Dissertações/Teses

Clique aqui para acessar os arquivos diretamente da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFBA

2024
Dissertações
1
  • WÉSLEI ALMEIDA COSTA ARAÚJO
  • Avaliação diagnóstica da infecção por Strongyloides stercoralis em indivíduos asmáticos utilizando antígenos recombinantes

  • Orientador : NECI MATOS SOARES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALVARO AUGUSTO SOUZA DA CRUZ FILHO
  • CARINA CARVALHO DOS SANTOS
  • NECI MATOS SOARES
  • Data: 20/02/2024

  • Mostrar Resumo
  • Strongyloides stercoralis é o principal agente etiológico da estrongiloidíase humana, doença negligenciada e de ampla distribuição mundial. A infecção, geralmente, é crônica e assintomática. No entanto, em indivíduos imunocomprometidos, em uso de glicocorticoides sistêmicos como indivíduos com asma grave a infecção pelo S. stercoralis pode evoluir para as formas graves, hiperinfecção e/ou disseminação, com baixa resposta terapêutica e um elevado índice de letalidade. Atualmente, o diagnóstico definitivo da infecção por S. stercoralis é feito através da pesquisa das larvas nas fezes. Contudo, este parasito libera poucas larvas e de forma intermitente, o que torna necessário o exame de várias amostras fecais em dias alternados. O objetivo deste estudo é analisar a frequência da infecção por S. stercoralis em indivíduos asmáticos atendidos no Programa de Controle da Asma e da Rinite Alérgica (ProAR) na Bahia/Brasil, através do diagnóstico parasitológico e imunológico, utilizando antígenos bruto e recombinantes. Foram incluídos no estudo 500 asmáticos atendidos no ProAR. O diagnóstico da estrongiloidíase foi feito através de três métodos parasitológicos: sedimentação espontânea (SE), Baermann-Moraes (BM) e Cultura em Placa de Ágar (CPA), e o diagnóstico sorológico, através da determinação dos níveis de IgG4 e IgE anti-S. stercoralis através do ELISA(s), utilizando antígeno bruto de membrana. As amostras dos indivíduos com diagnóstico positivo pelos métodos parasitológicos e imunológicos (n=66) foram reavaliadas através dos ELISA(s) utilizando antígenos recombinantes (NIE e SsIR). Dos indivíduos estudados 21,2 (106/500) e 78,8% (394/500) são do sexo masculino e feminino, respectivamente. Cerca de 42 (210/500) e 58% (290/500) dos indivíduos apresentavam asma leve/moderada ou grave, respectivamente, sendo que 43,6% (218/500) foram diagnosticados na infância. Foi encontrada uma frequência de enteroparasitos igual a 8,6% (43/500). O parasito patogênico mais prevalente foi o S. stercoralis, 2,2% (11/500). As sensibilidades dos ELISA(s) para detecção de anticorpos IgG4 e IgE anti-S. stercoralis, utilizando antígeno membrana foram de 91,7% e 91,2%, respectivamente, e as especificidades de 95,7% 95,4%, respectivamente. A detecção de anticorpos IgG4 anti-S. stercoralis nos indivíduos asmáticos foi de 8,2% (41/500) e para anticorpos IgE anti-S. stercoralis de 9,8% (49/500). Os soros dos indivíduos positivos para S. stercoralis, diagnosticados neste estudo, pelo encontro de larvas nas fezes e/ou detecção de anticorpos IgG e IgE anti-S. stercoralis (n=66) foram reavaliados através do IgG-ELISA, utilizando os antígenos recombinantes, NIE e SsIR, demonstrando sensibilidades e especificidades de 91,2, 85,3% e 95,4 e 90,9%, respectivamente. O imunobloting confirmou uma positividade de 39,4 % (26/66) das amostras positivas com revelação de bandas imunorreativas de 30 a 90 KDa. Quanto ao uso de corticoides, 36,2% (181/500) referiram ter feito um ou mais ciclos de corticoides oral por 3 ou mais dias em 1 ano e 8,4% (42/500) um ou mais ciclos de corticoides injetável em 6 meses.  Dentre os 66 indivíduos que foram positivos (detecção de larvas nas fezes de anticorpos anti-S. stercoralis) 63,6% (42/66) fizeram uso de corticoides, sendo 60,6% (40/66) por via inalatória, 30,3% (20/66) por via oral e 9,1% (6/66) por via injetável, não sendo observadas associação estatisticamente significativas entre a corticoterapia e a estrongiloidíase (p = 0,768, 0,798, 0,351 e 1,0, respectivamente). O presente estudo demonstra que a concordância entre os métodos utilizados foi fraca, portando a necessidade de estudos para desenvolvimento de um teste eficaz e reprodutível, para o diagnóstico da estrongiloidíase.  Além do mais, o estudo não demonstrou correlação entre a infecção por S. stercoralis e o uso de glicocorticoides.  


  • Mostrar Abstract
  • Strongyloides stercoralis is the main etiological agent of human strongyloidiasis, a neglected disease with wide worldwide distribution. The infection is generally chronic and asymptomatic. However, in immunocompromised individuals using systemic glucocorticoids, such as individuals with severe asthma, S. stercoralis infection can progress to severe forms, hyperinfection and/or dissemination, with a low therapeutic response and a high lethality rate. Currently, the definitive diagnosis of S. stercoralis infection is made by searching for larvae in feces. However, this parasite releases few larvae and intermittently, which makes it necessary to examine several fecal samples. The objective of this study is to analyze the frequency of S. stercoralis infection in asthmatic individuals treated in the Asthma and Allergic Rhinitis Control Program (ProAR) in Bahia/Brazil, through parasitological and immunological diagnosis, using crude and recombinant antigens. A total of 500 asthmatics treated at ProAR were included in the study. The diagnosis of strongyloidiasis was made using three parasitological methods: spontaneous sedimentation (SE), Baermann-Moraes (BM) and, Agar Plate Culture (CPA). Serological diagnosis was preformed by IgG4 and IgE –ELISA using crude membrane antigen. Samples from individuals diagnosed positively by parasitological and /or immunological methods (n=66) were reevaluated through ELISA(s) using recombinant antigens (NIE and SsIR). Of the individuals studied, 21.2 (106/500) and 78.8% (394/500) were male and female, respectively. Around 42 (210/500) and 58% (290/500) of the individuals had mild/moderate or severe asthma, respectively, with 43.6% (218/500) being diagnosed in childhood. A frequency of enteroparasites was 8.6% (43/500) The most prevalent pathogenic parasite was S. stercoralis, 2.2% (11/500). The sensitivities of ELISA(s) for detection of IgG4 and IgE anti-S. stercoralis, using membrane antigen were 91.7% and 91.2%, respectively, and the specificities were 95.7% and 95.4%, respectively. Sera from individuals positive for S. stercoralis, diagnosed in this study, by finding larvae in feces and/or detection of IgG and IgE anti-S. stercoralis (n=66) were reevaluated through IgG-ELISA, using the recombinant antigens, NIE and SsIR, demonstrating sensitivities and specificities of 91.2, 85.3% and 95.4 and 90.9%, respectively. Immunoblotting confirmed the positivity of 39.4% (26/66) of reevaluated samples, revealing immunoreactivity bands of 30 to 90 KDa. Regarding the use of corticosteroids, 36.2% (181/500) reported having taken one or more cycles of oral corticosteroids for 3 or more days in 1 year and 8.4% (42/500) one or more cycles of injectable corticosteroids in 6 months. Among the 66 individuals who were positive (detection of larvae in feces for anti-S. stercoralis antibodies), 63.6% (42/66) used corticosteroids. The most, 60.6% (40/66) via inhalation, 30 .3% (20/66) via orally and 9.1% (6/66) via injection. The association observed between corticosteroid therapy and strongyloidiasis was not statistically significant (p = 0.768, 0.798, 0.351 and 1.0, respectively). The present study demonstrates that the agreement between the methods used was poor, encouraging new studies to develop an effective and reproducible test for the diagnosis of S. stercoralis infection. Furthermore, the study did not demonstrate a correlation between S. stercoralis infection and the use of glucocorticoids.

2
  • ARIANE FERREIRA DE MELO
  • Efeito sinérgico de derivados de PCA com AgNO3 sobre a produção de piocianina ou como ligantes de PhzS de Pseudomonas aeruginosa


  • Orientador : MARCELO SANTOS CASTILHO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARCELO SANTOS CASTILHO
  • TANIA FRAGA BARROS
  • REGINA LUCIA BALDINI
  • Data: 04/07/2024

  • Mostrar Resumo
  • A resistência bacteriana aos antibióticos é uma ameaça grave à saúde pública global. Com a redução dos investimentos no desenvolvimento de novos antibacterianos clássicos, estratégias focadas na criação de compostos anti-virulência surgem como alternativas promissoras. Nesse contexto, enzimas responsáveis pela biossíntese de piocianina (PYO) — um pigmento fenazínico produzido por 90-95% dos isolados clínicos de Pseudomonas aeruginosa — são alvos potenciais para o desenvolvimento de novos fármacos. Este trabalho visa avaliar se derivados de ácido fenazínico (PCA) se ligam à enzima PhzS e/ou inibem a produção de PYO. Nos ensaios fenotípicos, foi identificado um derivado de PCA (HD09) contendo indol em sua estrutura química, que reduz a produção de piocianina em cerca de 30%, sem afetar o crescimento celular. No entanto, este composto demonstrou estimular a produção de biofilme em P. aeruginosa.  Apesar de não afetarem a produção fenotípica de PYO, derivados de PCA da classe SQXA foram identificados como ligantes de PhzS pelo ensaio de termoestabilidade (TSA), destacando-se o SQXA14, que exibiu afinidade em escala micromolar pela enzima, ligando-se a ela através de um mecanismo de competição com o PCA (substrato de PhzS). Adicionalmente, foi avaliado o efeito deste composto combinado com nitrato de prata. De acordo com o ensaio Checkerboard, existe um efeito sinérgico na inibição da produção de PYO em P. aeruginosa. Portanto, o presente trabalho sugere que derivados de PCA devem ser combinados com outros agentes bactericidas e/ou bacteriostáticos para reduzir significativamente a produção de PYO.


  • Mostrar Abstract
  • Bacterial resistance to antibiotics is a serious threat to global public health. With the reduction in investments aimed at developing new classical antibacterials, strategies focused on creating anti-virulence compounds have emerged as promising alternatives. In this context, enzymes responsible for the biosynthesis of pyocyanin (PYO) — a phenazine pigment produced by 90-95% of clinical isolates of Pseudomonas aeruginosa — are potential targets for the development of new drugs. This study aims to evaluate whether phenazine carboxylic acid (PCA) derivatives bind to the PhzS enzyme and/or inhibit PYO production. In phenotypic assays, a PCA derivative (HD09) containing indole in its chemical structure was identified, which reduces pyocyanin production by approximately 30% without affecting cell growth. However, this compound demonstrated stimulation of biofilm production in P. aeruginosa. Despite not affecting the phenotypic production of PYO, PCA derivatives of the SQXA class were identified as PhzS ligands by the thermostability assay (TSA), with SQXA14 showing micromolar affinity for the enzyme, binding through a competitive mechanism with PCA (PhzS substrate). Additionally, the effect of this compound combined with silver nitrate was evaluated. According to the Checkerboard assay, there is a synergistic effect on the inhibition of PYO production in P. aeruginosa. Therefore, this study suggests that PCA derivatives should be combined with other bactericidal and/or bacteriostatic agents to significantly reduce PYO production.

3
  • TAINÁ SANTOS SOUZA
  • NANOTECNOLOGIA APLICADA AO DECOQUINATO PARA OBTENÇÃO DE NOVAS TERAPIAS ANTIMALÁRICAS 

  • Orientador : HENRIQUE RODRIGUES MARCELINO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HENRIQUE RODRIGUES MARCELINO
  • ARNOBIO ANTONIO DA SILVA JUNIOR
  • SILVIA STANISCUASKI GUTERRES
  • Data: 11/07/2024

  • Mostrar Resumo
  • O Decoquinato (DQ) é um fármaco que tem sido estudado pela sua promissora ação antiplasmodial, contra as fases eritrocitária e hepática do parasita, na busca de um tratamento eficaz para a malaria, nas diferentes etapas de desenvolvimento do Plasmodium. No entanto, o DQ possui alta lipofilicidade, o que impede a sua utilização por humanos. O objetivo deste trabalho foi realizar um apanhado sobre a literatura a cerca do DQ, a validação de uma metodologia analítica para sua quantificação e ensaio de solubilidade em lipídeos, bem como desenvolver sistemas do tipo microemulsão (ME) e/ou nanoemulsão (NE) para a viabilização do seu uso por humanos. Os experimentos de validação foram realizados em HPLC/DAD, usando fase movél em gradiente e uma coluna de fase reversa (C18) como fase estacionária. As soluções-mãe de DQ foram preparadas em metanol. A metodologia desenvolvida foi utilizada para o ensaio de solubilidade em lipídeos, onde quantididades conhecidas de DQ foram adicionadas a diferentes fases oleosas e agitadas através da sonicação, mesmo método, posteriormente, utilizado para desenvolvimento do diagrama pseudoternário e sistemas emulsionados. A partir deste diagrama, baseado nos resultados de ensaio de solubilidade, uma formulação foi reproduzida, denominada ME-BCO, sendo a FO adicionada de fosfatidilcolina para ser caracterizada por microscopia eletrônica de transmissão, espalhamento dinâmico da luz (DLS), índice de polidispersão (PdI) e potencial zeta (PZ). ME-BCO foi observada durante um período de 90 dias, avaliando-se parâmetros macroscópicos e físico-químicos. Como resultados, ficou evidenciada a melhora da solubilidade com a adição do fosfolipídio nas fases oleosas testadas. Em seguida, Observa-se que DQ é quantificável por um método seletivo e preciso, além de que a metodologia analítica desenvolvida apresentou linearidade (r2 = 0,9989), e limites de detecção e de quantificação de 3,33 e 11,09 μg/mL, respectivamente. A repetibilidade obtida indica baixa variabilidade. ME- BCO se manteve estável. Logo, espera-se que um sistema emulsionado obtido pelo diagrama possa solubilizar e contornar a ineficiência terapêutica do DQ como uma nova alternativa terapêutica para a malária. 


  • Mostrar Abstract
  • Decoquinate (DQ) is a drug that has been investigated for its promising antiplasmodial activity against the erythrocytic and hepatic phases of the parasite in the search for an effective treatment for malaria in the various developmental stages of Plasmodium. However, DQ has a high lipophilicity that prevents its use in humans. The aim of this work was to review the literature on DQ, validate an analytical method for its quantification and solubility testing in the lipids and develop microemulsion (ME) and nanoemulsion systems (NE) to enable its use in humans. Validation experiments were performed by HPLC/DAD using a gradient mobile phase and a reversed phase column (C18) as stationary phase. The DQ stock solutions were prepared in methanol. The developed methodology was used for the solubility test in FO, where known amounts of DQ were added to different oil phases and stirred by sonication, the same method that was later used to develop the pseudoternary diagram and emulsified systems. From this diagram, based on the results of the solubility test, a formulation was reproduced, called ME-BCO, with the FO added with phosphatidylcholine to be described by transmission electron microscopy, dynamic light scattering (DLS), polydispersity index ( PdI) and zeta potential (PZ). ME-BCO was observed over a period of 90 days, evaluating macroscopic and physicochemical parameters. As a result, the improvement in solubility with the addition of the phospholipid in the tested oil phases was evident. Next, it is observed that DQ is quantifiable by a selective and precise method, in addition to the fact that the analytical methodology developed showed linearity (r2 = 0.9989), and detection and quantification limits of 3.33 and 11.09 μg /mL, respectively. The repeatability obtained indicates low variability. ME- BCO remained stable. Therefore, it is expected that an emulsified system obtained by the diagram can solubilize and overcome the therapeutic inefficiency of DQ as a new therapeutic alternative for malaria. 

4
  • CARLA GABRIELA BOULHOSSA
  • Associação de diclofenaco sódico e inibidores de síntese de estafiloxantina em Staphylococcus aureus

  • Orientador : MARCELO SANTOS CASTILHO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARCELO SANTOS CASTILHO
  • JOICE NEVES REIS PEDREIRA
  • ELIANE DE OLIVEIRA SILVA
  • Data: 17/07/2024

  • Mostrar Resumo
  • A pressão evolutiva causada pelo uso de antibióticos tem sido um problema quando se fala em desenvolvimento de novos fármacos, principalmente diante do cenário de resistência bacteriana. Estratégia anti-virulência, ou tratamento que visam a virulência sem toxicidade direta ao patógeno, surgem como uma alternativa promissora, já que causam menos pressão evolutiva. Dessa forma, a estafiloxantina (STX), um pigmento carotenoide produzido por Staphylococcus aureus, por ser produzido por mais de 90% dos isolados clínicos dessa bacteria se tornou um alvo promissor no desenvolvimento de fármacos para o tratamento de infecções por S. aureus. Este estudo tem como objetivo avaliar o sinergismo estre inibidores de estafiloxantina e diclofenaco sódico. Para isso, foram realizados ensaios fenotípicos de dose única com 73 moléculas com distintos núcleos. Os resultados experimentais demonstraram 10 moléculas derivadas de furopidina, indazol, quinazolina e fenil- benzotiazol como potenciais inibidores de STX. Dentre esses, o composto mais potente foi o derivado de benzotiazol QHM 782 (IC50 11,67µM). Em avaliação da combinação com diclofenaco sódico resultou em um efeito sinérgico sobre a viabilidade celular (FICI = 5), sendo um resultado promissor para o desenvolvimento de novas terapias em combinação contra S. aureus.



  • Mostrar Abstract
  • The evolutionary pressure caused by the use of antibiotics has been a significant issue in the development of new drugs, especially in the context of bacterial resistance. Anti-virulence strategies, or treatments that target virulence without directly causing toxicity to the pathogen, have emerged as a promising alternative since they exert less evolutionary pressure. Consequently, staphyloxanthin (STX), a carotenoid pigment produced by Staphylococcus aureus, has become a promising target in drug development for treating S. aureus infections, given that it is produced by over 90% of clinical isolates of this bacterium. This study aims to evaluate the synergism between staphyloxanthin inhibitors and diclofenac sodium. To this end, phenotypic single-dose assays were conducted with 73 molecules with distinct scaffolds. The experimental results demonstrated that 10 molecules derived from furocoumarin, indazole, quinazoline, and phenyl-benzothiazole are potential STX inhibitors. Among these, the most potent compound was the benzothiazole derivative QHM 782 (IC50 11.67µM). Evaluating the combination with diclofenac sodium resulted in a synergistic effect on cell viability (FICI = 5), presenting a promising result for developing new combination therapies against S. aureus.


Teses
1
  • CAROLINA DO ROSÁRIO ESTEVES GUIMARÃES
  • AVALIAÇÃO DE MOLÉCULAS COM EFEITO ANTIBIOFILME PARA Candida albicans

  • Orientador : TANIA FRAGA BARROS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA PAULA DE OLIVEIRA MENEZES
  • ANIBAL DE FREITAS SANTOS JUNIOR
  • MARCELO SANTOS CASTILHO
  • TANIA FRAGA BARROS
  • YGOR JESSE RAMOS DOS SANTOS
  • Data: 05/02/2024

  • Mostrar Resumo
  • Biofilmes são comunidades de microrganismos altamente organizadas que apresentam menor suscetibilidade aos antimicrobianos do que as células planctônicas. O seu desenvolvimento compreende um dos principais fatores de virulência de Candida albicans, uma das espécies mais isoladas e estudadas em infecções causadas por Candida sp. Quando associadas a biofilmes, o tratamento dessas infecções torna-se mais complicada devido a necessidade de concentrações de antifúngicos mais elevadas que aquelas requeridas em infecções causadas por células planctônicas. Assim, as escolhas terapêuticas, que são limitadas, exigem novas alternativas, das quais a inibição e erradicação do biofilme parecem estratégias promissoras. Moléculas com atividade antibiofilme têm sido estudadas, mas sem cuidados quanto à utilização de critérios importantes como concentração de inibição da formação do biofilme inferior à concentração antifúngica e concentrações iguais ou inferiores a 300 µM. Nesse sentido, o objetivo do nosso estudo foi avaliar moléculas com efeito antibiofilme para C. albicans, através de uma revisão de moléculas descritas na literatura, do período de 2011-2021, e da análise experimental de dois conjuntos de moléculas, um de tiossemicarbazonas e análogos e o outro de derivados de produtos naturais. Na revisão bibliográfica discutimos 21 artigos, que descreveram 42 moléculas. A maioria das moléculas se mostrou promissora para a inibição da formação de biofilme e com mecanismos de ação que englobavam alterações no processo de adesão, na transição levedura-hifa, no alongamento das hifas, na hidrofobicidade da superfície celular e na produção de componentes sensíveis ao quorum sensing. Esses resultados nortearam a parte experimental do trabalho, bem como a escolha de algumas moléculas testadas. Para o conjunto de tiossemicarbazonas e análogos, inovadoras perante a revisão, a molécula 28 destacou-se pela maior potência na inibição da formação do biofilme em 50% (CIB50 = 31,55 ± 1,18 µM), enquanto, para os derivados de produtos naturais, com grupos químicos semelhantes aos descritos na revisão, a molécula 6, identificada como jatrofona, destacou-se por apresentar maior potência de inibição (CIB50 = 64,36 ± 1,05 µM) e capacidade de erradicar biofilmes (CEB50 = 215,90 ± 1,07 µM). Os estudos de microscopia eletrônica de varredura (MEV) mostraram que ambas as moléculas reduziram o número de células aderidas, hifas e pseudohifas formadas após exposição da CIB50, enquanto a jatrofona diminuiu a formação de hifas de biofilmes pré-formados na presença da CEB50. Assim, conseguimos determinar a família das tiossemicarbazonas e análogos, além da jatrofona, como modelos para futuros estudos que permitirão elucidar mais profundamente o mecanismo de ação dessas moléculas sobre o biofilme e otimizarão sua estrutura para aumentar a potência e seletividade.


  • Mostrar Abstract
  • Biofilms are highly organized communities of microorganisms that are less susceptible to antimicrobials than planktonic cells. Their development comprises one of the main virulence factors of Candida albicans, one of the most isolated and studied species in infections caused by Candida sp. When associated with biofilms, the treatment of these infections becomes more complicated due to the need for higher concentrations of antifungals than those required in infections caused by planktonic cells. Thus, therapeutic choices, which are limited, require new alternatives, of which biofilm inhibition and eradication appear to be promising strategies. Molecules with antibiofilm activity have been studied, but without taking care to use important criteria such as inhibition concentration of biofilm formation lower than the antifungal concentration and concentrations equal to or lower than 300 µM. In this sense, the aim of our study was to evaluate molecules with an antibiofilm effect on C. albicans, through a review of molecules described in the literature from 2011-2021 and the experimental analysis of two sets of molecules, one of thiosemicarbazones and analogues and the other of derivatives of natural products. In the literature review we discussed 21 articles, which described 42 molecules. Most of the molecules showed promise for inhibiting biofilm formation and had mechanisms of action that included changes in the adhesion process, yeast-hyphae transition, hyphae elongation, cell surface hydrophobicity and the production of quorum sensing components. These results guided the experimental part of the work, as well as the choice of some of the molecules tested. For the set of thiosemicarbazones and analogues innovated in the review, molecule 28 stood out for its greater potency in inhibiting biofilm formation by 50% (BIC50 = 31.55 ± 1.18 µM). For derivatives of natural products with chemical groups similar to those described in the review, molecule 6, identified as jatrophone, stood out for its greater inhibition power (BIC50 = 64.36 ± 1.05 µM) and ability to eradicate biofilms (BEC50 = 215.90 ± 1.07 µM). Scanning electron microscopy (SEM) studies showed that both molecules reduced the number of adhered cells, hyphae and pseudohyphae formed after exposure to BIC50, while jatrophone reduced the formation of hyphae in preformed biofilm in the presence of BEC50. Thus, we were able to determine the family of thiosemicarbazones and analogues, as well as jatrophone, as models for future studies that will allow us to further elucidate the mechanism of action of these molecules on the biofilm and optimise their structure to increase potency and selectivity.

2
  • LUÍZA CAROLINA FRANÇA OPRETZKA
  • Investigação do potencial terapêutico e análise patentária de linhagens de células-tronco mesenquimais e suas vesículas extracelulares para a dor neuropática

  • Orientador : CRISTIANE FLORA VILLARREAL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARLOS AMILCAR PARADA
  • CRISTIANE FLORA VILLARREAL
  • LUIZ FERNANDO FERRARI
  • SIMONE GARCIA MACAMBIRA
  • VICTOR DIOGENES AMARAL DA SILVA
  • Data: 29/02/2024

  • Mostrar Resumo
  • INTRODUÇÃO: A dor neuropática é uma síndrome de dor crônica que afeta uma significativa parcela da população e tem efeitos devastadores na qualidade de vida e atividade laboral dos pacientes. Apesar de existirem opções terapêuticas, grande parte dos pacientes se beneficia pouco ou não responde ao tratamento. Nesse sentido, o uso de terapias regenerativas com células-tronco mesenquimais e seus derivados pode vir a suprir essa lacuna terapêutica.  OBJETIVOS: Este trabalho teve como objetivo avaliar o potencial terapêutico de uma linhagem de célula-tronco mesenquimal humana (MSC),  uma linhagem derivada de MSC superexpressando o fator inibidor de leucemia (MSC-LIF), e suas vesículas extracelulares (VE-MSC e VE-LIF) na dor neuropática experimental, explorar os mecanismos associados aos efeitos antinociceptivos de MSC e VE-MSC, e realizar uma análise das patentes publicadas protegendo derivados de células-tronco. MÉTODOS: MSC obtidas de um biobanco foram modificadas geneticamente para superexpressar LIF e caracterizadas por citometria de fluxo e ensaios de diferenciação celular in vitro. As vesículas extracelulares foram isoladas por ultracentrifugação e caracterizadas por microscopia eletrônica de transmissão, análise de rastreamento de nanopartículas e Dotblot. As citocinas liberadas por macrófagos estimulados in vitro e tratados com MSC, VE-MSC, MSC-LIF ou VE-LIF foram quantificadas por ELISA. Utilizando-se do modelo de dor neuropática induzida por ligadura parcial do nervo ciático em camundongos C57Bl/6, o efeito antinociceptivo de todos os tratamentos foi avaliado pelos testes de Hargreaves e filamentos de von Frey. A função da marcha foi avaliada em esteira ergométrica. Camundongos knockout para interleucina-10 (IL-10 KO) e ensaios de antagonismo farmacológico com um antagonista seletivo de CXCR2 (SB225002; 1 mg/kg, i.p.) foram utilizados para investigar os mecanismos de ação das MSC e VE-MSC. Secções de medula espinal (L4-L5) e soro dos animais foram coletados para análise de citocinas e quimiocina por ELISA. Adicionalmente, a prospecção patentária sobre produtos de terapia cell-free derivados de MSC foi realizada usando o DWPI como base de dados. RESULTADOS: Os macrófagos tratados com MSC, VE-MSC, MSC-LIF ou VE-LIF apresentaram níveis de TNF-α reduzidos, enquanto a produção de IL-10 foi elevada, indicando a possível aplicação na neuropatia sensorial. Uma única injeção de MSC (1x106), VE-MSC (7,45x109 ± 2,25 x108 partículas/mL), MSC-LIF (1x106) e VE-LIF (2,47 x109 ± 7,13 x107 partículas/mL) proporcionou o alívio completo e duradouro da hipernocicepção térmica e a melhora de parâmetros funcionais de marcha. O tratamento com MSC e VE-MSC também aliviou completamente a hipernocicepção mecânica associada à neuropatia, por outro lado o tratamento com MSC-LIF e VE-LIF reduziu transitória e parcialmente os comportamentos nociceptivos mecânicos de camundongos neuropáticos. A participação de IL-10 no efeito terapêutico das MSC e das VE-MSC foi demonstrado levando em consideração que em camundongos IL-10 KO o efeito antinociceptivo foi apenas parcial em comparação com animais selvagens. Adicionalmente, os níveis de IL-10 estavam elevados na medula dos animais 14 dias após o tratamento com MSC e VE-MSC, mas não ao final do período experimental. Ainda, o tratamento agudo com SB225002, reverteu parcialmente o efeito antinociceptivo térmico das MSC e VE-MSC, enquanto a antinocicepção mecânica foi completamente revertida por esse antagonista. Entretanto, os níveis séricos de CXCL1, ligante de CXCR2, não apresentaram diferença entre os grupos experimentais 14 dias após o tratamento com MSC ou VE-MSC e estavam elevados apenas em animais neuropáticos ao final do tratamento. Em relação à busca de patentes, foram encontradas 150 famílias de  patentes protegendo derivados de células-tronco  mesenquimais, sendo a maior parte destas dedicada à proteção de vesículas extracelulares e exossomos. Houve um aumento exponencial destas patentes a partir de 2015. A China foi o país com o maior número de patentes aprovadas, seguida pelos Estados Unidos. CONCLUSÃO: O perfil de efeito das células-tronco e vesículas extracelulares foi bastante similar, evidenciando que vesículas extracelulares são capazes de mediar o efeito das células-tronco mesenquimais, mesmo as oriundas de células geneticamente modificadas. Ainda, a melhora tanto de parâmetros nociceptivos, como funcionais, pelo tratamento com MSC e a VE-MSC reforça a proposta de aplicação futura destas terapias para o tratamento da dor neuropática. Apesar da modificação genética de MSC via superexpressão de LIF ter sido deletéria para o efeito antinociceptivo de MSC, este trabalho avançou na compreensão do mecanismo de ação das MSC na dor neuropática, que parece envolver o aumento da produção da citocina anti-inflamatória IL-10 e ser mantida pela ativação de receptores CXCR2. Por fim, a análise de patentes também indicou um interesse crescente na pesquisa e desenvolvimento de produtos de terapia cell-free. Desta forma, este trabalho corrobora o potencial da terapia livre de células com vesículas extracelulares de MSC e sua aplicação na dor neuropática.


  • Mostrar Abstract
  • INTRODUCTION: Neuropathic pain is a chronic pain syndrome that affects a significant proportion of the population and has devastating effects on patients' quality of life and work activity. Although there are therapeutic options, most patients benefit little or do not respond to treatment. Therefore, regenerative therapies with mesenchymal stem cells and their derivatives may help to fill this therapeutic gap.  OBJECTIVES: This study aimed to evaluate the therapeutic potential of a human mesenchymal stem cell line (MSC), an MSC-derived line overexpressing the leukemia inhibitory factor (MSC-LIF) and their extracellular vesicles ( VE-MSC and VE-LIF) in a model of neuropathic pain. It also aimed to explore the mechanisms underlying MSC’s and VE-MSC’s antinociceptive effects. Additionally, we aimed to perform a patent mapping focusing on MSC’s derivatives. METHODS: MSCs obtained from a biobank were genetically modified to overexpress LIF and characterized by flow cytometry and in vitro cell differentiation assays. The extracellular vesicles were isolated by ultracentrifugation and characterized by transmission electron microscopy, nanoparticle tracking analysis, and Dotblot. Cytokines released by macrophages stimulated in vitro and treated with MSC, EV-MSC, MSC-LIF, or EV-LIF were quantified by ELISA. Using the model of neuropathic pain induced by partial ligation of the sciatic nerve in C57Bl/6 mice, the antinociceptive effect of all treatments was evaluated by Hargreaves and von Frey filaments tests. Gait function was assessed on a treadmill. Knockout mice for interleukin-10 (IL-10 KO) and pharmacological antagonism assays with a selective CXCR2 antagonist (SB225002; 1 mg/kg, i.p.) were used to investigate the mechanisms of action of MSC and EV-MSC. Sections of spinal cord (L4-L5) and serum from mice were collected for cytokine and chemokine analysis by ELISA. Additionally, DWPI data base was used to retrieved the patentes. RESULTS:  Macrophages treated with MSC, EV-MSC, MSC-LIF, or EV-LIF showed reduced levels of TNFα, while IL-10 production was increased, indicating the possible application in sensory neuropathy. A single injection of MSC (1x106), EV-MSC (7.45x109 ± 2.25 x108 particles/mL), MSC-LIF (1x106) and EV-LIF (2.47 x109 ± 7.13 x107 particles/mL) provided complete and long-lasting relief of thermal hypernociception and improvement of gait functional parameters. Treatment with MSC and VE-MSC also completely relieved the mechanical hypernociception associated with neuropathy. Conversely, treatment with MSC-LIF and EV-LIF transiently and partially reduced the mechanical nociceptive behaviors of neuropathic mice. The participation of IL-10 in the therapeutical effect of MSC and EV-MSC was demonstrated since their antinociceptive effect was only partial in IL-10 KO mice compared to wild animals. In addition, IL-10 levels were elevated in the spinal cords of mice 14 days after treatment with MSC and EV-MSC but not at the end of the experimental period. In addition, acute treatment with SB225002 partially reversed the thermal antinociceptive effect of MSC and EV-MSC, while this antagonist completely reversed mechanical antinociception. However, serum levels of CXCL1, a CXCR2 ligand, did not differ between the experimental groups 14 days after treatment with MSC or EV-MSC and were elevated only in neuropathic animals at the end of treatment.  Regarding the patent search, 150 families of patents protecting mesenchymal stem cell’s derivatives were found, most of which were dedicated to the protection of extracellular vesicles and exosomes. There was an exponential increase in these patents from 2015 onwards. China was the country with the highest number of approved patents, followed by the United States. CONCLUSION:  The effect profile of stem cells and extracellular vesicles was quite similar, showing that extracellular vesicles can mediate the effect of mesenchymal stem cells, even those from genetically modified cells. In addition, the improvement of both nociceptive and functional parameters by treatment with MSC and EV-MSC reinforces the proposal for future application of these therapies for the treatment of neuropathic pain. Although the genetic modification of MSC via overexpression of LIF has been deleterious to the antinociceptive effect of MSC, this work has advanced the understanding of MSC’s mechanism of action in neuropathic pain, which seems to involve increased production of the anti-inflammatory cytokine IL-10 and to be maintained by the activation of CXCR2 receptors. Finally, patent analysis also indicated a growing interest of research and development of cell-free therapy products. Thus, this work corroborates the potential of cell-free therapy with MSC extracellular vesicles and its application in neuropathic pain.

3
  • LARISSA SANTANA DE JESUS
  • PLASMA RICO EM PLAQUETAS PARA O TRATAMENTO DA DOR NEUROPÁTICA: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

  • Orientador : CRISTIANE FLORA VILLARREAL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CRISTIANE FLORA VILLARREAL
  • FRANCINE JOHANSSON AZEREDO
  • NEILA DE PAULA PEREIRA
  • MARIANA NOUGALLI ROSELINO
  • PAULO JOSE LIMA JUIZ
  • Data: 23/05/2024

  • Mostrar Resumo
  • A dor neuropática representa um desafio significativo para a saúde pública atual. Os tratamentos tradicionais envolvem principalmente medicamentos, mas essas abordagens frequentemente levam a resultados insatisfatórios, destacando a necessidade de explorar terapias alternativas. Entre estas, o plasma rico em plaquetas (PRP), um derivado autólogo do plasma enriquecido com plaquetas, vem sendo considerado muito promissor. Este artigo tem como objetivo revisar sistematicamente a literatura e fornecer uma avaliação atualizada da eficácia e segurança do tratamento com PRP no contexto das síndromes de dor neuropática. Seguindo as diretrizes do Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses (PRISMA), os estudos foram buscados nas bases de dados Web of Science, Embase, PubMed, Scopus e Cochrane Library. A elegibilidade dos estudos foi determinada com base nos critérios de população, intervenção, comparação, resultado e desenho do estudo. O risco de viés foi avaliado utilizando a ferramenta Cochrane Risk of Bias 2 (RoB2). Entre 1230 estudos identificados, 12 ensaios randomizados que atendiam aos critérios de elegibilidade foram incluídos. Dos estudos clínicos incluídos, 4 foram conduzidos com duplo cegamento, 6 com cegamento simples e 2 sem cegamento. O número total de participantes randomizados foi de 779, em sua maioria do sexo feminino, com média de idade de 50 anos. Cerca de 66% dos estudos investigaram o uso de PRP na condição dolorosa da síndrome do túnel do carpo. Todos os estudos utilizaram a escala visual analógica (VAS) para avaliar a intensidade da dor ao longo de períodos variáveis, entre 1 semana a 1 ano. O tratamento com PRP mostrou reduções significativas na escala de dor na maioria dos estudos, destacando-se em relação a outros tratamentos conservadores. Efeitos positivos do PRP foram observados em parâmetros associados à síndrome do túnel do carpo, como BCTQs, BCTQf, LPS, VCNS e AST do nervo mediano. Portanto, a maioria dos estudos indica que o PRP é eficaz no alívio da dor neuropática, sem relatos de complicações graves ou efeitos adversos significativos associados ao tratamento. Embora promissor em eficácia e segurança, conclusões definitivas aguardam novos estudos, dada a heterogeneidade metodológica e inconsistência encontrada.


  • Mostrar Abstract
  • Neuropathic pain represents a significant challenge for current public health. Traditional treatments mainly involve medications, but these approaches often lead to unsatisfactory outcomes, highlighting the need to explore alternative therapies. Among the investigated therapeutic approaches, platelet-rich plasma (PRP), an autologous derivative of plasma enriched with platelets, has been considered highly promising. This article aims to systematically review the literature and provide an updated assessment of the efficacy and safety of PRP treatment in the context of neuropathic pain syndromes. Following the Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses (PRISMA) guidelines, studies were searched in the Web of Science, Embase, PubMed, Scopus, and Cochrane Library databases. Study eligibility was determined based on population, intervention, comparison, outcome, and study design criteria. Bias risk was assessed using the Cochrane Risk of Bias 2 (RoB2) tool. Among 1230 identified studies, 12 randomized trials meeting eligibility criteria were included. Of the included clinical studies, 4 were conducted with double-blinding, 6 with single-blinding, and 2 without blinding. The total number of randomized participants was 779, predominantly female, with a mean age of 50 years. Approximately 66% of studies investigated the use of PRP in the painful condition of carpal tunnel syndrome. All studies utilized the VAS scale to assess pain intensity over variable periods, ranging from 1 week to 1 year. PRP treatment showed significant reductions in pain scale in most studies, outperforming other conservative treatments. Positive effects of PRP were observed in parameters associated with carpal tunnel syndrome, such as BCTQs, BCTQf, LPS, VCNS, and AST of the median nerve. Therefore, most studies indicate that PRP is effective in relieving neuropathic pain, with no reports of serious complications or significant adverse effects associated with treatment. Although promising in efficacy and safety, definitive conclusions await further studies, given the methodological heterogeneity and inconsistency found.

4
  • RAFAEL LEONNE CRUZ DE JESUS
  • FORMULAÇÃO MICROEMULSIONADA CONTENDO MENTOL: UMA TERAPIA TÓPICA INOVADORA PARA DISFUNÇÃO ERÉTIL

  • Orientador : DARIZY FLAVIA SILVA AMORIM DE VASCONCELOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • BRUNA APARECIDA SOUZA MACHADO
  • CRISTIANE FLORA VILLARREAL
  • DARIZY FLAVIA SILVA AMORIM DE VASCONCELOS
  • LUCIANA LYRA CASAIS E SILVA
  • SILVIA STANISCUASKI GUTERRES
  • Data: 31/05/2024

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: Atualmente, a disfunção erétil é associada a doenças cardiovasculares, e alguns
    pacientes hipertensos não respondem bem à terapia convencional. A ativação do TRPM8
    demonstrou relaxamento da artéria pudenda interna em ratos, sugerindo um potencial
    tratamento para a disfunção erétil relacionada à hipertensão. O mentol, um agonista do TRPM8,
    apresenta desafios de uso devido à sua solubilidade e volatilidade. O estudo buscou desenvolver
    e avaliar a eficácia de uma microemulsão contendo mentol para tratamento tópico da disfunção
    erétil em pacientes hipertensos, com foco nos tecidos eréteis.
    Metodos: Primeiramente, um diagrama pseudo-ternário foi criado para selecionar uma mistura
    específica de óleo, surfactante, co-surfactante e água. Essa mistura foi enriquecida com mentol
    e estudada detalhadamente. A microemulsão resultante foi modificada com a adição de goma
    xantana e sua influência foi investigada junto com o mentol. Análises por TEM, espalhamento
    dinâmico de luz e SAXS revelaram gotículas de diâmetro médio inferior e ensaios de
    estabilidade foram realizadas para avaliação da vida de prateleira do sistema microemulsionado
    durante 90 dias. Estudos em ratos SHR e Wistar de 10 semanas mostraram aplicação tópica
    diária de microemulsão contendo mentol por 21 dias na região peniana, com resultados
    analisados em tecidos do corpo cavernoso (CC), artéria pudenda (IPA) e artéria mesentérica
    superior (MES).
    Resultados: O diagrama pseudo-ternário foi usado para selecionar uma mistura de óleo,
    surfactante, co-surfactante e água. Essa mistura foi enriquecida com mentol e estudada
    detalhadamente. A microemulsão resultante foi modificada com a adição de XG. Análises por
    microscopia eletrônica de transmissão (TEM) mostraram gotículas com diâmetro médio
    inferior a 120 nm, confirmado por espalhamento dinâmico de luz e espalhamento de raios-X de
    pequeno ângulo (SAXS). A conformação da mistura foi de gotículas, conforme observado por
    SAXS e TEM. O tratamento tópico com mentol em ratos SHR com DE reduziu
    significativamente a pressão arterial, mas não afetou o desenvolvimento corporal. Diminuiu a
    responsividade a vasoconstritores no corpo cavernoso e aumentou a resposta a vasodilatadores.
    Também alterou a responsividade da artéria pudenda interna, mas não afetou a reatividade de
    artérias mais profundas, como a artéria mesentérica superior.
    Conclusão: Nossos dados indicam que a microemulsão tem potencial no tratamento da
    disfunção erétil associada à hipertensão. O tratamento tópico com mentol reduziu a pressão
    arterial e melhorou a responsividade das artérias, além de aumentar a eficácia do sildenafil.
    Estamos desenvolvendo uma terapia inovadora à base de mentol com grande promessa para
    intervenções futuras.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Currently, erectile dysfunction is associated with cardiovascular diseases, and
    some hypertensive patients do not respond well to conventional therapy. Activation of TRPM8
    has shown relaxation of the internal pudendal artery in rats, suggesting a potential treatment for
    hypertension-related erectile dysfunction. Menthol, a TRPM8 agonist, poses challenges in use
    due to its solubility and volatility. This study aimed to develop and evaluate the efficacy of a
    menthol-containing microemulsion for topical treatment of erectile dysfunction in hypertensive
    patients, focusing on erectile tissues.
    Methods: Firstly, a pseudo-ternary diagram was created to select a specific mixture of oil,
    surfactant, co-surfactant, and water. This mixture was enriched with menthol and thoroughly
    studied. The resulting microemulsion was modified with the addition of xanthan gum, and its
    influence was investigated alongside menthol. Transmission electron microscopy (TEM),
    dynamic light scattering, and small-angle X-ray scattering (SAXS) analyses revealed droplets
    with a smaller average diameter. Stability assays were conducted to assess the shelf life of the
    microemulsion system for 90 days. Studies on 10-week-old SHR and Wistar rats involved daily
    topical application of menthol-containing microemulsion for 21 days on the penile region, with
    results analyzed in tissues from the corpus cavernosum (CC), internal pudendal artery (IPA),
    and superior mesenteric artery (SMA).

    Results: The pseudo-ternary diagram was used to select a mixture of oil, surfactant, co-
    surfactant, and water. This mixture was enriched with menthol and thoroughly studied. The

    resulting microemulsion was modified with the addition of XG. Transmission electron
    microscopy (TEM) analyses showed droplets with an average diameter smaller than 120 nm,
    confirmed by dynamic light scattering and small-angle X-ray scattering (SAXS). The mixture
    conformation was droplet-like, as observed by SAXS and TEM. Topical treatment with
    menthol in SHR rats with ED significantly reduced blood pressure but did not affect body
    development. It decreased responsiveness to vasoconstrictors in the corpus cavernosum and
    increased response to vasodilators. It also altered responsiveness of the internal pudendal artery
    but did not affect deeper arteries like the superior mesenteric artery.
    Conclusion: Our data suggest that the microemulsion holds potential in treating erectile
    dysfunction associated with hypertension. Topical menthol treatment reduced blood pressure
    and improved artery responsiveness, as well as enhancing sildenafil effectiveness. We are
    developing an innovative menthol-based therapy with promising prospects for future
    interventions.

2023
Dissertações
1
  • Izamir Resende Junior Borges Miguel
  • USO DE MATÉRIA PRIMA SUSTENTÁVEL NA OBTENÇÃO DE BIOMATERIAIS: CORAIS DENDROFILÍDEOS (ANTHOZOA: SCLERACTINIA: DENDROPHYLLIDAE) COMO FONTE DE FOSFATO DE CÁLCIO

  • Orientador : RENATA BIEGELMEYER DA SILVA RAMBO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADEMIR EVANGELISTA DO VALE
  • ELIANA CRISTINA DA SILVA RIGO
  • RENATA BIEGELMEYER DA SILVA RAMBO
  • Data: 25/01/2023

  • Mostrar Resumo
  • Neste estudo, foi desenvolvido método de conversão química de esqueletos de aragonita de corais escleractíneos (conhecidos como ‘coral-sol’), organismos não-nativos introduzidos no litoral brasileiro e registrados para a Baía de Todos-os-Santos (BTS), para o desenvolvimento de substitutos de enxerto ósseos, biomateriais, tendo por etapa inicial a conversão de carbonato de cálcio em fosfato de cálcio. Corais escleractíneos são invertebrados marinhos bioconstrutores que, ao longo da vida, vão secretando uma matriz calcárea na forma de um exoesqueleto poroso – parte inorgânica (aragonita) e orgânica (tecidos) definem a arquitetura destes organismos. A partir do carbonato coralíneo, foram obtidas microestruturas porosas de arquitetura complexa, e de interesse biomédico, por meio de reações químicas sob temperatura controlada e agitação constante. Tanto a matéria-prima quanto os biomateriais resultantes tiveram suas características morfo-físico-químicas avaliadas por série de análises qualitativas, incluindo: (1) análise de difração de raios-X (DRX), (2) espectroscopia no infravermelho por transformada de Fourier (FTIR), (3) microscopia eletrônica de varredura (MEV) e (4) análise dispersiva de elétrons (EDS). Com base nos critérios de avaliação adotados, e nas características das biocerâmicas importadas atualmente disponíveis, observase que o biomaterial produzido nesta pesquisa, além de biomimético e bifásico, possui condições para atender aos pré-requisitos de biocompatibilidade, osteocondução e bioreabsorção esperados em casos de regeneração óssea. Adicionalmente, em função da microestrutura peculiar do produto, observa-se potencial aplicação como carreador de fármacos. Assim, o presente trabalho oferece desenvolvimento de scaffolds nacionais, em processo de patenteamento, com grande expectativa de atender às demandas do Sistema Único de Saúde (SUS).


  • Mostrar Abstract
  • In this study, a method was developed for the chemical conversion of aragonite skeletons from scleractinian corals (known as 'sol-coral'), non-native organisms introduced to the Brazilian coast and recorded for the Baía de Todos-os-Santos (BTS), to the development of applicable biomaterials such as bone grafts, having as an initial step the conversion of calcium carbonate into calcium phosphate. Scleractinian corals are bioconstructive organisms, which throughout life secrete a calcareous matrix in the form of a porous exoskeleton – indeed, inorganic (aragonite) and organic (tissues) parts define the architecture of these organisms. From coral carbonate, porous microstructures of complex architecture, and of biomedical interest, were obtained through chemical reactions under controlled temperature and constant agitation. Both, the raw material and the resulting biomaterials had their morpho-physicalchemical characteristics evaluated by a series of qualitative analyses, including: (1) X-ray powder diffraction (XRD) analysis, (2) transformed infrared spectroscopy (FTIR), (3) scanning electron microscopy (SEM), and (4) electron dispersive analysis (EDS). Based on the evaluation criteria adopted, and on the characteristics of imported bioceramics currently available, it is observed that the biomaterial produced in this research, in addition to being biomimetic and biphasic, has conditions to attend the prerequisites of compatible biocompatibility, osteoconduction and bioresorption expected in cases of bone regeneration. Additionally, due to the product's peculiar microstructure, potential application as a drug carrier is observed. Thus, the present work offers the development of national scaffolds, in the process of patenting, with great expectation of meeting the demands of the Unified Health System (SUS).

2
  • Daniela da Silva Nascimento
  • ASSOCIAÇÃO DE CEFTAZIDIMA/AVIBACTAM E AZTREONAM CONTRA BACTÉRIAS PRODUTORAS DE METALO-β-LACTAMASE: AVALIAÇÃO DE TRÊS MÉTODOS DE SINERGIA IN VITRO

  • Orientador : JOICE NEVES REIS PEDREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CYNARA GOMES BARBOSA
  • JOICE NEVES REIS PEDREIRA
  • MARCELO PILONETTO
  • Data: 02/03/2023

  • Mostrar Resumo
  • A resistência em bactérias Gram-negativas é uma preocupação global de saúde devido à falta de alternativas terapêuticas viáveis. Ceftazidima/avibactam (CAZ/AVI) é uma combinação de uma cefalosporina de terceira geração com um inibidor de β-lactamase que tem atividade in vitro contra enzimas do tipo serina, como β-lactamase de espectro estendido (ESBL) e Klebsiella pneumoniae carbapenemase (KPC) de classe A, bem como cefalosporinases de classe C e OXA-48 da classe D, mas é ineficaz contra bactérias produtoras de metalo-β-lactamases de classe B (MβL). Aztreonam (ATM) é um monobactam que permanece estável contra MβL, mas é inativado por ESBL, KPC e outras cefalosporinases frequentemente encontradas em bactérias produtoras de MβL. A terapia combinada de CAZ/AVI e ATM demonstrou ser útil contra esses microrganismos. No entanto, testes comerciais padronizados de suscetibilidade para essa combinação não estão disponíveis. Assim, testar no laboratório o potencial sinérgico dessa combinação in vitro pode guiar a escolha de uma terapia adequada. Esse estudo tem como objetivo comparar o desempenho de três métodos como preditores da atividade sinérgica entre CAZ/AVI e ATM, afim de encontrar um método que seja de baixo custo e fácil execução em um laboratório de microbiologia clínica. Para isso foram avaliadas um total de 36 bactérias produtoras de MβL, sendo que o teste de sinergia foi realizado com 30 isolados que apresentaram resistência CAZ/AVI e ATM. Sete isolados foram selecionados para o ensaio de tempo de morte (TKA). Genes de resistência a β-lactâmicos foram detectados por meio da técnica de PCR convencional. A pesquisa das variantes de NDM foi feita através do sequenciamento de Sanger. Para determinar a sinergia entre as drogas foram utilizados os métodos de disco-aproximação (DA) e sobreposição de fitas de gradiente de difusão e TKA, padrão ouro para testes de sinergia. A concentração inibitória mínima (CIM) foi realizada por microdiluição em caldo (MIC). A concordância (índice Kappa) foi calculada como uma razão de respostas concordantes entre os métodos avaliados e o TKA. As trinta e seis amostras testadas carreavam blaNDM, sendo que 8 (22%) apresentaram duas metalo β-lactamases (blaNDM e blaVIM). Foram detectados trinta e quatro isolados (94,4%) com coprodução de metalo e serina β-lactamase, sendo 10 (27,7%) coprodutoras de blaKPC. A variante NDM-1 foi detectada em 31 (86,1%) amostras. Trinta e cinco amostras (97,2%) foram consideradas multidroga resistente. As metodologias de DA e sobreposição de fitas de gradiente de difusão demonstraram concordância muito boa (100%, κ = 1,0, p<0,05). Comparadas ao TKA, as metodologias testadas apresentaram sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo e valor preditivo negativo de 100%. Vinte e nove (96,7%) amostras apresentaram resultado sinérgico da associação ATM mais CAZ/AVI, de forma que a adição do avibactam conseguiu restaurar a sensibilidade ao aztreonam, reduzindo MICs superiores a 256 µg/mL para MICs inferiores a 1 µg/mL. Assim, com esse trabalho foi possível padronizar duas metodologias possíveis de serem utilizadas no dia a dia do laboratório de microbiologia clínica para predizer in vitro a sinergia da associação de ATM mais CAZ/AVI em isolados produtores de metalo-β-lactamase


  • Mostrar Abstract
  • Resistance in Gram-negative bacteria is a global health concern due to the lack of viable therapeutic alternatives. Ceftazidime-avibactam (CAZ/AVI) is a combination of a third-generation cephalosporin and a β-lactamase inhibitor that has in vitro activity against serine-type enzymes such as extended spectrum β-lactamase (ESBL) and Klebsiella pneumoniae carbapenemase (KPC) class A, as well as class C cephalosporinases and class D OXA-48, but is ineffective against class B metallo-β-lactamases (MβL) producers. Aztreonam (ATM) is a monobactam that stands against MβL but is inactivated by ESBL, KPC and other cephalosporinases often found in stable preparations produced from MβL. The combined therapy of CAZ/AVI and ATM has been shown to be useful against these microorganisms. However, standardized commercial susceptibility tests for this combination are not available. Thus, testing in the laboratory the synergistic potential of the combination in vitro can guide the choice of an appropriate therapy. This study aims to compare the performance of three methods as predictors of synergistic activity between CAZ/AVI and ATM, in order to find a method that is low cost and easy to perform in a clinical microbiology laboratory. For this, a total of 36 MβL-producing bacteria were evaluated and the synergy test was performed with 30 isolates that showed CAZ/AVI and ATM resistance. Seven isolates were selected for the time-kill assay (TKA). β-lactam resistance genes were detected using the conventional PCR technique. The search for NDM variants was performed using Sanger sequencing. To determine the synergy between the drugs, disk-approximation (DA), overlapping diffusion gradient strips and TKA methods were used, the gold standard for synergy tests. The minimum inhibitory concentration (MIC) was performed by broth microdilution (MIC). Agreement (Kappa index) was calculated as a ratio of concordant responses between the evaluated methods and the TKA. The thirty-six samples tested carried blaNDM, and 8 (22%) had two metallo β-lactamases (blaNDM and blaVIM). Thirty-four isolates (94.4%) were detected as coproducers of metallo and serine β-lactamase, with 10 (27.7%) coproducers of blaKPC. The NDM-1 variant was detected in 31 (86.1%) samples. Thirty-five samples (97.2%) were considered multidrug resistant. The DA and diffusion gradient tape overlay methodologies agree very well (100%, κ = 1.0, p<0.05). Compared to TKA, the tested methodologies demonstrated sensitivity, specificity, positive predictive value, and negative predictive value of 100%. Twenty-nine (96.7%) showed a synergistic result of the ATM plus CAZ/AVI association so that the addition of avibactam was able to restore sensitivity to aztreonam, meeting MICs greater than 256 ug/mL for MICs less than 1 ug/mL. Thus, with this work it was possible to standardize two possible methodologies to be used in the daily routine of the clinical microbiology laboratory to predict in vitro the synergy of the association of ATM plus CAZ/AVI in isolates of K. pneumoniae producing metallo-β-lactamase

3
  • GLEISEQUELLE OLIVEIRA DOS SANTOS SOUZA
  •  LESÕES PRÉ-MALIGNAS E MALIGNAS DO COLO UTERINO: DIAGNÓSTICO, SEGUIMENTO E TRATAMENTO DE ACORDO COM AS NORMAS DO MINISTÉRIO DA SAÚDE

  • Orientador : JUNIA RAQUEL DUTRA FERREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CLÁUDIA MARTINS CARNEIRO
  • PEDRO COSTA CAMPOS FILHO
  • JUNIA RAQUEL DUTRA FERREIRA
  • Data: 10/04/2023

  • Mostrar Resumo
  • SOUZA, G.O.S. Lesões pré-malignas e malignas do colo uterino: diagnóstico, seguimento e tratamento de acordo com as normas do Ministério da Saúde. 2023. Dissertação (Mestre em Investigação Laboratorial de Doenças e Agravos à Saúde) – Faculdade de Farmácia – Universidade Federal da Bahia – BA, 2023.

    Objetivo: avaliar o encaminhamento, diagnóstico, seguimento e tratamento das mulheres com resultados de exames citopatológicos alterados para um serviço de atenção secundária conforme as normas e recomendações do Ministério da Saúde (MS), no município de Salvador, Bahia. Metodologia: Trata-se de um estudo retrospectivo descritivo, desenvolvido no Hospital Estadual da Mulher, Salvador, Bahia, onde ocorreu a coleta dos dados em prontuários eletrônicos, no período de janeiro de 2017 a janeiro de 2020. As variáveis como resultados dos exames citopatológicos alterados (lesões escamosas pré-malignas e malignas), colposcópicos, histopatológicos e as condutas clínicas bem como os métodos de tratamentos aplicados foram coletados. Para as análises estatísticas, foi utilizado o programa SSPS versão 20.0. Resultados: 908 mulheres foram encaminhadas a UMC, 812 (89,4%) se enquadraram na faixa etária da população-alvo. A maioria das mulheres foi classificada como lesões mais graves (ASC-H/HSIL/CEC), enquanto 21,7% foram classificadas em lesões menos graves (ASC-US/LSIL). Das mulheres encaminhadas, 87,3% realizaram colposcopia e pertenciam ao grupo das lesões mais graves. NIC II/III foi o diagnóstico histopatológico mais observado no estudo. O seguimento citológico de repetição foi mais observado no grupo das lesões menos graves, enquanto o LEEP foi o procedimento mais utilizado no tratamento das lesões mais graves. Das pacientes submetidas ao método excisional, a maioria (71,6%) realizou LEEP e 132 (28,4%) realizaram CKC. As pacientes submetidas a CKC eram significativamente mais jovens (p=0,019). Foram observadas associações quanto à avaliação da margem (p<0,001), envolvimento glandular (p<0,001). Quanto à presença de lesão residual, os parâmetros como idade ≥35 anos (p=0,028) e status da margem (p<0,001) apresentaram associação na persistência da lesão. Conclusão: Apesar da maioria dos encaminhamentos se enquadrar nas recomendações do MS, existe uma frequência significativa de encaminhamentos inadequados e desnecessários para unidade secundária de saúde para realização de colposcopia e biópsia. Em relação à lesão residual, a idade ≥35 anos e o status da margem positiva podem estar associados a persistência das NIC II/III.


  • Mostrar Abstract
  • Objective: To evaluate the referral, diagnosis, follow-up and treatment of patients with abnormal cervical cytology to a Medium-Complexity Unit (MCU) following the guidelines recommended by the Brazilian Ministry of Health. Methods: This is a retrospective descriptive study, based on abnormal cervical cytology of users of the Unified Health System, city of Salvador, Bahia, from January 2017 to January 2020. Methods: This is a retrospective descriptive study, developed at the Women's Hospital, Salvador, Bahia, where data were collected from electronic medical records, from January 2017 to January 2020. The variables as: abnormal cervical cytology results (pre-malignant and malignant squamous lesions), colposcopic, histopathological and clinical follow-up as well as applied treatment methods were collected. Data analysis was performed with IBM SPSS 20. Results: 908 patients were referred to the MCU. Of the total, 812 (89,4%) were in the age according to the guidelines of cervical cancer screening. Most patients were classified as more severe squamous lesions (ASC-H/HSIL/CEC), while 21.7% were classified as less severe squamous lesions (ASC-US/LSIL). CIN II/III was the most observed histopathological diagnosis in the study. Follow-up of repeat cytological was more observed in the group with less severe squamous lesions, while LEEP was the most used procedure in the treatment of more severe squamous lesions. Of patients underwent excisional procedure, most (71.6%) treated with LEEP and 132 (28.4%) treated with CKC. Compared to LEEP, patients undergoing CKC were significantly younger (p=0.019). Associations were observed regarding margin evaluation (p<0.001), glandular involvement (p<0.001). As for the presence of residual lesion, parameters such as age ≥35 years old (p=0.028) and margin status (p<0.001) were statistically significant in association with lesion persistence. Conclusion: Although most referrals was in accordance with Brazilian Ministry of Health recommendations, there is a significant frequency of inappropriate and unnecessary referrals to a MCU for colposcopy and biopsy. Regarding residual lesion, age ≥35 years and positive margin may be associated with persistence of CIN II/III.

4
  • ANA MARIA LENZ CARDOSO
  • DESENVOLVIMENTO DE PROCESSO DE SECAGEM EM ETAPA ÚNICA DE NANOPARTÍCULAS POLIMÉRICAS PARA A OBTENÇÃO DE INSUMOS DERMATOLÓGICOS

  • Orientador : HENRIQUE RODRIGUES MARCELINO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HENRIQUE RODRIGUES MARCELINO
  • EDITH CRISTINA LAIGNIER CAZEDEY
  • RUY CARLOS RUVER BECK
  • Data: 20/07/2023

  • Mostrar Resumo
  • O trabalho aqui apresentado foi dividido em duas partes, sendo o capítulo 01 uma revisão bibliográfica - onde foi feito um levantamento na literatura dos últimos anos (2016 – 2022) para avaliar o desenvolvimento de formulações de nanopartículas contendo os Eudragit® dos tipos L 100, S 100, RL 100 e RS 100 para aplicação em vias tópicas. O segundo capítulo traz a parte experimental onde foi proposto o desenvolvimento de um processo para obtenção de nanoesferas de Eudragit® L 100 em pó com uma única etapa e a aplicação destas formulações em um veículo semissólido para uso tópico, onde foram avaliadas as características físicoquímicas, reológicas e de textura.


  • Mostrar Abstract
  • The work presented here is divided into two parts. Chapter 01 is a bibliographic review in which the literature of the last years (2016 - 2022) was examined to evaluate the development of nanoparticle formulations with Eudragit® types L 100, S 100, RL 100 and RS 100 for topical application. The second chapter contains the experimental part, where the development of a process to obtain Eudragit® L 100 nanospheres in a single step and the application of these formulations in a semi-solid carrier for topical application was proposed, studying the physicochemical properties, rheology and texture.

5
  • JACKELINE MARLEY SANTOS DE ARAÚJO
  • MODELAGEM FARMACOCINÉTICA BASEADA EM FISIOLOGIA DO METILFENIDATO EM ADULTOS

  • Orientador : FRANCINE JOHANSSON AZEREDO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDREA DINIZ
  • FRANCINE JOHANSSON AZEREDO
  • IZABEL ALMEIDA ALVES
  • Data: 21/11/2023

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: O metilfenidato (MPH) é uma droga estimulante psicotrópica e primeira escolha farmacológica para o tratamento do transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH). A modelagem farmacocinética baseada em fisiologia (PBPK) é uma abordagem matemática que visa simular perfis de concentração versus tempo para diferentes vias de administração integrando a estrutura fisiológica de uma determinada espécie e características físico-químicas de um composto. PK-Sim® é um software gratuito de código aberto desenvolvido pela Open Systems Pharmacology (OSP) para a construção de modelos PBPK de corpo inteiro. Pode ser usado para simular diferentes espécies, caracterizando seus respectivos organismos em diferentes compartimentos biológicos. Objetivo: O objetivo central deste trabalho foi avaliar a variabilidade da exposição após o uso do MPH em pessoas adultas. Materiais e métodos: Um modelo PBPK para o MPH foi desenvolvido no programa PK-Sim® (versão 11.2) utilizando informações obtidas em literatura acerca do MPH, de indivíduos adultos e de dois tipos de formulações. Resultados e Discussão: Foi desenvolvido e validado um modelo PBPK cujo desempenho preditivo atende adequadamente aos critérios predefinidos as características PK do MPH em indivíduos caucasianos e numa população caucasiana usando uma formulação de liberação modificada. Complementarmente, desenvolveu-se um tutorial, todo em português, baseado no PK-Sim que viabilizará aos leitores a possibilidade de realizar uma análise PBPK para fornecer uma abordagem mecanicista para estudar e prever a PK de medicamentos com base nas características fisiológicas e anatômicas de uma população de interesse, bem como nas propriedades físicas e químicas de um determinado fármaco, além de incentivar a produção e ensino das Ciências Farmacêuticas entre falantes da língua portuguesa. Conclusão: Este estudo verificou adequadamente a variabilidade da exposição do uso do MPH em adultos humanos. Ademais, também produziu um tutorial em português orientando para modelagem PBPK utilizando o PK-Sim.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Methylphenidate (MPH) is a psychotropic stimulant drug used as first pharmacological choice for treating Attention/Hyperactivity Deficit Disorder (ADHD). However, problems related to their use make further investigation of their pharmacokinetics (PK) in treating ADHD in the adult population needed. Physiology-based Pharmacokinetic modeling (PBPK) is a mathematical approach that aims to simulate concentration profiles versus time for different administration pathways integrating the physiological structure of a particular species and physicochemical characteristics of a compound. PK-Sim® is free open-source software developed by Open Systems Pharmacology (OSP) to construct full-body PBPK models. It can be used to simulate different species, characterizing their respective organisms in different biological compartments. Objective: The central objective of this work was to evaluate the variability of exposure after the use of MPH in adults. Methodology: A PBPK model for MPH was developed in PK-Sim® software (version 11.2) using information obtained from Literature on MPH, adult individuals, and two types of formulations. Results and Discussion: A PBPK model has been developed and validated whose predictive performance adequately meets the predefined criteria PK characteristics in Caucasian individuals and in a Caucasian population using a modified release formulation. Complementarily, a PK-Sim®-based tutorial was developed to enable readers to perform a PBPK analysis to provide a mechanistic approach to study and predict the PK of compounds based on the physiological and anatomical characteristics of a population of interest, as well as in the physical and chemical properties of a certain drug, as well as encouraging the production and teaching of Pharmaceutical Sciences among Portuguese speakers. Conclusion: This study properly verified the variability of exposure to MPH use in human adults. In addition, it also produced a Portuguese tutorial guiding PBPK modeling using PK-Sim®.

6
  • AYLA WINNIE RAMOS DA SILVA
  • Análise química dos alcaloides de Erythrina velutina e avaliação toxicológica em modelo de zebrafish

  • Orientador : RENATA BIEGELMEYER DA SILVA RAMBO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADEMIR EVANGELISTA DO VALE
  • NEILA DE PAULA PEREIRA
  • RENATA BIEGELMEYER DA SILVA RAMBO
  • Data: 05/12/2023

  • Mostrar Resumo
  • A utilização de produtos naturais para tratamento de doenças é um costume antigo em várias culturas e povos, e à medida que o conhecimento se desenvolve, mais é descoberto pela ciência sobre o mecanismo de ação destes compostos. As plantas do gênero Erythrina têm encontrado destaque nas pesquisas por suas atividades farmacológicas variadas, principalmente relacionadas ao Sistema Nervoso Central, como sua ação ansiolítica e anticonvulsivante. Apesar de vários estudos abordarem a análise fitoquímica dessas espécies, a padronização desta análise para cada espécie se faz muito necessária, com vistas ao melhor direcionamento dos estudos. O isolamento de alcaloides eritrínicos pode ser utilizado para verificar a especificidade e potência das suas propriedades farmacológicas; os métodos para a realização deste procedimento são variados, tendo destaque a aplicação de métodos cromatográficos. No entanto, o desenvolvimento de novos fármacos tem como obstáculos a falta de modelos que respondam às atividades biológicas de forma confiável e menos dispendiosa. Neste sentido o zebrafish se destaca, devido ao seu tamanho, transparência, fácil manipulação e rápido desenvolvimento, além da sua semelhança fisiológica com os mamíferos, inclusive seres humanos. Para um melhor desempenho desses estudos, o estabelecimento de uma dose segura é um passo importante, realizando o que tem sido chamado de teste de toxicidade, onde os embriões recém fertilizados são expostos ao composto ou conjunto de compostos em análise por 96h, em concentrações seriadas. Neste sentido, este trabalho objetivou a análise química por CLAE da fração enriquecida de alcaloides de E. velutina, com vistas a determinar sua melhor época de coleta, bem como o potencial tóxico dessa fração num estudo in vivo. Esta análise constatou o mês de outubro como o mais adequado para investigação da composição dos extratos, pela quantidade de picos cromatográficos qualificáveis apresentados, considerados suas áreas. O teste de toxicidade com os extratos de folha, flor, casca de caule e casca de raiz, concedeu valores de CL50 de 187,9 ± 1,47 µg/mL; 358,4 ± 1,25 µg/mL; 338,3 ± 1,25 µg/mL, e; 233,1 ± 1,86 µg/mL, respectivamente. Adicionalmente, considerando o potencial dos alcaloides eritrínicos para o tratamento de desordens do sistema nervoso central, foi realizado uma revisão sistemática da aplicação do modelo de zebrafish para screening de produtos naturais nessa temática. 


  • Mostrar Abstract
  • The use of natural products to treat diseases is an ancient custom in various cultures and peoples, and as knowledge develops, more is discovered by science about the mechanism of action of these compounds. Plants of the genus Erythrina have been highlighted in research for their varied pharmacological activities, mainly related to the Central Nervous System, such as their anxiolytic and anticonvulsant action. Although several studies address the phytochemical analysis of these species, the standardization of this analysis for each species is very necessary, with a view to better directing the studies. The isolation of erythrin alkaloids can be used to verify the specificity and potency of their pharmacological properties; The methods for carrying out this procedure are varied, with emphasis on the application of chromatographic methods. However, the development of new drugs is hampered by the lack of models that respond to biological activities in a reliable and less expensive way. In this sense, zebrafish stand out, due to their size, transparency, easy handling and rapid development, in addition to their physiological similarity to mammals, including humans. For a better performance of these studies, establishing a safe dose is an important step, carrying out what has been called a toxicity test, where newly fertilized embryos are exposed to the compound or set of compounds under analysis for 96h, in serial concentrations. In this sense, this work aimed at chemical analysis by HPLC of the fraction enriched in alkaloids from E. velutina, with a view to determining its best collection time, as well as the toxic potential of this fraction in an in vivo study. This analysis found the month of October to be the most suitable for investigating the composition of the extracts, due to the number of qualifying chromatographic peaks presented, considering their areas. The toxicity test with leaf, flower, stem bark and root bark extracts yielded LC50 values of 187.9 ± 1.47 µg/mL; 358.4 ± 1.25 µg/mL; 338.3 ± 1.25 µg/mL, and; 233.1 ± 1.86 µg/mL, respectively. Additionally, considering the potential of erythrin alkaloids for the treatment of central nervous system disorders, a systematic review of the application of the zebrafish model for screening natural products on this topic was carried out. 

7
  • MATHEUS ANTÔNIO DA HORA BORGES
  •  

    VALIDAÇÃO BIOANALÍTICA, ANÁLISE FARMACOCINÉTICA E PREPARO DE UMA NANOEMULSÃO DO α BISABOLOL

  • Orientador : FRANCINE JOHANSSON AZEREDO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DARIZY FLAVIA SILVA AMORIM DE VASCONCELOS
  • FRANCINE JOHANSSON AZEREDO
  • SANDRA ELISA HAAS
  • Data: 07/12/2023

  • Mostrar Resumo
  • Produtos naturais são a maior base para a descoberta e desenvolvimento de novos fármacos. A camomila é uma erva comumente utilizada no preparo de chás por diferentes culturas e possui diversos efeitos terapêuticos relatados. O α-bisabolol (α-BIS), seu principal constituinte, tem sido alvo de diversos estudos farmacológicos devido à sua capacidade de atuar em diversos sistemas do organismo, desde a processos inflamatórios, modulação da dor até o combate de micro-organismos Apesar do conhecimento sobre seus efeitos, o comportamento dos fármacos no organismo ainda não está elucidado, pois não existem estudos farmacocinéticos sobre eles. Conhecer a farmacocinética facilita o entendimento dos mecanismos farmacodinâmicos dos quais participam. Para a análise farmacocinética, é necessário um método bioanalítico para que seja possível quantificar concentrações plasmáticas do composto após uma administração. Com isso, o objetivo deste trabalho foi desenvolver e validar um método bioanalítico para a determinação do α-bisabolol em plasma utilizando Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (CLAE) e posteriormente avaliar a farmacocinética do mesmo. Para isso, o método foi desenvolvido de acordo com os requisitos preconizados pelo Food and Drug Administration (FDA) e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). As condições cromatográficas consistiram em um fluxo isocrático de 1 ml/min de acetonitrila e água ultrapura (80:20). O método desenvolvido se mostrou preciso, exato, sensível e seletivo para quantificar o composto até um mês após congelamento. Para demonstrar a aplicabilidade do método, foi realizada uma análise farmacocinética do α-BIS após uma administração intravenosa do composto em ratos Wistar. Após esta administração, parâmetros farmacocinéticos como volume de distribuição, clearance e tempo de meia vida. Com este método validado e analise farmacocinética realizada, torna-se possível o desenvolvimento de novos estudos in vivo que almejem quantificar o α-bisabolol em matrizes biológicas, além de auxiliar em novos estudos farmacodinâmicos, uma vez que, pela primeira vez, até a presente data, a farmacocinética do composto foi descrita 


  • Mostrar Abstract
  • Natural products are the greatest basis for the discovery and development of new drugs. Chamomile is an herb commonly used in the preparation of teas by different cultures and has several reported therapeutic effects. α-bisabolol (α-BIS), its main constituent, has been the target of several pharmacological studies due to its ability to act on different body systems, from inflammatory processes and pain modulation to the fight against microorganisms. Despite knowledge about their effects, the behavior of drugs in the body has not yet been elucidated, as there are no pharmacokinetic studies on them. Knowing pharmacokinetics makes it easier to understand the pharmacodynamic mechanisms in which they participate. For pharmacokinetic analysis, a bioanalytical method is necessary so that it is possible to quantify plasma concentrations of the compound after administration. Therefore, the objective of this work was to develop and validate a bioanalytical method for the determination of α-bisabolol in plasma using High-Performance Liquid Chromatography (HPLC) and subsequently evaluate its pharmacokinetics. To achieve this, the method was developed in accordance with the requirements recommended by the Food and Drug Administration (FDA) and the Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Chromatographic conditions consisted of an isocratic flow of 1 ml/min of acetonitrile and ultrapure water (80:20). The developed method proved to be precise, accurate, sensitive, and selective for quantifying the compound up to one month after freezing. To demonstrate the method’s applicability, a pharmacokinetic analysis of α-BIS was performed after intravenous administration of the compound in Wistar rats. After this administration, pharmacokinetic parameters such as volume of distribution, clearance, and half-life. With this validated method and pharmacokinetic analysis carried out, it becomes possible to develop new in vivo studies that aim to quantify α-bisabolol in biological matrices, in addition to assisting in new pharmacodynamic studies, since, for the first time to date, the pharmacokinetics of the compound were described. 

Teses
1
  • Pedro Santana Sales Lauria
  • CARACTERIZAÇÃO PRÉ-CLÍNICA DAS PROPRIEDADES ANTINOCICEPTIVAS DA AYAHUASCA

  • Orientador : CRISTIANE FLORA VILLARREAL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARLOS AMILCAR PARADA
  • TIAGO ARRUDA SANCHEZ
  • CRISTIANE FLORA VILLARREAL
  • DANIEL PEREIRA BEZERRA
  • RENAN FERNANDES DO ESPIRITO SANTO
  • Data: 12/07/2023

  • Mostrar Resumo
  • A dor neuropática afeta uma parcela significativa da população global. O manejo clínico da dor neuropática é desafiador devido à baixa eficácia dos tratamentos atualmente disponíveis, o que motiva a busca por novas opções terapêuticas. Vários estudos demonstram que psicodélicos promovem efeitos analgésicos em diferentes condições dolorosas crônicas. Ayahuasca (AYA) é uma bebida psicodélica usada por muitos grupos religiosos em todo o mundo. O potencial terapêutico da AYA é bem documentado no tratamento de condições psiquiátricas como depressão e drogadição. Entretanto, apesar das evidências anedóticas de que a AYA promove efeitos analgésicos no contexto religioso, esse efeito ainda é pouco estudado. Portanto, este estudo teve como objetivo investigar e caracterizar os efeitos antinociceptivos da AYA. O efeito antinociceptivo de tratamentos orais com AYA foi avaliado em camundongos machos Swiss ou C57BL/6 no teste da formalina, no modelo de inflamação induzido por Adjuvante Completo de Freund (CFA), no teste de retirada de cauda e no modelo de dor neuropática induzido por ligadura parcial do nervo isquiático. A coordenação motora e a locomoção espontânea dos camundongos foram avaliadas pelos testes de rota-rod e campo aberto, respectivamente. Possíveis mecanismos de antinocicepção foram investigados por ensaios de antagonismo farmacológico e avaliando imunoistoquimicamente a expressão de Fos em áreas do encéfalo que modulam a nocicepção. Parâmetros sugestivos de toxicidade sistêmica foram investigados após exposições agudas ou múltiplas à AYA. A caracterização química da AYA foi feita por HPLC e o efeito antinociceptivo do seu componente majoritário, harmina, foi avaliado na neuropatia experimental. AYA (24 - 3000 μL/kg) reduziu de forma dose-dependente os comportamentos análogos à dor induzidos por formalina e a alodinia mecânica induzida por CFA, mas não alterou o edema de pata induzido por CFA ou a latência da retirada de cauda. Durante a neuropatia dolorosa experimental, tratamentos únicos com AYA (24 - 3000 μL/kg) reduziram a alodinia mecânica; tratamentos diários uma ou duas vezes por dia durante 14 dias promoveram antinocicepção consistente e sustentada. O efeito antinociceptivo da AYA (600 μL/kg) foi revertido por bicuculina (antagonista de receptor GABAA; 1 mg/kg) e metisergida (antagonista serotonérgico não seletivo; 5 mg/kg), mas não por naloxona (antagonista opioide não seletivo; 5 mg/kg), faclofen (antagonista de receptor GABAB; 2 mg/kg) e rimonabanto (agonista inverso do receptor CB1, 10 mg/kg), sugerindo o papel dos receptores GABAA e serotonérgicos na antinocicepção induzida pela AYA. AYA aumentou a expressão de Fos na substância cinzenta periaquedutal ventrolateral e no núcleo magno da rafe 1 h após o tratamento, mas não após 6 h ou 14 dias de tratamentos diários. AYA (600 μL/kg) agudamente ou duas vezes ao dia por 14 dias não alterou a função motora, a locomoção espontânea, o peso corporal, a ingestão de ração e água, nem parâmetros hematológicos, bioquímicos e histopatológicos de camundongos. Harmina (3,5 mg/kg, via oral), o principal componente presente na AYA, promoveu antinocicepção consistente durante a neuropatia experimental. Em conjunto, os resultados deste estudo permitem concluir que a AYA promoveu efeitos antinociceptivos consistentes em diferentes modelos de dor em camundongos sem induzir efeitos tóxicos detectáveis. Harmina é pelo menos parcialmente responsável pelas propriedades antinociceptivas da AYA.


  • Mostrar Abstract
  • Neuropathic pain affects a significant portion of the global population. The clinical management of neuropathic pain is challenging due to the low efficacy of currently available treatments, which motivates the search for new therapeutic options. Several studies show that psychedelics promote analgesic effects in different chronic pain conditions. Ayahuasca (AYA) is a psychedelic brew used by many religious groups worldwide. The therapeutic potential of AYA is well-documented in the treatment of psychiatric conditions such as depression and drug addiction. However, despite the anecdotal evidence that AYA promotes analgesic effects in the religious context, this effect is still poorly studied. Therefore, this study aimed to investigate and characterize the antinociceptive effects of AYA. The antinociceptive effect of oral treatments with AYA was assessed in male Swiss or C57BL/6 mice in the formalin test, Complete Freund's Adjuvant (CFA) model of inflammation, tail flick test, and partial sciatic nerve ligation model of neuropathic pain. Motor coordination and spontaneous locomotion were assessed in the rota-rod and open field tests, respectively. Possible mechanisms of antinociception were investigated by assays of pharmacological antagonism and immunohistochemically assessing Fos expression in brain areas that modulate nociception. Parameters suggestive of systemic toxicity were investigated following acute or multiple exposures to AYA. Chemical characterization of AYA was made by HPLC and the antinociceptive effect of its major component, harmine, was tested in experimental neuropathy. AYA (24 - 3000 μL/kg) dose-dependently reduced formalin-induced pain-like behaviors and CFA-induced mechanical allodynia but did not affect CFA-induced paw edema or tail flick latency. During experimental painful neuropathy, single treatments with AYA (24 - 3000 μL/kg) reduced mechanical allodynia; daily treatments once or twice a day for 14 days promoted consistent and sustained antinociception. The antinociceptive effect of AYA (600 μL/kg) was reverted by bicuculline (GABAA receptor antagonist; 1 mg/kg) and methysergide (non-selective serotonergic antagonist; 5 mg/kg), but not by naloxone (non-selective opioid antagonist; 5 mg/kg), phaclofen (GABAB receptor antagonist; 2 mg/kg), and rimonabant (CB1 inverse agonist; 10 mg/kg), suggesting the role of GABAA and serotonergic receptors in AYA-induced antinociception. AYA increased Fos expression in the ventrolateral periaqueductal gray and nucleus raphe magnus 1 h after the treatment, but not after 6 h or 14 days of daily treatments. AYA (600 μL/kg) acutely or twice a day for 14 days did not alter mice’s motor function, spontaneous locomotion, body weight, food and water intake, hematological, biochemical, and histopathological parameters. Harmine (3.5 mg/kg, orally), the major component present in AYA, promoted consistent antinociception during experimental neuropathy. Taken together, the results of this study allow the conclusion that AYA promoted consistent antinociceptive effects in different mouse models of pain without inducing detectable toxic effects. Harmine is at least partially accountable for the antinociceptive properties of AYA.

2
  • Suellen Laila Rocha Silva
  • ESTUDO DO POTENCIAL DA EMETINA EM ELIMINAR CÉLULAS-TRONCO LEUCÊMICAS DE LEUCEMIA MIELOIDE AGUDA

  • Orientador : DANIEL PEREIRA BEZERRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RAQUEL CARVALHO MONTENEGRO
  • PAULO MICHEL PINHEIRO FERREIRA
  • CYNARA GOMES BARBOSA
  • DANIEL PEREIRA BEZERRA
  • GARDENIA CARMEN GADELHA MILITÃO
  • Data: 19/07/2023

  • Mostrar Resumo
  • INTRODUÇÃO: A leucemia mieloide aguda (LMA) é uma doença com baixa taxa de sobrevivência em 5 anos. Uma das razões para essa alta mortalidade é a resistência das células-tronco leucêmicas (CTLs) aos tratamentos convencionais, levando à recorrência da doença. A via de sinalização NF-κB está ativada nas CTLs de LMA, tornando-se um alvo atrativo para a eliminação dessas células. A emetina (EMT), um antiparasitário utilizado clinicamente, mostrou inibir a sinalização NF-κB. OBJETIVO: Avaliar o potencial antileucêmico da emetina em eliminar CTLs de LMA em modelo translacional in vitro e in vivo utilizando células KG-1a. METODOLOGIA: Inicialmente, EMT foi testada em um painel de células cancerosas e não cancerosas para determinar a CI50 e avaliar sua citotoxicidade. Em seguida, a presença e eliminação das CTLs foi identificada por citometria de fluxo, utilizando anticorpos para CD34, CD38, CD13, CD33 e CD123. Ensaios para investigar o mecanismo de ação do composto utilizando a linhagem KG-1a foram realizados, incluindo ensaio de exclusão por azul de tripan, análise do padrão de morte celular, expressão de caspase-3 e PARP-1, ativação da via NF-κB, avaliação do ciclo celular, estresse oxidativo e despolarização mitocondrial. Além disso, foram realizadas análises por microscopia confocal, qPCR e ensaio in vivo utilizando camundongos NSG. RESULTADOS: EMT mostrou citotoxicidade contra todas as linhagens cancerosas testadas, com uma CI50 de 0,74 µM para KG-1a. O composto também reduziu a porcentagem de células CD13, CD34, CD38 e CD123 positivas. Observou-se que EMT induziu morte celular apoptótica, aumentou a expressão de caspase-3 ativa e clivagem de PARP-1, promoveu a despolarização mitocondrial, geração de espécies reativas de oxigênio e fragmentação do DNA internucleosomal, além de inibir a expressão de NF-κB. Dos 92 genes analisados por qPCR, 54 foram regulados positivamente e 5 foram regulados negativamente pelo composto. No modelo de xenoenxerto, o tratamento com EMT reduziu a quantidade de células leucêmicas na medula óssea e sangue dos camundongos. CONCLUSÃO: EMT demonstrou ser um composto citotóxico promissor, capaz de eliminar as CTLs de LMA in vitro e in vivo, induzindo a expressão de caspase-3 ativa, clivagem de PARP-1, geração de espécies reativas de oxigênio, fragmentação do DNA internucleossomal e inibição da via NF-κB em células KG-1a.


  • Mostrar Abstract
  • INTRODUCTION: Acute myeloid leukemia (AML) is a disease with a low 5-year survival rate. One of the reasons for this high mortality is the resistance of leukemic stem cells (CTLs) to conventional treatments, leading to disease recurrence. The NFκB signaling pathway is activated in AML CTLs, making it an attractive target for the elimination of these cells. Emetine (EMT), an antiparasitic used clinically, has been shown to inhibit NF-κB signaling. OBJECTIVE: To evaluate the antileukemic potential of emetine in eliminating AML LSCs in an in vitro and in vivo translational model using KG-1a cells. METHODOLOGY: Initially, EMT was tested on a panel of cancerous and non-cancerous cells to determine the IC50 and evaluate its cytotoxicity. Then, the presence and elimination of CTLs was identified by flow cytometry, using antibodies for CD34, CD38, CD13, CD33 and CD123. Assays to investigate the mechanism of action of the compound using the KG-1a strain were performed, including trypan blue exclusion assay, analysis of cell death pattern, expression of caspase-3 and PARP-1, activation of the NF-κB pathway, evaluation of the cell cycle, oxidative stress and mitochondrial depolarization. In addition, analyzes were performed by confocal microscopy, qPCR and in vivo assay using NSG mice. RESULTS: EMT showed cytotoxicity against all cancer lines tested, with an IC50 of 0.74 µM for the KG-1a. The compound also reduced the percentage of CD13, CD34, CD38 and CD123 positive cells. It was observed that EMT induced apoptotic cell death, increased the expression of active caspase-3 and PARP-1 cleavage, promoted mitochondrial depolarization, generation of reactive oxygen species and internucleosomal DNA fragmentation, in addition to inhibiting the expression of NF- κB. Of the 92 genes analyzed by qPCR, 54 were up-regulated and 5 were down-regulated by the compound. In the xenograft model, EMT treatment reduced the amount of leukemic cells in the bone marrow and blood of mice. CONCLUSION: EMT has shown to be a promising cytotoxic compound, able to eliminate AML LSCs in vitro and in vivo, inducing the expression of active caspase-3, cleavage of PARP-1, generation of reactive oxygen species, fragmentation of internucleosomal DNA and inhibition of NF-κB pathway in KG-1a cells.

3
  • RAFAELA GOMES ALVES COSTA
  • ESTUDO FARMACOLÓGICO DO BORTEZOMIBE NO TRATAMENTO DE LEUCEMIA MIELOIDE AGUDA COM AÇÃO EM CÉLULAS-TRONCO LEUCÊMICAS

  • Orientador : DANIEL PEREIRA BEZERRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA JÉRSIA ARAÚJO
  • DALILA LUCIOLA ZANETTE
  • DANIEL PEREIRA BEZERRA
  • ELISANGELA VITORIA ADORNO
  • JEAN NUNES DOS SANTOS
  • Data: 31/07/2023

  • Mostrar Resumo
  • INTRODUÇÃO: A leucemia mieloide aguda (LMA) se caracteriza pelo crescimento descontrolado de blastos imaturos na medula óssea e corresponde a um dos tipos de cânceres mais frequentes no mundo. A taxa de sobrevivência relativa de 5 anos é relativamente baixa e a maioria dos pacientes acabam apresentando recidiva. Acredita-se que um dos principais fatores responsáveis pela baixa taxa de remissão completa da doença esteja associado às células-tronco leucêmicas (CTL). Estudos sugerem que a LMA é originada e mantida por essa população de CTLs. A via de sinalização NF-κB, atua na progressão do câncer após a formação tumoral sendo constitutivamente ativa nas CTLs e por essa razão se torna um importante alvo terapêutico. Nesse contexto, o bortezomibe (BTZ) já é descrito como um potente inibidor da via NF-κB e vem sendo estudado para o tratamento de algumas doenças hematológicas. OBJETIVO: Avaliar o potencial antileucêmico do BTZ como estratégia terapêutica para eliminar CTLs de LMA humana em modelo in vitro e in vivo. METODOLOGIA: A citotoxicidade do BTZ foi testada em um painel de linhagens cancerosas e não cancerosas. As CTLs foram identificadas utilizando os anticorpos CD34, CD38, CD133, CD13 e CD123. A linhagem KG-1a foi utilizada para realização dos ensaios de mecanismo de ação do BTZ a fim de avaliar a viabilidade através da análise do ciclo celular, detecção de morte celular por apoptose, avaliação do potencial transmembrânico mitocondrial e produção de espécies reativas de oxigênio (ERO) pela técnica de citometria de fluxo. Análises da expressão gênica e de vias de sinalização associadas ao câncer através de qPCR em células tratadas com o BTZ também foram realizadas, além de ensaios para avaliação antitumoral em modelo in vivo. RESULTADOS: O BTZ foi citotóxico para diferentes linhagens testadas com valores de CI50 que variaram de 0,13 a 9,17 µM para as linhagens de células cancerosas NB4 e U87 respectivamente. Além disso, o BTZ reduziu a população de CTLs viáveis, induziu morte celular apoptótica, aumentou a expressão de caspase-3 ativa e PARP-1 clivada, induziu alterações no potencial transmembrânico mitocondrial, aumentou os níveis de ERO, induziu fragmentação do DNA em células KG-1a e alterou a expressão gênica de células KG-1a, além de inibir o crescimento dessas células em modelo in vivo. CONCLUSÃO: A atividade antileucêmica desempenhada pelo BTZ surge como um novo caminho promissor para o tratamento de LMA, tendo como alvo principal as CTLs.


  • Mostrar Abstract
  • INTRODUCTION: Acute myeloid leukemia (AML) is characterized by the uncontrolled growth of immature blasts in the bone marrow and corresponds to one of the most common types of cancer in the world. The 5-year relative survival rate is relatively low, and most patients eventually relapse. It is believed that one of the main factors responsible for the low rate of complete remission of the disease is associated with leukemic stem cells (CTL). Studies suggest that AML is originated and maintained by this population of CTLs. The NF-κB signaling pathway acts in the progression of cancer after tumor formation, being constitutively active in CTLs and, for this reason, it becomes an important therapeutic target. In this context, bortezomib (BTZ) is already described as a potent inhibitor of the NF-κB pathway and has been studied for the treatment of some hematological diseases. OBJECTIVE: Evaluate the antileukemic potential of BTZ as a therapeutic strategy to eliminate human AML CTLs in an in vitro and in vivo model. METHODOLOGY: BTZ cytotoxicity was tested on a panel of cancerous and non-cancerous cell lines. CTLs were identified using antibodies CD34, CD38, CD133, CD13 and CD123. The KG-1a strain was used to carry out BTZ mechanism of action assays in order to assess viability through cell cycle analysis, detection of cell death by apoptosis, evaluation of mitochondrial transmembrane potential and production of reactive oxygen species (ROS) by the flow cytometry technique. Analyzes of gene expression and signaling pathways associated with cancer through qPCR in cells treated with BTZ were also performed, in addition to assays for antitumor evaluation in an in vivo model. RESULTS: BTZ was cytotoxic to different strains tested with IC50 values ranging from 0.13 to 9.17 µM for cancer cell lines NB4 and U87 respectively. In addition, BTZ reduced the population of viable CTLs, induced apoptotic cell death, increased expression of active caspase-3 and cleaved PARP-1, induced alterations in mitochondrial transmembrane potential, increased ROS levels, induced DNA fragmentation in cells KG-1a and altered the gene expression of KG-1a cells, in addition to inhibiting the growth of these cells in an in vivo model. CONCLUSION: The antileukemic activity performed by BITZ emerges as a promising new path for the treatment of AML, with CTLs as the main target.

2022
Dissertações
1
  • ANA FLÁVIA SOUTO FIGUEIREDO NEPOMUCENO
  • Nova estratégia analítica para determinação de ácido mefenâmico em  medicamentos por colorimetria de imagens digitais

  • Orientador : LIZ OLIVEIRA DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LIZ OLIVEIRA DOS SANTOS
  • EDITH CRISTINA LAIGNIER CAZEDEY
  • MARCOS DE ALMEIDA BEZERRA
  • Data: 17/02/2022

  • Mostrar Resumo
  • O desenvolvimento de uma nova estratégia analítica, simples, rápida e de baixo custo para a determinação de ácido mefenâmico em amostras de medicamentos é descrito nesse trabalho. O procedimento proposto baseia-se na pré-concentração do ácido mefenâmico, utilizando microextração em fase líquida assistida por ultrassom (UA-LPME) e posterior detecção por colorimetria de imagem digital (ID). O UA-LPME foi realizado com solvente eutético constituído de timol e mentol (solvente de extração) e uma solução de sulfato de cobre. As condições ótimas de trabalho foram obtidas através de otimização univariada, sendo avaliada as seguintes variáveis: concentração de sulfato de cobre, tipo de solvente eutético, pH, volume da amostra, tempo de reação e tempo de ultrassom. Sob condições otimizadas, o novo método apresentou limite de detecção de 0,43 ug/mL, limite de quantificação de 1,31 µg/mL e precisão (desvio padrão relativo) de 2,38%. A exatidão de método foi avaliada por meio da comparação com método de referência de Espectrometria de Absorção Atômica com Forno de Grafite a 95% de confiança. Nas amostras analisadas, para medicamentos de 500 mg, foram encontradas concentrações médias na faixa de 499 a 532 mg de ácido mefenâmico. O procedimento proposto foi aplicado com êxito na determinação de ácido mefenâmico em amostras de medicamentos comercializados na cidade de Salvador, Bahia, Brasil. O método desenvolvido está de acordo com os princípios da Química Verde, pois utiliza pequenas quantidades de amostras e reagentes, gera poucos resíduos e usa um solvente de extração oferece baixo risco ao meio ambiente e de reduzido potencial de toxicidade.


  • Mostrar Abstract
  • The development of a new, simple, fast and low-cost analytical strategy for the determination of mefenamic acid in drug samples is described in this work. The proposal was based on the pre-concentration of mefenamic acid, using ultrasound-assisted liquid-phase microextraction (UA-LPME) and subsequent detection by digital image colorimetry (ID). The UA-LP with a eutectic solvent consisting of thymol and product (obtaining solvent) and a copper sulfate solution. Univariate optimization, optimal adjustment conditions such as working solvent samples, time adjustment and pH adjustment, adjustment solution type, solvent time adjustment, adjustment time adjustment and pH adjustment. Under optimized conditions, the new method had a detection limit of 0.43 µg/mL, a limit of quantitation of 1.31 µg, and an accuracy (relative standard deviation) of 2.38%. The method precision was made by means of comparison with the reference method of Ab or Atomic Spectrometry with Graphite Furnace at 95% confidence. In the analyzed samples, for 500 mg drugs, mean concentrations in the range of 499 to 532 mg of mefenamic acid were found. The proposed procedure was successfully applied to the determination of mefenamic acid in a sample of drugs sold in the city of Salvador, Bahia, Brazil. The method complies with the principles of environmental chemistry as it uses a small risk of green sample materials and according to the developed method generates a small risk of green sample materials and uses a low risk product model and according to the potential of ambient reagent.

2
  • MARIANA SILVA CARDOSO
  • Validação de metodologia analítica para determinação de HVA e 5- HIAA urinários por CLAE, e sua aplicação na avaliação de crianças expostas às emissões de uma planta de ligas ferro-manganês na Bahia, Brasi

  • Orientador : JOSE ANTONIO MENEZES FILHO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELIANI SPINELLI
  • EDITH CRISTINA LAIGNIER CAZEDEY
  • JOSE ANTONIO MENEZES FILHO
  • Data: 28/04/2022

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A Vila de Cotegipe, localizada em Simões Filho, região metropolitana de
    Salvador, Bahia, abrigou por quase 40 anos, uma eletrossiderúrgica de processamento
    de minério de manganês utilizados para a fabricação de ligas metálicas. A exposição
    excessiva a esse metal vem sendo relatada como neurotóxica por causar danos em
    regiões específicas do cérebro relacionadas ao metabolismo da dopamina (DA) e, em
    alguns casos, alterando os níveis cerebrais de serotonina (5-HT). Em crianças, altos
    níveis de Mn estão associados às desordens neurológicas como alterações
    comportamentais e déficit intelectual.
    Objetivos: Os objetivos deste estudo foram (i) desenvolver e validar método analítico
    para determinação dos metabólitos urinários da dopamina e serotonina, HVA e 5-HIAA,
    respectivamente; (ii) avaliar a exposição de escolares ao Mn, medindo o manganês no
    cabelo (MnC) e manganês nas unhas dos pés (MnUp) e a taxa de deposição de
    manganês na poeira escolar (MnP); (iii) e investigar se há associação entre os níveis
    desses metabólitos urinários e os biomarcadores de exposição ao manganês.
    Método: O estudo foi realizado com um grupo de crianças de 6 a 12 anos (n=30)
    residentes nas proximidades de uma planta de ligas ferro-manganês na Vila de
    Cotegipe, Simões Filho, Bahia. Para fins comparação, foram incluídas 30 crianças na
    mesma faixa etária do município de Aratuípe (grupo de referência) também no
    Recôncavo Baiano. Os níveis de MnC, MnUp e MnP foram determinados por
    espectrometria de absorção atômica com forno de grafite. Para a determinação dos
    níveis de 5-HIAA e HVA urinários, foi desenvolvido método com a utilização de
    colunas de extração em fase sólida com sorvente de troca iônica forte. Um método
    analítico por CLAE com detecção eletroquímica foi validado.
    Resultados: O método cromatográfico desenvolvido e validado apresentou seletividade,
    sensibilidade, precisão e exatidão satisfatórias de acordo com a RDC nº 27/2012 da
    ANVISA. O limite de detecção (LD) foi de 4 µmol/L e 8 µmol/L para 5-HIAA e HVA,
    respectivamente, em urina natural. As recuperações médias foram de 85,8% e 92,3%
    para 5-HIAA e HVA, respectivamente, em baixa concentração e 90,7% e 94% para 5-
    HIAA e HVA, respectivamente em níveis altos de concentração. Os níveis dos
    metabólitos urinários nas crianças dos grupos exposto e de referência estavam dentro
    dos valores fisiológicos. As medianas (mínimos e máximos) para 5-HIAA e HVA do
    grupo exposto foram 36,4 µmol/L (18,4 – 58,0) e 32,9 µmol/L (<LD – 91,9),
    respectivamente. Não houve diferença estatisticamente significante entre os valores
    apresentados pelas crianças do grupo de referência: 25,7 µmol/L (19,9 – 81,4) e 35,2
    µmol/L (<LD – 67,6) para 5-HIAA e HVA, respectivamente.
    As medianas (mínimos e máximos) para MnC e MnUp do grupo exposto foram
    4,95 μg/g (0,31 – 21,94) e 14,32 μg/g (2,54- 81,0), respectivamente. Esses valores são
    aproximadamente 50 e 120 vezes mais elevados que no grupo de referência, cujas
    7
    medianas foram 0,10 μg/g e 0,12 μg/g, respectivamente. Estratificando por sexo,
    meninas apresentaram valores de MnC mais elevados que os meninos, enquanto que
    estes apresentaram valores mais altos de MnUp. As medianas da taxa de deposição de
    manganês na poeira (MnP) na escola municipal da Vila Cotegipe foi de 52.194 µg
    Mn/m2
    /30 dias para a área externa e 9.734 µg Mn/m2
    /30 dias para área interna.
    Foi observada uma forte correlação positiva entre os níveis de MnC e MnUp
    (rho = 0,748; p-valor < 0,01) e uma fraca correlação inversa entre os biomarcadores de
    exposição (MnC e MnUp) e a idade em meses (rho = -0,337; p-valor < 0,05 e rho = -
    0,374; p-valor < 0,01, respectivamente). Foi observada uma fraca correlação positiva e
    significativa (rho = 0,373) entre 5-HIAA e HVA, porém, não foi observada correlação
    significativa entre os níveis desses analitos e os biomarcadores de exposição ao Mn
    (MnC e MnUp).
    Conclusões: O cartucho de SPE com sorvente de troca iônica forte foi eficiente na
    extração dos metabólitos urinários, possibilitando uma boa recuperação. O método
    analítico desenvolvido e validado seguiu os parâmetros exigidos para ser aplicado e a
    detecção eletroquímica se mostrou como uma técnica sensível podendo ser uma
    alternativa viável para utilização nas dosagens de HVA e 5-HIAA urinários. Embora as
    crianças residentes na Vila de Cotegipe estejam expostas ambientalmente a altos níveis
    de Mn, os níveis dos metabólitos urinários estavam dentro dos valores fisiológicos
    normais. Podemos concluir que a excreção urinária dos metabólitos estudados,
    possivelmente, não reflete a interferência do Mn no metabolismo da dopamina e
    serotonina no SNC.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Vila de Cotegipe, located in Simões Filho, in the metropolitan area of
    Salvador, Bahia, has housed for almost 40 years, a ferro-manganese alloy production
    plant. Excessive exposure to this metal has been reported as neurotoxic for causing
    damage to specific regions of the brain related to dopamine (DA) metabolism and, in
    some cases, altering brain levels of serotonin (5-HT). In children, high levels of Mn are
    associated with neurological disorders such as behavioral changes and intellectual
    deficit.
    Objectives: The objectives of this study were (i) to develop and validate an analytical
    method for determining urinary metabolites of dopamine and serotonin, HVA, and 5-
    HIAA, respectively; (ii) to evaluate the exposure of schoolchildren to Mn by measuring
    manganese in hair (MnH) and manganese in toenails (MnTn) and the deposition rate of
    manganese in the school dust; (iii) and to investigate whether there is an association
    between the levels of these metabolites and the biomarkers of exposure to manganese.
    Method: The study was conducted with a group of children aged 6 to 12 years (n=30)
    residing in the vicinity of a ferro-manganese alloy plant in Vila de Cotegipe, Simões
    Filho, Bahia. For comparison purposes, 30 children in the same age group from the
    municipality of Aratuípe, also in the Recôncavo Baiano, were included (reference
    group). The levels of MnH, MnTn, and Mn in the dust were determined by graphite
    furnace atomic absorption spectrometry. For the determination of urinary 5-HIAA and
    HVA levels, a method was developed using solid-phase extraction columns with a
    strong ion exchanger sorbent. An analytical method by HPLC-ECD was validated.
    Results: The chromatographic method developed and validated showed satisfactory
    selectivity, sensitivity, precision, and accuracy according to the RDC No. 27/2012 of
    ANVISA. The limit of detection (LOD) was 4 µmol/L and 8 µmol/L for 5-HIAA and
    HVA, respectively, in natural urine. The recoveries were 85.8% and 92.3% for 5-HIAA
    and HVA, respectively, in low concentration, and 90.7% and 94% for 5-HIAA and
    HVA, respectively, at high concentration levels. The levels of urinary metabolites in the
    children from the exposed and reference groups were within the physiological values.
    The medians (minimum and maximum) for 5-HIAA and HVA of the exposed group
    9
    were 36.4 µmol/L (18.4 - 58.0) and 32.9 µmol/L (<LOD - 91.9), respectively. There
    was no statistically significant difference between the values presented by the children
    in the reference group: 25.7 µmol/L (19.9 - 81.4) and 35.2 µmol/L (<LOD -67.6) for 5-
    HIAA and HVA, respectively.
    The medians (minimum and maximum) for MnH and MnTn of the exposed
    group were 4.95 μg/g (0.31 - 21.94) and 14.32 μg/g (2.54 - 81.0), respectively. These
    values are approximately 50 and 120 times higher than in the reference group, whose
    medians were 0.10 μg/g and 0.12 μg/g, respectively. Stratifying by gender, girls had
    higher MnH values than boys, while these had higher MnTn values. The medians of the
    deposition rate of manganese in the dust of the school in Vila de Cotegipe were 52.194
    µg Mn/m2
    /30 days for the external area and 9.734 µg Mn/m2
    /30 days for the internal
    area.
    A strong positive correlation was observed between MnH and MnTn levels (rho =
    0.748; p-value < 0.01) and a weak inverse correlation between the exposure biomarkers
    (MnH and MnTn) and age in months (rho = -0.337; p-value < 0.05 and rho = -0.374; pvalue < 0.01, respectively). A weak positive and significant correlation (rho = 0.373)
    between 5-HIAA and HVA was observed. However, no significant correlation was
    observed between the levels of these analytes and the biomarkers of exposure to Mn
    (MnH and MnTn).
    Conclusions: The SPE cartridge with a strong ion exchanger was efficient in the
    extraction of urinary metabolites, enabling a good recovery. The chromatographic
    method developed and validated followed the parameters required to be applied, and the
    electrochemical detection proved to be a sensitive technique and a viable alternative for
    use in urinary HVA and 5-HIAA dosages. Although children living in Vila de Cotegipe
    are environmentally exposed to high levels of Mn, the urinary metabolite levels were
    within normal physiological values. We can conclude that the urinary excretion of the
    studied metabolites possibly, does not reflect the interference of Mn in the metabolism
    of dopamine and serotonin in the CNS

3
  • URI RAMOS FIRMO
  • Infecção pelo Papiloma Vírus Humano em indivíduos portadores de neoplasia de cavidade oral e orofaringe atendidos por hospital terciário em Salvador – Bahia

  • Orientador : JOICE NEVES REIS PEDREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOICE NEVES REIS PEDREIRA
  • CYNARA GOMES BARBOSA
  • MARCUS ANTONIO DE MELLO BORBA
  • Data: 16/05/2022

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: Atualmente, o câncer é uma das principais causas de morbimortalidade no mundo, sendo que o carcinoma de orofaringe e cavidade oral representam cerca de 2% a 4% de todos os casos, contabilizando o quinto tipo de câncer mais comum em homens, no Brasil. Classicamente, associado à hábitos de vida como tabagismo e etilismo, em indivíduos de idade mais avançada, o surgimento destes cânceres em indivíduos mais jovens, sem tais hábitos de vida, vem sendo associado à infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV). Este vírus de ampla distribuição global e altamente prevalente pode ter um papel importante na carcinogênese dos cânceres de cavidade oral e orofaringe, na nossa população, porém não existe dados na literatura que estimem a real gravidade da infecção nestes pacientes. Objetivo: Investigar a infecção por HPV nos pacientes com diagnóstico de câncer de cavidade oral e orofaringe atendidos em hospital terciário especializado no tratamento de câncer da cidade de Salvador, Bahia, no período de 2017-2021. Método: Estudo retrospectivo, observacional descritivo, tendo como critérios de inclusão pessoas residentes no estado da Bahia que foram encaminhadas para diagnóstico, estadiamento e/ou tratamento de carcinoma de orofaringe ou cavidade oral no Hospital Aristides Maltez (HAM) - Hospital terciário especializado no tratamento de câncer, maiores de 18 anos, localizado em Salvador-BA, no período de 2017 a 2021. Foi realizada a pesquisa da proteína p16, marcador indireto da infecção pelo HPV, nas lesões suspeitas e com diagnóstico de câncer de cavidade oral e orofaringe.  Resultados: Entre os 39 indivíduos que integraram o estudo, 25,6% (10) foram considerados HPV positivos devido à positividade de p16. Os pacientes HPV negativos tiveram idade mais avançada (63,0 ± 10) quando comparados aos HPV positivos (55,4 ± 11) (p=0,03, Mann Whitney). Foi encontrada uma associação significativa entre o estadiamento do câncer e a idade nos pacientes HPV negativos, mostrando que pacientes idosos estão associados à tumores de estadiamento mais avançado (r= 0,397; p= 0,04, Spearman). Em relação à associação de etilismo e tabagismo, verificou-se que 90,5% (19 indivíduos) daqueles que bebem e fumam, concomitantemente, apresentam estadiamento mais avançado do tumor (p=0,03; Teste exato de Fisher). Na análise multivariada, não houve associação, de forma independente, dos fatores tabagismo, etilismo, idade e diagnóstico em pacientes HPV positivos. Conclusão: A maioria dos casos de câncer de cavidade oral e orofaringe, na nossa população, não está associada ao HPV e é diagnosticada em indivíduos com idade mais avançada. Já em pacientes HPV positivos, o perfil de idade é mais jovem. Os hábitos de tabagismo e etilismo, em concomitância, estão associados aos tumores de graus mais avançados. Políticas públicas de prevenção desse tipo de câncer e melhoria no acesso ao atendimento/diagnóstico são importantes para detecção da lesão de forma precoce e devido tratamento.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Cancer is one of the main causes of morbidity and mortality in the world, with carcinoma of the oropharynx and oral cavity representing about 2% to 4% of all cases, accounting for the fifth most common type of cancer in men in Brazil. Classically associated with lifestyle habits such as smoking and alcohol consumption, at an older age, the appearance of these cancers in younger individuals without such habits has been associated with Human Papillomavirus (HPV) infection. This virus with a wide global distribution and high prevalence may play an important role in the carcinogenesis of cancers of the oral cavity and oropharynx in our population, but there is no data in the literature that estimates the real importance of formal information on patients. Objective: To investigate HPV infection in patients diagnosed with cancer of the oral cavity and oropharynx treated at a tertiary hospital specialized in cancer treatment in the city of Salvador, Bahia, in the period 2017-2021. Method: A retrospective, descriptive observational study, with inclusion criteria of people residing in the state of Bahia who was referred for diagnosis, staging, and/or treatment of oropharyngeal or oral cavity carcinoma at Hospital Aristides Maltez (HAM) - Tertiary Hospital specialized in the treatment of cancer, over 18 years old, located in Salvador-BA, from 2017 to 2021. A search for p16 protein by immunohistochemistry, an indirect marker of HPV infection, was performed in lesions suspected and diagnosed with oral cavity and oropharyngeal cancer. Results: Among the 39 individuals who participated in the study, 25.6% (10) were considered HPV positive due to p16 positivity. HPV negative patients had a mean age of 63.0 years, while HPV positive patients had a mean age of 55.4 (p=0.03, Mann Whitney). A significant association was found between cancer staging and age in HPV-negative patients, showing that elderly patients are associated with more advanced stage tumors (r= 0.397; p= 0.04, Spearman). Regarding the association between alcoholism and smoking, it was found that 90.5% (19 individuals) of those who drink and smoke at the same time have more advanced tumor staging (p=0.03; Fisher's exact test). Discussion: Our study showed that the study population mostly has HPV negative oral cavity and oropharynx tumors (74.35%), with HPV positive tumors accounting for 25.65%, being more common in younger individuals. Smoking and drinking habits, concomitantly, are associated with more advanced grades of tumors. Conclusion: Most cases of the oral cavity and oropharyngeal cancer in our population are not associated with HPV. Its prevalence is similar to that of developed countries about 20 years ago, enabling the development of public policies to prevent HPV infection.

4
  • MÁRVIA CLEYSSE CUNHA CORREIA
  • AVALIAÇÃO DA VARIABILIDADE QUÍMICA DE ESPÉCIES DE CORALSOL COLETADAS NA BAíA DE TODOS-OS-SANTOS 
     

  • Orientador : RENATA BIEGELMEYER DA SILVA RAMBO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADEMIR EVANGELISTA DO VALE
  • ELIZABETH GERARDO NEVES
  • RENATA BIEGELMEYER DA SILVA RAMBO
  • Data: 30/06/2022

  • Mostrar Resumo
  • Os corais do gênero Tubastraea (Cnidaria, Anthozoa) são nativos dos oceanos Pacífico e Índico, sendo atualmente distribuídos ao longo das águas tropicais do Atlântico, principalmente na costa brasileira, devido ao processo de bioinvasão. As colônias de Tubastraea são conhecidas como “coral-sol”, no qual, a defesa química é uma importante estratégia, sendo sustentada pela produção de antiincrustantes, antipredação e liberação de metabólitos alelopático, devido a produção de hidrocarbonetos, terpenos, esteroides e alcaloides como as principais classes de substâncias. Além disso, estudos têm demonstrado importantes atividades farmacológicas para alcaloides presentes em organismos marinhos, como toxicidade específica para células cancerígenas, atividades antiplasmodial e antimicrobiana, além de propriedades relacionadas à modulação da neurotransmissão. Neste contexto, o presente trabalho teve como objetivo determinar o perfil químico para avaliação comparativa da variabilidade química de 4 morfotipos de coral-sol coletados na Baía de Todos-os-santos (BTS). Os corais foram coletados na Baía de Todos-os-Santos (BA), em diferentes meses entre 2020 e 2021. Os extratos foram preparados utilizando metanol como solvente na proporção de 1:3 p/v (coral:solvente). As colônias, após liofilizadas, foram extraídas em banho de ultrassom e em seguida maceração estática. O método CLAE/DAD foi desenvolvido usando coluna Luna® C18 (5μm, 250 x 4,6 mm) com vazão de 0,7 mL/min. A fase móvel empregada foi água: ácido trifluoroacético (TFA) (99,94:0,06 v/v;) (fase A) e metanol como fase B em uma eluição gradiente. A análise do perfil químico de Tubastraea mostrou picos maiores aos 24min, 27min e 30min com espectro UV nos comprimentos de onda de 250nm, 277nm e 348nm, característicos dos alcaloides de aplisinopsina. Conclui-se que o método desenvolvido para extração e análise química foi eficaz para o objetivo proposto pelo trabalho. Este trabalho possibilitou estabelecer um perfil químico para o coral-sol na BTS, onde pudemos observar a variabilidade química entre os tipos de amostra e locais de coleta. Assim semelhança no metabolismo especial das espécies de coral-sol, onde foi possível estabelecer um composto majoritário como possível marcador químico das espécies, pois o mesmo se repete independente do local de coleta e morfotipo de amostra.


  • Mostrar Abstract
  • Corals of the genus Tubastraea (Cnidaria, Anthozoa) are native to the Pacific and Indian Oceans, being currently distributed along the tropical waters of the Atlantic, mainly on the Brazilian coast, due to the bioinvasion process. The colonies of Tubastraea are known as ‘Sun Coral' and the chemical defense present is an important strategy, being sustained by the production of antifouling, antipredation and release of allelopathic metabolites, due to the production of hydrocarbons, terpenes, steroids and alkaloides as the main classes of substances. Moreover, studies have demonstrating important pharmacological activities for alkaloids present in marine organisms, such as specific toxicity to cancer cells, antiplasmodial and antimicrobial activities, besides properties related to neurotransmission modulation. In this context, the present work was intendend to determine the chemical profile to evaluate the chemical variability of sun coral species collected at the Todos-os-Santos Bay (BA). The corals were collected at the Todos-osSantos Bay (BA), in different months between 2020 and 2021. The extracts were prepared using methanol as a solvent in the ratio of 1:3 w/v (coral:solvent). The colonies, after lyophilized, were extracted using ultrasound bath and then static maceration. The HPLC/DAD method was developed using luna® C18 column (5μm, 250 x 4.6 mm) with a flow rate of 0.7 mL/min. The mobile phase used was water: trifluoroacetic acid (TFA) (99.94:0.06 v/v;) (phase A) and methanol as phase B in a gradient elution. Analysis of Tubastraea chemical profile showed higher peaks at 24min, 27min and 30min with UV spectrum at wavelengths of 250nm, 277nm and 348nm, characteristic of aplisinopsin alkaloides. It concludes that the method developed for extraction and chemical analysis was effective for the objective proposed by the work. This work made it possible to establish a chemical profile for the sun coral in Todos-os-Santos Bay (BA), where we could observe the chemical variability between the types and collection sites. This similarity in the special metabolism of coral-sun species, where it was possible to establish a major compound as a possible chemical marker of the species, because it is repeated independently of the location and type of sample.

5
  • Elenita Bastos Almeida Costa
  • Análise químico-farmacêutica e estudos de estabilidade do estriol.

  • Orientador : EDITH CRISTINA LAIGNIER CAZEDEY
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDITH CRISTINA LAIGNIER CAZEDEY
  • HENRIQUE RODRIGUES MARCELINO
  • CRISTIANI LOPES CAPISTRANO GONCALVES DE OLIVEIRA
  • Data: 29/07/2022

  • Mostrar Resumo
  • A presente pesquisa, do tipo experimental, visou analisar, desenvolver e validar métodos analíticos para o controle de qualidade do estriol insumo farmacêutico ativo (IFA) e formas farmacêuticas creme 2 mg/g e comprimido 1 mg, bem como desenvolver e validar método analítico indicativo de estabilidade para o IFA e para os produtos acabados. Para tanto, realizou-se análise qualitativa do estriol utilizando a espectrofotometria nas regiões do UV e IV, cromatografia líquida de alta eficiência e outros métodos gerais para caracterização do insumo farmacêutico ativo, do creme vaginal e dos comprimidos de estriol. Para o desenvolvimento e validação dos métodos quantitativos para as formas de comprimidos e creme foram utilizas técnicas analíticas envolvendo a espectrofotometria na região do UV, de ordem zero e por derivada, respectivamente. Nestes aspectos, a pesquisa revelou que todos os parâmetros de validação alcançaram as exigências dos principais guias e compêndios. Além disso, foi executado o estudo de degradação forçada para o IFA e para os produtos acabados nos meios ácido, básico e neutro, em condições oxidantes, em presença de íons metálicos e em condições fotolíticas. Os resultados obtidos revelaram que, excetuando-se o meio fotolítico, em todas as demais condições foi observada a formação de produtos de degradação. Ainda, o trabalho desenvolveu e validou métodos quantitativos indicativos de estabilidade por cromatografia em fase líquida de alta eficiência utilizando detector de arranjo de diodos, coluna analítica C18, com fase móvel constituída por água (pH=4,0, ajustada com ácido fosfórico) e etanol (70:30, v/v), com temperatura do forno de coluna de 35 ºC. Realizou-se a detecção do pico principal no comprimento de onda de 280 nm e fluxo de 1,0 mL/min.


  • Mostrar Abstract
  • The present experimental research aimed to analyze, develop and validate analytical methods for the quality control of estriol active pharmaceutical ingredient (API) and dosage forms, cream 2 mg/g and tablet 1 mg, as well as to develop and validate an analytical method indicative of stability for the API and the finished products. Therefore, qualitative analysis of estriol was performed using spectrophotometry in the UV and IR regions, high-performance liquid chromatography, and other general methods to characterize API, vaginal cream, and estriol tablets. The techniques involving spectrophotometry in the UV region, zero-order and by derivative, respectively, were used to develop and validate quantitative methods for tablets and cream. The research revealed that all validation parameters met the main guides and compendia requirements. In addition, a forced degradation study was carried out for API and for the finished products in acidic, basic, and neutral media, under oxidizing conditions, in the presence of metal ions, and under photolytic conditions. The results obtained disclosed that, except for the photolytic medium, the formation of degradation products was observed under all other conditions. Furthermore, the work developed and validated quantitative methods indicative of stability by high-performance liquid chromatography using a diode array detector, C18 analytical column, with a mobile phase consisting of water (pH=4.0, adjusted with phosphoric acid) and ethanol (70:30, v/v), with a column oven temperature of 35 °C. Detection of the principal peak was performed at a wavelength of 280 nm and a flow rate of 1.0 mL/min.

6
  • HELEN REGINA SILVA SODRÉ DE MATOS
  • Avaliação dos fatores de exposição ao SARS-CoV-2 na equipe dos laboratórios de extensão da Faculdade de Farmácia -UFBA e monitoramento da soroconversão para a COVID-19

  • Orientador : MARCIA CRISTINA AQUINO TEIXEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANTONIO RICARDO KHOURI CUNHA
  • LUCIANA SANTOS CARDOSO
  • MARCIA CRISTINA AQUINO TEIXEIRA
  • Data: 19/08/2022

  • Mostrar Resumo
  • A pandemia da COVID-19 causada pelo SARS-CoV-2 trouxe impactos para toda a população, principalmente para os profissionais de saúde que estiveram mais expostos ao vírus. Assim, o conhecimento da prevalência de anticorpos anti-SARS-CoV-2 entre profissionais de saúde é importante para compreender a disseminação da COVID-19 no ambiente de trabalho. O objetivo deste trabalho foi determinar e monitorar a frequência da infecção pelo SARS-CoV-2 nos funcionários dos laboratórios de extensão da Faculdade de Farmácia da UFBA e os fatores de risco associados, através da pesquisa de RNA viral e de anticorpos séricos específicos, a partir do retorno das suas atividades presenciais durante a pandemia. Oitenta e cinco colaboradores dos laboratórios foram monitorados por 6 meses através da detecção de anticorpos IgG anti-SARS-CoV-2 e RNA viral, antes de serem vacinados para COVID-19. A detecção de anticorpos foi realizada por testes sorológicos, como o ensaio imunoenzimático (ELISA) e a quimioluminescência, enquanto que a análise do RNA viral foi realizada através da reação em cadeia da polimerase com transcrição reversa em tempo real (RT-qPCR). Além disso, foi aplicado um questionário para coleta de informações sociodemográficas e relacionadas aos fatores de risco de transmissão da COVID-19. A soroprevalência para anticorpos IgG anti-SARS-CoV-2 foi de 12,99% (IC95%, 7,21 - 22,28) no início do estudo e ao final foi de 24,10% (IC95%, 16,17 - 34,31). A persistência dos anticorpos anti-SARS-CoV-2 entre os participantes soropositivos foi de no mínimo 6 meses. O nível de escolaridade baixo e a renda familiar ≤ 3 salários mínimos apresentaram associação significativa com a presença de anticorpos IgG anti-SARS-CoV-2. Indivíduos que não completaram o ensino médio tiveram uma chance 10,76 vezes maior de serem soropositivos. A presença de sinais e sintomas relacionados à COVID-19 também foi significativamente associada com a soroconversão. Dentre estes, os mais frequentemente relatados foram febre, dor de garganta, dor de cabeça, dispneia e perda de olfato ou paladar. Os resultados permitem concluir que a população investigada apresentou prevalência de anticorpos IgG anti-SARS-CoV-2 relativamente alta, sendo que não foi encontrada evidência de transmissão da COVID-19 no local de trabalho. A educação em biossegurança e as medidas não farmacológicas de prevenção foram eficientes na mitigação da transmissão da COVID-19 entre a equipe de profissionais e colaboradores dos laboratórios de extensão da Faculdade de Farmácia da Universidade Federal da Bahia.


  • Mostrar Abstract
  • The COVID-19 pandemic caused by SARS-CoV-2 brought impacts to the entire population, especially to health professionals who were most exposed to the virus. Thus, knowledge of the prevalence of anti-SARS-CoV-2 antibodies among healthcare professionals is important to understand the spread of COVID-19 in the workplace. The objective of this work was to determine and monitor the frequency of SARS-CoV-2 infection in employees of the extension laboratories of the Faculty of Pharmacy of UFBA and the associated risk factors, through viral RNA and specific serum antibodies, at the return of their in-person activities during the pandemic. Eighty-five laboratory collaborators were monitored for 6 months for the detection of anti-SARS-CoV-2 IgG antibodies and viral RNA, before being vaccinated for COVID-19. Antibody detection was performed by serological tests, such as enzyme immunoassay (ELISA) and chemiluminescence, while viral RNA analysis was performed by real-time reverse transcription polymerase chain reaction (RT-qPCR). In addition, a questionnaire was applied to collect sociodemographic and risk factors for transmission of COVID-19 information. The seroprevalence for IgG anti-SARS-CoV-2 antibodies was 12.99% (95%CI, 7.21 - 22.28) at baseline and 24.10% (95%CI, 16 .17 - 34.31) by the end of the study. Persistence of anti-SARS-CoV-2 antibodies among seropositive participants was at least 6 months. Low education level and family income ≤ 3 minimum wages were significantly associated with the presence of IgG anti-SARS-CoV-2 antibodies. Individuals who did not complete high school were 10.76 times (95%CI, 1.051 – 110.21) more likely to be seropositive. The presence of COVID-19-related signs and symptoms was also significantly associated with seroconversion. Among these, the most frequently reported were fever, sore throat, headache, dyspnea and loss of smell or taste. The results allow us to conclude that the investigated laboratory workers had a relatively high prevalence of IgG anti-SARS-CoV-2 antibodies, although no evidence of transmission of COVID-19 in the workplace was found. Biosafety education and non-pharmacological prevention measures were efficient in mitigating the transmission of COVID-19 among the team of professionals and collaborators of the extension laboratories of the Faculty of Pharmacy of Federal University of Bahia.

7
  • Islania Almeida Brandão Barbosa
  • A IMPORTÂNCIA DO MONITORAMENTO TERAPÊUTICO NA OCORRÊNCIA DE TOXICIDADE GRAVE AO QUIMIOTERÁPICO FLUROURACILA EM PACIENTES COM NEOPLASIA GASTROINTESTINAL

  • Orientador : ANA LEONOR PARDO CAMPOS GODOY
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA LEONOR PARDO CAMPOS GODOY
  • EDITH CRISTINA LAIGNIER CAZEDEY
  • VANESSA BERGMANIN BORALLI MARQUES
  • Data: 19/08/2022

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: O câncer é principal problema de saúde pública no Brasil e no mundo, com destaque ao câncer gastrointestinal, que possui principal associação à fatores ambientais e hábitos de vida. O medicamento 5-fluorouracila é uma das principais alternativas de tratamento para os cânceres gastrointestinais. A meia-vida extremamente curta, estreito índice terapêutico e diferenças inter-individuais dos pacientes, levam a uma limitação em sua utilização devido à alta possibilidade de ocorrência de toxicidades. Objetivo: Este estudo observacional, longitudinal, retrospectivo, descritivo, não controlado de centro único, objetivou avaliar a ocorrência e a gravidade das toxicidades apresentas pelos pacientes em uso medicamento 5-fluorouracila e a importância da otimização e individualização da dose. Metodologia: A identificação da gravidade das toxicidades do 5-FU foi baseada nos Critérios Comuns de Toxicidade, a partir do Common Terminology Criteria for Adverse Events (CTCAE) – version 5.0. Foram utilizados testes paramétricos ANOVA, não paramétrico de Kruskal-Wallis e Qui-quadrado (χ2), além dos testes de Mann-Whitney, na análise estatísticas dos dados. Resultados e Discussão: Foram avaliados 83 pacientes submetidos ao tratamento de câncer colorretal que realizaram tratamento com o protocolo FOLFOX (oxaliplatina 85 mg/m² EV em 2h de infusão; ácido folínico 400 mg/m² EV em 2h de infusão; 5-FU 400 mg/m² em bolus; 5-FU 2400 mg/m² EV em 46 a 48h de infusão), entre junho de 2020 e julho de 2021. As análises realizadas mostraram maior frequência no sexo masculino de desenvolver toxicidade, sendo as toxicidades hematológicas mais frequentes em ambos os sexos, além de se apresentaram com maior gravidade. Além disso, 44,6% dos pacientes não concluíram o tratamento proposto, sendo a progressão da doença a principal causa. Interferências no tratamento por eventos adversos ao 5-FU foram relatadas 112 vezes, levando a atraso, suspensão temporária de tratamento (com ou sem hospitalização), suspensão total e/ou ajuste de dose. IMC e desenvolvimento de toxicidades graves foram significativamente dependentes (p = 0,000).  Conclusão: Os resultados sugerem alta associação entre as toxicidades apresentas e a necessidade de suspensão de tratamento e/ou ajustes de dose com possível redução da eficácia terapêutica e aumento de custos em saúde. Por meio desse estudo demonstra-se a necessidade de tratamento individualizado com manejo mais adequado dos eventos adversos.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Cancer is the main public health problem in Brazil and worldwide, with emphasis on gastrointestinal cancer, which has a major association with environmental factors and lifestyle habits. The drug 5-fluorouracil is one of the main treatment alternatives for gastrointestinal cancers. The extremely short half-life, narrow therapeutic index, and inter-individual differences among patients lead to a limitation in its use due to the high possibility of occurrence of toxicities. Objective: This observational, longitudinal, retrospective, descriptive, uncontrolled single-center study aimed to assess the occurrence and severity of toxicities presented by patients using 5-fluorouracil medication and the importance of dose optimization and individualization. Methodology: The identification of the severity of 5-FU toxicities was based on the Common Toxicity Criteria, from the Common Terminology Criteria for Adverse Events (CTCAE) – version 5.0. Parametric ANOVA, non-parametric Kruskal-Wallis, and Chi-square (χ2) tests were used, in addition to the Mann-Whitney tests, in the statistical analysis of the data. Results and Discussion: Eighty-three patients undergoing treatment for colorectal cancer who underwent treatment with the FOLFOX protocol were evaluated (oxaliplatin 85 mg/m² IV in 2h of infusion; folinic acid 400 mg/m² IV in 2h of infusion; 5-FU 400 mg /m² in bolus; 5-FU 2400 mg/m² IV in 46 to 48 hours of infusion), between June 2020 and July 2021. The analyzes performed showed a higher frequency in males of developing toxicity, with hematological toxicities being more frequent in both sexes, in addition to presenting with greater severity. In addition, 44.6% of patients did not complete the proposed treatment, with disease progression being the main cause. Interferences in treatment due to adverse events to 5-FU were reported 112 times, leading to delay, temporary discontinuation of treatment (with or without hospitalization), complete discontinuation, and/or dose adjustment. BMI and development of severe toxicities were significantly dependent (p = 0.000). Conclusion: The results suggest a strong association between the presented toxicities and the need to suspend treatment and/or dose adjustments with a possible reduction in therapeutic efficacy and increase in healthcare costs. This study demonstrates the need for individualized treatment with more adequate management of adverse events.

8
  • TAIANE CANDEIAS DA SILVA
  • OS DESAFIOS DO USO DE VENETOCLAX EM PACIENTES COM LEUCEMIA MIELOIDE AGUDA

  • Orientador : ANA LEONOR PARDO CAMPOS GODOY
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA LEONOR PARDO CAMPOS GODOY
  • FRANCINE JOHANSSON AZEREDO
  • IZABEL ALMEIDA ALVES
  • Data: 08/09/2022

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: O venetoclax é fármaco inibidor seletivo da célula do linfoma B (BCL-2), uma proteína antiapoptotica. Foi aprovado em 2018 pelas principais agencias regulamentadoras nos Estados Unidos, União Europeia e Brasil para o tratamento de pacientes com Leucemia Mieloide Aguda (LMA) que são refratários aos tratamentos anteriores ou com recidiva. As inovações no tratamento do câncer têm direcionado as terapias para células alvo. Essas terapias são mais toleráveis do que as quimioterapias convencionais, contudo as interações medicamentosas potenciais são mais frequentes. O conhecimento das interações medicamentosas, individualização de tratamento e a gestão adequada da farmacoterapia são importantes para garantia do sucesso terapêutico, pois oferece ao paciente a menor experiência com eventos adversos, melhoria da adesão ao tratamento, redução de custos adicionais para manejar problemas relacionados a medicamentos, melhora qualidade de vida do paciente e um impacto menor nos custos aos cofres públicos além dos que já são gastos diretamente com o fornecimento do tratamento. Objetivo: Descrever as interações medicamentosas e os desafios do uso do venetoclax em pacientes com LMA em um Hospital Sentinela de Salvador. Metodologia: Trata-se de um estudo descritivo, observacional e retrospectivo. A coleta de dados foi realizada através de dados secundários obtidos da busca de prontuários e documentos clínicos dos pacientes. As interações medicamentosas induzidas pelo tratamento com venetoclax foram identificadas utilizando-se o site drugs.com que classifica interações conforme o efeito e manejo necessário em: contraindicada, maior, intermediaria e menor. Para avaliação de dados foram utilizados testes estatísticos paramétricos e não paramétricos. Resultados e Discussão: Foram avaliados 10 pacientes que fizeram uso de venetoclax, 100% dos pacientes (n=10) tinham o diagnóstico de LMA. A idade média foi de 46 anos com desvio padrão (DP= 17). Foram encontradas 319 interações medicamentosas nos 10 pacientes e verificou-se que quanto maior o número de medicamentos prescritos maiores o número de interações. As interações medicamentosas com venetoclax foram identificadas como graves e contraindicadas. Das interações medicamentosas, com venetoclax as mais frequentes foram venetoclax + voriconazol, seguido de venetoclax + morfina, que são medicamentos importantes usados na oncologia. Das interações medicamentosas graves e contraindicadas, com relação ao mecanismo das interações observou-se que 40% são farmacocinéticas, e destas, 100% envolvem as enzimas do Citocromop450 e glicoproteína P. Conclusão: As interações medicamentosas relacionadas ao CYP e Glicoproteína P são os principais limitadores de uso do venetoclax em combinação com outros medicamentos. É necessário monitorar as interações que ocorrem entre os demais medicamentos e avaliar sua eficácia e segurança, pois os impactos dos eventos adversos oriundos da terapia podem ser fatais ou implicar no aumento do tempo de hospitalização.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Venetoclax is a selective inhibitor of lymphoma B cell (BCL-2), an anti-apoptotic protein. Was approved in 2018 by major regulatory agencies in the United States, European Union and Brazil for the treatment of patients with Acute Myeloid Leukemia (AML) that are refractory to previous treatments or with relapse. Innovations in cancer treatment have directed therapies to target cells. These therapies are more tolerable than conventional chemotherapies, however potential, drug interactions are more frequent. Knowledge of drug interactions, individualization treatment and adequate pharmacotherapy management are important to ensure therapeutic success, as it offers the patient less experience with adverse events, improved treatment adherence, reduced additional costs to manage drug-related problems, improves the patient's quality of life and has a smaller impact on costs to public coffers than those that are already spent directly with the provision of treatment. Objective: Describe drug interactions and the challenges of using venetoclax in patients with AML at a Sentinel Hospital in Salvador. Methodology: This descriptive, observational and retrospective study. Data collection was performed using secondary data obtained from the search of medical records and clinical documents of these patients. Drug interactions induced by treatment with venetoclax were identified using the website drugs.com, which classifies interactions according to the effect and necessary management in: contraindicated, major, intermediate and minor. For data evaluation, parametric and non-parametric statistical tests were used. Results and Discussion: Ten patients who used venetoclax were evaluated, 100% of the patients (n=10) had a diagnosis of AML. Mean age was 46 years with standard (SD=17). A total of 319 drug interactions were found in the 10 patients and found that the greater the number of drugs prescribed, the greater the number of interactions. Drug interactions with venetoclax were identified as serious and contraindicated. About drug interactions, with venetoclax, the most frequent were venetoclax + voriconazole, followed by venetoclax + morphine, which are important drugs used in oncology. When it comes to contraindicated drug interactions, regarding the interactions mechanism, it was observed that 40% are pharmacokinetic, however, the serious interactions with venetoclax 100% are pharmacokinetic mechanisms involving the enzymes of Cytocromop450 and P-glycoprotein Conclusion: Drug interactions related to CYP and Glycoprotein P are the main limiting factors for the use of venetoclax in combination to other drugs. Therefore, a monitoring system needs to be adopted to check and evaluate these interactions and access their efficacy and safety, as much as the adverse arising events and impacts happened in cancer treatment. These impacts can be lead to an increase in the length of hospital stay or be fatal

9
  • ELDER TRINDADE DAMASCENO
  • AVALIAÇÃO DA LIPOPROTEÍNA DE ALTA DENSIDADE EM PACIENTES COM DOENÇA RENAL CRÔNICA EM TERAPIA SUBSTITUTIVA: ANTES E APÓS O TRANSPLANTE RENAL

  • Orientador : RICARDO DAVID COUTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CYNARA GOMES BARBOSA
  • JOSE PEREIRA DE MOURA NETO
  • RICARDO DAVID COUTO
  • Data: 23/11/2022

  • Mostrar Resumo
  • A doença renal crônica (DRC) é um importante problema de saúde pública mundial, tendo as doenças cardiovasculares (DCV) precoces como a principal causa de morte. Os distúrbios no metabolismo das lipoproteínas estão associados ao aumento das DCV, o que torna importante investir em estudos sobre estrutura e funcionalidade das lipoproteínas, principalmente da lipoproteína de alta densidade (HDL), por atuar no transporte reverso do colesterol e ter propriedades cardioprotetoras, antioxidante e anti-inflamatórias, aspectos importantíssimos em pacientes com DRC. O objetivo deste estudo foi avaliar modificações estruturais na HDL de pacientes com DRC em terapia renal substitutiva (TRS), hemodiálise, antes e após o transplante renal.  Foram incluídos neste estudo 50 pacientes com DRC em hemodiálise antes e 4 meses após o transplante renal. As análises bioquímicas foram realizadas por reflectância, o tamanho de partícula da HDL e a polidispersidade pelo método de espalhamento da luz (laser light scattering) e as Apo-AI e Apo-B por turbidimetria. Foi encontrado aumento significativo entre as concentrações de colesterol total, colesterol não HDL e LDL-c após o transplante. Para a Apo-B e a relação Apo-B/Apo-A-I observamos aumento significativo após o transplante apenas em homens. A proteína C reativa foi significativamente menor após o transplante. Não foram encontradas diferenças significativas no tamanho de partícula da HDL antes e após e o transplante renal. No entanto, quando analisado a polidispersidade das partículas da HDL, a dispersão foi menor após o transplante. Os achados deste estudo mostraram diferenças significativas no metabolismo lipídico antes e pós-transplante renal. Para avaliar apropriadamente os achados e sua possível influência como condição que eleva o risco cardiovascular será necessário desenvolver estudos mais aprofundados sobre a estrutura e funcionalidade da HDL, considerando principalmente tipo de desenho de estudo que seja apropriado ao que se pretende avaliar.

     


  • Mostrar Abstract
  • Chronic kidney disease (CKD) is a worldwide relevant public health problem, with early cardiovascular disease (CVD) as the most cause of death. Disorders in lipoprotein metabolism are associated with CVD increasing, which makes it imperative to advance in lipoprotein structure and functionality studies, especially for high-density lipoprotein (HDL), as it acts in the reverse cholesterol transport and has cardioprotective, antioxidant, and anti-inflammatory properties, very important aspects in patients with CKD. This study aimed to evaluate HDL structural modifications in patients with CKD undergoing renal replacement therapy (RRT), hemodialysis, before and after kidney transplantation. This study included 50 patients with CKD undergoing hemodialysis before and after four months of kidney transplantation. Biochemical analyses were performed by reflectance, HDL particle size, and polydispersity by the light scattering method (laser light scattering) and the Apo-AI and Apo-B by turbidimetry. Significant increases were found among total cholesterol, non-HDL cholesterol, and LDL-c concentrations after transplantation. For Apo-B and the ApoB/Apo A-I ratio, we observed a significant increase after transplantation only in men. C-reactive protein was significantly lower after transplantation. No significant differences were found in HDL particle size before and after kidney transplantation. However, when analyzing the HDL particles polydispersities, the dispersion was lower after transplantation. The study findings showed significant differences in lipid metabolism before and after kidney transplantation. To properly assess the findings and their possible influence as a condition that increases cardiovascular risk, it will be necessary to develop more in-depth HDL structure and functionality studies, mainly considering the type of study design to reach the appropriate goals intended to be evaluated.

     

10
  • FABIANE MARIA FERNANDES NEVES
  • Desenvolvimento e validação de método analítico utilizando a CLAE para o controle de qualidade do fumarato de tenofovir desoproxila e emtricitabina.

  • Orientador : EDITH CRISTINA LAIGNIER CAZEDEY
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARTIN STEPPE
  • EDITH CRISTINA LAIGNIER CAZEDEY
  • RENATA BIEGELMEYER DA SILVA RAMBO
  • Data: 25/11/2022

  • Mostrar Resumo
  • A profilaxia de Pré-Exposicão (PrEP) ao vírus HIV (do inglês Human Immunodeficiency Virus – HIV) com uso de Truvada, consiste na combinação em dose fixa na formulação por via oral, dos dos fármacos emtricitabina (FTC) 200 mg e tenofovir disoproxil fumarato (TDF) 300 mg. Esse medicamento antirretroviral no qual tem como objetivo central prevenir a soroconversão do vírus no organismo humano, foi aprovado pelo Food Drug Administration (FDA) e disponibilizado no Brasil em 2017 pelo Sistema Único de Sáude. Entretanto, metodologias analíticas para desenvolvidas para a garantia da qualidade dos Insumos Farmacêuticos Ativos (IFA) que compõe o medicamento Truvada ainda são escassas. O presente estudo téorico-experimental teve como objetivo analisar e elaborar uma revisão bibliográfica dos métodos analíticos e bioanalíticos existentes na literatura para os antirretrovirais FTC e TDF. Ainda, na fase experimental desenvolveu e validou um método analítico isocrático rápido de fase reversa por Cromatografia Liquida de Alta Eficiência (CLAE) por detecção UV os ativos de forma simultânea. O estudo revelou que os parâmetros de validação tais como sensibilidade, linearidade, precisão, exatidão e limites de detecção e quantificação foram adequados, alcançando os principais guias regulatórios nacionais e internacionais. Logo, o método revelou ser adequado para utilização na análise de rotina para os insumos farmacêuticos ativos ou em comprimidos. 



  • Mostrar Abstract
  • Pre-exposure prophylaxis (PrEP) to the HIV virus (Human Immunodeficiency Virus - HIV) with the use of Truvada, consists of the combination of the fixed-dose oral formulation of the drugs emtricitabine (FTC) 200 mg and tenofovir disoproxil fumarate (TDF) 300 mg. This antiretroviral drug, whose main objective is to prevent the virus from seroconverting in the human organism, was approved by the Food Drug Administration (FDA) and made available in Brazil in 2017 by the Brazilian Unified Health System. However, analytical methodologies developed for the quality assurance of Active Pharmaceutical Ingredients (API) of Truvada are limited. The purpose of the present theoretical-experimental study was to analyze and elaborate a literature review of existing analytical and bioanalytical methods in the literature for the antiretroviral drugs FTC and TDF. In addition, in the experimental phase, a rapid isocratic reverse-phase analytical method was developed and validated by High-Performance Liquid Chromatography (HPLC) with simultaneous UV detection of the active drugs. The study demonstrated adequate validation parameters among sensitivity, linearity, precision, accuracy, and limits of detection and quantification, meeting the main national and international regulatory guides. Therefore, the method proved to be suitable for use in routine analysis for active pharmaceutical ingredients or tablets.

     


11
  • Laiz Campos Pereira
  • MODELAGEM FARMACOCINÉTICA/FARMACODINÂMICA DA ANFOTERICINA B FRENTE A Candida albicans

  • Orientador : FRANCINE JOHANSSON AZEREDO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA LEONOR PARDO CAMPOS GODOY
  • BIBIANA VERLINDO DE ARAUJO
  • FRANCINE JOHANSSON AZEREDO
  • Data: 14/12/2022

  • Mostrar Resumo
  • As infecções fúngicas invasivas (IFIs) são consideradas um problema de saúde pública, e estudos recentes apontam a espécie Candida albicans como responsável pela maior parte dos casos. Para o tratamento deste tipo de infecção, são utilizados medicamentos antifúngicos pertencentes às classes dos azóis, polienos e equinocandinas, porém fatores como resistência fúngica, efeitos adversos relacionados à toxicidade e interações entre fármacos dificultam o sucesso terapêutico no tratamento. A Anfotericina B (AmB), representante única da classe dos polienos, apresenta um amplo espectro de ação antifúngica e menores índices de resistência, sendo que a AmB associada ao deoxicolato de sódio (AmB-D), a mais utilizada nos hospitais públicos brasileiros. Para que se tenha sucesso no tratamento farmacológico é necessário um conhecimento aprofundado dos aspectos farmacocinéticos (PK) e farmacodinâmicos (PD) do medicamento, e a modelagem farmacocinética-farmacodinâmica (PK/PD) é considerada a abordagem mais adequada para se avaliar a eficácia dos antifúngicos. Por isso, este trabalho teve como objetivo principal desenvolver uma modelagem PK/PD da AmB-D frente a C. albicans. Este trabalho é composto por dois capítulos: (i) Artigo de revisão sobre as principais abordagens da modelagem PK/PD e estudos que aplicaram esta abordagem com antibacterianos e antifúngicos; e (ii) a modelagem PK/PD do efeito antifúngico da AmB-D frente a Candida albicans, através de curvas time-kill, obtidas a partir de um modelo in vitro, no qual foram analisadas concentrações constantes e flutuantes. A modelagem dos dados obtidos foi feita com um modelo Emax sigmoidal modificado, através do software Monolix ®. A partir dos valores dos parâmetros obtidos (Emax e EC50), foi possível avaliar a potência e eficácia deste antifúngico frente a C. albicans, e comparar os resultados de duas metodologias diferentes.


  • Mostrar Abstract
  • Invasive fungal infections (IFIs) are considered a public health problem, and recent studies have shown that the Candida albicans is responsible for most cases. For the treatment of this type of infection, antifungal drugs that belong to the classes of azoles, polyenes, and echinocandins are used, but factors such as fungal resistance, adverse effects related to toxicity, and interactions between drugs difficult the therapeutic success of the treatment. Amphotericin B (AmB), the only representative of the polyene class, presents a broad spectrum of antifungal action and lower resistance rates, with AmB associated with sodium deoxycholate (AmB), considered the conventional formulation, the most used in Brazilian public hospitals. In order for the pharmacological treatment to be successful, it is necessary to have an in-depth knowledge of both the pharmacokinetic (PK) and the pharmacodynamic (PD) aspects of the drug, and the pharmacokinetic-pharmacodynamic (PK/PD) modeling is considered the most effective approach to assess the effectiveness of antifungal agentes. Therefore, this work aimed to develop a PK/PD modeling of AmB deoxycholate against C. albicans. This work consists two chapters: (i) review article about main approaches of the PKPD modeling and studies applying this approache with antibacterials and antifungals; (ii) PK/PD modeling of antifungal effect of AmB-D agains C. albicans, by time-kill curves obtained fram na in vitro model, with satic and dynamic concentrations. For the PK/PD modeling, it was be an adapted sigmoidal Emax model by software Monolix ®. From the obtained parameters (Emax and EC50), it was possible to assess the potency and effectiveness of AmB Against C. albicans, and comparing the results from two different methodologies.

12
  • Miguel de Jesus Oliveira Santos
  • AVALIAÇÃO DE MICROALGAS NA OBTENÇÃO DE PRODUTOS FARMACÊUTICOS E TRATAMENTO DE SEUS RESÍDUOS

  • Orientador : HENRIQUE RODRIGUES MARCELINO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • SILVIA STANISCUASKI GUTERRES
  • HENRIQUE RODRIGUES MARCELINO
  • NEILA DE PAULA PEREIRA
  • Data: 15/12/2022

  • Mostrar Resumo
  • Um sistema de economia circular na indústria farmacêutica pode ser vislumbrado a partir da introdução do conceito de biorrefinaria de microalgas. Esse sistema baseia-se na obtenção de insumos farmacêuticos ativos, excipientes em conjunto com a biorremediação em águas residuais e esgotos contendo estes mesmos componentes, bem como outros resíduos. Desta forma, este trabalho objetiva analisar a viabilidade das biorefinarias de microalgas na indústria farmacêutica em duas frentes. Este documento, portanto, apresenta uma revisão de literatura sobre a biorremediação de meios contaminados com fármacos por microalgas. Adicionalmente, um sistema de liberação controlada entérica para biomassa de Arthrospira platensis LEB-18 foi desenvolvido. Durante a revisão da literatura, foi observado que sistemas de microalgas apresentam eficiência de remo..o de fármacos similar aos tratamentos tradicionais. O crescimento das microalgas expostas aos fármacos parece n.o ser afetado em concentra..es realistas. O principal mecanismo de remoção ndicado é a biodegradação. Nas atividades experimentais, micropartículas de Eudragit® L100 encapsulando biomassa de Arthrospira platensis LEB-18 foram obtidas a partir de design em fatorial 2ˆ2. A eficiência de encapsulamento foi relacionada a uma maior razão polímero por biomassa. Não foram detectadas mudanças no perfil químico das micropartículas em relação a matéria-prima. As micropartículas apresentaram um perfil semicristalino. Micrografia mostrou possível encapsulação dos fragmentos menores de biomassa e presença de fragmentos maiores não encapsulados. Ensaio de digestibilidade in vitro indicou proteção da fração proteica da biomassa encapsulada. A viabilidade prática de uma biorrefinaria farmacêutica pode ser alcançada no curto pro médio prazo se avanços tecnológicos em estudo se confirmarem.


  • Mostrar Abstract
  • By introducing the concept of biorefinery for microalgae, a circular economy system can be envisaged in the pharmaceutical industry. This system is based on the extraction of active pharmaceutical ingredients and excipients and their bioremediation in wastewater and effluents containing the same components as well as other residues. Therefore, the aim of this work is to analyze the feasibility of microalgae biorefineries in the pharmaceutical industry on two fronts. Thus, a literature review on the bioremediation of drug contaminated media by microalgae is presented in this work. In addition, an extract of the protein fraction of the microalgae Arthrospira sp. LEB-18 was obtained for further investigation. During the literature review, it was found that microalgal systems are similarly efficient as conventional treatment methods in removing drugs from water. The growth of microalgae exposed to the drug does not appear to be affected at realistic concentrations. The main removal mechanism is biodegradation. In the experiments, Arthrospira platensis LEB-18 was microencapsulated in Eudragit® L100 at a 2full factorial design. The entrapment efficiency was related to the larger polymer to biomass ratio. No changes in the chemical profiles of the raw materials were observed in the microparticles, which also exhibited a semi-crystalline profile. Microscopic images showed microparticles but also larger biomass fragments that were not fully encapsulated. In vitro digestibility tests indicated protection of the proteinaceous fraction of the encapsulated biomass. The feasibility of a pharmaceutical biorefinery could be achieved in the short to medium term if technological breakthroughs in research are confirmed.

2021
Dissertações
1
  • EDUARDO MOREIRA DA SILVA
  •  


    AVALIAÇÃO DO IMPACTO DAS INTERVENÇÕES EM LABORATÓRIO CLÍNICO PÚBLICO APÓS GESTÃO DA QUALIDADE E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

  • Orientador : RICARDO DAVID COUTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RICARDO DAVID COUTO
  • LUCIANA SANTOS CARDOSO
  • FERNANDA WASHINGTON DE MENDONCA LIMA
  • Data: 21/01/2021

  • Mostrar Resumo
  • No Brasil, nas últimas três décadas, a gestão da qualidade entrou no cenário dos serviços laboratoriais de análises clínicas. Isso foi evidenciado pelo crescimento de certificações e acreditações regulamentadas pelo INMETRO, principalmente nas organizações de capital privado. No entanto, observa-se ainda interesse limitado para a implementação da gestão da qualidade por parte das instituições públicas ligadas ao SUS. Esta dissertação demonstra qual a importância da gestão da qualidade e do planejamento estratégico para a melhoria da qualidade em relação a: produtos, serviços, engrenagem dos processos, fluxos informacionais, desempenho organizacional, tomada de decisão médica e a análise de risco dentro destas instituições públicas. Para a realização desse estudo de caráter exploratório-descritivo – executado nas dependências do Laboratório de Análises Clínicas e Toxicológicas (LACTFAR) da Faculdade de Farmácia da Universidade Federal da Bahia (UFBA) - foram utilizadas técnicas, ferramentas e métodos relacionados a gestão da qualidade que possibilitaram o alcance dos resultados. Nesse sentido, as não conformidades foram divididas em categorias com destaque para as de infraestrutura e processo, que representaram 78,1%, enquanto que a operacional representou apenas 21,9% das ocorrências no índice geral de não conformidade. Isso indica a direção que deve ser focada dentro da estrutura do LACTFAR para a elaboração de planos de ação e aplicação dos recursos para a solução de problemas. Dessa forma, constatou-se que a abordagem de processo por meio do controle de processos é uma ferramenta fundamental, pois, tais resultados evidenciaram as não conformidades que antes eram tratadas como situações normais e sem solução aparente. O conhecimento das inter-relações dos processos favorece a identificação dos pontos críticos para estabelecer monitoramentos constantes que proporcionam benefícios visíveis na qualidade do produto final, diminuindo, assim, o retrabalho evidenciado na redução das não conformidades. O desenvolvimento organizacional ocorre a partir das mudanças internas orientadas pelo olhar das alterações dos cenários externos entendendo o contexto em que a instituição está inserida para seu direcionamento estratégico.


  • Mostrar Abstract
  • In Brazil, in the last three decades, quality management has entered the scenario of laboratory services for clinical analysis. This scenario showed up by the growing number of certifications and accreditations regulated by the INMETRO, mainly in private equity organizations. However, there is still limited interest in the implementation of quality management by public institutions linked to SUS. This dissertation demonstrates the importance of quality management and strategic planning for improving quality concerning products, services, process gear, information flows, organizational performance, medical decision making, and risk analysis within these public institutions. To carry out this exploratory-descriptive study on the Laboratory of Clinical and Toxicological Analysis (LACTFAR) from the Faculty of Pharmacy, Federal University of Bahia (UFBA), techniques, tools, and methodologies for quality management were used to achieve the results. In this sense, non-conformities could be shared into categories to emphasize infrastructure and process, which accounted for 78.1%, while the operational process accounted for 21.9% of occurrences in the general non-compliance index. This find indicates the direction that should be focused within the LACTFAR structure for the preparation of action plans and the application of resources for solving problems. Thus, we found that the process approach through process control is a fundamental tool because such results showed the non-conformities that were previously treated as ordinary situations and with no apparent solution. The knowledge of the interrelationships of the processes favors the identification of critical points to establish constant monitoring that provides visible benefits in the quality of the final product, thus reducing the rework shown in the reduction of non-conformities. Organizational development occurs based on internal changes guided by looking at changes in external scenarios, understanding the context in which the institution is inserted for its strategic direction.

2
  • GESSICA SABRINA DE ASSIS SILVA
  • POTENCIAL TERAPÊUTICO DE VESÍCULAS EXTRACELULARES DERIVADAS DE CÉLULAS MESENQUIMAIS NA NEUROPATIA SENSORIAL DIABÉTICA EXPERIMENTAL.

  • Orientador : CRISTIANE FLORA VILLARREAL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CRISTIANE FLORA VILLARREAL
  • ANA LEONOR PARDO CAMPOS GODOY
  • LUIZ FERNANDO FERRARI
  • Data: 01/02/2021

  • Mostrar Resumo
  • INTRODUÇÃO: A neuropatia sensorial é uma das complicações mais frequentes e debilitantes do diabetes e se manifesta por meio de sintomas paradoxais como dor e perda de sensibilidade. Seu tratamento farmacológico é pouco eficaz, produz uma série de efeitos adversos e não possui ação curativa, agindo somente no alívio dos sintomas. Células-tronco mesenquimais têm sido consideradas promissoras para o tratamento das neuropatias dolorosas. As propriedades terapêuticas das células mesenquimais vêm sendo atribuídas a sua capacidade de liberar moléculas bioativas solúveis e contidas em vesículas extracelulares (VE). OBJETIVO: Investigar o potencial terapêutico de VE derivadas de células mesenquimais de medula óssea humanas (CMsMO) em modelo murino de neuropatia diabética sensorial (NDS).  MÉTODOS: CMsMO foram obtidas da medula óssea humana e caracterizadas por análises morfológicas, citometria de fluxo e diferenciação in vitro. As VE foram obtidas por ultracentrifugação do secretoma de CMsMO e caracterizadas quanto ao seu tamanho, forma e quantidade por microscopia eletrônica de transmissão (MET) e pela técnica de análise de partículas em suspenção (NTA - Nanoparticle Tracking Analysis). O modelo de NDS por estreptozotocina (ETZ; 80 mg/kg/i.p.) foi induzido em camundongos C57Bl/6 machos (22-25g), oriundos do Biotério do IGM (FIOCRUZ-BA) e o limiar nociceptivo mecânico foi avaliado durante todo o período experimental (92 dias), com filamentos de von Frey. Trinta dias após a indução do modelo, os camundongos receberam administração endovenosa de salina (100 µL), VE-CMsMO (100 µL) ou CMsMO (1x106). A contribuição do sistema opióide para o efeito analgésico da terapia celular foi investigada em ensaio de reversão por antagonista, utilizando-se naloxona (0.4 mL/kg por via i.p) administrada 7 e 60 dias após o transplante. A expressão de preproencefalina na medula espinal e no sobrenadante do cultivo de CMsMO foi analizada por PCR quantitativo em Tempo Real (RT-qPCR). RESULTADOS: Através do ensaio de diferenciação e pela caracterização por citometria de fluxo, foi confirmado que as células em expansão eram mesenquimais. A caracterização das VE-CMsMO pelo NTA mostrou uma população de VE com tamanho de 52,4 a 450 nm, correspondente à microvesículas e exossomos. O número total médio de vesículas recuperadas a partir de 1x106 CMsMO foi de 4,4x108. Dados da MET confirmaram a presença de estruturas com morfologia semelhante à de VE. Uma única administração endovenosa de CMsMO ou VE-CMsMO foi capaz de reverter os sinais comportamentais de neuropatia diabética dolorosa durante todo o período experimental (p<0,05). A administração de naloxona (3 mg/Kg, via i.p), antagonista não seletivo de receptores opioides, reverteu a antinocicepção induzida por CMsMO e VE-CMsMO (p<0,05). Análises de RT-qPCR realizadas 7 dias após os tratamentos com CMsMO e VE-CMsMO indicam o aumento da expressão de preproencefalina em animais neuropáticos quando comparados com salina (p<0,001). Já 60 dias após os tratamentos, foi observado que animais neuropáticos tratados com salina apresentaram menor expressão de preproencefalina na medula espinal em relação aos animais não-neuropáticos (p<0,05). Ainda, a administração de VE-CMsMO, mas não de CMsMO, aumentou a expressão de preproencefalina na medula espinal de camundongos com neuropatia diabética quando comparados aos neuropáticos tratados com salina (p<0,01). Em adição, análises de CMsMO em cultura evidenciaram que essas células expressam preprooencefalina. CONCLUSÃO: os resultados do presente trabalho mostram que VE derivadas de CMsMO humanas preservam as propriedades antinociceptivas das células de origem, e que este efeito parece envolver a ativação do sistema opioide endógeno. Esse estudo evidencia o potencial da terapia cell-free para o controle da neuropatia diabética dolorosa.


  • Mostrar Abstract
  • INTRODUCTION: Sensory neuropathy is one of the most frequent and debilitating complications of diabetes and manifests itself through paradoxical symptoms such as loss of sensation. Its pharmacological treatment is not very effective, produces a series of adverse effects and has no curative action, acting only in the relief of symptoms. Mesenchymal stem cells have been considered promising for the treatment of painful neuropathies. The therapeutic properties of acquired mesenchymal cells are attributed to their ability to release soluble bioactive molecules and contained in extracellular vesicles (EV). OBJECTIVE: To investigate the therapeutic potential of LV derived from human bone marrow mesenchymal cells (BMMCs) in a murine model of sensory diabetic neuropathy (SDN). METHODS: BMMCs were slid from the human bone marrow and characterized by morphological analysis, flow cytometry and in vitro differentiation. The EV were adjusted by ultracentrifugation of the BMMCs secretome and characterized by their size, shape and quantity by transmission electron microscopy (TEM) and by the suspended particle analysis technique (NTA - Nanoparticle Tracking Analysis). The streptozotocin NDS model (ETZ; 80 mg / kg / ip) was induced in male C57Bl / 6 mice (22-25g), from the IGM Biotery (FIOCRUZ-BA) and the nociceptive threshold was performed throughout the period . experimental (92 days), with von Frey filaments. Thirty days after the model was induced, the mice received intravenous administration of saline (100 µL), EV-BMMCs (100 µL) or BMMCs (1x106). The contribution of the opioid system to the analgesic effect of cell therapy was investigated in an antagonist reversal assay, using naloxone (0.4 mL / kg i.p.) administered 7 and 60 days after transplantation. An expression of preproencephalin in the spinal cord and no supernatant from the BMMCs culture was analyzed by quantitative Real-Time PCR (RT-qPCR). RESULTS: Through the differentiation assay and flow cytometry characterization, it was confirmed that the expanding cells were mesenchymal. The characterization of EV-BMMCs by NTA describes an EV population with a size of 52.4 to 450 nm, corresponding to microvesicles and exosomes. The average total number of vesicles recovered from 1x106 BMMCs was 4.4x108. TEM data confirmed the presence of structures with morphology similar to that of EV. A single intravenous administration of BMMCs or EV-BMMCs was able to reverse the behavioral signs of painful diabetic neuropathy throughout the experimental period (p <0.05). The administration of naloxone (3 mg / kg, i.p.), a non-selective opioid receptor antagonist, reversed an antinociception induced by BMMCs and EV-BMMCs (p <0.05). Analyzes of RT-qPCR performed 7 days after treatments with BMMCs and EV-BMMCs indicate an increase in the expression of preproencephalin in neuropathic animals when compared to saline (p <0.001). Already 60 days after the treatments, it was observed that neuropathic animals treated with less saline expression of preproencephalin in the spinal cord compared to non-neuropathic animals (p <0.05). In addition, the administration of EV-BMMCs, but not BMMCs, increased the expression of preproencephalin in the spinal cord of mice with diabetic neuropathy when compared to neuropathies treated with saline (p <0.01). In addition, analyzes of BMMCs in culture showed that these cells express preprooencephalin. CONCLUSION: the results of the present study show that EV derived from human EV-BMMCs preserve the antinociceptive properties of the cells of origin, and that this effect seems to involve the activation of the endogenous opioid system. This study highlights the potential of cell-free therapy to control painful diabetic neuropathy.

3
  • JUCELINO NERY DA CONCEIÇÃO FILHO
  • Avaliação de Níveis Basais de Butirilcolinesterase em Amostra da População de Salvador e o Perfil Epidemiológico das Exposições a Agrotóxicos na Bahia (2017 a 2019)

  • Orientador : ANA LEONOR PARDO CAMPOS GODOY
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA LEONOR PARDO CAMPOS GODOY
  • CLAUDIA REGINA DOS SANTOS
  • MARILDA DE SOUZA GONCALVES
  • Data: 19/02/2021

  • Mostrar Resumo
  • INTRODUÇÃO: As intoxicações exógenas constituem um importante problema de saúde pública mundial, com significativos desafios para os gestores dessa área, tendo os agrotóxicos como um dos principais agentes causais. O conhecimento do perfil epidemiológico deste agravo no estado da Bahia consiste em ferramenta importante para a tomada de decisão pelos órgãos da saúde pública, portanto, os sistemas de informação precisam dispor de dados de qualidade e confiáveis. No campo do diagnóstico laboratorial, a Butirilcolinesterase (BChE) constitui um indicador biológico relevante no diagnóstico e monitoramento dessas intoxicações. OBJETIVOS: O presente estudo tem como objetivos investigar os valores basais da atividade da BChE em amostra da população de Salvador, levando em consideração os fatores que podem interferir na atividade enzimática, e caracterizar o perfil dos casos de exposição a agrotóxicos no estado da Bahia no período de 2017 a 2019, identificando a frequência das intoxicações envolvendo substâncias inibidoras da colinesterase. MÉTODOS: O presente estudo é constituído de duas etapas. A primeira consiste em um estudo descritivo, quantitativo, com abordagem transversal. A amostra foi constituída de voluntários doadores de sangue em hemocentro do estado. A segunda etapa trata-se de estudo observacional descritivo do tipo transversal, considerando o agregado de dados relativos às intoxicações exógenas registradas na Bahia no período de 2017 a 2019, utilizando-se de dados secundários e abordagem quantitativa. RESULTADOS: O presente estudo permitiu validar a metodologia utilizada pelo Laboratório de Análises Toxicológicas (Labtox) do Centro de Informação e Assistência Toxicológica da Bahia (CIATox-BA), além de possibilitar conhecer os níveis basais da butirilcolinesterase em amostra da população de Salvador, que tem apresentado atividade entre 6.000 a 20.500 U/L, com uma média mais baixa no sexo feminino. Os valores obtidos para o sexo masculino foram de 9.300 U/L a 18.400U/L e 8.200 U/L a 18.800 U/L para o feminino. No que concerne aos dados epidemiológicos, este estudo permitiu identificar a ocorrência de inconsistências e incompletitude em ambos os sistemas de informação, além de indicar uma subnotificação no Sinan de 46,7%, apesar da compulsoriedade da notificação do agravo estudado. Verificou-se a ocorrência de 2.853 intoxicações por agrotóxicos, onde 51,0% foram do sexo masculino e 48,7% do sexo feminino. As ocorrências predominaram em residências (59,7%) e a tentativa de suicídio foi a principal circunstância (48,4%). A letalidade encontrada foi de 2,4%, sendo maior no sexo masculino. Os ingredientes ativos mais frequentes foram os inseticidas inibidores de colinesterase. CONCLUSÃO: Os resultados aqui obtidos deixam claro que, apesar da subnotificação, a intoxicação por agrotóxico não limita-se à zona rural, à lavoura, ao sexo masculino ou aos adultos, requerendo uma ação mais ampla dos poderes públicos, evidenciando-se também a necessidade de melhor qualificar a alimentação dos sistemas de informação. Além disto, a alta frequência dos inibidores de colinesterase sinaliza que a BChE ainda tem o seu papel importante como indicador biológico na exposição aos agrotóxicos, independente do ambiente de exposição.


  • Mostrar Abstract
  • INTRODUCTION: Exogenous intoxications are an important worldwide public health problem, with significant challenges for managers in this area, with pesticides as one of the main causal agents. Knowledge of the epidemiological profile of this disease in the state of Bahia is an important tool for decision making by public health agencies, therefore, information systems need to have quality and reliable data. In the field of laboratory diagnosis, Butyrylcholinesterase (BChE) is a relevant biological indicator in the diagnosis and monitoring of these intoxications. OBJECTIVES: The present study aims to investigate the baseline values of BChE activity in a sample of the population of Salvador, taking into account the factors that may interfere with enzyme activity, and to characterize the profile of cases of exposure to pesticides in the state of Bahia in the period from 2017 to 2019, identifying the frequency of intoxications involving cholinesterase inhibiting substances. METHODS: The present study consists of two stages. The first consists of a descriptive, quantitative study, with a transversal approach. The sample consisted of blood donor volunteers in the state's blood center. The second step is a descriptive observational cross-sectional study, considering the aggregate of data related to exogenous intoxications registered in Bahia in the period from 2017 to 2019, using secondary data and a quantitative approach. RESULTS: The present study validated the methodology used by the Toxicological Analysis Laboratory (Labtox) of the Bahia Toxicological Information and Assistance Center (CIATox-BA), in addition to making it possible to know the baseline levels of butyrylcholinesterase in a sample of the population of Salvador, which has shown activity between 6,000 to 20,500 U / L, with a lower average in females. The values obtained for males were 9,300 U / L to 18,400 U / L and 8,200 U / L to 18,800 U / L for females. Regarding epidemiological data, this study made it possible to identify the occurrence of inconsistencies and incompleteness in both information systems, in addition to indicating an underreporting in Sinan of 46.7%, despite the compulsory notification of the disease studied. There were 2,853 pesticide poisonings, 51.0% of which were male and 48.7% female. The occurrences predominated in homes (59.7%) and suicide attempt was the main circumstance (48.4%). The lethality found was 2.4%, being higher in males. The most frequent active ingredients were cholinesterase inhibiting insecticides. CONCLUSION: The results obtained here make it clear that, despite underreporting, pesticide poisoning is not limited to rural areas, crops, men or adults, requiring broader action by public authorities, also evidencing the need to better qualify the information systems feed. In addition, the high frequency of cholinesterase inhibitors signals that BChE still has its important role as a biological indicator in exposure to pesticides, regardless of the exposure environment.

4
  • JONATHAM SOUZA MOREIRA
  • AVALIAÇÃO DE UMA SÉRIE DE TIOSEMICARBAZONAS COMO INIBIDORES DE
    CARBAPENEMASES DO TIPO NEW DHELI METALO BETA-LACTAMASE

  • Orientador : JOICE NEVES REIS PEDREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DARIZY FLAVIA SILVA AMORIM DE VASCONCELOS
  • FRANCO HENRIQUE ANDRADE LEITE
  • JOICE NEVES REIS PEDREIRA
  • Data: 08/03/2021

  • Mostrar Resumo
  • Nos últimos anos, observou-se a disseminação global da resistência bacteriana aos medicamentos β-lactâmicos, tendo os derivados de carbapenêmicos um importante papel no tratamento das infecções por bactérias multirresistentes. A expressão da β-lactamase está principalmente relacionada à resistência bacteriana, o que exige o desenvolvimento de bloqueadores de resistência bacteriana. Embora as combinações de fármacos β-lactâmicos e inibidores de serino-β-lactamase tenham sido bem-sucedidas, tais inibidores são inativos contra Metalo-β-lactamases especialmente, New Delhi Metalo-β-lactamase (NDM). Até o momento, poucos compostos são ativos contra bactérias produtoras de NDM e nenhum inibidor específico está disponível. uma estratégia de desenvolvimento racional para inibidores de NDM começa com ensaios in vitro com o objetivo de buscar compostos que possam atuar sinergicamente com os antibióticos β-lactâmicos. Assim, derivados de tiossemicarbazona foram sintetizados e investigados por sua capacidade de reverter o fenótipo NDM-resistente na bactéria Enterobacter cloacae. A triagem fenotípica indicou que quatro beta-isatina-tiossemicarbazonas apresentaram Concentração Inibitória Fracional (FIC) ≤ 250 µM na presença de Meropenem (2 µg / mL) com o composto 17, o mais promissor, (FIC = 31,25 µM) apresentando efeito sinérgico (índice FIC = 0,34 ) Estudos de Docking e Molecular Dynamics no complexo NDM-composto 17 sugeriram que a subunidade 2,3-dihidro-1H-indol-2-ona da β-isatina interage com zinco catalítico e realiza ligações de hidrogênio com Asp-124 agindo como um bioisóstero não-clássico de ácido carboxílico. Além disso, o estado tautomérico da tiossemicarbazona com o enxofre oxidado parece atuar como um espaçador em vez de um quelante de zinco e as porções aromáticas são estabilizadas por interações pi-pi e cátion-pi com resíduos His189 e Lys221. Nossos resultados abordaram algumas características estruturais da tiossemicarbazona em complexo com NDM, e destacam seu arcabouço como alternativas promissoras para o enfretamento da resistência bacteriana.


  • Mostrar Abstract
  • In recent years, the global spread of bacterial resistance to β-lactam drugs has been observed, with carbapenem derivatives having an important role in the treatment of infections by multi-resistant bacteria. The expression of β-lactamase is mainly related to bacterial resistance, which requires the development of bacterial resistance blockers. Although combinations of β-lactam drugs and serine-β-lactamase inhibitors have been successful, such inhibitors are inactive against Metalo-β-lactamases especially, New Delhi Metalo-β-lactamase (NDM). So far, few compounds are active against NDM-producing bacteria and no specific inhibitors are available. A rational development strategy for NDM inhibitors begins with in vitro assays with the aim of identifying compounds that can act synergistically with β-lactam antibiotics. Thus, thiosemicarbazone derivatives were synthesized and investigated for their ability to reverse the NDM-resistant phenotype in Enterobacter cloacae. Phenotypic screening indicated that four beta-isatin-thiosemicarbazones showed Fractional Inhibitory Concentration (FIC) ≤ 250 µM in the presence of Meropenem (2 µg/mL) with compound 17, the most promising, (FIC = 31.25 µM) showing an effect synergistic (FIC index = 0.34). Docking and Molecular Dynamics studies on NDM-compound 17 complex suggested that 2,3-dihydro-1H-indol-2-one subunit of isatin-β interacts with catalytic zinc and performs hydrogen bonds with Asp-124 acting as a non-classical bioisostere of carboxylic acid. In addition, the tautomeric state of thiosemicarbazone with oxidized sulfur appears to act as a spacer instead of a zinc chelator and the aromatic portions are stabilized by pi-pi and pi-cation interactions with His189 and Lys221 residues. Our results addressed some structural characteristics of thiosemicarbazone in complex with NDM, and highlights its scaffold as promising alternatives to face bacterial resistance.

5
  • GUSTAVO REIS SAMPAIO
  • CONSUMO DE SUBSTÂNCIAS PSICOATIVAS ENTRE OS ESTUDANTES DA ÁREA DE SAÚDE E CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DA UFBA

  • Orientador : DENIS DE MELO SOARES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FABIO CARDOSO CRUZ
  • DENIS DE MELO SOARES
  • DJANILSON BARBOSA DOS SANTOS
  • Data: 18/11/2021

  • Mostrar Resumo
  • As substâncias psicoativas agem no sistema nervoso central produzindo alterações nas sensações, no grau de consciência ou no estado emocional, de forma intencional ou não. O consumo de substâncias psicoativas não é um fenômeno recente. Desde a pré-história essas substâncias estão presentes entre diferentes culturas. Três padrões de uso das drogas podem ser identificados: 1) uso ocasional ou controlado; 2) uso abusivo ou nocivo; 3) uso compulsivo ou dependência. Alguns estudos epidemiológicos foram realizados no Brasil com o intuito de verificar a prevalência de uso de drogas entre a população universitária. A maioria deles concorda que o uso de álcool e outras substâncias é maior entre universitários quando comparado à população geral e a estudantes do ensino médio. Em relação às consequências do consumo de substâncias psicoativas, entre estudantes universitários, encontra-se: acidentes automobilísticos, violência, comportamento sexual de risco, prejuízos acadêmicos, diminuição da percepção e estresse. Os universitários dos cursos de saúde merecem um destaque especial quando se trata do uso de psicotrópicos, pois estes serão responsáveis pela educação em saúde da população no futuro, terão a responsabilidade na identificação e encaminhamento de pacientes com problemas relacionados ao uso de psicotrópicos e ainda também pelo fato de servirem como modelo para os seus pacientes. Portanto, este trabalho objetiva descrever o perfil de consumo das substâncias pelos estudantes da Área II (Fisioterapia, Ciências Biológicas, Nutrição, Farmácia, Enfermagem, Biotecnologia, Saúde Coletiva, Zootecnia, Odontologia, Medicina Veterinária, Medicina, Ciências Naturais, Gastronomia e Fonoaudiologia) da UFBA, através da aplicação de um questionário online. A maior parte das perguntas foram retiradas do ASSIST (Teste de Triagem de Envolvimento com Álcool, Tabaco e Substâncias da OMS) e de outros trabalhos relacionados a esse tema. Os dados foram tratados por meio do programa estatístico SPSS. 514 universitários responderam ao questionário, das quais 502 foram avaliáveis de acordo com os critérios de inclusão. Entre os participantes, a média de idade foi de 25,2 anos com desvio padrão de 7,7 anos, 72,9% eram do sexo feminino e 27,1% do sexo masculino. Para o uso de medicamentos psicoativos com prescrição, 12,9% dos participantes revelaram o uso pelo menos em algum momento. Para o uso de substâncias psicoativas de forma recreativa, tanto para o uso na vida, quanto para o uso nos 3 últimos meses, a prevalência do álcool, maconha e tabaco foram as mais elevadas. De acordo com o questionário do ASSIST, o álcool foi a substância que apresentou a maior proporção de indivíduos com necessidade de um tratamento mais intensivo. Os principais motivos citados para a utilização das substâncias psicoativas foram diversão e controlar a ansiedade. O perfil de consumo variou em relação a literatura, onde a maconha apareceu como a segunda substância mais consumida. O presente trabalho conseguiu atingir os objetivos propostos e não só confirmou alguns dados observados em outros estudos realizados em universitários, como também trouxe novas informações sobre a extensão e perfil de consumo dessas substâncias.


  • Mostrar Abstract
  • Psychoactive substances act on the central nervous system, producing changes in sensations, in the degree of consciousness or in the emotional state, whether intentionally or not. The consumption of psychoactive substances is not a recent phenomenon. Since prehistory these substances have been present between different cultures. Three patterns of drug use can be identified: 1) occasional or controlled use; 2) abusive or harmful use; 3) compulsive use or addiction. Some epidemiological studies have been carried out in Brazil in order to verify the prevalence of drug use among the university population. Most of them agree that the use of alcohol and other substances is higher among university students when compared to the general population and high school students. Regarding the consequences of the consumption of psychoactive substances, among university students, we could cite: car accidents, violence, risky sexual behavior, low academic performance, decreased perception and stress. The university students of health courses deserve a special mention when it comes to the use of psychotropic drugs, as they will be responsible for the health education of the population in the future, responsible for identifying and referring patients with problems related to the use of psychotropic drugs and also because they serve as a model for their patients. Therefore, this paper aims to describe the substance consumption profile by students in Area II (Physiotherapy, Biological Sciences, Nutrition, Pharmacy, Nursing, Biotechnology, Public Health, Animal Science, Dentistry, Veterinary Medicine, Medicine, Natural Sciences, Gastronomy and Speech–Language Pathology) at UFBA, through the application of an online questionnaire. Most of the questions were taken from ASSIST (WHO’s Alcohol, Smoking and Substance Involvement Screening Test) and other works related to this topic. The data were processed using the SPSS statistical program. 514 university students have answered the questionnaire, of which 502 have been assessed according to the inclusion criteria. Among the participants, the mean age was 25.2 years with a standard deviation of 7.7 years, 72.9% were female and 27.1% were male. For the use of prescription psychoactive drugs, 12.9% of the participants revealed their use at least at some point. For the use of psychoactive substances in a recreational way, both for use in life and for use in the last 3 months, the prevalence of alcohol, marijuana and tobacco were the highest. According to the ASSIST questionnaire, alcohol was the substance that showed the highest proportion of individuals in need of more intensive treatment. The main reasons cited for the use of psychoactive substances were fun and controlling anxiety. The consumption profile varied in relation to the literature, where marijuana appeared as the second most consumed substance. The present paper managed to achieve the proposed objectives and not only confirmed some data observed in other studies carried out with university students, but also brought new information about the extent and profile of consumption of these substances.

6
  • KATHARINE VALÉRIA SARAIVA HODEL
  • DESENVOLVIMENTO E CARACTERIZAÇÃO DE BIOCURATIVOS A BASE DE CELULOSE BACTERIANA INCORPORADOS COM ÁCIDO P-CUMÁRICO, BIOCHANINA A E EXTRATO DE PRÓPOLIS VERDE E VERMELHA

  • Orientador : ANA LEONOR PARDO CAMPOS GODOY
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA LEONOR PARDO CAMPOS GODOY
  • CAROLINA OLIVEIRA DE SOUZA
  • TANIA FRAGA BARROS
  • Data: 29/11/2021

  • Mostrar Resumo
  • A celulose bacteriana (CB) é uma das grandes apostas do setor biomédico por conta das suas propriedades únicas e que são essenciais para um curativo ideal. Entre elas, a possível incorporação de moléculas que desempenham uma ação ativa no processo de cicatrização. A própolis e os seus biocomponentes são considerados importante candidatos para a incorporação nas membranas de CB para aplicação como curativos, já que possuem atividades biológicas importantes para a regeneração tecidual. Dentro desse contexto, o objetivo desse estudo foi realizar o desenvolvimento e caracterização de biocurativos a base de CB incorporados com extratos de própolis verde e vermelha, bem como os compostos ativos ácido p-cumárico e biochanina A. Ao total, nove biocurativos foram desenvolvidos (um biocurativo controle e oito biocurativos ativos) que foram caracterizados quanto as propriedades morfológicas, ópticas, físicas e de barreira, mecânicas de tração, antioxidante e antimicrobiana. A permeação in vitro utilizando células de difusão de Franz dos biocurativos formados por CB e as substâncias ativas também foi realizada. Dentro desse contexto, a caracterização das nove amostras desenvolvidas, onde a transparência (28,59- 110,62 T600.mm-1 ), opacidade (28,43-50,48 Abs500.mm-1 ), gramatura (0,004- 0,009 g.cm-2 ), espessura (0,023-0,046 mm), aw (0,292-0,455), solubilidade em água (6,25-65,58 %), índice do conteúdo de umidade (27,44-84,87 %), índice de intumescimento (48,93-405,55 %), taxa de permeabilidade ao vapor d’água (7,86-38,11 g.m².dia-1), permeabilidade ao vapor d’água (2,29-10,30 g·mm/m²·dia·Pa), tensão máxima (0,53-4,15 MPa), elongação (99,13-262,39 %), teor de flavonoides total (0,05-39,16 mg EQ.g-1 ), capacidade de sequestro do radical DPPH (21,23-86,76 µg.mL-1 ) foram determinadas. Os biocurativos baseados em CB e extrato de própolis vermelha foram os únicos que apresentaram atividade antimicrobiana contra Escherichia coli. O ensaio de permeação e retenção demonstrou que os biocurativos contendo extrato de própolis apresentaram uma maior concentração no estrato córneo quando comparado a pele viável. Os resultados mostraram, de forma geral, que a presença e a concentração do composto ativo na matriz celulósica interfere nos ensaios de caracterização realizados. Dessa forma, as diferentes performances quanto as propriedades avaliadas sugerem que eles apresentem um potencial de aplicação para tipos de lesões cutâneas distintos, bem como para diferentes fases da cicatrização.


  • Mostrar Abstract
  • Bacterial cellulose (BC) is one of the great bets of the biomedical sector because of its unique properties that are essential for an ideal dressing. Among them, the possible incorporation of molecules that have an active action in the healing process. Propolis and its biocomponents (biomarkers) are considered important candidates for incorporation in BC membranes for application as dressings, since they have important biological activities for tissue regeneration. In this context, the aim of this study was to develop and characterize BC-based biocuratives incorporated with green and red propolis extracts, as well as the active compounds p-coumaric acid and biochanin A. In total, nine biocuratives were developed (one control and eight active biocuratives) that were characterized for morphological, optical, physical and barrier, tensile mechanical, antioxidant and antimicrobial properties. The in vitro permeation using Franz diffusion cells of the biocuratives formed by CB and the active substances was also performed. Within this context, the characterization of the nine samples developed, where the transparency (28.59-110.62 T600.mm-1 ), opacity (28.43-50.48 Abs500.mm-1 ), weight (0.004-0.009 g.cm-2 ), thickness (0.023-0.046 mm), aw (0.292-0.455), water solubility (6.25-65.58 %), moisture content index (27.44-84.87 %), intumescence index (48.93-405.55 %), water vapor permeability rate (7.86-38.11 g.m².day-1 ), water vapor permeability (2.29-10.30 g-mm/m²-day-1), maximum stress (0.53-4.15 MPa), elongation (99.13-262.39 %), total flavonoid content (0.05-39.16 mg EQ.g-1 ), DPPH radical scavenging capacity (21.23-86.76 µg.mL1 ) were determined. The biocuratives based on BC and red propolis extract were the only ones that showed antimicrobial activity against Escherichia coli. The permeation and retention assay showed that the biocuratives containing propolis extract showed a higher concentration in the stratum corneum when compared to viable skin. The results showed, in general, that the presence and concentration of the active compound in the cellulosic matrix interferes in the characterization tests performed. Thus, the different performances as to the properties evaluated suggest that they have a potential application for different types of skin lesions, as well as for different phases of healing.

7
  • SAMARA ALVES SANTOS
  • Avaliação da Imunofluorescência Indireta e do Western blotting na detecção de anticorpos anti-Giardia duodenalis séricos

  • Orientador : MARCIA CRISTINA AQUINO TEIXEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LUCIANA SANTOS CARDOSO
  • MARCIA CRISTINA AQUINO TEIXEIRA
  • THIAGO CAMPANHARO BAHIENSE
  • Data: 02/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • Giardia duodenalis é considerado um dos parasitos humanos mais antigos com vasta distribuição mundial, infectando mais de 280 milhões de pessoas por ano.A giardíase é uma protozoose altamente prevalente em crianças brasileiras, cursando com quadros assintomáticos ou de diarreia aguda ou persistente, acompanhada por cólicas abdominais, flatulência, má absorção e perda de peso. O diagnóstico laboratorial dessa infecção é normalmente realizado através da identificação morfológica de cistos e/ou trofozoítos nas fezes através da microscopia. Além disso, ensaios sorológicos como a Imunofluorescência Indireta (IFI), ELISA (Enzyme-linked immunosorbent assay) e Western Blotingt (WB)têm sido utilizados para detecção de anticorpos específicos para Giardia no soro. Entretanto, existe muita controvérsia quanto à utilização desses ensaios como ferramentas diagnósticas. Assim, este trabalho teve como objetivo avaliar o desempenho dos ensaios de Imunofluorescencia Indireta (IFI) e Western blotting (WB) para a detecção de anticorpos IgG anti-Giardia duodenalis em indivíduos infectados. Foram selecionadas amostras de fezes e soros de crianças de creches e seus responsáveis, bem como de usuários do Laboratório de Análises Clínicas da Faculdade de Farmácia (LACTFAR-UFBA) infectados com Giardia duodenalis, infectados com outros parasitos, além de não-parasitados. Os soros foram analisados utilizando a técnica IFI e WB com o intuito de comparar a sensibilidade e especificidade dos métodos e identificar moléculas imunodominantes do parasito e possíveis reações cruzadas com outros parasitos. Foram testados 97 soros na IFI nas diluições 1:20 e 1:40 e destas, 40 amostras foram testadas no ensaio de WB. A sensibilidade da IFI foi de 97% na diluição dos soros a 1:20, caindo para 39,4% na diluição1:40. Para o WB a sensibilidade foi de 85,7%, considerando o total de 14 soros de pacientes eliminando cistos de Giardia testados. Entretanto, a especificidade para a IFI variou de 46,9% a 59,4%, conforme a diluição do soro, enquanto no WB foi de 75%. A maioria das amostras de soro dos pacientes com amebas positivaram na IFI na diluição 1:20, evidenciando uma possível reação cruzada, também observada no WB. As proteínas de 25, 27-31 e 45-55kDa foram consideradas imunodominantes por terem sido as mais reconhecidas por pessoas infectadas com G. duodenalis, apresentando uma sensibilidade diagnóstica exclusiva de cada proteína de 42,8%, 50% e 57,1% respectivamente. A concordância entre o WB e a detecção de G. duodenalis nas fezes por microscopia foi considerada substancial, Kappa = 0,61, enquanto que para a IFI nas diluições de soro 1:20 e 1:40 foram consideradas baixas, Kappa=0,27 e 0,31, respectivamente.A concordância entre os dois métodos sorológicos testados foi fraca com os soros diluídos 1:20 no IFI, Kappa = 0,150,ou nula, com a diluição 1:40 dos soros.A constante exposição à infecção por Giardia ao longo da vida pode manter altos níveis de anticorpos específicos no soro, mesmo sem infecção ativa, o que pode explicar a elevada sensibilidade e baixa especificidade de ensaios. A utilização de antígenos fracionados, como no WB, possibilita o reconhecimento de antígenos específicos imunodominantes e suas combinações ou critérios de exclusão, podendo ser utilizado como um teste alternativo no diagnóstico da giardíase.


  • Mostrar Abstract
  • Giardia duodenalisis considered one of the oldest human parasites with wide distribution worldwide, infecting more than 280 million people a year. Giardiasis is a highly prevalent protozoosis in Brazilian children, with asymptomatic or acute or persistent diarrhea, accompanied by abdominal cramps, flatulence, malabsorption and weight loss. Laboratory diagnosis of this infection is usually performed through the morphological identification of cysts and/or trophozoites in the stool through microscopy. In addition, serological assays such as Indirect Immunofluorescence (IFI), ELISA (Enzyme-linked immunosorbent assay) and Western Blotting (WB) have been used to detect specific antibodies to Giardia in serum. However, there is much controversy regarding the use of these assays as diagnostic tools. Thus, this work aimed to evaluate the performance of Indirect Immunofluorescence (IFI) and Western blotting (WB) assays for the detection of IgG antibodies against Giardia duodenalis in infected individuals. Fecal and serum samples were selected from children from day care centers and their guardians, as well as from users of the Clinical Analysis Laboratory of the Faculty of Pharmacy (LACTFAR-UFBA) infected with Giardia duodenalis, infected with other parasites, or non-parasitized. Sera were analyzed using the IFI and WB technique in order to compare the sensitivity and specificity of the methods and identify immunodominant molecules of the parasite and possible cross-reactions with other parasites. Ninety-seven sera were tested in the IFI at 1:20 and 1:40 seric dilutions, and of these, 40 samples were tested in the WB assay. The sensitivity of the IFI was 97% at the 1:20 dilution of the sera, dropping to 39.4% at the 1:40 dilution. For the WB, the sensitivity was 85.7%, considering the total of 14 sera from patients eliminating Giardia cysts. However, the specificity for IFI ranged from 46.9% to 59.4%, depending on the serum dilution, while in WB it was 75%. Most of the serum samples from patients with amoebas were positive in the IFI at a 1:20 dilution, evidencing a possible cross-reaction, also observed in the WB. Proteins of 25, 27-31 and 45-55kDa were considered immunodominant because they were the most recognized by sera of people infected with G. duodenalis, presenting an exclusive diagnostic sensitivity of each protein of 42.8%, 50% and 57.1% respectively. The agreement between WB and the detection of G. duodenalis in feces by microscopy was considered substantial, Kappa = 0.61, while for IFI the serum dilutions 1:20 and 1:40 were considered low, Kappa = 0, 27 and 0.31, respectively. The agreement between the two serological methods tested was weak with sera diluted 1:20 in the IFI, Kappa = 0.150, or null, with a 1:40 dilution of sera. Constant lifetime exposure to Giardia infection can maintain high levels of specific antibodies in the serum, even without active infection, which may explain the high sensitivity and low specificity of assays. The use of fractionated antigens, as in WB, allows the recognition of specific immunodominant antigens and their combinations or exclusion criteria, which can be used as an alternative test in the diagnosis of giardiasis.

8
  • CEZAR MIGUEL SANTOS JUNIOR
  • Isolamento e determinação estrutural de cumarinas das cascas de caule de Metrodorea mollis

  • Orientador : RENATA BIEGELMEYER DA SILVA RAMBO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RENATA BIEGELMEYER DA SILVA RAMBO
  • JORGE MAURICIO DAVID
  • ALEXSANDRO BRANCO
  • Data: 07/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • A flora brasileira possui em torno de 50.000 espécies identificadas, o que corresponde a 22% da vegetação existente em todo o mundo. Contudo, o número de espécies vegetais não identificadas ainda é grande, sobretudo ao se pensar na região nordeste do país. O gênero Metrodorea (Rutaceae) engloba 6 espécies que variam entre arbustos e árvores, que são encontrados exclusivamente na América do Sul, e que também compõem a vegetação encontrada no Parque Nacional da Chapada Diamantina. Entre as espécies do gênero Metrodorea, a M. mollis possui até o momento, apenas um registro a respeito da sua composição fitoquímica, contudo não havia especificação das partes da planta das quais foram extraídos os metabólitos. Neste contexto, este trabalho objetivou realizar o fracionamento do extrato bruto da casca do caule de M. mollis, visando fornecer informações precisas a respeito da obtenção de compostos ativos a partir desta matriz. O material vegetal foi coletado na região da Chapada Diamantina-BA onde uma exsicata foi depositada no Herbário Alexandre Leal Costa, sob o nº 69153. Os extratos foram obtidos por maceração com hexano e metanol, sendo o fracionamento e purificação realizados por cromatografia em coluna empregandoos solventes acetato de etila e hexano e/ou Clorofórmio em sistema gradiente. A análise dos espectros de RMN de 1H e 13C permitiu a identificação de 6 cumarinas: brailina (1), isopimpinelina (2), xantotoxina (3) e xantoxiletina (4). aloxantoxiletina (5) e luvagentina (6). Este trabalho é o primeiro a trazer informações a respeito do isolamento e identificação dos compostos (5) e (6) em todo o gênero Metrodorea.


  • Mostrar Abstract
  • The brazilian flora has around 50.000 identified species, wich means 22% of the existing vegetation worlwide. However, there are also many species without proper identification, specially the ones from northeastern region of Brazil. The genus Metrodorea (Rutaceae) comprises 6 species ranging between shrubs and trees, which are found exclusively in South America, and which belongs to the vegetation found in Chapada Diamantina National Park. Among the species found in Metrodorea, M. mollis has, so far, just one report regarding its phytochemical composition. However, there was no information about the part of the plant used for compounds isolation. In this contexto, this study aimed to fractionate the crude extracts obtained from stem barks of M. mollis, in order to provide accurate information about obtaining active compounds from this plant. Stem barks from M.mollis were collected in March 2005 in the district of Catolés, located in Abaira city, Chapada Diamantina-Bahia, Brazil. The plant was identified and deposited in Alexandre Leal Costa Herbarium by the voucher number 69153. Air-dried stem barks of M.mollis were macerated with hexane and methanol in order to obtain its corresponding extracts, which were fractionated by column chromatography and eluted with ethyl acetate and hexane and/or chloroform in gradient system. NMR 1H and 13C analyzes provided the identification of six coumarins: braylin (1), isopimpinellin (2), xanthoxotin (3), xanthoxyletin (4), alloxanthoxyletin (5), luvagentin (6). This study is the first to bring information about isolation and characterization of compounds (5) and (6) among all the Metrodorea genra.

9
  • ANANDA FREITAS FONSECA
  • DESENVOLVIMENTO DE MODELO FARMACOCINÉTICO POPULACIONAL DA BUPROPIONA UTILIZANDO DADOS DA LITERATURA

  • Orientador : ANA LEONOR PARDO CAMPOS GODOY
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA LEONOR PARDO CAMPOS GODOY
  • RICARDO DAVID COUTO
  • SANDRA ELISA HAAS
  • Data: 14/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A depressão é um dos transtornos psiquiátricos mais comuns, devido à alta incidência nesta década, um maior predomínio de ocorrência em mulheres, dentre elas o transtorno depressivo maior na gravidez. Quando o diagnóstico é feito, o tratamento acontece de acordo com o grau da doença e quando se trata de grau moderado a grave, inicia-se o tratamento farmacológico com antidepressivos. Entre eles, os mais prescritos são os inibidores seletivos de recaptação de serotonina, eles se tornaram medicamentos de primeira linha porque têm uma segurança maior do que os outros. A bupropiona relatada na literatura como um antidepressivos inibidores seletivos de recaptação da serotonina de segunda geração, a qual possui três diferentes sistemas de liberação: a imediata (IR), a sustentada (SR) e a estendida (XL). Objetivo: O objetivo desse estudo é realizar a elaboração de um modelo farmacocinético utilizando dados da literatura para avaliar o perfil farmacocinético da bupropiona em seus três sistemas de liberação (IR, SR e XL) além de analisa a influência das covariáveis sexo e o hábito de fumar. Metodologia: Foi realizada uma pesquisa exploratória com critérios de inclusão, não inclusão e exclusão bem estabelecidos a fim de encontrar artigos que tivessem realizado estudos farmacocinéticos em indivíduos e administrado bupropiona em quaisquer um de sesus sistemas de liberação e dose. Outra característica imprescindível destes estudos foi conter pelo menos um gráfico de concentração versus tempo com definição suficiente para que seus dados fossem extraídos através do software WebPlot Digitizer. Após obtenção dos dados foi realizado o desenvolvimento do modelo farmacocinético populacional utilizando o software Monolix® Suite 2020R1. Resultados: Após aplicação das estratégias de pesquisa, foi atingido um número de 5 artigos que correspondiam as características necessárias para realização da extração dos dados e o alcance do modelo farmacocinético populacional que ajusta e explica harmoniosamente as covariáveis estudadas. Como resultado obtivemos um modelo de um compartimento, com absorção de ordem zero, eliminação linear e considerando o lag time referente aos diferentes sistemas de liberação. Além disso pudemos perceber que as covariáveis sexo e o hábito de fumar não exercem influência na farmacocinética da bupropiona assim como encontrado em outros estudos. Conclusão: O modelo farmacocinético populacional desenvolvido a partir das informações extraídas de trabalhos presentes na literatura conseguiu adequar os dados destes estudos e explorar as covariáveis propostas. Como esperado, o tipo de sistema de liberação possui forte interação com tempo de atraso na liberação do fármaco. Em contrapartida as covariáveis sexo e o ato de fumar não influenciam os parâmetros farmacocinéticos da bupropiona.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Depression is one of the most common psychiatric disorders, due to the high incidence in this decade, a greater prevalence in women, including major depressive disorder in pregnancy. When the diagnosis is made, the treatment occur according to the degree of the disease and when this degree is moderate to severe, pharmacological treatment with antidepressants is started. Among them, the most prescribed drugs are selective serotonin reuptake inhibitors, they are taken first-line drugs because they are safer than the others. Bupropion is reported in the literature as a second-generation SSRI antidepressant, which has three different release systems: immediate (IR), sustained (SR) and extended (XL). Objective: The objective of this study is to develop a population pharmacokinetic model using literature data to assess the pharmacokinetic profile of bupropion in its three delivery systems (IR, SR and XL) in addition to analyzing the influence of the covariates sex and smoking. Methodology: For this, an exploratory search was carried out with well-established inclusion, non-inclusion and exclusion criteria in order to find articles that had performed pharmacokinetic studies in human subjects and administered bupropion in any of its delivery and dose systems. Another essential feature of these studies is to contain at least one graph of concentration versus time with sufficient definition for their data to be extracted using the WebPlot Digitizer software. After getting the data, the population pharmacokinetic model was developed using the Monolix® Suite 2020R1 software. Results: After applying the research strategies, it was reached an number of 5 articles that corresponded to the characteristics necessary to perform the data extraction and the scope of the population pharmacokinetic model that harmoniously adjusts and explains the studied covariates. As a result, we obtained a one-compartment model, with zero-order absorption, linear elimination and considering the lag time related to the different release systems. Furthermore, we could see that the covariates sex and smoking do not influence the pharmacokinetics of bupropion, as found in other studies. Conclusion: The population pharmacokinetic model developed from information extracted from studies in the literature was able to adapt the data from these studies and explore the proposed covariates. As expected, the type of delivery system has a strong interaction with drug release delay time. On the other hand, the covariates sex and smoking do not influence the pharmacokinetic parameters of bupropion.

10
  • AISLA MÉRCIA LÁZARO DE OLIVEIRA
  • CARACTERIZAÇÃO MOLECULAR DE ISOLADOS INVASIVOS DE Streptococcus pneumoniae IDENTIFICADOS NO PERIODO PÓS-VACINAL

  • Orientador : JOICE NEVES REIS PEDREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOICE NEVES REIS PEDREIRA
  • MARCIA CRISTINA AQUINO TEIXEIRA
  • CÍCERO ARMÍDIO GOMES DIAS
  • Data: 17/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • Streptococcus pneumoniae ou pneumococo, uma bactéria Gram positiva com 97 sorotipos descritos, é um dos principais causadores de infecções invasivas que afetam principalmente crianças e idosos, mesmo sendo prevenível por vacinas com boa eficácia. No Brasil, a vacina conjugada PCV10 que inclui os sorotipos 1, 4, 5, 6B, 7F, 9V, 14, 18C, 19F e 23F está diponível no plano nacional de vacinação, o que contribuiu para a redução de mais de 90% dos casos de infecçoes invasivas causadas por pneumococos. O objetivo deste estudo foi
    caracterizar o perfil fenotípico e genotípico de isolados de S. pneumoniae de casos de doença invasiva no período de 2010 a 2019 na cidade de Salvador, Bahia. Os isolados foram obtidos através de cultura microbiológica de diferentes espécimes clínicos, o sorotipo foi determinado por PCR multiplex, o perfil de susceptibilidade antimicrobiana foi determinado por disco-difusão e o perfil clonal foi obtido por PFGE e MLST. No período do estudo, foram identificados 226 casos de infecção pneumocócica. Os isolados foram obtidos de LCR
    (46,5%), sangue (38,9%), LCR e sangue (10,6%), líquido pleural (3,0%), aspirado traqueal (0,4%) e lavado bronco alveolar (0,4%). Quando comparados os anos de 2010 e 2019, observou-se uma redução de 90,2% de casos de doença invasiva pneumocócica (p=0,02). A maioria dos casos foi por sorotipos não vacinais 67,3% (152/226) e o restante foi acometido por sorotipos vacinais, 32,7% (74/226). Os sorotipos mais frequentes foram 14 (9,3%), 3 (8,8%), 23F (7,5%), 12F (6,2%) 19A (4,9%), 4 (4,4%) e 8 (4,4%). Pacientes do sexo
    masculino foram mais frequentes (58,8%). A mediana de idade foi de 36 anos [9-54, amplitude interquartil 25-75%). Crianças nas faixas etárias de 0-2 anos (p<0,001) e 3-4 anos (p=0,03) foram mais acometidas por infecção pneumocócica por sorotipos vacinais (14, 18C, 23F e 6B), enquanto adultos de 25-59 anos foram mais acometidos por sorotipos não vacinais (12F, 19A, 3 e 8) (p=0,048). O teste de suscetibilidade aos antimicrobianos mostrou que, dos isolados incluídos, 23,9% (54/226) não foram suscetíveis a penicilina, 22,1% (50/226) não foram suscetíveis a sulfametoxazol/trimetoprima e 19,5% (44/226) não foram suscetíveis a tetraciclina. Os sorotipos vacinais 14, 19F, 23F, 18C foram mais resistentes a penicilina (p<0,001) e ao sulfametoxazol/trimetoprima (p<0,001), enquanto os sorotipos não vacinais 15C, 31, 19A foram mais resistentes a eritromicina (p=0,02). A multirresistência aos antibióticos foi observada em 6,2% dos isolados (14/226), e destes, 42,9% (6/14) foram sorotipo 19A. Com relação a análise molecular, foram observados três principais grupos clonais, formados pelos ST66 (Sorotipo 14), ST218 (Sorotipo 12F) e ST193 (Sorotipo 18C).
    Esses achados reforçam a importância de uma vigilância contínua nos casos de doença invasiva causadas por S. pneumoniae, de forma que novos dados epidemiológicos sejam fornecidos e auxiliem na avaliação do impacto da vacina PCV10 no Brasil.


  • Mostrar Abstract
  • Streptococcus pneumoniae or pneumococcus, a gram-positive bacterium with 97 serotypes described, is one of the main causes of invasive infections that affect mainly children and the elderly, even though it is preventable by vaccines with good efficacy. In Brazil, the PCV10 conjugate vaccine that includes serotypes 1, 4, 5, 6B, 7F, 9V, 14, 18C, 19F, and 23F is available in the national vaccination plan, which contributed to a reduction of more than 90% of cases of invasive infections caused by pneumococci. This study aimed to characterize the phenotypic and genotypic profiles of S. pneumoniae isolates from cases of invasive disease from 2010 to 2019 in
    Salvador, Brazil. The isolates were obtained through the microbiological culture of different clinical specimens. The serotype was determined by multiplex PCR, the antimicrobial susceptibility profile was determined by disk diffusion method, and the clonal profile was obtained by PFGE and MLST. During the study period, we identify 226 cases of pneumococcal infection. Isolates were obtained from CSF (46.5%), blood (38.9%), CSF and blood (10.6%), pleural fluid (3.0%), tracheal aspirate (0.4%), and bronchoalveolar lavage (0.4%). When comparing the years 2010 and 2019, there was a reduction of 90.2% of cases of invasive pneumococcal disease (p=0.02). Most cases were due to non-vaccine serotypes, 67.3% (152/226), and the remaining were affected by vaccine serotypes, 32.7% (74/226). The most frequent serotypes were 14 (9.3%), 3 (8.8%), 23F (7.5%), 12F (6.2%) 19A (4.9%), 4 (4.4%), and 8 (4.4%). Male patients were more frequent (58.8%). The median age was 36 years [9-54, interquartile range 25-75%). Children aged 0-2 years (p<0.001) and 3-4 years (p=0.03) were more affected by pneumococcal infection by vaccine serotypes (14, 18C, 23F, and 6B), while adults aged 25-59 years were more affected by non-vaccine serotypes (12F, 19A, 3, and 8) (p=0.048). The antimicrobial susceptibility test showed that, of the included isolates, 23.9% (54/226) were not susceptible to penicillin, 22.1% (50/226) were not susceptible to sulfamethoxazole/trimethoprim, and 19.5% (44/226) were not susceptible to tetracycline. The vaccine serotypes 14, 19F, 23F, 18C were more resistant to penicillin (p>0.001) and to sulfamethoxazole/trimethoprim (p>0.001), while the non-vaccine serotypes 15C, 31, 19A were more resistant to erythromycin (p=0.02). Multidrug resistance was observed in 6.2% (14/226) of the isolates, and of these, 42.9% (6/14) were serotype 19A. Regarding the molecular analysis, three main clonal groups were observed, formed by ST66 (Serotype 14), ST218 (Serotype 12F), and ST193 (Serotype 18C). These findings reinforce the importance of continuous surveillance in cases of invasive disease caused by S. pneumoniae so that new epidemiological data are provided and help in evaluating the impact of the PCV10 vaccine in Brazil.

11
  • CLEVERSON ALVES FONSECA
  • ALTERAÇÕES MOLECULARES E INFLAMATÓRIAS ASSOCIADAS À ANGIOGÊNESE EM PACIENTES COM MIELOMA MÚLTIPLO DE SALVADOR BAHIA

  • Orientador : MARILDA DE SOUZA GONCALVES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CYNARA GOMES BARBOSA
  • MARILDA DE SOUZA GONCALVES
  • MARINHO MARQUES DA SILVA NETO
  • Data: 27/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • O Mieloma Múltiplo (MM) é uma neoplasia hematológica caracterizada pela proliferação clonal de plasmócitos na medula óssea (MO), que alteram o microambiente medular mediada pelas citocinas inflamatórias e fatores angiogênicos, representando 1% de todas as neoplasias e 13% a 20% das neoplasias hematológicas. Suas principais manifestações clínicas estão associadas às lesões em diversos órgãos, tais como os rins, ossos e a MO, com evolução para hipercalcemia, insuficiência renal, lesões osteolíticas, anemia, além de apresentar um quadro de imunodeficiência. Dessa forma, o presente estudo investigou alterações laboratoriais associadas aos estágios do mieloma múltiplo, bem como a presença de polimorfismos nos genes IL-1B, IL6, TNF-A, VEGF e VDR e suas associações com os marcadores laboratoriais em pacientes com MM em Salvador-BA. Para tanto, foi realizado um estudo de corte transversal envolvendo 22 indivíduos com diagnóstico de MM atendidos no Serviço de Hematologia do CHUPES-UFBA e 55 individuos saudáveis, ajustado por idade e gênero, acompanhados no LACTFAR-UFBA, após aprovação do CEP. As análises para determinação do biomarcadores laboratoriais foram realizadas por método automatizado, seguindo orientações do fabricante; as analises moleculares para determinação dos polimorfismos genéticos foram realizados por sequenciamento gênico, através da plataforma de sequenciamento do IGM-FIOCRUZ. Os resultados demonstraram a média de idade de 55,1 ± 9,8 anos no grupo MM, sendo 63,64% (n=14) do sexo feminino; além disso, 75% (n=17) destes indivíduos são pretos e pardos e 38,1% (n=8) foram diagnosticados no estágio I da doença (ISS). Foi evidenciado que os indivíduos com diagnostico de MM apresentavam níveis aumentados de proteínas totais e ureia e reduzidos de albumina e fósforo, quando comparados aos controles saudáveis. O alelo C para polimorfismo IL-6 rs1800795 esteve associado com a presença do MM. A associação dos polimorfismos genéticos com os marcadores laboratoriais, em pacientes com MM, demonstrou associação do alelo A do TNF-A rs1800629 com níveis aumentados de proteínas totais e reduzidos de albumina; do alelo A do TNF-A rs673 com níveis séricos de cálcio aumentados; do alelo A para VEGF rs699947 com concentrações séricas reduzidas de fósforo; do alelo A da IL-1B rs16944 com concetrações séricas de cálcio elevadas; não foram observadas associações entre polimorfismo do VDR rs2228570 e os marcadores laboratoriais. Dessa forma, o presente trabalho sugere o polimorfismo da IL-6 rs1800795 como um possível marcador para o desenvolvimento do MM, demonstrando a importância de estudos que avaliem polimorfismos genéticos, principalmente envolvendo a expressão de citocinas e fatores angiogênicos e suas associações com biomardadores, uma vez que poderão contribuir para melhor compreensão dos mecanismos envolvidos no desenvolvimento e evolução do MM.


  • Mostrar Abstract
  • Multiple Myeloma (MM) is a hematologic neoplasm characterized by clonal proliferation of plasma cells in the bone marrow (BM), which alter the marrow microenvironment mediated by inflammatory cytokines and angiogenic factors, representing 1% of all neoplasms and 13% to 20% of hematologic neoplasms. Its main clinical manifestations are associated with lesions in several organs, such as the kidneys, bones, and OM, with evolution to hypercalcemia, renal failure, osteolytic lesions, anemia, in addition to presenting an immunodeficiency picture. Thus, the present study investigated laboratory alterations associated with the stages of multiple myeloma, as well as the presence of polymorphisms in the IL-1B, IL-6, TNF-A, VEGF, and VDR genes and their associations with laboratory markers in patients with MM me SalvadorBA. Therefore, a cross-sectional study was carried out involving 22 individuals diagnosed with MM treated at the Hematology Service of CHUPES-UFBA and 55 healthy individuals, adjusted for age and gender, followed up at the LACTFAR-UFBA, after approval by the CEP. Analyzes to determine laboratory biomarkers were performed using an automated method, following the manufacturer's instructions; the molecular analyzes to determine the genetic polymorphisms were performed by gene sequencing, through the sequencing platform of the IGM-FIOCRUZ. The results showed a mean age of 55.1 ± 9.8 years in the MM group, with 63.64% (n=14) female; Furthermore, 75% (n=17) of these individuals are black and mixed-race, and 38.1% (n=8) were diagnosed with stage I disease (ISS). It was shown that individuals diagnosed with MM had increased levels of total protein and urea and reduced levels of albumin and phosphorus when compared to healthy controls. The C allele for IL-6 rs1800795 polymorphism was associated with the presence of MM. The association of genetic polymorphisms with laboratory markers in patients with MM demonstrated an association of the A allele of TNF-A rs1800629 with increased levels of total proteins and reduced levels of albumin; the A allele of TNF-A rs673 with increased serum calcium levels; the A allele for VEGF rs699947 with reduced serum phosphorus concentrations; IL-1B rs16944 A allele with elevated serum calcium concentrations; no associations between VDR rs2228570 polymorphism and laboratory markers were observed. Thus, the present work suggests the IL-6 rs1800795 polymorphism as a possible marker for the development of MM, demonstrating the importance of studies that evaluate genetic polymorphisms, mainly involving the expression of cytokines and angiogenic factors and their associations with biomarkers, as they may contribute to a better understanding of the mechanisms involved in the development and evolution of the MM.

2020
Dissertações
1
  • ALYSSON LUIZ MENDES DA SILVA
  • Determinação das atividades paraoxonase e arilesterase da enzima PON1 na região do espectro visível em pacientes com dislipidemia: HDL-c baixo e hipertrigliceridemia

  • Orientador : RICARDO DAVID COUTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RICARDO DAVID COUTO
  • ANA LEONOR PARDO CAMPOS GODOY
  • SIMONE GARCIA MACAMBIRA
  • Data: 17/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • Os distúrbios no metabolismo lipídico e das lipoproteínas (dislipidemias) são comuns na população, e são consideradas fator de risco para doenças cardiovasculares. Estudos têm mostrado o aumento do risco cardiovascular em indivíduos com baixa atividade enzimática paraoxonase de PON1. Contudo, ainda não se sabe por certo o papel da atividade arilesterase de PON1, enzima associada à HDL. Esse estudo de corte transversal objetivou avaliar a atividade arilesterase/paraoxonase da PON1 em amostras de soro de pacientes normolipidêmicos e portadores de dislipidemias como hipertrigliceridemia e HDL-c baixo. Foram avaliadas 60 amostras de soro estratificadas nos 3 grupos citados. Foram determinados os perfis lipídicos, as concentrações de apoA1 e atividade enzimática paraoxonase e arilesterase de PON1 frente aos substratos paraoxon e fenilacetato, respectivamente, por espectrofotometria em modo cinético a 405nm, utilizando leitor de microplacas com 96 poços. Os ensaios realizados demonstraram diferença significativa na atividade enzimática entre os diferentes grupos estudados e uma redução proporcional da atividade  enzimática de PON1 comparado aos pacientes normolipidêmicos (p<0,05). Após correção das atividades enzimáticas pela concentração de apoA1, o grupo HDL-c baixo foi o que apresentou maior redução de atividade enzimática e correlação linear positiva quando analisado concentração de HDL-c e apoA1. Houve também dependência diretamente proporcional entre as variáveis atividade enzimática e níveis de apoA1 nas condições de normolipidemia e HDL-c baixo após regressão linear. Os resultados sugerem que em condições de hipertrigliceridemia, existe diminuição da atividade em menor grau quando comparado à condição de HDL-c baixo, onde se observou redução significativa da atividade enzimática de PON1.


  • Mostrar Abstract
  • Disorders in lipid and lipoprotein metabolism (dyslipidemia) are common in the population and are considered risk factors for cardiovascular disease. Studies have shown enhanced cardiovascular risk in individuals with PON1 low paraoxonase activity. However, the role of the arylesterase activity of PON1, an enzyme associated with HDL, is not yet known. This cross-sectional study aimed to evaluate arylesterase/paraoxonase activity of PON1 in serum samples from normolipidemic patients and with dyslipidemia such as hypertriglyceridemia and low HDL-c. Sixty serum were evaluated and stratified in three groups. Lipid profiles were determined, apoA1 levels measured and paraoxonase/arylesterase enzymatic activity of PON1 was determined against paraoxon and phenylacetate substrates, respectively, by spectrophotometry in kinetic mode at 405nm using 96 well microplates. The assays showed a significant difference in enzyme activity between the different groups studied and a proportional reduction in PON1 enzymatic activity compared to normolipidemic patients. After the correction of enzymatic activities by apoA1 concentration, the low HDL-c group showed the largest reduction in enzymatic activity and positive linear correlation when evaluated the concentration of HDL-c and apoA1. There was also a directly proportional dependence between enzymatic activity and apoA1 levels variables under normolipidemic and low HDL-c conditions after linear regression. The results suggest that for hypertriglyceridemia conditions, there is a decreased activity to a lesser extent when compared to the condition of low HDL-c, where is observed a significant reduction in enzymatic activity of PON1.

2
  • ADRIELE PINHEIRO BOMFIM
  • CARACTERIZAÇÃO DE ISOLADOS DE KLEBSIELLA PNEUMONIAE PROVENIENTES DE INFECÇÕES DE CORRENTE SANGUÍNEA


  • Orientador : JOICE NEVES REIS PEDREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOICE NEVES REIS PEDREIRA
  • JOSILENE BORGES TORRES LIMA MATOS
  • TANIA FRAGA BARROS
  • Data: 09/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • Klebsiella pneumoniae é um importante patógeno relacionado com infecções de corrente sanguínea (ICS), e um problema de saúde pública, principalmente devido a emergência de linhagens resistentes a múltiplos antimicrobianos e a disseminação de elementos genéticos móveis codificadores de β-lactamases. Este estudo teve como objetivo descrever os aspectos clínicos e epidemiológicos da ICS causada por K. pneumoniae, assim como determinar o perfil fenotípico e genotípico de resistência aos antimicrobianosTrata-se de um estudo transversal conduzidos em dois hospitais terciários privados, durante o período de abril/2016 a dezembro/2018, no qual foram avaliados todos os casos de ICS por K. pneumoniae. Os dados clínicos epidemiológicos foram obtidos através da revisão dos prontuários, os perfis de resistência fenotípica foram determinados através do sistema automatizado VITEK-2® (bioMeriéux), os genes de resistências aos β-lactâmicos foram determinados por PCR, e o perfil genético pelo PFGE. Foram identificados 196 casos de ICS por K. pneumoniae, 87,7% foram classificados como infecções relacionados a assistência à saúde (IRAS) e os pacientes tiveram uma mediana de idade de 67 anos (55-80) e a maioria foram do sexo masculino (59,2%). A resistência aos carbapenêmicos foi identificada em 31% dos casos e resistência as cefaloporinas em 64,4%. Pacientes mais jovens (mediana de 60 anos) e com doença renal tiveram maior risco para infecção por KP-CR. A taxa de óbito geral foi de 48% e entre os pacientes infectados por KP-CR foi duas vezes maior que entre os pacientes com infecção por KP-CS (P= 0,02). Um total de 63,3% amostras foram classificadas como MDR. Quanto aos determinantes de resistência blaSHV, blaCTX-M-1, blaTEM, blaKPC, blaVIM blaNDM foram as variantes mais frequentes e nenhum isolado testado apresentou os genes blaGES, blaOXA-48-like e blaIMP. A análise das cepas pelo PFGE identificou um grupo clonal com 14 isolados e um segundo com apenas 2 isolados e 18 perfis distintos. Infecção por KP-CR foi mais frequente em pacientes mais jovens, associada aos cuidados em saúde e com maior letalidade. Além disso, a disseminação de um clone entre os hospitais representa um desafio para o controle de resistência aos antimicrobianos.


  • Mostrar Abstract
  • Klebsiella pneumoniae is an important pathogen related to bloodstream infections (BSI), and a public health problem, mainly due to the emergence of strains resistant to multiple antimicrobials and the spread of mobile genetic elements encoding β-lactamases. This study aimed to describe the clinical and epidemiological aspects of BSI caused by K. pneumoniae as well as to determine the phenotypic and genotypic profile of antimicrobial resistance. This is a cross-sectional study conducted in two private tertiary hospitals, from April/2016 to December/2018, in which all cases of ICS by K. pneumoniae were evaluated. Epidemiological and clinical data were obtained by reviewing medical records, phenotypic resistance profiles were determined using the automated system VITEK-2® (bioMeriéux), the β-lactam resistance genes were determined by PCR, and the genetic profile by PFGE. A total of 196 cases of BSI due to K. pneumoniae were identified, 87.7% were classified as healthcare-related infections and the patients had a median age of 67 years (55-80) and the majority were male (59.2%). Resistance to carbapenems was identified in 31% of cases and resistance to cephaloporins in 64.4%. Younger patients (median 60 years old) and with kidney disease were at higher risk for KP-CR infection. The overall death rate was 48% and among patients infected with KP-CR it was twice as high as among patients infected with KP-CS (P = 0.02). A total of 63.3% samples were classified as MDR. As for the determinants of resistance blaSHV, blaCTX-M-1, blaTEM, blaKPC, blaVIM blaNDM were the most frequent variants and none of the tested isolates presented the blaGES, blaOXA-48-like and blaIMP genes. The analysis of strains by PFGE identified a clonal group with 14 isolates and a second with only 2 isolates and 18 distinct profiles. KP-CR infection was more frequent in younger patients, associated with health care and with greater lethality. In addition, the spread of a clone between hospitals represents a challenge for the control of resistance to antimicrobials.

3
  • CLARICE RIBEIRO LIRA
  • Avaliação do Efeito do Biperideno na Autoadministração de Etanol em Ratos

  • Orientador : RODRIGO MOLINI LEAO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • PAULA CRISTINA BIANCHI
  • RENATA BIEGELMEYER DA SILVA RAMBO
  • RODRIGO MOLINI LEAO
  • Data: 03/07/2020

  • Mostrar Resumo
  • O abuso do etanol é um problema importante de saúde pública mundial. O desenvolvimento da dependência de etanol ocorre a partir de plasticidades no sistema nervoso central. É sabido que o comportamento do consumo de etanol pode ser modulado pela neurotransmissão colinérgica através de receptores nicotínicos. No entanto, pouco se sabe sobre a interação do etanol e receptores muscarínicos. O biperideno é um medicamento anticolinérgico que agem bloqueando preferencialmente o receptor muscarínico M1 e foi promissor para tratamento de outras substâncias de abuso. O objetivo deste trabalho foi avaliar o envolvimento do biperideno nos mecanismos motivacionais e de reinstalação da busca de etanol no modelo de comportamento operante. Para isso, foram utilizados ratos Long Evans machos adultos e caixas de autoadministração. Os animais foram treinados a pressionar uma barra para receber um reforço de etanol e divididos nos grupos Controle e Biperideno, e receberam a administração de salina 0,9% (1 ml/kg; i.p.) ou diferentes doses de biperideno (1,0; 2,5; 5,0 e 10 mg/kg; i.p.), respectivamente, 30 minutos antes de cada teste. A motivação de busca de etanol foi avaliada através do procedimento de Razão Progressiva (RP). Nossos resultados demonstram uma diminuição significativa do ponto de ruptura e no número de reforços nas doses 5,0 e 10,0 mg/kg (i.p.). Além disso, foi realizado o protocolo de acesso livre prolongado (“Binge”) de etanol por um período de 5 horas. Os resultados demonstraram uma redução significativa na busca pelo etanol nos animais tratados com as doses 5,0 e 10 mg/kg (i.p.) quando comparado ao controle. Posteriormente, os animais passaram pela etapa de extinção, onde cada pressão na barra ativa não foi mais reforçada pela liberação de etanol e foi realizada em um ambiente com diferenças táteis, visuais, sonoras e circadianas do ambiente da fase de aquisição, que denominamos de “Contexto B”. Vinte e quatro horas após a última sessão de extinção foi realizado o teste de reinstalação induzida pelo contexto. Foi observado que todas as doses de biperideno administradas foram capazes de atenuar a reinstalação da autoadministração de etanol induzida pelo contexto.


  • Mostrar Abstract
  • Ethanol abuse is a major public health problem worldwide. The development of ethanol dependence occurs from plasticities in the central nervous system. It is known that the behavior of ethanol consumption can be modulated by cholinergic neurotransmission through nicotinic receptors. However, it is not well known about the interaction in between ethanol and muscarinic receptors. Biperiden is an anticholinergic drug that acts preferentially by blocking the muscarinic M1 receptor and has been promising for treatment of other substances of abuse. The aim of this work was to evaluate the involvement of biperiden in the motivational mechanisms and reinstatement of the ethanol seeking on the operant behavior animal model. For this, adult male Long Evans rats and self-administration boxes were used. Animals were trained to press a lever to receive an ethanol dose and for the tests the subjects were divided into the Control and Biperiden groups, and received 0.9% saline (1 ml / kg; i.p.) or different doses of biperiden (1.0; 2.5; 5.0 and 10.0 mg / kg; i.p.), respectively, 30 minutes before each test. The motivation to ethanol seeking was assessed using the Progressive Ratio (PR) schedule. Our results demonstrate a significant decrease in the breakpoint and in the number of reinforcements at doses 5.0 and 10.0 mg / kg (i.p.). In addition, the extended access protocol (“Binge”) for ethanol was carried out for a period of 5 hours. The results demonstrated a significant reduction in the search for ethanol in the animals treated with the doses 5.0 and 10 mg / kg (i.p.) when compared to the control. Later, the animals went through the extinction stage, where each pressure on the active lever was no longer reinforced by ethanol and it was performed in an different environment with tactile, visual, sound and circadian differences from the environment of the acquisition phase, which we call “Context B”. Twenty-four hours after the last extinction session, the context-induced reinstatement test was performed. It was observed that all doses of biperiden administered 30 minutes before the test were able to prevent the context-induced reinstatement of ethanol seeking.

4
  • GIULYANA EVELYN OLIVEIRA DA SILVA CAVALCANTI
  • CARACTERIZAÇÃO FENOTIPÍCA E GENOTÍPICA DE ENTEROBACTÉRIAS PRODUTORAS DE NOVA DELHI METALO-BETA-LACTAMASE (NDM) EM SALVADOR, BA

  • Orientador : JOICE NEVES REIS PEDREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DAIANA DE LIMA MORALES
  • JOICE NEVES REIS PEDREIRA
  • TANIA FRAGA BARROS
  • Data: 28/07/2020

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A disseminação de bactérias resistentes aos antimicrobianos é uma ameaça à saúde pública. Nesse contexto, a produção da enzima Nova Delhi Metalo-beta-lactamase (NDM), é uma grande preocupação devido à sua capacidade de hidrolisar os carbapenêmicos, classe utilizados no tratamento de infecções causadas por microrganismos resistentes a múltiplos fármacos (MDR). Desde a primeira detecção de NDM em 2009 na Índia, o número de pacientes colonizados ou infectados com enterobactérias produtoras de NDM têm aumentado mundialmente. Objetivos: Determinar a prevalência e caracterizar o perfil molecular de enterobactérias produtoras de NDM em Salvador, Bahia. Metodologia: Foi realizado um estudo transversal no período de janeiro de 2016 a dezembro de 2018 em três hospitais terciários de Salvador. A identificação bacteriana e testes de susceptibilidade antimicrobiana foram conduzidos utilizando o sistema Vitek 2 (BioMèrieux, França), adicionalmente foram realizados testes fenotípicos para verificação da resistência a colistina (teste da gota) e para avaliação da produção de carbapenemases (mCIM/eCIM). A presença de genes de resistência foi investigada por PCR, a variabilidade genética foi verificada pelo sequenciamento total do gene NDM. A relação clonal entre os isolados foi determinada por PFGE e MLST. Resultados: Nos três anos de investigação foram identificados 33 casos de enterobactérias produtoras de NDM em um total de 301, revelando uma prevalência de 11%. Os casos ocorreram com maior frequência no sexo masculino (63,3%) e entre aqueles com mais de 60 anos de idade (60%). A maioria dos isolados foram obtidos de hemocultura (54,6%), seguido por swab retal (15,3%) e urocultura (12,2%). A espécie mais frequente nesse estudo foi K. pneumoniae (97%), as quais apresentaram 100% de resistência ao ciprofloxacino, e elevadas taxas de resistência contra inibidores de beta-lactamase (96,5%), cefalosporinas (96,5%) e carbapenêmicos (96,5%), enquanto a menor taxa de resistência se deu contra a tigeciclina (15,4%). Os genes que codificam ESBL OXA (27%), TEM (22%) e SHV (20,6%) foram detectados. O padrão de co-expressão TEM, SHV, OXA-1, CTX-M15, NDM foi frequente entre os isolados (27,2%). A análise por PFGE demonstrou relação genética entre as cepas, confimado pelo MLST, o qual idnetificou poucas variantes de ST. Conclusão: Demonstramos que as enterobactérias produtoras de NDM estão associadas a um perfil MDR, possuem rápida disseminação e potencial para causar surtos, representando um problema de saúde pública cujo manejo compõe um desafio para os comitês de controle de infecção.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: The spread of bacteria resistant to antimicrobials is a threat to public health. In this context, the production of the New Delhi Metalo-beta-lactamase (NDM)  enzyme is a major concern related to its ability to hydrolyze carbapenems, a specific class in the treatment of infections caused by micro-organisms resistant to multiple drugs (MDR). Since the first detection of NDM in 2009 in India, the number of patients colonized or infected with NDM-producing enterobacteria has increased worldwide. Objectives: Determine the prevalence and characterize the molecular profile of NDM-producing enterobacteria in Salvador, Bahia. Methodology: A cross-sectional study was carried out from January 2016 to December 2018 in three tertiary hospitals in Salvador. Bacterial identification and antimicrobial susceptibility tests were performed using the Vitek 2 system (BioMèrieux, France), in addition, phenotypic experimental tests were made for checking colistin resistance (drop test) and evaluation of carbapenema production (mCIM/eCIM). The presence of resistance genes was investigated by PCR, the genetic variability was verified by the total sequencing of the NDM gene. A clonal relationship between those selected was determined by PFGE and MLST. Results: In the three years of research were identified 33 cases of NDM-producing enterobacteria in a total of 301, revealing a prevalence of 11%. Cases occur more frequently in males (63.3%) and among those over 60 years of age (60%). Most isolates were obtained from blood culture (54.6%), followed by rectal swab (15.3%) and uroculture (12.2%). A more frequent species in this study was K. pneumoniae (97%), as they showed 100% resistance to ciprofloxacin, and resistance rates against beta-lactamase inhibitors (96.5%), cephalosporins (96.5%) and carbapenems (96.5%), while the lowest resistance index was against tigecycline (15.4%). The genes encoding ESBL OXA (27%), TEM (22%) and SHV (20.6%) were detected. The co-expression pattern TEM, SHV, OXA-1, CTX-M15, NDM was frequent among those indicated (27.2%). PFGE analysis showed a genetic relationship between the strains, confirmed by the MLST, which identified few ST variants. Conclusion: Here we demonstrated that NDM-producing enterobacteria are associated with an MDR profile, they exhibit rapid dissemination and the potential to cause outbreaks, representing a public health problem whose management constitutes a challenge for the infection control committee.

5
  • EMILY BATISTA PINHEIRO
  • Perfil dos anticorpos IgE e IgG4 específicos para os antígenos recombinantes Sm29 e SmKI-1 em indivíduos residentes em área endêmica em esquistossomose mansônica

  • Orientador : LUCIANA SANTOS CARDOSO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LEA CRISTINA DE CARVALHO CASTELLUCCI
  • LUCIANA SANTOS CARDOSO
  • NECI MATOS SOARES
  • Data: 25/08/2020

  • Mostrar Resumo
  • A esquistossomose é uma doença parasitária que afeta cerca de 200 milhões de pessoas e ameaça mais de 600 milhões de pessoas que vivem em áreas de risco. Como estratégia de controle, muitos estudos têm sido realizados para identificar um antígeno vacinal capaz de promover a redução parcial da carga parasitária, reduzindo consideravelmente a patologia e limitando a transmissibilidade da doença. Nesse contexto, proteínas localizadas no tegumento do parasito, envolvidas na evasão imune para favorecer a sobrevivência do parasita, são promissoras candidatas à vacina. Este estudo tem como objetivo avaliar a produção de anticorpos IgE e IgG4 específicos para os antígenos Sm29 e SmKI-1 do Schistosoma mansoni em soro de indivíduos residentes em uma área endêmica em esquistossomose. Trata-se de um estudo de acompanhamento onde foram incluídos indivíduos que residiam na área endêmica de esquistossomose, município do Conde-BA. Foram coletadas amostras de soro e fezes para exames parasitológicos antes do tratamento antiparasitário específico (D0), 1 mês após o tratamento (D30), 6 meses (D180), um ano após o tratamento (D360) e um ano e seis meses pós tratamento (D540) com praziquantel. Os exames parasitológicos foram realizados pela técnica de Kato-Katz. Os indivíduos foram classificados de acordo com a carga parasitária em negativos, baixa carga (<99 opg) e alta carga (> 99 opg) no D0. Os níveis de anticorpos IgG4 e IgE específicos para os antígenos Sm29 e SmKI-1 foram avaliados por ELISA indireta. Resultados: Houve uma redução nos níveis do IgG4 anti-Sm29 um ano após tratamento com praziquantel na população geral, no grupo de indivíduos negativos (p<0.05), de baixa carga e de alta carga. Em relação ao IgG4 anti-SmKI-1 houve uma redução dos títulos do anticorpo na população geral e no grupo baixa carga. Apesar de não ter sido observada diferença significativa nos títulos do IgE anti-Sm29 e IgE anti-SmKI-1, foi observado que no D30, D180 e D360 houve uma maior razão IgE/IgG4 anti-Sm29, quando comparado a razão IgE/IgG4 anti-SmKI-1 no grupo de indivíduos negativos, apresentando diferença estatística entre as razões nos diferentes tempos (D30 e D180 p<0.005; D360, p<0.05). Em relação ao status de reinfeção (D540), não foram observadas diferenças nos títulos de anticorpos IgE específicos para Sm29 e SmKI-1, nos indivíduos que se reinfectaram ou que permaneceram negativos no D540, porém os títulos de IgG4 anti-SmKI-1 foram mais elevados. Entre os indivíduos que não reinfectaram, observamos que a IgE anti-Sm29 permaneceu mais elevada um ano e meio após o tratamento em relação a IgE anti-SmKI-1, enquanto houve um decréscimo nos títulos IgG4 específicos para SmKI-1 comparados aos títulos de IgG4 específicos para Sm29. Concluimos que o antígeno Sm29 apresentou um perfil nos indivíduos negativos e com baixa carga, além daqueles que não se reinfectaram mais próximo do que se espera de um perfil protetor para um candidato vacinal, quando comparado ao antígeno SmKI-1. Levando em consideração o papel protetor de IgE e a ação bloqueadora da imunidade protetora de IgG4, o Sm29 se caracterizou como um possível candidato vacinal para o controle da esquistossomose. 


  • Mostrar Abstract
  • Schistosomiasis is a parasitic disease that affects about 200 million people and threatens more than 600 million people living in areas at risk. As a control strategy, many studies have been carried out to identify a vaccine antigen capable of promoting a partial reduction of the parasitic burden, considerably reducing the pathology and limiting the transmissibility of the disease. In this context, proteins located in the tegument of the parasite, involved in immune evasion to favor the parasite's survival, are promising candidates for the vaccine. This study aims to evaluate the production of specific IgE and IgG4 antibodies to the Sm29 and SmKI-1 antigens of Schistosoma mansoni in serum from individuals living in an endemic area in schistosomiasis. This is a follow-up study that included individuals who lived in the endemic area of schistosomiasis, municipality of Conde-BA. Serum and stool samples were collected for parasitological examinations before specific antiparasitic treatment (D0), 1 month after treatment (D30), 6 months (D180), one year after treatment (D360) and one year and six months after treatment (D540) with praziquantel. Parasitological examinations were performed using the Kato-Katz technique. The individuals were classified according to the parasitic load as negative, low load (<99 opg) and high load (> 99 opg) on D0. The levels of IgG4 and IgE antibodies specific for Sm29 and SmKI-1 antigens were assessed by indirect ELISA. Results: There was a reduction in the levels of anti-Sm29 IgG4 one year after treatment with praziquantel in the general population, in the group of negative (p <0.05), low-load and high-load individuals. Regarding anti-SmKI-1 IgG4, there was a reduction in antibody titers in the general population and in the low load group. Although no significant difference was observed in the titers of IgE anti-Sm29 and IgE anti-SmKI-1, it was observed that in D30, D180 and D360 there was a higher IgE / IgG4 anti-Sm29 ratio, when compared to the IgE / IgG4 ratio anti-SmKI-1 in the group of negative individuals, with statistical difference between the ratios at different times (D30 and D180 p <0.005; D360, p <0.05). Regarding the reinfection status (D540), no differences were observed in the specific IgE antibody titers for Sm29 and SmKI-1, in individuals who were reinfected or who remained negative in D540, but the anti-SmKI-1 IgG4 titers were higher. Among individuals who did not reinfect, we found that anti-Sm29 IgE remained higher one and a half years after treatment compared to antiSmKI-1 IgE, while there was a decrease in IgG4 titers specific for SmKI-1 compared to titers of SmKI-1. Sm29 specific IgG4. We concluded that the Sm29 antigen had a profile in negative and low-load individuals, in addition to those who did not reinfect themselves closer than expected to a protective profile for a vaccine candidate, when compared to the SmKI-1 antigen. Taking into account the protective role of IgE and the blocking action of the protective immunity of IgG4, Sm29 was characterized as a possible vaccine candidate for the control of schistosomiasis.

6
  • FELIPE PESSOA DE OLIVEIRA
  • POTENCIAL ANTINEOPLÁSICO DO ÓLEO ESSENCIAL DA CASCA DE Aniba parviflora (Meisn.) Mez (Lauraceae)


  • Orientador : DANIEL PEREIRA BEZERRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DANIEL PEREIRA BEZERRA
  • RENATA BIEGELMEYER DA SILVA RAMBO
  • GARDENIA CARMEN GADELHA MILITÃO
  • Data: 30/10/2020

  • Mostrar Resumo
  • Introdução:Aniba parviflora (Meisn.) Mez é uma árvore aromática pertencente à família Lauraceae, sendo encontrada na região amazônica de diversos países da América do Sul. Diversas propriedades farmacológicas já foram relatadas para o gênero Aniba, no entanto, há poucos estudos que investigam seu potencial antineoplásico. Objetivo: Estudar o potencial antineoplásico do óleo essencial da casca de A. parviflora (OEAP). Metodologia: A citotoxicidade do OEAP foi testada frente às células cancerosas HL-60 (leucemia promielocítica aguda humana), MCF-7 (carcinoma de mama humano), HepG2 (carcinoma hepatocelular humano), HCT116 (carcinoma de cólon humano) e B16-F10 (melanoma murino) e a linhagem não cancerígena humana MRC-5 (fibroblasto de pulmão humano) através do ensaio de alamar blue após 72 h de incubação. Em seguida, células HepG2 foram incubadas com o OEAP (5, 10 e 20 μg/mL) por 48 h, prosseguindo com análise do ciclo celular por citometria de fluxo. Camundongos CB-17 SCID foram inoculados por via subcutânea com células HepG2 para avaliação do potencial antitumoral in vivo do OEAP (40 e 80 mg/kg). Resultados: A análise química identificou linalol (16,3 ± 3,15%), α-humuleno (14,5 ± 2,41%) e δ-cadineno (10,2 ± 1.09%) como os principais componentes do OEAP. Os valores de CI50 exibidos para o óleo essencial variaram de 9,05 a >50 μg/mL para as células HepG2 e HCT116, respectivamente. O valor de CI50 encontrado para a célula não cancerosa MRC-5 foi de 30,46 μg/mL. O OEAP na concentração de 20 μg/mL induziu fragmentação do DNA em células HepG2 após tratamento por 48 h, indicando morte celular. No estudo in vivo por xenoenxerto, foi demonstrado que os camundongos apresentaram redução do peso tumoral após tratamento com o OEAP na maior dose testada (80 mg/kg). Conclusão: O óleo essencial da casca de A. parviflora pode ser uma valiosa fonte de novas substâncias para o tratamento do câncer, levando-se em consideração sua ação citotóxica e antitumoral.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Aniba parviflora (Meisn.) Mez is an aromatic tree belonging to the Lauraceae family and it is found in the Amazon region of several South American countries. Many pharmacological properties have been reported about the genus Aniba, however, there are few studies investigating its antineoplastic potential. Aim: To evaluate the anticancer potential of the bark essential oil of A. parviflora (EOAP). Methods: The EOAP cytotoxicity was tested in different cancer cell lines, HL-60 (human acute promyelocytic leukemia), MCF-7 (human breast carcinoma), HepG2 (human hepatocellular carcinoma), HCT116 (human colon carcinoma) and B16-F10 (mouse melanoma), and non cancer cell line, MRC-5 (human lung fibroblast) through the alamar blue assay after 72 h incubation. Next, HepG2 cells were incubated with the EOAP (5, 10 and 20 μg/mL) for 48 h, proceeding with cell cycle analysis by flow cytometry. CB-17 SCID mice were subcutaneously inoculated with HepG2 to assess the essential oil (40 and 80 mg/kg) in vivo antitumor potential. Results: Chemical analysis identified linalool (16.3 ± 3.15%), α-humulene (14.5 ± 2.41%) and δ-cadinene (10.2 ± 1.09%) as the major components present in the EOAP. The IC50 values displayed for EOAP ranged from 9.05 to > 50 μg/mL for HepG2 and HCT116 cells, respectively. The IC50 value found for the non-cancer cell MRC-5 was 30.46 μg/mL. The EOAP at a concentration of 20 μg/mL induced DNA fragmentation in HepG2 cells after 48 h incubation, suggesting cell death. In the in vivo xenograft study, it was demonstrated that mice presented reduced tumor weight after treatment with the highest dose of EOAP (80 mg/kg). Conclusion: The essential oil from the bark of A. parviflora might be a valuable source of new substances for cancer treatment, taking into account its cytotoxic and antitumor action.

7
  • OTÁVIO AUGUSTO CARVALHO DE OLIVEIRA SANTOS
  • Peptídeo natriurético tipo B (BNP, pro-BNP e NT-pro-BNP) como biomarcador de insuficiência cardíaca a ser incorporado na prática clínica do Sistema Único de Saúde – SUS/Brasil: avaliação de tecnologias em saúde.

  • Orientador : RICARDO DAVID COUTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RICARDO DAVID COUTO
  • ANA LEONOR PARDO CAMPOS GODOY
  • PABLO DE MOURA SANTOS
  • Data: 26/11/2020

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A insuficiência cardíaca é a manifestação clínica final de diversas patologias cardíacas. O BNP é um neurohormônio secretado pelos ventrículos em resposta à expansão de volume e sobrecarga cardíaca, e tem sido considerado um marcador bioquímico importante para diagnóstico, avaliação e prognóstico de pacientes com insuficiência cardíaca congestiva. Objetivo: Mostrar a viabilidade da implementação da determinação do Peptídeo Natriurético tipo B (BNP, pro-BNP e NT-pro-BNP) na prática clínica do Sistema Único de Saúde – SUS/Brasil, dada a associação desses biomarcadores com a clínica de pacientes portadores de insuficiência cardíaca, e da viabilidade econômica agregada a esse procedimento de apoio diagnóstico. Metodologia: Estudo observacional, realizado em amostragem por conveniência, a partir da coleta de dados em prontuários e no sistema de informação laboratorial de pacientes portadores de insuficiência cardíaca congestiva, internados no Hospital da Bahia, assim como dados de pacientes oriundos do Hospital Ana Nery/UFBA, e Clínica Santa Helena/Camaçari, Bahia. Resultados: Dos 55 pacientes avaliados, 89% (n=49) apresentaram valores elevados de BNP, sendo que destes, 71,4% (n=35) tinham insuficiência cardíaca. O restante (28,6%), apesar de não ter insuficiência cardíaca, apresentaram BNP acima dos valores de corte convencionais, em função de doença estrutural cardíaca, além de outras comorbidades associadas que também elevam o BNP, dentre elas insuficiência renal, respiratória e sepse. Em relação aos custos para a implementação, cotações no mercado nacional, os valores para a determinação do BNP (teste único) variaram entre 48,50 e 177,00 reais. A depender da metodologia e quantitativo de aquisição, se o conjunto diagnóstico para determinação do BNP for adequadamente adquirido, conforme valores previstos, pode-se alcançar excelente relação custo-benefício, ou seja, valores de compra entre 13,64 e 27,00 reais para cada determinação. Conclusão: Portanto, com base em todas as informações disponíveis atualmente, a implementação da determinação dos biomarcadores BNP/NT-proBNP no âmbito do SUS é economicamente viável e vai agilizar o diagnóstico, o prognóstico e melhorar o acompanhamento e a conduta clínica dos pacientes, até então implementada, para a insuficiência cardíaca.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Heart failure is the final clinical manifestation of several cardiac pathologies. BNP is a neurohormone secreted by the ventricles in response to volume expansion and cardiac overload and was considered an important biochemical marker for diagnosis, evaluation, and prognosis of patients with congestive heart failure. Objective: To show the feasibility of implementing the determination of type B natriuretic peptide (BNP, pro-BNP and NT-pro-BNP) in the clinical practice of the Unified Health System – SUS/Brazil, given the association of these biomarkers with the clinic of patients with heart failure and the economic viability added by this diagnostic support procedure. Methodology: Observational, cross-sectional study, carried out with a convenience sampling, from the collection of data in medical records and in the laboratory information system from patients with congestive heart failure, admitted to the Hospital da Bahia, as well as data from patients from the Ana Nery Hospital / UFBA, and Clínica Santa Helena/Camaçari, Bahia. Results: From 55 patients evaluated, 89% (n = 49) had high BNP values, 71.4% (n = 35) with heart failure. The remainder (28.6%), despite not having heart failure, BNP was above the cut-off values, due to heart disease, in addition to other associated comorbidities that also elevate BNP, such as sepsis, kidney and respiratory failure. Regarding implementation costs, quotations in the national market, the values for determining BNP, (single test) varied between 48.50 and 177.00 reais. Depending on the methodology and number of tests to be realized, if the BNP kit can be adequately purchased, to access the estimated values, excellent cost-benefit ratio would be achieved, that is, between 13.64 and 27.00 reais each test determination. Conclusion: Therefore, based on all currently available information, implementing the BNP/NT-proBNP biomarkers determination within the scope of SUS is economically viable, will speed up diagnosis, prognosis, better patient follow-up and clinical conduct so far implemented for heart failure.

8
  • GABRIEL SILVA LIMA
  • FARMACOLOGIA DIGITAL: DESENVOLVIMENTO DE UM APLICATIVO COMO FERRAMENTA EDUCACIONAL PARA O CAMPO DA FARMACOLOGIA

  • Orientador : DENIS DE MELO SOARES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DENIS DE MELO SOARES
  • MARCELO SANTOS CASTILHO
  • THAIS RODRIGUES PENAFORTE
  • Data: 16/12/2020

  • Mostrar Resumo
  • A tecnologia móvel para a vida dos estudantes aumentou de importância. Dispositivos como smartphones, tablets e leitores de e-book conectam os usuários com o mundo instantaneamente, aumentando a acessibilidade à informação e possibilitando a interação entre eles. Avaliando essa realidade, o emprego de tecnologias móveis para ensinar e aprender cresceram na educação. Nesse contexto, muitas universidades ao redor do mundo começaram a utilizar os smartphones para favorecer o aprendizado e a disseminação de informações. Para sustentar o uso dos recursos tecnológicos para transmissão de conteúdo, a psicologia através das teorias da aprendizagem investiga desde o século passado as possíveis contribuições trazidas pelas máquinas ao processo de aprendizagem. Embasando-se nos sistemas gamificados e no behaviorismo radical de Skinner, utilizando os recursos tecnológicos disponíveis, a intenção desse trabalho foi desenvolver, na plataforma Android, um aplicativo educacional para acesso a conteúdos da área da farmacologia. Duas versões foram desenvolvidas e publicadas no Google Play. As etapas necessárias para o desenvolvimento da primeira versão, com exceção da programação, foram executadas pelo idealizador do projeto. Já para o lançamento da segunda versão, ou atualização, todas as etapas foram executadas pelo idealizador. Foi necessário aprender a linguagem de programação de alto nível Java. A versão inicial traz um banco de dados com 205 perguntas e 969 imagens. Diante das sugestões dos professores avaliadores e usuários na página de comentários do aplicativo no Google Play, modificações foram realizadas. A versão atual traz um banco de dados com 310 perguntas e 810 imagens, além de aulas, inicialmente, em formato PDF. O aplicativo pode ser utilizado, sobretudo, como complemento às aulas tradicionais. As atividades presentes nele podem ser usadas para exercícios e acesso de materiais voltados a farmacologia. Por fim, esse trabalho pretende acompanhar os avanços tecnológicos que possam contribuir para outras inovações educacionais.


  • Mostrar Abstract
  • Mobile technology for students' lives has increased in importance. Devices such as smartphones, tablets and e-book readers connect users to the world immediately, increasing information accessibility and enabling interaction between them. Assessing this reality, mobile technologies to teach and learn has grown in education. In this context, many universities worldwide have started using smartphones to promote learning and disseminate information. To support technological resources for transmission of content, psychology through theories of learning investigates since last century possible contributions brought by machines into learning process. Based on gamified systems and Skinner's radical behaviorism, using technological resources available, this work aimed to develop, on Android platform, an educational application to access contents in the pharmacology field. Two versions were developed and published on Google Play. The necessary steps to develop the first version, with exception of programming, were performed by project creator. To launch the second version, or update, all steps were performed by creator. It was necessary to learn highlevel Java programming language. The initial version features a database with 205 questions and 969 images. In view of suggestions made by the board of examiners and users on app's comments page on Google Play, modifications were made. The current version includes a database with 310 questions and 810 images, as well as classes, initially in PDF format. This application can be used, above all, as a complement to classroom. Activities can be used for practice drills and to access pharmacology materials. Finally, this work aims to follow technological advances that can contribute to other educational innovations.

9
  • FLORISVALDO DA SILVA RAMOS
  • ESTUDO FITOQUÍMICO E AVALIAÇÃO DO POTENCIAL CITOTÓXICO DE Paubrasilia echinata LAMK., FRENTE A LINHAGENS DE CELULAS TUMORAIS GLIAIS

  • Orientador : EUDES DA SILVA VELOZO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DANIELA SALES ALVIANO MORENO
  • EUDES DA SILVA VELOZO
  • LUZIMAR GONZAGA FERNANDEZ
  • Data: 22/12/2020

  • Mostrar Resumo
  • Entre as principais células do encéfalo humano estão as gliais e as células-tronco. Essas últimas podem sofrer alterações e multiplicação, originando os glioblastomas multiformes (GBM). O gênero Paubrasilia apresenta metabólitos derivados de polifenóis, esteroides, diterpenos e triterpenos que exibem atividades: analgésica, antibacteriana, anti-inflamatória, antioxidante, antiproliferativa e imunomoduladora. Esse trabalho teve como objetivo geral isolar, purificar e identificar os componentes presentes na casca da Paubrasilia echinata Lamk. de forma bioguiada para obter substâncias com atividade antitumoral para as células de glioma in vitro. Para tanto realizou-se a identificação do potencial citotóxico de frações e compostos isolados (F001) e (E002) em diferentes extratos de Paubrasilia echinata para diminuir a atividade das células tumorais de glioma de rato (C6) e humano (U251) in vitro. Como controles foram utilizadas células C6 e U251 em Meio de Eagle Modificado por Dulbecco (DMEM) e em meio com dimetilsufóxido (DMSO). As metodologias aplicadas foram teste de Brometo 3-[4,5-dimetiltiazol-2-il]-2,5-dimetiltetrazolina (MTT), determinação da EC50 e teste de Inibição da Migração Celular (IMC). Durante os testes de viabilidade celular com MTT nas concentrações 1,2 – 200 µM, a substância F001 não teve atividade significativa nas células da linhagem C6 e U251. Entretanto, no teste (IMC), a substância F001 inibiu a migração celular nas concentrações 40, 60, 120 e 200 µM. Para o teste de viabilidade celular com MTT da substância E002, nas concentrações 19, 38, 57, 114 e 190 µM (EC50 = 38 µM), houve diferença significativa em relação ao controle. O teste de IMC demonstrou que não houve crescimento celular para as mesmas concentrações. Os resultados permitem concluir que as substâncias F001 extraídas de P. echinata inibiu a migração celular, enquanto que a E002 exibiu citotoxidade na linhagem C6 e U251 de glioma rato e humano respectivamente.


  • Mostrar Abstract
  • Glial and stem cells are among the main ones in the human brain. The latter can undergo changes and multiplication, giving rise to glioblastoma multiform (GBM). The Paubrasilia genus has metabolites derived from polyphenols, steroids, diterpenes and triterpenes that exhibit analgesic, antibacterial, anti-inflammatory, antioxidant, antiproliferative, and immunomodulatory activities. This work aimed to isolate, purify and identify the components present in the bark of Paubrasilia echinata Lamk. in a bioguided way to obtain substances with antitumor activity against glioma cells in vitro. For this purpose, the cytotoxic potential of isolated fractions and compounds (F001) and (E002) was identified in different extracts of Paubrasilia echinata to decreasing the activity viability or migration of tumor from rat (C6) and human (U251) glioma cells in vitro. C6 and U251 cells were used in Dulbecco's Modified Eagle's Medium (DMEM) and in medium with dimethylsulfoxide (DMSO) as controls. The methodologies applied were 3- [4,5-dimethylthiazol-2-yl] -2,5-dimethyltetrazolium Bromide test (MTT), EC50 determination of the concentration that kills 50 % of cells (EC50) and Cell Migration Inhibition (CMI) test. The substance F001 had no significant activity in C6 and U251 cells during cell viability tests with MTT at concentrations between 1.2 - 200 µM. However, the substance F001 inhibited cell migration in concentrations at 40, 60, 120 and 200 µM in the BMI test. The substance E002 presented a significant difference in relation to the control for the cell viability test with MTT at concentrations above 19 µM (EC50 = 38 µM). The CMI test demonstrated that there was no cell growth for the same concentrations. The results allow us to conclude that the F001 substances extracted from P. echinata inhibited cell migration, while E002 exhibited cytotoxicity to C6 and U251 rat and human glioma cells, respectively.

2019
Dissertações
1
  • MARCELO TELES BASTOS RIBEIRO
  • EPIDEMIOLOGIA MOLECULAR DAS INFECÇÕES POR Staphylococcus aureus EM SALVADOR, BA

  • Orientador : JOICE NEVES REIS PEDREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOICE NEVES REIS PEDREIRA
  • DENIS DE MELO SOARES
  • LUCAS MIRANDA MARQUES
  • Data: 21/01/2019

  • Mostrar Resumo
  • INTRODUÇÃO: As infecções por Staphylococcus aureus resistente a meticilina (MRSA) são um problema de saúde pública, devido à natureza adaptável e capacidade de desenvolver resistência aos antibióticos. As pessoas infectadas pelo HIV tem maior risco de adquirir este tipo de infecção, que exige um tratamento clínico cuidadoso e específico durante o curso da doença. OBJETIVO: O objetivo deste estudo é descrever infecções por S. aureus e caracterizar os isolados por métodos fenotípicos e genotípicos. MATERIAL E MÉTODOS: Foi conduzido um estudo observacional, prospectivo, no período de Junho/2016 à Março 2018. Dados clínico-epidemiológicos foram coletados através da revisão de prontuários. Os microrganismos foram identificados e submetidos ao teste de susceptibilidade aos antimicrobianos através do sistema automatizado VITEKII (Biomeuriex, França®) e por método de Kirby-Bauer; a pesquisa de genes de resistência (SCCmec) e virulência (PVL) foi realizada através PCR e a comparação do perfil de eletroforese em campo pulsado (PFGE), através de dendograma gerado por análise computadorizada (software GelCompar II). RESULTADOS: No período de estudo, 40 pacientes desenvolveram infecção por S. aureus, sendo 19 (47,5%) casos de infecção de corrente sanguínea, 4 (10%) de infecção de corrente sanguínea relacionada ao cateter, 6 (15%) de infecção respiratória, 1 (2,5%) infecção urinária e 10 (25%) infecção de tecido e partes moles. Na casuística, o sexo masculino foi predominante (31/40; 77,5%) e a mediana de idade foi de 36 anos. Um total de 18 (45,0%) casos ocorreram em pacientes infectados pelo HIV. A frequência de isolados resistentes a meticilina (MRSA) por métodos fenotípicos foi de 62,5% (25/40), 40% (16/40) à clindamicina, 60% (24/40) eritromicina, sendo que cinco casos foram teste D positivo (12,5%). Do total de casos com perfil MRSA, 18/25 (72%) foram confirmados através do PCR, sendo identificados os seguintes SSCmec-cassetes: tipo I em 8 (20%), tipo III em 8(20%), tipo IV 1(2,5%) e o tipo V 1 (2,5%). O perfil de MRSA não foi associado a pacientes portadores de HIV, (p =0,49, OR: 0,64, IC 95%: 0,18-2,25). Pacientes que evoluíram para o óbito tiveram admissão na unidade de terapia intensiva (p =0,004, OR: 10,56 IC 95%: 1,90- 58,53), infecção pelo HIV (p =0,002, OR: 12,50 IC 95%: 2,23-70,19), resistência a clindamicina (p =0,03, OR: 5,00 IC 95%: 1,17-21,39), genótipo erm A (p =0,01, OR: 6,44 IC 95%: 1,44-28,89) e genótipo SCCmec tipo III (p =0,04, OR: 5,95 IC 95%: 1,13-31,27). O gene que codifica a toxina PVL foi identificado em três casos (7,5%) com perfis clonais e genótipo SCCmec diversos. A análise do perfil de eletroforese gerado pela técnica de PFGE revelou cinco grupos clonais (A, B, C, E, O). CONCLUSÃO: O conhecimento local dos aspectos epidemiológicos e moleculares das infecções estafilocócicas fornece linhas de base para melhorar a prevenção, tratamento e controle de infecções por S. aureus, especialmente em pacientes vulneráveis.


  • Mostrar Abstract
  • INTRODUCTION: Methicillin-resistant Staphylococcus aureus (MRSA) infections are a public health problem because of the adaptive nature and ability to develop resistance to antibiotics. People infected with HIV are at higher risk of acquiring this type of drug, which requires careful and specific clinical treatment during the course of the disease. OBJECTIVE: The objective of this study is to describe S. aureus infections and to characterize the isolates by phenotypic and genotypic methods. MATERIAL AND METHODS: An observational, prospective study was conducted between June/2016 and March/2018. Clinical-epidemiological data were collected through medical charts review. The microorganisms were identified and submitted to the antimicrobial susceptibility test using the VITEKII automated system (Biomeuriex, France) and by the Kirby-Bauer method; the resistance gene (SCCmec) and virulence (PVL) were investigated by PCR and the comparison of the pulsed field (PFGE) electrophoresis profile through a dendogram generated by computerized analysis (GelCompar II software). RESULTS: In the study period, 40 patients developed S. aureus infection, with 19 (47.5%) bloodstream infection, 4 (10%) catheterrelated infection, 6 (15%) respiratory infection, 1 (2.5%) urinary infection and 10 (25%) tissue and soft tissue infections. In the sample, males were predominant (31/40, 77.5%) and median age 36 years. A total of 18 (45.0%) of the cases occurred in patients infected with HIV. The frequency of methicillin-resistant isolates (MRSA) by phenotypic methods was 62.5% (25/40), 40% (16/40) to clindamycin, 60% (24/40) erythromycin, and five cases were test D positive (12.5%). Of the total cases with MRSA profile, 18/25 (72%) were confirmed through PCR, and the following SSCmec-cassettes were identified: type I in 8 (20%), type III in 8 (20%), type IV in one (2.5%) and type V in one (2.5). The MRSA profile was not associated with patients infected with HIV, (p = 0.49, OR: 0.64, 95% CI: 0.18-2.25). Patients who progressed to death were admitted to the intensive care unit (p = 0.004, OR: 10.56 CI 95%: 1.90-58.53), had HIV infection (p = 0.002, OR: 12.50 CI 95% CI: 1.17-21.39), isolate with erm A genotype (p = 0.01, 95% CI: 2.23-70.19), resistance to clindamycin (p = OR: 6.44 95% CI: 1.44-28.89) and SCCmec type III genotype (p = 0.04, OR: 5.95 95% CI: 1.13-31.27). The gene encoding the PVL toxin was identified in three cases (7.5%) with different clonal profile and SCCmec genotypes. The analysis of the electrophoresis profile generated by the PFGE technique revealed five clonal groups (A, B, C, E, O). CONCLUSION: Local knowledge of the epidemiological and molecular aspects of staphylococcal infections provides baselines to further improve the prevention, treatment and control of S. aureus infections, especially among vulnerable patients.

2
  • FÁBIO MOTA SILVA
  • PCR EM TEMPO REAL COM SONDA DE HIBRIDIZAÇÃO  “MOLECULAR BEACONS” PARA DETECÇÃO DE CANDIDA SPP. EM HEMOCULTURA

  • Orientador : TANIA FRAGA BARROS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • TANIA FRAGA BARROS
  • JOICE NEVES REIS PEDREIRA
  • BARBARA MARIA PARANA DA SILVA SOUZA
  • Data: 15/02/2019

  • Mostrar Resumo
  • Candidemia, infecção de corrente sanguínea causada por leveduras do gênero Candida, vem se tornando um problema crescente nos hospitais de cuidados terciários, no qual pacientes acometidos com a doença apresentam elevadas taxas de morbimortalidade por, dentre os motivos, dificuldade de diagnóstico precoce da doença. Com isso, visando novas metodologias de detecção de candidemia, o objetivo do nosso estudo foi Padronizar técnica de PCR em tempo real com sonda de hibridização “Molecular Beacons” para detecção de Candida spp. em hemocultura. Para tal, foi escolhida uma sequência alvo da região ITS do rDNA (ITS1-5.8S-ITS2) e a partir disso foi desenvolvida uma sonda de hibridização  “Molecular Beacons” para realização dos ensaios de PCR em tempo real. Após desenvolvimento da sonda desenvolvida, a PCR em tempo real s foi padronizadas com DNAs de cepas padrão e testadas com DNAs extraídos de hemoculturas provenientes de pacientes de um hospital público e de um hospital privado localizados em Salvador, Bahia. A sonda de hibridização “Molecular Beacons” desenvolvida detectou a presença de leveduras do gênero Candida, incluindo as espécies C. albicans, C. glabrata, C. parapsilosis, C. tropicalis em hemoculturas positivas de pacientes com candidemia, além deleveduras do gênero Saccharomyces. A sonda não detectou a presença de leveduras do gênero Cryptococcus e do gênero Kodamaea em hemocultura positiva de paciente com infecção por essas leveduras, não detectou a presença de bactérias em hemoculturas positivas de pacientes com bacteremia, nem promoveu reação positiva em hemoculturas de pacientes sem infecção invasiva. Em comparação com a sonda de hidrólise desenvolvida por Amaral (2017), a sonda de hibridização “Molecular Beacons” desenvolvida com a mesma sequencia de nucleotídeos pode demonstrar maior especificidade. Por tanto, a sonda de hibridização “Molecular Beacons” desenvolvida pode ser utilizada no ensaio de PCR em tempo real para detecção rápida de Candida spp. diretamente de hemoculturas no diagnóstico de candidemia.


  • Mostrar Abstract
  • Candidemia, a bloodstream infection caused by Candida yeasts, has become a growing problem in tertiary care hospitals, in which patients suffering from the disease have high morbidity and mortality rates due to their difficulty in the early diagnosis of the disease. Thus, aiming at new methods for the detection of Candidemia, the objective of our study was to standardize real-time PCR technique with Molecular Beacons hybridization probe for the detection of Candida spp. in blood culture. To this end, a target sequence of the rDNA ITS region (ITS1-5.8S-ITS2) was chosen and from there a "Molecular Beacons" hybridization probe was developed for conducting the real-time PCR assays. The probe was standardized with DNAs from standard strains and tested with DNAs extracted from blood cultures from patients of a public hospital and a private hospital located in Salvador, Bahia. The "Molecular Beacons" hybridization probe detected the presence of yeasts of the Candida genus, including the C. albicans, C. glabrata, C. parapsilosis, C. tropicalis species in positive blood cultures of patients with candidemia, as well as yeasts of the genus Saccharomyces. The probe did not detect the presence of yeasts of the genus Cryptococcus and of the Kodamaea genus in positive blood culture of a patient with these yeasts, did not detect the presence of bacteria in positive blood cultures of patients with bacteremia, nor did it to promote positive reaction in blood cultures of patients without invasive infection. Compared with the hydrolysis probe developed by Amaral (2017), the hybridization probe "Molecular Beacons" developed with the same nucleotide sequence may demonstrate greater specificity. Therefore, the "Molecular Beacons" hybridization probe developed can be used in the real-time PCR assay for rapid detection of Candida spp. directly from blood cultures in the diagnosis of candidemia.

3
  • RAFAELA GOMES ALVES COSTA
  • POTENCIAL ANTINEOPLÁSICO DO ÓLEO ESSENCIAL DAS FOLHAS DE Guatteria megalophylla DIELS (ANNONACEAE)

  • Orientador : DANIEL PEREIRA BEZERRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CRISTIANE FLORA VILLARREAL
  • DANIEL PEREIRA BEZERRA
  • JUNIA RAQUEL DUTRA FERREIRA
  • Data: 22/02/2019

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: Os óleos essenciais obtidos de diversas espécies vegetais têm sido considerados como fontes potenciais de substâncias biologicamente ativas, apresentando diversas propriedades terapêuticas. A planta Guatteria megalophylla Diels (Annonaceae) é uma árvore originária da floresta amazônica brasileira e peruana. Ainda não foi descrito na literatura seu potencial citotóxico, contudo, na família a qual pertence já foram relatadas diversas espécies com potencial farmacológico, incluindo atividade antineoplásica. Objetivo: Avaliar o potencial antineoplásico do óleo essencial das folhas de G. megalophylla (OFGM) em linhagens de células cancerígenas humanas. Metodologia: A composição química do óleo essencial foi determinada por cromatografia gasosa com detector de chamas e massa. A atividade citotóxica do óleo essencial foi testada em diferentes linhagens cancerígenas humanas, HL-60 (leucemia promielocítica aguda), MCF-7 (carcinoma de mama), CAL27 (carcinoma escamocelular de língua), HSC-3 (carcinoma de língua), HepG2 (carcinoma hepatocelular) e HCT116 (carcinoma de cólon), e não cancerígena, MRC-5 (fibroblasto de pulmão humano) pelo método alamar blue após 72h de incubação. Posteriormente, células HL-60 foram incubadas durante 24 e 48h com o óleo essencial (10, 20 e 40 μg/mL) e o número de células viáveis foi determinado pelo ensaio de exclusão por azul de tripam, e análises do ciclo celular, potencial transmembrânico mitocondrial, bem como quantificação de espécies reativas de oxigênio (ERO) foram avaliados por citometria de fluxo. Resultados: O óleo essencial apresentou o espatulenol como constituinte majoritário e foram verificados valores de CI50 para células cancerígenas variando de 12,5 a 39,5 μg/mL para HL-60 e CAL27, respectivamente. O valor de CI50 para as células não cancerígenas MRC-5 foi de 29,8 μg/mL. O efeito citotóxico do óleo essencial foi confirmado pelo ensaio de exclusão por azul de tripam, onde apresentou redução do número de células viáveis. Também foi observado que o óleo essencial induz fragmentação internucleossomal do DNA após 24 e 48h, além da despolarização do potencial transmembrânico mitocondrial, mas não induz produção de ERO. Além disso, o óleo essencial inibiu o desenvolvimento in vivo de células HL-60 inoculadas em camundongos C.B-17 SCID. As taxas de inibição da massa tumoral foram de 16,63% na concentração de 50 mg/kg e de 48,79% na concentração de 100 mg/kg. Conclusão: O óleo essencial de folhas de G. megalophylla pode ser um fitoterápico promissor para o tratamento de diversos tipos de cânceres uma vez que exibe citotoxicidade para diferentes linhagens celulares cancerígenas, além de apresentar atividade antitumoral in vivo.


  • Mostrar Abstract
  •  

    Introduction: Essential oils obtained from several plant species have been considered as potential sources of biologically active substances, presenting several therapeutic properties. The Guatteria megalophylla Diels (Annonaceae) plant is a tree native to the Brazilian and Peruvian Amazon rainforest. Its cytotoxic potential had not yet been described in literature; however, within its family there have already been reports of several species with pharmacological potential, including antitumoral activity. Objective: To evaluate the antineoplastic potential of the essential oil from G. megalophylla leaves. Methods: The chemical composition of the essential oil was determined by gas chromatography with flame ionization and mass detectors. The cytotoxic activity of the essential oil was tested in different human cancer cell lines, HL-60 (acute promyelocytic leukemia), MCF-7 (breast carcinoma), CAL27 (tongue squamous cell carcinoma), HSC-3 (tongue carcinoma), HepG2 (hepatocellular carcinoma) and HCT116 (colon carcinoma), and non-cancer cell line, MRC-5 (human lung fibroblast) by the alamar blue method after 72h incubation. Subsequently, HL60 cells were incubated for 24 and 48h with the essential oil (10, 20 and 40 μg/mL) and the number of viable cells was determined by the trypan blue exclusion assay, and cell cycle analysis, mitochondrial transmembrane potential, as well as quantification of reactive oxygen species (ROS) were evaluated by flow cytometry. Results: The essential oil was the major constituent of spathulenol and showed IC50 values for cancer cells ranging from 12.5 to 39.5 μg/mL for HL-60 and CAL27, respectively. The IC50 value for the MRC-5 non-cancer cells was 29.8 μg/mL. The cytotoxic effect of the essential oil was confirmed by the tripan blue exclusion assay, where it showed a reduction in the number of viable cells. It was also observed that the essential oil induces internucleosomal DNA fragmentation after 24 and 48h and induces depolarization of the mitochondrial transmembrane potential, but did not induce ROS production. In addition, the essential oil inhibited the in vivo development of HL-60 cells inoculated in C.B-17 SCID mice. Tumor mass inhibition rates were 16.63% at 50 mg/kg concentration and 48.79% at 100 mg/kg concentration. Conclusion: The essential oil of G. megalophylla leaves may be a promising phytotherapeutic substance for the treatment of several types of cancers since it exhibits cytotoxicity for different carcinogenic cell lines, in addition to presenting antitumor activity in vivo.

4
  • DOURIVALDO SILVA SANTOS
  • Caracterização Farmacológica das Propriedades Antinociceptivas de Spirulina platensis LEB 18

  • Orientador : CRISTIANE FLORA VILLARREAL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CRISTIANE FLORA VILLARREAL
  • RENATA BIEGELMEYER DA SILVA RAMBO
  • JANICE IZABEL DRUZIAN
  • Data: 22/03/2019

  • Mostrar Resumo
  • A dor tem função fisiológica protetora, entretanto a dor intensa, persistente ou crônica acarreta sofrimento ao indivíduo, necessitando intervenção medicamentosa. Os medicamentos de primeira escolha para o controle da dor, opióides e anti-inflamatórios não esteroidais, podem causar efeitos adversos graves, sobretudo pelo uso prolongado. Dessa forma, o adequado controle da dor ainda depende do desenvolvimento de novos fármacos, mais eficazes e com menos efeitos adversos. Os produtos naturais são fonte promissora de substâncias bioativas. Spirulina platensis (SP) é uma cianobactéria que produz uma ampla variedade de metabólitos ativos, e têm despertado o interesse da indústria farmacêutica e alimentícia. Nesse trabalho, as propriedades antinociceptivas Spirulina platensis foram estabelecidas em modelos experimentais, investigando ainda seus possíveis mecanismos de ação. Inicialmente, o efeito antinociceptivo de SP foi investigado em modelo de dor inflamatória. A administração oral de SP (50-400 mg/Kg) produziu inibição dose-dependente da alodinia inflamatória (p<0,01) e do edema de pata (p<0,001) no modelo de inflamação por Adjuvante Completo de Freund (CFA) em camundongos. Importantemente, o tratamento com SP (200 mg/kg) modulou o balanço de citocinas pró- e anti-inflamatórias, ou seja, reduziu os níveis de citocinas hiperalgésicas (TNF-α, p<0,05; IL-1β, p<0,01) e elevou os de IL-10, uma citocina anti-inflamatória com ação analgésica (p<0,05). O tratamento com SP (200 mg/kg) em animais knockout para IL-10 (IL-10 /KO) não preveniu a alodinia inflamatória e nem a formação do edema de pata induzidos por CFA. Esse resultado indica que os efeitos anti-inflamatórios induzidos por SP são mediados pela produção de IL-10. A seguir, investigamos se a antinocicepção da SP tem componente centralmente mediado. O tratamento com a spirulina (100-400 mg/kg) elevou, de forma dose-dependente, o tempo de latência no teste de retirada de cauda, caracterizando ação antinociceptiva em um teste que detecta analgésicos de ação central. O efeito antinociceptivo da SP no teste de retirada de causa foi parcialmente prevenido pelo pré-tratamento com naloxona (5 mg/kg), um antagonista não seletivo de receptores opióides (p<0,05). Dessa forma, é possível propor que antinocicepção da SP possui um componente de mediação central que envolve ativação de vias opióides. Camundongos tratados com spirulina (400 mg/Kg) não apresentaram alteração no desempenho motor no teste de rota-rod, confirmando os dados positivos nos testes de atividade antinociceptiva. Em conclusão, demonstramos no presente estudo que a SP possui relevantes propriedades antinociceptivas, e corroboramos sua ação anti-inflamatória. Importantemente, as ações anti-inflamatória e antinociceptiva dessa cianobactéria parecem ser independentes, sendo possivelmente mediadas por IL-10 e pela ativação de vias opióides, respectivamente. Considerando que a Spirulina platensis já é aprovada para uso humano, esse estudo valida sua indicação clínica como anti-inflamatório e permite propor um novo uso para SP como analgésico.


  • Mostrar Abstract
  • Pain has a protective physiological function; however the intense or persistent pain causes suffering to the patient, requiring medication intervention. First-line drugs for pain control, opioids and nonsteroidal anti-inflammatory drugs can cause serious side effects, especially for prolonged use. Thus, adequate pain control still depends on the development of new drugs, more effective and with fewer side effects. Natural products are a promising source of bioactive substances. Spirulina platensis (SP) is a cyanobacterium that produces a wide variety of active metabolites, and has aroused the interest of the pharmaceutical and food industry. In this work, the antinociceptive properties SP were established in experimental models, investigating their possible mechanisms of action. Initially, the antinociceptive effect of SP was investigated in an inflammatory pain model. Oral administration of SP (50-400 mg / kg) produced dose-dependent inhibition of inflammatory allodynia (p <0.01) and paw edema (p <0.001) in the Freund's Complete Adjuvant (CFA) model in mice. Treatment with SP (200 mg / kg) modulated the balance of pro- and anti-inflammatory cytokines, i.e., reduced levels of hyperalgesic cytokines (TNF-α, p <0.05, IL-1β, p<0.01) and elevated those of IL-10, an anti-inflammatory cytokine (p <0.05). Treatment with SP (200 mg / kg) in IL-10 knockout mice (IL-10 / KO) did not prevent inflammatory allodynia nor the formation of paw edema induced by CFA. This result indicates that the SP-induced anti-inflammatory effects are mediated by IL-10 production. Next, we investigate whether the SP-induced antinociception present a centrally mediated component. Treatment with spirulina (100-400 mg / kg) dose-dependently increased the latency time in the tail-flick test. The antinociceptive effect of SP in the tail flick test was partially prevented by pre-treatment with naloxone (5 mg / kg), a non-selective opioid receptor antagonist (p <0.05). Thus, it is possible to propose that SP-induced antinociception has a central mediating component involving activation of opioid pathways. Mice treated with spirulina (400 mg / kg) showed no motor deficit in the rota-rod test, corroborating data from the nociceptive tests. In conclusion the present study showed that SP has relevant antinociceptive properties. Importantly, the anti-inflammatory and antinociceptive actions of this cyanobacterium appear to be independent, possibly mediated by IL-10 and opioid pathways, respectively. Considering that Spirulina platensis is already approved for human use, this study validates its clinical indication as an anti-inflammatory and allows us to propose a new as an analgesic.

5
  • ISIS GOMES DOS SANTOS
  • ANÁLISE QUÍMICO-FARMACÊUTICA E ESTUDOS DE ESTABILIDADE DE HIDROXIUREIA MATÉRIA-PRIMA E CÁPSULAS

  • Orientador : EDITH CRISTINA LAIGNIER CAZEDEY
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDITH CRISTINA LAIGNIER CAZEDEY
  • JOSE ANTONIO MENEZES FILHO
  • ANIBAL DE FREITAS SANTOS JUNIOR
  • Data: 30/04/2019

  • Mostrar Resumo
  • A hidroxiureia (HU) compõe a classe terapêutica dos antimetabolitos e atua no ciclo celular inibindo a enzima ribonucleotídeo redutase, presente na biossíntese do DNA, mantendo-o na fase S. Esse fármaco é empregado no tratamento de doenças neoplásicas, como leucemia mieloide, psoríase e, recentemente, vem apresentando grande eficácia clínica no tratamento da doença falciforme, sendo o único medicamento capaz de reduzir os efeitos vaso oclusivos e proporcionar melhora na qualidade de vida dos portadores. Apesar da importância clínica da HU, a Farmacopeia Brasileira 5ª edição (2010) não apresenta monografia destinada a esse fármaco, bem como não existe na literatura científica e em compêndios oficiais, métodos de análise indicativos de estabilidade (MAIE) para a HU. O desenvolvimento e a validação de métodos analíticos para esta molécula é justificado pelo seu potencial terapêutico e pela necessidade da existência de métodos que comprovem a sua qualidade, com agilidade, baixo custo e menor impacto ambiental. Neste trabalho foi realizada a análise qualitativa da HU matéria-prima e produto acabado, verificando as características organolépticas, uniformidade de peso para as cápsulas, identificação por espectrofotometria de absorção na região do infravermelho (IV) e ultravioleta (UV) e por meio da cromatografia líquida de alta eficiência com arranjo de fotodiodos (CLAE - DAD). Adicionalmente, foram desenvolvidos e validados dois métodos analíticos para a quantificação da HU matéria-prima e em cápsulas, utilizando a espectrofotometria na região do UV e a CLAE-DAD, técnica com a qual também foram realizados os estudos de degradação forçada com o fármaco e a amostra comercial. O método espectrofotométrico na região do UV demonstrou que o solvente mais adequado para a análise quantitativa da HU foi a água e o comprimento de onda mais apropriado foi o de 213 nm. O método foi seletivo, preciso, exato e robusto. Para o MAIE, a separação cromatográfica foi obtida com coluna Phenomenex® C18 (250 x 4,6 mm, 5µm); a fase móvel foi composta por água e etanol (95:05, v/v), em modo isocrático. A vazão foi de 0,5 mL/min e o comprimento de onda de 214 nm. Os estudos de degradação forçada evidenciaram que a HU degradou em meio oxidativo, na hidrólise básica e ácida e foi estável na degradação térmica. O MAIE para a quantificação da HU foi seletivo, linear, preciso, exato, sensível e robusto. Os resultados do desenvolvimento do método por espectrofotometria em UV e por CLAE-DAD para a análise quantitativa do HU foram positivos e atenderam aos requisitos de qualidade, nacionais e internacionais.


  • Mostrar Abstract
  • Hydroxyurea (HU) is the therapeutic class of antimetabolites and acts on the cell cycle by inhibiting the ribonucleotide reductase enzyme present in DNA biosynthesis and maintaining it in the S phase. This drug is used in the treatment of neoplastic diseases such as myeloid leukemia, psoriasis and has recently shown great clinical efficacy in the treatment of sickle cell disease, being the only drug capable of reducing vascular occlusion effects and improving the quality of patients’ life. Despite the clinical importance of HU, the Brazilian Pharmacopoeia 5th edition (2010) does not present a monograph intended for this drug, nor does it exist in the scientific literature and official compendiums stability indicating analytical methods (SIAM) for HU. The development and validation of analytical methods for this molecule is justified by its therapeutic potential and the need for methods that prove its quality, with agility, low cost and lower environmental impact. In this work the qualitative analysis of the raw material and finished product was carried out, verifying the organoleptic characteristics, uniformity of weight for the capsules, identification by infrared (IR) and ultraviolet (UV) spectrophotometry and by high performance liquid chromatography  with photodiode array (HPLC - PAD). In addition, two analytical methods were developed and validated for the quantification of HU raw material and in capsules using UV spectrophotometry and HPLC-PDA, a technique used also in the forced degradation studies. The UV spectrophotometric method demonstrated that the most suitable solvent for the quantitative analysis of HU was water and the most appropriate wavelength was 213 nm. The method was selective, precise, accurate and robust. For the SIAM, chromatographic separation was obtained with Phenomenex® C18 column (250 x 4.6 mm, 5μm); the mobile phase was composed by water and ethanol (95:05, v/v), in isocratic mode. The flow rate was 0.5 mL/min and the wavelength was 214 nm. Forced degradation studies evidenced that HU degraded in oxidative medium, in basic and acid hydrolysis and was stable in thermal degradation. The SIAM for the quantification of HU was selective, linear, precise, accurate, sensitive and robust. The results of the methods development by UV spectrophotometry and HPLC-PAD for the quantitative analysis of HU were positive and met national and international quality requirements.

6
  • ALEX BRUNO DA SILVA SOUZA
  • Perfil das citocinas em pacientes alcoolistas infectados com Strongyloides stercoralis

  • Orientador : NECI MATOS SOARES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FERNANDA WASHINGTON DE MENDONCA LIMA
  • JOELMA NASCIMENTO DE SOUZA
  • NECI MATOS SOARES
  • Data: 16/05/2019

  • Mostrar Resumo
  •  

    A prevalência da infecção por Strongyloides stercoralis é elevada em pacientes alcoolistas. O consumo excessivo de álcool eleva os níveis de corticosteroides endógenos, os quais mimetizam o efeito do hormônio parasitário ecdisona, o qual estimula a diferenciação das larvas rabditoides em filarioides infectantes. O controle da estrongiloidíase em pacientes imunocomprometidos, geralmente está associado ao perfil da resposta celular, principalmente ao estímulo da resposta Th2.  O objetivo deste trabalho foi avaliar os níveis séricos das citocinas (INF-Ƴ, IL-2, IL-4, IL-5, IL-10, IL-15, IL-17) em pacientes alcoolistas infectados com S. stercoralis e a correlação com a carga parasitária. A frequência da infecção foi avaliada em 336 pacientes alcoolistas atendidos no Centro de Acolhimento e Tratamento de Alcoolistas (CATA), Obras Sociais Irmã Dulce, Salvador, BA no período de abril 2017 a agosto 2018. O diagnóstico parasitológico foi realizado por três métodos: cultura em placa de agar, Baermann-Moraes e sedimentação espontânea, analisando no mínimo duas amostras de fezes de cada paciente, em dias alternados. A determinação sérica das citocinas foi realizada em um total de 88 soros de pacientes:  alcoolistas infectados (n=24) e não infectados com S. stercoralis (n=24), de pacientes não alcoolistas infectados (n=20) e não alcoolista não infectados com S. stercoralis (n=20). A frequência da infecção por S. stercoralis nos pacientes alcoolistas foi de 16,1% (54/336). Entre as citocinas avaliadas, foi observada uma elevação nos níveis de IL-15 e IL-10 em pacientes alcoolistas infectados com S. stercoralis em comparação aos não alcoolistas infectados (p<0,05). Uma correlação negativa foi demonstrada entre a concentração de INF-γ e IL-17 com a carga parasitária dos pacientes alcoolistas. Dessa forma, é provável que o álcool esteja induzindo a elevação simultânea de ambas citocinas pro-inflamatória e regulatória, IL-15 e IL-10, respectivamente. A correlação negativa nas  concentrações de INF-γ e IL-17 com a carga parasitária, provavelmente reflete na modulação das células T reg no controle da estrongiloidíase.    


  • Mostrar Abstract
  • Strongyloides stercoralis infection prevalence is high in alcoholic patients. Excessive alcohol consumption increases the levels of endogenous corticosteroids, which mimic the effect of the ecdysone, a parasitic hormone which stimulates the differentiation of rabditoid into infectious filarioid larvae. The immune response to strongyloidiasis in immunocompromised patients is usually associated with a Th2 cellular response profile. The aim of this study was to evaluate serum levels of cytokines (INF-γ, IL-2, IL-4, IL-5, IL-10, IL-15, IL-17) in alcoholic patients infected with S. stercoralis and to correlate its levels with the parasite load. S. stercoralis frequency was evaluated in 336 alcoholic patients attended at the Centro de Acolhimento e Tratamento de Alcoolistas (CATA), Obras Sociais Irmã Dulce, Salvador, BA, from April 2017 to August 2018. The parasitological diagnosis was performed by three methods: agar plate culture, Baermann-Moraes and spontaneous sedimentation in, at least, two fecal samples from each patient on alternate days. Serum cytokines levels were determined in 88 sera from S. stercoralis  infected (n = 24) and non-infected (n = 24) alcoholic patients and S. stercoralis  infected (n = 20) and non-infected (n = 20) non-alcoholic individuals (n = 20). S. stercoralis infection frequency in alcoholic patients was 16.1% (54/336). Among the evaluated cytokines, a statistically significant elevation in IL-10 and IL-15 levels was observed in patients compared to S. stercoralis infected non-alcoholics individuals (p <0.05). A negative correlation was demonstrated between the concentration of INF-γ and IL-17 with the parasite load of alcoholic patients. Thus, it is probably that alcohol is inducing the simultaneous elevation of both pro-inflammatory and regulatory cytokines, IL-15 and IL-10, respectively. The negative correlation of INF-γ and IL-17 concentrations with the parasite load probably reflects on the modulation of the T reg cells in the control of the strongyloidiasis.

7
  • SARA EMI MATOS MENDES FERREIRA
  • Análise da Ativação Neural e das Neuroplasticidades Relacionadas com a Administração Aguda e Crônica de Etanol em Camundogos
  • Orientador : RODRIGO MOLINI LEAO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RODRIGO MOLINI LEAO
  • DENIS DE MELO SOARES
  • REJANE CONCEICAO SANTANA
  • Data: 24/05/2019

  • Mostrar Resumo
  • O abuso de drogas atualmente é um problema mundial de saúde pública. O consumo abusivo do etanol promove neuroplasticidades e alterações no balanço entre os neurotransmissores excitatórios e inibitórios, além de alterar proteínas envolvidas na expressão gênica, alterando a excitabilidade neuronal. A exposição crônica ao etanol é capaz de gerar tolerância e dependência, embora alguns aspectos da dependência possam ocorrer de forma relativamente rápida em resposta à administração aguda, a maioria das alterações acarretadas ocorre gradualmente ao longo do tempo em resposta à exposição prolongada à droga. Foi demonstrado que o tratamento crônico com etanol aumenta a fosforilação da proteína “Fragile X Mental Retardation Protein” (FMRP). A partir do aumento da sua atividade, foi observado aumento de transcrição gênica e plasticidade proteica em sinapses glutamatérgicas em regiões importantes para o desenvolvimento da dependência ao etanol. Os objetivos deste trabalho são: 1. Desenvolver uma molécula nova com atividade antagonista à proteína FMRP e sua modelagem, empregando ferramentas de bioinformática 2. Expressar a proteína por clonagem in vitro e verificação das condições ótimas para a sua expressão; 3. Avaliação das neuroadaptações através da análise comportamental do desenvolvimento e expressão da sensibilização locomotora em campo aberto com camundongos suíços macho (30g) a partir da administração de etanol (EtOH 2,2g/kg; i.p.) e salina (SAL 0,1ml/kg; i.p.) (Protocolo CEUA 110/2016); 4. Avaliação da ativação neuronal por imunohistoquímica das regiões do Córtex Pré-frontal, Núcleo Acúmbens e Amídala. Nossos resultados mostram a expressão da FMRP nas condições de alta concentração de IPTG (1M) e alta temperatura em curto período (37°C/4hrs) além da estrutura 3D da FMRP; Na análise comportamental foi observado que animais tratados com EtOH (crônico), apresentaram aumento progressivo da atividade locomotora (média inicial de 25,41m e média final 62,17m) durante o desenvolvimento da sensibilização locomotora e apresentaram também atividade locomotora maior que os grupos controle, que mantêm um padrão de locomoção constante, entre 38 e 33 metros (média do dia 1 e dia 21 respectivamente). O grupo crônico também apresentou maior atividade locomotora na expressão da sensibilização quando comparada com os outros grupos controle e agudo (média 42,02). Também foi possível identificar uma tendência na ativação das regiões encefálicas NAc e CPFm nos encéfalos dos animais após tratamento com a droga. 


  • Mostrar Abstract
  • Drug abuse is currently a global public health problem. The abusive consumption of ethanol promotes neuroplasticity and changes in balance between excitatory and inhibitory neurotransmitters, as well as altering proteins involved in gene expression, altering neuronal excitability. Chronic exposure to ethanol is capable of generating tolerance and dependence, although some aspects of dependence may occur relatively rapidly in response to acute administration, most of the changes occurring gradually occur over time in response to prolonged exposure to the drug. Chronic ethanol treatment has been shown to enhance the phosphorylation of Fragile X Mental Retardation Protein (FMRP) protein. From the increase of its activity, it was observed an increase in gene transcription and protein plasticity in glutamatergic synapses in regions important for the development of ethanol dependence. The objectives of this study are: 1. To develop a new molecule with FMRP protein antagonist activity and its modeling, using bioinformatics tools 2. To express the protein by cloning in vitro and verify the optimal conditions for its expression; 3. Evaluation of neuroadaptations through behavioral analysis of the development and expression of locomotor sensitization in the open field with male Swiss mice (30g) from the administration of ethanol (EtOH 2.2g / kg, ip) and saline (SAL 0.1ml / kg; ip) (Ethics committee Protocol 110/2016); 4. Evaluation of neuronal activation by immunohistochemistry of the regions of the Prefrontal Cortex, Nucleus Acúmbens and Amídala. Our results show the expression of FMRP in the conditions of high concentration of IPTG (1M) and high temperature in short period (37 ° C / 4hrs); In the behavioral analysis it was observed that animals treated with EtOH (chronic) showed a progressive increase in locomotor activity (initial mean of 25.41m and final mean 62.17m) during the development of locomotor sensitization and also showed greater locomotor activity than the control groups, which maintains a constant locomotion pattern, between 38 and 33 meters (average of day 1 and day 21 respectively). The chronic group also had greater locomotor activity in the expression of sensitization when compared to the other control and acute groups (mean 42.02). It was also possible to identify a tendency in the activation of the brain regions NAc and CPFm in the brains of the animals after treatment with the drug.

8
  • LUCIANA SANTA BARBARA BITTENCOURT
  • FUNGEMIA EM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE MÉDIA E ALTA COMPLEXIDADE: LEVANTAMENTO EPIDEMIOLÓGICO E DIAGNÓSTICO DE CANDIDEMIA POR PCR EM TEMPO REAL.

  • Orientador : TANIA FRAGA BARROS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA PAULA DE OLIVEIRA MENEZES
  • DENIS DE MELO SOARES
  • TANIA FRAGA BARROS
  • Data: 23/08/2019

  • Mostrar Resumo
  • As infecções fúngicas invasivas vêm se mostrando cada vez mais frequentes nas últimas décadas, tornando-se uma das principais causas de morbimortalidade em pacientes imunocomprometidos. Diferenças geográficas na distribuição de espécies e padrões de suscetibilidade in vitro a agentes antifúngicos reafirmam a importância da realização de estudos de vigilância epidemiológica de fungemia. O tratamento de infecções fúngicas invasivas tem sido dificultado pela incapacidade de diagnosticar a infecção numa fase precoce da doença. Com o surgimento da necessidade de estratégias mais rápidas no processo de detecção e identificação desses patógenos, a tecnologia da Reação da polimerase em cadeia em tempo real, tem melhorado a viabilidade dos resultados. Portanto, o objetivo deste trabalho foi fazer um levantamento epidemiológico dos pacientes com fungemia no Hospital Universitário Professor Edgard Santos, Salvador, Bahia, no período de janeiro de 2018 a janeiro de 2019, diagnosticando candidemia através de ensaios de PCR em tempo real. Foram processadas um total de 6204 hemoculturas com 9,5% de positividade; dessas,  91,5% positiva para bactérias e 8,5% para fungos, ficando as leveduras em quarto lugar entre os isolados mais prevalentes. 24 indivíduos apresentaram 25 isolados em hemocultura positiva para fungos, sendo 72% de leveduras do gênero Candida, 20% Cryptococcus, 4% Histoplasma capsulatum e 4% sem identificação. A maioria dos pacientes foi do sexo masculino 58,3% (14/24), apresentando média de idade de 39,8 anos e mediana de 56,5 anos. Foi possível constatar que a maior prevalência foi de pacientes que apresentaram doenças HIV positivos e doença gastrointestinal, ambos com percentual de 33,3%, seguido de insuficiência renal com 29,2%, neoplasia com 25% e hipertensão arterial sistêmica com 20,8%. Os ensaios da PCR em tempo real demonstram que a sonda de hibridização “molecular beacons” da região intergênica foi específica para fungos, detectando hemoculturas positivas para C. glabrata, C. albicans, C. krusei, C. tropicalis e C. parapsilosis, mas ainda se faz necessário a execução novos estudos para aumentar a especificidade da sonda, eliminando a detecção dos gêneros Aspergillus e Saccharomyces. A detecção de Candida pelo ensaio de PCR em tempo real foi possível em amostras de hemoculturas e não em amostras de sangue.


  • Mostrar Abstract
  • Invasive fungal infections have been increasingly common in recent decades, becoming one of the leading causes of morbidity and mortality in immunocompromised patients. Geographic differences in species distribution and in vitro susceptibility patterns to antifungal agents reaffirm the importance of conducting epidemiological surveillance studies of fungemia. The treatment of invasive fungal infections has been hampered by the inability to diagnose the infection at an early stage of the disease. With the need for faster strategies in the process of detection and identification of these pathogens, real-time polymerase chain reaction technology has improved the viability of the results. Therefore, the objective of this study was to make an epidemiological survey of patients with fungemia at Professor Edgard Santos University Hospital, Salvador, Bahia, from January 2018 to January 2019, diagnosing candidemia through real-time PCR assays. A total of 6204 blood cultures were processed with 9.5% positivity; of these, 91.5% positive for bacteria and 8.5% positive for fungi, being the yeast in fourth place among the most prevalent isolates. 24 individuals presented 25 isolates in fungi positive blood culture: 72% from Candida yeast, 20% Cryptococcus, 4% Histoplasma capsulatum and 4% without identification. Most patients were 58.3% male (14/24), with a mean age of 39.8 years and a median of 56.5 years. It was found that the highest prevalence was in patients with HIV positive and gastrointestinal disease, both with a percentage of 33.3%, followed by renal failure with 29.2%, neoplasia with 25% and systemic arterial hypertension with 20.8. %. Real-time PCR assays show that the molecular beacons hybridization probe of the intergenic region was fungus specific, detecting positive blood cultures for C. glabrata, C. albicans, C. krusei, C. tropicalis and C. parapsilosis, but further studies are still needed to increase the specificity of the probe, eliminating the detection of genera Aspergillus and Saccharomyces. Candida detection by real-time PCR assay was possible in blood culture samples and not in blood samples.

9
  • RÔMULA BETÂNIA MENDES ALECRIM DA ROCHA
  • EXPOSIÇÃO À FUMAÇA DA QUEIMA DE LENHA E AO CHUMBO DAS OLARIAS E EFEITOS NA SAÚDE DE ESCOLARES DE MARAGOGIPINHO, BAHIA.

  • Orientador : JOSE ANTONIO MENEZES FILHO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOSE ANTONIO MENEZES FILHO
  • ANA LEONOR PARDO CAMPOS GODOY
  • MANSUETO GOMES NETO
  • Data: 28/08/2019

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: Os poluentes atmosféricos são determinantes para o processo de adoecimento, principalmente no que diz respeito às doenças respiratórias. Destacando-se a queima de biomassa que gera inúmeros compostos, dentre eles o material particulado (PM), um dos principais poluentes que apresenta importância ambiental e interesse toxicológico. Objetivo: avaliar a exposição à fumaça da queima de lenha e ao chumbo (Pb) das olarias de Maragogipinho, Aratuípe, Bahia e pesquisar sua associação com efeitos na saúde de escolares desta localidade. Metodologia: Trata-se de estudo transversal que incluiu 72 crianças na faixa etária de 6 a 14 anos, de ambos os sexos, matriculadas nas escolas do ensino fundamental na Vila de Maragogipinho e classificadas como moderada exposição (MEx) e baixa exposição (BEx)  de acordo as taxas de deposição de Pb na poeira. Estas foram comparadas com 71 crianças de escolas na sede do município Aratuípe, denominadas grupo controle (GC). Foram registrados dados sociodemográficos, parâmetros antropométricos e as frequências de asma, rinite e alergias foram determinadas utilizando o questionário ISAAC. Dados dos níveis de chumbo no sangue (PbS) foram coletados do estudo CAS (Chumbo, Ambiente e Saúde). Cento e dezoito crianças (82,5%) tiveram sua pressão arterial (PA) mensurada e foram submedidas a teste de função respiratória, usando espirômetro portátil digital. Resultados: Do total de crianças avaliadas (n=143), 77 (53,85%) foram do sexo feminino, a mediana de idade no grupo BEx foi 8,41 (6,7 – 13,87) anos, grupo MEx foi 10,87 (5,9 – 14,04) e no grupo GC foi 11,91 (7,65 – 14,17) anos. A plumbemia teve mediana de 2,3 μg/dL (variando de 0,1 μg/dL a 21,3 μg/dL). A PA das crianças apresentou valores dentro da normalidade, não havendo diferença significativa para PA sistólica e PA diastólica em ambos os grupos (p=0,088 e p=0,077, respectivamente. Porém no grupo MEx discreta elevação no percentil 95 e percentil 99 tanto da PA sistólica quanto para PA diastólica em 4,9% das crianças foi detectado; já no GC uma discreta elevação nos percentis 90, 95 e 99 para PA sistólica com 5,9% das crianças e discreta elevação somente no percentil 99 para PA diastólica com 1,5% das crianças, estas podendo ser classificadas como pré-hipertensas (PH). Não foi observada correlação significativa entre as PA sistólica ou diastólica e plumbemia. Foi observada uma frequência elevada de sintomas para asma com 65% das crianças do grupo MEx, 44,1% do grupo BEx e 50% no GC, porém não havendo diferença significativa (p=0,163) entre os grupos. A frequência de rinite alérgica foi 38,2% no grupo BEx, 47,5% no grupo MEx e 30,9% no GC. Os resultados para os parâmetros da função respiratória como capacidade vital forçada (%CVF) e volume expiratório forçado no primeiro segundo (%VEF1) apresentam uma tendência de redução com o aumento da plumbemia nos grupos BEx e MEx, porém sem significância estatística. Os níveis de plumbemia apresentaram correlação significativa (p<0,05) com os parâmetros respiratórios %FEF25-75 e %PFE. Conclusões: Esses achados ratificam evidências crescentes de que a poluição do ar pode estar diretamente ligada a agravos para a saúde da população em especial a população infantil. Para uma melhor estratificação dos resultados seria necessário a realização de um acompanhamento clínico da medida da função respiratória dessas crianças e quantificar as concentrações de PM em diversos pontos desta localidade.  


  • Mostrar Abstract
  • ntroduction: Air pollutants are crucial for the disease process, especially with regard to respiratory diseases. Noteworthy is the burning of biomass that generates numerous compounds, including particulate matter (PM), one of the main pollutants that has environmental importance and toxicological interest. Objective: To evaluate the exposure to smoke from wood burning and lead (Pb) from the potteries of Maragogipinho, Aratuípe, Bahia and to investigate its association with health effects on school-aged children from this locality. Methodology: This cross-sectional study included 72 children aged 6 to 14 years, of both sexes, enrolled in elementary schools in Vila de Maragogipinho and classified as moderate exposure (MEx) and low exposure (BEx) according to the deposition rates of Pb in the dust. These were compared with 71 children from schools located in the urban center of the municipality Aratuípe, called control group (CG). Sociodemographic data, anthropometric parameters were recorded and the frequencies of asthma, rhinitis and allergies were determined using the ISAAC questionnaire. Data on blood lead levels (PbS) were collected from the CAS (Lead, Environment and Health) study. One hundred and eighteen children (82.5%) had their blood pressure (BP) measured and underwent respiratory function test using a portable digital spirometer. Results: Of the total children evaluated (n = 143), 77 (53.85%) were female, the median age in group BEx was 8.41 (6.7 - 13.87) years, group MEx was 10.87 (5.9 - 14.04) and in the GC group it was 11.91 (7.65 - 14.17) years. The blood lead had a median of 2.3 μg / dL (ranging from 0.1 μg / dL to 21.3 μg / dL). The children's BP presented values within the normal range, with no significant difference for systolic and diastolic BP in both groups (p = 0.088 and p = 0.077, respectively). However, in the MEx group, a slight increase in the 95th and 99th percentiles of both systolic and diastolic BP was detected in 4.9% of children. However, in the CG, a slight increase was observed in the 90th, 95th and 99th percentiles for systolic BP with 5.9% of children and a slight increase only in the 99th percentile for diastolic BP with 1.5% of children, which can be classified as hypertensive (HP). There was no significant correlation between the systolic and diastolic BP variables and PbS levels. A high frequency of asthma symptoms was observed in 65% of children in the MEx group, 44.1% in the BEx group and 50% in the CG, but there was no significant difference (p = 0.163) between the groups. The frequency of allergic rhinitis was 38.2% in the BEx group, 47.5% in the MEx group and 30.9% in the CG. The results for respiratory function parameters such as forced vital capacity (% FVC) and forced expiratory volume in one second (% FEV1) tended to decrease with increased of blood lead in the BEx and MEx groups, but with low values (R2 = 0.006 and R2 = 0.061; R2 = 0.013 and R2 = 0.056 respectively). Blood lead levels were significantly correlated (p <0.05) with Z-score Height / Age, Weight and BMI and with respiratory parameters %FEF25-75 and %PEF.  Conclusions: These findings confirm growing evidence that air pollution may be directly linked to health problems for the population, especially the child population. For a better stratification of the results it would be necessary to carry out a clinical monitoring of the respiratory function measurement of these children and to quantify the PM concentrations in several points of this locality.

10
  • VICTOR OTERO MARTINEZ
  • INFECÇÃO POR Toxoplasma gondii EM ESCOLARES DE UMA COMUNIDADE DE TRADIÇÕES QUILOMBOLAS: DETERMINANTES SOCIOAMBIENTAIS E EFEITOS NO COMPORTAMENTO

  • Orientador : JOSE ANTONIO MENEZES FILHO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOSE ANTONIO MENEZES FILHO
  • LUCIANA SANTOS CARDOSO
  • CHRISSIE FERREIRA DE CARVALHO
  • Data: 30/08/2019

  • Mostrar Resumo
  • A infecção pelo parasito Toxoplasma gondii (T. gondii) apresenta elevada prevalência na população brasileira. Apesar de ser considerada uma infecção autolimitada em indivíduos hígidos imunologicamente, estudos recentes sugerem que este patógeno possa modificar o comportamento humano. O objetivo deste trabalho foi avaliar a soroprevalência da infecção por T. gondii, seus determinantes socioambientais e os possíveis efeitos no comportamento de crianças em idade escolar do município de Aratuípe, Bahia. Foram coletadas informações de 142 crianças (6 a 14 anos) de ambos os sexos, matriculadas em escolas municipais de Aratuípe, Bahia, Brasil. As determinações laboratoriais foram realizadas por ELISA (Enzyme-linked Immunosbsorbent Assay). Os fatores de risco foram analisados através da aplicação de questionário semiestruturado e a avaliação do comportamento infantil foi feita a partir do Inventário de Comportamentos da Infância e Adolescência (Child Behavior Check List – CBCL) aplicado aos pais ou responsáveis. Por ser uma região de reconhecida produção de utensílios cerâmicos, já foi evidenciada intensa utilização de óxido de chumbo na vitrificação das peças, portanto dados dos níveis sanguíneos de Pb (plumbemia) nas crianças foram usados como covariável, uma vez que este metal pesado é reconhecidamente associado com déficit de atenção e hiperatividade. Modelos multivariados aplicando regressão logística foram utilizados para definição dos determinantes significativamente associados com infecção crônica por T. gondii, assim como para testar a sua associação com desfechos comportamentais nas crianças. A soroprevalência para anticorpos IgG anti-T. gondii foi de 43,7 % (IC95%, 35,8% – 51,9%), as crianças positivas para anticorpos específicos para o T. gondii apresentaram uma chance 2,34 vezes (IC95%, 1,13 – 5,25) maior de já terem sido hospitalizadas devido à infecções. As crianças com a infecção crônica por T. gondii apresentaram uma menor chance de relatar contato com a terra, a frequência dos outros fatores de risco pesquisados não apresentou diferenças significativas entre os indivíduos soropositivos e soronegativos. Quanto ao comportamento infantil, 21,8% das crianças apresentaram problemas com classificação clínica. Foi observada associação entre a infecção crônica por T. gondii com problemas comportamentais totais (OR = 2,50; IC95% 1,06 – 5,88), problemas do espectro internalizante (OR = 4,35; IC95% 1,11 – 17,14) e desobediência às regras (OR = 2,61; IC95% 1,12 – 6,05). Embora não tenha sido observado associação entre níveis elevados de plumblemia e efeitos no comportamento, foi detectada uma possível interação entre a prevalência de toxoplasmose e a exposição ao chumbo. As crianças com PbS acima da mediana e IgG anti-T. gondii positivo apresentavam um aumento de 5,51 vezes (OR = 3,47, IC95% 1,75 – 17,38) na chance de ter comportamento desobediente. Os resultados sugerem que nas crianças do município há uma elevada prevalência de toxoplasmose crônica, e que a infecção pelo parasito pode estar contribuindo para as elevadas taxas de alterações comportamentais. Além disto, esses achados são as primeiras evidências de associação entre infecção crônica por T. gondii e níveis elevados de plumbemia com efeitos neurocomportamentais em crianças.


  • Mostrar Abstract
  • Toxoplasma gondii (T. gondii) infection is highly prevalent in the Brazilian population. Although considered a self-limiting infection in immunologically healthy individuals, recent studies suggest that this pathogen may modify human behavior. The objective of this study was to evaluate the seroprevalence of T. gondii infection, its social and environmental determinants and the possible effects on the behavior of school children in Aratuípe, Bahia. Information was collected from 142 children (6 to 14 years old) of both sexes, enrolled in the municipal schools of Aratuípe, Bahia, Brazil. Laboratory determinations were performed by Enzyme-linked Immunosbsorbent Assay (ELISA). Risk factors were analyzed using a semi-structured questionnaire and the assessment of child behavior was made from the Child Behavior Check List (CBCL) applied to parents or guardians. As it is a region of recognized production of ceramic utensils, intense use of lead oxide has already been evidenced in the glazing process, so data on blood lead levels (BLL) in children were used as a covariate, since this heavy metal is a well-known neurotoxic agent, associated with attention deficit hyperactivity disorder. Multivariate models applying logistic regression were used to define the determinants significantly associated with chronic T. gondii infection, as well as to define its association with behavioral outcomes in children. Seroprevalence for anti-T. gondii IgG antibodies was 43.7% (95% CI, 35.8% - 51.9%), children positive for T. gondii specific antibodies had a 2.34 times greater chance (95% CI, 1.13 - 5.25) of having been hospitalized due to infections, children with chronic T. gondii infection were less likely to report contact with soil, the frequency of the other risk factors surveyed showed no significant differences between seropositive and seronegative individuals. Regarding child’s behavior, 21.8% of the children had problems with clinical classification. There was an association between chronic T. gondii infection and total behavioral problems (OR = 2.50; 95% CI 1.06 - 5.88), internalizing spectrum problems (OR = 4.35; 95% CI 1.11 - 17.14) and disobedience to rules (OR = 2.61; 95% CI 1.12 - 6.05). Although no association was observed between high levels of BLL and behavioral effects, a possible interaction between toxoplasmosis prevalence and lead exposure was detected. Children with above median BLL and IgG anti-T. gondii positive showed a 5.51-fold increase (OR = 3.47, 95% CI 1.75 - 17.38) in the chance of disobedient behavior. The results suggest that in the municipality children there is a high prevalence of chronic toxoplasmosis, and that the parasite infection may be contributing to the high rates of behavioral changes. In addition, these findings are the first evidence of an association between chronic T. gondii infection and elevated blood lead levels with neurobehavioral effects in children.

     

11
  • MATHEUS DE JESUS BANDEIRA
  • Co-exposição ao chumbo e à fumaça da queima de lenha e associação com efeitos genotóxicos em oleiros de Maragogipinho , Bahia

  • Orientador : JOSE ANTONIO MENEZES FILHO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOSE ANTONIO MENEZES FILHO
  • TANIA MASCARENHAS TAVARES
  • MARCO ANTONIO VASCONCELOS REGO
  • Data: 12/09/2019

  • Mostrar Resumo
  • Maragogipinho é um tradicional polo ceramista localizado no Recôncavo Baiano, no qual a utilização do óxido de chumbo (Pb) como fundente no processo de vitrificação dos utensílios de barro traz riscos aos artesãos, à comunidade em geral e ao meio ambiente. O Pb é um metal tóxico já conhecido  tanto no âmbito ocupacional quanto ambiental, que atinge diversos órgãos e sistemas, sobretudo o nervoso e circulatório, além de ser classificado como provável carcinógeno humano. Assim, este trabalho tem como objetivo avaliar os determinantes relacionados à exposição ocupacional ao Pb e à fumaça da queima de lenha, e a associação com efeitos genotóxicos nos artesãos da Vila Maragogipinho. Trata-se de estudo transversal com trabalhadores de ambos os sexos, a partir de 16 anos de idade (N= 85) que  foram comparados com trabalhadores de diversas ocupações residentes na sede do município Aratuípe (N= 50). Para avaliar a exposição ao Pb foram realizadas determinação da taxa de deposição de Pb na poeira das olarias (PbP), o sangue venoso coletado para determinação do PbS e  urina para dosagem do ácido d-aminolevulínico (ALA), biomarcador de efeito e para estimar a exposição à fumaça da queima de lenha foi mensurado o 1-hidroxipireno urinário. O efeito genotóxico foi avaliado pela frequência de micronúcleo (MN) e outras alterações na cromatina em células da mucosa oral. Dados da exposição ocupacional e socioeconômicos foram coletados com questionários semiestruturados aplicados por entrevista. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UFBA. As medianas dos níveis de PbS e PbP (min - max) encontradas no grupo exposto foram  7,9 µg/dL (0,9 – 49,8) e 1.316 μg/m²/30 dias (7 – 1.562.626), respectivamente. No grupo não exposto os níveis de PbS e PbP foram 1,5 μg/dL (0,1 – 19,8) e 64 μg/m²/30 dias (52 – 200), respectivamente. Os níveis de PbS apresentaram correlação positiva e significativa com anos na ocupação (Rho = 0,351; p < 0,001), Uso de Óxido de Pb (Rho = 0,191; p = 0,027), Sexo masculino (Rho = 0,434; p <0,001), com a Taxa de deposição de Pb na poeira (Rho = 0,656; p < 0,001) e  correlação inversa com Escolaridade (Rho = -0,333; p < 0,001). As médias das concentrações de ALA-U foram 3,30 ± 1,77 mg/g creat. no grupo exposto e 3,28 ± 1,59 mg/g creat. no grupo não exposto, sendo esses valores abaixo dos níveis reportados na literatura para trabalhadores expostos ao Pb. Não foi observada correlação significativa entre os níveis de ALA-U e de PbS. Foram identificados os seguintes fatores determinantes de plumbemia elevada (PbS > 10 μg/dL) baseada na regressão logística binária: A Ocupação (OR = 168,995; IC 95% = 3,954 – 7223,082),  e uso de Pb no local de trabalho (OR = 14,536;IC 95% = 2,435 – 86,780). Por outro lado, possuir o ensino médio completo foi identificado como fator protetor (OR = 0,041;IC 95% = 0,004 – 0,437). As médias geométricas das concentrações de 1-OHPy para o grupo exposto e não exposto foram 1,13 (0,04 – 6,41) µg/g creatinina e 0,47(0,04 - 5,97) µg/g creatinina, respectivamente. No tocante aos efeitos genotóxicos, observamos correlação significativa entre níveis de PbS e a frequência de picnose nuclear (Rho = 0,363; p = 0,006), enquanto o 1-OHPy foi linearmente associado com  frequência de Broken-Egg (β = 0.598 [IC 95% -0,032 – 1,227]), ajustado pela Idade e Tabagismo. Quando analisado somente o grupo exposto, o LogPbS teve associação limítrofe com frequência de picnose (β= 2,495 [IC95% -0,216 – 5,206]), quando ajustado por tabagismo, idade e anos de ocupação. As frequências de MN encontradas foram muito abaixo daquelas reportadas em literatura. Em conclusão, foi possível verificar que existe uma excessiva exposição ocupacional dentre os artesãos no distrito de Maragogipinho tanto ao Pb quando à fumaça da queima da lenha usada nos fornos. As altíssimas taxas de deposição de Pb na poeira, os elevados níveis de plumbemia juntamente com a exposição à fumaça podem estar associados ao  aumento na frequência de marcadores de dano no material genético. Os valores mensurados neste estudo ultrapassam os níveis considerados seguros ocupacionalmente e àqueles reportados na literatura, alertando para a necessidade de implementação de medidas de higiene ocupacional e melhorias nas condições de trabalho desses artesãos, sobretudo da substituição do uso do chumbo no processo de vitrificação das cerâmicas.


  • Mostrar Abstract
  • Maragogipinho is a traditional pottery center located in the Reconcave Region of Bahia, in which the use lead (Pb) as a flux in the glazing process of pottery utensils brings risks to the artisans, the community in general and the environment. Pb is a toxic metal already known in occupational and environmental settings, affecting several organs and systems, especially the nervous and circulatory, besides been classified as a probable human carcinogen. Thus, this work aims to evaluate the determinants related to occupational exposure to Pb and wood smoke, and the association with genotoxic effects in Maragogipinho artisans. This is a cross-sectional study with workers of both sexes, from 16 years of age and older (N = 85), compared with workers from various occupations residing in the urban area of Aratuípe town (N = 50). To assess Pb exposure, Pb deposition rate in dust (PbP) at the pottery workshops was determined, venous blood collected for PbS determination and urine for d-aminolevulinic acid (ALA) measurement, as an effect biomarker, and to estimate the exposure to smoke of wood burning, 1-hydroxypyrene (1-OHPy) was measured. The genotoxic effect was evaluated by frequency of micronucleus (MN) and other chromatin abnormalities in oral mucosa cells. Occupational exposure and socioeconomic data were collected with semi-structured questionnaires applied by interview. The study was approved by the UFBA Research Ethics Committee. The medians levels of PbS and PbP (min - max) found for the exposed group were 7.9 µg/dL (0.9 - 49.8) and 1,316 μg/m²/30 days (7 - 1,562,626), respectively. For the unexposed group PbS and PbP levels were 1.5 μg/dL (0.1 - 19.8) and 64 μg/m²/30 days (52 - 200), respectively. PbS levels were positively and significantly correlated with years of occupation (Rho = 0.351; p <0.001), Pb oxide use (Rho = 0.191; p = 0.027), male gender (Rho = 0.434; p <0.001), PbP (Rho = 0.656; p <0.001) and inversely correlated with Schooling (Rho = -0.333; p <0.001). The mean ALA-U concentrations were 3.30 ± 1.77 mg/g creat. for the exposed group and 3.28 ± 1.59 mg/g creat. for the unexposed group, these levels were below the ones reported in literature for workers exposed to Pb. There was no significant correlation between ALA-U and PbB levels. The following determinants of elevated blood lead (PbS > 10 μg / dL) based on binary logistic regression were identified: Occupation (OR = 168.995; 95% CI = 3.954 – 7223.082), Pb use in workplace (OR = 14.536; 95% CI = 2.435 – 86.780). On the other hand, having completed high school was identified as a protective factor (OR = 0.041; 95% CI = 0.004 – 0.437). The geometric means of 1-OHPy concentrations for the exposed and unexposed groups were 1.13 (0.04 - 6.41) µg/g creatinine and 0.47 (0.04 - 5.97) µg/g creatinine, respectively. Regarding genotoxic effects, it was observed a significant correlation between PbS levels and the frequency of nuclear pycnosis (Rho = 0.363; p = 0.006), while 1-OHPy was linearly associated with Broken Egg frequency (β = 0.598 [95% CI -0.032 - 1.227]), adjusted for Age and Smoking. Considering only the exposed group, LogPbS had a borderline correlation with the frequency of pycnosis (β = 2.495 [95% CI -0.216 - 5.206]), when adjusted for smoking, age and years of occupation. The frequencies of MN found were much lower than those reported in literature. In conclusion, it was possible to verify that there is an excessive occupational exposure among pottery artisans in Maragogipinho district, both to Pb and to the firewood smoke. Elevated dust deposition rates of Pb, high blood lead levels and smoke exposure may be associated with increased frequency of genotoxic endpoints. The values observed in this study exceed the levels considered occupationally safe and those reported in the literature, alerting to the need to implement occupational hygiene measures and improvements in the working conditions of these artisans, especially the replacement of lead oxide in the pottery glazing process.

12
  • ROSEMILIA RIBEIRO DA CUNHA
  • LEVANTAMENTO DAS PLANTAS PARA FINS MEDICINAIS COLETADAS NA BAHIA E DESCRITAS NO SÉCULO XIX POR VON MARTIUS.

  • Orientador : EUDES DA SILVA VELOZO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LAZARO BENEDITO DA SILVA
  • MARA ZELIA DE ALMEIDA
  • RENATA BIEGELMEYER DA SILVA RAMBO
  • Data: 18/09/2019

  • Mostrar Resumo
  • No Brasil, a utilização de plantas medicinais teve origemna cultura indígena. Von Martius trouxe grandes contribuições para o conhecimento da flora brasileira percorrendo os biomas caatinga, mata atlântica e cerrado no estado da Bahia. Objetivo:Realizar um levantamento bibliográfico das plantas descritas na Bahia por Von Martius e seus usos terapêuticos no início do século XIX,em especial aquelas da Estrada Real trecho Ba. Metodologia: pesquisa quantitativa, descritiva, documental e bibliográfica. .As obras estudadas: “Systema de matéria medica vegetal brasileira”, e “Através da Bahia: excerptos da obra Reise in Brasilien/ Von Spix e Von Martius.”. Os sites do Specielink e GBIF foram utilizados para confirmação dos registros das espécies em herbários e em municípios no Estado da Bahia. Para confirmação das indicações terapêuticas das plantas foram feitas buscas nos bancos de dados: PubMed, LILACS, Scielo, Biblioteca e Portal CAPES, Revista Fitos, Google Acadêmicos. Resultados: Foram rastreados 40 municípios na Bahia e 47 plantas pertencentes a 26 famílias botânicas. Dessas espécies 74% alegavam propriedades terapêuticas. Considerando os usos medicinais nos tempos atuais, 86% possuem comprovação do uso terapêutico. As alegações terapêuticas foram distribuídas em 13 categorias de doenças segundo OMS. No século XIX e XXI respectivamente 34% e 21% das plantas eram utilizadas para patologias do sistema digestivo, 21% e 16% para os sintomas e sinais tais como febre e suor,13% e 11% para doenças da pele. Conclusão: Em suma este trabalho possibilita o incentivo a valorização da flora local nos biomas no estado da Bahia estimulando o uso de plantas medicinais nativas pela população.


  • Mostrar Abstract
  • In Brazil, the use of medicinal plants originated in indigenous culture. Von Martius made great contributions to the knowledge of the Brazilian flora through the Caatinga, Atlantic Forest and Cerrado biomes in the state of Bahia. Objective: To conduct a bibliographic survey of the plants described in Bahia by Von Martius and their therapeutic uses in the early nineteenth century, especially those of Estrada Real stretch Ba. Methodology: quantitative, descriptive, documentary and bibliographical research. .The works studied: "Systema of Brazilian Vegetable Medical Matter", and "Across Bahia: excerpts from Reise in Brasilien / Von Spix and Von Martius." Specielink and GBIF sites were used to confirm the registration of species in herbariums and municipalities in the state of Bahia. To confirm the therapeutic indications of the plants were searched in the databases: PubMed, LILACS, Scielo, Library and Portal CAPES, Revista Fitos, Google Scholars. Results: forty municipalities in Bahia and 47 plants belonging to 26 botanical families were screened. Of these species 74% claimed therapeutic properties. Considering the medicinal uses in current times, 86% have proven therapeutic use. Therapeutic claims were distributed into 13 disease categories according to WHO. In the 19th and 21st century respectively 34% and 21% of plants were used for digestive system pathologies, 21% and 16% for symptoms and signs such as fever and sweat, 13% and 11% for skin diseases. Conclusion: In short, this work enables the encouragement of the valorization of the local flora in the biomes in the state of Bahia, stimulating the use of native medicinal plants by the population

13
  • VALDEENE VIEIRA SANTOS
  • AVALIAÇÃO DA FARMACOCINÉTICA E PENETRAÇÃO RENAL DA ANFOTERICINA B EM RATOS WISTAR SADIOS E INFECTADOS COM Candida albicans UTILIZANDO A TÉCNICA DA MICRODIÁLISE

  • Orientador : FRANCINE JOHANSSON AZEREDO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA LEONOR PARDO CAMPOS GODOY
  • FRANCINE JOHANSSON AZEREDO
  • SANDRA ELISA HAAS
  • Data: 04/10/2019

  • Mostrar Resumo
  • A candidíase sistêmica é uma infecção fúngica oportunista comum, principalmente em pacientes hospitalizados e imunossuprimidos. A Candida albicans é o agente causador mais frequente e espécie mais isolada nestas infecções, e para seu tratamento é utilizado a anfotericina B (AmB). Para que ela tenha a ação esperada, é necessário que a mesma consiga acessar seu local de ação em concentrações suficientes, na forma livre, e que o tecido infectado não influencie na sua distribuição tecidual. Diante disso, os objetivos deste estudo foram avaliar a farmacocinética e penetração renal da AmB, por meio da microdiálise (MD), em ratos Wistar sadios e infectados por C. albicans. Para isso, foi validado um método analítico e bioanalítico para quantificação da AmB em microdialisado e plasma de ratos. O método foi validado utilizando a Cromatografia Líquida de Alta Eficiência acoplada a detector de arranjo de diodo (CLAE/DAD). A fase móvel constituiu-se de tampão acetato (pH= 4) e acetonitrila em gradiente, eluido em fluxo de 1,0 mL.min-1, e a detecção da AmB foi feita em 407 nm. A recuperação relativa da AmB pela sonda de MD foi avaliada in vitro, com escolha do fluxo de perfusão e análise da influência de concentração de AmB pelo método de diálise e retrodiálise, e in vivo, por retrodiálise. O estudo farmacocinético e de penetração renal foi realizado após administração de 1 mg/kg (n=10) e 2,5 mg/kg (n=12) de AmB em ratos sadios e infectados por C. albicans, e foi feita a coleta de amostras de sangue e microdialisado em tempos pré-determinados. Os métodos de quantificação se mostram seletivo e linear na faixa de trabalho, com precisão e exatidão adequadas. O fluxo de perfusão das sondas de MD escolhido foi de 1,5 μL/min, com uma recuperação relativa de 22,5 ± 8,5% e 20,0 ± 6,0% para diálise e retrodiálise, respectivamente. A recuperação relativa das diferentes concentrações não apresentou diferença significativa entre a diálise e retrodiálise. A recuperação renal in vivo foi 10,9 ± 3,7 %. Com a análise não-compartimental dos dados plasmáticos e renais e modelagem populacional dos dados plasmáticos obtidos, pode-se concluir que a infecção por C. albicans foi estatisticamente significativa para o parâmetro Vd, e que a penetração tecidual foi diferente entre os grupos (1,6 e 1,1, para ratos sadios e infectados, respectivamente), com menor distribuição tecidual da AmB no grupo de animais infectados.


  • Mostrar Abstract
  • Systemic candidiasis is a common opportunistic fungal infection, especially in hospitalized and immunosuppressed patients. Candida albicans is the most common causative agent and most isolated species in these infections, and amphotericin B (AmB) is used for its treatment. For it to have the expected action, it must be able to access its site of action in sufficient concentrations and in its free form, and that the infected tissue does not influence tissue distribution. Therefore, the objectives of this study were to evaluate the pharmacokinetics and renal penetration of AmB by microdialysis (MD) in healthy Wistar rats infected with C. albicans. For this, an analytical and bioanalytical method for the quantification of AmB in microdialysis and plasma of rats was validated. The method was validated using High Performance Liquid Chromatography coupled with a diode array detector (HPLC/ DAD). The mobile phase consisted of acetate buffer (pH = 4) and gradient acetonitrile, effluent with a flow rate of 1.0 mL.min -1, and AmB detection was performed at 407 nm. Relative recovery of AmB by the MD probe was evaluated in vitro, with choice of perfusion flow and analysis of the influence of AmB concentration by the dialysis and retrodialysis method, and in vivo by retrodialysis. The pharmacokinetic and renal penetration study was performed after administration of 1 mg/kg (n = 10) and 2.5 mg/kg (n = 12) of AmB in healthy and C. albicans infected rats, blood and microdialysis samples at predetermined times. The quantification methods are selective and linear in the working range, with adequate precision and accuracy. The perfusion flowrate of the MD probes chosen was 1.5 μL/min, with a relative recovery of 22.5 ± 8.5% and 20.0 ± 6.0% for dialysis and retrodialysis, respectively. Relative recovery of the different concentrations did not show significant difference between dialysis and retrodialysis. Renal in vivo recovery was 10.9 ± 3.7%. After non-compartmental analysis of both plasmatic and renal concentrations and population modeling of plasma data obtained, it can be concluded that C. albicans infection was statistically significant for parameter Vd, and tissue penetration was different between groups (1.6 and 1.1, healthy and infected rats, respectively), with lower tissue distribution of AmB in the infected animals.

14
  • RAFAEL LEONNE CRUZ DE JESUS
  • POTENCIAL TERAPÊUTICO DO USO TÓPICO DE HIDROGEL CONTENDO MENTOL PARA TRATAMENTO DA DISFUNÇÃO ERÉTIL ASSOCIADA À HIPERTENSÃO

  • Orientador : DARIZY FLAVIA SILVA AMORIM DE VASCONCELOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DARIZY FLAVIA SILVA AMORIM DE VASCONCELOS
  • FRANCINE JOHANSSON AZEREDO
  • KYAN JAMES ALLAHDADI
  • Data: 23/10/2019

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: Atualmente, a disfunção erétil (DE) tem sido considerada um forte marcador de doenças cardiovasculares, incluindo hipertensão arterial sistêmica (HAS). Além disso, alterações como a disfunção endotelial, na via da RhoA-ROCK e na expressão dos canais TRP na vasculatura estão intimamente ligados HAS e DE. Objetivo: Avaliar a influência do tratamento tópico, crônico, com gel contendo mentol (agonista TRPM8), sobre o quadro de disfunção erétil já estabelecido em ratos espontaneamente hipertenso (SHR), bem como nos seus controles normotensos (wistar). Métodos: Para avaliar a atividade do canal TRPM8, foram utilizadas tiras de corpos cavernosos (CC) isoladas de ratos normotensos. Em outro conjunto de experimentos, SHR e wistar, ambos em 10 semanas, foram tratados topicamente com hidrogel contendo mentol (grupo experimental - carbopol 940 + mentol a 0,1%) ou veículo (grupo controle - carbopol 940) por 30 dias. Após o tratamento, CC, artéria ilíaca (IL) e mesentérica (MES) foram isolados para estudos posteriores de contratilidade. Todos os protocolos experimentais foram aprovados pelo Comitê de Ética em Uso Animal - ICS / UFBA (130/2017). Resultados: Os canais TRPM8 são expressos em CC e a administração cumulativa de mentol (10-7 a 10-3 M) induziu relaxamento em tiras de CC de animais wistar pré-contraídos com fenilefrina, (10μM) (Emax = 88,6 ± 3,02; n=6). Administração tópica de mentol no pênis dos animais, durante 30 dias reduziu a pressão arterial média (PAM) de SHR (mmHg = 156,0 ± 6,2, n = 6) quando comparado ao SHR controle (mmHg = 191,8 ± 10,0, n = 5). A reatividade dos CC para fenilefrina  (10-10 a 10-4M), o tratamento com mentol em animais SHR (Emax = 168,5 ±7,08  e pD2 = 5,923 ± 0,03; n=12), aumentou a sensibilidade para fenilefrina (FEN), (p<0,01) quando comparado aos SHR controle (Emax = 155,1 ± 7,5 e pD2 = 5,783 ± 0,03; n=9), no entanto, o tratamento não promoveu alterações nas contrações de FEN em CC de animais wistar quando comparados ao wistar controle. Após o tratamento, os animais SHR mentol (Emax = 123,0 ± 7,3 e pD2 = 5,609 ± 0,05; n=8), apresentaram menor sensibilidade para NE (p<0,05), quando comparado aos SHR controle (Emax =  128,7 ± 9,5; n=4 e pD2 =5,869 ± 0,10; n=4). Adicionalmente, a reatividade do CC a acetilcolina ou NPS de animais SHR mentol não foi alterada quando comparado ao controle. Porem, em wistar mentol,  a curva foi deslocada para esquerda quando comparados aos wistar controle. A reatividade vascular das artérias ilíacas a fenilefrina  (10-10 a 3x10-5M) foi significativamente aumentada (p<0,01) em ratos SHR mentol (Emax = 151,7 ± 8,0 e pD2=6,489 ± 0,04; n=8), sem apresentar alteração na  resposta máxima quando comparado aos animais SHR controle (Emax = 163,8 ± 12,2 e pD2 = 6,311 ± 0,04; n=7), no entanto, o tratamento não promoveu alterações significantes na reatividade para NE. A sensibilidade ao NPS foi significativamente aumentada (p<0,001) em ratos SHR mentol (Emax = 109,7 ± 5,9 e pD2 = 7,799 ± 0,06; n=8), sem apresentar alteração na  resposta máxima quando comparado aos SHR controle (Emax = 99,9 ± 1,9 e pD2 = 7,371 ± 0,05; n=7). No entanto, o relaxamento induzido pelo NPS em animais wistar (Emax = 101,1 ± 1,4 e pD2 = 8,035 ± 0,06; n=8) tratado com mentol foi semelhante aos seus controle wistar (Emax = 101,9 ± 2,7 e pD2 = 8,004 ± 0,05; n=8). A reatividade vascular das artérias mesenterica a FEN  (10-10 a 3x10-5M) não diferiu entre SHR mentol (Emax = 170,1 ± 6,8 e pD2 = 6,033 ± 0,02; n=9) e o SHR controle (Emax = 162,6 ± 6,1 e pD2 = 5,949 ± 0,02; n=10). No entanto, nos animais wistar mentol (Emax = 127,8 ± 6,0 e pD2 = 6,096 ±  0,02; n=9), a sensibilidade à FEN foi significativamente diminuída (p<0,001), quando comparados aos wistar controle (Emax = 129,7 ± 6,2 e pD2 = 6,396 ± 0,03; n=11). O tratamento também não promoveu alterações nas contrações induzidas por NE na artérias mesentéricas dos SHR mentol (Emax = 174,4 ± 5,4 e pD2 = 5,778 ± 0,03; n=9) e o SHR controle (Emax = 181,5 ± 10,7 e pD2 = 5,842 ± 0,04; n= 10). Porém, em wistar mentol (Emax = 125,6 ± 22,1 e pD2 = 5,839 ± 0,08; n=8), a sensibilidade à NE foi diminuída (p<0,05), sem alteração significante na resposta máxima quando comparados aos wistar controle (Emax = 123,0 ± 21,7 e pD2 = 6,150 ± 0,13; n=8). Mentol também aumentou a sensibilidade (p<0,05) das artérias mesentéricas em ratos SHR (Emax= 94,3 ± 4,1 e pD2 = 7,640 ± 0,09; n=5) para acetilcolina quando comparados aos SHR controle (Emax = 75,9 ± 5,2 e pD2= 7,185 ± 0,09; n=5), sem alteração entre os wistar. Após o tratamento, o vasorelaxamento independente de endotélio induzido por NPS em artérias mesentérica não diferiu entre SHR mentol (Emax = 103,7 ± 2,0 e pD2 = 7,611 ± 0,07; n=7) e o SHR controle (Emax =101,5 ± 2,8 e pD2= 7,350 ± 0,09; n=9), no entanto, nos animais wistar mentol (Emax = 104,5 ± 5,6 e pD2 = 8,640 ± 0,07; n=8), a sensibilidade ao NPS foi significativamente aumentada (p<0,05), sem alteração significante na resposta máxima quando comparados aos wistar controle (Emax = 108,5 ± 4,0 e pD2= 8,340 ± 0,05; n=8). Conclusão: Demostramos a expressão do canal TRPM8 em corpo cavernoso e que sua ativação é capaz de promover um efeito relaxante do musculo liso do corpo cavernoso de ratos wistar e, além disso, o tratamento com mentol foi capaz de melhorar, parcialmente, a responsividade dos tecidos cavernoso e vasculares de animais SHR, dessa maneira, parece apresentar benefícios terapêuticos em quadros de disfunção erétil associada a hipertensão, quando aplicado topicamente.

     


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Currently, erectile dysfunction (ED) has been considered a strong marker of cardiovascular disease, including systemic arterial hypertension. In addition, changes such as endothelial dysfunction, the RhoA-ROCK pathway, and the expression of TRP channels in the vasculature are closely linked to hypertension and ED. Objective: To evaluate the influence of chronic topical treatment with gel containing menthol (TRPM8 agonist) on erectile dysfunction symptoms already established in spontaneously hypertensive rats (SHR), as well as on their normotensive controls (wistar). Methods: To evaluate the activity of the TRPM8 channel, strips of corpora cavernosa (CC) isolated from normotensive rats were used. In another set of experiments, SHR and their normotensive wistar controls, both at 10 weeks, were treated topically with menthol-containing hydrogel (experimental group - carbopol 940 + menthol 0.1%) or vehicle (control group - carbopol 940) for 30 days. After treatment, CC and iliac artery (IL) were isolated to subsequent studies of contractility. All experimental protocols were approved by Committee on Ethics in Animal Use - ICS/ UFBA (130/2017). Results: TRPM8 channels are expressed in CC and cumulative administration of menthol (10-7 to 10-3M) induced relaxation in CC strips pre-contracted with phenylephrine wistar animals, (10μM) (Emax = 88.6 ± 3 .02; n = 6). Topical administration of menthol on the penis of animals during 30 days reduced the mean arterial pressure (MAP) of SHR (mmHg = 156.0 ± 6.2, n = 6) when compared to control SHR (mmHg = 191.8 ± 10 .0, n = 5). Reactivity of CC to phenylephrine (10-10 to 10-4M), menthol treatment in SHR animals (Emax = 168.5 ± 7.08 and pD2 = 5.923 ± 0.03; n = 12) increased sensitivity for phenylephrine (Phe) (p <0.01) when compared to control SHR (Emax = 155.1 ± 7.5 and pD2 = 5.783 ± 0.03; n = 9), however, treatment did not promote changes in Phe contractions in CC of wistar animals when compared to control wistar. After treatment, menthol SHR (Emax = 123.0 ± 7.3 and pD2 = 5.609 ± 0.05; n = 8) animals presented lower sensitivity for NE (p <0.05) when compared to control SHR. (Emax = 128.7 ± 9.5; n = 4 and pD2 = 5.699 ± 0.10; n = 4). Additionally, CC reactivity to acetylcholine or SNP from SHR menthol animals was not altered when compared to control. However, in wistar menthol, the curve was shifted to the left when compared to control wistar. The vascular reactivity of the iliac arteries to phenylephrine (10-10 to 3x10-5M) was significantly increased (p<0.01) in menthol SHR rats (Emax = 151.7 ± 8.0 and pD2 = 6.489 ± 0.04; n = 8), with no change in maximal response when compared to SHR control animals (Emax = 163.8 ± 12.2 and pD2 = 6.311 ± 0.04; n = 7), however, the treatment did not cause significant changes. in reactivity to NE. Sensitivity to SNP was significantly increased (p <0.001) in menthol SHR rats (Emax = 109.7 ± 5.9 and pD2 = 7.799 ± 0.06; n = 8), with no change in maximal response when compared to SHR control (Emax = 99.9 ± 1.9 and pD2 = 7.371 ± 0.05; n = 7). However, SNP-induced relaxation in wistar animals (Emax = 101.1 ± 1.4 and pD2 = 8.035 ± 0.06; n = 8) treated with menthol was similar to their wistar controls (Emax = 101.9 ± 2.7 and pD2 = 8.004 ± 0.05; n = 8). Vascular reactivity of the mesenteric arteries to Phe (10-10 to 3x10-5M) did not differ between menthol SHR (Emax = 170.1 ± 6.8 and pD2 = 6.033 ± 0.02; n = 9) and control SHR ( Emax = 162.6 ± 6.1 and pD2 = 5.949 ± 0.02; n = 10). However, in wistar menthol animals (Emax = 127.8 ± 6.0 and pD2 = 6.096 ± 0.02; n = 9), sensitivity to Phe was significantly decreased (p <0.001) when compared to control wistar ( Emax = 129.7 ± 6.2 and pD2 = 6.396 ± 0.03 (n = 11). The treatment also did not promote alterations in NE-induced contractions in the mesenteric arteries of the menthol SHR (Emax = 174.4 ± 5.4 and pD2 = 5.778 ± 0.03; n = 9) and the control SHR (Emax = 181.5 ± 10.7 and pD2 = 5.842 ± 0.04; n = 10). However, in wistar menthol (Emax = 125.6 ± 22.1 and pD2 = 5.839 ± 0.08; n = 8), sensitivity to NE was decreased (p <0.05), with no significant change in maximal response when compared to control wistar (Emax = 123.0 ± 21.7 and pD2 = 6.150 ± 0.13; n = 8). Menthol also increased the sensitivity (p <0.05) of the mesenteric arteries in SHR rats (Emax = 94.3 ± 4.1 and pD2 = 7.640 ± 0.09; n = 5) for acetylcholine when compared to control SHR (Emax = 75.9 ± 5.2 and pD2 = 7.185 ± 0.09; n = 5), with no change among wistar. After treatment, SNP-induced endothelium-independent vasorelaxation in mesenteric arteries did not differ between menthol SHR (Emax = 103.7 ± 2.0 and pD2 = 7.611 ± 0.07; n = 7) and control SHR (Emax = 101.5 ± 2.8 and pD2 = 7.350 ± 0.09; n = 9), however, in wistar menthol animals (Emax = 104.5 ± 5.6 and pD2 = 8.640 ± 0.07; n = 8 ), sensitivity to SNP was significantly increased (p <0.05), with no significant change in maximal response when compared to control wistar (Emax = 108.5 ± 4.0 and pD2 = 8.340 ± 0.05; n = 8 ). Conclusion: We demonstrated the expression of the TRPM8 channel in the corpora cavernosa and that its activation is capable of promoting a relaxing effect of the smooth muscle of the corpora cavernosa of wistar rats and, furthermore, menthol treatment was able to partially improve the responsiveness of corpora cavernosa and vascular tissues of SHR animals thus seem to have therapeutic benefits in cases of erectile dysfunction associated with hypertension when applied topically.

15
  • SUELLEN GONÇALVES DA SILVA
  • TRIAGEM DE INIBIDORES DE PTERIDINA REDUTASE 1 DE Leishmania major (LmPTR1) 

  • Orientador : MARCELO SANTOS CASTILHO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARCELO SANTOS CASTILHO
  • MAURICIO MORAES VICTOR
  • FRANCO HENRIQUE ANDRADE LEITE
  • Data: 13/11/2019

  • Mostrar Resumo
  • A leishmaniose é uma protozoose que se apresenta como um desafio para saúde pública em diversas partes do mundo. No entanto, os fármacos disponíveis para o tratamento de pacientes com esta doença apresentam baixo índice terapêutico, período de tratamento relativamente longo e adesão terapêutica reduzida, o que pode favorecer a seleção de cepas resistentes. Consequentemente, o desenvolvimento de novos fármacos torna-se fundamental. Apesar da inibição da via dos folatos ter permitido a descoberta de fármacos contra inúmeras doenças, inibidores da enzima dihidrofolato redutase timidilato sintase (DHFR-TS) são poucos eficientes frente à Leishmania spp. A baixa susceptibilidade dos parasitos está associada à Pteridina Redutase 1 (PTR1), enzima que funciona como via alternativa para a redução de ácido fólico e pteridinas não conjugadas quando a DHFR-TS está inibida. Por essa razão, inibidores dessa enzima são compostos promissores para o desenvolvimento de novos fármacos contra leishmaniose. Nesse contexto, o objetivo desse estudo é identificar fragmentos moleculares e/ou compostos semelhantes a compostos líderes que se ligam na PTR1 de Leishmania major (LmPTR1). Ensaios de deslocamento térmico mostraram que os derivados de tiazolidina-2,4-diona avaliados foram inativos e que um derivado de imidazopirazina interagem com o alvo de forma concentração-resposta. Por fim, 42 fragmentos aumentam a estabilidade térmica de LmPTR1 (ΔTm > 1,5 ºC). Ensaios com a proteína ligada covalentemente a fluoresceína sugerem os fragmentos com maior afinidade pela LmPTR1 são LBEA0418 (Kd = 11 ± 1,31mM), LBEA0126 (Kd = 11 ± 1,22mM), LBEA0394 (Kd = 7,5 ± 1,14) mM, LBEA0111 (Kd = 1,35 ± 2,11 mM) e LBEA0138 (Kd = 6,5 ± 1,46 mM), enquanto os fragmentos com maior eficiência de ligação são LBEA0111 (LE = 0,33 kcal / mol) LBEA0447 (LE = 0,32 kcal / mol). Adicionalmente, esses ensaios sugerem que seis fragmentos (LBEA0463, 0414, 0418, 0405, 0472, 0473, 0401) interagem de forma incompetitiva com o cofator da enzima, enquanto sete interagem de forma não competitiva (LBEA0453, 0126, 0394, 0111, 0138, 0447, 0125). Dois fragmentos interagem de forma competitiva com o substrato (LBEA0418 e LBEA0473), um interage de forma incompetitiva (LBEA0463) e dois de forma não competitiva (LBE0126, 0394). Em razão da maioria dos fragmentos não competirem com o cofator ou substrato, empregou-se os servidores FTMap e Hotspot Fragment Maps (FragMap) para identificar prováveis sítios de interação (hotspots) para esses fragmentos. Essa informação foi empregada para guiar estudos de acoplamento molecular que serão utilizados para desenvolver compostos líderes a partir dos fragmentos.


  • Mostrar Abstract
  • Leishmaniasis is a protozoosis that presents itself as a public health challenge in many parts of the world. However, drugs available for the treatment of patients with this disease have a low therapeutic index, relatively long treatment period and reduced therapeutic adherence, which may favor the selection of resistant strains. Consequently, the development of new drugs becomes crucial. Although inhibition of the folate pathway has led to drug discovery against numerous diseases, inhibitors of the enzyme dihydrofolate reductase thymidylate synthase (DHFR-TS) are inefficient against Leishmania spp. The low susceptibility of parasites is associated with Pteridine Reductase 1 (PTR1), an enzyme that works as an alternative pathway for the reduction of folic acid and unconjugated pteridines when DHFR-TS is inhibited. For this reason, inhibitors of this enzyme are promising compounds for the development of new drugs against leishmaniasis. In this context, the aim of this study is to identify molecular fragments and / or lead-like compounds that bind to Leishmania major PTR1 (LmPTR1). Thermal displacement assays showed that the evaluated thiazolidine-2,4-dione derivatives were inactive and that an imidazopyrazine derivative interact with the target in a concentration-response manner. Finally, 42 fragments increase the thermal stability of LmPTR1 (ΔTm> 1.5 ° C). Assays with the covalently fluorescein-linked protein suggest the most affinity fragments for LmPTR1 are LBEA0418 (Kd = 11 ± 1.31mM), LBEA0126 (Kd = 11 ± 1.22mM), LBEA0394 (Kd = 7.5 ± 1.14). ) mM, LBEA0111 (Kd = 1.35 ± 2.11 mM) and LBEA0138 (Kd = 6.5 ± 1.46 mM), while the fragments with the highest binding efficiency are LBEA0111 (LE = 0.33 kcal / mol ) LBEA0447 (LE = 0.32 kcal / mol). Additionally, these assays suggest that six fragments (LBEA0463, 0414, 0418, 0405, 0472, 0473, 0401) interact incompetently with the enzyme cofactor, while seven non-competitively interact (LBEA0453, 0126, 0394, 0111, 0138 , 0447, 0125). Two fragments interact competitively with the substrate (LBEA0418 and LBEA0473), one interacting incompetently (LBEA0463) and two non-competitively (LBE0126, 0394). Because most fragments do not compete with the cofactor or substrate, FTMap and Hotspot Fragment Maps (FragMap) servers were used to identify likely hotspots for these fragments. This information was used to guide molecular coupling studies that will be used to develop leader compounds from fragments.

16
  • ADRIANO DE SOUZA SANTOS MONTEIRO
  • ANTIBIOTICOTERAPIA PROFILÁTICA E COLONIZAÇÃO INTESTINAL POR ENTEROBACTÉRIAS (Enterobacteriaceae) EM CRIANÇAS QUE VIVEM COM A DOENÇA FALCIFORME

  • Orientador : RICARDO DAVID COUTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELISANGELA VITORIA ADORNO
  • FABIO DAVID COUTO
  • JOICE NEVES REIS PEDREIRA
  • Data: 22/11/2019

  • Mostrar Resumo
  • As infecções constituem a maior causa de morbimortalidade em crianças com doença falciforme (DF) e a antibioticoterapia (ATB) profilática tem demonstrado êxito na qualidade e sobrevida dessas pessoas. Contudo, o impacto da ATB nas enterobactérias da microbiota intestinal de crianças com DF ainda não foi elucidado. O objetivo deste trabalho foi avaliar a composição de enterobactérias da microbiota intestinal de crianças com DF em ATB profilática. Foram analisados 30 swabs fecais de crianças com DF em ATB e 21 swabs de participantes sem ATB. As enterobactérias foram isoladas em procedimentos padrão, a identificação e o antibiograma foram realizados por métodos automatizados e a identificação dos genes de resistência foi realizada por PCR multiplex. Foram encontradas 11 espécies diferentes de enterobactérias em toda população estudada: sete no grupo de crianças com DF, em ATB, e nove no grupo sem ATB, com cinco espécies comuns em ambos os grupos. Cinco espécies apresentaram-se resistentes a antimicrobianos, e 52,94% das E. coli isoladas no grupo com DF em ATB foram resistentes a pelo menos um antibiótico (p < 0,0001). O grupo sem ATB apresentou 20% dos isolados de E. coli não suscetíveis. A produção de ESBL foi encontrada em E. coli (4/6) e K. pneumoniae (2/6), nas crianças com DF, e esteve associada ao uso de penicilina G benzatina (p < 0,0003). As β-lactamases TEM (28/37) e CTX-M-gp1 (3/37) foram as mais predominantes, seguidas de CTX-M-gp9 (2/37), CTX-M-gp2 (1/37) e SHV (1/37). Apesar da presença de enterobactérias não suscetíveis a antibióticos, especialmente E. coli, a ATB profilática em crianças com DF é indispensável, sobretudo na redução das mortes associadas a problemas infecciosos.


  • Mostrar Abstract
  • Infections are the major cause of morbidity and mortality in children with sickle cell disease (SCD) and prophylactic antibiotic therapy (ATB) has shown success in elevating the quality of life of these people. However, the impact of ATB in enterobacteria of the intestinal microbiota in children with SCD has not yet been elucidated. The aim of this study was to evaluate the intestinal enterobacteria composition of children with SCD on prophylactic ATB. Thirty faecal swabs from children with SCD on ATB and 21 swabs from participants without ATB were analyzed. Enterobacteria were isolated in standard procedures, identification and antibiogram were performed by automated methods, and the identification of resistance genes was performed by multiplex PCR. Eleven different species of enterobacteria were found in the entire population studied: seven in the group of children with SCD, on ATB, and nine in the group without ATB, with five common species in both groups. Five species were resistant to antimicrobials, and 52.94% of the E. coli isolates in the SCD group on ATB were resistant to at least one antibiotic (p <0.0001). ESBL production was found in E. coli (4/6) and K. pneumoniae (2/6) in children with SCD, and was associated with benzathine penicillin G (p <0.0003). The β-lactamases TEM (28/37) and CTX-M-gp1 (3/37) were the most predominant, followed by CTX-M-gp9 (2/37), CTX-M-gp2 (1/37) and SHV (1/37).  Despite the presence of antibiotic resistant enterobacteria, especially E. coli, prophylactic ATB in children with SCD is essential, especially to reduce deaths caused by infections.
17
  • ANA PAULA DÓRIA DE ARAÚJO CRUZ
  • APLICAÇÃO DO ÓLEO DAS SEMENTES DE Passiflora cincinnata EM SISTEMAS EMULSIONADOS E AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTI- INFLAMATÓRIA EM MODELO DE ARTRITE EM CAMUNDONGOS

  • Orientador : DENIS DE MELO SOARES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DENIS DE MELO SOARES
  • HENRIQUE RODRIGUES MARCELINO
  • NATHALIE RIBEIRO WINGERT
  • Data: 13/12/2019

  • Mostrar Resumo
  • O uso de produtos naturais tem se disseminado como alternativas complementares as terapias convencionais. Tal escolha está atrelada aos componentes fitoquímicos que lhe confere propriedades funcionais utilizadas como benefício para a saúde. Porquanto, o óleo das sementes de Passiflora cincinnata, espécie de maracujá silvestre do semiárido, é constituído por uma gama de fitoconstituintes, podendo citar assim seu alto teor de ácidos graxos poliinsaturados que são responsáveis por diversas propriedades terapêuticas que corrabora para a homeostase do organismo e tratamento de diversas afecções. Este estudo teve por finalidade elaborar um produto tópico utilizando para tanto o óleo de P.cincinnata incorporado a uma emulsão O/A por meio de emulsificação a frio, a fim de permitir emoliência, hidratação, restauração da epiderme e uma liberação do constituinte fitoterápico. O veículo cosmético escolhido foi a base autoemulsificante Hydrafresh®, que detém em sua composição fosfolipídios, fator que contribui para a eficiência do produto final. A extração do óleo foi feita pela técnica de Soxhlet seguindo com análise termogravimétrica (TG), preparação de formulações, testes de estabilidade, toxicidade e farmacológico, a fim de demonstrar a viabilidade de um produto tópico com potencial efeito terapêutico. Para tanto, a avaliação de irritação em mucosas por meio do teste de HET-CAM e experimento para avaliação da potencial atividade anti-inflamatória em modelo de artrite no joelho de camundongos foram os testes de toxicidade e farmacológico adotados. O rendimento do óleo bruto da P.cincinnata correspondeu a (13,07%), com estabilidade térmica à temperatura de até 426°C. Quanto aos resultados encontrados nos testes de estabilidade físico-química, as formulações foram aprovadas, mantendo características organolépticas adequadas, com uma faixa de pH entre 5,8-6,6. Na análise do diâmetro de suas gotículas, a formulação HYOC10 exibiram, na devida ordem, Dv (50) (10,65 ± 0,12μm) e Dv(90) (28,0 ± 0,15μm), mostrando diferença estastítica entre as demais estudadas HYOCON e HYOC que detinham de tamanhos com Dv (50) (3,04 ± 0,04μm), (3,32 ± 0,07μm) e Dv(90) (9,7 ± 0,57μm), (11,09 ± 0,83μm), no entanto, todas foram identificadas como macroemulsões. A HYOC10 apresentou um aumento de espalhabilidade in vitro pós estabilidade acelerada com Ei máx de (1764,55 ± 445,35mm2 ), reafirmando essa característica na análise da viscosidade e textura. No teste do HET-CAM tanto o óleo isolado quanto HYOC10 obtiveram na escala dotada de pontuação, respectivamente os valores de (4,8 ± 0,5) e (4,4 ± 0,8) que os classificaram como irritantes fracos. No teste farmacológico, inicialmente foram testados grupos com o óleo de P.cincinnata, percebeu-se que o grupo D10, que correspondia a concentração de 10%, foi que melhor respondeu no controle da inflamação, sabendo disso, foram também testadas posteriormente as formulações HYCON, HYOC10 onde as mesmas responderam positivamente na redução do edema articular associado a diminuição de neutrófilos. Portanto, o presente trabalho resultou na obtenção de um produto tópico inovador e promissor, oriundo de fontes naturais, com uma potencial atividade anti-inflamatória vislumbrando o seu uso no tratamento farmacológico das manifestações clínicas relacionadas a artrite.


  • Mostrar Abstract
  • The use of natural products has spread as complementary alternatives to conventional therapies. This choice is linked to the phytochemical components that gives it functional properties used as a health benefit. Therefore, the oil from the seeds of Passiflora cincinnata, a species of semi-arid passion fruit, is made up of a range of phytoconstituents, which may cite its high content of polyunsaturated fatty acids which are responsible for several therapeutic properties that contribute to the body's homeostasis and treatment of various conditions. The aim of this study was to elaborate a topical product using P. cincinnata oil incorporated to an O / A emulsion by cold emulsification, in order to allow emollience, hydration, restoration of the epidermis and release of the herbal constituent. The cosmetic vehicle chosen was a self-emulsifying Hydrafresh®, which detects its phospholipid composition, which contributes to the efficiency of the final product. Oil extraction was performed by Soxhlet technique following thermogravimetric analysis (TG), formulation preparation, stability, toxicity and pharmacology tests, in order to demonstrate the viability of the topical product with potential therapeutic effect. Of mucosal irritation by HET-CAM test and experiment to evaluate potential anti-inflammatory activity in mouse knee arthritis model. Therefore, the evaluation of mucosal irritation by the HET-CAM test and experiment to evaluate the potential anti-inflammatory activity in a mouse knee arthritis model were the toxicity and pharmacological tests adopted. The crude oil yield of P.cincinnata was (13.07%), with thermal stability up to 426°C. Regarding the results found in the physicochemical stability tests, the formulations were approved, maintaining adequate organoleptic characteristics, with a pH range between 5,8-6,6. In the analysis of the diameter of its droplets, the HYOC10 formulation exhibited, in due order, Dv (50) (10,65 ± 0.12μm) and Dv (90) (28,0 ± 0,15μm), showing stastitic difference between HYOCON and HYOC, which had sizes with Dv (50) (3,04 ± 0,04μm), (3,32 ± 0,07μm) and Dv (90) (9,7 ± 0,57μm), (11,09 ± 0,83μm), however, all were identified as macroemulsions. HYOC10 showed an in vitro spreadability increase after accelerated stability with Ei max of (1764,55 ± 445,35mm2 ), reaffirming this characteristic in the analysis of viscosity and texture. In the HET-CAM test both the isolated oil and the HYOC10 obtained on the punctuated scale, respectively the values of (4,8 ± 0,5) and (4,4 ± 0,8) that classified them as weak irritants. In the pharmacological test, groups were initially tested with P.cincinnata oil, it was noticed that group D10, which corresponded to a concentration of 10%, was the one that responded best in controlling inflammation, knowing this, the formulations HYCON, HYOC10 were also further tested, where they responded positively in reducing joint edema associated with decreased neutrophils. Therefore, the present work resulted in an innovative and promising topical product from natural sources, with a potential anti-inflammatory activity aiming at its use in the pharmacological treatment of clinical manifestations related to arthritis.

2018
Dissertações
1
  • MAIARA DE SOUZA OLIVEIRA
  • ATIVIDADE CITOTÓXICA DE UM NOVO COMPLEXO DE PLATINA CONTENDO A PIPLARTINA COMO LIGANTE

  • Orientador : DANIEL PEREIRA BEZERRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DANIEL PEREIRA BEZERRA
  • CAROLINE BRANDI SCHLAEPFER SALES
  • JUNIA RAQUEL DUTRA FERREIRA
  • Data: 15/01/2018

  • Mostrar Resumo
  • A piplartina, também conhecida como piperlongumina, é um alcaloide/amida encontrado em plantas do gênero Piper, a qual tem sido extensamente estudada quanto as suas propriedades citotóxicas. Adicionalmente, os complexos metálicos, tais como complexos de platina, são utilizados com sucesso no tratamento do câncer. Assim, o objetivo do presente trabalho foi estudar as propriedades citotóxicas de um novo complexo de platina, contendo a piplartina como ligante (CPP01). O complexo de platina CPP01 foi sintetizado e testado contra diferentes tipos de células tumorais (HepG2, HL-60, HCT116, SCC9, HSC3, MCF7, K562 e B16-F10) e não tumoral (MCR5 e PBMC), através do ensaio do alamar blue após 72 h de incubação. Posteriormente, células HL-60 foram incubadas por 24 e 48 h com CPP01 (1, 2 e 4 μM) e o número de células viáveis foi determinado pelo ensaio de exclusão com o azul de tripam. A morfologia celular foi avaliada após coloração com may-grunwald-giemsa e a análise do ciclo celular, o potencial transmembrânico mitocondrial, marcação para anexina V/iodeto de propídeo e espécies reativas de oxigênio foram determinados por citometria de fluxo. A atividade de caspase 3 foi determinada por ensaio colorimétrico e foi realizado um ensaio de intercalação com o DNA por fluorometria. O complexo CPP01 apresentou valores de CI50 para células tumorais que variaram de 0,95 a 6,82 μM para as linhagens HSC3 e MCF7, o qual apresentou valor de CI50 de 7,45 e 9,18 μM para as células não tumorais MCR5 e PBMC, respectivamente. A piplartina apresentou valores de CI50 para células tumorais que variaram de 5,39 a 18,58 μMpara as linhagens HCT116 e K562, o qual apresentou valor de CI50 de 17,34 e 34,22 μM para as células não tumorais MCR5 e PBMC, respectivamente. Na análise por exclusão com o azul de tripam, o complexo CPP01 reduziu o número de células viáveis, sem aumentar o número de células não viáveis. Morfologia típica de morte celular apoptótica, um aumento da fragmentação do DNA internucleosomal, redução do potencial transmembrânico mitocondrial, induz estresse oxidativo e uma marcação acentuada para anexina V e caspase 3 foram observados após o tratamento, sugerindo indução de morte celular apoptótica. O complexo não foi capaz de induzir intercalação com o DNA. Em conclusão é possível constatar que o complexo CPP01 apresentou atividade citotóxica mais potente que a piplartina em diferentes linhagens, induz estresse oxidativo e morte celular apoptótica mediada por caspases em células HL-60.


  • Mostrar Abstract
  • Piplartine, also known as piperlongumine, is an alkaloid/amide found in plants of the genus Piper, which has been extensively studied for its cytotoxic properties. In addition, metal complexes, such as platinum complexes, are successfully used in the treatment of cancer. Thus, the objective of the present work was to study the cytotoxic properties of a new platinum complex containing piplartine as a binder (CPP01). The platinum complex CPP01 was synthesized and tested against different tumor cell types (HepG2, HL-60, HCT116, SCC9, HSC3, MCF7, K562 and B16-F10) and non-tumor (MCR5 and PBMC) cells by the alamar assay blue after 72 h of incubation. Subsequently, HL-60 cells were incubated for 24 and 48 h with CPP01 (1, 2 and 4 μM) and the number of viable cells was determined by the trypan blue exclusion assay. Cell morphology was assessed after staining with may-grunwald-giemsa and cell cycle analysis, mitochondrial transmembrane potential and labeling for annexin V/propidium iodide, reactive oxygen species were determined by flow cytometry. The activity of caspase-3 was determined by colorimetric assay, and DNA intercalation assay was performed by fluorescence method. The complex CPP01 showed IC50 values for tumor cells ranging from 0.95 to 6.82 μM for the HSC3 and MCF7 lines, which presented an IC50 value of 7.45 and 9.18 μM for non-tumor cells MCR5 and PBMC, respectively. Piplartine showed IC50 values for tumor cells ranging from 5.39 to 18.58 μM for the HCT116 and K562 lines, which presented an IC50 value of 17.34 and 34.22 μM for non-tumor cells MCR5 and PBMC, respectively. In trypan blue exclusion analysis, the complex CPP01 reduced the number of viable cells without increasing the number ofnon-viable cells. Typical morphology of apoptotic cell death, an increase in internucleosomal DNA fragmentation, reduction of mitochondrial transmembrane potential, induces oxidative stress and a marked labeling for annexin V and caspase-3 were observed complex-treated HL-60 cells, suggesting induction of apoptotic cell death. In conclusion, it is possible to verify that the complex CPP01 showed more potent cytotoxic activity than piplartine in different tumor cell lines, inducing oxidative stress and apoptotic cell death mediated by caspases in HL-60 cells.

2
  • MAIARA DE SOUZA OLIVEIRA
  • ATIVIDADE CITOTÓXICA DE UM NOVO COMPLEXO DE PLATINA CONTENDO A PIPLARTINA COMO LIGANTE

  • Orientador : DANIEL PEREIRA BEZERRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DANIEL PEREIRA BEZERRA
  • CAROLINE BRANDI SCHLAEPFER SALES
  • JUNIA RAQUEL DUTRA FERREIRA
  • Data: 15/01/2018

  • Mostrar Resumo
  • A piplartina, também conhecida como piperlongumina, é um alcaloide/amida encontrado em plantas do gênero Piper, a qual tem sido extensamente estudada quanto as suas propriedades citotóxicas. Adicionalmente, os complexos metálicos, tais como complexos de platina, são utilizados com sucesso no tratamento do câncer. Assim, o objetivo do presente trabalho foi estudar as propriedades citotóxicas de um novo complexo de platina, contendo a piplartina como ligante (CPP01). O complexo de platina CPP01 foi sintetizado e testado contra diferentes tipos de células tumorais (HepG2, HL-60, HCT116, SCC9, HSC3, MCF7, K562 e B16-F10) e não tumoral (MCR5 e PBMC), através do ensaio do alamar blue após 72 h de incubação. Posteriormente, células HL-60 foram incubadas por 24 e 48 h com CPP01 (1, 2 e 4 μM) e o número de células viáveis foi determinado pelo ensaio de exclusão com o azul de tripam. A morfologia celular foi avaliada após coloração com may-grunwald-giemsa e a análise do ciclo celular, o potencial transmembrânico mitocondrial, marcação para anexina V/iodeto de propídeo e espécies reativas de oxigênio foram determinados por citometria de fluxo. A atividade de caspase 3 foi determinada por ensaio colorimétrico e foi realizado um ensaio de intercalação com o DNA por fluorometria. O complexo CPP01 apresentou valores de CI50 para células tumorais que variaram de 0,95 a 6,82 μM para as linhagens HSC3 e MCF7, o qual apresentou valor de CI50 de 7,45 e 9,18 μM para as células não tumorais MCR5 e PBMC, respectivamente. A piplartina apresentou valores de CI50 para células tumorais que variaram de 5,39 a 18,58 μMpara as linhagens HCT116 e K562, o qual apresentou valor de CI50 de 17,34 e 34,22 μM para as células não tumorais MCR5 e PBMC, respectivamente. Na análise por exclusão com o azul de tripam, o complexo CPP01 reduziu o número de células viáveis, sem aumentar o número de células não viáveis. Morfologia típica de morte celular apoptótica, um aumento da fragmentação do DNA internucleosomal, redução do potencial transmembrânico mitocondrial, induz estresse oxidativo e uma marcação acentuada para anexina V e caspase 3 foram observados após o tratamento, sugerindo indução de morte celular apoptótica. O complexo não foi capaz de induzir intercalação com o DNA. Em conclusão é possível constatar que o complexo CPP01 apresentou atividade citotóxica mais potente que a piplartina em diferentes linhagens, induz estresse oxidativo e morte celular apoptótica mediada por caspases em células HL-60.


  • Mostrar Abstract
  • Piplartine, also known as piperlongumine, is an alkaloid/amide found in plants of the genus Piper, which has been extensively studied for its cytotoxic properties. In addition, metal complexes, such as platinum complexes, are successfully used in the treatment of cancer. Thus, the objective of the present work was to study the cytotoxic properties of a new platinum complex containing piplartine as a binder (CPP01). The platinum complex CPP01 was synthesized and tested against different tumor cell types (HepG2, HL-60, HCT116, SCC9, HSC3, MCF7, K562 and B16-F10) and non-tumor (MCR5 and PBMC) cells by the alamar assay blue after 72 h of incubation. Subsequently, HL-60 cells were incubated for 24 and 48 h with CPP01 (1, 2 and 4 μM) and the number of viable cells was determined by the trypan blue exclusion assay. Cell morphology was assessed after staining with may-grunwald-giemsa and cell cycle analysis, mitochondrial transmembrane potential and labeling for annexin V/propidium iodide, reactive oxygen species were determined by flow cytometry. The activity of caspase-3 was determined by colorimetric assay, and DNA intercalation assay was performed by fluorescence method. The complex CPP01 showed IC50 values for tumor cells ranging from 0.95 to 6.82 μM for the HSC3 and MCF7 lines, which presented an IC50 value of 7.45 and 9.18 μM for non-tumor cells MCR5 and PBMC, respectively. Piplartine showed IC50 values for tumor cells ranging from 5.39 to 18.58 μM for the HCT116 and K562 lines, which presented an IC50 value of 17.34 and 34.22 μM for non-tumor cells MCR5 and PBMC, respectively. In trypan blue exclusion analysis, the complex CPP01 reduced the number of viable cells without increasing the number ofnon-viable cells. Typical morphology of apoptotic cell death, an increase in internucleosomal DNA fragmentation, reduction of mitochondrial transmembrane potential, induces oxidative stress and a marked labeling for annexin V and caspase-3 were observed complex-treated HL-60 cells, suggesting induction of apoptotic cell death. In conclusion, it is possible to verify that the complex CPP01 showed more potent cytotoxic activity than piplartine in different tumor cell lines, inducing oxidative stress and apoptotic cell death mediated by caspases in HL-60 cells.

3
  • Viviane de Sousa Moreira Almeida
  • Resistência antimicrobiana em microbiota da cavidade oral

  • Orientador : JOICE NEVES REIS PEDREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOICE NEVES REIS PEDREIRA
  • JAILTON DE AZEVEDO SILVA JUNIOR
  • PAULO JOSE LIMA JUIZ
  • Data: 19/02/2018

  • Mostrar Resumo
  • A resistência antimicrobiana pode dificultar o tratamento de doenças importantes e a cavidade bucal desempenha um papel relevante na disseminação de bactérias resistentes aos antibióticos. O objetivo desse estudo foi avaliar a prevalência de genes de resistência na microbiota oral e sua relação com a cárie e a doença periodontal. O estudo foi observacional e prospectivo, caracterizado como do tipo corte transversal e foi realizado com indivíduos que procuraram atendimento na Faculdade de Odontologia da Bahia (FOUFBA) e na Faculdade de Farmácia da Universidade Federal da Bahia (LACFAR-UFBA), entre o período de outubro a novembro de 2016. Foram incluídas na casuística 110 pessoas de ambos os sexos, com idade superior a 18 anos, que concordaram em participar do estudo com um exame clínico, foram entrevistados através de questionários contendo dados pessoais e epidemiológicos. Realizou-se um exame clínico dos voluntários e foram realizadas coleta de saliva e placa, que foram armazenadas em coletores estéreis para serem aliquotadas e congeladas a -70 ° C. O DNA bacteriano foi extraído de amostras de saliva e placa usando o sistema Maxwell (Promega) e PCR foi realizada para identificar os genes de resistência: aac(6´),blaNDM, blaSPM, blaOXA-48, CTX-M, blaKPC, blaIMP, blaVIM, pbp-2b, mecA, erm(A), erm(B) e erm(C), blaTEM, blaSHV e nim. O programa Epi-Ifo Windows v. 3.5.3 (CDC, 2011) foi utilizado para armazenamento e análise de dados epidemiológicos. O gene erm(B) foi encontrado em 58,2%(64/110), o gene blaTEM em 16,4% (18/110), o gene aac(6 ') em 1,8%(2/110), o gene mecA em 2, 7% (3/110) e o gene pbp-2b em 1,8% (2/110). Os genes de resistência apresentaram prevalência bem similiares em participante com cárie e sem cárie, e nos indivíduos com doença periodontal, eles foram mais prevalentes, especialmente no escore 2 de PSR. Entretanto, não foi possível estabelecer uma relação entre a presença de cárie dentária e o status periodontal dos participantes da pesquisa e a presença de genes de resistência.


  • Mostrar Abstract
  • Antimicrobial resistance may make it difficult to treat important diseases and the oral cavity plays a role in the spread of antibiotic resistant bacteria. The objective of this study was to evaluate the prevalence of resistance genes in the oral microbiota and its relation with caries and periodontal disease. The study was observational and prospective, characterized as cross-sectional type and was performed with individuals who sought care at the Bahia Dental School (FOUFBA) and the Faculty of Pharmacy of the Federal University of Bahia (LACFAR-UFBA), between October to November 2016. Were included 110 people of both sexes, over 18 years old, who agreed to participate in the study with a clinical examination, were interviewed through questionnaires containing personal and epidemiological data. A clinical examination of the volunteers was done and saliva and plaque collection were performed, which were stored in sterile collectors to be aliquoted and frozen at -70 ° C. Bacterial DNA was extracted from saliva and plaque samples using the Maxwell system ( Promega) and PCR were performed to identify the resistance genes: aac(6´),blaNDM, blaSPM, blaOXA-48, CTX-M, blaKPC, blaIMP, blaVIM, pbp-2b, mecA, erm(A), erm(B) e erm(C), blaTEM, blaSHV e nim. The program Epi-Ifo Windows v.3.5.3 (CDC, 2011) was used for storage and analysis of epidemiological data. The erm(B) gene was found in 58.2% (64/110), the blaTEM gene in 16.4% (18/110), the aac (6 ') gene in 1.8% (2/110), the mecA gene at 2.7% (3/110) and the pbp-2b gene at 1.8% (2/110). Resistance genes had a very similar prevalence in participants with caries and without caries, and in individuals with periodontal disease, they were more prevalent, especially in PSR score 2. However, it was not possible to establish a relationship between the presence of dental caries and the periodontal status of the study participants and the presence of resistance genes.

4
  • SILVIA SOUZA DE CARVALHO
  • Avaliação da reatividade de anticorpos IgG e IgA específicos e dos níveis de óxido nítrico em crianças de creche infectadas por Giardia duodenalis

  • Orientador : MARCIA CRISTINA AQUINO TEIXEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARCIA CRISTINA AQUINO TEIXEIRA
  • MARIA LUIZA BRITO DE SOUSA ATTA
  • RICARDO WAGNER DIAS PORTELA
  • Data: 22/02/2018

  • Mostrar Resumo
  • A infecção por Giardia duodenalis é comum em países pobres e atinge principalmente crianças, sendo a maioria dos casos assintomáticos. Os trofozoítos de Giardia duodenalis colonizam a superfície da mucosa intestinal, estimulando, através de seus antígenos, respostas imunes locais e sistêmicas. A infecção induz a produção de anticorpos específicos que podem atuar na eliminação do parasito, bem como serem úteis como ferramenta diagnóstica para monitorar a exposição à infecção. Além da resposta imune humoral, alguns mediadores da resposta imune inata, como o óxido nítrico, também podem estar envolvidos na proteção contra a giardíase. O principal objetivo deste estudo foi analisar a reatividade de anticorpos IgG e IgA específicos e os níveis de óxido nítrico em crianças infectadas por Giardia duodenalis. Foram avaliadas 187 amostras de soro, fezes e saliva de crianças frequentadoras de duas creches da cidade de Salvador, Bahia. As amostras fecais foram examinadas pelo método de sedimentação por centrifugação para pesquisa de enteroparasitos, e pelo método de centrifugo-flutuação em sulfato de zinco e pesquisa de coproantígeno para diagnóstico de G. duodenalis. A reatividade de anticorpos séricos IgG e IgA anti-Giardia foi avaliada por um método imunoenzimático (ELISA) in house e a concentração de óxido nítrico no soro e na saliva foram dosados pelo método de Griess. A frequência da infecção por Giardia duodenalis nas crianças foi de 8,5% (16/187), sendo que 12 casos foram diagnosticados pela microscopia e pesquisa de coproantígenos, e quatro casos exclusivamente pelo segundo, com elevada concordância entre os métodos (kappa=0,84). As sensibilidades e especificidades dosELISAs foram de 80,0% e 90,0% para IgG, e de 80,0% e 83,3% para IgA. A reatividade de anticorpos específicos nos soros testados foi de 16% (30/187) para IgG e 28,9% (54/187) para IgA. Não foram detectadas diferenças estatisticamente significantes na dosagem de óxido nítrico entre os grupos, embora tenha sido observado maior proporção de amostras com concentrações elevadas de NOx (acima de 41 μmol/L), tanto no soro (25%) quanto na saliva (33,3%) de crianças infectadas por Giardia duodenalis. Mais de 70% das crianças foram classificadas como eutróficas, não sendo detectadas diferenças entre o Índice de Massa Corpórea (IMC) e a positividade parasitológica, ou a reatividade de anticorpo anti-Giardia duodenalis. A elevada taxa de anticorpos IgG e IgA anti-Giardia duodenalis mostra a alta endemicidade e exposição precoce a esse protozoário em crianças, o que pode ser útil como ferramenta auxiliar de diagnóstico. Devido a limitações no número amostral de crianças infectadas neste estudo, não foi possível inferir qual a relação dos níveis de NO sérico e secretório com a infecção por Giardia duodenalis.


  • Mostrar Abstract
  • Giardia duodenalis infection is common in poor countries and affects mainly children, with the majority of cases being asymptomatic. The trophozoites of Giardia duodenalis colonize the surface of the intestinal mucosa, stimulating local and systemic immune responses through their antigens. The infection induces the production of specific antibodies that can play a role in the elimination of the parasite, as well as being useful as a diagnostic tool to monitor the exposure to the infection. In addition to the humoral immune response, some mediators of the innate immune response, such as nitric oxide (NOx), may also be involved in protection against giardiasis. The main objective of this study was to analyze the reactivity of specific IgG and IgA antibodies and nitric oxide levels in children infected with Giardia duodenalis. This study evaluated 187 samples of serum, feces and saliva from children attending two daycare centers in the city of Salvador, Bahia. The fecal samples were examined by sedimentation by centrifugation to investigate enteroparasites, and by centrifugal fecal flotation in zinc sulfate method and coproantigen screening for diagnosis of G. duodenalis. The reactivity of seric IgG and IgA anti-Giardia antibodies was evaluated by an in-house immunoenzymatic method (ELISA) and the concentration of nitric oxide in serum and saliva were measured by the Griess method. The frequency of Giardia duodenalis infection in children was 8.5% (16/187); 12 cases were diagnosed by microscopy and coproantigens, and four cases were exclusively by the second, with high agreement between the methods (kappa = 0.84). The sensitivity and specificities of ELISAs were 80.0% and 90.0% for IgG, and 80.0% and 83.3% for IgA. Respectively, the reactivity of specific antibodies in the sera tested was 16% (30/187) for IgG and 28.9% (54/187) for IgA. No statistically significant differences were found in the nitric oxide dosagebetween groups, although a higher proportion of samples with high NOx concentrations (above 41μmol/L) were observed in both serum (25.0%) and saliva (33.3%) of children infected with Giardia duodenalis. Over 70% of the children were classified as eutrophic, with no differences between the Body Mass Index (BMI) and the parasitological positivity, or the reactivity of anti-Giardia duodenalis antibody. The high rate of anti-Giardia duodenalis IgG and IgA antibodies shows the high endemicity and early exposure to this protozoan in children, which may be useful as an auxiliary diagnostic tool. Due to limited sample size of parasitized children in this study, there was not possible to infer the relationship of serum and secretory NO levels with Giardia duodenalis infection.

5
  • TALITA NUNES DOURADO CARVALHO
  • AVALIAÇÃO DOS ANTICORPOS ANTI-RODS E ANTI-RINGS (ANTI-RR) EM PORTADORES DE HEPATITE C CRÔNICA, PRÉ E PÓS-TRATAMENTO

  • Orientador : MARIA LUIZA BRITO DE SOUSA ATTA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARCIA CRISTINA AQUINO TEIXEIRA
  • MARIA LUIZA BRITO DE SOUSA ATTA
  • RYAN DOS SANTOS COSTA
  • Data: 28/02/2018

  • Mostrar Resumo
  • A infecção pelo vírus da hepatite C (VHC) é uma das principais causas de doença do fígado. Os anticorpos anti-rods e anti-rings (anti-RR) foram descritos como autoanticorpos para alvos antigênicos que são enzimas-chave na biossíntese de ácidos nucleicos e fosfolipídios, o CTPS1 (citidina trifosfato sintase 1) e IMPDH2 (inosina monofosfato desidrogenase 2). Esses autoanticorpos têm sido associados a pacientes com hepatite C tratados com interferon-α mais ribavirina. OBJETIVOS: Investigar a presença e frequência dos anticorpos anti-RR em portadores de hepatite C crônica (HCC), pré e pós tratamento, sua relação com os demais marcadores de autoimunidade e associações com achados clínicos e virológicos. PACIENTES, MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo de coorte retrospectivo, sendo incluído amostras de soro de 52 indivíduos de ambos os sexos, oriundos do Ambulatório de Hepatites do Complexo Hospitalar HUPES, diagnosticados clinicamente e sorologicamente para hepatite C. As amostras dos participantes do estudo foram obtidas antes e durante o tratamento antiviral duplo (12ª e 24ª semana). Os dados de genotipagem e estadiamento da fibrose dos pacientes com HCC foram obtidos a partir dos registros médicos. A pesquisa dos autoanticorpos anti-RR foi realizada através da reação de imunofluorescência indireta usando como antígenos células HEp-2, obtidas em conjunto comercial de imunodiagnóstico (INOVA Diagnostics). Os marcadores de autoimunidade, fator reumatoide e crioglobulinas, foram pesquisados pelas técnicas de nefelometria e crioprecipitação, respectivamente. RESULTADOS: A prevalência dos anticorpos anti-RR foi de 2% em pacientes não tratados, 4% na 12ª semana de tratamento e 26% na 24ª semana de tratamento. Não foi encontrada associação entre a presença de anticorpos anti-RR e parâmetros clínicos e virológicos da infecção, porém o genótipo 3 foi associado ao anti-RR na 24ª semana de tratamento antiviral. CONCLUSÃO: A presença dos anticorpos anti-RR está relacionada com a duração do tratamento antiviral com interferon-α mais ribavirina na hepatite C.


  • Mostrar Abstract
  • Hepatitis C virus (HCV) infection is a major cause of liver disease. Anti-rod and antiring (anti-RR) antibodies have been described as autoantibodies to antigenic targets that are key enzymes in nucleic acid and phospholipid biosynthesis, the CTPS1 (cytidina triphosphate synthase 1) and IMPDH2 (inosine monophosphate dehydrogenase 2). These autoantibodies have been associated with non-responders or relapses to treatment with interferon-α plus ribavirin (IFN/RBV). OBJECTIVES: To investigate the presence and frequency of anti-RR antibodies in patients with chronic hepatitis C (CHC), pre and post treatment, its relation to other autoimmunity markers, and associations with clinical and virological findings. PATIENTS, MATERIALS AND METHODS: Retrospective cohort study, including serum samples from 52 male and female individuals from the HUPES Hepatitis Clinic, clinically and serologically diagnosed for hepatitis C. The data from genotyping and staging of fibrosis in patients with CHC were obtained from medical records. The test of anti-RR antibodies was performed by indirect immunofluorescence (IIF) using as antigens Hep-2 cells, obtained from a commercial set of immunodiagnostic (INOVA Diagnostics). The autoimmunity markers, rheumatoid factor and cryoglobulins were investigated by nephelometry and cryoprecipitation, respectively. RESULTS: The prevalence of antiRR antibodies was 2% in untreated patients, 4% in the 12th week of treatment and 26% in the 24th week of treatment. No association was found between the presence of antiRR antibodies and clinical and virological parameters of the infection, but genotype 3 was associated with anti-RR in the 24th week of antiviral treatment. CONCLUSION: The presence of anti-RR antibodies is related to the duration of antiviral treatment with interferon-α plus ribavirin in hepatitis C.

6
  • VANESSA COSTA DOS SANTOS
  • RESPOSTA IMUNE ADAPTATIVA DE SUBCLASSES DE ANTICORPOS IgG NA HEPATITE C CRÔNICA

  • Orientador : AJAX MERCES ATTA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AJAX MERCES ATTA
  • ANA LEONOR PARDO CAMPOS GODOY
  • ROBSON DA PAIXAO DE SOUZA
  • Data: 16/05/2018

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A infecção crônica pelo vírus da hepatite C acomete milhões de pessoas residentes em diferentes países, incluindo o Brasil. Objetivo: Investigar a resposta imune adaptativa mediada por subclasses de anticorpos IgG para antígenos recombinantes do Core e da proteína não estrutural NS3 do HCV em pacientes com hepatite C crônica. Métodos: Sessenta pacientes cronicamente infectados com HCV, genótipo 1, sem tratamento antiviral, e 60 indivíduos saudáveis foram incluídos no estudo. Foram determinados os níveis séricos de alanina aminotransferase, carga viral do HCV, presença de crioglobulinemia e fibrose no fígado. A presença de anticorpos séricos IgG1 e IgG4 contra antígenos recombinantes do core e da proteína não-estrutural NS3 do HCV foi investigada por teste de ELISA indireto. Resultados: Anticorpos IgG1 anti-core e anti-NS3 foram detectados em 33/60 (55%) e 46/60 (77%) dos pacientes, enquanto apenas dois controles saudáveis reagiram fracamente com um dos antígenos (NS3). Anticorpos IgG4 anti-core não foram detectados nos dois grupos, enquanto 30/60 (50%) dos pacientes tinham anticorpos IgG4 anti-NS3. Exceto a observação de níveis mais altos de anticorpos IgG4 anti-NS3 em pacientes com viremia baixa (< 8 x105 UI/mL), os níveis de anticorpos IgG1 e IgG4 não foram influenciados pelos níveis de ALT, presença de crioglobulinemia ou grau de fibrose hepática. Conclusões: A infecção crônica pelo HCV estimulou vigorosa produção de anticorpos IgG1 anti-core e anti-NS3. Em contraste, anticorpos IgG4 parecem ser produzidos apenas para o antígeno NS3 e, aparentemente, participam do controle da viremia.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Chronic hepatitis C virus infection affects millions of people living in different countries, including Brazil. Objective: To investigate the adaptive immune response mediated by subclasses of IgG antibodies to the recombinant core and NS3 antigens in patients with chronic hepatitis C. Methods: Sixty patients chronically infected with HCV genotype 1, without antiviral treatment, and 60 healthy subjects participated in the study. Serum levels of alanine aminotransferase, HCV viremia, the presence of cryoglobulinemia and liver fibrosis were determined. The presence of serum IgG1 and IgG4 antibodies against recombinant HCV NS3 core and non-structural protein antigens was investigated by indirect ELISA. Results: Anti-core and anti-NS3 IgG1 antibodies were detected in 33/60 (55%) and 46/60 (77%) of the patients, whereas two healthy controls reacted with one of the antigens (NS3). Anti-core IgG4 antibodies were not detected in both groups, while 30/60 (50%) of the patients had anti-NS3 IgG4 antibodies. Except for the observation of higher levels of anti-NS3 IgG4 antibodies in patients with low viremia (<8 x 105 IU/mL), IgG1 and IgG4 antibody levels were not influenced by ALT levels, the presence of cryoglobulinemia or degree of fibrosis hepatic. Conclusions: A vigorous production of anti-core and anti-NS3 IgG1 antibodies was found in chronic hepatitis C patients. In contrast, IgG4 antibodies seemed to be only produced to the NS3 non-structural antigen and appeared to participate in viremia control.

7
  • LARISSA MENDES BOMFIM
  • POTENCIAL ANTINEOPLÁSICO DE NOVOS COMPLEXOS DE RUTÊNIO COM 6-METIL-2- TIOURACIL 

  • Orientador : DANIEL PEREIRA BEZERRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DANIEL PEREIRA BEZERRA
  • DARIZY FLAVIA SILVA AMORIM DE VASCONCELOS
  • ROSANE BORGES DIAS
  • Data: 28/05/2018

  • Mostrar Resumo
  • Os compostos à base de rutênio ganharam grande interesse devido à sua potente citotoxicidade nas células cancerígenas, no entanto, muitas das suas potenciais aplicações permanecem inexploradas. Neste trabalho, investigamos o potencial antineoplásico de dois novos complexos de rutênio com 2-tiouracil (CR01 e CR02) em diferentes modelos celulares e seus mecanismos de ação em células de leucemia promielocítica humana HL-60. A citotoxicidade dos complexos frente a diferentes linhagens neoplásicas foi determinada através do ensaio com alamar blue. Posteriormente, células de leucemia promielocítica humana HL-60 foram incubadas com CR01 e CR02 nas concentrações de 1 e 2μM, e o número de células viáveis foi determinado pelo ensaio de exclusão com o azul de tripam. A análise do ciclo celular, o potencial transmembrânico mitocondrial e a marcação para anexina V/iodeto de propídio foram determinadas por citometria de fluxo. O ensaio de ativação de caspases também foi realizado para avaliar os processos apoptóticos induzidos pelos complexos. A atividade antitumoral in vivo do complexo CR01 foi avaliada em camundongos C.B-17 SCID inoculados com células HL-60. Descobrimos que CR01 e CR02 exibiram um potente efeito citotóxico em um painel de linhagens celulares de câncer. Células HL-60 tratadas com os complexos apresentaram uma redução no número de células viáveis, aumento da fragmentação do DNA internucleossomal, despolarização do potencial transmembrânico mitocondrial, ativação de caspases 3, 8 e 9 e aumento da externalização de fosfatidilserina, indicando indução de morte celular apoptótica mediada por caspases. Além disso, o pré-tratamento de células HL-60 com os inibidores das principais famílias da via de sinalização de MAPKs (inibidores de p38, JNK/SAPK e ERK1/2) impediu a apoptose induzida por CR01 e CR02. No modelo in vivo, CR01 inibiu o desenvolvimento de células HL-60 em camundongos SCID C.B-17, apresentando um potente efeito antitumoral in vivo. Estes resultados indicam que os complexos de rutênio com 2-tiouracil apresentam potencial anticancerígeno sob diferentes linhagens cancerígenas, e induzem morte celular apoptótica mediada por caspases em células HL-60. Além disso, o complexo CR01 foi capaz de inibir seu desenvolvimento in vivo.


  • Mostrar Abstract
  • Ruthenium compounds have gained great interest because of their potent cytotoxicity in cancer cells, however, many of their potential applications remain unexplored. In this work, we investigated the antineoplastic potential of two new ruthenium complexes with 2-thiouracil (CR01 and CR02) in different cell models and their mechanisms of action in HL-60 human promyelocytic leukemia cells. The cytotoxicity of the complexes against different neoplastic lines was determined by the alamar blue assay. Subsequently, HL-60 human promyelocytic leukemia cells were incubated with CR01 and CR02 at concentrations of 1 and 2μM, and the number of viable cells was determined by the trypan blue exclusion assay. Cell cycle analysis, mitochondrial transmembrane potential and labeling for annexin V / propidium iodide were determined by flow cytometry. The caspase activation assay was also performed to evaluate the apoptotic processes induced by the complexes. The in vivo antitumor activity of the CR01 complex was evaluated in C.B-17 SCID mice inoculated with HL-60 cells. We found that CR01 and CR02 exhibited a potent cytotoxic effect on a panel of cancer cell lines. HL-60 cells treated with the complexes showed a reduction in the number of viable cells, increased fragmentation of internucleosal DNA, depolarization of mitochondrial transmembrane potential, activation of caspases 3, 8 and 9 and increased phosphatidylserine externalization, indicating induction of cell death apoptosis mediated by caspases. In addition, pretreatment of HL-60 cells with inhibitors of the major families of the MAPK signaling pathway (inhibitors of p38, JNK / SAPK and ERK1 / 2) prevented CR01 and CR02 induced apoptosis. In the in vivo model, CR01 inhibited the development of HL-60 cells in C.B-17 SCID mice, exhibiting a potent antitumor effect in vivo. These results indicate that ruthenium complexes with 2-thiouracil have anticancer potential under different carcinogenic strains, and induce caspase-mediated apoptotic cell death in HL-60 cells. In addition, the CR01 complex was able to inhibit its development in vivo.

8
  • ROUSILANDIA DE ARAUJO SILVA
  • Desenvolvimento de formulações para hidratação cutânea por emulsificação a frio: avaliação das propriedades sensoriais

  • Orientador : NEILA DE PAULA PEREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADEMIR EVANGELISTA DO VALE
  • ANDRE LUIS MORAIS RUELA
  • NEILA DE PAULA PEREIRA
  • Data: 30/05/2018

  • Mostrar Resumo
  • Os produtos para a pele ocupam a oitava posição no ranking dos cosméticos mais consumidos, e os hidratantes representam a classe mais importante desse grupo, pois desempenham papel importante na prevenção da xerose e no envelhecimento cutâneo. A emulsão é a forma farmacêutica mais empregada para produtos tópicos e seu preparo requer gastos de energia, tempo e equipamentos, dessa forma, o processo de emulsificação a frio minimiza os custos do processo produtivo. Nesse contexto, o presente estudo visa desenvolver formulações emulsionadas a frio com o auxílio da base siliconada Gelaid CPE CF ® utilizando óleos vegetais de Amêndoas Doce (GA), Gueroba (GGE) e Macaúba (GM) e os ativos hidratantes Ureia (GU), Lactato de Oleíla (GL), Lactato de Octadecila (GO) e Glicoesferas de Ureia (GG) avaliando suas propriedades sensoriais. O estudo foi dividido em três etapas. A primeira realizou-se o estudo da Estabilidade das Formulações acompanhando seu comportamento ao longo de 90 dias por meio da avaliação macroscópica, análise do pH, Espalhabilidade in vitro. Todas as formulações permaneceram estáveis sem variação em suas características organolépticas e mantiveram-se dentro do pH cutâneo. No grupo dos óleos vegetais a formulação GM (Eimax 3739,8mm2) apresentou melhor performance de espalhabilidade e no grupo com ativos hidratantes a formulação GO (Eimax 2687,95 mm2).  A segunda etapa foi a caracterização sensorial por meio da determinação do perfil de textura e do comportamento reológico.  Na textura a formulação GGE registrou menores valores de firmeza (4,73g) e no grupo com ativos a formulação GO (4,63g). A avaliação reológica determinou que todas as formulações apresentam comportamento pseudoplástico com presença de tixotropia e melhor recuperação para formulação GM e GO em seus respectivos grupos. A última etapa do estudo foi a análise sensorial pelo método de preferência em que as formulações com maior pontuação, no caso dos óleos GGE  (44 pontos) e dos ativos a GO (60 pontos) foram consideradas preferidas quanto a espalhabilidade pelos participantes da pesquisa. Os resultados encontrados nas formulações com óleo e ativo hidratante demonstram a viabilidade em desenvolver produtos hidratantes pelo processo de emulsificação a frio com diferentes matérias-primas.

     


  • Mostrar Abstract
  • Skin products occupy the eighth position in the ranking of the most consumed cosmetics, and moisturizers represent the most important class of this group, since they play an important role in the prevention of xerosis and skin aging. Emulsion is the most used pharmaceutical form for topical products and their preparation requires energy, time and equipment expenditures, so the cold emulsification process minimizes the costs of the production process. In this context, the present study aims to develop cold emulsified formulations with the aid of the Gelaid CPE CF ® silicon base using vegetable oils of Sweet Almond (GA), Gueroba (GGE) and Macaúba (GM) and Urea (GU) moisturizing active ingredients. Oleate Lactate (GL), Octadecila Lactate (GO) and Urea Glycospheres (GG) evaluating their sensory properties. The study was divided into three stages. The first one was the study of the Stability of the Formulations following its behavior during the 90 days by means of the macroscopic evaluation, analysis of the pH, Spreadability in vitro. All formulations remained stable without change in their organoleptic characteristics and remained within the cutaneous pH. In the group of vegetable oils the GM formulation (Eimax 3739.8mm2) presented better spreadability performance and in the group with active moisturizing the GO formulation (Eimax 2687.95 mm2). The second stage was the sensorial characterization through the determination of the texture profile and the rheological behavior. In the texture, the GGE formulation recorded lower values of firmness (4.73 g) and in the group with active the GO formulation (4.63 g). The rheological evaluation determined that all formulations presented pseudoplastic behavior with thixotropy and better recovery for GM and GO formulation in their respective groups. The last step of the study was the sensory analysis by the preference method in which the formulations with the highest score, in the case of GGE oils (44 points) and the active ones at GO (60 points) were considered preferred as regards spreadability by the research participants. The results found in the formulations with oil and moisturizing active demonstrate the feasibility in developing moisturizing products by the process of cold emulsification with different raw materials.

9
  • ROUSILANDIA DE ARAUJO SILVA
  • Desenvolvimento de formulações para hidratação cutânea por emulsificação a frio: avaliação das propriedades sensoriais

  • Orientador : NEILA DE PAULA PEREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADEMIR EVANGELISTA DO VALE
  • ANDRE LUIS MORAIS RUELA
  • NEILA DE PAULA PEREIRA
  • Data: 30/05/2018

  • Mostrar Resumo
  • Os produtos para a pele ocupam a oitava posição no ranking dos cosméticos mais consumidos, e os hidratantes representam a classe mais importante desse grupo, pois desempenham papel importante na prevenção da xerose e no envelhecimento cutâneo. A emulsão é a forma farmacêutica mais empregada para produtos tópicos e seu preparo requer gastos de energia, tempo e equipamentos, dessa forma, o processo de emulsificação a frio minimiza os custos do processo produtivo. Nesse contexto, o presente estudo visa desenvolver formulações emulsionadas a frio com o auxílio da base siliconada Gelaid CPE CF ® utilizando óleos vegetais de Amêndoas Doce (GA), Gueroba (GGE) e Macaúba (GM) e os ativos hidratantes Ureia (GU), Lactato de Oleíla (GL), Lactato de Octadecila (GO) e Glicoesferas de Ureia (GG) avaliando suas propriedades sensoriais. O estudo foi dividido em três etapas. A primeira realizou-se o estudo da Estabilidade das Formulações acompanhando seu comportamento ao longo de 90 dias por meio da avaliação macroscópica, análise do pH, Espalhabilidade in vitro. Todas as formulações permaneceram estáveis sem variação em suas características organolépticas e mantiveram-se dentro do pH cutâneo. No grupo dos óleos vegetais a formulação GM (Eimax 3739,8mm2) apresentou melhor performance de espalhabilidade e no grupo com ativos hidratantes a formulação GO (Eimax 2687,95 mm2).  A segunda etapa foi a caracterização sensorial por meio da determinação do perfil de textura e do comportamento reológico.  Na textura a formulação GGE registrou menores valores de firmeza (4,73g) e no grupo com ativos a formulação GO (4,63g). A avaliação reológica determinou que todas as formulações apresentam comportamento pseudoplástico com presença de tixotropia e melhor recuperação para formulação GM e GO em seus respectivos grupos. A última etapa do estudo foi a análise sensorial pelo método de preferência em que as formulações com maior pontuação, no caso dos óleos GGE  (44 pontos) e dos ativos a GO (60 pontos) foram consideradas preferidas quanto a espalhabilidade pelos participantes da pesquisa. Os resultados encontrados nas formulações com óleo e ativo hidratante demonstram a viabilidade em desenvolver produtos hidratantes pelo processo de emulsificação a frio com diferentes matérias-primas.

     


  • Mostrar Abstract
  • Skin products occupy the eighth position in the ranking of the most consumed cosmetics, and moisturizers represent the most important class of this group, since they play an important role in the prevention of xerosis and skin aging. Emulsion is the most used pharmaceutical form for topical products and their preparation requires energy, time and equipment expenditures, so the cold emulsification process minimizes the costs of the production process. In this context, the present study aims to develop cold emulsified formulations with the aid of the Gelaid CPE CF ® silicon base using vegetable oils of Sweet Almond (GA), Gueroba (GGE) and Macaúba (GM) and Urea (GU) moisturizing active ingredients. Oleate Lactate (GL), Octadecila Lactate (GO) and Urea Glycospheres (GG) evaluating their sensory properties. The study was divided into three stages. The first one was the study of the Stability of the Formulations following its behavior during the 90 days by means of the macroscopic evaluation, analysis of the pH, Spreadability in vitro. All formulations remained stable without change in their organoleptic characteristics and remained within the cutaneous pH. In the group of vegetable oils the GM formulation (Eimax 3739.8mm2) presented better spreadability performance and in the group with active moisturizing the GO formulation (Eimax 2687.95 mm2). The second stage was the sensorial characterization through the determination of the texture profile and the rheological behavior. In the texture, the GGE formulation recorded lower values of firmness (4.73 g) and in the group with active the GO formulation (4.63 g). The rheological evaluation determined that all formulations presented pseudoplastic behavior with thixotropy and better recovery for GM and GO formulation in their respective groups. The last step of the study was the sensory analysis by the preference method in which the formulations with the highest score, in the case of GGE oils (44 points) and the active ones at GO (60 points) were considered preferred as regards spreadability by the research participants. The results found in the formulations with oil and moisturizing active demonstrate the feasibility in developing moisturizing products by the process of cold emulsification with different raw materials.

10
  • LAURA MARIA SANTOS DO NASCIMENTO
  • APLICAÇÃO DO ÓLEO DAS SEMENTES E DO EXTRATO DAS FOLHAS DA Psidium guajava L. EM SISTEMAS EMULSIONADOS COM POTENCIAL COSMÉTICO

  • Orientador : NEILA DE PAULA PEREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FABIO ROCHA FORMIGA
  • NEILA DE PAULA PEREIRA
  • RENATA BIEGELMEYER DA SILVA RAMBO
  • Data: 12/06/2018

  • Mostrar Resumo
  • A goiaba (Psidium guajava L.) é uma fruta tropical de grande destaque, com elevados teores de vitamina C, compostos fenólicos, carotenoides, além de possuir alta concentração de óleo vegetal, sendo potencial para utilização em formulações cosméticas como ativo e/ou componente da fase oleosa dos sistemas emulsivos. Neste contexto, este trabalho teve por objetivo a obtenção emulsões O/A incorporadas com óleo fixo, obtido a partir das sementes da goiaba, e o extrato hidroetanólico das folhas da P. guajava L., cultivar Paluma, pleiteando a obtenção de uma formulação cosmética hidratante e antioxidante. Inicialmente foi obtido o óleo fixo das sementes da goiaba em dispositivo de Soxhlet utilizando hexano, sendo que os ácidos graxos derivatizados foram caracterizados por cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massa. Foram avaliadas as propriedades físico-químicas do óleo, quanto à densidade relativa, índice de peróxido, índice de acidez, índice de saponificação e índice de iodo. Na segunda etapa foi obtido o extrato hidroetanólico das folhas da P. guajava pelo método de maceração seguido de percolação, sendo avaliado o pH e a densidade relativa do mesmo. O extrato líquido foi concentrado por atomização em spray dryer e a partir do extrato seco, foi determinada a atividade de água, a quantificação dos compostos fenólicos totais e a atividade antioxidante pelo sequestro do radical livre DPPH•. Adicionalmente para o extrato hidroetanólico e o óleo fixo das sementes, realizou-se o ensaio de citotoxicidade in vitro em macrófagos murinos da linhagem J774 de balb/c, utilizando o método colorimétrico de redução da resazurina (Alamar Blue®), além da análise termogravimétrica para avaliação da estabilidade térmica através das curvas TG/DTG. Posteriormente, obteve-se as emulsões iônicas e não iônicas incorporadas com o óleo fixo das sementes, sendo submetidas ao ensaio de análise das características organolépticas e microscópicas, determinação do pH, estabilidade acelerada, espalhabilidade in vitro e perfil de textura durante 90 dias. Baseado no desempenho das formulações foi elaborado novas emulsões não iônicas, contendo o extrato hidroetanólico das folhas a 2,5%, 5,0% e 7,0%, sendo analisado à atividade antioxidante como critério para o desenvolvimento de uma emulsão contendo 2,5% de óleo fixo das sementes e de extrato hidroetanólico das folhas da goiaba. A emulsão contendo óleo e extrato foi avaliado quanto o potencial antioxidante. Os resultados revelaram para o óleo fixo das sementes a predominância de ácidos graxos insaturados, sendo majoritariamente o ácido linoleico (80,41%). Quanto às propriedades físico-químicas, o óleo estava em conformidade com a literatura, tornando-o potencialmente aplicável na indústria de cosméticos. Quanto ao extrato a densidade relativa estava dentro do esperado e o pH foi ligeiramente ácido. A atividade de água do extrato seco foi de 0,265 (Aw), o que não favorece o crescimento de microrganismos. O teor de fenólicos totais foi de 127,78 ± 2,87 mg de ácido gálico/g de extrato. A atividade antioxidante do extrato etanólico foi de 89,15 ± 0,29% e EC50 de 0,1008 mg/mL, estes resultados sendo promissores para o desenvolvimento de cosméticos inovadores. Na avaliação da estabilidade térmica o óleo das sementes mostrou-se estável na temperatura de 360ºC, já o extrato das folhas é estável abaixo de 45ºC. O óleo e o extrato não foram citotóxicos para a linhagem celular testada, até a concentração de 10 µg/mL. As emulsões obtidas foram estáveis durante o período avaliado, sendo que o pH não sofreu variação acentuada. Quanto à espalhabilidade e textura, as emulsões não iônicas apresentaram melhor desempenho, onde a emulsão contendo o óleo fixo das sementes destacou-se por manter o comportamento durante os 90 dias. Para as emulsões contendo o extrato hidroetanólico foram observadas atividade antioxidante com uma variação de 45,88 ± 1,11 a 64,58 ± 0,93%. A emulsão, acrescida de 2,5% de óleo fixo das sementes e extrato hidroetanólico das folhas apresentou resultados promissores de atividade antioxidante de 54,89 ± 1,53%, abrindo possibilidade para o desenvolvimento de um fitocosmético inovador com atividade antioxidante e hidratante.


  • Mostrar Abstract
  • The guava (Psidium guajava L.) is a tropical fruit of great prominence, with high levels of vitamin C, phenolic compounds, carotenoids, besides having high concentration of vegetable oil, being potential for use in cosmetic formulations as active and/or component of the oil phase of emulsifying systems. In this context, the objective of this work was to obtain O/W emulsions incorporated with fixed oil, obtained from guava seeds, and the hydroethanolic extract of the leaves of P. guajava L., Paluma cultivar, claiming to obtain a cosmetic formulation moisturizing and antioxidant. Initially, the fixed oil of the guava seeds was obtained in a Soxhlet device using hexane, and the derivatized fatty acids were characterized by gas chromatography coupled to mass spectrometry. The physico-chemical properties of the oil were evaluated for relative density, peroxide index, acidity index, saponification index and iodine index. In the second stage the hydroethanolic extract of the leaves of P. guajava was obtained by the maceration method followed by percolation, being evaluated the pH and the relative density of the same. The liquid extract was concentrated by atomization in spray dryer and from the dry extract, the water activity, the quantification of the total phenolic compounds and the antioxidant activity by the free radical sequestration DPPH• were determined. In addition to the hydroethanolic extract and fixed seed oil, the in vitro cytotoxicity assay was performed in murine macrophages of the J774 balb/c lineage, using the colorimetric method of resazurin reduction (Alamar Blue®), in addition to thermogravimetric analysis to evaluate the thermal stability through the TG/DTG curves. Afterwards, the ionic and non-ionic emulsions incorporated with the fixed oil of the seeds were obtained, being submitted to the test of analysis of the organoleptic and microscopic characteristics, pH determination, accelerated stability, in vitro spreadability and texture profile during 90 days. Based on the performance of the formulations, new non-ionic emulsions containing 2.5%, 5.0% and 7.0% of the hydroethanolic extract were prepared. The antioxidant activity was analyzed as a criterion for the development of an emulsion containing 2, 5% of fixed seed oil and hydroethanolic extract of guava leaves. The emulsion containing oil and extract was evaluated for the antioxidant potential. The results showed a predominance of unsaturated fatty acids for the fixed seed oil, with linoleic acid predominantly (80.41%). As for the physico-chemical properties, the oil was in accordance with the literature, making it potentially applicable in the cosmetics industry. As for the extract the relative density was within expected range and the pH was slightly acidic. The water activity of the dry extract was 0.265 (Aw), which does not favor the growth of microorganisms. The total phenolic content was 127.78 ± 2.87 mg gallic acid /g extract. The antioxidant activity of the ethanolic extract was 89.15 ± 0.29% and EC50 of 0.1008 mg/mL, these results being promising for the development of innovative cosmetics. In the thermal stability evaluation the seed oil was stable at a temperature of 360ºC, the leaves extract is stable below 45ºC. The oil and extract were not cytotoxic to the cell line tested until the concentration of 10 µg/mL. The obtained emulsions were stable during the period evaluated, and the pH did not suffer a marked variation. Regarding the spreadability and texture, the non-ionic emulsions presented better performance, where the emulsion containing the fixed oil of the seeds was distinguished by maintaining the behavior during the 90 days. For the emulsions containing the hydroethanolic extract, antioxidant activity was observed, varying from 45.88 ± 1.11 to 64.58 ± 0.93%. The emulsion, increased 2.5% of fixed seed oil and hydroethanolic extract of the leaves presented promising results of antioxidant activity of 54.89 ± 1.53%, opening the possibility for the development of an innovative phytocosmetics with antioxidant and moisturizing activity.

11
  • CÁSSIA VARGAS LORDÊLO
  • FREQUÊNCIA DOS POLIMORFISMOS C677T, G1691A E G20210A NOS GENES DA ENZIMA METILENOTETRAHIDROFOLATO REDUTASE, FATOR V E PROTROMBINA NA DOENÇA CAROTÍDEA

  • Orientador : RICARDO DAVID COUTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RICARDO DAVID COUTO
  • ROQUE ARAS JUNIOR
  • CYNARA GOMES BARBOSA
  • Data: 25/07/2018

  • Mostrar Resumo
  • Nos últimos anos, alvos moleculares estão sendo associados como marcadores de
    risco diretos e indiretos no desenvolvimento das doenças cardiovasculares. Neste
    contexto, o objetivo deste estudo foi determinar a frequência dos polimorfismos C677T
    no gene da enzima metilenotetrahidrofolato redutase (MTHFR), G1691A no gene do
    Fator V e G20210A no gene da Protrombina, e investigar o papel de biomarcadores de
    risco no desenvolvimento de doença carotídea (DCA). Para isto, foi realizada a extração
    de DNA em amostras de sangue total de 62 pacientes, população de militares e seus
    dependentes, atendidos no Hospital Naval de Salvador, Bahia. As amostras de DNA
    foram submetidas a PCR, seguidas de digestão enzimática (RFLP). As associações
    entre a doença carotídea, biomarcadores e polimorfismos genéticos foram medidas com
    teste de Fisher. A média de idade dos participantes foi de 57,85 ± 15,74, variando de 20
    a 77 anos. Entre os indivíduos que realizaram doppler de carótida, 46,8% não
    apresentaram DCA e 53,2% apresentaram algum grau de aterosclerose na carótida. A
    frequência observada do polimorfismo G1691A foi de 1,6% para o genótipo
    heterozigoto (GA). O polimorfismo G20210A apresentou frequência de 3,2% de
    heterozigose (GA); e o polimorfismo C677T foi de 24,2% para heterozigotos (CT) e
    1,6% para homozigotos (TT). Os resultados apresentados sugerem que não há
    associação entre o polimorfismo C677T no gene da enzima MTHFR e a doença
    carotídea na população estudada e o Índice Aterogênico Plasmático (AIP) mostrou ser
    um bom parâmetro para o diagnóstico associado ao risco de DCA subclínica,
    principalmente no gênero feminino.


  • Mostrar Abstract
  • In recent years, molecular targets are being direct and indirect associated with risk
    markers in the development of cardiovascular diseases. In this context, the study
    objective was to determine the MTHFR enzyme gene polymorphism C677T, Factor V
    gene G1691A and Prothrombin gene G20210A frequency’s, and to investigate the role
    of risk biomarkers in the development of carotid artery disease (CAD). For this purpose,
    DNA extraction was performed from the whole blood samples of 62 patients, militaries,
    and their dependents, from the Hospital Naval de Salvador, Bahia. The collected DNA
    samples were submitted to PCR, followed by enzymatic digestion (RFLP). The
    associations between CAD, biomarkers and genetic polymorphisms were measured by
    Fisher's test. The mean age of participants was 57.85 ± 15.74, ranging from 20 to 77
    years. Among individuals who underwent carotid doppler sonography, 46.8% did not
    show CAD, and 53.2% had some degree of atherosclerosis in the carotid artery. The
    frequency of Factor V G1691A polymorphism in the study population was 1.6%, for
    heterozygous genotype (GA). The G20210A polymorphism in the Prothrombin gene
    showed the frequency of 3.2% of heterozygosity (GA), and the MTHFR enzyme gene
    C677T polymorphism was 24.2% for heterozygotes (CT), and 1.6% for homozygotes
    (TT). The results suggested that there is no association between the MTHFR enzyme
    gene C677T polymorphism and the CAD in the studied population and the Plasma
    Atherogenic Index (AIP) has been shown to be a good parameter for the associated
    diagnostic assistance of subclinical CAD risk, mainly in females.

12
  • PAULA SCHONS VIECELI
  • POTENCIAL TERAPÊUTICO DO EXTRATO DE PHYSALIS ANGULATA RICO EM FISALINAS EM MODELO DE DOENÇA PERIODONTAL INDUZIDA

  • Orientador : CRISTIANE FLORA VILLARREAL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CRISTIANE FLORA VILLARREAL
  • FRANCINE JOHANSSON AZEREDO
  • TERCIO CARNEIRO RAMOS
  • Data: 26/07/2018

  • Mostrar Resumo
  • A doença periodontal (DP) é uma das principais doenças de risco para a saúde oral, que leva à perda dos dentes se não tratada. Fisalinas são seco-esteróides com propriedades anti-inflamatórias e imunomoduladoras. Objetivando estabelecer as bases científicas para o desenvolvimento futuro de um fitoterápico, o presente estudo avaliou o potencial terapêutico de um extrato de Physalis angulata rico em fisalinas (EPA) em modelo animal de doença periodontal. A DP foi induzida por injeções de LPS 20 μg/1μl por 28 dias. Os tratamentos consistiram de administrações orais diárias de EPA 50 ou 100 mg/kg, veículo (solução salina + DMSO 5%) ou nimesulida (25 mg/kg, droga de referência) durante 14 dias. Foram coletadas as maxilas e gengiva, para mensurar a perda óssea, histologia, PCR e ELISA. Estômago, rins, fígado, coração e sangue, foram coletados para testes de toxicidade. Os resultados demonstraram que EPA (50 e 100 mg/Kg) foi capaz de inibir a perda óssea alveolar, quando comparado ao veículo (p<0,05). O tratamento com EPA (50 e 100 mg/Kg) inibiu a expressão de RNAm das citocinas pró-inflamatórias IL-1β e IL-6 (p<0,05), mas não de TNF-α. Houve aumento da citocina anti-inflamatória TGF-β (p<0,05), mas não de IL-10. EPA reduziu a expressão de MMP-9, mas não de TIMP-1, no tecido gengival (p<0,05). A análise histopatológica da gengiva não evidenciou diferenças relevantes entre os grupos experimentais. Do mesmo modo, a análise do perfil de toxicidade sistêmica mostrou que não foram encontradas diferenças estatisticamente significantes nos parâmetros sanguíneos entre os grupos tratados com EPA e veículo. Por outro lado, o tratamento com nimesulida alterou os parâmetros RBC (p<0,05), HGB (p<0,05), HCT (p<0,05) e MCHC (p<0,05) em relação ao veículo. Parâmetros bioquímicos não sofreram alteração. A análise histológica do estômago, indicou alterações histopatológicas relevantes em todos os grupos tratados em relação ao grupo naive, incluindo presença de úlcera, necrose e hemorragia. Dados desse estudo demonstraram que EPA possui propriedades terapêuticas na doença DP, podendo representar uma abordagem coadjuvante promissora no tratamento da doença. Por outro lado, uma possível indução de toxicidade gástrica precisa ser melhor investigada.


  • Mostrar Abstract
  • Periodontal disease (PD) is a disease with one of the greatest risks for oral health, and triggers tooth loss if left untreated. Fisalines are dry-steroids with anti-inflammatory and immunomodulatory properties. Aiming to establish the scientific basis for herbal medicine future development, this paper evaluated the therapeutic potential of physalis angulata extract rich in fisalines (EPA) in animal model of periodontal disease. PD was induced by injections of LPS 20 μg / 1μl for 28 days. Treatments consisted of daily oral administrations of EPA 50 or 100 mg / kg, vehicle (saline + 5% DMSO) or nimesulide (25 mg / kg, reference drug) during 14 days. The jaws and gingiva were collected to measure bone loss, histology, PCR and ELISA. Stomach, kidneys, liver, heart and blood were collected for toxicity testing. The results showed that EPA (50 and 100 mg / kg) was able to inhibit alveolar bone loss when compared to vehicle (p <0.05). Treatment with EPA (50 and 100 mg / kg) inhibited expression of mRNA and proinflammatory cytokines IL-1β and IL-6 (p <0.05), but not TNF-α. An increase in the anti-inflammatory cytokine TGF-β (p <0.05) was noted, but not in IL-10. EPA reduced the expression of MMP-9, but not TIMP-1, in gingival tissue (p <0.05).The histopathological analysis did not show any changes in the experimental groups. The analysis of systemic toxicity did not report statistically significant differences in blood parameters between groups treated with EPA and vehicle. On the other hand, treatment with nimesulide altered the RBC (p <0.05), HGB (p <0.05), HCT (p <0.05) and MCHC (p <0.05) parameters compared to vehicle. Biochemical parameters have not changed. A histological analysis of the stomach indicated histopathological changes in all treated groups in compered to naive, including presence of ulcer, necrosis and hemorrhage.This study demonstrated that EPA has therapeutic properties in PD and may represent a promising coadjutant approach in the treatment of that disease. On the other hand, the gastric toxicity evidenced needs a better investigation.

13
  • Homegnon Antonin Ferreol Bah
  • Influência da enzima ácido delta-aminolevulínico desidratase na associação entre a plumbemia e a função intelectual das crianças

  • Orientador : JOSE ANTONIO MENEZES FILHO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOSE ANTONIO MENEZES FILHO
  • FERNANDO MARTINS CARVALHO
  • EDNA LUCIA SANTOS DE SOUZA
  • Data: 31/07/2018

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: O chumbo (Pb) é um contaminante ambiental omnipresente que afeta o desenvolvimento intelectual das crianças e inibe a atividade da enzima acido aminolevulínico desidratase (ALAD). A comunidade de Maragogipinho, (distrito de Aratuípe) famosa por sua arte ceramista, está exposta ao Pb devido ao processo de vitrificação das peças de cerâmicas produzidas sem medidas de proteção.
    Objetivo: O objetivo deste trabalho foi avaliar a associação entre a exposição ao Pb e o nível intelectual das crianças tendo em conta a interação com a enzima ALAD.
    Metodologia: Crianças de 5,5 a 13 anos de duas áreas (quatro escolas) da Vila Maragogipinho, previamente classificadas como baixa exposição (BEx; n=34) e de Moderada Exposição (MEx; n=40) foram comparadas com crianças (n=69) da sede do município tomadas como controle (GC). Foram determinadas a plumbemia e as taxas de deposição de Pb (TxPb) na poeira das casas (n = 108) das crianças. O estado nutricional (z-escore A/I), a concentração de hemoglobina (Hb), a deficiência em ferro (Ferritina), a atividade e polimorfismo da enzima ALAD foram avaliadas. O questionário HOME foi aplicado, enquanto as inteligências não verbal das crianças e das mães ou responsável foram avaliadas usando a Matriz Progressiva de Raven.
    Resultados: A mediana (intervalo) das taxas de deposição de Pb na poeira nas casas foi 65 (6 - 1964) μg Pb/m2/30 dias. A mediana (intervalo) do PbS foi 1,0 (0,1-21,3) μg/dL e não foi influenciada pelo sexo e o nível socioeconômico. As médias (DP) de Hb, da atividade da enzima ALAD, da ferritina, do z-escore A/I e do escore bruto do Raven foram respectivamente 13,2 (0,93) g/dl; 71 (31 – 113) U/L; 27,1 (3,1 – 152,8) ng/mL; 0,03 (-2,6 - 4,7) e 19,3 (5,6) enquanto os fenótipos da enzima ALAD encontrados foram ALAD1/1 (97,9%) e ALAD1/2 (2,1%). Análise de correlação de Spearman confirmou a relação da plumbemia nas crianças com a taxa de deposição do Pb na poeira em suas residências (rho=0,368; p<0,001), a inibição da atividade enzimática da ALAD pelo Pb (rho=-0,587; p˂0,001). As razões de prevalência de plumbemia elevada (>5 μg/dL) nas áreas BEx e MEx comparadas ao GC foram 1,5 e 3,7 respectivamente, indicando um maior risco das crianças que residem em área mais próxima das olarias. Não foi observada associação
    significativa entre a plumbemia e o escore Raven, mas a sua correlação com a atividade da enzima ALAD (rho=-0,205; p=0,021; n=127) sugeriu o papel neuroprotetor da enzima ALAD.
    Conclusão: Desta forma, pode-se concluir a existência de uma exposição moderada das crianças nesta comunidade, confirmar a toxicidade hematológica do Pb, o papel da poeira na contaminação. Entre os principais fatores determinantes principais da plumbemia das crianças, estão: morar na proximidade das olarias e o envolvimento na produção das cerâmicas. A não observação de associação entre a plumbemia e a inteligência não verbal das crianças, provavelmente devido à falta de sensibilidade do instrumento neuropsicológico utilizado, sugere um aprofundamento da investigação com testes cognitivos em condições mais adequadas.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Lead (Pb) is a ubiquitous environmental contaminant which affects children cognition and inhibits activity of the delta-aminolevulinic acid dehydratase (enzyme ALAD). The community of Maragogipinho, (district of Aratuípe) is exposed to Pb due to the glazed ceramics produced without protective measures.
    Objective: This work aimed to evaluate the association between Pb exposure and the intellectual level of children considering the interaction with the enzyme ALAD.
    Methods: Children of 5.5 to 13 years from two areas (four schools) of Maragogipinho, previously classified as low exposure (LEx; n = 34) and Moderate Exposure (MEx; n = 40) were compared with children (n = 69) of the urban center of the municipality considered as control (CG). The blood lead level (BLL) and Pb loading rate of (RtPb) in settled dust of the children residences (n = 108) were determined. The nutritional status (z-score A / I), hemoglobin concentration (Hb), iron deficiency (Ferritin), activity and polymorphism of the enzyme ALAD were evaluated. The questionnaire HOME was applied, while the non-verbal intelligence of the children and mothers were evaluated using the Raven’s Progressive Matrices.
    Results: The median (range) of RtPb in settled dust from residence house was 65 (6 - 1964) μg Pb / m2 /30 days. The median (range) of BLL was 1.0 (0.1-21.3) μg/dL and was not influenced by the sex and socioeconomic status. The mean (SD) of Hb, ALAD, ferritin, z-score H/A, and raw score of Raven were respectively 13.2 (0.93) g/dL; 71 (31 - 113) U/L; 27.1 (3.1 - 152.8) ng/mL; 0.03 (-2.6 - 4.7) and 19.3 (5.6) while the phenotypes of the enzyme ALAD were ALAD 1/1 (97.9%) and ALAD 1/2 (2.1%). Spearman correlation confirmed the relationship of children BLL with the RtPb in settled dust from their homes (rho = 0.368, p <0.001), inhibition of ALAD enzyme activity by Pb (rho = -0.587; p ˂0.001). The prevalence rates of high blood lead (>5 μg/dL) in the LEx and MEx areas when compared to the CG were 1.5 and 3.7 respectively, indicating a higher risk of children residing in the area near the pottery facilities. No significant association was found between BLL and the Raven score, but its correlation with the activity of the ALAD enzyme (rho = -0.205; p = 0.021; n = 127) suggested the neuroprotective role of that enzyme.
    Conclusion: From this investigation, it can be concluded the existence of moderate exposure of children in this community, confirmed the hematological toxicity of Pb, the role of dust in children contamination. Among the main determinants of children BLL are: living in the vicinity of pottery facilities and involvement in the production of ceramics. The failure to observe the association between BLL and children's nonverbal intelligence, probably due to the lack of sensitivity of the neuropsychological instrument used, suggesting to further the investigation with more adequate cognitive tests.

14
  • MARCOS CUSTÓDIO FIUZA
  • ASSOCIAÇÃO DO POLIMORFISMO S447X NO GENE DA ENZIMA LIPASE
    LIPOPROTÉICA COM MARCADORES DE RISCO CARDIOVASCULAR NA DOENÇA
    CAROTÍDEA

  • Orientador : RICARDO DAVID COUTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA PAULA CAIRES DOS SANTOS VALVERDE
  • JOICE NEVES REIS PEDREIRA
  • RICARDO DAVID COUTO
  • Data: 03/08/2018

  • Mostrar Resumo
  • Nos últimos anos, novos biomarcadores sugestivos de risco cardiovascular estão sendo
    testados para o diagnóstico associado da doença aterosclerótica. Assim, o objetivo
    desse estudo foi identificar a presença do polimorfismo S447X (C1595G) no gene da
    enzima LPL e associar a sua presença com dados de imagem e biomarcadores séricos
    em pacientes com e sem doença carotídea (DCA). A população de estudo foi composta
    por 111 pacientes, atendidos no Hospital Naval de Salvador; idade média 59,6 ± 13,9
    anos; todos tiveram DNA extraído em sangue total, desta população, apenas 62
    pacientes, com idade média 57,85 ± 15,74 anos, realizaram doppler de carótida. Em
    seguida, foi realizada reação de PCR e digestão com endonucleases de restrição
    (RFLP). Entre os pacientes que realizaram doppler de carótida, 46,8% não
    apresentaram DCA e 53,2% apresentaram DCA. A frequência do polimorfismo foi de
    81,98% para o homozigoto selvagem (CC); 17,12% para o heterozigoto (CG); e 0,90%
    para o homozigoto mutante (GG). Os indivíduos com o polimorfismo exibiram valores
    significativamente mais altos para LDL-c (p=0,0201) e o coeficiente aterogênico
    (p<0.0001) com a mesma tendência para o não HDL-c (p=0,0767) e para a razão
    TG/HDL-c (p=0,0719). A frequência do polimorfismo S447X na população em estudo
    corroborou com a encontrada na literatura, contudo a sua presença não esteve
    associada com a prevalência da DCA e nem com as comorbidades observadas, como
    diabetes mellitus, dislipidemia e hipertensão arterial sistêmica. O AIP e os outros
    índices aterogênicos podem ser utilizados como discriminantes da DCA.


  • Mostrar Abstract
  • In recent years, new biomarkers suggestive of cardiovascular risk are being tested for
    the associated diagnosis of atherosclerotic disease. Thus, the objective of this study
    was to identify the presence of LPL enzyme gene S447X (C1595G) polymorphism and
    associate its presence with imaging data and serum biomarkers in patients with and
    without carotid disease (CAD). The study sample population was composed of 111
    patients treated at the Hospital Naval de Salvador; mean age 59.6 ± 13.9 years; all
    participants had whole blood DNA extraction, from that population, only 62 patients,
    mean age 57.85 ± 15.74 years, had carotid doppler performed. Then, PCR reaction
    followed by restriction endonucleases digestion (RFLP) were performed. Among patients
    who underwent carotid doppler sonography, 46.8% did not show CAD and 53.2%
    showed CAD. The frequency of the polymorphism was 81.98% for the wild homozygous
    (CC); 17.12% for heterozygote (CG); and 0.90% for mutant homozygote (GG).
    Individuals with the polymorphism exhibited significantly higher values for LDL-c (p =
    0.0201) and atherogenic coefficient (p <0.0001) with the same trend for non-HDL-c (p =
    0.0767) and for TG/HDL-c ratio (p = 0.0719). The frequency of the S447X polymorphism
    in the study population corroborated with that found in the literature, but its presence
    was not associated with the prevalence of CAD and with the comorbidities observed,
    such as diabetes mellitus, dyslipidemia and systemic arterial hypertension. AIP and
    other atherogenic indices can be used as discriminators of CAD.

15
  • RAIANA DOS ANJOS MORAES
  • DERIVADOS ITACONIMIDAS INDUZEM RELAXAMENTO EM ARTÉRIA
    MESENTÉRICA E INOTROPISMO NEGATIVO EM RATOS POR INIBIÇÃO DO
    INFLUXO DE Ca2+

  • Orientador : DARIZY FLAVIA SILVA AMORIM DE VASCONCELOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DARIZY FLAVIA SILVA AMORIM DE VASCONCELOS
  • DANIEL PEREIRA BEZERRA
  • FABIANO ELIAS XAVIER
  • Data: 20/08/2018

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A hipertensão arterial é fator de risco para várias doenças cardiovasculares e renais, representando um grande desafio para a saúde pública. Assim, investigar novas substâncias com potencial anti-hipertensivo se faz necessário. Desta forma, sintentizou-se os análogos, N-4-metil-fenil-itaconimida (3), N-4-metoxi-fenil-itaconimida (6), N-fenil-itaconimida (9) e N-4-cloro-fenil-itaconimida (15), do alcalóide inédito, filantimida, presente no Phyllanthus sellowianu. Objetivos: Avaliar os efeitos das imidas cíclicas no sistema cardiovascular e investigar possíveis mecanismos de ação envolvidos nas respostas observadas. Métodos: Nos estudos in vitro, os ratos Wistar foram eutanasiados em câmara de CO2 e removidos a artéria mesentérica superior e os átrios. Nas artérias mesentéricas foram realizadas as medidas de tensão isométrica e nos átrios as medidas de frequência e força de contração cardíacas. Nos estudos in vivo avaliou-se as ações da imida 6 sobre a pressão arterial e frequência cardíaca. CEUA/UFBA (nº120/2017). Resultados: A administração cumulativa das imidas cíclicas (3x10-8 a 3x10-4M) em anéis pré-contraídos com fenilefrina, 1μM, induziu vasorelaxamento independente dos fatores relaxantes derivados do endotélio. Adicionalmente, a imida 9 apresentou maior potência em relação a imida 3, 6 e 15 e não foi observada diferença estatística entre as eficácias máximas das imidas. A administração cumulativa das imidas ao tônus basal não alterou o tônus intrínseco vascular. Além disso, a imida 6 induziu vasorelaxamento em anéis expostos a solução tyrode despolarizante com KCl 60 mM ou KCl 20mM similar ao controle, sugerindo a não participação de canais para K+. A imida 6 foi capaz de atenuar o influxo de Ca2+ de maneira dependente de concentração. Como também, a imida 6 atenuou acontração induzida por CaCl2 em meio nominalmente sem cálcio, na presença de ácido ciclopiazônico (20 μM), fenilefrina (1μM) e nifedipina (1μM), indicando uma atenuação do influxo de Ca2+ por canal operado por receptor (ROC) e canal operado por estoque (SOC). A presença do SKF 96365 (10−5 M), bloqueador do SOC, não promoveu alteração significante do efeito vasodilatador induzido pela imida 6. Em adição, a imida 6 induziu efeito inotrópico negativo sem alteração significante da ritmicidade cardíaca. Nos estudos in vivo, em ratos normotensos não anestesiados, a imida 6 reduziu a pressão arterial e induziu bradicardia. Conclusão: Esses resultados sugerem que as imidas possuem efeitos vasculares dependente de concentração e o vasorelaxamento parece ser independente dos fatores relaxantes derivados do endotélio. O efeito vasodilatador induzido pela imida 6 pode ser devido a uma possível influência sobre os canais Cav e ROC. Além disso, a imida 6 é capaz de reduzir a força de contração cardíaca, a pressão arterial e promover bradicardia.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Hypertension is a risk factor for various cardiovascular and renal diseases, representing a major public health challenge. Thus, investigating new substances with antihypertensive potential becomes necessary. In this way, analogues were synthesized, N-4-methyl-phenyl-itaconimide (3), N-4-methoxy-phenyl-itaconimide (6), N-phenyl-itaconimide (9) and N-4-chloro-phenyl-itaconimide (15), from unprecedented alkaloid, phylantimide, available in Phyllanthus sellowianu. Objectives: To evaluate the effects of cyclic imides on cardiovascular system and to investigate possible mechanisms of action involved in observed responses. Methods: In vitro studies, Wistar rats were euthanized in CO2 chamber and superior mesenteric artery and atria were removed. In mesenteric arteries were performed the measurement of isometric tension, in atria were evaluated the heart rate and force of cardiac contraction, and in vivo studies was evaluated the actions of imide 6 on blood pressure and heart rate CEUA/UFBA (nº120/2017). Results: Cumulative administration of cyclic imides (3x10-8 to 3x10-4M) in pre-contracted rings with phenylephrine, 1μM, induced vasorelaxation that was independent of endothelium-derived relaxing factors. Additionally, imide 9 presented higher potency in relation to imide 3, 6 and 15 and not statistical difference was observed among the maximum efficacies of the imides. The cumulative administration of imides to basal tonus did not alter vascular intrinsic tone. In addition, imide 6 induced vasorelaxation in rings exposed to depolarizing tyrode solution with 60 mM KCl or 20 mM KCl similar to the control, suggesting the non-participation of K+ channels. Imide 6 was able to attenuate the influx of Ca2+ in a concentration-dependent manner. As well as, imide 6 attenuated the CaCl2-induced contraction in nominally calcium-free medium in the presence of cyclopiazonic acid (20 μM), phenylephrine (1 μM) and nifedipine (1 μM), indicating an attenuation of the influx of Ca2+ by receptor-operated channel (ROC) and store-operated channel (SOC). The presence of SKF 96365 (10-5M), SOC blocker, did not significantly alter the vasodilatory effect induced by imide 6. In addition, imida 6 induced negative inotropic effect without significant change in cardiac rhythmicity. In vivo studies, in non-anesthetized normotensive rats, imide 6 lowered blood pressure and induced bradycardia. Conclusion: These results suggest that imides have concentration-dependent vascular effects and the vasorelaxation seems to be independent of endothelium-derived relaxing factors. The vasodilatory effect induced by imide 6 may be due to a possible influence on the CaV and ROC channels. In addition, imide 6 is able to reduce force of cardiac contraction, blood pressure and promote bradycardia.

16
  • ALAN OLIVEIRA DUARTE
  • PERFIL SOROLÓGICO PARA INFECÇÃO POR ZIKA VÍRUS EM
    PARTURIENTES E RECÉM-NASCIDOS EM UMA
    MATERNIDADE DE REFERÊNCIA DE SALVADOR-BA

  • Orientador : FERNANDA WASHINGTON DE MENDONCA LIMA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FERNANDA WASHINGTON DE MENDONCA LIMA
  • LUCIANA SANTOS CARDOSO
  • RICARDO RICCIO OLIVEIRA
  • Data: 27/08/2018

  • Mostrar Resumo
  • Em 2015, os primeiros casos de infecção pelo vírus zika (ZIKV) no Brasil foram
    confirmados. Após seis meses, surgiram casos de microcefalia associados ao
    surto, que ocorreu concomitantemente a surtos de dengue (DENV) e
    chikungunya (CHIKV). São necessários estudos para entender as
    consequências para a população desse contato com a tríplice epidemia,
    especialmente na população gestante. Nosso objetivo foi investigar o perfil
    sorológico para essas arboviroses em parturientes e recém-nascidos atendidos
    em uma maternidade de Salvador – BA em 2016. Realizamos um estudo de
    corte-transversal, soroepidemiológico, que avaliou a presença de anticorpos
    em mães admitidas em maternidade de referência, que apresentaram doença
    exantemática na gravidez e seus neonatos. Foram utilizados kis diagnósticos
    de ELISA (Euroimmun™) para detectar IgM e IgG contra ZIKV, DENV e
    CHIKV, e um ELISA padronizado de captura de IgM específica anti-ZIKV.
    Foram incluídas 101 mães no estudo. Com relação à soroprevalência, para IgM
    anti-ZIKV, 07 mães (6,9%) e 04 neonatos (4%) foram reagentes. Para IgM anti-
    CHIKV, 23 mães (22,8%) e 04 neonatos (4%) foram reagentes. Para IgM anti-
    DENV, 12 mães (11,9%) foram reagentes. Das 101 mães, 73 (72,3% do total),
    39 (38,6%) e 93 (92,1%) foram soropositivas para IgG contra ZIKV, DENV e
    CHIKV, respectivamente. Dos 102 neonatos, 06 (5,9%) tiveram microcefalia.
    Geramos um novo conhecimento sobre as taxas de infecção congênita pelo
    ZIKV e pelo CHIKV, e como estas se expressam entre mães que apresentaram
    doença exantemática. O conhecimento da soroprevalência para os arbovírus é
    importante para entender a dimensão da epidemia de arboviroses no Brasil,
    para avaliar os grupos suceptíveis às formas graves das doenças e estimular
    medidas deprevenção direcionadas a estes grupos.


  • Mostrar Abstract
  • In 2015, the first cases of zika virus (ZIKV) infection in Brazil were confirmed.
    After six months, cases of microcephaly associated with the outbreak occurred,
    which occurred concomitantly with outbreaks of dengue (DENV) and
    chikungunya (CHIKV). Studies are needed to understand the consequences for
    our population of this contact with the triple epidemic, especially in the pregnant
    population. Our objective was to investigate the serological profile for these
    arboviruses in puerperal women and newborn infants attended at a maternity
    hospital in Salvador, Bahia, Brazil in 2016. We performed a cross-sectional,
    seroepidemiological study that evaluated the presence of antibodies in mothers
    attended by the maternity ward who presented exanthematic disease in
    pregnancy and her neonates. ELISA diagnostic kits (Euroimmun™) were used
    to detect IgM and IgG against ZIKV, DENV and CHIKV, and a standardized
    anti-ZIKV-specific IgM capture ELISA was used. 101 mothers were included in
    the study. Regarding seroprevalence, for anti-ZIKV IgM, 07 mothers (6.9%) and
    04 neonates (4%) were reactive. For anti-CHIKV IgM, 23 mothers (22.8%) and
    04 neonates (4%) were reactive. For anti-DENV IgM, 12 mothers (11.9%)
    tested positive. Of the 101 mothers, 73 (72.3% of the total), 39 (38.6%) and 93
    (92.1%) were seropositive for IgG against ZIKV, DENV and CHIKV,
    respectively. Of the 102 neonates, 06 (5.9%) had microcephaly. We generated
    a new knowledge about the rates of congenital infection by ZIKV and CHIKV,
    and how these are expressed among mothers who presented exanthematous
    disease. Knowledge of seroprevalence for arboviruses is important to
    understand the extent of the arbovirus epidemic in Brazil, to evaluate groups
    susceptible to severe forms of disease and to stimulate prevention measures
    directed at these groups.

17
  • CATARINA MILENA MONTEIRO DA COSTA
  • INVESTIGAÇÃO DO PERFIL TERAPÊUTICO REGENERATIVO DA TERAPIA CELULAR NA NEURALGIA TRIGEMINAL EXPERIMENTAL

  • Orientador : CRISTIANE FLORA VILLARREAL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CRISTIANE FLORA VILLARREAL
  • DANIEL PEREIRA BEZERRA
  • PAULO JOSE LIMA JUIZ
  • Data: 31/08/2018

  • Mostrar Resumo
  • INTRODUÇÃO: Dentre as diversas modalidades de dor neuropática orofacial, a neuralgia do trigêmeo (NT) é a mais comum. A mesma está associada com uma variedade de condições patológicas. Os tratamentos atualmente disponíveis para a neuralgia do trigêmeo, sejam farmacológicos ou cirúrgicos, não são efetivos, salientando a necessidade de desenvolvimento de novas abordagens terapêuticas para essa síndrome. Uma emergente estratégia é o uso de células-tronco. O potencial terapêutico dessas células advém das suas múltiplas fontes de obtenção, do seu mecanismo de ação e de seu potencial regenerador. O efeito antinociceptivo de células-tronco na neuralgia do trigêmeo já foi demonstrado, entretanto, os mecanismos envolvidos nesses efeitos não são ainda bem compreendidos. OBJETIVO: O propósito desse estudo foi avaliar, e comparar, o potencial terapêutico de células-tronco mesenquimais de medula óssea (CMsMO) e células mononucleares de medula óssea (CMMO) em modelo experimental de neuralgia do trigêmeo, investigando possíveis mecanismos envolvidos. MÉTODOS: CMMO e CMsMO foram obtidas a partir de camundongos C57Bl/6, sendo as CMsMO caracterizadas por citometria de fluxo e potencial de diferenciação celular in vitro. Camundongos C57Bl/6 machos foram submetidos à cirurgia de ligadura parcial do nervo infraorbital e foram avaliados durante os 30 dias do período experimental, quanto ao peso corporal e limiares nociceptivos térmico e mecânico nos testes de hargreaves e von Frey, respectivamente. Cinco dias após a indução do modelo, os animais receberam administração endovenosa única de CMMO (1x106 ), CMsMO (1x106 ) ou veículo (100 μL). A carbamazepina (30 mg/kg), utilizada como tratamento farmacológico de referência, foi administrada por via intraperitoneal. Os efeitos da terapia celular sobre o perfil de citocinas e alterações estruturais no nervo infraorbital foram investigados por ELISA e microscopia óptica e eletrônica, respectivamente. RESULTADOS: O transplante de CMsMO e CMMO reverteu completamente os comportamentos nociceptivos que caracterizam hiperalgesia térmica (p < 0.001) e alodinia mecânica (p < 0.001) nos animais neuropáticos durante todo período experimental. Como esperado, a carbamazepina induziu efeito antinociceptivo de curta duração. A análise quantitativa das citocinas IL-1β, TNF-α e IL-10 nos nervo infraorbital dos camundongos evidenciou que o tratamento com CMMO ou CMsMO reduziu os níveis de IL-1β e TNF-α (p< 0.001), e aumentou os níveis de IL-10 (p< 0.001). Dando suporte ao efeito antinociceptivo duradouro observado, a terapia celular reduziu alterações estruturais no nervo infraorbital observadas em animais neuropáticos, como a degeneração axonal em fibras mielínicas e atipia mitocondrial em fibras amielínicas. CONCLUSÕES: O tratamento com CMsMO e CMMO induziu efeito antinociceptivo consistente e duradouro, associado a modulação do balanço de citocinas pró- e anti-inflamatórias, assim como a redução de alterações estruturais no nervo periférico. Esses dados evidenciam o potencial da terapia celular no tratamento da neuralgia trigeminal.


  • Mostrar Abstract
  • INTRODUCTION: Among the various modalities of orofacial neuropathic pain, trigeminal neuralgia (NT) is the most common. It is associated with a variety of pathological conditions. The currently available treatments for trigeminal neuralgia, whether pharmacological or surgical, are not effective, highlighting the need to develop new therapeutic approaches for this syndrome. An emerging strategy is the use of stem cells. The therapeutic potential of these cells comes from their multiple sources of production, their mechanism of action and their regenerative potential. Stem cells have antinociceptive effect in trigeminal neuralgia, however the mechanisms involved in these effects are not yet well understood. The antinociceptive effect of stem cells in trigeminal neuralgia has been demonstrated, however, the mechanisms involved in these effects are not yet well understood. AIM: The purpose of this study was to evaluate the therapeutic potential of bone marrow mesenchymal stem cells (BMSC) and bone marrow mononuclear cells (CMMC) in the experimental model of trigeminal neuralgia, comparing their effects to those of pharmacological therapy and investigating their mechanisms of action. METHODS: BMSC were obtained from C57B16 mice and were characterized by flow cytometry and cell differentiation. Male C57Bl / 8 mice underwent surgery for induction of the neuropathy model by partial ligation of the infraorbital nerve and during 30 days were evaluated for body weight and thermal and mechanical nociceptive thresholds in the hargreaves and von Frey tests, respectively. Five days after induction of the model, the animals received single intravenous administration of CMMC (1x106), BMSC (1x106) or vehicle (100μ). The effects of cell therapy on the cytokine profile and structural alterations in the infraorbital nerve were investigated 10 and 30 days after the treatments, by ELISA and 30 (30 mg / kg), used as reference pharmacological treatment, by intraperitoneal route. days by optical and electron microscopy, respectively. RESULTS: BMSC and CMC transplantation completely reversed the thermal hyperalgesia (p <0.001) and mechanical allodynia (p <0.001) of neuropathic animals throughout the experimental period. As expected, carbamazepine induced short-term antinociceptive effect. The quantitative analysis of IL-1β, TNF-α, IL-1 cytokines in the infraorbital nerve of the mice showed that CMMO or CMsMO reduced IL-1β, TNF-α (p <0.001), and increased levels of IL-10 (p <0.001). Supporting the observed long-term antinociceptive effect, cellular therapy reduced structural alterations in the infraorbital nerve of neuropathic animals, with the reduction of axonal degeneration in myelinic and myelinic fibers and mitochondrial atypia. CONCLUSION: Treatment with BMSC and CMMC induced a consistent and long-lasting antinociceptive effect, associated with pro-and anti-inflammatory cytokine balance modulation, as well as the reduction of structural alterations in the peripheral nerve. These data show the potential of cellular therapy in the treatment of trigeminal neuralgia .

18
  • LILIANE BARRETO DA SILVA
  • POTENCIAL ANTI-HIPERTENSIVO DE CARVACROL LIVRE OU COMPLEXADO À β-CICLODEXTRINA EM ANIMAIS ESPONTANEAMENTE HIPERTENSOS

  • Orientador : DARIZY FLAVIA SILVA AMORIM DE VASCONCELOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DARIZY FLAVIA SILVA AMORIM DE VASCONCELOS
  • DIOGO RODRIGO DE MAGALHÃES MOREIRA
  • RODRIGO MOLINI LEAO
  • Data: 14/09/2018

  • Mostrar Resumo
  • INTRODUÇÃO: O monoterpeno fenólico, carvacrol, têm sido objeto de estudo como agente terapêutico em diversas patologias cardiovasculares, mas características físico-químicas, como a lipossolubilidade e volatilidade, limitam a eficácia desse composto no organismo. Sendo assim, sistemas de inclusão de fármacos como as ciclodextrinas surgem possibilitando o desenvolvimento de uma nova estratégia para a utilização de monoterpenos em administrações terapêuticas. OBJETIVOS: Avaliar o potencial anti-hipertensivo de carvacrol livre ou complexado a β-ciclodextrina (β-CD) e se a complexação é farmacologicamente favorável para as ações cardiovasculares induzidas por este monoterpeno. MÉTODOS: Nos ensaios in vivo avaliou-se as ações dos compostos sobre a pressão arterial e frequência cardíaca, mediante administração oral aguda de carvacrol, CARV/β-CD ou veículo na dose de 50 mg/Kg em ratos espontaneamente hipertensos (SHR) e controles normotensos (wistar) não anestesiados e no tratamento subcrônico de 21 dias após administração oral. Nos ensaios in vitro, os ratos foram eutanasiados, após o tratamento subcrônico, e foram removidos a artéria mesentérica superior, baço e aorta. Na artéria mesentérica superior foram realizados ensaios de reatividade vascular. O baço e a aorta foram macerados para posterior analise de citocinas. RESULTADOS: A administração oral aguda nos ratos normotensos e SHR de carvacrol ou CARV/β-CD, não produziu alterações significante nos níveis de pressão arterial e frequência cardíaca. No tratamento subcrônico de 21 dias, apenas CARV/β-CD induziu uma redução significante nos níveis de pressão arterial nos ratos SHR, prevenindo o desenvolvimento de hipertensão. Nos ensaios de reatividade vascular, as artérias mesentéricas dos ratos SHR apresentaram maior potência em relação ao   agonista 1 adrenérgico (fenilefrina), em relação aos ratos normotensos. Não houve diferença estatística na sensibilidade ao nitroprussiato de sódio (NPS). Além disso, os níveis da citocina pró-inflamatória IL-1β no baço foram significativamente reduzidos nos ratos SHR tratados com CARV/ β-CD. E os níveis da IL-10 na aorta aumentaram significativamente nestes animais. CONCLUSÃO: CARV/β-CD foi capaz de prevenir o desenvolvimento da hipertensão em SHR,diminuir os níveis da citocina pró- inflamatória, IL-1β, e aumentar os níveis da citocina anti-inflamatória IL-10, na aorta, nos ratos SHR tratados com CARV/β-CD.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: The phenolic monoterpene, carvacrol, has been used as a therapeutic agent in various cardiovascular diseases, but also the physical characteristics, such as liposolubility and volatility, limit sweetness in the compound. Thus, inclusion systems of drugs such as cyclodextrins appear to allow the development of a new strategy for the use of monoterpenes in therapeutic administrations. Objective: To evaluate the antihypertensive potential of carvacrol in the free or complex form of a β- cyclodextrin (β-CD) and whether the complexation is pharmacologically favorable for the cardiovascular actions induced by this monoterpene. Methods: In vivo studies, was evaluated the actions of CARV/β-CD and carvacrol, and daily dose at a dose of 50 mg / kg, on blood pressure and heart rate, after acute oral administration. The experiments were performed in spontaneously hypertensive rats (SHR) and normotensive controls rats (wistar). In the subchronic treatment, in 21 days, was investigated antihypertensive activity of both compounds. In vitro studies, the rats were euthanized in CO2 chamber and superior mesenteric artery, spleen and aorta were removed. In mesenteric arteries were performed the vascular reactivity, in spleen and aorta were evaluated the inflammatory and anti-inflammatory cytokines levels. Results: The acute oral administration in non-anesthetized normotensive rats and SHR rats, with carvacrol and CARV/β-CD, did not produce significant changes in blood pressure levels and heart rate. In the 21-day subchronic treatment, only CARV/β-CD induced a significant reduction in blood pressure levels in SHR rats. CARV/ β-CD was able to prevent the development of hypertension in SHR rats. Additionally, the vascular reactivity assays with SHR rats, presented higher potency in relation the -1 adrenergic agonist (phenylephrine), in relation to normotensive rats. Sensitivity to sodium nitroprusside did not change in all experimental groups.The levels of the pro-inflammatory cytokine IL-1β in the spleen were significantly reduced in the CARV/ β-CD treated SHR rats, and the levels of IL-10 in the aorta increased in these animals. Conclusion: CARV/β-CD was able to prevent the development of hypertension in SHR rats. In addition, it reduced levels of the pro- inflammatory cytokine- IL-1β, in the spleen, and increase the levels of the anti-inflammatory cytokine IL-10, in the aorta of CARV/β-CD treated SHR rats.

19
  • JONHY HERBERT GONÇALVES EVANGELISTA
  • TRIAGEM DE LIGANTES DE TRIPANOTIONA REDUTASE de Tripanosoma Cruzi

  • Orientador : MARCELO SANTOS CASTILHO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARCELO SANTOS CASTILHO
  • RAQUEL GUIMARÃES BENEVIDES
  • RICARDO DAVID COUTO
  • Data: 27/09/2018

  • Mostrar Resumo
  • A doença de chagas é uma doença tropical negligenciada causada pelo protozoário Trypanossoma cruzi que afeta parte da população mundial, especialmente no Brasil, onde estimou-se que 1,9 milhão de pessoas estão infectadas por T. cruzi e aproximadamente 21,8 milhões estão expostas ao risco em áreas endêmicas do país. Embora afete mais de 1,8 milhões de pessoas nas Américas e ponha sob risco de contágio outras 100 milhões, apenas dois fármacos são utilizados para o tratamento (Benzonidazol e Nifurtimox), os quais apresentam sérios efeitos adversos e elevada toxicidade dificultando a adesão à farmacoterapia. Este cenário sugere a necessidade de estudar novos alvos terapêuticos, preferencialmente essenciais a sobrevivência do parasito, como a via de oxirredução, na qual a enzima Tripanotiona redutase (TcTR) tem papel fundamental. Embora a TcTR seja um alvo validado, ainda não existem fármacos que bloqueiem essa enzima, abrindo uma lacuna de conhecimento para a triagem de inibidores. Dentre as técnicas de triagem em larga escala (HTS, High throuput Screening) pode se destacar a técnica de ThermoFAD. Esta metodologia permite investigar a estabilidade térmica de Flavoproteínas através do monitoramento do sinal de fluorescência de um fluoróforo intrínseco (FAD) como reflexo do seu desenovelamento. Diante disso, com o objetivo de identificar ligantes que apresentem requisitos estruturais mínimos para inibição da TcTR, a técnica de descolamento térmico (ThermoFAD) foi empregada para triagem de compostos. Para tal, apresentamos a padronização da purificação cromatográfica da TcTR e investigação por ThermoFAD das condições (Concentração de TcTR, pH, aditivos etc.). Triagem em dose única permitiu a identificação do composto JU298, para o qual ensaios concentração-resposta foram também conduzidos, confirmando seu efeito estabilizador sobre a TcTR. Tais dados sugerem, portanto, o referido composto como potencial inibidor para o alvo terapêutico em estudo.


  • Mostrar Abstract
  • Chagas disease is a neglected tropical disease caused by the protozoan Trypanosoma cruzi that affects part of the world population, and is especially acute in Brazil, where it estimated that 1.9 million people are infected by T. cruzi and approximately 21.8 million are exposed to the risk in endemic areas of the country. Although it affects more than 1.8 million people in the Americas and puts at risk of contagion another 100 million, only two drugs are used to treat it (Benznidazole and Nifurtimox), which have serious adverse effects and high toxicity, making adherence to pharmacotherapy difficult. This scenario suggests the need to study new therapeutic targets, which are essential for the survival of the parasite, such as the oxidation pathway, in which the enzyme Trypanothione reductase (TcTR) plays a fundamental role. Although TcTR is a validated target, there are still no drugs that block this enzyme. This opens up a knowledge gap for the screening of inhibitors. Among the techniques of large-scale screening (HTS) the ThermoFAD technique can be highlighted. This methodology allows the investigation of thermal stability of Flavoproteins by monitoring the fluorescence signal of an intrinsic fluorophore (FAD) as a reflection of its unfolding. In order to identify ligands with minimum structural requirements for TcTR inhibition, the thermal detachment technique (ThermoFAD) was used for the screening of compounds. For this, we present the standardization of the chromatographic purification of TcTR and investigation by ThermoFAD of the conditions (TcTR concentration, pH, additives, etc.). Single dose screening allowed the identification of compound JU298, for which concentration-response assays were also conducted, confirming its stabilizing effect on TcTR. Such data therefore suggest that the JU298 compound as a potential inhibitor for the therapeutic target under study.

20
  • SANDRA CRISTINA HERNANDES
  • IDENTIFICAÇÃO DE VARIÁVEIS A SEREM INVESTIGADAS COMO PREDITORAS DE PROBLEMAS RELACIONADOS A MEDICAMENTOS (PRM) PARA RACIONALIZAÇÃO DA FARMÁCIA CLÍNICA EM UM HOSPITAL TERCIÁRIO

  • Orientador : DENIS DE MELO SOARES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DENIS DE MELO SOARES
  • PABLO DE MOURA SANTOS
  • RICARDO DAVID COUTO
  • Data: 11/12/2018

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: Este presente estudo tem como objetivo identificar fatores de risco para ocorrência de Problemas Relacionados a Medicamentos (PRM) em pacientes internados em hospital terciário na cidade de Salvador. Os PRM podem ocasionar causar danos muitas vezes preveníveis. Metodologia: A pesquisa tratou-se de um estudo observacional, transversal de natureza retrospectiva, realizado em hospital de grande porte, de alta complexidade, com 352 leitos, com dados do ano de 2016. As prescrições foram avaliadas identificando PRM por farmacêuticos especialistas em farmácia clínica. Resultados: Os principais PRM observados estão descritos em literatura e poderiam ter sido evitados ressaltando a importância das medidas de prevenção. Discussão: A presença do farmacêutico na revisão das prescrições médicas desempenha um papel essencial nas atividades dos farmacêuticos clínicos hospitalares e pode colaborar para melhorar a qualidade do uso de medicamentos bem como a segurança do paciente. Conclusão: Conhecer os fatores de risco para ocorrência de PRM é de suma importância para estabelecer ferramentas e estratégias de prevenção.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: This study aims to identify risk factors for the occurrence of Drug Related Problems (DRP) in patients admitted to a tertiary hospital in the city of Salvador. DRP can cause preventable damage. Methodology: This study was an observational, cross-sectional study of a retrospective nature, carried out in a large-scale, highly complex hospital with 352 beds, data from the year 2016. The prescriptions were evaluated by identifying DRP by pharmacists clinic. Results: The main DRPs observed are described in the literature and could have been avoided emphasizing the importance of prevention measures. Discussion: The presence of the pharmacist in the review of medical prescriptions plays an essential role in the activities of hospital clinical pharmacists and can collaborate to improve the quality of drug use as well as patient safety. Conclusion: Knowing the risk factors for the occurrence of DRP is of paramount importance in establishing prevention tools and strategies.

21
  • KELVIS TRINDADE SANTOS
  • AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIOXIDANTE DE EXTRATOS
    DAS CASCAS DAS AMÊNDOAS DO Theobroma cacao L.
    VISANDO APLICABILIDADE COSMÉTICA

  • Orientador : EUDES DA SILVA VELOZO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • NEILA DE PAULA PEREIRA
  • RENATA BIEGELMEYER DA SILVA RAMBO
  • SERGIO EDUARDO SOARES
  • Data: 17/12/2018

  • Mostrar Resumo
  • A casca da amêndoa do Theobroma cacao L. é um resíduo na indústria
    conhecido por conter uma grande quantidade de polifenóis e fibras alimentares.
    A constatação da presença de antioxidantes polifenólicos presentes no cacau
    tem causado interesse crescente na utilização de produtos oriundos do mesmo
    em preparações cosméticas. Este trabalho teve como objetivo a obtenção de
    géis com atividade antioxidante através da incorporação de extratos
    preparados das cascas das amêndoas do cacau. O estudo aborda duas fases
    distintas: a primeira referente a obtenção de extratos hidroetanólicos e
    hidroglicólicos, fluídos e secos, da casca da amêndoa do cacau, que também
    inclui a verificação de parâmetros físico-químicos (pH, densidade e
    termogravimetria), fenólicos totais e atividade antioxidante (método DPPH). A
    segunda fase se refere ao uso desses extratos em formulações cosméticas
    gelificadas que foram desenvolvidas com diferentes polímeros naturais (goma
    xantana, carboximetilcelulose e hidroxietilcelulose), além da verificação dos
    parâmetros físico-químicos (pH e densidade) e estabilidade (características
    organolépticas, pH, densidade, textura e espalhamento in vitro) no decorrer do
    tempo e sob condições aceleradas. Também foi avaliada a atividade
    antioxidante das formulações. Os extratos apresentaram bons resultados
    referentes a seu perfil físico-químico, onde possuiu valores próximos de pH e
    densidade, além de se mostrarem seguros quando aplicado em formulações a

    frio ou a quente. Apresentou um potencial antioxidante elevado nos extratos,
    tendo como destaque o hidroetanólico, obtendo 74,72 %SRL para o fluído e
    próximo de 90 %SRL para o seco, além de um IC50 de 0,24 mg/ml para o
    hidroetanólico e 1,15 mg/ml para o hidroglicólico. As formulações tiveram seus
    potenciais antioxidantes comprovados, tendo um destaque para o gel com
    goma xantana e extrato seco hidroetanólico com valor próximo à 80%.
    Ademais, todos os géis apresentaram boa performance de espalhabilidade e
    textura in vitro, tornando-os mais estáveis ao aplicar os extratos, preservando
    seus valores de espalhabilidade, força e adesividade. Com base nos resultados
    obtidos, as cascas das amêndoas do cacau podem ser aproveitadas como uma
    fonte de matéria-prima interessante para a cosmetologia, especialmente em
    dermoterapias antienvelhecimento.


  • Mostrar Abstract
  • The Theobroma cacao L. beans husk is a waste in the industry known to
    contain a large amount of polyphenols and dietary fiber. The presence of
    polyphenolic antioxidants present in cocoa has caused an increasing interest in
    the use of products derived from cocoa in cosmetic preparations. This work
    aimed to obtain gels with antioxidant activity through the incorporation of
    extracts prepared from cocoa beans husks. The study addresses two distinct
    phases: the first one concerning the extraction of hydroethanolic and
    hydroglycolic extracts, fluid and dry, of the cocoa beans husk, which also
    includes the verification of physico-chemical parameters (pH, density and
    thermogravimetry), total phenolics and antioxidant activity (DPPH method). The
    second phase refers to the use of these extracts in gelled cosmetic formulations
    that were developed with different natural polymers (xanthan gum,
    carboxymethylcellulose and hydroxyethylcellulose), as well as physical and
    chemical parameters (pH and density) and stability (organoleptic
    characteristics, pH, density, texture and scattering in vitro) over time and under
    accelerated conditions. The antioxidant activity of the formulations was also
    evaluated. The extracts presented good results regarding their physicochemical
    profile, where they had values close to pH and density, besides being safe
    when applied in cold or hot formulations. It presented a high antioxidant
    potential in the extracts, highlighting the hydroethanolic, obtaining 74.72% SRL
    for the fluid and close to 90% SRL for the dry, besides an IC50 of 0.24 mg/ml for

    hydroethanolic and 1,15 mg/ml for the hydroglycolic. The formulations had their
    potential antioxidants proven, with a highlight for the gel with xanthan gum and
    hydroethanolic dry extract with value close to 80%. In addition, all the gels
    presented good performance of in vitro spreadability and texture, making them
    more stable when applying the extracts, preserving their values of spreadability,
    strength and adhesiveness. Based on the results obtained, cocoa beans husks
    can be used as a source of interesting raw material for cosmetology, especially
    in anti-aging dermotherapies.

2017
Dissertações
1
  • ALINE GRAZIELLE MAGALHÃES QUADROS MOREIRA
  • ESTRATÉGIAS PARA PRODUÇÃO RECOMBINANTE DA ENZIMA LACASE DE Cryptococcus neoformans

  • Orientador : MARCELO SANTOS CASTILHO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARCELO SANTOS CASTILHO
  • TANIA FRAGA BARROS
  • ACÁSSIA BENJAMIN LEAL PIRES
  • Data: 02/10/2017

  • Mostrar Resumo
  • A criptococose é uma infecção oportunista causada pelo fungo encapsulado do complexo de espécies Cryptococcus neoformans distribuído mundialmente, acometendo principalmente pacientes imunodeprimidos. Os antifúngicos disponíveis para o tratamento apresentam intensos efeitos adversos, o que dificulta a adesão terapêutica. Além disso, o desenvolvimento de resistência pelas cepas do fungo aos fármacos é uma realidade. Esse contexto aponta a necessidade urgente de novas alternativas para o tratamento da criptococose. Diante deste cenário, a modulação de fatores de virulência do fungo é uma estratégia que se destaca por diferir das abordagens dos fármacos tradicionais, pois o fungo fica mais vulnerável à defesa do hospedeiro. Neste sentido, a produção de melanina é um fator de virulência fundamental para o desenvolvimento do micro-organismo no hospedeiro e a lacase que catalisa essa reação é um alvo para o planejamento de fármacos para o controle da criptococose. Assim, o objetivo do presente trabalho foi produzir de forma recombinante a enzima lacase de C. neoformans (CnLAC1). Nessa perspectiva, CnLAC1 foi clonada no vetor pET-28a(+) e subclonada no pET-32a(+) e ensaios de expressão foram realizados para investigação da melhor condição de expressão solúvel da lacase. Embora diferentes cepas de E. coli e variação de condições como temperatura, tempo de incubação e concentração de IPTG foram empregados, todos os ensaios resultaram na lacase insolúvel. Diante disso, estratégias de solubilização de corpos de inclusão através de adição de detergentes, variação da concentração de ureia e variação do pH do tampão foram utilizadas na tentativa de realizar renovelamento proteico sem êxito. Por outro lado, células de Arctic express foram capazes de expressar lacases solúveis, mas foram co-purificadas com chaperonas moleculares. Diante disso, grande desafio pode serenfrentado na padronização da purificação da lacase para obter a proteína pura e ativa. Desta forma, neste trabalho foi descrito uma variedade de estratégias hierárquicas para expressão da enzima lacase recombinante, no qual subsidiará futuros estudos de caracterização cinética e enzimática da lacase.


  • Mostrar Abstract
  • Cryptococcosis is an opportunistic infection caused by encapsulated fungi of the Cryptococcus neoformans complex distributed worldwide, mainly affecting immunodepressed patients. Antifungal agents available for treatment with intense adverse effects, and the difficulty for therapeutic adherence. In addition, the development of resources by strains of the fungus to drugs is a reality. This context points to the urgent need for new alternatives for the treatment of cryptococcosis. This scenario, a modulation of fungal virulence factors is a strategy that stands out as it differs in drug approaches, so please be more vulnerable to host defense. In this sense, a production of melanin that is a fundamental virulence factor for the development of the non-host microorganism and the laccase that catalyzes this reaction is a target for drug planning for the control of cryptococcosis. Thus, the objective of the present work was recombinantly produced the enzyme laccase of Cryptococcus neoformans (CnLAC1).In this perspective, CnLAC1 was cloned into the vector pET-28a(+) and subcloned the vector pET-32a(+) and expression assays performed to investigate the best soluble expression condition of the laccase. For different strains of E. coli and varying conditions such as temperature, incubation time and IPTG concentration were employed, all assays resulted in insoluble laccase. In view of this, structure of solubilization of inclusion bodies through the addition of detergents, variation of the urea concentration and variation of the pH of the buffer that is in the attempt to perform unsuccessful protein refolding. On the other hand, Arctic express cells were able to express soluble laccases, but have been co-purified with chaperone molecules. In view of this, a great challenge can be faced in the standardization of lactation purification to obtain a pure and active protein. Thus, the work described a variety of hierarchical strategies for the expression of the recombinant laccase enzyme, lacking current qualities of laccasekinetic and enzymatic characterization studies.

2
  • LENISA DANDARA DOS SANTOS
  • EXPRESSÃO HETERÓLOGA DE mPGES-1 HUMANA E AVALIAÇÃO DO EFEITO DE SUBSTÂNCIAS ANTIPIRÉTICAS SOBRE SUA EXPRESSÃO GÊNICA.

  • Orientador : MARCELO SANTOS CASTILHO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARLOS EDUARDO SAMPAIO GUEDES
  • JOICE NEVES REIS PEDREIRA
  • MARCELO SANTOS CASTILHO
  • Data: 23/11/2017

  • Mostrar Resumo
  • O uso dos anti-inflamatórios atualmente disponíveis na terapêutica está relacionado a uma série de efeitos adversos e/ou colaterais. Como estratégia para desenvolver fármacos mais seguros, inibidores seletivos da enzima prostaglandina E sintase microssomal -1 (mPGES-1) têm sido desenvolvidos. Através de testes fenotípicos in vivo e in vitro, foi identificada uma série inédita de substâncias antipiréticas potencialmente inibidoras de mPGES-1. Porém, não foi possível determinar o mecanismo de ação molecular através do qual estes componentes exercem seu efeito. Desta forma, no presente trabalho, foi realizada avaliação da atividade de substâncias antipiréticas potencialmente inibidoras de mPGES-1 em ensaios in vitro. Para tal, a mPGES-1 foi expressa de forma heteróloga em E.coli e foram realizados ensaios em macrofagos RAW 264.7 induzidos com LPS (10μM) para avaliação do efeito destas substâncias (10μM) sobre a expressão do mRNA de mPGES-1, por RT-qPCR. Seis substâncias foram testadas (composto 8; 9; 10; 15; 16 e 17) dentre as quais os compostos 8; 9; 15 foram capazes de reduzir (p<0,05) a expressão do mRNA da enzima quando comprados ao grupo controle (veículo/LPS), enquanto que os compostos 10; 16 e 17 não causaram nenhum efeito. Desta forma pode-se concluir que o mecanismo de ação molecular através do qual os compostos 8, 9 e 15 causam efeito antipirético é, pelo menos em parte, via inibição da expressão do mRNA de mPGES-1, enquanto sugere-se que os compostos 10; 16 e 17 não atuam por esta via.


  • Mostrar Abstract
  • The use of anti-inflammatory drugs available in therapy is related to a number of adverse and/or side effects. As a strategy to develop safer drugs, selective inhibitors of prostaglandin E-synthase microsomal -1 (mPGES-1) have been developed. Through in vivo and in vitro phenotypic assays, an unprecedented series of antipyretic substances potentially inhibiting mPGES-1 was identified. However, it was not possible to determine the molecular mechanism of action through which these components exert an antipyretic effect. Therefore, this work has evaluated the activity of antipyretic substances probably inhibitory of mPGES-1 in in vitro assays. For this, mPGES-1 was expressed heterologously in E.coli and assays were performed on LPS-induced RAW 264.7 macrophages to evaluate the effect of antipyretic substances (10 μM) on mPGES-1 mRNA expression by RT-qPCR. Six substances were tested (compound 8; 9; 10; 15; 16 and 17) among which compounds 8; 9; 15 were able to reduce (p <0.05) the mRNA expression of the enzyme when purchased from the control (vehicle / LPS) group, whereas compounds 10; 16 and 17 had no effect. Based on these results, it can be concluded that the molecular mechanism of action by which compounds 8, 9 and 15 have caused antipyretic effect is, at least in part, via inhibition of mPGES-1 mRNA expression, while it is suggested that the compounds 10; 16 and 17 do not act in this way.

2016
Dissertações
1
  • BÁRBARA VELAME FERREIRA TEIXEIRA
  • AVALIAÇÃO DE POTENCIAIS INIBIDORES DE PTERIDINA REDUTASE 1 (PTR1) E DIHIDROFOLATO REDUTASE-TIMIDILATO SINTASE (DHFR-TS) DE Leishmania chagasi

  • Orientador : MARCELO SANTOS CASTILHO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARCELO SANTOS CASTILHO
  • RICARDO DAVID COUTO
  • GUSTAVO HENRIQUE GOULART TROSSINI
  • Data: 16/12/2016

  • Mostrar Resumo
  • Dentre as doenças parasitárias tropicais, as causadas por protozoários se apresentam como um grande desafio para a saúde pública. A leishmaniose é uma doença amplamente distribuída no mundo, afetando mais de 90 países. Os principais fármacos empregados para o tratamento desta doença como antimoniais pentavalentes apresentam ação inespecífica e elevada toxicidade. A espécie Leishmania chagasi é causadora da leishmaniose visceral, a forma mais severa da doença, cuja frequência é elevada no Brasil. Em tripanossomatídeos, a via da biossíntese dos folatos participa do metabolismo de pteridinas, papel realizado pelas enzimas pteridina redutase 1(PTR1) e dihidrofolato redutasetimidilato sintase (DHFR-TS). Parasitas do gênero Leishmania são auxotróficos para folatos, diante desse cenário, moléculas que atuam sobre PTR1 e DHFRTS de Leishmania ssp. parecem ser promissoras para o desenvolvimento de fármacos contra a leishmaniose. Por essa razão, este trabalho teve como objetivo determinar a potência e o mecanismo de ação, usando cinética enzimática de derivados de pteridinas, potenciais inibidores de PTR1 e DHFRTS. Os compostos testados foram ativos contra LcPTR1 e LcDHFR-TS sendo que o composto 5 com IC50=0,94 µM contra LcPTR1 destacou-se por possuir eficiência de ligação em 0,7 kcal.mol-1.átomo-1 o que o configura como composto protótipo para desenvolvimento de futuros inibidores de LcPTR1 e LcDHFR-T. Além disso, os inibidores 1 e 5 apresentaram mecanismo de ação competitivo com o substrato e incompetitivo com NADPH. Portanto, o presente trabalho permitiu a caracterização cinética de uma série de derivados de pteridina contra LcPTR1 e LcDHFR-TS


  • Mostrar Abstract
  • Among the parasitic tropical diseases, those caused by protozoa represent a challenge to public health. Leishmaniasis is a worldwide widely disease, affecting more than 90 countries. The main drugs used to treat this disease, as pentavalent antimonials, shows non-specific action and high toxicity. The Leishmania chagasi species is the responsible for visceral leishmaniasis, the most severe form of the disease, which has high incidence in Brazil. In trypanosomes, the folate biosynthesis pathway participates of the pteridine metabolism, role performed by the pteridine reductase enzymes 1 (PTR1) and thymidylate synthase reductase-dihydrofolate (DHFR-TS). The genus Leishmania parasites are auxotrophic for folates, therefore, molecules that act on PTR1 and DHFR-TS of Leishmania ssp. seem promising for the development of drugs against leishmaniasis. Therefore, this work aimed to determine the potency and mechanism of action, using enzymatic kinetics of pteridine derivatives, potential inhibitors of PTR1 and DHFR-TS. The compounds tested were active against LcPTR1 and LcDHFR-TS. The compound 5 have IC50 = 0.94 µM against LcPTR1 and had binding efficiency of 0.7 kcal.mol-1 . Atom – 1 which makes it a prototype compound for the development of a LcPTR1 and LcDHFR-T inhibitor in the future. Furthermore, inhibitors 1 and 5 showed competitive mechanism of action with the substrate and uncompetitive with NADPH. Therefore, this study allowed the kinetic characterization of a series of pteridine derivatives against LcPTR1 and LcDHFR-TS.

SIGAA | STI/SUPAC - - | Copyright © 2006-2024 - UFBA