PPGLITCULT PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LITERATURA E CULTURA (PPGLITCULT) INSTITUTO DE LETRAS Telefone/Ramal: Não informado

Banca de DEFESA: SANIO SANTOS DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : SANIO SANTOS DA SILVA
DATA : 06/12/2019
HORA: 10:30
LOCAL: Sala 207 do PAF III
TÍTULO:

TODAS AS CORES DO AMOR E AS NOVAS CORES DA IRLANDA NA PÓS-MODERNIDADE – MAPEANDO A IRLANDESIDADE NO FILME GOLDFISH MEMORY, DE LIZ GILL


PALAVRAS-CHAVES:

Goldfish Memory, filme, pós-modernidade, irlandesidade 


PÁGINAS: 151
RESUMO:

Goldfish Memory (2003) é uma comédia romântica escrita e dirigida pela dublinense Liz Gill. O filme aborda a dinâmica das relações interpessoais entrelaçadas ao contexto contemporâneo de globalização. Os personagens estão emoldurados por uma metrópole de diversidade cultural e identitária. Uma representação da multiculturalidade da sociedade pós-moderna definida por Stuart Hall (2001), quando afirma que o mundo não está dividido em culturas distintas, e que existe uma tendência à absorção de traços de vários sistemas culturais. O cinema é um retrato da realidade social com elementos econômicos, estéticos e tecnológicos. Edgard Morin (1970) declara que o cinema é uma máquina que registra a existência dos indivíduos, uma maneira de transpor para a tela o universo pessoal. O autor ainda diz que a realização do filme está condicionada à existência de um contexto social. Nesse sentido, o objetivo geral do presente trabalho é analisar traços contemporâneos da identidade irlandesa no filme Goldfish Memory, observando como o irlandês se entrelaça nas redes culturais tecidas pela globalização, tendo como foco a dinâmica dos vínculos afetivos dos personagens. Os objetivos específicos incluem a descrição das relações interpessoais - encontros, desencontros e desentendimentos amorosos. Perscrutaremos teorias relacionadas à identidade, pós-modernidade e irlandesidade, que darão luz à interpretação dos dados levantados. Análises iniciais indicam que o filme apresenta uma série de ligações com outras culturas, apresentando uma espécie de “aldeia global”, apesar das referências à cultura irlandesa. O filme faz uso de recursos musicais de diversas nacionalidades, fato que também pode ser interpretado como um traço da pós-modernidade. A relevância do trabalho está relacionada à importância de propagar produções cinematográficas irlandesas que oferecem conteúdo cultural significativo para a comunidade acadêmica. É importante destacar que obras irlandesas ainda são pouco exploradas no Brasil, principalmente na Bahia. A presente pesquisa oferece uma contribuição para ampliar o espaço de diálogo com outras culturas dentro do cenário acadêmico local.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 287788 - NOELIA BORGES DE ARAUJO
Interno - 398.683.207-63 - SILVIA MARIA GUERRA ANASTACIO - UFBA
Externo ao Programa - 2422865 - MONIQUE PFAU
Notícia cadastrada em: 04/12/2019 14:46
SIGAA | STI/SUPAC - - | Copyright © 2006-2020 - UFBA