânea, nem com
    programas específicos. Tal conceito se fundamenta nas ideias de Santos (2007),
    que analisa as linhas abissais e que sugere pensar em epistemologias do Sul em
    contraponto aos saberes eurocêntricos, com vistas a refletirmos sobre a importância
    de investigar as experiências desperdiçadas, construindo novas posturas e modos
    de refletir a produção de conhecimento em dança contemporânea. E será diante da
    ecologia de saberes e de seus discursos de possibilidades, que transitaremos pelas
    epistemologias do Sul na construção argumentativa dessa dissertação. Estarão
    conosco também, Agamben (2009), com o conceito de contemporâneo, Bittencourt
    (2012), que aborda o acontecimento, auxiliando o nosso diálogo em trânsito e Moura
    (2000) que, nesta pesquisa, contribuiu com a construção e a discussão sobre os
    modos de pensar dança e sua atuação política e artística no mundo.


  • Mostrar Abstract
  • This research emerges from concerns in the field of contemporary Brazilian dance
    production that imply a reexamination of dominant epistemology in the face of new
    perspectives anchored in the emerging experiences of the South. As a problem, the
    visibility of some productions and discourses that are hegemonically Contemporary
    dance produced in Brazil, promoting the invisibility of other knowledge and dance
    performances. As a crucial question, some knowledge productions and dance
    discourses will be analyzed, based on the experiences of some Piauí artists who are
    inserted in this context, permeated by hegemonic knowledge and that end up
    causing the appearance of abyssal lines. It is worth highlighting the importance of
    identifying devices that are maintained as hegemonic thoughts and that promote the
    invisibility of knowledge that is forged by visibility. It will also be discussed the
    importance of knowing and giving visibility to the diversity of knowledge of some
    discourses and knowledge popular dances that are systematically associated with an
    exotic context and are not contemplated, neither in contemporary dance circuits nor
    with specific programs. This concept is based on the ideas of Santos (2007), which
    analyzes the abyssal lines and suggests to think of epistemologies of the South as a
    counterpoint to Eurocentric knowledge, in order to reflect on the importance of
    investigating the wasted experiences, constructing new postures and modes of
    Reflect the production of knowledge in contemporary dance. And it will be in front of
    the ecology of knowledge and its discourses of possibilities, that we will go through
    the epistemologies of the South in the argumentative construction of this dissertation.
    They will also be with us, Agamben (2009), with the concept of contemporary,
    Bittencourt (2012), which addresses the event, aiding our dialogue in transit and
    Moura (2000), who, in this research, contributed to the construction and discussion of
    the Ways of thinking dance and its political and artistic performance in the world.

3
  • LIGIA MARIA LOUDUVINO MARTINS
  • PENSANDO DANÇALIDADE/
    COMO POTÊNCIA HETEROGÊNEA DO CORPO NA DANÇA

  • Orientador : ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • BIANCA SCLIAR CABRAL MANCINI
  • ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • JUSSARA SOBREIRA SETENTA
  • Data: 04/10/2017

  • Mostrar Resumo
  • Essa pesquisa parte da investigação sobre a incidência do termo e o sentido de dançalidade. Sua construção se funda na observação de algumas suposições já existentes no âmbito da pesquisa: publicações que adotam o termo e indicam possíveis significações. Tal investigação serve para traçar caminhos que permitem posicionamentos diante do objeto de estudo. Para aproximação com o objeto de estudo adota-se a observação através do estado da arte como forma de alocar os oito textos que enunciam dançalidade – em língua portuguesa, no Brasil, entre 2010 e 2015, que apresentam, assim, os contextos e cenários de inserção. Os modos como aparece dançalidade, podem servir de mote para o estudo, mas não significa que são adotados como princípios que fundamentam a pesquisa, a exemplo de algum tipo de analogismo relacionado ao teatro e a música. Serve para perceber que em alguns momentos a comparação se fundamenta a partir do sufixo dade, musicalidade, teatralidade e, portanto, dançalidade. Fica claro que não é tão simples. E assim surgem os questionamentos que emergem nesta pesquisa. O objeto de estudo se estrutura numa problematização que não apenas indica as possíveis significações, mas constrói novas possibilidades de entendimento e sentidos, através de pesquisadores que discutem e apresentam noções sobre o corpo que dança e a dança propriamente dita, nos dias atuais. A porção que se constitui, aqui, visa colaborar na construção do sentido de dançalidade sem pretensão de definição, mas na condição de indicar direções que abarcam pressupostos que se embasam no entendimento de corpo e de dança como transitórios e relacionais.


  • Mostrar Abstract
  • This research is part of the research on the meaning of dançalidade. Its construction is based on the observation of some assumptions already existing in the scope of the research: publications that address it and indicate possible meanings. Such investigation serves to draw up placements that allow positioning in front of the object. In order to approach the object of study, it is adopted the observation through the state of art as a way of allocating the eight texts that enunciate dançalidade - in Portuguese language, in Brazil, between 2010 and 2015, which present, therefore, the contexts and scenarios of insertion. The ways in which dançalidade appears may serve as a motto for the study, but it does not mean that they are adopted as principles that underlie research, as in the case of some analogy related to theater and music. It serves to realize that in some moments the comparison is based on the suffix dade, musicality, theatricality and, therefore, dançalidade. Thus, it is questioned whether it is possible to construct some kind of sense in the absence of the questions and interests that surround it. The object of study is structured in a problematization that not only indicates the possible meanings, but constructs new possibilities of understanding and senses, through researchers who discuss and present notions about the body that dances and the dance itself, in the present day. The portion constituting here aims to collaborate in the construction of the sense of dançalidade without pretension of definition, but in the condition of indicating directions that embrace presuppositions that are based on the understanding of body and dance as transient and relational.

2016
Dissertações
1
  • LISETTE ALEJANDRA SCHWERTER VERA
  • PRÁTICAS DE IMPROVISAÇÃO COLETIVA EM DANÇA COMO MODOS
     DE FAZER NO LIMIAR DA LÓGICA DO MERCADO

  • Orientador : JUSSARA SOBREIRA SETENTA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA BITTENCOURT MACHADO
  • JUSSARA SOBREIRA SETENTA
  • MARIE BARDET
  • Data: 11/10/2016

  • Mostrar Resumo
  • A presente dissertação aborda a realidade e especificidade das práticas de
    improvisação coletiva em dança em três locais da América Latina mediante a revisão
    de quatro propostas: Extensiones del pe(n)sar em Buenos Aires, Argentina; DANZAS
    CALLE em Santiago, Chile; La Salvajería em Santiago, Chile; e Grupo X de
    improvisação em Salvador BA, Brasil; visando refletir sobre a posição dos artistas
    profissionais da dança em relação à prática da improvisação como um fazer sem fins
    comerciais. Tratam-se no percurso da pesquisa aspectos das particularidades do
    trabalho em artes especificamente na dança contemporânea, dos modos de fazer
    (des)envolvidos na improvisação em dança, e algumas das problemáticas
    relacionadas com financiamento e gestão das iniciativas de improvisação, junto às
    soluções impulsadas por cada proposta revisada. Tece-se assim uma rede de
    reflexões cruzando as perspectivas de autores principalmente da dança e da filosofia
    a saber Bittencourt (2010), Giannini (2007), Bardet (2012), entre outros; junto aos
    depoimentos dos próprios artistas das três cidades mencionadas e a apreciação da
    autora a partir das suas vivências na observação participativa e desde sua experiência
    no campo da improvisação em dança.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation addresses the reality and specificity of the practices of improvisation
    in dance in three locations in Latin America through the review of four proposals:
    Extensiones del pe(n)sar in Buenos Aires, Argentina; DANZAS CALLE in Santiago,
    Chile; La Salvajería in Santiago, Chile; and Grupo X in Salvador BA, Brasil; Looking
    for reflect on the position of professional dance artists in relation to the practice of
    improvisation as do non-commercial purposes.
    In the course of the investigation, aspects of the particularities of arts works,
    specifically in contemporary dance, ways to get involved in improvisation in dance are
    addressed, and some of the issues related to financing and management, together
    with the solutions driven by each revised proposal.
    This way is woven a network of reflections across the perspectives of dance and
    philosophy authors mainly, Bittencourt (2010), Giannini (2007), Bardet (2012), among
    others; together with the comments of the artists of the three cities mentioned,
    appreciation of the author from his experiences in participatory observation and from
    its experience in the field of improvisation in dance.

2015
Dissertações
1
  • SIMONE GONÇALVES SANTOS
  • O Breaking quebrando barreiras: a participação das Bgirls na Dança de rua em Salvador-Bahia-Brasil

  • Orientador : JUSSARA SOBREIRA SETENTA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DANIELA MARIA AMOROSO
  • JUSSARA SOBREIRA SETENTA
  • ANA LUCIA SILVA SOUZA
  • Data: 18/12/2015

  • Mostrar Resumo
  • O trabalho analisa questões de gênero implicadas na participação das Bgirls na
    Dança de Rua em Salvador-BA, a partir da perspectiva artística e ativista,
    destacando os desafios e as condições em que se encontram as dançarinas de
    Breaking no cenário de Dança de Rua vinculadas ao HipHop, apontando
    minuciosamente sobre as experiências vividas das mulheres negras na dança de rua
    como mais um lugar à romper as barreiras das relações sociais desiguais de poder,
    fruto de uma construção social desde a prática ao discurso de gênero com uso do
    corpo. Para tanto foi levado em consideração aprendizados pessoais, reflexões e
    estratégias que possibilitaram entender a participação das Bgirls no cenário do
    Breaking em Salvador de Bahia e a apropriação dos discursos “Gênero”, “Dança de
    Rua”, “Cultura”, “Discriminação racial” no engajamento das Bgirls como sujeitos
    dessa pesquisa. A questão norteadora deste trabalho foi: determinar se a relativa
    pequena participação das Bgirls na Dança de Rua, especificamente no Breaking em
    Salvador, teria implicação nas questões de gênero e, em caso afirmativo, como elas
    superam os desafios na assunção da identidade Bgirls. A pesquisa de campo e a
    atuação e observação participativa buscaram levantar aspectos e condições pela
    qual as mulheres passam a integrar e pertencer a esses grupos de Breaking Dance;
    saber como reagem, posicionam-se e resolvem os conflitos provenientes de
    questões pertencentes a gêneros, intercaladas aos marcadores sociais. O estudo
    assume uma metodologia qualitativa, aplicando alguns procedimentos derivados da
    etnografia, com utilização de entrevistas com respostas semiestruturadas, realizadas
    com participantes de eventos de Dança de Rua em Salvador, Região Metropolitana
    de Lauro de Freitas, redes sociais (Facebook e WhatsApp), pesquisas em sites, bem
    como da atuação participante oriunda da convivência junto ao grupo estudado. O
    aporte teórico adotado é de natureza interdisciplinar e aborda os estudos de dança,
    dança de rua, gênero, discriminação racial e cultural entrelaçando e aportando
    distinto lugares de saberes não somente da dança, mas da educação e da
    transformação social.


  • Mostrar Abstract
  • The work analyzes gender issues involved in the participation of Bgirls in Street
    Dance in Salvador-BA, from an artistic and activist perspective, highlighting the
    challenges and conditions in which break dancers find themselves in the Street
    Dance scene linked to the HipHop, carefully pointing out the experiences of black
    women in street dancing as yet another place to break the barriers of unequal social
    relations of power, the result of a social construction from practice to gender
    discourse with the use of the body. To this end, personal learning, reflections and
    strategies were taken into account that make it possible to understand the
    participation of Bgirls in the Breaking scenario in Salvador de Bahia and the
    appropriation of the discourses “Gender”, “Street Dance”, “Culture”, “Racial
    discrimination” in the engagement of Bgirls as subjects of this research. The guiding
    question of this work was: to determine whether the relatively small participation of
    Bgirls in Street Dance, specifically in Breaking in Salvador, would have implications
    for gender issues and, if so, how they overcome the challenges in assuming Bgirls
    identity. Field research and participatory performance and observation sought to
    raise aspects and conditions by which women started to integrate and belong to
    these Breaking Dance groups; to know how they react, position themselves and
    resolve conflicts arising from issues belonging to genders, interspersed with social
    markers. The study assumes a qualitative methodology, applying some procedures
    derived from the ethnographic, using interviews with semi-structured responses,
    conducted with participants of Street Dance events in Salvador, Metropolitan Region
    of Lauro de Freitas, social networks (Facebook and WhatsApp), research on
    websites, as well as the participant performance resulting from living together with
    the studied group. The theoretical support adopted is of an interdisciplinary nature
    and addresses the studies of dance, street dance, gender, racial discrimination and
    culture intertwining and providing different places of knowledge not only dance, but
    education and social transformation.

2008
Dissertações
1
  • ADRIANA PERRELLA MATOS
  • TRISHAPENSAMENTO: O ESPAÇO COMO PREVISÃO METEOROLÓGICA

  • Orientador : FABIANA DULTRA BRITTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FABIANA DULTRA BRITTO
  • MARIA HELENA FRANCO DE ARAUJO BASTOS
  • DULCE TAMARA DA ROCHA LAMEGO DA SILVA
  • Data: 30/06/2008

  • Mostrar Resumo
  • A proposta dessa dissertação é pensar que a singularidade das danças de
    Trisha Brown está em um entendimento de espaço meteorológico.
    Nossas investigações focaram na relação suas obras coreográficas feitas para o
    ambiente externo, fase conhecida por Early Works, e o momento posterior, quando
    suas obras foram produzidas para o teatro tradicional tipo caixa preta.
    Digressões, do período Renascentista do Rei Luís XIV e a emergência do balé como
    uma profissão, teve que ser feita para expor o quanto o espaço renascentista
    perspectivado, sua lógica, sua práxis, foi forjado. Este modelo de espaço foi, depois,
    reiterado e desenvolvido matematicamente por Isaac Newton, e é reconhecida como
    “espaço absoluto”. Estas digressões foram necessárias porque aquele modelo de
    espaço permanece forte, mesmo após cinco séculos, emoldurando nossas
    percepções e experiências, não somente na dança mas em diversos outros campos.
    É o espaço pensado como uma caixa vazia a ser ocupada, a priori, neutro, ahistórico,
    atemporal.
    Nossa reivindicação é que os trabalhos de Trisha demonstram o contrário, isto é, um
    modelo de espaço relacional, temporal, histórico, contingente. quanto o espaço é
    relacional, não fixo, histórico. E ainda mais específico, o de um espaço
    meteorológico. Como tal, o espaço de Trisha é aberto a incerteza, sensível aos
    mínimos ruídos, acúmulos de possibilidades.
    Nosso principal suporte teórico foram as teorias seguintes: corpomidia das Profas.
    Dras Helena Katz e Christine Greiner; Distribuited Cognition do Prof. Edwin Hutchins.
    A Semiótica de Charles Sanders Peirce, bem como a tese de doutoramento, sobre a
    composição espacial em dança, da Profa Dra Dulce Aquino foram fortemente levadas
    em conta.


  • Mostrar Abstract
  • The proposal of this dissertation is to think that the singularities of the dances
    by Trisha Brown is in a understanding of meteorological space.
    Our investigation focused on the relation between her choreographic works made for
    the outside environment, phase known as Early Works, and the posterior moment,
    when her works were produced for the traditional black box theatre building.
    Digressions from the Renaissance period of King Louis XIV, and the emergency of
    ballet as a professional affair had to be made in order to expose how the renaissance
    perspectivated space, its logics, práxis was placed, forged. That space model was,
    later, reiterated and mathematically developed by Isaac Newton and acknowledged
    as "absolute space”. Those digressions were necessary because that model of space
    remains strong, even five centuries later, framing our perceptions, and experiences
    not only in dance but in several other fields. It is the space thought as an empty box
    waiting to be occupied, a priori, neutral, non historic, and timeless. Our claim is that
    the works of Trisha implicates the contrary, that is, a relational, time tensed,
    historical, contingent model of space. And even more specific, of a meteorological
    space. As such, Trisha’s space is open to uncertainty, sensitive to minimum noises,
    accumulations of possibilities.
    Our main theoretical support were the following theories: Profa. Helena Katz and,
    Profa. Christine Greiner’s corpomidia, Distribuited Cognition by Prof. Edwin Hutchins.
    Charles Sanders Peirce semiotics, and the doctorate thesis, about the spatial
    composition in dance, by Profa Dra Dulce Aquino were also highly taken in account.
    Our claim is that the works of Trisha implicates a relational, time tensed, historical,
    contingent model of space, and finally that of a meteorological space. As a
    meteorological, Trisha’s space is open to uncertainty, sensitive to minimum noises,
    and the accumulations of possibilities.
    Our theoretical support were the following theories: Profa. Dra Helena Katz and, Profa.
    Dra Christine Greiner’s corpomidia; Distribuited Cognition by Prof. Edwin Hutchins.
    Semiotics of Charles Sanders Peirce, and the doctorate thesis, on the spatial
    composition in dance, by Profa Dra Dulce Aquino were also strongly taken in account.

SIGAA | STI/SUPAC - - | Copyright © 2006-2024 - UFBA